Quarta-feira, 03.06.15

vilafestival.png

 

 

O cartaz do "Vila - Festival da Juventude de Lousada 2015", encontra-se oficialmente fechado, as mais recentes confirmações são CAPICUA e CARLÃO. 

 

Carlão - Em 2015, Carlão completa quarenta anos de idade. O vocalista/letrista, que ficou conhecido do grande público pelos saudosos Da Weasel, pediu música a vários produtores da nossa praça para o álbum de estreia, "Quarenta". Enquanto o primeiro single - “Os Tais” - começa a tomar conta das rádios nacionais, tudo que indica que o seu “aniversário” passará também por Lousada.

 

Capicua - Das histórias da sua infância até às rimas e batidas de hoje, Ana Matos Fernandes tornou-se rapper militante por vocação. Na ascensão meteórica dos tops e da crítica, reside uma liricista de exceção entre mixtapes, compilações e colaborações no universo hip hop nacional. “Medusa”, o seu último álbum, será o “mestre-de-cerimónias” do Vila 2015.

 

A um mês da sua data, podemos então divulgar o cartaz inaugural do Vila 2015 na íntegra.

No que concerne a bandas, contamos com os nomes de Frankie Chavez, Salto, Octa Push e The Glockenwise, pela curadoria artística da Covilhete na Mão. 


Quanto aos DJs/produtores, Steve Parker, Lewis Fautzi, Trikk, Backbone e Terzi são as sugestões do menu eletrónico para a pista do Vila, via Bandit

 

 

Aqui fica o alinhamento para os dois dias:

 

Sexta feira, dia 26

- Capicua;

- Frankie Chavez;

- The Glockenwise;

- Steve Parker;

- Trikk;

- Terzi;

 

Sábado, dia 27

- Carlão;

- Salto;

- Octa Push;

- Lewis Fautzi;

- Backbone.

 

press@vilafestival.com | info@vilafestival.com
www.vilafestival.com | www.facebook.com/vilafestival
www.instagram.com/vilafestival | www.twitter.com/vilafestival


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

bonssons.jpg

 

VENCEDORES DO CONCURSO
IDEASFORWARD: A EIRA VAI TER TECTO

 

Em parceria com o BONS SONS, a plataforma ideasforward lançou um concurso internacional de ideias para a criação de um espaço de acolhimento na zona do Palco Eira.

Dirigido a arquitectos e designers, este concurso decorreu entre 17 de Março e 8 de Maio e pretendeu envolver a comunidade criativa portuguesa e internacional na procura da melhor solução para aquele espaço, integrado numa aldeia e num festival com características muito particulares.

O júri do concurso, composto pelo director do Festival BONS SONS, Luís Ferreira, e por representantes dos Ateliers de arquitectura LIKEarchitects, Artéria e Pedro Novo, e pelo atelier de design multidisciplinar Pedrita, recebeu 25 propostas de 10 países: Portugal, Espanha, França, Suíça, Alemanha, UK, Grécia, Brasil, USA e Tailândia.

O primeiro classificado, além de ver a concretização do seu projecto já nesta edição do BONS SONS, recebe ainda um prémio no valor de 1.000€, uma vivência integral do Festival e a divulgação do projecto vencedor através dos parceiros de comunicação do BONS SONS e da ideasforward.

A equipa vencedora do concurso é composta por Orlando Gilberto-Castro e Tiago Ascensão, ambos provenientes do Mestrado em Arquitectura da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, que concorreu com o projecto TECTO.

A proposta partiu do valor simbólico da eira, enquanto polo agregador e de união da comunidade em torno de uma actividade de interesse comum e também enquanto local de produção de alimento, de subsistência e sobretudo de identidade.

O projecto concebido envolve uma estrutura de sucessivas faixas verticais suspensas com dimensão variável, feitas a partir de sacas de batatas. Estas faixas serão alternadas com um sistema de iluminação por gambiarras que remete para as tradicionais celebrações de rua. A estrutura conta ainda com aspersores de água que, adicionalmente à sombra proporcionada pelas faixas, aumentam a sensação de frescura deste espaço.

Esta composição fluida, pensada para optimizar o conforto e aliada à visibilidade do espaço, permitirá aos visitantes um ponto de sombra alargada e de refrescamento na continuidade da Aldeia para o espaço de concerto.

O segundo lugar do concurso de ideias foi atribuído a uma equipa de Paris e o terceiro lugar a uma equipa de Madrid. Também foram conferidas 12 menções honrosas a participantes de Braga, Hamburgo, Bordéus, Fátima, Lisboa (3), Santiago de Compostela, Lausanne, Porto, Torres Novas e Guimarães.

Todas as ideias a concurso premiadas podem ser vistas em:
http://www.if-ideasforward.com/#!bons-sons-15-en/cemt



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29.05.15

Lewis Fautzi, Backbone e Terzi encerram o leque de DJs para o Vila 2015 Agendado para os dias 26 e 27 de Junho, no complexo desportivo de Lousada, o “Vila – festival da juventude de Lousada 2015” terá a sua estreia absoluta na programação cultural de um dos concelhos mais jovens do país, enquadrado num formato completamente atual e ambicioso.

 

Assumido como uma vitrina para o que de melhor se faz em Portugal, o novíssimo festival de Verão visa conciliar a excelência e pluralidade entre os vários talentos da música de dança e do pop/rock/rap, ocupando um conceito em falta na região do Vale do Sousa. A poucos dias de encerrar o cartaz inaugural, revelamos esta semana mais três nomes.

 

Representando a fina seleção de talentos que a nossa curadora Bandit tem despontado no panorama eletrónico nacional, trazemo-vos desta volta três jovens propostas para as noites longas do festival. O barcelense Lewis Fautzi, surpreendente revelação da cena techno europeia, o mondinense Backbone, que tem feito furor pelas mais prestigiadas casas do norte do país e o lisboeta Terzi, promotor e frequentador assíduo da renovada agenda bracarense, encerram assim o leque de produtores deste ano.

 

A Terzi juntam-se, desta forma, os já anunciados Frankie Chavez, The Glockenwise, Trikk e Steve Parker na sexta-feira, dia 26. Quanto aos restantes (Lewis Fautzi e Backbone), vão dividir palco com os previamente confirmados Salto e Octa Push, no segundo dia de sábado.

 

Neste momento, estamos em condições de adiantar que apenas faltarão dois nomes – justamente, os cabeças de cartaz – para dar por terminado este ciclo de lançamentos. Encarregada dessa programação, estará a nossa segunda curadora artística, a Covilhete na Mão.

 

O “Vila - Festival da Juventude de Lousada” é organizado pela associação sem fins lucrativos “Légua Frenética”, em colaboração com a Câmara Municipal de Lousada, que se juntou para recuperar uma alternativa credível na agenda da vila do Tâmega. No nosso Site Oficial e no Facebook, podem encontrar mais informação entre as ações de divulgação já realizadas, os apelos à comunidade bem como os nossos teasers promocionais.

