Terça-feira, 16.05.17

 

Letra

 

Querem voltar a ver-me na batida
E a levar corrida dos bófias
Esquivar dumas bofas
Pena que na altura um homem ainda nao tinha sósias
Se achas que eu tou-te a dar música
Então tira a prova dos Nove
E as outras pessoas que tiverem duvidas
Sh sh, evitem perguntas óbvias
Quando eu te digo que tenho as costas grandes
Boy, eu não tou a fazer o V
Tás a fazer o que?
Catujal stand up stand up
Respeitem mais o vosso boss
Polaroids em cima do nosso cross
Eu não dou pra basofe boss
Até ter em minha posse o dobro do vosso cofre
Perguntar se eu tenho um ego big
São pelo menos 4 digitos, um head lip
Tou na gordura tipo fas food
Sabes qual é a mistura
Ao mínimo gesto rude
Sê honesto fala de mim como uma lenda concreta
Anunciei um projeto novo e tenho a agenda completa
Fica olhar para o calendário embora a casa não perca o teu salário
Isso é só mais uma vasa na lergama
Ponho na catota arame na batota
Tropa nota para mim é payday
ei, ei, para mim é payday
Todo o santo dia para mim é payday
"Mudafuckas" é só fotocópias
Quem eu? nah, eu tenho fotos próprias
Para mim é payday
Todo o santo dia para mim é payday (6x)
Sabes o que eu tou a fazer? Payday
Memo que um homem teja em lazer? Payday
Olá como está muito prazer. Payday
Todo o Santo dia para mim é payday
Wow, se eu digo feel
Maneiras de arranja-lo eu consigo mil
Eu ponho os dados a fazer um windmill
"Mudafucka" não é big deal
Abre a bagageira do meu bote, tits
Várias hospedeiras no meu cockpit
Qualquer uma delas da-me o toque, Nico
Tu não és o richie, we don't talk sweet
Duma maneira ou de outra não ha nada que resista
Muito antes de eu ter sido capa de revista
Tu vê o que a data regista
Eu nunca perdi o saco da paca de vista
Desde a primeira jornada
Vi aparecer haters do nada a tentar destruir uma carreira formada
Até me verem com a algibeira jardada
Fuck a hater, hater
Boy a minha turma toda cheira a paper
De segunda a segunda feira
Sempre em cima do contrabando tipo que sou da feira
Eu nunca saio de casa sem 100
Disseram rimas pesadas quem tem tem
Eu só posso falar daquilo que eu sei bem
É que todo o santo dia para mim é payday
"Mudafuckas" é só fotocópias
Quem eu? nah, eu tenho fotos próprias
Para mim é payday
Todo o santo dia para mim é payday (6x)
Sabes o que eu tou a fazer? Payday
Memo que um homem teja em lazer? Payday
Olá como está muito prazer. Payday
Todo o Santo dia para mim é payday

 

Single "Pay Day" - incluido no álbum "Ouro Sobre Azul"
Produzido por Sam the Kid
Mix & Master Here`s Johnny

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 31.03.17

 

Letra

 

[ Verso 1 - Dillaz]
Para todo passageiro eu tou no cockpit
Se vens abrir o bico tens o pitch down
E as morenas a perguntar porque que eu não fico
Se vais querer sair do sitio eu digo sit down
A construir a cave lá no meu kubico
Só para ficar mais abaixo do teu underground
A toda hora aplicar a poda no manjerico
Tou dia de olho em bico eu tou na Chinatown
Eu nunca quis em demasia pra além do que eu consumia
Para quem queria não é pêra doce
Eu era um rato só vendia
Zeca contava a quantia eu nem sabia que a dúzia era 12
Aonde circular garula parei com gente gandula
Ainda no money eu tinha um caroço
Na zona havia gente muito sábia muita lábia
Mas a ca máfia veio armada
Bum, bum, bum, bum matou-se


Tu estás a querer um bar aberto, tão..
Põe musica pimba e cambinda na jola do moço
Não é ser mal educado
Mas tenho notado que andas mais cheirado e menos cheiroso
Ficar no meu repouso ter um picadeiro
A cuidar da minha jarda
Ter um jardineiro
Ver a mana tratada vestir a toda com prada
Tu não vais dizer se eu não disser pirmeiro

Tu estás a querer um bar aberto, tão..
Põe musica pimba e cambinda na jola do moço

Tu estás a querer um bar aberto, tão..
(Sente que acendo o meu spliff, eu fumo tipo o Chief Keef)

Tu estás a querer um bar aberto, tão..
(Eu tenho bolsos pesados num casaco da Levis)

Não é ser mal educado
Mas tenho notado que andas mais cheirado e menos cheiroso

[Regula]
Eu tenho as fofas todas na linha da frente
Com o peito a jeito
Assim que eu acordo é wake n bake
A minha vida está toda no stage take a take
Não me dirijo a fakes nem com todo o desrespeito
Mas sempre que acendo o meu spliff beef
Eu fumo tipo o Chief Keef
Não ouviste o que eu disse peace
A tua miss pega no meu piço kiss kiss
Sempre que te diz fazer um diss a gente ri-se disso
A tentar alcançar o bico do Elvis
Estou a dar de stick
Vocês estão com o stick das selfies
Boy eu sempre que digo que tenho um contracto com a Medis, bolsos pesados no casaco da levis
Oh yeah, filho da natália ah pois é
Dois pés dentro das sandálias do moisés
Sou fresh boy quem tá comigo tá com cash é só andares atento e ver o que acontece
Mas easy quando tirares as medidas do fato
Ou a testa fica marcada com as adidas do renato
É coisa leve todos os dias faço o mesmo serão
Para não voltar a fazer bonecos de neve em pleno verão
, okay
Boy eu não brinco com o meu linco
Fodo a perna ao trinco ya eu já queria ser pimp em 95
Agora tenho uma data delas nuas no requinto
Porque o meu nome é um dos
Que tá a encher qualquer recinto

Tu estás a querer um bar aberto, tão..
Põe musica pimba e cambinda na jola do moço

