Sexta-feira, 23.06.17

 

Letra

Não encontrei a letra desta música

 

“Fado Do Cobarde”
Letra e Música/Lyrics and Music: Guilherme Alface, João Direitinho

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 22.06.17

marco rodrigues.jfif

 

MARCO RODRIGUES REGRESSA COM "FADO DO COBARDE"

O SINGLE ANTECIPA O NOVO ÁLBUM COM EDIÇÃO PREVISTA PARA SETEMBRO

“Fado do Cobarde” é o novo single de Marco Rodrigues e o primeiro a ser retirado do próximo álbum de originais, cuja edição está prevista para setembro. Um fado fresco e uma letra irónica que deu lugar a um videoclipe realizado e concebido por Joana Areal (Ana Moura, Kalaf, entre outros) e pode ser visto no Canal Vevo de Marco Rodrigues.

 

O novo disco sucede a “Fados do Fado”, nomeado para um Grammy Latino na categoria de melhor álbum folk. E, se em “Fados do Fado” Marco Rodrigues lançava pela primeira vez um disco sem qualquer tema original, numa homenagem aos homens do fado, neste novo disco traz-nos o oposto.

Volta ao Marco Rodrigues de “Tantas Lisboas”, com o qual nos trouxe, por exemplo, o grande sucesso “O Homem do Saldanha” com letra de Boss AC. Volta à produção de Tiago Machado.

Mas dá vários passos em frente. Neste novo disco, ainda sem título, Marco Rodrigues rodeou-se de novos compositores e letristas da música pop nacional.  Traz instrumentos que já tinha utilizado em “Tantas Lisboas” como piano, percussão e bateria, mas dá-lhes mais espaço.

Não é um disco de fado, não é um disco de pop, é um disco de Marco Rodrigues, onde a sua identidade e a sua incrível capacidade interpretativa se encontram mais definidas do que nunca.

Alguns dos compositores e autores desta nova geração com que agora gravou são bem surpreendentes uma vez que se estrearam na escrita para fado. Alguns temas não são fados, mas a alma do fado é trazida pela interpretação de Marco Rodrigues.

Da lista fazem parte nomes como: Carlão, Diogo Piçarra, Luísa Sobral, Capicua, Agir, Pedro da Silva Martins, Tiago Pais Dias e Marisa Liz (Amor Electro), Boss AC, ou os ÁTOA, entre outros.

E é precisamente da escrita e composição de Guilherme Alface e João Direitinho dos ÁTOA que sai este primeiro single “Fado do Cobarde”. Convidar uns miúdos de 20 anos para escrever um fado (composição e letra) à partida poderia parecer absurdo, mas a verdade é que o fado não é estranho a João Direitinho, estudante no Conservatório de Évora desde os 6 anos, e que começou a sua atividade profissional aos 16 anos como viola fado na Casa de Fado Maria Severa em Évora, a sua cidade Natal.

Marco Rodrigues fez questão de não deixar de fora do seu novo disco o fado tradicional, que ganha nova vida com letras de Luísa Sobral, Capicua e Carlão.

Um disco para descobrir em setembro. Até lá, “Fado do Cobarde” 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.02.17

marco rodrigues.jpg

Marco Rodrigues em estúdio e em França

Marco Rodrigues entrou ontem em estúdio para gravar o álbum que irá suceder a ‘Fados do Fado’, nomeado para um Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Folk.

O novo disco, com edição prevista para Junho, terá produção de Tiago Machado, com quem já tinha trabalhado no acalmado disco ‘Tantas Lisboas’ e em “EntreTanto”.

Em estúdio, a acompanhar Marco Rodrigues, está o seu habitual trio de fado composto por Nelson Aleixo na viola de fado, Frederico Gato no baixo acústico e Pedro Viana na guitarra portuguesa, mas este não será um tradicional disco de fado. Muitas surpresas serão reveladas em breve.

Ainda esta semana, Marco Rodrigues viajará até França, para dois concertos em Sucy-en-Brie, Paris, nos dias 24 e 25 de Fevereiro.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 22.09.16

marco rodrigues.jpg

 

MARCO RODRIGUES NOMEADO PARA UM GRAMMY LATINO

Fados do Fado”, o último álbum de Marco Rodrigues, foi nomeado para um Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum Folk.

 

O disco, produzido por Diogo Clemente, tem sido um sucesso comercial e de crítica e é verdadeiramente o seu trabalho de afirmação, tanto em Portugal como no estrangeiro.

 

“Fados do Fado” é um álbum dedicado aos homens do fado. Temas como “Rosinha dos Limões”, “Trigueirinha”, “Bairro Alto” ou “Vendaval” são pedras preciosas que remetem para nomes como Carlos do Carmo, mas também para Tristão da Silva, Jorge Fernando ou Tony de Matos, entre tantos outros.

 

Recentemente, Marco Rodrigues foi também convidado a participar no disco "El Alma del Son - Tributo a Matamoros", do cubano Alain Perez, que o ano passado esteve nomeado para um Grammy Latino, na categoria de Melhor Álbum Tropical Tradicional.

 

Os vencedores dos Grammys para a música latina serão conhecidos a 17 de novembro, numa cerimónia a ter lugar em Las Vegas.