 

Cartaz

 

Sexta feira, dia 26:

- Frankie Chavez;

- The Glockenwise;

- Steve Parker;

- Trikk;

- Terzi;

 

Sábado, dia 27:

- Salto;

- Octa Push;

- Lewis Fautzi;

- Backbone.



publicado por olhar para o mundo às 21:17 | link do post | comentar

Sábado, 23.05.15

 

FESTIVAL MÚSICA VIVA 2015

Miso Music Portugal . 30 Anos!
O'culto da Ajuda em Lisboa
21 a 30 de Maio

ENCONTROS
21 Maio  .  22 Maio  .  23 Maio  .  24 Maio  .  25 Maio  .  26 Maio  .  27 Maio  .  28 Maio  .  29 Maio  .  30 Maio

INSTALAÇÕES   .   CONFERÊNCIA  .  CURSOS E WORKSHOPS


 
23 de Maio
 
CONFERÊNCIA EASTN art of technologies, technologies of the art 
23 de Maio . 18h00

European Art Science Technology Network . art of technologies, technologies of the art with Annie Luciani (ICA . Grenoble), Claude Cadoz (ACROE . Grenoble), Ludger Brümmer (ZKM . Karlsruhe), Anastasia Pistofidou (FabLab . Barcelona), Alexandros Kontogeorgakopoulos and Olivia Kotsifa (Cardiff School of Art and Design - Cardiff Metropolitan University, Fab Lab Cardiff), Iannis Zannos (Ionian University . Corfu) with presentations of Genesis, Mimesis, Zirkonium software applications among others.

 
 
 
21h30 . ENCONTROS V e VI 

Orquestra de Altifalantes e vídeo 


António de Sousa Dias, António Ferreira, Daniel Gomes, Jaime Reis, Pedro Patrício, projecção sonora

Jaime Reis, Fluxus, Lift (2013) 
estéreo, para orquestra de altifalantes

Pedro Patrício, Perpetual Melody - contrasting moments (2015) . EA 
estéreo, para orquestra de altifalantes

António Sousa Dias (música)/Isabelle Tripelon (realização), Réflexion faite... (2004) 
filme de animação com música electrónica para orquestra de altifalantes

António Ferreira, Les Marchands de Sable (2015) . EA 
estéreo, para orquestra de altifalantes

Daniel Gomes, Invergent Flex, for alloy (2015) . EA 
16 pistas, para orquestra de altifalantes 

Orquestra de Altifalantes e vídeo 
Ludger Brümmer, projecção sonora

Ludger Brümmer (música)/Bernd Lintermann (vídeo), Spin (2014) 
para orquestra de altifalantes e vídeo

Ludger Brümmer (música e vídeo), Speed (2006) 
para orquestra de altifalantes e vídeo

Ludger Brümmer (música e vídeo), Shine (2007) 
para orquestra de altifalantes e vídeo

Ludger Brümmer (música)/Volker Kuchelmeister (vídeo), Deconstructing Double District (2011) 
para orquestra de altifalantes e vídeo

23h00 . ENCONTRO VII

Orquestra de Altifalantes

Virtual City . EA

A metáfora do mapa da cidade serve como a base deste concerto interactivo, Virtual City, onde o público é convidado a participar na criação de uma Cidade Virtual sonora.   


Sons gravados em certas localidades de uma cidade são aqui exibidos num mapa espacial virtual e através de uma orquestra de altifalantes. Através dos seus telemóveis os visitantes do concerto podem fazer login no mapa da cidade, que contém indicadores dos sons e da sua origem. Estes sons são activados por cada telemóvel através de um servidor e tocados no lugar concreto do espaço do concerto. Alguns filtros, manipulados em tempo real, asseguram a evolução dos sons ao longo da duração do evento. Neste ambiente os visitantes improvisam e brincam com diferentes colecções de sons em constante sobreposição. 


Virtual City constitui assim um soundwalk condensado dentro da sala de concerto, que proporciona uma experiência completamente nova de participação num evento musical, dando ao público uma oportunidade única de não apenas passivamente ouvir o que lhe é apresentado, mas de activamente contribuir para a criação de uma composição, fruto de um imaginário sonoro colectivo.

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23.03.15

flowerpowefest.jpg

 

 
FLOWER POWER FEST CELEBRA WOODSTOCK
Santo André | Costa Alentejana


De 13 a 16 de Agosto – música – artesanato – artes plásticas e performativas – exposições – workshops – jogos tradicionais – insufláveis e gastronomia, animam Santo André e a Costa Alentejana.


O festival da e para a família regressa para a edição 2015 abrangendo três gerações (pais, filhos e netos).

FLOWER POWER FEST comemora os 46 anos de WOODSTOCK.


Woodstock chegou a Portugal 46 anos depois e acontecerá sob o nome de Flower Power Fest'15, de 13 a 16 Agosto, em Vila Nova de Santo André, no Parque Central.

Mais informações sobre o cartaz musical e a restante programação brevemente!



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.09.14
Companhias e artistas de Portugal, Itália, Chile, Reino Unido e Espanha.
O Gesto Orelhudo, a edição treze!
http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo
1 a 4 Outubro 2014
ÁGUEDA

O gesto Orelhudo

“The Vocal Orchestra” actua pela primeira vez em Portugal, no 13º Festival “O Gesto Orelhudo”
https://www.youtube.com/watch?v=fvgf5CeXVR8

Águeda volta a fundir música e teatro para mais uma edição do Festival O Gesto Orelhudo, um dos mais reconhecidos eventos d’Orfeu. De 1 a 4 de Outubro próximo, sem superstições, “O Gesto Orelhudo” chega à sua 13ª edição, apresentando 10 espectáculos de companhias e artistas de Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido e Chile.

Este ano, além da mítica tenda do Espaço d’Orfeu - onde a musicomédia acontece -, o festival faz também do Cine-Teatro São Pedro palco principal em cada noite, para os espectáculos de grande formato. E por aí não se fica, com a novidade dos aperitivos orelhudos, ao fim da tarde, em lugares informais da cidade. O festival mantém ainda uma programação paralela, com sessões escolares e outras pontes com as instituições locais, estimulando os hábitos culturais e tornando a oferta cultural acessível a toda a comunidade.

Nesta 13ª edição, com as palavras embebidas em música, poderemos assistir a espectáculos de pequeno formato como "Hamlet em Pessoa" (André Gago e Carlos Barreto), "20Dizer" (Trigo Limpo teatro ACERT) e "Circo Mediático" (Américo Rodrigues). Para o horário nobre, estão confirmados os espectáculos "Deixem o Pimba em Paz" (com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo), "The Best Of Leo Bassi", "Liberdade" (de Sérgio Godinho) e os britânicos “The Vocal Orchestra”. Da gama musicómica, chegam este ano Murmuyo (Chile) e, de Espanha, os andaluzes Hermanos Infoncundibles e o galego Peter Punk. Em propostas tão distintas, o humor chegará ao 13º Festival “O Gesto Orelhudo” de muitas formas, das mais intimistas às mais extravagantes.  

O Passe Orelhudo, válido para todo o festival, estará antecipadamente à venda. Toda a informação sobre programa e bilhetes está já disponível em http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo. Este festival é uma iniciativa conjunta da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, parceria que faz de “O Gesto Orelhudo” uma marca de Águeda. Todos os anos.