Tu estás a querer um bar aberto, tão..
(Sente que acendo o meu spliff, eu fumo tipo o Chief Keef)

Tu estás a querer um bar aberto, tão..
(Eu tenho bolsos pesados num casaco da Levis)

Não é ser mal educado
Mas tenho notado que andas mais cheirado e menos cheiroso

 



publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.02.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.01.17

 

Letra

 

[refrão]
mas quem é que disse que tu bates?
é preciso ter tomates
meu boy isso é too much
do calão ao sotaque
eu só vivo a minha vida
ou qualquer coisa parecida
tatuagens na barriga
mas não são as do 2pac

[regula]
eu não espero um globo d’ouro
boy eu quero o globo todo
porque mesmo quando eu estava na merda nadava no topo do lodo
nunca fiz a cena no gozo
última sopa pus mesa para doze
mas armas-te em esperto e tens que aguentar a barra no momento embaraçoso
minha dica é jungle fever boy vê-me com b*mbas
mesmo que eu esteja de blazer, camisa nunca me confundas
eu disse a todos os meus arregos
‘tá em dia vocês finjam, vão para casa
se me virem a p*ssar com a minha maria
não me dirijam a palavra
quer dizer, agora não sei
mas ele era fora da lei
não tou a falar da califórnia quando te digo que moro em la
vou-me embora [?]
a zona tá toda na batucada
sabes bem as histórias que eu narrei
que nada disso é fantochada
‘tou com a minha turma na hora
até ao dia em que eu for embora
se por acaso eu tiver com a roupa d’ontem
é porque eu dormi fora
nunca me chamaram de fake
sempre me chamaram de straight
as queridas com que ‘tás agora
meu puto já me p*ssaram pelo estreito

[refrão]
mas quem é que disse que tu bates?
é preciso ter tomates
meu boy isso é too much
do calão ao sotaque
eu só vivo a minha vida
ou qualquer coisa parecida
tatuagens na barriga
mas não as do 2pac

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 25.12.16

 

Letra

 

Os putos fazem a favela no sprint
Com uma merda na fivela do cinto
Um quilo e meio de estela ate à favela seguinte
Muitos não chegam a soprar a vela dos 20

Madje não é a ler revistas de cardio
Que tu vais ver eu tava com a mira na vista dos sábios
Maior parte preocupa-se com a entrevistas na rádui
Eu tou a tentar pisar palcos boy com visto pró estádio (I see you)

Escrituras sem abreviatura
com a assinatura da criatura
jura-se pra alvejar os pombos
Que andam a tentar cagar a pintura da minha viatura

Ma nigga tira o guardanapo do farnel do greguês
Se eu tiver a deixar sacos no sadrez
Vamos acabar com os boatos de uma vez
Eu já festejei uns quantos campeonatos no Marquês

E eu sabia que tu tás a par fã
Qualquer bitch tá a par do parfum
Não faças contas ao meu l'argent
Ainda dicas a dar gritos tipo tarzan (3x)
Não faças contas ao meu l'argent
Ainda dicas a dar gritos tipo tarzan

Mas tu não tás a acompanhar nah
Tás a arrastar-te agarrado ao meu calcanhar Son Han
Querem-me apanhar no tartan
Eles tão a pensar que vão respirar com o Spartan (3x)
Não faças contas ao meu L'argent
Ainda ficas a dar grutos tipo tarzan

O meu abdominar samba
Olha bem pro aspecto que o animal manda
Conheces o meu trajecto eu rapo o que o local sangra
Os versos do meu rap são material na alfandega aldandega
Os teus são o ideal pro canal Panda

Cresci depressa eu era um puto pequenino
Tema de conversa em qualquer grupo feminino
Mas continuo um pirata memo se tirar os brincos
A foder o moda Lisboa toda com um cenário simples

E mesmo que hoje várias várias várias drinks tou lúcido
Pa dizer que a tua bitch cheira a mijo da pussy
Descomprimi com um cinto rijo da Gucci
A gente tá no mundo pergunta ao PDA ya
Eu tou em cima deles até no que a tv dá
desde digitais até aos direitos da GDA

E eu sabia que tu tás a par fã
Qualquer bitch tá a par do parfum
Não faças contas ao meu l'argent
Ainda dicas a dar gritos tipo tarzan (3x)
Não faças contas ao meu l'argent
Ainda dicas a dar gritos tipo tarzan

Mas tu não tás a acompanhar nah
Tás a arrastar-te agarrado ao meu calcanhar Son Han
Querem-me apanhar no tartan
Eles tão a pensar que vão respirar com o Spartan (3x)
Não faças contas ao meu L'argent
Ainda ficas a dar grutos tipo tarzan

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.07.16

 

Letra

 

Sam The Kid)
Esta é a longa caminhada de evolução controlada

(Regula)
Remember spit drums, boy I like no other
(?) gira o (?) sem stress, pof na relax
Furão és o next, man
Tino 'tá no Audi, niggas tão on the run
'cês são um derrame só vieram ao mundo, por engano
Agora é um a um ou seja, one a one
Guarda as armas no baú, battles é em mics e drums

(Sam The Kid)
E eu sou infame, fazer o que eu amo
Trazer o que eu chamo de dama fat, com fat de rap urbano
Conheci-a na poesia, trazia etnias à mistura
Quantias, (?) e uni-a à cultura

(Regula)
Pura com cobertura, mais flavour do que satura
Tipo duracell, stell que so memo mel
Dura e relaxa porque quem procura acha
Boy, mas nem sempre lá chega
Manter postura, dura e agredir figuras, já chega
Fazerem rostos feios para afirmar a crew mais tesa
Porque hoje em dia toda a gente tem meios de defesa

(Sam The Kid)
Ou meios de ataque
No momento kodak gabar-se do acto que abateu o fraco
Porque assim tu ficas com um buraco

(Regula)
Queres servir no me'mo prato?
Taco a taco, na rua ou o parque, duelos no mato

(Sam The Kid)
E no momento exacto pacatos vão ficar durões
Com armas, com miras reguladas por putos furões

Refrão:
Porque é à pala da boca dos outros que o beef flutua
Muita gente fala, poucos papam e nervos actuam
E não se habituam a aceitar uma derrota
Por mais medo que possuam, suam sempre e alguém nota
E 'tás com um pé atrás, e és incapaz
Dar uso ao que trazes, por isso age, pensa no que fazes
Ou então tu hás-de de aprender a teu custo próprio, não sabes?

