Quarta-feira, 28.06.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

SÓ ME LEMBRO DE TI
(Letra e música | Gonçalo Tavares)

EM CADA PASSO QUE TU DÁS, EM CADA GESTO TEU
QUERO ESTAR SEMPRE AO TEU LADO PRA TE VER
NAS RUAS DESSE LUGAR ONDE TUDO ACONTECEU
HÁ MILHÕES DE ESTRELAS PARA TE GUIAR

TU CHEGASTE DE UM PLANETA ASSIM
DE LUGARES QUE NÃO TÊM FIM
HOJE FICO A ESPERAR POR TI ATÉ DE MANHÃ

REFRAO

SÓ ME LEMBRO DE TI DE AMANHECER NO JARDIM
RIOS E MARES SEM FIM QUE VOU VOLTAR A PROCURAR
SÓ ME LEMBRO DE TI DE AMANHECER NO JARDIM
QUE AS PALAVRAS QUE OUVI DIZER, ALGUÉM ME FAÇA ENTENDER
SÓ ME LEMBRO DE TI

TU CHEGASTE DE UM PLANETA ASSIM
DE LUGARES QUE NÃO TÊM FIM
HOJE FICO A ESPERAR POR TI ATÉ DE MANHÃ

REFRAO

TENHO AS MÃOS CANSADAS DE ESCREVER
TENHO A VOZ CANSADA DE GRITAR
PONHO OS OLHOS NO AMANHECER
ESTES OLHOS QUE TE PODEM VER SÓ VÃO LEMBRAR

REFRÃO

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 27.06.17

 

Letra

 

[Refrão: Rael]
Por onde for, vivo a calçada
Transmite amor, mas ninguém viu nada
Que em cada calçada que eu estava, estava lá mudando o mundo
Muitos não percebiam que ali havia som de conteúdo

[Verso 1: Valete]
Errático como o Éder, tu és maçarico
Sou acrobático na batida, como o Frederico
Neneh Cherry com Paula Perry
A mescla daquele puro movimento anti-fashion
No rap podia ser John Legend ou Chuck Berry
Mas na verdade, eu quero ser Tigerman, o Legendary
O ativista que nunca se agacha
Pelo povo da Síria continuamos na marcha
Tu achas engraçado chachar lá no bar
E dizer que não tem portas, como Bashar Al Assad
Ele só difama a ordem lusitana do R.A.P
Difama mas nunca tira o pijama
Nunca trabalha, só joga na cama
Por isso é que não está no nosso organigrama
Eu represento o IKONO e rimo com idioma
Que destrona wannabes e deixa
Deixa o teu rap nas lonas
Não estás na caderneta, és só cromo da zona
Queres ser vedeta, então estuda os meus cromossomas
É música de encanto que te causa tanta dor
E como se este cantautor rimasse num matadouro

[Refrão: Rael]
Por onde for, vivo a calçada
Transmite amor, mas ninguém viu nada
Que em cada calçada que eu estava, estava lá mudando o mundo
Muitos não percebiam que ali havia som de conteúdo

[Verso 2: Emicida]
Eu tenho o que cães vadios têm: tudo
A eles, a fama, a nós, o mundo
Sarjeta de plateia, calça véia
Nessa dimensão, quebra a cabeça, monta os coração
Por isso as crianças dão atenção
Minha transa é com o som pasmo
Benze que sou Kendrick
Ou Hendrix fazendo a guita com orgasmo
Mente que independe de asno dispersa
Por isso eles visse, a gente versa
Sou rádio sem conversa
Ligo o extremo sem pedágio, igual a porra da Dersa
Sozinho no quarto, uma porrada dessa
É tipo trabalho de parto, mas fico e aqui começa
Gordo Rick Rozay, peso nas caneta
A pele preta estoca flow rei
Não é superficial estilo lá Dr. Ray
Calçadas e barulhos sacam hip-hop hooray

[Refrão: Rael]
Por onde for, vivo a calçada
Transmite amor, mas ninguém viu nada
Que em cada calçada que eu estava, estava lá mudando o mundo
Muitos não percebiam que ali havia som de conteúdo

[Ponte: Capicua]
Toda gente olhou a pedra
E ninguém viu o diamante
(Toda gente olhou a pedra
E ninguém viu o diamante)
Toda gente olhou a tela
E ninguém viu ali a arte
(Toda gente olhou a tela
E ninguém viu ali a arte)
Chapéu vazio no chão e um céu cheio de estrelas
(Chapéu vazio no chão e um céu cheio de estrelas)
E um milhão de sonhadores a tentar ser uma delas
(E um milhão de sonhadores a tentar ser uma delas)

