Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

letra

 

Não tenho nada em meu nome
Somente o fado que faço
O meu coração não tem fome
Mora num pequeno espaço
Vive da vida que passa
De amores que vão e vêm
Nada possuo em meu nome
E nem invejo ninguém 2x

Lamento se não me querias por mim
Não vias o quanto sou rico assim
Um dia virás-me dizer «Não vivi»
Só posso ter pena de ti
Fortuna ganhei tanto quanto perdi
Não tenho posses nem peço
E outras paixões já sobrevivi
Sei dos meus erros confesso
Adeus, não olho p'ra trás
O tempo todo consome
Perde-se o ouro
O amor se desfaz
Não tenho nada em meu nome

O tempo tudo consome
Não tenho nada em meu nome

O teeeeempo...

Lamento se não me querias por mim
Não vias o quanto sou rico assim
Um dia virás-me dizer «Não vivi»
Só posso ter pena de ti
Fortuna ganhei tanto quanto perdi
Não tenho posses nem peço
E outras paixões já sobrevivi
Sei dos meus erros confesso
Adeus, não olho p'ra trás
O tempo todo consome
Perde-se o ouro
O amor se desfaz
Não tenho nada em meu nome

O tempo tudo consome
Não tenho nada em meu nome

Não tenho nada em meu nome 2x


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email