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC


publicado por olhar para o mundo às 18:58 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11.09.14

OUTFEST_programa completo

 

11ª EDIÇÃO DO OUT.FEST – 2 A 5 DE OUTUBRO DE 2014

PROGRAMA COMPLETO JÁ REVELADO

 

Entre os dias 2 e 5 de Outubro, o Barreiro volta a ser palco do OUT.FEST – Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro. Recentemente, a OUT.RA – Associação Cultural, organizadora do evento, com o apoio protocolado da Câmara Municipal do Barreiro, anunciou o programa completo da 11ª edição do Festival.

 

O OUT.FEST conta, ainda, com o apoio da BAÍA DO TEJO e da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, sendo a maior parte do seu financiamento assegurada pela DIRECÇÃO-GERAL DAS ARTES.

 

Ao longo de quatro dias, reúnem-se no Concelho músicos nacionais e internacionais. O programa deste ano reúne produções musicais oriundas da Holanda, Alemanha, Reino Unido, Áustria e Estados Unidos.

 

As bandas FAUST e THE EX, o duo de PETER BRÖTZMANN & STEVE NOBLE, o guitarrista e compositor FENNESZ, o trio rock MAGIK MARKERS, o quinteto do trompetista PETER EVANS, o britânico DEAN BLUNT, o norte-americano CHARLES COHEN, RABIH BEAINI, CARLA BOZULICH são os talentos internacionais desta edição.  

 

Pelo Festival irão passar os músicos nacionais: NORBERTO LOBO, RODRIGO AMADO WIRE QUARTET, OPEN MIND ENSEMBLE e PUTAS BÊBADAS.   

 

A nível nacional, o programa inclui o guitarrista NORBERTO LOBO, de regresso ao festival após presença na edição de 2010; RODRIGO AMADO WIRE QUARTET, cujo disco de estreia tem recolhido elogios unânimes da crítica de jazz mundial, os OPEN MIND ENSEMBLE, uma formação que conta com vários nomes relevantes do jazz e da música improvisada nacionais e os lisboetas PUTAS BÊBADAS.

 

Programa

 

1, 2 e 3 de outubro | Teatro Municipal do Barreiro

 

A cantautora norte-americana CARLA BOZULICH regressa ao Barreiro, após participação na edição de 2013, para um workshop de três dias destinado a músicos e não-músicos de ambos os sexos, maiores de 16 anos, realizado em parceria com a Arteviva – Companhia de Teatro do Barreiro, que culminará com uma atuação pública. Informações e inscrições para o mail: workshpos@outra.pt .

 

2 de outubro  | Be Jazz Café | 21h30 | 8 €

 

PETER BRÖTZMANN & STEVE NOBLE, da Alemanha e Inglaterra, respetivamente, consagrados músicos de jazz, tocam sons delicados e swinging e por vezes frontal free jazz.

 

Na mesma noite, atua o músico português NORBERTO LOBO. O seu mais recente trabalho Mel Azul foi considerado um dos melhores álbuns nacionais de 2012 pela imprensa e pelo mundo online da especialidade. 

 

3 de outubro | Escola de Jazz do Barreiro | 15h30 | Entrada Livre

 

Oportunidade para ver e ouvir o quinteto do trompetista PETER EVANS, reconhecido no panorama do Jazz mundial, que orientará ainda, para além do concerto, umamasterclass, de entrada livre, na Escola de Jazz do Barreiro.

 

3 de outubro | Casa da Cultura da Baía do Tejo | 21h30 | 12€

 

Da Áustria chega o guitarrista e compositor FENNESZ, nome de topo da música eletrónica ambiental.

De seguida atua o britânico DEAN BLUNT, figura de renome da cena alternativa britânica nos últimos cinco anos. A recente capa da revista britânica The Wire, que no ano anterior esteve presente no Barreiro, em cobertura ao festival, comprova esse mesmo estatuto.

 

PETER EVANS QUINTET, trompetista radicado em Nova Iorque tem-se distinguido como um dos produtos mais evoluídos e avançados do estudo das práticas e das histórias do trompete e do Jazz.

 

4 de outubro | Teatro Municipal do Barreiro | 16h00 | Entrada Livre

 

CARLA BOZULICH – Concerto final do workshop.

 

4 de outubro | Be Jazz Café | 17h00 | Entrada livre

 

RODRIGO AMADO é atualmente um dos músicos de Jazz nacionais com maior projeção a nível internacional. O seu WIRE QUARTET tem recebido o reconhecimento da crítica especializada.

 

OPEN MIND ENSEMBLE grupo sediado maioritariamente na capital e composto por vários dos notáveis do panorama nacional, entre os quais o saxofonista Francisco Andrade, uma das figuras maiores do Jazz no Barreiro. 

 

4 de outubro | Pavilhão do G.D. Ferroviários | 21h30 | 12€

 

Da Alemanha chegam os lendários FAUST, banda absolutamente fundamental na génese do rock germânico dos anos 70. De referir que a banda prevê chegar vários dias antes, à cidade, em busca de componentes para o seu espetáculo, famoso também pela utilização de materiais inusitados como chapas de zinco, betoneiras, ou objetos quotidianos.

 

Na ocasião, atuam os veteranos holandeses THE EX dão nome a uma banda com mais de três décadas de carreira dedicadas às explorações do punk.

 

A festa promete continuar com as atuações do trio rock norte-americano MAGIK MARKERS e da banda portuguesa PUTAS BÊBEDAS.

 

 

5 de outubro  | Convento de Madredeus da Verderena | 17h00 | Entrada Livre

 

O norte-americano CHARLES COHEN atua no encerramento do Festival, apresentando, pela primeira vez no País, a sua música resultante da exploração do raro sintetizador Buchla Music Easel. Nesse mesmo dia, destaque para a presença do primeiro músico oriundo do Médio-Oriente no OUT.FEST, o libânes, residente em Berlim, RABIH BEAINI.

 

Os passes globais, ao custo de 25€, e os bilhetes diários para o OUT.FEST, com preços entre os 8€ e os 12€, encontram-se já à venda via Bilheteira Online, emhttp://outfest.bilheteiraonline.pt/ e locais associados e no Posto de Turismo do Barreiro, Balcão de Informações do Fórum Barreiro e na discoteca Flur, em Lisboa.

 

Todas as informações podem ser encontradas em www.outfest.pt e através dofacebook do festival, em www.facebook.com/OUTFESTBarreiro .

 

CMB 2014-09-09



publicado por olhar para o mundo às 10:08 | link do post | comentar

Segunda-feira, 08.09.14

Companhias e artistas de Portugal, Itália, Chile, Reino Unido e Espanha.


O Gesto Orelhudo, a edição treze!


http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo
1 a 4 Outubro 2014
ÁGUEDA


“The Vocal Orchestra” actua pela primeira vez em Portugal, no 13º Festival “O Gesto Orelhudo”
https://www.youtube.com/watch?v=fvgf5CeXVR8

Águeda volta a fundir música e teatro para mais uma edição do Festival O Gesto Orelhudo, um dos mais reconhecidos eventos d’Orfeu. De 1 a 4 de Outubro próximo, sem superstições, “O Gesto Orelhudo” chega à sua 13ª edição, apresentando 10 espectáculos de companhias e artistas de Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido e Chile.

Este ano, além da mítica tenda do Espaço d’Orfeu - onde a musicomédia acontece -, o festival faz também do Cine-Teatro São Pedro palco principal em cada noite, para os espectáculos de grande formato. E por aí não se fica, com a novidade dos aperitivos orelhudos, ao fim da tarde, em lugares informais da cidade. O festival mantém ainda uma programação paralela, com sessões escolares e outras pontes com as instituições locais, estimulando os hábitos culturais e tornando a oferta cultural acessível a toda a comunidade.