[Refrão: Rael]
Por onde for, vivo a calçada
Transmite amor, mas ninguém viu nada
Que em cada calçada que eu estava, estava lá mudando o mundo
Muitos não percebiam que ali havia som de conteúdo

[Outro: Rael]
Ninguém viu, ninguém viu
Ninguém viu, ninguém viu
Ninguém viu, ninguém viu
Ninguém viu, ninguém viu
Ninguém

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Come to me, I know you want it
Come to me, gonna make it
Come to me, I know you want it
I know you want it x2
Come and get it x4
Come and get it Hoo

I need a little bit of your love tonight
I need a little bit of you and I
I need a little bit of your love tonight
I need a little bit of your love, love
love If you wantin’ it

Refrão
(Come to me)

I know x5
I got want you want
I know what you want
I got want you want
I know, x5
I got want you want
Iou know what you want
I got want you want
I know, x5

Come over I’m your lover
Make me feel like it’s not over
Come over you can touch, you can love, you can love me
I know you wantin’ what u see
I know you wantin’ you and me
I know you wantin’ to be free
If you come over you can be

Hoo
I need a little bit of your love tonight
I need a little bit of you and I
I need a little bit of your love tonight
I need a little bit of your love, love
love If you wantin’ it

Refrão
(Come to me)

I know x5
I got want you want
I know what you want
I got want you want
I know, x5
I got want you want
You know what you want
I got want you want
I know, x5 what you want

I want what you want
So come on stuff
I want what you want
So give me some
I want what you want
I need what you need
I what what you want
so give it , give it to me

What you want

 

Composer: Van Breda

Authors: Van Breda, Mickey Shiloh

Mix and Master: Pedro Carrilho

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

[Refrão: Rael]
Aos meus amigos de verdade
Seja no sol ou tempestade
Só age na sinceridade
Sempre por inteiro e nunca na metade
Aos meus amigos de verdade
Até o final, não só de passagem
Sem diz me diz, triste ou feliz
Irmão de raiz, essa aqui eu fiz em tua homenagem

[Verso 1: Emicida]
Skate no terminal, no pente, uns instrumental
É quente, nóiz viu o Kamau
Né, Tico? Ô, daora
Chegou agora, conto 'pucêis'
Imagina, eu, Rashid, Projota
Rachando um dog em três
Djose de Acid, PCs à lenha com Zala
Discos na mala, indo depois da Penha
Tribo do tape deck, fez-se rap, cote
Sente, e o gerente do MC era o Fióti
Nyack nem pick-up tinha, band
Mundiko na Santa Efigênia, trampando em algum stand
Nunca esqueço quando eu vi DJ Vand, chapei
E a mão que nóiz tombou KL Jay
O Brown colou na Olido, cusão, cé loko
Nesse dia nóiz até perdeu o último busão
Norte, celeiro do suingue sujão
Edi Rock, Spainy & Trutty
Relatos da invasão
Gratidão

[Verso 2: Capicua]
Ei, amiga, foste embora, deixaste-nos sós
Mas eu não vou falar da morte, eu vim falar de nós
Que nos braços dos outros apertamos muito
E que na hora do aperto nós ficamos juntos
No fim brindámos a ti, contando histórias
Rimos e chorámos por ti, falamos horas
Da velha casa, as nossas fotos das recordações
E até da sesta no sofá e dos teus palavrões
E quando nada era real ou fazia sentido
Nós corremos uns para os outros para estar contigo
Na falta, na espera, na perda, na merda
Na vida ou na morte, amizade é eterna
E na hora do aperto, apertou-se o laço
E não na mão como um balão, coração ao alto
À tua volta ali à porta em conjunto
Foi claro, foste embora, mas deixaste-nos juntos

[Refrão: Rael]
Aos meus amigos de verdade
Seja no sol ou tempestade
Só age na sinceridade
Sempre por inteiro e nunca na metade
Aos meus amigos de verdade
Até o final, não só de passagem
Sem diz me diz, triste ou feliz
Irmão de raiz, essa aqui eu fiz em tua homenagem

[Verso 3: Valete & Rael]
Na abundância e nas migalhas
Te chamo de meu mano ou de my bro
No meio do perigo e da escumalha
É nóis, até o final
Amigo que é amigo nunca falha
É pra qualquer parada, demorô
Sempre contigo em qualquer batalha
É nóis, até o final
Na abundância e nas migalhas
No meio do perigo e da escumalha
Amigo que é amigo nunca falha
Sempre contigo em qualquer batalha
Na abundância e nas migalhas
No meio do perigo e da escumalha
Amigo que é amigo nunca falha
Sempre contigo em qualquer batalha