(Sam The Kid)
Beef a sangue quente vem com shot a sangue frio
Para fazer mais sangue frente a quem puxa o desafio
Depois ha mil vias que adiam, beefs precoces
Não ligues a vozes que te deixam p'a troces depois de completares missões
Com remorsos nos ossos

(Regula)
Com poucas hipóteses, com ou sem reforços, sem munições
Por mais que penses que tens um best of de uniões
Sem poses não forces porque podes perder pulsações

(Sam The Kid)
Da violência às urgências é só um minuto curto
Pesa as consequências e pensa no teu futuro, curte
A vida, seja curta ou comprida, teja rica ou falida

(Regula)
Mas não feches muito a pestana, também podes vir a ter má experiencias
Com bue da decadencias e se assim for no futuro não farás reminiscências

(Sam The Kid)
O meu quotidiano no ano, é humano quando zangas
É o mano que te zangas, que dão pano p'ra mangas
Eu não dramatizo eu dou o sorriso que tu mancas
Eu vejo dealers dar p'ra killers quando beef'am por bancas

(Regula)
Em spots que não abancas só servem p'a pára, arrancas
Onde eles te guiam e vigiam com armas brancas
Não tens tempo suficiente para frequentares um ginásio
No momento ficas mais sorridente se andares ao balázio

(Sam The Kid)
Com alma kamikaze oculta por uma reputação
Na versão de alguém que insulta na ego competição
Isto é rotação na luta com muita inconclusão
Porque a brasa não acaba há sempre a prima ou um irmão

(Regula)
Define a finalização, numa só de afirmação
Mas agora tenta te por no outro lado da versão
Imagina como seria de um momento para o outro
Seres atingido e teres que viver sem um membro do corpo?
Não imaginas, nem eu imagino, apenas suponho
Falo pela boca de alguém que já viveu um sonho

Refrão:
Porque é à pala da boca dos outros que o beef flutua
Muita gente fala, poucos papam e nervos actuam
E não se habituam a aceitar uma derrota
Por mais medo que possuam, (?) sempre e alguém nota
E 'tás com um pé atrás, e és incapaz
Dar um só que trazes, por isso age, pensa no que fazes
Ou então tu hás-de de aprender a teu custo próprio, não sabes?

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Domingo, 26.07.15

xutos.jpg

 

 

A segunda edição do festival vai realizar-se nos dias 13, 14, 15 e 16 de agosto.

 

Xutos & Pontapés, o brasileiro Marcelo D2, Jorge Palma, Regula e Richie Campbell são os primeiros artistas a confirmar a sua presença no Sol da Caparica, um festival de verão que é dedicado à música portuguesa e da lusofonia.

 

"É muito importante ter um festival que dá visibilidade à música portuguesa, e muito especialmente ao hip hop", comenta Regula a propósito da sua presença no festival. Depois de ter participado no colectivo 5:30, ao lado de Fred Ferreira e Carlão, o músico apresenta agora o seu novo disco, Casca Grossa, na Costa da Caparica, um sítio onde já passou muitas férias: "Sinto-me em casa".

 

Em 2014, a primeira edição do festival teve mais de 65 mil espectadores. Os bilhetes para esta segunda edição já estão à venda na Fnac.

 

Retirado do DN



publicado por olhar para o mundo às 22:16 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.06.15

 

Letra

 

O meu registro criminal
Tá quase todo na rua principal
Catujal stand up vizinhança
Do maltês ao terminal
Agora tou bem nunca tive igual
Pra ser honesto eu só vivi mal
Até saber o que fazer

Com uma balança digital
Uma balança digital, yeah yeah
Boy, uma balança digital
Quem é que manda na city town
Com uma merda que arrepia a espinha cervical
Eu claramente, parapente
Não há muita conversa paca pra frente

Se a conversa não tá nessa então passa a frente
Eu tou em qualquer club com a faca lá dentro
Uma faca lá dentro, yeah yeah
My nigga, uma faca lá dentro
E cada vez que o homem cospe
No meio do people ouves uma voz a gritar,
A chapa tá quente, a chapa tá quente
Aleluia fala bem a chapa tá quente

O Rubinho já tem a fazenda
Eu tou a tentar ter uma vivenda na Lapa pra gente
E como uma só não faz moçê
Manda vir rodadas boy, a tasca é nossa
Já tou cá desde o tempo da rasca socia
Basta socia, a pasta é nossa
A casca é grossa

Yeah, um beat it da nova serie boy about that
Fazer dinheiro é serio, yeah i'm about that
Mas não é por causa disso
Que eu vou deixar de comprar grifes no outlet
What you know about that?
Big money, what you know about that?
Eu tou chilly no hotel a fazer contas a vida
Enquanto alguém faz uma sound check
Guita viva i'm not about checks
Guita viva i'm not about checks

É relativo eu ter o mike fat
Fuck that, my nigga eu dou-te o papo reto
What you know about cash?
Small money, what you know about cash?
Que paleio pros tropas é que tás cheio das notas
Mas tu nem tocas no outjets
Tua querida queria me montar a tenda
Já com o vestido posto pra eu rasgar a renda

Além dela tar par da agenda
Ainda me ajuda a pagar a renda
Boy, tu não tás a acompanhar a lenda?
Boy, tu não tás a acompanhar a lenda?
I don't give a fuck, se a música não der
Tu sabes bem que eu vou ter que voltar a venda

E como uma só não faz moçê
Manda vir rodadas boy, a tasca é nossa
Já não dá mais pra viver há rasca socia
Basta socia, a pasta é nossa, casca grossa

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.05.15

 

 

Letra

 

A letra está no vídeo

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 17.05.15

 

Letra

 

Yeah!