 

 

Próximas datas de concertos de Marco Rodrigues:

24/09 – Lisboa - Caixa Alfama

08/10 - Seixal - Auditório Municipal do Seixal

09/10 - Almodôvar - Festival Escritas do Sul

27 e 28 Out - Caixa Luanda

22/10 - Sesimbra - Auditório João Mota

04/11 - Ponte de Lima - Teatro Diogo Bernardes

12/11 - Loulé - Ciclo Musical “Longe É Aqui”



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29.04.16

 

Marco Rodrigues

 

Fadista vai levar o seu "Fados do Fado" a Buenos Aires e Bogotá

 

Marco Rodrigues prepara-se para apresentar o seu mais recente álbum, "Fados do Fado", ao outro lado do Oceano Atlântico, para uma série de datas pela América do Sul. O fadista vai passar pelas cidades de Buenos Aires e Bogotá, para concertos integrados nos Festivais do Fado destas cidades.
 
Estes espetáculos surgem numa fase muito rica do percurso de Marco Rodrigues a nível internacional, depois de já ter apresentado o seu "Fados do Fado" em países como Bélgica, França ou Angola. O fadista foi ainda o único intérprete português a ser convidado a participar no álbum "El Alma del Son – Tributo a Matamoros", que foi nomeado para um Grammy Latino.
 
O álbum que agora Marco Rodrigues apresentará na América do Sul é um trabalho genuinamente diferente num percurso que desde o início se descreveu como ímpar. "Fados do Fado" foi produzido por Diogo Clemente (que no passado já trabalhou com vozes como Mariza ou Raquel Tavares) e é um álbum dedicado aos homens do fado. "Ai Se os Meus Olhos Falassem", "Trigueirinha", "Vendaval" ou "Rosinha dos Limões" são pedras preciosas que remetem para nomes como Carlos do Carmo, mas também para Tristão da Silva, Jorge Fernando ou Tony de Matos, entre tantos outros.
 
Em junho Buenos Aires e Bogotá terão assim oportunidade de ouvir uma das vozes mais carismáticas do fado atual que carrega em si uma parte importante da sua história, o que torna Marco Rodriguesverdadeiramente único.


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 05.11.15

 

Letra

 

Sou da noite um filho noite
Trago rugas nos meus dedos
De contarem os segredos
Nas altas fontes do amor

E canto porque é preciso
Raiar a dor que me impele
E gravar na minha pele
As fontes da minha dor

Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meu casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei

Oh minha mãe de arvoredos
Que penteias a saudade
Com que vi a humanidade
A minha voz soluçar

Dei-te um copo de segredos
Onde risquei minha mágoa
E onde bebi essa água
Que se prendia no ar

Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meu casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei x2

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Trigueirinha de olhos verdes

 Vê lá se perdes, teu ar trocista

Com tua graça travessa

Perde a cabeça, qualquer fadista

 

 

Se és cantadeira de brio

Vem cantar ao desafio, mas toma tino

Não dês um passo mal dado

Porque o teu xaile traçado já traçou o meu destino

 

 

Bate o fado trigueirinha

Dá-me agora a tua mão

Trigueirinha acerta o passo

No bater do coração

 

 

Atira-me uma cantiga de amor

Que diga coisas do fado

Uma cigana que amava

Como eu gostava, de ser amado

 

 

Ao trinar duma guitarra

Se desfez aquela amarra que nos prendeu

Que triste fado afinal

Tu é que fizeste o mal e quem o paga sou eu

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30.10.15

 

 

MARCO RODRIGUES

Apresenta "Fados do Fado"



De 30 de outubro a 8 de novembro o fadista atuará em várias Fnac de Lisboa e Porto

Marco Rodrigues prepara-se para promover o seu novo álbum, "Fados do Fado", em vários showcase Fnac. No próximo dia 30 atuará na Fnac de Santa Catarina e no Norteshopping, seguindo depois no dia 7 de novembro para a Fnac Colombo e no dia 8 para a Fnac Chiado.
 
Nestes showcases o fadista vai apresentar as músicas de "Fados do Fado", um trabalho genuinamente diferente num percurso que desde o início se descreveu como ímpar. Este é um álbum dedicado aos homens do fado. Ai Se os Meus Olhos Falassem, Trigueirinha, Vendaval ou Rosinha dos Limões, o primeiro single, são pedras preciosas que remetem para nomes como Carlos do Carmo, mas também para Tristão da Silva, Jorge Fernando ou Tony de Matos, entre tantos outros.
 
"Fados do Fado" foi produzido por Diogo Clemente (que no passado já trabalhou com vozes como Mariza ou Raquel Tavares), e tem sido um sucesso comercial e de crítica e é verdadeiramente o seu trabalho de afirmação, tanto em Portugal como no estrangeiro.
 
Recentemente Marco Rodrigues foi também convidado a participar no disco "El Alma del Son - Tributo a Matamoros", do cubano Alain Perez. O álbum está nomeado para um Grammy Latino, na categoria de Melhor Álbum Tropical Tradicional. Os vencedores dos Grammys para a música latina serão conhecidos a 19 de novembro, numa cerimónia a ter lugar em Las Vegas.
 
Marco Rodrigues é o único artista português presente neste tributo de Alain Perez ao trio Matamoros, uma referência obrigatória na história da música afro-cubana.


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.10.15

 

MARCO RODRIGUES

Participa em disco nomeado para um GRAMMY Latino



"El Alma del Son - Tributo a Matamoros"

Depois de ter passado recentemente pelo palco principal do festival Caixa Alfama, para um muito aplaudido espetáculo onde apresentou o seu mais recente álbum, "Fados do Fado", agora Marco Rodrigues foi convidado a participar no disco "El Alma del Son - Tributo a Matamoros", do cubanoAlain Perez. O álbum está nomeado para um Grammy Latino, na categoria de Melhor Álbum Tropical Tradicional. Os vencedores dos Grammys para a música latina serão conhecidos a 19 de novembro, numa cerimónia a ter lugar em Las Vegas.
 