[Refrão: Rael]
Aos meus amigos de verdade
Seja no sol ou tempestade
Só age na sinceridade
Sempre por inteiro e nunca na metade
Aos meus amigos de verdade
Até o final, não só de passagem
Sem diz me diz, triste ou feliz
Irmão de raiz, essa aqui eu fiz em tua homenagem

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 26.06.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

I think I’m stuck
I cannot move
Too many lines
Don’t wanna run
Still have to prove
That this isn’t right

I wanna know who runs this fucking world
You love to hide
But I’m done with you and your lies

Silence, silence everywhere
Feels like you wanted to start to play
The same old, the same old dirty game
But you didn’t have to go, go, woah yeah

This world is mine too
We have to share
So don’t put me limits
I’ve noticed that you do not care
That you’re such a chicken

I wanna know who runs this fucking world
You love to hide
But I’m done with you and your lies

Silence, silence everywhere
Feels like you wanted to start to play
The same old, the same old dirty game
But you didn’t have to go, go, woah

Silence, silence everywhere
Feels like you wanted to start to play
The same old, the same old dirty game
But you didn’t have to go, go, woah
No you didn’t have to go, no

 

Music and lyrics: Mary N
Video: Miguel Cilindro Figueiredo

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

count to ten
To calm myself down
Once again
My heart starts to doubt
You’re hard to reach
But you’re all I seek

I drew some lines
I was afraid
I lost time that cannot be replaced
It’s time to change
Time to find my place

So many lies I had to believe
Now I say goodbye
‘Cause I can’t, I can’t, I can’t breathe

I just wanna know where you are
I’ve asked every single star
To shine a light on you
But they love to lead me in the wrong way, way, way, way
Where are you?
Where are you?

I walk slow
So I won’t fall
My head hurts
There were some walls I forgot
I’ll break them down
I’ll figure something out

So many lies I had to believe
Now I say goodbye
‘Cause I can’t, I can’t, I can’t breathe

I just wanna know where you are
I’ve asked every single star
To shine a light on you
But they love to lead me in the wrong way, way, way, way
Where are you?
Where are you?

I just wanna know where you are
I’ve asked every single star
To shine a light on you
But they love to lead me in the wrong way, way, way, way
Where are you?
Where are you?

I just wanna know where you are
I’ve asked every single star
To shine a light on you
But they love to lead me in the wrong way, way, way, way
Where are you?
Where are you?


Music and lyrics by Mary N.
Produced and performed by Mary N.
Mixed and mastered by Miguel Ferrador

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 25.06.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 24.06.17

 

Letra

 

O cenário foi mais ou menos assim:
Eu estava com ela no carro, nós já estávamos a namorar a um bom tempo
Então, eu pensei: É altura de meter aquela parte do namoro em prática
Ai, eu pus a minha coleção de músicas românticas,
Para criar aquele clima, sabem como é que é
Então, começamos a entrar em beijos, os vidros começaram a ficar embaciados,
Mas de repente ela diz: Pára! Pára! Anselmo pára!? E diz assim:

Não faz assim
Não me toca assim, pois a carne é fraca
Sei que já andamos à um bom tempo mas, Anselmo espera
Tira a mão do meu pescoço
Sabes que desse jeito, vamos pegar fogo aqui no carro

Tu sabes que eu tenho vontade
De fazer aquilo que tu bem sabes
As vezes dá vontade de avançar, prazer saciar
Mas, olha eu estou a aguentar
Tu achas mesmo que é só minha vontade?
De dizer não só por pura vaidade
Só quero fazer tudo certo
Dar passo-a-passo
Por isso é que vais ter que esperar
Ela disse ya Anselmo:

(Refrão)
A nossa primeira vez
Não vai ser no carro
Nem pode ser em qualquer sitio, qualquer beco
Tem que ser algo especial, yah
Fora do normal, yah
Algo sem igual, yah yah yah
(x2)

Insatisfeito, eu vou tentar outra vez
Tem que haver um jeito de eu tê-la de vez
Dei um tempo mais
De seguida fui logo atrás
Dei-lhe um amasso bem forte
Que ela ficou bem doida, doida
Minha mão começa a entrar por debaixo da sua blusa
Digo baixinho hoje eu te quero inteira
Ela descobriu
Quando penso que ela esta a cair
Ela diz: Pára! Anselmo pára!