Oh Yeah... (Veecious V)

Yeah!

Casca, casca!

Tony Do Rock

Casca, casca!

Tu nunca me vês com a mêma ROMI no bote, ROMI no bote
Tomei uma decisão concreta (ahh), sem ter a visão do profeta
Eu vi que buli prós outros a vida inteira, isso é prisão preprétua, (yes)
Tou a dar cartas mas tu népia, (ya) nem aos teus tu matas a fomeca
Quando é pra molhar o cú, tu cagas a cueca, até te apagas da marmeca
Um homem só rasga bonecas, desde guinaldas a blackas (manda vir)
Não tenhas conversa de homem com meninos, diz ao junkies não te acordem os inquilinos
Vocês dormem como finos, eu rep o meu bloco a tempo inteiro(yes)
Dá pra saber se eu tou no spot, só pelo cheiro
As queridas chamam-me Midas, tenho o toque certeiro
O Rei do Gado, desde o tempo do Rock Santeiro!
Eu já 'tou-ma ver velhote parceiro, com um dog rafeiro e mais dois ou três velhotes barbeiros, a bater lerpas e etc. (uhh)
Envolpes com dinheiro, até ao dia que tu me enforques num pinheiro

Vai ser assim...

Escuta eu sou o verdadeiro Tony Do Rock, Toni Do Rock
Toni Do Rock, Toni Do Rock (Veecious V)
Tu nunca me vês com a mêma ROMI no bote, ROMI no bote
ROMI no bote, ROMI no bote (Veecious V)
(2x)

Certifica-te Boy, a mim só uma dica me preocupa
Pois dizer à minha Mama, não há mais drama nem preocupações (na...)
Gigs por mês, no mínimo chuta dois
Muitas hoje dizem o ponteiro do teu parro, parece o das rotações (uhh)
Pra quem ficava embriagado até ver tudo ao contrário (cego)
Agora eu sou solicitado, pra opinar no preçário
Yeah, eu passei de empregado a empresário (xiuu)

Sem comentários!

Talvez não te recordes, mas lembras-te quando éramos pobres? (tesos)
Se calhar um dia destes ainda aparecemos na Forbes (money)
Concordo, drago um bimmer Clio ou Ford
Ou talvez acorde num navio com queridas a bordo (mêmo a veres)
Só tava abancado no degrau do Catita, (tava)
Fiz o que tive de fazer e pus-me a pau ca guita (e agora?)
Enquanto os outros dizem que eu sou o mau da fita
Eu beijo a minha mãe na testa e digo: E se tiver mau apita. (muah)

Escuta eu sou o verdadeiro Tony Do Rock, Toni Do Rock
Toni Do Rock, Toni Do Rock (Veecious V)
Tu nunca me vês com a mêma ROMI no bote, ROMI no bote
ROMI no bote, ROMI no bote (Veecious V)
(2x)


Toni Do Rock, Toni Do Rock (Veecious V)
Oh, oh, oh Yeah....

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 01.04.15

 

Letra

 

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Pois eu já não, já não aguento mais... Mais, noo
E o estar distante é só um dos sinais, sinais, no
Não sinto nada, e nada mais me solta
Ou me distrai, e nem mesmo se juntar cristais
Eu vou sentir amor
Quer dizer amor eu sinto, mas nada mais
Não sou dos fiéis
Mas sou dos leais
Sou dos que te levanta quando cais

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Eu quero estar só, mas eu não te quero mal... Mal
É para o bem da nossa sanidade mental, mental
Todos temos fantasmas que nos perseguem e atormentam
Não me sinto em casa
Não passo aqui nem mais um serão
Vou fazer-me à estrada, por isso poupa-me o sermão
Tu vais ver que é bem melhor assim

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Por mais que ela diga que eu seja o único
A gente nunca se beija em público
Ultimamente só me chama púdico
Já nem consigo dormir num cúbico
Perdeu-se entretanto,
Ya, eu sei que ela já teve uns quantos
Mas eu não quero saber com quem é que ela fo*** antes
Porque depois de fo*** comigo, ela vê que nem fo*** tanto

Mas diz-me porque é que tu não aceitas
A minha decisão e só me desrespeitas
Pra quê discussão e só promessas feitas
O mel que eu tenho no bolso nem é do Nelson Freitas

Não vou oferecer anéis nem abrir colares
Ou ficamos juntos ou peço para circulares
E por siso quando me vires bazar de fato e auriculares
É porque vou viajar num jato particular

Não, eu não quero que me leves ao aeroporto
Caga nisso, a gente já nem se pode ver um ao outro
Vai dizer a toda a gente que eu sou um porco
Pára de agir como se perdesses o totoloto

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.12.14

 

Letra

 

Regula - WOMB (Weed on my balls)

Yeah
Do know about that life
I got weed on my balls
I got weed on my balls
I got weed on my balls

Sempre que eu vejo o meu bro
My nigga mantenho low low
Tenho muito...
Ponho weed on my balls
I got weed on my balls
I got weed on my balls

Minha turma fuma como os indios fumam
Mas à espera que os subsidios subam
Eu digo não brincam com o meu consumo
Aqui não largas o spiff, até tens quebras de tensão
Não algumas zebras até perguntam
Mas eu acordo com uma dessas memas zebras numa pensão

A vida é bela e eu vivo no auge máximo
Pois numas quantas moram são um alvo fácil
Numa borda do ghetto ou num local clássico
Se eu tiver com o material chego ao lugar de taxi

Fuck duas putas da corunha
Digo bom da ao mundo com uma gaivota nas unhas
Escusas de me ensinar algumas alcunhas
Porque se a conversa for dinheiro não vale cunhas
Falam bem qual é, são onças e grandes charros,
bem vindos ao estaminé

Mato uma ou duas cabras tipo festas da guiné
E o pai natal fodeu se todo quando entrou nesta chaminé
We smoke
A palavra do smoke junior dá o teu lamiré
Os mais velhos disseram quando eu ainda era um jacaré
Ou tu tas nas minhas ondas ou na nazaré
True smoke
Fuck papa mali, cadilac igual ao pac pensa à talibã
Num voo da easyjet com o vine num cardignan
Com os pés na terra a ganza arde e ban

Puff puff pass, se não houver guita na mão é bluff na (?)
My nigga puff puff pass  se não houver guita na mão é bluff na (?)