Marco Rodrigues é o único artista português presente neste tributo de Alain Perez ao trio Matamoros, uma referência obrigatória na história da música afro-cubana, liderados por Miguel Matamoros, músico e compositor que teve um importante papel para o desenvolvimento da música cubana e para o seu sucesso dentro e fora de portas.
 
Em "El Alma del Son - Tributo a Matamoros", Marco Rodrigues junta-se aAlain Perez para um dueto na canção "Ruego de Amor". Zenet, Diana Navarro, La Santa Cecilia, Lolita, Café Quijano e Lucrecia são outros dos nomes convidados neste tributo.
 
Já em "Fados do Fado" Marco Rodrigues presta homenagem aos homens do fado, nomeadamente Carlos do Carmo, Jorge Fernando, Tristão da Silva ouTony de Matos. O disco, produzido por Diogo Clemente (que no passado já trabalhou com vozes como Mariza ou Raquel Tavares), tem sido um sucesso comercial e de crítica e é verdadeiramente o seu trabalho de afirmação, tanto em Portugal como no estrangeiro.

Marco Rodrigues & Alain Perez - "Ruego de Amor"
 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.07.15

 

Letra

 

Acabou o arraial
Folhas e bandeiras já sem cor
Tal qual aquele dia em que chegaste
Tal qual aquele dia, meu amor
Para quê cantar
Se longe já não ouves
O nosso canto ainda está na fonte
E o nosso sonho, nas estrelas do horizonte

Ainda nasce a lua nos moinhos
Ainda nasce o dia sobre os montes
Ainda vejo a curva do caminho
Ainda o mesmo som, a mesma fonte
Sabes meu amor não estou sozinho
Pelas salas do silencio em que te escuto
Abro as janelas ainda cheira a rosmaninho
Vejo-me ao espelho, ainda vejo luto

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

MARCO RODRIGUES

Novo álbum é já sucesso



"Fados do Fado" entrou nas tabelas de vendas

O novo álbum de Marco Rodrigues, acabado de editar, é já um sucesso comercial e de crítica. "Fados do Fado", assim se chama o disco, entrou para lugares cimeiros da tabela de vendas e tem sido bem recebido pela crítica e pelos fãs de sempre do músico.
 
Marco Rodrigues, que neste disco quis prestar homenagem aos homens do fado, tem entretanto um novo vídeo: o teledisco de "Arraial", uma das canções de "Fados do Fado", que estreou hoje.
 
"Fados do Fado" é produzido por Diogo Clemente - que já trabalhou, por exemplo, com Mariza ou Raquel Tavares – e é o primeiro trabalho do fadista sem temas originais, sendo homenageados nomes como Carlos do Carmo, Tristão da Silva, Jorge Fernando ou Tony de Matos.
 
Vencedor da Grande Noite do Fado, em 1999, e do Prémio Revelação Amália Rodrigues, em 2007, ao longo de mais de década e meia de carreira, o fado deMarco Rodrigues já viajou pelo país e pelo mundo, com concertos em Londres, no Royal Festival Hall, com Mariza, ou no HSBC, em São Paulo, com Maria Gadu.
 
Em 2006 Marco Rodrigues lançou o seu primeiro disco, "Fados da Tristeza Alegre". O seu trajeto musical prossegue com o galardoado "Tantas Lisboa", onde trabalhou com nomes como Carlos do Carmo, Mafalda Arnauth e Boss AC. Mais recentemente, em 2013, editou o disco "Entre Tanto", disco que viu Marco Rodrigues a expor novamente a sua constante busca pelas várias ramificações do fado.
 
O reconhecimento do público e da imprensa em Portugal e no estrangeiro é uma realidade e o novo "Fados do Fado" é o disco de afirmação de Marco Rodrigues.


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 09.07.15

marcorodrigues.jpg

 

MARCO RODRIGUES

QUARTO ÁLBUM MARCA HOMENAGEM AOS HOMENS DO FADO

"Fados do Fado" sai amanhã e marca o arranque das edições mundiais à sexta-feira

Marco Rodrigues está de volta com «Fados do Fado», o seu quarto álbum, que estará disponível nas lojas amanhã, dia da semana que passará a receber as novas edições de discos em Portugal e em todo o mundo. Com produção de Diogo Clemente (que já trabalhou, por exemplo, com Mariza ou Raquel Tavares), «Fados do Fado» é um registo genuinamente diferente num percurso, desde sempre, ímpar pela primeira vez sem originais, é um disco dedicado aos homens do fado.
 
«O fado vive da criatividade dos intérpretes»: quem o afirma é o próprio Marco Rodrigues. No entanto, em «Fados do Fado», a reverência estende-se a outros homens - aos que cantaram o fado, sim, mas também aos que o compuseram e aos letristas que deram a palavra a «fados que fazem parte do meu crescimento, que ouvi ao vivo por vários intérpretes ou que aprendi a cantar com outros discos». «Ai Se os Meus Olhos Falassem» ou «Trigueirinha», «Vendaval» ou «A Rosinha dos Limões», o primeiro single, são pedras preciosas que remetem para nomes como Carlos do Carmo mas também para Tristão da Silva, Jorge Fernando ou Tony de Matos, entre tantos outros, e marcam a viagem de «Fados do Fado», que foi gravado no Estúdio 6, com Diogo Clemente na viola, e as guitarras portuguesas a ganharem vida com Ângelo Freire, Guilherme Banza e Luís Guerreiro.
 