Tu sabes que eu tenho vontade
De fazer aquilo que tu bem sabes
As vezes dá vontade de avançar, prazer saciar
Mas, olha eu me estou a aguentar
Tu achas mesmo que é só minha vontade?
De dizer não só por pura vaidade
Só quero fazer tudo certo
Dar passo-a-passo
Por isso é que vais ter que esperar
Ela disse ya Anselmo:

(Refrão)
A nossa primeira vez
Não vai ser no carro
Nem pode ser em qualquer sitio, qualquer beco
Tem que ser algo especial, yah
Fora do normal, yah
Algo sem igual, yah yah yah
(x2)

Ela continuava a dizer: Anselmo tu vais ter que esperar,
Eu dizia mas nós já estamos a tanto tempo
Ela dizia: nem que tiveres de esperar pelo casamento
Se tu me amas vais ter que esperar
Aqui estou eu!
Até agora estou a espera
Sabes o que é ?!
Eu continuo a ficar mais apaixonado
Apesar de ser de barrado
Se for um truque resultou!

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Na madrugada você vem pra me encontrar
Sempre calada mais com uma paixão no olhar
Vem de repente e nem licença pede para entrar

O corpo se amando na mais pura atração
Insensatez ganhando o jogo da razão
O seu pegado que seduz e cega o coração

Eu vivo a assim a esperança de você e eu
Me inspiro na lembrança que a gente viveu
Prometo o mundo inteiro só pra te tocar
Depois o pago o preço custe o que custar

Vai ser tão linda a cena quando eu encontrar você
Já tá escrito que isto vai acontecer
Procuro a sua imagem em todo lugar
Nem sei qual o seu nome e como te encontrar

Vou sonhar... com você
São altas horas e eu espero por você
Não vem o sono e eu precisando te ver
Olho a janela e a cidade já silenciou

No meu relógio o tempo insiste em não passar
O seu perfume eu tô sentindo pelo ar
Mais uma noite de amor que apenas começou

Eu vivo a assim a esperança de você e eu
Me inspiro na lembrança que a gente viveu
Prometo o mundo inteiro só pra te tocar
Depois o pago o preço custe o que custar
Vai ser tão linda a cena quando eu encontrar você
Já tá escrito que isto vai acontecer
Procuro a sua imagem em todo lugar
Nem sei qual o seu nome e como te encontrar (2x)

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23.06.17

 

Letra

 

Ele diz que te ama,
Que vai deixar a mulher
P'ra ficar contigo
Só te pede é calma
Diz que já nem dorme na cama,
Está brigado com a mulher
Anda todo durido
Diz que agora dorme no sofá
Mas tu já vais nisso à quase dois anos
Ele sempre inventa algo p'ra adiar os planos
Que ele mesmo diz que tem contigo
Não quero me meter mas olha moça ele ???
Eu acho

Refrão:
Ele só enrola-rola p'ra te ter no papo
Essa história que vai deixar a esposa é so plano
Mas se realmente queres saber o que eu penso
Isso me cheira mais um papo (papo)
Ele só enrola-rola p'ra te ter no papo
Essa história que vai deixar a esposa é so plano
Mas se realmente queres saber o que eu penso
Isso me cheira mais um papo
De um playboy casado oh, casado oh, casado oh
Que nunca te vai fazer sua número 1 eh, número 1 eh, número eh
Isso me cheira a mais um playboy casado oh, casado oh, casado oh
Que nunca te vai fazer sua número 1 eh, número 1 eh, número eh
Isso cheira a mais um playboy casado

Ele poderia ser um pouco mais sincero contigo
Dizer-te que ama a mulher mas quer estar contigo
Mas em vez ele te engana
Fala mal da mulher
E assim te ilude
Se queres ser primeira, moça acorda do sonho
Mas se queres ser segunda, olha estás no bom caminho
Agora deixa dizer-te uma boa verdade
Não há mulher nem filho
Capaz de prender o homem quando está apaixonado por outra
O homem faz loucuras, o homem faz loucuras
E se realmente ele te amasse
Ele estaria contigo a qualquer preço
Mas,

Refrão:
Ele só enrola-rola p'ra te ter no papo
Essa história que vai deixar a esposa é só plano
Mas se realmente queres saber o que eu penso
Isso me cheira mais um papo
De um playboy casado oh, casado oh, casado oh
Que nunca te vai fazer sua número 1 eh, número 1 eh, número eh
Isso me cheira a mais um playboy casado oh, casado oh, casado oh
Que nunca te vai fazer sua número 1 eh, número 1 eh, número eh
Isso cheira a mais um playboy casado

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

Não encontrei a letra desta música

 