Limpo o cachimbo com o chino
Água benta e quarenta paparias no ninho do primo
ali babá e eu nem sigo o caminho do gimbo
True smoker, eu fumo a caminho do gym

I got weed on my balls
I got weed on my balls
I got weed on my balls

Sempre que eu vejo o meu bro
My nigga mantenho low low
Tenho muito...
Ponho weed on my balls
I got weed on my balls
I got weed on my balls

 



publicado por olhar para o mundo às 10:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17.09.14

 

 

Letra

 

Hey
O da Vila e Fyah Box
Rasta a abana a carola ate que te caia a locks

 

De Lisboa para Kingston até Saragoça
Duas garrafas na mão, estou a roçar na grossa (true)
Ei, uns 10 minutos a roçar na grossa
Paí uns 10 minutos a roçar na grossa

 

Se é tua princesa agora é nossa sócia
Tá a dar de stick não é só roça roça
Na, na, na não é só roça roça
Na, na, na não é só roça roça

Se é tua princesa agora é nossa sócia (jura)
Tá a dar de stick não é só roça roça

 

Hey, sabes que eu não papo grupos nem papo grupies
Só picanhas, não me venhas com prato de cookies
Quem me acompanha na cama é um par de butties
E as amigas avaliam a performance com ar de júris

 

Uma beija-me o pescoço enquanto eu naito a Shamira
A outra mexe a cintura como se fosse a Shakira
As duas juntas fazem-me coisas que tu não imaginas
Metem as bolas na boca e dizem que estão com anginas

 

Do it
Gotta do it
Gula
Don Gula

 

Let it Go
You Already Know
Yeah
Let it Go

 

Então vá lá, confessa papo é recto não há muita conversa
Tempo é dinheiro baby eu tou com pressa
Nós, podemos fazer isto a abrir ou se quiseres em slow motion
E se fores violenta eu vou-te bater até ficar com a mão roxa
Get it, vais ver a marca da mão na cocha, pulsação na colcha
Eu tou a partir a louça sempre que é para cobrir as moças
E a ti não te toca nada nem que tentes cobrir á força

Mentaliza as queridas não são só tuas playa
Onde quer que eu vá vejo-as na minha plateia


Tenho a cozinha cheia
E aquilo que eu cozinho até a minha vizinha cheira

Eu grito crise no strip-tease Demi Moore
Calcanhar desenhado, hum hum pédicure
O crédito é seguro e eu ponho esse ass em tour
E onde tu me vires é via verde tenho acesso a tudo
I’m a dude sem penduras sou eu quem conduz
Gang bang sem censuras direito a um bom duche
Mas eu não tou com crews, na eu tou com queridas
E elas só saem do meu quarto com a crica com feridas

A querida uaina como eu não naina
Eu vou-lhe tentar por o meu pau na "vagina"
Juro ela vai sentir o meu pau na "vagina"
Mesmo que eu esteja barrigudo como o Nicolau Breyner

 

Ga Gancho

Let it go
Fyah Box
Duda
Krpan
Rafa
Yeah
Don Gula
You already know

 



publicado por olhar para o mundo às 17:11 | link do post | comentar

Sábado, 13.09.14

 

 

Letra

 

 

Intro: Regula e Blaya]
Tou com queridas all day, eu nunca folguei
(Bem somos dois, cause I do this always)

[Hook: Blaya]
Wine low and wine
Wine low and wine

[Verso 1: Blaya]
Sabes como é eu faço e aconteço
Trinta por uma linha e viravas-me do avesso
Ai se eu pudesse amarrava-te com o meu lenço
E nem sequer te vou dizer metade das coisas que eu penso
Mas tu não me convences
One night stand e acaba a noite com pensos
Nunca penses queres cobaia do pac five bundas
Nas minhas aulas entras de calças e sais de sungas
O papa-tudo, não papas nada
Saberes como a Blaya wina
Meu filho tu largas baba
Saberes como a Blaya wina
Seja numa saia larga
Tu só largas baba, só largas baba

[Bridge: Blaya]
Por isso eu já sei, que essa tua conversa é só paleta
E que são mais de 100 paparinhas na tua praceta
Mas bebé eu já nem vejo tinta na tua caneta

[Verso 2: Regula]
Pois mas é só grandes traços pesados
Eu não tou com os braços cruzados
Só faço passos cruzados com a minha clique
Nós somos os putos qu'elas chamam goodfellas
O resto é tudo jealous, a fazer novelas
Eu não seguro velas baby, eu seguro wellas
E aqui até vegetarianas comem morcelas
J's on my feet
Blaze on my feet
Calças Edwin
E um belo da Louis V que eu nunca vi
Yeah new shoe, no [?]
Não sentes um pivete aqui, nem com o nariz do Júlio Isidro
What you talking about, bitch?
Tens a pussy clean?
É que a gente não come bacalhau, we the Sushi team
Okay, golpes karaté na tua puni e
No dia seguinte tu tas a acordar-me com miminhos
Clap, clap, clap, clap no teu booty deep
Tenho [?] de Durex [?]
Cavalo só da Ralph Lauren, sim?
As queridas sentem como se eu cantasse R&B

[Hook]

[Bridge]

[Outro: Regula]
Por isso baby nem venhas com essas tuas conversas
Porque eu bem sei que tu também é só promessas
Tu até danças bem mas eu desmonto-te por peças
Enquanto tu

[Bridge]



publicado por olhar para o mundo às 11:31 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20.03.14

 

 

Letra

 

O da Vila!