Nesta 13ª edição, com as palavras embebidas em música, poderemos assistir a espectáculos de pequeno formato como "Hamlet em Pessoa" (André Gago e Carlos Barreto), "20Dizer" (Trigo Limpo teatro ACERT) e "Circo Mediático" (Américo Rodrigues). Para o horário nobre, estão confirmados os espectáculos "Deixem o Pimba em Paz" (com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo), "The Best Of Leo Bassi", "Liberdade" (de Sérgio Godinho) e os britânicos “The Vocal Orchestra”. Da gama musicómica, chegam este ano Murmuyo (Chile) e, de Espanha, os andaluzes Hermanos Infoncundibles e o galego Peter Punk. Em propostas tão distintas, o humor chegará ao 13º Festival “O Gesto Orelhudo” de muitas formas, das mais intimistas às mais extravagantes.  

O Passe Orelhudo, válido para todo o festival, estará antecipadamente à venda. Toda a informação sobre programa e bilhetes está já disponível em http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo. Este festival é uma iniciativa conjunta da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, parceria que faz de “O Gesto Orelhudo” uma marca de Águeda. Todos os anos.

Na publicação das fotos, é obrigatória a menção dos respectivos créditos.

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 19:26 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.08.14

Azurara Beach Party: a Maior Beach Party da Europa

 

A edição deste ano apresenta uma grande novidade. Pela primeira vez, o evento decorre ao longo de dois dias: 30 e 31 de Agosto, este último em formato sunset. A Azurara Beach Party afirma-se, assim e cada vez mais, como um evento de referência à escala internacional.

O evento este ano irá contar com um palco DJ Mag - a revista de referência no panorama da música eletrónica. Mais uma prova da afirmação da Azurara Beach Party a uma escala internacional.

Nesta décima primeira edição, a Azurara Beach Party surge empenhada em, mais uma vez, se distinguir entre os eventos de Verão, apresentando um cartaz eclético e transversal, com artistas reconhecidos globalmente pela sua qualidade.

Artistas: Axwell, Klangkarussel (live), Netsky (live), Faul, Naughty Boy (Soundsystem), Bassjackers, SBCR (The Bloody Beetroots), Jay Hardway, Alice Francis (live), Davide Squillace, Neverdogs, Deetron, Matias Aguayo, Elliphant (live), DJ Patife, Diego Miranda, Rui Vargas, Magazino, Pedro Tabuada, Freshkitos, Remotion, Mishka, DJ/MC Demo, Overule, Xibata, Sexation, Nelson Freitas, Kataleya ou Landrinck - entre muitos outros, num total superior a 50 divididos por 3 palcos.

Os ingressos encontram-se já disponíveis nos locais habituais (Fnac, Worten, Agência Abreu e El Corte Inglés), ticketline e em last2ticket. Em venda antecipada, o bilhete diário custa 20€ (oferta de 1 bebida de cápsula) e o passe para os dois dias 30€ (oferta de duas bebidas de cápsula). Os primeiros 2000 passes incluem, ainda, a oferta de um par de óculos de sol Azurara.

No dia, o bilhete diário custa 25€ e o passe para os dois dias 35€.

 

CRIANÇAS COM ENTRADA GRATUITA, NUM AMBIENTE PARA TODA A FAMÍLIA

A maior Beach Party da Europa terá entrada gratuita para todas as crianças (entre os 6 e os 12 anos) que se façam acompanhar por um adulto e mediante a apresentação de documento de identificação.

A Azurara Beach Party assume-se, assim, como um evento orientado para toda a família - nos dias 30 e 31 de Agosto, em Vila do Conde.

Paralelamente à oferta musical, várias serão as atividades disponíveis: salto negativo, insufláveis, aulas de dança, lojas tribais, entre outras.

 

 

www.azurara-beachparty.com
info@azurara-beachparty.com

facebookhttp://www.facebook.com/beachpartyazurara
twitterhttp://twitter.com/AzuraraBeachPar
instagramhttp://instagram.com/azurarabeachparty


publicado por olhar para o mundo às 12:37 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.08.14

11ª EDIÇÃO DO OUT.FEST – 2 A 5 DE OUTUBRO DE 2014

 

11ª EDIÇÃO DO OUT.FEST – 2 A 5 DE OUTUBRO DE 2014

BILHETES JÁ À VENDA

 

A banda THE EX, o duo de PETER BRÖTZMANN & STEVE NOBLE, o guitarrista e compositor FENNESZ, o trio rock MAGIK MARKERS e o quinteto do trompetista PETER EVANS são nomes já anunciados para a 11ª edição do OUT.FEST – Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro, a realizar entre os dias 2 e 5 de outubro, em vários locais do Concelho.

 

O Festival organizado pela OUT.RA - Associação Cultural - e apoiado pela Câmara Municipal do Barreiro, é já uma referência em Portugal e no estrangeiro. O OUT.FEST conta, ainda, com o apoio da BAÍA DO TEJO e da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.

 

Ao longo de quatro dias, reúnem-se no Concelho músicos de diversas nacionalidades. Para este ano, até ao momento, estão confirmados músicos oriundos da Holanda, Alemanha, Inglaterra, Áustria e Estados Unidos.

 

Os veteranos holandeses THE EX dão nome a uma banda com mais de três décadas de carreira dedicadas às explorações do punk.

 

Está confirmada a passagem pelo Barreiro do duo PETER BRÖTZMANN & STEVE NOBLE, da Alemanha e Inglaterra, respetivamente, consagrados músicos de jazz.

 

Da Áustria chega o guitarrista e compositor FENNESZ, nome de topo da música eletrónica ambiental e dos Estados Unidos o trio rock MAGIK MARKERS e o quinteto do trompetista PETER EVANS, reconhecido no panorama do jazz mundial.

 

Os primeiros passes globais para o OUT.FEST, ao preço de 25€, encontram-se já à venda via Bilheteira Online, emhttp://www.bilheteiraonline.pt/Comprar/Bilhetes/20786-out_fest_passe_2014-barreiro/ e locais associados.

 

De salientar que no final de agosto, a organização promete revelar o cartaz completo, locais dos concertos e as diversas tipologias de bilhetes.

 

Todas as novidades podem ser seguidas através do facebook do festival, emwww.facebook.com/OUTFESTBarreiro.

 

Segundo Rui Pedro Dâmaso presidente da Direção da OUT.RA – Associação Cultural,“nesta 11ª edição voltamos a mostrar o porquê de termos colocado o termo ‘exploratório’ no léxico de todos quantos creem na música como forma de expressão inigualável daquilo que é propriamente humano, que é aventureiramente humano, em mais quatro dias de simbiose entre cidade e som, criador e público, periferia e proximidade”.

 

 

A reprodução textual da informação implica a referência da sua autoria: CMB

CMB 2014-08-07



publicado por olhar para o mundo às 12:18 | link do post | comentar

Quinta-feira, 31.07.14

Festival Jazz de Viana associa-se à luta contra tortura

Um concerto de bateria construída com objetos associados à tortura é a novidade do "Jazz na Praça da Erva", entre 7 e 9 de agosto em Viana do Castelo, inserido na campanha mundial ‘Stop Torture', anunciou hoje à organização.