“Fado Do Cobarde”
Letra e Música/Lyrics and Music: Guilherme Alface, João Direitinho

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

[Intro]

Ai galera, ai galera, é o seguinte
Hoje tem festa, mas tem festa rija, da favela
O dress code é havaina e calção, quem não tiver não entra

[Bridge]

Fala p'ra galera que tem festa na favela
A gente traz calor, amor e umas quantas mulher p'ra nós
É tudo irmão, é nós

Fala p'ra galera que tem festa na favela
A gente traz calor, amor e umas quantas mulher p'ra nós
É tudo irmão, é nós
(Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só)

[Refrão - Gson]

Umas carnes a seguir da praia, babe
Amanhã eu penso no amanhã
Mas hoje aqui, eu quero sentir esse mundo na palma da mão
Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só

Umas carnes a seguir da praia, babe
Amanhã eu penso no amanhã
Mas hoje aqui, eu quero sentir esse mundo na palma da mão
Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só

[Verso 1 - Kroa]

Enquanto esse fumo sai, põe o volume high que o flow sai
[?]
Essas frescas dão-me asas, eu vou [?]
[?]
Só eu sei porque é que não fico em casa
Ai, ai, só eu sei porque é que não fico em casa
Quem me dera ter ficado em casa
Diz à minha dama que eu não vou para casa

[Bridge]

Fala p'ra galera que tem festa na favela
A gente traz calor, amor e umas quantas mulher p'ra nós
É tudo irmão, é nós
(Diz à minha dama que eu não vou para casa)

Fala p'ra galera que tem festa na favela
A gente traz calor, amor e umas quantas mulher p'ra nós
É tudo irmão, é nós
(Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só)

[Refrão - Gson]

Umas carnes a seguir da praia, babe
Amanhã eu penso no amanhã
Mas hoje aqui, eu quero sentir esse mundo na palma da mão
Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só

Umas carnes a seguir da praia, babe
Amanhã eu penso no amanhã
Mas hoje aqui, eu quero sentir esse mundo na palma da mão
Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só

[Verso 2 - Zizzy]

Uh, eu digo longa vida à via longa
Os carros do meu lado que não dêem tudo já que a via é longa
O meu people pede pa' recordar não pa' esquecer a história
Mas [?] mandem bafos po' ar e gritem vida loka
Vive a vida brother, muito mano que era mais vivo
Hoje apenas chora porque já vê de longe o fim da corda
Eu sou da V, sou da vida e vou dar vida à tropa
Até ao fim ser humilde [?]
Mandem os bifes que quiserem, eu sou servido
Morrerão po' vosso veneno e no final vou pôr na minha conta
Portanto bora, praia, anda, curte a nossa vibe
Canta, calça a tua havaina e [?] num rabo de havainas

[Bridge]

Fala p'ra galera que tem festa na favela
A gente traz calor, amor e umas quantas mulher p'ra nós
É tudo irmão, é nós

Fala p'ra galera que tem festa na favela
A gente traz calor, amor e umas quantas mulher p'ra nós
É tudo irmão, é nós
(Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só)

[Refrão - Gson]

Umas carnes a seguir da praia, babe
Amanhã eu penso no amanhã
Mas hoje aqui, eu quero sentir esse mundo na palma da mão
Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só

Umas carnes a seguir da praia, babe
Amanhã eu penso no amanhã
Mas hoje aqui, eu quero sentir esse mundo na palma da mão
Mas amanhã volta tudo à mesma rotina, traz só

 

Letra: Wet Bed Gang (Zizzy, GSon, Kroa & Zara G)
Refrão: GSon
Produção: SPVIC
Mistura: MIC @ Sine Factory
Masterização: Stevie 1der @ Mo'Kubiko

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 22.06.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

[Intro: Zizzy]
Em casa ou no bote
Nós dois é estrilho
Tatuagens no body
Piercing no umbigo
Toda dor it's love(?)
Aprendi contigo
Tu não fales de love


[Chorus: Zizzy & Zara G]
Não sinto nada disso que tu tens de ti
Não sinto nada disso
Não sinto nada disso que tu tens de ti
Não sinto nada disso

Em casa ou no bote
Eu quero que te mexas da mesma forma
Nem que eu tenha que te pagar um shot
Só não quero que venhas falar de love
Eu tentei te avisar que eu não presto
Eu tentei te avisar que eu não presto baby


[Verse 1: Gson]
Baby caga mesmo nessas miúdas
Mexe o corpo, vem para cá
Querias ter um gangsta boy
Minha click é gangsta thug
Isso não é conversa para nós
Então para que é que tu 'tás a arranjar problemas
A falar do passado e a falar do futuro
E se sabes que podes estar comigo hoje
Podes estar comigo hoje