Hey, hey, hey

Don Gula não pára, posse
Entrar no place com duas faces
Cara boss
Muitos tão a tentar me aplicar na cara um cross
Dizem que querem por as luvas
E ninguém separa sócio

As tuas queridas sabem que eu não tenho a vara soft
Umas das minhas da te umas pingas, Lara Croft
Quando eu rimo é easy boy, Lara Props
Na zona a tara é boxe, e outros querem é tara cokes
Mas ninguém para as fotos
Esteja eu onde estiver encara-me frente a frente, pára-choques
Já la vai o tempo em que o homem contava trocos
Quero ver tudo a abrir garrafas, larga os copos

Bar Aberto
(Porque quando eu abro garrafas tu também gozas
Mas aqui tu não te safas, vai vender rosas)
Ey oh mano Regula qual é a tua?
Olha bem pra mim achas que eu tou com medo?
Bar Aberto

Eu já fugi da bófia pro meio das silvas, Hermani (uns compromissos)
Porque eu tou envolvido em tudo que der money
Tou a ser sincero mommy, é o que eu quero money
Se não me cheira a nada disso, eu perco ânimo
Na altura em que apareceram os Da Weasel
Andava sempre com índios, é como se tivesse o patrocínio da Diesel
Chavalo não me venhas tu falar de cavalo, eu ouço o Pacman desde os tempos dele do casal
Sou duma geração sem sequelas estratega
Ficava em ginas com muitas tiras e com ela na prega até (mema bitch)
Ficar com a cara escaldada agora uma volta mal dada
É o suficiente pra me darem a palmada
Olha bem pra mim achas que eu tou com medo
Se olhares bem nos meus olhos vais ver que eu tou com sede
Eu fumo até cair boy, se eu não tou-te ouvir
Não é porque tou com a pedra é porque eu não tou com rede
(Policia) Olha os homens ma nigga
O meu papa liga a dizer pra eu sair da má vida
O meu quotidiano é só violência e narcotráfico
Mas não é influência, pergunta ao Marco, é prático

Dos Santos you know what it is, Rubim you know what it is, Scar you know what it is
Achas que eu estou a começar, pra vir-me embora teso?



publicado por olhar para o mundo às 08:41 | link do post | comentar

Domingo, 16.03.14

 

Letra

 

Ei.....ei ei, Gancho
Embora o que eu vá dizer tu penses que não seja verdade
Eu tou a viver mm que teja pregado
Fumar da broca dum tropa ou agarrado a uma grade
Hoje vou passar a noite acordado com alguém que me agrade
Eu e os meus compadres
Somos unha com carne
Se és um contrários deles
Nem vale a pena contares me
Ya mt fumo
Alguém que faça sauna
Crescemos todos sem guita, nada abafa o trauma
Mas hoje em dia aqui toda a gente safa com calma
E tou no trombinhas a brilhar c a garrafa do Palma

Situação é assim
Mão a mão badão calino bulls
Eu Varro o salão e chamam patrão a mim
Devem tar a falar da battle
Heavy metal
Pa mistura da altura eram dicas heavys néram
Mas desde então nunca mais me viram passar no guetto
Isto ta mau agora eu so tou onde ta o euro
Valete diz que eu tou no auge da minha carreira
E ja me pos 10 000 paus na minha carteira
Na nossa mesa não comem fakes
Nah
So homens feitos e eu so ponho paus na tua parceira
Mas se eu não me ponho a pau vão por-me a pulseira
Nos tamos a fechar o tacho do Porto a Quarteira
E sempre um prazer trabalharmos juntos Viris os outros rappers
Apenas estão a filmar muitos vídeos

REFRÃO
Olha pa esse patchana a rir
Como se ele soubesse qeq a nossa dica é grana a abrir
Eiei
Se tu não queres ver a gana a agir então é melhor c’agente comece a ver grana a brir gra grana a abrir
Então é melhor c’agente comece a ver a grana a brir gra grana a abrir

Disseram-me
Caga na musica e vai bombar material em grupo
Passadao de mão pa mão, mão pa mão, Halley Hoop
Faz como se tivesses perdido a fala em mute
Se levares c eles fecha te em copas e sai da sala em mute
Tu tens a nocao dos códigos
Violas um deles garantes a certidão de óbitos
Faz te a pista e garante uma profissão homem porque aqui
Ja nem atletas com permissão correm
Gente não faz apostas
Gente faz amostras e entretanto uma fila de clias dá-se a costa
Gostas fala me bem se não tens vida encosta
Isto não são apenas rimas é a minha vida exposta
New flows new Money new haters
Eu tenho porteiras é como tu queiras
Fuck it vocês nunca vão tar no meu show haters nem mm quando eu arrumar as chuteiras

Olha pa esse patchana a rir
Como se ele soubesse qeq a nossa dica é grana a abrir
Eiei
Se tu não queres ver a gana a agir então é melhor c’agente comece a ver grana a abrir gra grana a abrir
Então é melhor c’agente comece a ver a grana a brir gra grana a abrir

STK
Não paniques
Canucos têm trabucos
Ricos tem amigos mas amigos tem truques
Maçaricos querem pão pa malucos porque gostavam onde estavam mas foram impedidos por charutos
Corruptos muitos querem que eu pare de continuar honesto
Para mais cedo ou mais tarde entrar no faroeste
Porque se o cash abranda e desce como bangla vez em rodapés que sub o sequestro e é um escândalo
Evita mazelas a quem martelas
Põe te a pau porque quem zelas e a quem revelas
Historias de celas podem ter sequelas
Há quem respeite balas e murais eu respeito portelas (Pinóquio Man!)
Guerreiro do meu bairro e eu narrei-o
Pilim enterrei o quando me deram a chave do correio
Com cartas e contas ingratas com datas que apontas encontras formas piratas pra gravatas que afrontas
E nisso deste que muitas que vês ao fim do mes
São velhas lutas com novas putas que a nova crise fez
Não me agonizo memo quando tudo cai
Sempre em fuga ou prejuízo e com sonhos no dubai

Olha pa esse patchana a rir
Como se ele soubesse qeq a nossa dica é grana a abrir
Eiei
Se tu não queres ver a gana a agir então é melhor c’agente comece a ver a grana a brir gra grana a abrir
Então é melhor c’agente comece a ver a grana a brir gra grana a abrir