Vencedor da Grande Noite do Fado, em 1999, e do Prémio Revelação Amália Rodrigues, em 2007, ao longo de mais de década e meia de carreira, o fado de Marco Rodrigues já viajou pelo país e pelo mundo, com concertos em Londres, no Royal Festival Hall, com Mariza, ou no HSBC, em São Paulo, com Maria Gadu. Estreou-se nos discos em 2006, com «Fados da Tristeza Alegre», ao qual se seguiram «Tantas Lisboas» e «EntreTanto», álbuns que apresentaram um fadista sedento de conhecimento mas também numa constante senda por novas experiências. Ao quarto registo, no entanto, Marco Rodrigues dá um passo de gigante: «Fados do Fado» é, mesmo, o seu disco de afirmação.


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Sábado, 27.06.15

 

Letra

 

Nunca tive tanto amor p'ra oferecer
E sem ter a quem o dar vivo tão triste
Já nem percebo se é dor ou se é prazer
O que sinto ao recordar quando partiste
Já nem percebo se é dor ou se é prazer
O que sinto ao recordar quando partiste


Sinto ter chegado ao fim e no entanto
Sei que o fim volta ao início para nós
E que vai nascer em mim e no meu canto
Esta dor que é o meu vício e minha voz
E que vai nascer em mim e no meu canto
Esta dor que é o meu vício e minha voz


Hei-de por os teus lençóis na minha cama
Para quando adormecer longe de ti
Lembrar que uma vida a dois para quem ama
É razão p'ra se viver como eu vivi
Lembrar que uma vida a dois para quem ama
É razão p'ra se viver como eu vivi


E se hei-de entregar ao fado o nosso amor
Este amor que terminou ao começar
Mesmo que eu esteja calado e sem compor
É no fado que eu me dou por te adorar
Mesmo que eu esteja calado e sem compor
É no fado que eu me dou por te adorar

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26.06.15

marcorodrigues.jpg

 

MARCO RODRIGUES

REGRESSA COM «FADOS DO FADO»



QUARTO ÁLBUM MARCA HOMENAGEM AOS HOMENS DO FADO

«A Rosinha dos Limões» é a primeira amostra do disco que
chega às lojas a 10 de Julho, assinalando o arranque das edições mundiais à sexta-feira
 
 
Marco Rodrigues está de volta: «Fados do Fado», o seu quarto álbum, vai ser editado a 10 de Julho, com o selo da Universal Portugal. Com produção de Diogo Clemente (que já trabalhou, por exemplo, com Mariza ou Raquel Tavares), «Fados do Fado» é um registo genuinamente diferente num percurso, desde sempre, ímpar – pela primeira vez sem originais, é um disco dedicado aos homens do fado.
 
«O fado vive da criatividade dos intérpretes»: quem o afirma é o próprio Marco Rodrigues. No entanto, em «Fados do Fado», a reverência estende-se a outros homens - aos que cantaram o fado, sim, mas também aos que o compuseram e aos letristas que deram a palavra a «fados que fazem parte do meu crescimento, que ouvi ao vivo por vários intérpretes ou que aprendi a cantar com outros discos». «Ai Se os Meus Olhos Falassem» ou «Trigueirinha», «Vendaval» ou «A Rosinha dos Limões», o primeiro single, são pedras preciosas que remetem para nomes como Carlos do Carmo mas também para Tristão da Silva, Jorge Fernando ou Tony de Matos, entre tantos outros, e marcam a viagem de «Fados do Fado», que foi gravado no Estúdio 6, com Diogo Clemente na viola, e as guitarras portuguesas a ganharem vida com Ângelo Freire, Guilherme Banza e Luís Guerreiro.
 
Ao chegar às lojas a 10 de Julho, «Fados do Fado» carrega, ainda, uma novidade: foi essa a data escolhida, mundialmente, para a sincronização dos novos lançamentos. Em todo o globo, a partir de 10 de Julho, quando se pensar em edições, pensa-se em sexta-feira - tornando a despedida da semana uma espécie de dia oficial da música.
 
Vencedor da Grande Noite do Fado, em 1999, e do Prémio Revelação Amália Rodrigues, em 2007, ao longo de mais de década e meia de carreira, o fado de Marco Rodrigues já viajou pelo país e pelo mundo, com concertos em Londres, no Royal Festival Hall, com Mariza, ou no HSBC, em São Paulo, com Maria Gadu. Estreou-se nos discos em 2006, com «Fados da Tristeza Alegre», ao qual se seguiram «Tantas Lisboas» e «EntreTanto», álbuns que apresentaram um fadista sedento de conhecimento mas também numa constante senda por novas experiências. Ao quarto registo, no entanto, Marco Rodrigues dá um passo de gigante: «Fados do Fado» é, mesmo, o seu disco de afirmação.
 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

 

Letra 

 

Quando ela passa, franzina e cheia de graça,
Há sempre um ar de chalaça, no seu olhar feiticeiro.
Lá vai catita, cada dia mais bonita,
E o seu vestido, de chita, tem sempre um ar domingueiro.

Passa ligeira, alegre e namoradeira,
E a sorrir, p'rá rua inteira, vai semeando ilusões.
Quando ela passa, vai vender limões à praça,
E até lhe chamam, por graça, a Rosinha dos limões. 

Quando ela passa, junto da minha janela,
Meus olhos vão atrás dela até ver, da rua, o fim.
Com ar gaiato, ela caminha apressada,
Rindo por tudo e por nada, e às vezes sorri p'ra mim... 

Quando ela passa, apregoando os limões,
A sós, com os meus botões, no vão da minha janela
Fico pensando, que qualquer dia, por graça,
Vou comprar limões à praça e depois, caso com ela

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.03.15

marco rodrigues.jpg

 

 
Marco Rodrigues toca no CCB esta sexta-feira



Espectáculo "Há Fado no Cais" marca regresso aos palcos lisboetas

O fadista Marco Rodrigues apresenta-se no Centro Cultural de Belém esta sexta-feira. O espectáculo "Há Fado no Cais" assinala o regresso do músico aos palcos de Lisboa, num concerto agendado para as 21 horas, que decorrerá no Grande Auditório do CCB.
 