 

"O objetivo é chamar a atenção para um problema que, segundo o relatório mais recente da Amnistia Internacional (AI), subsiste em 141 países, cerca de três quartos de todos os países que existem no mundo", explicou Luís Braga do núcleo local da AI.

 

O concerto "bateria tortura" está marcado para 8 de agosto integrado na programação da 23.ª edição do festival de jazz de Viana do Castelo, apresentada hoje publicamente.

 

"A bateria utilizada nesta ‘performance’ é feita de objetos do nosso dia-a-dia que, em muitos países, são utlizados como instrumentos de tortura. Por exemplo, os pratos da bateria são as coberturas de candeeiros metálicos. Mas há bidões, baldes arames, facas, fios elétricos. A ideia é dizer às pessoas que a tortura diz respeito a toda a gente. No fim do concerto, convidamos as pessoas a assinarem as petições no sentido de nos ajudarem a acabar com esta prática", sublinhou Luís Braga.

 

Nigéria, México, Marrocos, Filipinas e Uzbequistão são os países que mais preocupam a AI por afetar "pessoas comuns".

 

"Há casos muito singelos de mães que são torturadas que vão reclamar da situação de filhos que estavam detidos. Não estamos a falar de políticos ou de ativistas de grande visibilidade", avançou.

 

A ideia de incluir este espetáculo na 23ª edição do "Jazz na Praça da Erva" foi proposta pelo núcleo local da AI à promotora do festival que convidou dois bateristas para tocarem o instrumento construído por Rui Pina.

 

Depois do concerto o instrumento ficará exposto até setembro num espaço da cidade para sensibilização da população para esta causa.

A 23.ª edição do Festival de Jazz de Viana do Castelo arranca dia 7 de agosto no mítico palco que o viu nascer e lhe deu o nome, a Praça da Erva, em pleno centro histórico da cidade com o concerto dos "Espécie de Trio".

 

No dia 8, antes do concerto de bateria, atuam no mesmo espaço osc.

 

O festival, este ano subordinado ao tema "Os caminhos do Jazz-fusão e globalidade" fecha com Mário Laginha e o seu mais recente projeto, "Terra Seca" no Teatro Municipal Sá de Miranda.

 

"É um espetáculo imperdível porque representa um momento especial na carreira do Mário Laginha, vai funcionar durante um período de tempo limitado e foi apresentado em muito poucos locais", adiantou David Martins, o promotor do festival que conta com o apoio da Câmara Municipal.

 

O bilhete custa 12 euros e é o único espetáculo do festival com entrada paga.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:06 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.07.14

Júlio Pereira e Fairport Convention em Go Folk Fest

O músico Júlio Pereira (na fotografia) e o grupo britânico Fairport Convention são os destaques do 1.º festival internacional de música folk a realizar no Parque da Senhora dos Verdes, em Gouveia, na próxima sexta-feira e no sábado.

 

O Go Folk Fest é promovido pela Associação de Beneficência Popular de Gouveia (ABPG), no âmbito do programa comemorativo do centenário do jornal Notícias de Gouveia, propriedade daquela instituição.

 

O festival começa na sexta-feira, às 21h30, com a atuação do grupo nacional "A Presença das Formigas", formado por Sara Vidal (voz), Manuel Maio (violino, bandolim, cavaquinho e voz) André Cardoso (guitarras e voz), Miguel Cardoso (baixo elétrico, viola braguesa e voz), Rui Ferreira (acordeão e teclados) e Rui Lúcio (bateria e percussão).

 

Segundo o programa hoje divulgado, às 23h00 haverá um espetáculo de música céltica pelos escoceses Fraser Fifield & Graeme Stephen.

 

A primeira noite do Go Folk Festival encerra com a atuação do grupo inglês The Strawbs, a partir das 00h15, formado por Dave Cousins (voz, guitarra e banjo), Dave Lambert (guitarras e voz) e Chas Cronk (baixo, guitarra e voz).

 

No sábado, pelas 20h30, sobem ao palco os espanhóis Noega e, às 22h00, começa o concerto de Júlio Pereira, acompanhado por Sandra Martins (violoncelo), Miguel Veras (guitarra) e Luís Peixoto (bandolim).

 

O festival termina com a atuação da banda inglesa Fairport Convention (23h45), considerada uma "lendária formação da folk britânica".

 

Luís Carrilho, presidente da ABPG, disse hoje à agência Lusa que o festival internacional de música folk surgiu com o objetivo de oferecer ao público "uma música diferente", que representasse "alguma novidade" no panorama nacional e que "ombreasse" com os 100 anos do jornal centenário Notícias de Gouveia.

 

O evento musical também foi projetado tendo em conta a existência do Parque da Senhora dos Verdes, onde a ABPG investiu cerca de cinco milhões de euros.

 

Luís Carrilho assume que o espaço e o cartaz "garantem a qualidade" do evento, para o qual deseja a participação de duas mil pessoas. A organização disponibiliza acampamento gratuito no parque de campismo local, mediante a apresentação do bilhete de acesso ao festival.

 

Os preços para o Go Folk Fest de Gouveia variam entre os 10 euros (sexta-feira), 15 euros (sábado) e 20 euros (para os dois dias).

 

Os bilhetes podem ser adquiridos no local ou previamente aos balcões dos CTT e através do portal do festival, em www.gaudela.net/gofolk.

 

Estão também à venda nas receções da Unidade de Cuidados Continuados da ABPG e da piscina do Parque da Senhora dos Verdes, em Gouveia.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 20:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.07.14

quinta 24 Julho, 22h00 – Largo 1º Maio (AgitÁgueda), ÁGUEDA
sexta 25 Julho, 22h00 – Praça da República, OVAR

MEHDI NASSOULI (Marrocos)


VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=cfN_JAcIo6Y

O exotismo de Marrocos nos últimos concertos do Festim 2014!

Mehdi Nassouli é um músico talentoso e exuberante, jovem estrela no seu país. Inspira-se, desde criança, nos ritmos e sonoridades dos instrumentos tradicionais marroquinos, sendo já um enorme representante do estilo gnawa, género musical identitário de Marrocos, caracterizado pela busca do transe colectivo através do ritmo frenético. A energia e exotismo do norte de África, numa expressão cultural tão longínqua quanto próxima, a encerrar em grande festa o Festim 2014, numa 6ª edição para recordar.
             
http://www.festim.pt/
Richard Galliano (França) * Yves Lambert (Québec, Canadá)     
Bollywood Masala Orchestra (Índia) * Coetus (Espanha)
Fanfare Ciocarlia (Roménia) *
 The Skatalites (Jamaica)
Mehdi Nassouli (Marrocos)

6 Junho a 25 Julho 2014 |  6ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO


http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 23:37 | link do post | comentar

Domingo, 20.07.14

Amplifest volta ao Porto em outubro com edição «mais ambiciosa até à data»

A quarta edição do Amplifest vai decorrer no Porto, a 4 e 5 de outubro, sendo a “mais ambiciosa até à data”, disse esta sexta-feira a organização do evento, que conta Peter Brötzmann, Swans (na foto) e Wovenhand, entre outros.