Let’s talk real Money man



publicado por olhar para o mundo às 22:47 | link do post | comentar

Terça-feira, 30.07.13

 

letra

 

Ser acarinhado e elogiado ao ponto de ficar contigo
Fazer conchinha até ouvir dizer: "Eu já não consigo"
Tar com você só como amigos, eu quero ficar consigo
Eu também meu bem, tou disposto a propor-te
Enquanto ouço a chuva e passo as mãos nas curvas do teu corpo
Eu sei aqui é que eu tou bem aqui é o meu conforto
E se por acaso quiseres ser mãe, eu também tou pronto
Mas, nunca pensei que te fosses mesmo embora
A sério, aliás pensei que fosse mesmo agora
Que íamos dar um passo em frente e sair da cova
Tu tens sido a prova de eu poder sonhar com uma vida nova
Bora, ouve assim, se tas tão longe assim
Quando choras eu afogo as mágoas numa de ponche ou gin
E sim, pode ser que a gente um dia conte
Aos nossos netos
Como é que foi o nosso dia do reencontro

[Hook]
Girl I know we've had our shares of ups and downs
Cause I know we did it in the end
But I can prove you wrong, girl I swear
Cause I realized I need you in my life

Foi uma mini lua-de-mel rápido
Num castelo básico
Deixou manos a alucinar com um cogumelo mágico
Tive um papel trágico
Fui cruel sádico (desculpa)
But I'm a good man baby
Rafael sádico
Tenho certos hábitos
E com o amor pude (pude)
Ver que não tem tudo a haver em um homem ser sortudo (player)
Ela abraça-me e jura que eu nunca fui cornudo (juras?)
Mas eu já tou por tudo (fuck it) e como eu sofro mudo
Eu dou-lhe as costas como se tivesse a pôr o sobretudo (fui)
E vou embora não tou disposto a falar sobre tudo (tchau)
Vou variar e abrir o bar, cartão Visa
Martini Branco, Vodka Preto, Jungle Fever
Tenho o coração dividido como o Marco Paulo
Tu sabes disso, já não conseguimos ter um debate calmo
Chamas-me nomes e dizes a toda a gente que eu te trato mal, (a sério?)
Que eu bato mal, eu já tou farto tchau

[Hook]



publicado por olhar para o mundo às 17:41 | link do post | comentar

 

Letra

 

Eu não nasci num berço de ouro
Vi muita merda rezei tanto gastei o terço todo
Eu tou a ver se corro as más memorias tão me a dizer socorro
O meu interesse é o endereço novo
Eu prometi à minha coroa um começo novo
Famílias pobres ya eu pertenço a esse povo
Mobilias podres é todo o que eu vejo desde novo
Os meus cotas bulem desde os doze sem repouso
Por isso eu decidi fazer o oposto e tar disposto
A levar uma vida que a muita gente tem dado desgostos
Mas não é por isso que eu vou mudar de rosto
Vou manter esta postura ate mudar de posto
Deus me perdoe eu tive que ficar mentalizado
Que a família so se junta com um familiar hospitalizado
Por isso mantenho o meu piso alisado
Pra que no dia que eu caia ele volte a ser bem pisado
Quando disse ao meu pai ainda vais ver o teu puto a brilhar
(Quando disse ao meu pai ainda vais ver o teu puto a brilhar)
Ele devia tar a pensar: Olha o meu puto a brincar
(Ele devia tar a pensar: Olha o meu puto a brincar)

Embora não sintas o filme tu não pintas aquilo
Em qualquer bairro putos brincam com quilo
De sol a sol a pôr tinta no building
Desde a quinta do bill à reta dos tijolos evitem o grill
Pra ter algo que eu ambicione vi-me um bocado grego, ya
Por isso eu fui obrigado a entrar no mercado negro
Ya eu fui obrigado a cercar o mercado cedo
Sem nenhum fora de jogo andar desmarcado sempre
Deus me perdoe eu tentei ser civilizado
Mas torna-se impossivel onde qualquer civil invade
No teu espaço mantém o teu piso alisado
Pra no dia em que tu caias ele volte a ser bem pisado
Isto é pa moços e moças com onças nas bolsas
A dar fuga aos paisanas
Estejas de carro de mota skate ou havaianas
Ninguém respeita ninguém ta tudo a pôr as gaifanas
Mas se não for desta maneira então nunca mais andas

Eu nao nasci num berço de ouro
Vi muita merda rezei tanto gastei o terço todo
Vi muita merda rezei tanto gastei o terço todo



publicado por olhar para o mundo às 08:39 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20.06.13

 

Letra

 

Sam:

Hoje acordei com uma desconhecida, levei-a à saída, muito sorrateiro
estou solteiro como culpa falecida, à espera que um roteiro coincida no estrangeiro,
aqui adultos parecem adolescentes, querem brilhar na noite, querem ser fluorescentes,
na Lisa onde se alcooliza o meu farol, mas ele desmoraliza se ela verbaliza "lol",
Eu nunca fui da leta, da etiqueta e protocolo, mas para ela eu sou vedeta e quer tirar uma foto ao colo,
o tropa da beleza interior, na real sou mais preza do que predador,
Para maioria a bigamia é liberal, tive com uma amiga minha e para ela o ideal é terminar o dia em companhia casual, da simpatia à ousadia à terapia sexual.
O parro está fechado mesmo tendo o peito exposto, porque ele não está disposto a ter mais um desgosto, farta de aventuras, juras e promessas, melhor do que tu procuras, é quem tu tropeças,
a TV diz que há indícios que são propícios, ou então ficamos patrícios, com benefícios,
Pára, calcula e compara, reflicto no meu Bull enquanto o gula me ampara,
A pensar na minha ex que já não é agora minha, perdi o que outrora tinha, era a quem batia coro,
Conforto, quando ouvia a campainha que me punha mais na linha e ao menos fazia amor,
Agora sou um astro num arrasto, para muitos é currículo, para mim é cadastro,
Player for the player, feia ou sereia, e amanhã sabemos na aldeia ... Ok?