Oriundo do norte de Portugal, Marco Rodrigues mudou-se para Lisboa e, aos 16 anos, venceu a Grande Noite do Fado. É um homem tornado fadista por Lisboa e pelo próprio fado, numa paixão inusitada, mas arrebatadora.
 
Em 2006 lançou o seu primeiro disco, "Fados da Tristeza Alegre", e, no ano seguinte, foi distinguido com o Prémio Revelação Amália Rodrigues. O seu percurso musical prossegue com o galardoado "Tantas Lisboas", onde trabalhou com nomes como Mafalda Arnauth e Boss AC. Mais recentemente, em 2013, editou o álbum "Entre Tanto", disco que expôs novamente a sua busca constante pelas várias ramificações do fado. Nomes como Carlos do Carmo, Mariza ou Maria Gadú são apenas alguns dos artistas com quem Marco Rodrigues já partilhou discos e palcos, e o reconhecimento do público e da imprensa em Portugal, e também no estrangeiro, é algo que o fadista já conquistou.
 
O concerto desta sexta-feira no Centro Cultural de Belém marca uma nova consagração de Marco Rodrigues nos palcos da capital.


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 17.06.14

Marco Rodrigues


MARCO RODRIGUES

Atua com Maria Gadú nos Coliseus

O fadista Marco Rodrigues atua na quinta e sexta-feira nos Coliseus de Porto e Lisboa, respetivamente, na primeira parte dos concertos de Maria Gadú em Portugal. 

O autor de " EntreTanto ", de 2013, volta a pisar o palco com a brasileira, com quem já havia estado em 2012 nos Coliseus da capital e da invicta.

O músico já havia colaborado anteriormente com a cantora brasileira. " A Valsa ", um dos temas do álbum de 2011 de Maria Gadú , "Mais uma Página", contava com a voz de Marco Rodrigues .

EntreTanto ", do ano passado, sucedeu a " Tantas Lisboas " e viu Marco Rodrigues a expor novamente a sua constante busca pelas várias ramificações do fado.

"Coração Olha o que Queres", "A Rosa e o Narciso", "Quando o fim volta ao início" e o single "Do Chiado ao Bairro Alto" são alguns dos momentos altos do mais recente álbum de originais do cantor nascido em Amarante.


publicado por olhar para o mundo às 21:04 | link do post | comentar

Terça-feira, 19.11.13

 

Letra

 

Sem capricho ou presunção
Nesta torre de papel
Deita sete olhares de mel
Em metade de um limão

Na noite mais traiçoeira
Ruim, medonha, brutal
Descontada a pasmaceira
Do inferno do normal

Se me vires a cara séria
Juiz, togado ou em fralda
A julgar faltas, à balda
Num tribunal multimédia

E tomado o pensamento
Por rombo, machado ou moca
Pega no laser da moda
Dou-te o meu assentimento

Se me vires, por fraqueza
Por perfídia ou aflição
Mergulhado na tristeza
Com que se mói a razão

E servi-la à sobremesa
Das ceias da frustração
Assentado na baixeza
O programa da nação

Por favor peço-te só
Não te demores, vem logo
Traz gasolina, põe fogo
Meu amor, não tenhas dó




publicado por olhar para o mundo às 23:05 | link do post | comentar

Sábado, 16.11.13

Marco Rodrigues


Marco Rodrigues nas FNAC Vasco da Gama e FNAC Colombo

 

O mais recente trabalho de Marco Rodrigues, “EntreTanto”, soa como se o minhoto estivesse a cantar a um palmo de quem o escuta – e é precisamente esse sentimento de que os fãs vão poder desfrutar no próximo dia 16 de Novembro.

Depois de ter apresentado este novo álbum por todo o país, Espanha e França, Marco Rodrigues está de volta aos showcases íntimos. Desta vez, a paragem é em Lisboa, na FNAC Vasco da Gama, a partir das 18h30, e na FNAC Colombo a partir das 21h30.

Marco Rodrigues apresenta-se em palco apenas com viola e voz, e a actuação vai contar com temas como “Coração Olha o que Queres”,“Quando o Fim Volta ao Início”, e o seu mais recente single: “Do Chiado ao Bairro Alto”.

Dois showcases imperdíveis, repletos de temas intensos e apaixonados que, da melhor maneira, expressam a essência do Fado.



publicado por olhar para o mundo às 12:38 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29.07.13

Marco Rodrigues


Marco Rodrigues: apresentações em Portugal e Espanha

 

 

O mais recente trabalho de Marco Rodrigues, “EntreTanto”, continua a ser apresentado por todo o país e também em território internacional. Depois de recente viagem a França, é a agora a vez da vizinha Espanha receber o fadista.


O Festival Iberia Huesca Folk 2013, que se realiza perto de Barcelona, conta no alinhamento do dia 9 de Agosto, com a presença de Marco Rodrigues. “Coração olha o Que Queres”, “Do Chiado ao Bairro Alto”, “A Rima Mais Bonita”, entre outros temas, são o foco da prestação ao vivo do artista.


Em Portugal estão já marcadas apresentações na Figueira da Foz, Estoril, Lisboa Amadora, Caldas da Rainha, entre outras cidades do país.


Marco Rodrigues esteve recentemente em estúdio para gravar um dueto com Carlos do Carmo. A música consta do alinhamento do disco que comemora os 50 anos de carreira de Carlos do Carmo. A edição está prevista para Outubro.


