Sexta-feira, 17.11.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra ou os créditos desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 09.11.17

 

Letra

 

Perdi-me no espaço tempo
Alheia ao teu movimento tento
Não encontrei vontade esquecia
Para o meu pensamento um dia

Estado de apatia
Colada no conforto
Não saia do lugar
Confio sem esforço

Perco os meus sentidos
Ainda que despertos
Afogo a minha alma
Com o peso do tecto

Olhos de pedra
Esferas baças frias
Sem luz e sem vida

Olhos de pedra
Pedaços, restos, cinzas
Janelas destorcidas

Podia ler poesia podia
Embalada num som novo sorria
Mas está tudo planeado respeita
Não há vagas para gostos aceita

Estado de apatia
Colada no conforto
Não saia do lugar
Confio sem esforço

Perco os meus sentidos
Ainda que despertos
Afogo a minha alma
Com o peso do tecto

Olhos de pedra
Esferas baças frias
Sem luz e sem vida

Olhos de pedra
Pedaços, restos, cinzas
Janelas destorcidas

Há hora marcada eu olho para ela
E transformo-me em tela

Olhos de pedra
Esferas baças frias
Sem luz e sem vida

Olhos de pedra
Pedaços, restos, cinzas
Janelas destorcidas

 

Não encontrei os créditos desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 08.11.17

medvesa.jpeg

 

 

A Constança e o Ricardo têm muito para dizer.  No seu segundo single, “Coisas”, falam sobre os projetos, os sonhos e as pessoas que deixaram para trás por tentarem ir mais além.

 

Depois de “Janela”, “Coisas” é a segunda canção que os MEDVSA deixam cair. O tema faz parte de “Inércia”, o seu EP estreia, produzido por Miguel Ferrador e editado em Março deste ano.Entre os subúrbios Sesimbrenses e o coração de Lisboa, o duo indie pop escreveu cinco canções, das quais destacam agora “Coisas”.

 

Esta canção trás um som fresco e inovador, marcado por uma atmosfera melancólica e nostálgica, que, ao mesmo tempo, transporta uma mensagem de esperança e um forte desejo de mudança.O lançamento deste novo single vem numa altura em que os MEDVSA acabam de produzir uma nova performance, a qual vão estrear dia 9 de Novembro na plataforma digital Show On do Maluco Beleza

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.05.17

mevdsa.jpg

 

Popular Alvalade - Sexta-feira, dia 19 às 22h00

MEDVSA ATACA LISBOA

 

É já na próxima sexta-feira, dia 19 de Maio. Que os MEDVSA atacam a capital, para apresentarem o seu primeiro EP - Inércia. 

Na Popular Alvalade, às 22h.
Entrada: 3€

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 13.04.17

 

 

Letra

 

Levanta-te da cama
Levanta-te do sofá
Levanta-te do chão
que isto assim já não dá

Levanta-te da cama
Levanta-te do sofá
Levanta-te do chão
que isto assim já não dá
(Get up and stand up)
que isto assim já não dá
(Get up and stand up)

Depois do café
Depois do cigarro
Depois deste filme
Só mais um bocado

Antes do prazer
Antes de beber
Antes de morrer
Há que viver
(Get up and stand up)
Há que viver
(Get up and stand up)


Ponho um pé fora de casa
Corro atrás do autocarro
Chego tarde à reunião
Mais um sermão
Sonho acordado ao almoço
Ai meu deus mas que sufoco
Passo no supermercado
Entro em casa

....repetição
(Get up and stand up)

Mais uma manhã
Uma esperança vã
De não ter passado o presente

 

Autores:
Ricardo Gonçalves, Constança Quinteiro, Bruno Melro, Miguel Ferrador

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Coisas que deixo cair
São meras memórias de mim
Guarda os restos por fim
Enquanto me esqueço de ti

Procuro respostas no fundo / (Não vou deixar cair)
Busco mais força para dar / (Não vou deixar cair)
A volta à história e ao mundo / (Não vou deixar cair)
Sem desistir antes de começar / (Não vou deixar cair)

Recomeço mais longe daqui
E luto para não deixar cair
Entrego o fado nas mãos
De quem canta a canção

Procuro respostas no fundo / (Não vou deixar cair)
Busco mais força para dar / (Não vou deixar cair)
A volta à história e ao mundo / (Não vou deixar cair)
Sem desistir antes de começar / (Não vou deixar cair)

De nada serve contrariar
Algo já sem pulsação
Se eu te tentar reanimar
Logo outra coisa vou largar
Se eu avançar ou fugir daqui
O pior que pode acontecer
É acordar um dia destes
Sem te reconhecer

 

Autores:
Ricardo Gonçalves, Constança Quinteiro, Bruno Melro, Miguel Ferrador



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.04.17

 

Letra

 

Estou deitada no chão
Completamente arruinada
A minha mente viaja
Eu sinto o meu peito em braza

Ela vagueia em zigue zague
A um ritmo avassalador
Conseguiria acompanhá-la
Não fosse esta enorme dor

Não percebo o que dizes
Não entendo o que falas
Adoro quando te calas

Esta dor que atormenta
E todos os dias se alimenta
Dos meus medos
e indecisões

Este hábito destrutivo
meu pior inimigo
que é pensar demasiado
no que poderia ter sido

Não percebo o que dizes
Não entendo o que falas
Adoro quando te calas

Se agir fosse fácil
Não me estava a corroer
E a sofrer por algo
Que devia dar prazer

Não percebo o que dizes
Não entendo o que falas
Adoro quando te calas

 

Autores:
Ricardo Gonçalves, Constança Quinteiro, Bruno Melro, Miguel Ferrador

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 07.04.17

medvsa.png

 

MEDVSA lançam o seu primeiro EP

                               

Os MEDVSA acabam de lançar o seu primeiro ep.

Produzido por Miguel Ferrador, “Inércia” traz-nos música em português. Ao todo, são 5 temas que cantam com alguma melancolia e ironia sobre a inércia do corpo e da mente, numa sonoridade que oscila entre os lados pop e rock da indie.

O ep já se encontra disponível nas plataformas Itunes e no Spotify.

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 20:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

MEDVSA - Pequeno Eu

MEDVSA - Janela

MEDVSA apresenta "Coisas"

MEDVSA ATACA LISBOA

MEDVSA - Get up

MEDVSA - Coisas

MEDVSA - Inércia

MEDVSA lançam o seu prime...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Música sempre atual
Muito obrigado pela informação, já actualizei o po...
Os créditos da Praia dos Lilases são do próprio Si...
Fico muito contente pela Carolina, há muito que me...
Amei😍💝
Muito bonita a música 😍
Essa letra me faz viajar, sonhar me encanta e a mu...
Grandas rappers
ObrigadoTodos oos músicos deveriam acompanhar os v...
blogs SAPO
subscrever feeds