[Verse 2: Zizzy]
Então vamos separar
Separar que se perar(?)
O escarlate(?) sem orais (horário?)
Soltar e ligar
Mete separa-te(?) e perate(?)
Godfather(?)
Então mostra do que é que és capaz
Porque sabes que só te ponho à frente
Quando quero ver o que tens por trás


[Verse 3: Kroa]
O género seis do que vem da ordem(?)
Esfrega que o génio sai da lâmpada e traz um prémio
You let me feel you talk, hoje é fuck
Não há problema se joga o Benfica
Se existe um cu
Sabes que invisto tudo (se tu tiveres triste eu mudo)
Faço-te vir demónio (ai tu esqueças o mundo)
Faço rir e chorar (deixo o feeling confuso)
Marcas no rabo tipo que a relação foi um abuso


[Chorus: Zizzy & Zara G]
Não sinto nada disso que tu tens de ti
Não sinto nada disso
Não sinto nada disso que tu tens de ti
Não sinto nada disso

Em casa ou no bote
Eu quero que te mexas da mesma forma
Nem que eu tenha que te pagar um shot
Só não quero que venhas falar de love
Eu tentei te avisar que eu não presto
Eu tentei te avisar que eu não presto baby


[Verse 4: Zara G]
Ela diz que eu não presto
Sou igual ao resto
Que só queria sexo
Fui descoberto
Sim eu 'tou coberto
De bitches confesso
Atrizes modelos
Metem conversa no chat
E depois vem na minha casa


[Verse 5: Zara G]
Mas quando eu 'tou contigo diz-me sim ou não
Eu quero sexo fast na pussy, anal
Ass fat vou me vir na face não leves a mal
Gosto do teu corpo, mas nunca vou conseguir amá-lo
Baby eu vou-te pôr na lua tipo um astronauta
Depois vou buscar as notas que não 'tão na pauta
Ela não é criança, mas na minha cama salta
Se me faltar ao respeito digo-lhe que não faz falta


[Verse 6: Gson]
Girl you know I
Girl you know I
Teu body e o meu body
Até que alguém pare
É o birthday sex
Ela sabe que hoje tem sexo
Ela sabe não tenho pressa
Ela sabe sou bem nasty
Ela procura, procura, procura, procura-me em outro nigga
Ela procura, procura, procura mas no fim fica comigo!


[Chorus: Zizzy & Zara G]
Não sinto nada disso que tu tens de ti
Não sinto nada disso
Não sinto nada disso que tu tens de ti
Não sinto nada disso

Em casa ou no bote
Eu quero que te mexas da mesma forma
Nem que eu tenha que te pagar um shot
Só não quero que venhas falar de love
Eu tentei te avisar que eu não presto
Eu tentei te avisar que eu não presto baby

 

Letra: Wet Bed Gang (Kroa, Zizzy, Zara G & GSon)
Refrão: Zizzy & Zara G
Guitarra: Frankie Baptista
Mistura: XPress @ Ivel Inc.
Masterização: Stevie 1der @ Mo'Kubiko

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.06.17

 

Letra

 

Quase vinte anos nisso e manos ainda duvidam,

Os mesmos que criticam são os que mais cobiçam

Eu me apaixonei por rap aos dez anos de idade

Num bairro onde manos roubavam,

Por necessidade

 

Deitado na minha cama

Com os fones a arder

No quarto ao lado o meu irmão batia a mulher que me dava de comer

Começou a fazer sentido eu me sentia HIP-HOP

 

Sonhava com uma casa grande, e um "granda" bote

Começou a revolução eu pensei que era destino

Mas quando eu mais precisei, vocês me deixaram sozinho

Onde é que tavas quando o NG foi preso por engano ?

Onde é que tavas tu, quando o Tony cumpriu dez anos ?

Porquê que não ficaste lá comigo na miséria

Quem é que salva o puto , quando revolução vai de férias

A pouca esperança que eu tinha eu depositei em vocês

Até ir a Sony e perceber que vocês só vendem CD's

 

NÃO NÃO

Não me digam como me sentir

NÃO

Não me peçam para vos mentir

NÃO

Mas o que que vocês esperam de mim ?

NÃO

Não sou perfeito, eu sou mesmo assim

NÃO

Não finjo ser aquilo que eu não sou

Eu vim de baixo com os meus bro's

Mas hoje eu vivo desses shows

My nigga R.A.P me salvou

 

Eu fui apedrejado por vocês, por ser sincero e honesto

Mas Deus disse

Vem até a mim como tu és, eu te aceito

Quem são vocês pra me julgar ?