Próximas datas de Marco Rodrigues:

27 Jul – Casino / Figueira da Foz
28 Jul – Avis / Portalegre
9 Ago – Iberia Huesca / Espanha
11 Ago – Serenatas / Arcos de Valdevez
23 Ago – Feira do Artesanato / Estoril
21 Set – Festival Caixa Alfama / Lisboa
19 Out – Recreios / Amadora
28 Out – Centro Cultural / Caldas da Rainha



publicado por olhar para o mundo às 12:40 | link do post | comentar

Domingo, 21.07.13

Boss AC, Pedro Abrunhosa e Marco Rodrigues atuam em Avis

Boss AC, Pedro Abrunhosa e o fadista Marco Rodrigues vão atuar na feira de Avis, no distrito de Portalegre, que decorre de 26 a 28 deste mês com um programa dominado pela música, divulgou hoje o município.


Os espetáculos decorrem nas três noites do evento, no parque de feiras e exposições da vila, com Boss AC a atuar no dia de abertura, Pedro Abrunhosa, dia 27, e o fadista Marco Rodrigues, no encerramento.

 

O presidente do município, Manuel Coelho, explicou hoje à agência Lusa que o certame constitui "o maior evento do concelho e um dos mais emblemáticos do norte alentejano", oferecendo aos visitantes três dias de uma oferta cultural variada dirigida a públicos de todas as idades.

 

Segundo o autarca, o certame representa "uma aposta na valorização das potencialidades naturais, culturais e económicas do concelho" e que oferece aos visitantes muita música, atividades desportivas, exposições, mostra de artesanato e tasquinhas.

 

Segundo o município, a Feira de Avis, apesar de o programa ser dominado pela música, é um certame apostado numa envolvente económica, "interagindo de forma dinâmica com a comunidade residente, com o turismo e com os agentes culturais".

 

O certame, promovido pelo município, conta com o apoio das juntas de freguesia, associações e coletividades daquele concelho do distrito de Portalegre.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:29 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.05.13

Marco Rodrigues

 

Marco Rodrigues nas FNAC – Fado Íntimo

 

Marco Rodrigues prepara-se para uma digressão pelos auditórios FNAC para apresentações especiais do último trabalho,“EntreTanto”. Os showcases revelam uma actuação íntima do músico, em que Marco Rodrigues apresenta-se em palco só com viola e voz.

Depois do Teatro Tivoli (Lisboa), Casa da Música (Porto) e dos teatros e auditórios percorridos um pouco por todo o país, Marco Rodrigues prepara momentos muito especiais para os auditóriosFNAC. Munido apenas da sua viola e voz, o músico recria um ambiente de sala, numa performance cara-a-cara com o público presente.

“EntreTanto” é o mote para estes showcases e conta com temas como “Coração Olha o que Queres”, “A Rosa e o Narciso”, “Quando o fim volta ao início” e o seu mais recente single: “Do Chiado ao Bairro Alto”.

É o fado na sua versão mais nua e crua que Marco Rodriguespretende levar a todas as apresentações de norte a sul do país.

Auditórios FNAC

31 Maio (18h00) FNAC Santa Catarina
31 Maio (22h00) FNAC Gaia
01 Junho (17h00) FNAC Mar Shopping
01 Junho (22h00) FNAC Coimbra
02 Junho (17h00) FNAC Leiria
05 Junho (18h30) FNAC Colombo
15 Junho (17h00) FNAC Almada

 



publicado por olhar para o mundo às 12:57 | link do post | comentar

Domingo, 26.05.13

 

Letra

 

Entre a rosa desfolhada
e o espinho que fere a mão
entre a poeira da estrada
e a escada sem corrimão

Entre a mancha na parede
e a falha no vitral
entre o deserto de sede
e a montanha de sal

Entre o estore avariado
e o moscardo na vidraça
entre o cigarro apagado
e o veneno na taça

Entre a arma que se aponta
e a mão que não se estende
entre o mal com que se conta
e o bem que não se defende

Entre o grito e o segredo
presença tão calculada
entre a loucura e o medo
ausência tão arriscada

Entre o disco repetido
e o silêncio pesado
a mesa de pé partido
e o verso de pé quebrado

Entre a margem e o fundo
entre mim e tanta gente
entre esta casa e o mundo
entre tanto, tão diferente

Em constante recomeço
passa o tempo, muda o espaço
entretanto eu entristeço
mas não cedo no que faço

E entre o que não é nada
e tudo aquilo que enfrento
há uma rima encontrada
um novo fado que invento.



publicado por olhar para o mundo às 17:26 | link do post | comentar

 

Letra

 

Do Chiado ao Bairro Alto
Traço as linhas pra te ver
Do eléctrico a correr, saio tropeço no asfalto
Que mais vai acontecer?

Boina torta, bota suja
Espero que ela não fuja de coração na mão
Hoje vou-te conhecer
Vou gostar de ti ou não

Amanheceu e a sorrir eu acordei, atordoado
Vá lá que o sonho já tinha acabado
A imaginar o teu rosto e a cantar, aperto o laço
Vou pôr a minha boina preferida
Pego a carteira, já estou pronto pra saída

Do Chiado ao Bairro Alto
Traço as linhas pra te ver
Pró eléctrico a correr, entro e tropeço no salto
Que mais vai acontecer?

Boina torta, bota suja
Espero que ela não fuja de coração na mão
Hoje vou-te conhecer
Vou gostar de ti ou não

Um malmequer como sempre na lapela fica-me bem
Roubei-o porque não tinha um vintém
Pus o perfume que nunca me deixou mal, é o costume
Mas desta vez parece ser diferente
Ou serei eu que vejo amor em toda a gente

Do Chiado ao Bairro Alto
Traço as linhas pra te ver
Do eléctrico a correr, saio tropeço no asfalto
Que mais vai acontecer?