O cartaz do evento, que vai decorrer no Hard Club e no Gare, ficou encerrado esta semana e inclui ainda artistas como o australiano Ben Frost, para além dos repetentes em território nacional Cult of Luna, a cantora Marissa Nadler, os norte-americanos Yob e os holandeses Urfaust.

Em declarações à Lusa, o organizador André Mendes explicou que “não é por acaso” que na própria imagem do festival se encontra um coração ao centro: “Mais do que nunca, esta é uma edição que fazemos com o peito, é uma edição que nos sai completamente de dentro”.

“Vamos apostar num Amplifest a três palcos, com algo que não se pode resumir a música: filmes, exposições, conversas e debates com os artistas envolvidos, um ‘mainfloor’ do Hard Club cheio de discos e um ambiente íntimo, de partilha entre os artistas e todos os que se decidirem a partilhar desta experiência connosco. Acho justo dizer que não é uma ambição que queremos guardar para nós”, afirmou André Mendes.

Segundo a organização, a edição de 2013 do festival teve a participação de 30% de visitantes estrangeiros, desde a “vizinha Espanha até à Rússia, passando pela França, Itália, Alemanha, Inglaterra, Suíça, Finlândia e Suécia”.

“Sentes que estás a fazer um bom trabalho quando motivas não só aquele miúdo que poupou durante meses para poder viver este fim-de-semana connosco como alguém vem de tão longe como São Petersburgo e que gastou um dinheirão em transportes, alojamento e refeições (lá está, na nossa cidade) para aqui estar”, referiu André Mendes, que lamentou a falta de resposta por parte da Câmara Municipal do Porto aos vários contactos efetuados.

O responsável da Amplificasom sublinhou que o Amplifest “não é um festival, é mesmo uma experiência” e questionado sobre o alargamento do evento para lá do Hard Club explica que têm uma “série de ideias e espaços para fazer crescer o Amplifest de forma saudável, mas a acontecer no Porto”.

Sobre a continuidade do evento em 2015, André Mendes é claro: “O público decide, literalmente. Analisando o mais friamente possível, temos um evento que tem de ser vendido exatamente naqueles dias e se o resultado não for positivo não há como transportar o ‘stock’ de volta ao armazém”.

Os passes de dois dias para o evento custam 65 euros, enquanto bilhetes de um dia são de 35 euros.

 

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:29 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.07.14

Festival Vilar de Mouros 2014, o 1º Festival 100% de Economia Social Palco Histórico acolhe Vilar de Mouros Sunset   Encerrada a programação do Palco Principal do Festival Vilar de Mouros, são agora divulgados os artistas que, de 31 de Julho a 2 de Agosto, irão actuar no Palco Histórico: Budda Power Blues (Blues), Búfalo (Rock), Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz), The Lazy Faithful (Rock), Trio Págu (MPB) e Youthculture (Reggae).   Vilar de Mouros, que é o 1º Festival 100% de Economia Social, aposta, assim, numa programação ecléctica, para  toda a família, direccionada para várias faixas etárias e para vários gostos musicais, tal como desde a sua primeira edição em 1971.   Ao Palco Principal irão subir os nomes mais conhecidos do cartaz do festival, artistas nacionais (Pedro Abrunhosa, Xutos & Pontapés, Blind Zero, Blasted Mechanism, Trabalhadores do Comércio, José Cid, Deolinda e Capitão Fausto) e internacionais (os UB40 de Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue, Guano Apes, La Union, The Stranglers e Tricky), com carreiras mais longas ou mais recentes, com sucessos mais massificados ou com epíteto de artista ou grupo de culto.   No Palco Histórico vão realizar-se as actuações Vilar de Mouros Sunset, com uma programação temática. No dia 31 de Julho, os Youthculture (Reggae) e o Trio Págu (MPB) trazem vertentes diferentes de World Music; no dia 1 de Agosto o pôr-do-sol será ao som de Jazz & Blues, com os Budda Power Blues (Blues) e Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz); no dia 2 de Agosto, será a vez do Rock dos The Lazy Faithful e de Búfalo.   No dia 30 de Julho, a entrada é gratuita e o recinto abrirá às 18h00 para a recepção ao campista e para a animação com Djs durante a noite. Os espectáculos no Palco Principal decorrem a partir das 19h30 (excepto no dia 1, que têm início às 19h00); no Palco Histórico, a partir das 17h00. Entre os dias 31 de Julho e 2 de Agosto, o recinto do festival funcionará entre as 16h30 e as 06h00.   O acesso ao festival poderá ser efectuado através da aquisição de um bilhete diário por 30,00€, ou de um passe de três dias por 60,00€ (com campismo incluído).   Além do cartaz musical, o Festival traz consigo um conceito inovador no nosso país, pois o Festival Vilar de Mouros 2014 é o primeiro grande evento de Economia Social, organizado exclusivamente por uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social), a Fundação AMA Autismo (www.fundacaoamaautismo.pt), sendo que todas as receitas do FVM 2014 serão aplicadas na construção do primeiro edifício multifuncional dirigido à população com Perturbação do Espectro do Autismo.   O Festival Vilar de Mouros VOLTOU e faz história ao contribuir para que a música preste o seu tributo a uma causa social.   MAIS SURPRESAS EM BREVE!   ::::   vilar-mouros-verde-03.jpgvilar-mouros-01.jpg MÚSICA + NATUREZA + HISTÓRIA + SOLIDARIEDADE SOCIAL   CARTAZ     31 de Julho Quinta 1 de Agosto Sexta 2 de Agosto Sábado   Palco Principal     UB40’s Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue LA UNION BLIND ZERO TRABALHADORES DO COMÉRCIO CAPITÃO FAUSTO     PEDRO ABRUNHOSA THE STRANGLERS BLASTED MECHANISM JOSÉ CID   GUANO APES XUTOS E PONTAPÉS TRICKY DEOLINDA     Palco Histórico Vilar de Mouros Sunset     Youthculture (Reggae) Trio Págu (MPB)   Budda Power Blues (Blues) Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz)     The Lazy Faithful (Rock) Búfalo (Rock) Nota: No dia 30 de Julho, decorre a recepção ao campista, a partir das 18h00, e a noite será animada por DJs. A entrada é gratuita nesse dia.      2 palcos (palco principal + palco histórico) DJs Campismo Actividades radicais  (slide, rappel, canoagem, arborismo, parede de escalada 10 metros) Gastronomia   PREÇOS Bilhete diário: 30,00€ Passe 3 dias: 60,00€ (com campismo incluído)   BILHETES À VENDA EM Last2ticket.com www.vilardemouros.last2ticket.com Ticketline.sapo.pt ticketline.sapo.pt/evento/vilar-de-mouros-8445 CTT www.ctt.pt/feblh/sku.jspx?shopCode=BLHT&itemCode=76437&idShow=76437&categoryCode=25000000636   HORÁRIOS INÍCIO PALCO PRINCIPAL: 19h30  (à excepção do dia 1 de Agosto, cujas actuações começam às 19h00)   INÍCIO PALCO HISTÓRICO: 17h00   ABERTURA do RECINTO 30 de Julho: 18h00 31 de Julho, 1 e 2 de Agosto: 16h30   ENCERRAMENTO do RECINTO: 06h00   LINKS www.festivalvilardemouros.com www.facebook.com/FestivalVilarDeMouros www.fundacaoamaautismo.pt   MAIS SURPRESAS EM BREVE!