Refrão
Rodei, girei, por vezes achei, ohh nãooo... Eu não soube decifrar... Ou talvez nem quis tentar...
(não sei, ou sei, ohhhh, o que será?)

Regula:
Hoje eu deitei-me com uma conhecida, entramos no prédio sem fazer barulho (shiuuu)
Pediu-me para guardar segredo, é comprometida, isto é se eu quiser voltar a ver o bagulho,
Isto é se eu quiser voltar a dar um mergulho no intimo dela e ficar a nadar no sexo,
Horas a fio até um de nós dar o "let's" e assim a gente fica sem pensar no resto,
estou a ser honesto, vida na garganta, batida até às tantas e o meu vizinho em brasa,
Eu estou solteiro e sozinho em casa, e em homenagem à Amy é só vinho em casa,
Poucas amizades, beijinhos e abraços,pra mim isso é um passo p'ros carinhos e amassos,
Se ela adora laços, eu vou-me embora, bazo, porque quando o móvel toca agora é só bagaços.
As mensagens passam a massagens, isso é uma passagem para as filmagens, e quando tu pensas que és o número 1, é quando elas vêem que és só uma miragem,
Tenho uma amiga minha que para mim era o ideal, mas ela não lida bem com o ilegal, e manjou o meu perfil mal eu perguntei quanto é que isto tudo no Brasil vale,
Era apenas um saco, uns quantos mil e tal, mas ela é da igreja e disse "isso é pecado",
Eu estou apaixonado, foi o que eu disse à bocado mas ela nem sabe da missa a metade, o amor é fogo e tu tens muita chama, parece que já estou-te a ver a expor o puto á ama, a gente a acordar na cabana com a fruta junto à cama, isto é uma semana de férias em Punta Cana.

Refrão: 
Rodei, girei, por vezes achei, ohh nãooo... Eu não soube decifrar... Ou talvez nem quis tentar...
(não sei, ou sei, ohhhh, o que será?) 2x

Letra


publicado por olhar para o mundo às 17:03 | link do post | comentar

Domingo, 23.12.12

 

letra

 

Se soubesses como é tão difícil aceitar assim, Se não está, não está, Ou escolho por mim, Ou se não dá, não dá, É preciso ter calma e manter a chama acesa, (ter a certeza) Quero as cartas na mesa, Tu sabes que eu prefiro estar assim, O que é que pretendes tu tirar de mim? Sabes que isto agora é bem diferente, Eu por hoje sou mais que inocente, "Se souberes porque é que, É difícil inspirar assim, Se não está, não está, Não escolho por mim, Queremos mudar, Não há situações perfeitas, É preciso dizer o que pensas, Ignorar as ofensas.
Sabes que eu prefiro estar assim, O que é que pretendes tu tirar de mim? Sabes que isto agora é bem diferente, Eu por hoje sou mais que inocente." (Marta Ren)

"Segundo acto"

Se até sabes, está difícil, E tu não vês, Está na hora de perguntar porquê?, Dizem que é sistema que está fodido, é, Afinal quem manda no teu partido Zé? Só faz sentido se eu puder pagar, Só faz sentido se eu puder mudar, Somos soldados com outros planos, E os meus manos tratam disso, Enquanto ouves e pensas na tua escolha.
"Meia haste, mataste, metes-te um gajo de meia, Não foste eficaz, nem dignificaste, ficaste feia, Só dificultaste, aumentaste o contraste a quem andava a poupar no seu gasto, Mas a minha gastei-a, Levei uma rasteira, quando mordi o anzol, Só queria carcanhol e paz, Mas não há quem as tenha, Já ninguém estranha, estar na merda castanha, Dá me uma bandeira agora, Somos nós quem hasteia, A dor, eu sampleia, Vamos à assembleia, Sem boleia, Eu não sei a lei ouviu, o Sam que leia, É o artigo perdido, do tal partido antigo, Que não me lisonjeia, Quer a prisão cheia, Se a prisão chega, Já não há guita para a gota nem gota para a guita, Isto é um exagero, Agora vem um taxista, vê muitos braços no ar, Então ele arrisca, vai ao banco, e pede "braços no ar, já". (Sam the Kid)
"Isto ta fodido, né? Embora não gostes, Eu tenho de andar a fugir aos impostos, E sabes, ouve e não te encostes, Na zona não ta cor-de-rosa, nota a mona, Põe te a fazer mais maratonas que a Rosa Mota, E qualquer atendimento, já não tem rendimentos, Mas não vivo de arrependimentos, Eu aprendo e tento, ou então acendo e juro-te, Que se eu não vendo eu furto, Caso contrário não aguento o salário sendo curto, Queres dar no duro, no cimento um mês, Ou vais fazer um investimento que te dá três vezes mais, Ya, é disto que se trata, É o bicho que te mata, É o lixo que se cata, só tenho visto sucata, E por mais merda que se faça, nunca bufo pecados, Estou afastado do estado, mas ainda vejo os sufocados, Eu nunca tive um partido, mas tenho repartido, A minha dica é grana abrir e tenho estado interdito." (Regula)




publicado por olhar para o mundo às 08:28 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

REGULA - PAY DAY

REGULA - WAKE N BAKE feat...

REGULA - NADA A VER

REGULA - GENUINO

REGULA - TARZAN

Regula - Brasas feat. Sam...

Xutos & Pontapés e Regula...

REGULA - CASCA GROSSA

REGULA - NIVEA feat VALET...

REGULA - TONI DO ROCK

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
A letra deste música refere-se à vida de uma crian...
Gostei
Gostei
Uma boa iniciativa com muito boa música!
Claro que foi, este individuo tem um ego do tamanh...
Boa noite, o texto foi enviado exactamente como es...
O encontro entre o cavaquinho português e o ukulel...
"Será o primeiro disco profissional que deixará o ...
Alguém com os acordes?
Ó filha: muda de ramo!
blogs SAPO
subscrever feeds