Boina torta, bota suja
Espero que ela não fuja de coração na mão
Hoje vou-te conhecer
Vou gostar de ti ou não

Sempre a subir, cabelo despenteado e atrasado
Vá lá que o Bairro Alto é aqui ao lado
A tua voz não me sai do pensamento e dá-me alento
Pra descobrir os olhos que imagino
Valer a pena tropeçar em desatino
Vejo-te então e o bater do coração chegou enfim
És mais do que sonhava para mim
E o mal querer do malmequer chegou ao fim




publicado por olhar para o mundo às 08:24 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.05.13

Marco Rodrigues


Marco Rodrigues nas FNAC – Fado Íntimo

 

Marco Rodrigues prepara-se para uma digressão pelos auditórios FNAC para apresentações especiais do último trabalho,“EntreTanto”. Os showcases revelam uma actuação íntima do músico, em que Marco Rodrigues apresenta-se em palco só com viola e voz.

Depois do Teatro Tivoli (Lisboa), Casa da Música (Porto) e dos teatros e auditórios percorridos um pouco por todo o país, Marco Rodrigues prepara momentos muito especiais para os auditórios FNAC. Munido apenas da sua viola e voz, o músico recria um ambiente de sala, numa performance cara-a-cara com o público presente.

“EntreTanto” é o mote para estes showcases e conta com temas como “Coração Olha o que Queres”, “A Rosa e o Narciso”, “Quando o fim volta ao início” e o seu mais recente single: “Do Chiado ao Bairro Alto”.

É o fado na sua versão mais nua e crua que Marco Rodrigues pretende levar a todas as apresentações de norte a sul do país.


Auditórios FNAC

25 Maio (17h00) FNAC Norteshopping
25 Maio (22h00) FNAC Braga
26 Maio (17h00) FNAC Guimarães
29 Maio (18h30) FNAC CC Colombo
31 Maio (18h00) FNAC Santa Catarina
31 Maio (22h00) FNAC Gaia
01 Junho (17h00) FNAC Mar Shopping
01 Junho (22h00) FNAC Coimbra
02 Junho (17h00) FNAC Leiria
09 Junho (17h00) FNAC Almada




publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.03.13

Marco Rodrigues


Marco Rodrigues actua em Lisboa e Porto em Abril

 

Lisboa e Porto recebem Marco Rodrigues em Abril. O Teatro Tivoli recebe o fadista no dia 23 de Abril. No dia seguinte (24) é a Sala 2 da Casa da Música, no Porto, que abre as portas a “EntreTanto”, o mais recente disco de Marco Rodrigues.

O novo trabalho do fadista foi editado a 4 de Março e tem suscitado as melhores críticas tanto do publico como da crítica especializada.EntreTanto expõe a intensidade e paixão do artista pela matriz do fado. São várias as colaborações no disco; de Custódio CasteloTiago Torres da Silva, de Manuela de Freitas a Luisa Sobral, passando por Inês Pedrosa e Jorge Fernando, todos reunidos num disco que contou com a produção de Tiago Machado.

Muito solicitado pelo publico, chegou a hora das apresentações ao vivo. Começando pela terra que o viu crescer (Arcos de Valdevez),Marco Rodrigues segue as apresentações um pouco por todo o país, tendo como pontos fortes as apresentações na emblemtica sala da Avenida da Liberdade, em Lisboa (Teatro Tivoli), bem como um espectáculo muito intimista preparado para a Sala 2 da Casa da Música, no Porto.

As apresentações ao vivo preparadas pelo artista contam com surpresas em que se pretende que o ambiente casa de fados seja uma realidade bem visível pelos espectadores. “Coração olha o que queres”, “A Rosa e O Narciso” e “Quando o fim volta ao início”, entre muitos outros êxitos fazem parte do alinhamento do espectáculo ao vivo

Espectáculos agendados:

22 Março – Casa das Artes – ARCOS DE VALDEVEZ
5 Abril – Forum Cultural JM Figueiredo - MOITA
13 Abril – Aud. Chainho – SANTIAGO DO CACÉM
19 Abril – Conservatório Música - COIMBRA
23 Abril – Teatro Tivoli – LISBOA
24 Abril – Sala 2 / Casa da Música – PORTO
18 Maio – Teatro Municipal – PORTIMÃO



publicado por olhar para o mundo às 12:21 | link do post | comentar

Sábado, 09.03.13

O fado de Marco Rodrigues é jovem, mas respeita a tradição

No novo disco de Marco Rodrigues tanto cabe um texto escrito há mais de 500 anos como um passeio, com ténis All-Star, entre o Chiado e o Bairro Alto, conta o fadista em entrevista ao SAPO Música.

"Do Chiado ao Bairro Alto" segue "um pintas à antiga, com um malmequer na lapela, mas que, ao mesmo tempo, podia ter uns ténis All-Star", revela-nos Marco Rodrigues ao apresentar uma das canções de "Entretanto" que interpretou no showcase exclusivo para o SAPO Música.

Um tema como esse é uma boa amostra do que podemos encontrar no terceiro álbum do fadista lisboeta: um fado "à antiga" que não rejeita acompanhar os ares dos tempos. É por isso que também ouvimos por aqui uma canção assinada por Luisa Sobral, "A Rosa e o Narciso", vincada por "um tipo de escrita bastante fresco".