 

Festival Vilar de Mouros 2014, o 1º Festival 100% de Economia Social

Palco Histórico acolhe Vilar de Mouros Sunset

 

 

Encerrada a programação do Palco Principal do Festival Vilar de Mouros, são agora divulgados os artistas que, de 31 de Julho a 2 de Agosto, irão actuar no Palco Histórico: Budda Power Blues (Blues), Búfalo (Rock), Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz), The Lazy Faithful (Rock), Trio Págu (MPB) e Youthculture (Reggae).

 

Vilar de Mouros, que é o 1º Festival 100% de Economia Social, aposta, assim, numa programação ecléctica, para  toda a família, direccionada para várias faixas etárias e para vários gostos musicais, tal como desde a sua primeira edição em 1971.

 

Ao Palco Principal irão subir os nomes mais conhecidos do cartaz do festival, artistas nacionais(Pedro Abrunhosa, Xutos & Pontapés, Blind Zero, Blasted Mechanism, Trabalhadores do Comércio, José Cid, Deolinda e Capitão Fausto) e internacionais (os UB40 de Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue, Guano Apes, La Union, The Stranglers e Tricky), com carreiras mais longas ou mais recentes, com sucessos mais massificados ou com epíteto de artista ou grupo de culto.

 

No Palco Histórico vão realizar-se as actuações Vilar de Mouros Sunset, com uma programação temática. No dia 31 de Julho, os Youthculture (Reggae) e o Trio Págu (MPB) trazem vertentes diferentes de World Music; no dia 1 de Agosto o pôr-do-sol será ao som de Jazz & Blues, com os Budda Power Blues (Blues) e Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz); no dia 2 de Agosto, será a vez do Rock dos The Lazy Faithful e de Búfalo.

 

No dia 30 de Julho, a entrada é gratuita e o recinto abrirá às 18h00 para a recepção ao campista e para a animação com Djs durante a noite. Os espectáculos no Palco Principal decorrem a partir das 19h30 (excepto no dia 1, que têm início às 19h00); no Palco Histórico, a partir das 17h00. Entre os dias 31 de Julho e 2 de Agosto, o recinto do festival funcionará entre as 16h30 e as 06h00.

 

O acesso ao festival poderá ser efectuado através da aquisição de um bilhete diário por 30,00€, ou de um passe de três dias por 60,00€ (com campismo incluído).

 

Além do cartaz musical, o Festival traz consigo um conceito inovador no nosso país, pois o Festival Vilar de Mouros 2014 é o primeiro grande evento de Economia Social, organizado exclusivamente por uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social), a Fundação AMA Autismo(www.fundacaoamaautismo.pt), sendo que todas as receitas do FVM 2014 serão aplicadas na construção do primeiro edifício multifuncional dirigido à população com Perturbação do Espectro do Autismo.

 

O Festival Vilar de Mouros VOLTOU e faz história ao contribuir para que a música preste o seu tributo a uma causa social.

 

MAIS SURPRESAS EM BREVE!

 

::::

 

 

MÚSICA + NATUREZA + HISTÓRIA + SOLIDARIEDADE SOCIAL

 

CARTAZ

 

 

31 de Julho

Quinta

1 de Agosto

Sexta

2 de Agosto

Sábado

 

Palco Principal

 

 

UB40’s Ali Campbell,

Astro and Mickey Virtue

LA UNION

BLIND ZERO

TRABALHADORES DO COMÉRCIO

CAPITÃO FAUSTO

 

 

PEDRO ABRUNHOSA

THE STRANGLERS

BLASTED MECHANISM

JOSÉ CID

 

GUANO APES

XUTOS E PONTAPÉS

TRICKY

DEOLINDA

 

 

Palco Histórico

Vilar de Mouros Sunset

 

 

Youthculture (Reggae)

Trio Págu (MPB)

 

Budda Power Blues (Blues)

Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz)

 

 

The Lazy Faithful (Rock)

Búfalo (Rock)

Nota: No dia 30 de Julho, decorre a recepção ao campista, a partir das 18h00, e a noite será animada por DJs. A entrada é gratuita nesse dia.

 

 

 

2 palcos (palco principal + palco histórico)

DJs

Campismo

Actividades radicais 

(slide, rappel, canoagem, arborismo, parede de escalada 10 metros)

Gastronomia

 

PREÇOS

Bilhete diário: 30,00€

Passe 3 dias: 60,00€

(com campismo incluído)

 

BILHETES À VENDA EM

Last2ticket.com

www.vilardemouros.last2ticket.com

Ticketline.sapo.pt

ticketline.sapo.pt/evento/vilar-de-mouros-8445

CTT

www.ctt.pt/feblh/sku.jspx?shopCode=BLHT&itemCode=76437&idShow=76437&categoryCode=25000000636

 

HORÁRIOS

INÍCIO PALCO PRINCIPAL: 19h30 

(à excepção do dia 1 de Agosto, cujas actuações começam às 19h00)

 

INÍCIO PALCO HISTÓRICO: 17h00

 

ABERTURA do RECINTO

30 de Julho: 18h00

31 de Julho, 1 e 2 de Agosto: 16h30

 

ENCERRAMENTO do RECINTO: 06h00

 

LINKS

www.festivalvilardemouros.com

www.facebook.com/FestivalVilarDeMouros

www.fundacaoamaautismo.pt

 

MAIS SURPRESAS EM BREVE!



publicado por olhar para o mundo às 21:58 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16.07.14

MUVI Lisboa - Festival Internacional de Música no Cinema

MUVI Lisboa'14, em acção



MUVI Lisboa - Festival Internacional de Música no Cinema é o projeto mais recente da FWD Coop CRL, que conta com o apoio da EGEAC, entre outros, e de um grande número de amigos e colaboradores que subiram ao barco por partilharem a mesma paixão pela música e pelo cinema.

Ambiciosos, querem fazer o primeiro festival de cinema específico sobre música. O objectivo é invadir o Cinema São Jorge em Lisboa, de 3 a 7 de setembro, com o que de melhor se tem feito no âmbito do cinema sobre música e o line-up é tão ambicioso quanto eles.

Pelo palco principal querem ver desfilar filmes autorais, videoclips, documentários e filmes biográficos, e já têm mais de 300 filmes submetidos. Fora da corrida ao prémio querem ainda dar destaque a alguns Acordes Históricos e nos palcos secundários vão colocar a cultura, a música e o cinema a dançar ao mesmo ritmo através de palestras, concertos, atuações de djs e exposições.

Mas, sozinhos, eles não vão conseguir colocar o Muvi Lisboa em acção. Cliquemaqui e ajudem esta equipa a provar que a música merece ter o seu próprio palco dentro do cinema. Eles recompensam todos quantos ajudarem, mesmo que seja apenas com 1 euro.

Porque para começar uma canção é preciso apenas 1 acorde.


publicado por olhar para o mundo às 21:43 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.07.14

The ramblers

 

 

 

 

SANTA MARIA BLUES 2014
 DIA 17 DE JULHO - QUINTA

Os The Ramblers têem presença marcada no Festival Santa Maria Blues 2014.


Os lisboetas em 2012 editaram o Ep"Yer Vinyl" pela Mobydick Records. Em 16 cidades, com 30 concertos a Tourné passou por palcos de todos formatos em Festivais, Clubes, Bares, Salas de Espectáculos e Teatros. 