Me chamar de wanna be

Quando eu só queria que Rosa se orgulhasse de mim

 

Eu só queria que o Bruninho tivesse o que comer

E mesmo depois de verem a dona Tina falecer

Nos apedrejaram mais

Nos odiaram mais

A cota me disse, é mesmo com guerra que se faz paz

 

Então eu vim pra guerra

Pé no pescoço

Vocês são cartas, e eu sou um carteiro com um baralho no bolso

Eu contra todos vocês

Embora a rua GOT ME

Querem revolução?

Façam como o " K " e o " Luaty"

 

Me venderam gato por lebre e eu quero a devolução

Em 2017 manos ainda vendem revolução?

É melhor irem pra política, esqueçam os Mc's

Da forma que falam de ANGOLA tipo que ÁFRICA só tem um país

 

NÃO

Não me peçam para vos mentir

NÃO

Mas o que vocês esperam de mim?

NÃO

Não sou perfeito eu sou mesmo assim

NÃO

Não finjo ser aquilo que eu não sou

 

HIP-HOP

My nigga R.A.P me salvou

 

My nigga R.A.P me salvou

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Hoje acordei com pouca vontade,
Já sei que não vou ver ninguém.
Quem vem de lá traz pouca saudade
E as mãos a tremer também.
Recorro à cafeína, água, multivitaminas
Mas ela 'tá cá p´ra ficar.
Já vi que esta menina não traz adrenalina,
E agora só me resta estar.
Eu já não sei se venho resistir ou se vou ficar bem.
Eu já tentei seduzir mas tenho que acatar também.
Merda da grossa só me cria mossa,
Ainda me lembro de ti.
Fui de carroça p'ra terra da troça,
Já nem sei bem o que vi.
Eu já não sei se venho resistir ou se vou ficar bem.
Eu já tentei seduzir mas tenho que acatar também.
Sono só sobe quando a maldita já não me descobre.
Sono só sobe quando a maldita já não me descobre.
Sono só sobe quando a maldita já não me descobre.

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.06.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

Produção: Rizzo
Composição: Rizzo
Letra: Laton Cordeiro, MC Zuka
Guitarras: João Barradas
Teclas: Rizzo
Voice Mixing: Zacky Man
Mistura: Pedro Serraninho
Master: Walter Coelho

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Ando monossilábico
E não passo do estático.
P'ra quê combinar?

Tenho a expectativa
Que a cura passiva
Seja deixar andar.
Isso não soluciona
Quando a rua é toda
Feita p'ra me empatar.
Tento toldar a vista,
Ignorar a pista
Que devo aceitar

O que há por cá

Deves achar estranho o meu empenho
Em alimentar.
Agora que te entranho, já acho que tenho
De te desligar.
Sei que aqui há diferença e não pertence
Ao que vou lembrar.

Posto isto eu aposto
Embora não goste
Vens p'ra ficar.

Não tens muita atitude,
A mim falta virtude
Para nos ocupar.
Não sei matar o tempo.
Na verdade, nem tento.
Isso já satisfaz.
Contento-me com o médio
E abraço o tédio
Da tua condição.
Lá no fundo a minha
É recordar o que eu tinha
E nem prestar atenção.

Ao que há por cá

Deves achar estranho o meu empenho
Em alimentar.
Agora que te entranho, já acho que tenho
De te desligar.
Sei que aqui há diferença e não pertence
Ao que vou lembrar.

Posto isto eu aposto
Embora não goste
Vens p'ra ficar.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

Letra

 


I love the things that children love Yet with a comprehension deep
That lifts my pining soul above Those in which life as yet doth sleep.

All things that simple are and bright, Unnoticed unto keen‑worn wit,
With a child's natural delight That makes me proudly weep at it.

I love the heavens with a joy That makes me wonder at my soul,
It is a pleasure nought can cloy, A thrilling I cannot control.

So stretched out here let me lie Before the sun that soaks me up,
And let me gloriously die Drinking too deep of living's cup;

Be swallowed of the sun and spread Over the infinite expanse,
Dissolved, like a drop of dew dead Lost in a super‑normal trance;

And in a strange way undefined
Lose in the one and living Whole
The limit that I call my mind,
The bounded thing I call my soul.