Há outras mulheres nos créditos destas canções, como Isabel Noronha ou Inês Pedrosa, parte de uma equipa de colaboradores que conta ainda com Tiago Torres da Silva, nas letras, ou Tiago Machado, na composição. E as mulheres são também o objeto de alguns fados, caso de "Coração olha o que queres", o primeiro single, nascido de uma composição de Custódio Castelo e de um texto com mais de 500 anos de Francisco Rodrigues Lobo. A ideia é "quase como por as mulheres num pedestal" e "retratá-las como elas são, apaixonantes", conta-nos Marco Rodrigues:

 

Entrevista @Gonçalo Sá/ Edição @Inês Mendes

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:21 | link do post | comentar

Sábado, 02.03.13

Marco Rodrigues



APRESENTAÇÃO NA FNAC DO CHIADO ÀS 18H30

 

Marco Rodrigues está de volta aos álbuns: «EntreTanto» chega às lojas já na próxima segunda-feira, dia 4 de Março. Disco de muitas vontades, «EntreTanto» vai marcar, de forma indelével e inesquecível, um percurso que há muito se tornou ímpar.

Uma profunda devoção ao fado, à sua matriz tradicional e àdesconstrução da mesma, num admirável trabalho, tanto na forma de fazer soar a sua voz quanto na produção, «EntreTanto» é um disco que soa como se Marco Rodrigues estivesse a cantar a um palmo de quem o escuta. Como se os músicos estivessem a pisar as cordas a pouco mais de um metro. Ainda mais íntimo do que uma casa de fado, «EntreTanto» resulta na força invulgar de alguém que sabe dirigir o «tanto» da sua busca por «entre» uma viagem única na história da música.

Marco Rodrigues
 estará na FNAC do Chiado na próxima segunda-feira (18h30), para apresentar o seu novo álbum.


Alinhamento de «EntreTanto»:

01. AFINAÇÃO
02. QUE TOM É QUE O FADO QUER
03. CORAÇÃO, OLHA O QUE QUERES
04. DO CHIADO AO BAIRRO ALTO
05. SEM RAZÃO
06. POIS DEIXA ESTAR
07. LISBOA ÀS 00H00
08. QUANDO O FIM VOLTA AO INÍCIO
09. A NOITE VAI, O FADO VEM
10. A ROSA E O NARCISO
11. AMOR REAL
12. ENTRE TANTO



publicado por olhar para o mundo às 12:12 | link do post | comentar

Quarta-feira, 20.02.13
Letra

Tão tirana e desigual 
Sustentam sempre a vontade, 
Que a quem lhes quer de verdade 
Confessam que querem mal; 
Se amor para elas não vale, 
Coração, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 
Coração, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 
Coração, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 

Se alguma tem afeição 
Há-de ser a quem lhe nega, 
Porque nenhuma se entrega 
Fora desta condição; 
Não lhe queiras, coração, 
E senão, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 

Coração, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 
Coração, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 

São tais, que é melhor partido 
Para obrigá-las e tê-las, 
Ir sempre fugindo delas, 
Que andar por elas perdido; 
E pois o tens conhecido, 
Coração, que mais lhe queres? 
Que, em fim, todas as mulheres! 
Coração, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 
Coração, olha o que queres: 
Que mulheres, são mulheres... 


De Francisco Rodrigues Lobo


publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 19.02.13

Marco Rodrigues

«Coração Olha O Que Queres» é a primeira amostra de «EntreTanto»

 

O novo álbum de Marco Rodrigues chama-se «EntreTanto» e chega às lojas no próximo dia 4 de Março. Editado pela Universal Portugal, o regresso do fadista aos discos tem a sua primeira amostra em «Coração Olha O Que Queres», cujo vídeo pode ser visto aqui.

Há muito que o percurso de Marco Rodrigues se revelou distinto de todos os seus pares – e «EntreTanto» não foge à regra. Num disco de muitas vontades, a sua constante busca pelas várias ramificações do fado está exponencialmente evidente. Exemplo disso é o primeiro single, «Coração Olha O Que Queres», que parte de uma composição clássica de outro estudioso, Custódio Castelo, tornando-se um exercício entre o fado e o Minho, com um texto com mais de cinco séculos (de Francisco Rodrigues Lobo), pejado de verdades absolutamente dúbias sobre o universo feminino.

Entre o fado tradicional e a forma progressiva de Marco Rodriguesencarar a tradição, «EntreTanto» revela, igualmente, uma busca por outros cenários: o tema-título parte de um poema da clássicaManuela de Freitas e a estreante Isabel Noronha, a escritoraInês Pedrosa e o talento impressionante de Luísa Sobralempregam ao disco palavras escritas no feminino.

Com edição agendada para 4 de Março, «EntreTanto» traz o fado na memória, no olhar e na alma: num registo de profunda devoção,Marco Rodrigues aproxima-se como se cantasse a um palmo de quem o escuta, ainda mais íntimo do que uma verdadeira casa de fado.



publicado por olhar para o mundo às 21:10 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

Marco Rodrigues - Fado Do...

MARCO RODRIGUES REGRESSA ...

Marco Rodrigues em estúdi...

MARCO RODRIGUES NOMEADO P...

Marco Rodrigues vai levar...

Marco Rodrigues - Noite

Marco Rodrigues - Triguei...

MARCO RODRIGUES Apresen...

MARCO RODRIGUES - Partic...

Marco Rodrigues - Arraial

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
A letra da música #REALITYSHOWTAXI está na página ...
adoro todas as músicas
Buenos dias,parece ser impossível subscrever ao fe...
Olá!Falta meia estrofe, antes de "Quando acordar d...
A letra deste música refere-se à vida de uma crian...
Gostei
Gostei
Uma boa iniciativa com muito boa música!
Claro que foi, este individuo tem um ego do tamanh...
blogs SAPO
subscrever feeds