 

Alexander Search

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.06.17

 

Letra

 

Eu sinto aquilo que sentias nos momentos de esforço
*******, caricaturas não passavam do esboço
O poço ficou-se ***, doces momentos que eu lá passei
Com uma fisga lá no mato ou nas cabanas que eu montei
Em pedras me sentei
O mar eu avistei
Para o olho 'tar aberto por experiências eu passei
As horas que contei minuto após minuto
Corria não me cansava, um gajo ainda era puto
Lembro-me daqueles momentos que de guita tava mal
A barriga tava bem e era isso o essencial
Quando a minha mãe gritava porque me portava mal
Perdido e iludido no meu mundo *****
Na escola era bola eu nunca quis ser doutor
Já na primária ensinava armadilhas ao professor
Para o bem, o amor, para o mal um traquina
Nos intervalos com o Eddy sempre a apalpar as meninas
E eu hoje abro as cortinas e vejo a bazar amigos
O que hoje são picardias ontem foram castigos
Eu já passei por perigos, com os meus tropas tanta cena
Que mesmo que desiludam, quebrar laços tenho pena
Quinzena após quinzena vejo a vida meio surda
A morte numa estrela ensinou-me que a vida é curta
A vida é muito rápida, sem tempo para agir
Pois mesmo que te levantes sabes que cais a seguir

Refrão
Quero os teus lábios para cima
Quebra a barreira que te fecha o caminho
Mostra o sorriso a quem precisa, não vivas sozinho
Cultiva aquilo que um dia te vai dar carinho
A vida é fácil de viver se tiveres um vizinho
Podes achar e viver a vida numa ânsia
Manos pensam como tu e saiem de ambulância
Podes até fingir, mas lá à frente cais
Podes até partir, mas diz para onde vais

Quando eu tinha a tua idade, hoje cresci um bocado
Os anos vão-se passando e continúo desvairado
No tempo que foi passado era outra brincadeira
A derrapar e a saltar até acabar em choradeira
Porque a vida é uma lareira que mantém a chama viva
Do Zamba para a Madorna era outra perspectiva
Zambujeiro, grande terra, vitórias e derrotas
Madorna era só gandins mas também tinha lá tropas
Tu topas o que eu sentia dividido a meio
O vento leva o pensamento e o tempo leva o recreio
Só a minha mãe atura à altura do que eu desvaneio
Olhado sempre fui mau olhado eu também creio
Sou M de Madorna, perfeitura, preconceito
Aquela terra que eu não cago e trago no peito
No meio da velha guarda só brincava com uma bola
A esses agradeço seja nova ou velha escola
Porque a vida desenrola o novelo
Por vezes coça-te o pelo
E o teu destino, tu só tens que fazê-lo
E se eu te deixo o apêlo
A tua persona faz fita
Com regras mais rigorosas que a régua da Dona Zita
Porque a vida é uma fachada, mas para quem é fantoche
Muitos têm a vida agarrada, mas só faz toca-e-foge
Deixa a tristeza veloz
Que te baixa a auto-estima
Vê um futuro risonho, põe os teus lábios p'ra cima

Refrão

P'ra cima, quebra a barreira que te fecha o caminho
Mostra o sorriso a quem precisa, não vivas sozinho
Cultiva aquilo que um dia te vai dar carinho
A vida é fácil de viver se tiveres um vizinho
Podes achar e viver a vida numa ânsia
Manos pensam como tu e saiem de ambulância
Podes até fingir, mas lá à frente cais
Podes até partir, mas diz para onde vais

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

 

letra

 

I fall in love too easily
I fall in love too fast
I fall in love too terribly hard
For love to ever last
My heart should be well schooled
'Cause I've been fooled in the past
But still I fall in love so easily
I fall in love too fast
My heart should be well schooled
'Cause I've been fooled in the past
But still I fall in love too easily
I fall in love too fast

Written by Jule Styne & Sammy Cahn

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

GONÇALO TAVARES & SOFIA A...

Gonçalo Tavares - "Só me ...

Valete, Capicua, Emicida ...

Van Breda ft Mickey Shilo...

Valete, Capicua, Emicida ...

Dengaz - Ninguém Vê Nada

Mary N - Silence

Mary N - Where R U

Dog's Bollocks - Scar

Anselmo Ralph - Primeira ...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
A letra deste música refere-se à vida de uma crian...
Gostei
Gostei
Uma boa iniciativa com muito boa música!
Claro que foi, este individuo tem um ego do tamanh...
Boa noite, o texto foi enviado exactamente como es...
O encontro entre o cavaquinho português e o ukulel...
"Será o primeiro disco profissional que deixará o ...
Alguém com os acordes?
Ó filha: muda de ramo!
blogs SAPO
subscrever feeds