No Próximo mês de Agosto quando muitos estão em férias os The Ramblers entrarão mas uma vez nos estúdios da Mobydick Records para gravarem o 1.º Álbum.

 

O Convite está feito!  Nos encontramos em Santa Maria!


publicado por olhar para o mundo às 12:15 | link do post | comentar

Domingo, 13.07.14

Tom de Festa

 

A chegada com amigos

Acabado o trabalho, sai de casa com a família e amigos com quem combinou/convidou e vem para o Novo Ciclo ACERT. Por volta das 19h, entra e visita as várias exposições — todos os dias há mais um artista a mostrar as suas obras — participa numa das muitas iniciativas que, de meia em meia hora, estão a acontecer — conversa com escritores/escuta de livros, teatro, filmes, artes plásticas, debates, dança, prova do produto local do dia… tantas alternativas para um dia só...

 

A chegada com amigos

Acabado o trabalho, sai de casa com a família e amigos com quem combinou/convidou e vem para o Novo Ciclo ACERT. Por volta das 19h, entra e visita as várias exposições — todos os dias há mais um artista a mostrar as suas obras — participa numa das muitas iniciativas que, de meia em meia hora, estão a acontecer — conversa com escritores/escuta de livros, teatro, filmes, artes plásticas, debates, dança, prova do produto local do dia… tantas alternativas para um dia só...
 


Jantando no festival

Então, pensa com os seus botões: “E se fosse jantar e no final visse o resto?”. Seu dito, seu feito! Eis que se senta refasteladamente num dos espaços onde pode saborear uma boa refeição por 11€ com tudo incluído (entrada, sopa, prato, bebida e sobremesa). No final, como os concertos só se iniciam às 22h, pode ainda assistir e participar nas atividades que deixou para digestivo e procurar as que estão a acontecer a cada momento e em locais diferenciados.
 


Os Concertos

Chegaram as 22h e tomou o seu lugar no Auditório ao Ar-Livre.  Gostou e entusiasmou-se? Então, não vá logo para casa e escolha o que o programa lhe reserva ou, tão simplesmente, coma um petisco com uma boa conversa com as pessoas que conhece ou que, a partir deste dia, passou a conhecer.


No dia seguinte, ao preparar-se para ir para o trabalho, poderá estar com mais vigor para enfrentar mais uma jornada. 

 

Se a noite anterior lhe deixou bons sinais e recordações, não hesite e aumente as possibilidades de ser feliz, porque as “tristezas não pagam dívidas” e Tom de Festa só há uma vez no ano.

Chega dia 20, é domingo e acabou o Tom de Festa. Não desanime pois a ACERT é uma casa aberta 365 dias por ano, possibilitando-lhe viver a festa em muitos outros momentos em que deseje participar, fruir e ter a cultura, conhecimento e sociabilização como sua companhia. 


Bons dias de festa!


publicado por olhar para o mundo às 22:58 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10.07.14

Festival Vilar de Mouros 2014 ESTÁ FECHADO O CARTAZ do 1º FESTIVAL 100% de ECONOMIA SOCIAL

 

Festival Vilar de Mouros 2014

ESTÁ FECHADO O CARTAZ do 1º FESTIVAL 100% de ECONOMIA SOCIAL

 

Está fechado o cartaz da edição que traz de volta o mais histórico dos festivais de Portugal, Vilar de Mouros, que se realiza entre 30 de Julho e 2 de Agosto de 2014.

 

A somar aos nomes já divulgados, Blind Zero, Capitão Fausto, Deolinda, Guano Apes, José Cid, The Stranglers, Trabalhadores do Comércio e Xutos e Pontapés, são agora anunciadas as mais recentes, e definitivas, confirmações: Blasted Mechanism, La Union, Pedro Abrunhosa, Tricky e UB40’s Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue.

 

O festival propriamente dito tem início a 31 de Julho, mas o dia 30 será dedicado à recepção ao campista, a partir das 18h00, e está prevista animação com DJs, noite dentro, sendo a entrada gratuita.

 

Para além das suas já conhecidas vertentes, musical, natural e histórica, o Festival Vilar de Mouros, neste seu regresso após um interregno de sete anos,  apresenta-se igualmente como o  primeiro grande evento de Economia Social, organizado exclusivamente por uma Instituição Particular de Solidariedade Social, a Fundação AMA Autismo.

 

Sendo organizado de 2014 a 2017 pela referida instituição, o Festival Vilar de Mouros vai abranger nos seus objectivos uma inovadora componente social, tendo em conta que todas as receitas do Festival serão aplicadas na construção do primeiro edifício multifuncional dirigido à população com Perturbação do Espectro do Autismo.

 

Segundo o Ministro da Solidariedade, Trabalho e Segurança Social, Pedro Mota Soares, Vilar de Mouros passa a ser mais do que um festival de música, tornando-se num projecto pioneiro em Portugal representativo na área da economia social.

 

De destacar que o retorno do Festival Vilar de Mouros só é possível graças  ao empenho assumido pela Câmara Municipal de Caminha, que apoia inequivocamente aquele que foi o primeiro festival a realizar-se em Portugal, reconhecendo as vantagens que um evento desta dimensão traz ao concelho e os benefícios directos para a população em geral e para a freguesia de Vilar de Mouros em particular.

 

O Festival Vilar de Mouros VOLTOU e faz história ao contribuir para que a música preste o seu tributo a uma causa social.

 

MAIS SURPRESAS EM BREVE!

 

::::

 

 

MÚSICA + NATUREZA + HISTÓRIA + SOLIDARIEDADE SOCIAL

 

 

CARTAZ

 

31 de Julho

UB40’s Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue

LA UNION

BLIND ZERO

TRABALHADORES DO COMÉRCIO

CAPITÃO FAUSTO

 

1 de Agosto

PEDRO ABRUNHOSA

THE STRANGLERS

BLASTED MECHANISM

JOSÉ CID

 

2 de Agosto

GUANO APES

XUTOS E PONTAPÉS

TRICKY

DEOLINDA

::::

 

MAIS SURPRESAS EM BREVE!

 

::::

 

PREÇOS

 

Bilhete diário: 30,00€

Passe 3 dias: 60,00€ (com campismo incluído)

 

BILHETES À VENDA EM

 

Last2ticket.com

www.vilardemouros.last2ticket.com

 

Ticketline.sapo.pt

ticketline.sapo.pt/evento/vilar-de-mouros-8445

 

CTT

www.ctt.pt/feblh/sku.jspx?shopCode=BLHT&itemCode=76437&idShow=76437&categoryCode=25000000636

 

::::

 

LINKS

 

www.festivalvilardemouros.com

www.facebook.com/FestivalVilarDeMouros

 

www.fundacaoamaautismo.pt

 

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:23 | link do post | comentar

Quarta-feira, 09.07.14

quinta 10 Julho, 22h00 - Largo 1º Maio, AgitÁgueda, ÁGUEDA
sexta 11 Julho, 22h00 - Cineteatro Alba, ALBERGARIA-A-VELHA
sábado 12 Julho, 22h00 - Centro das Artes do Espectáculo de SEVER DO VOUGA

FANFARE CIOCARLIA (Roménia)
Info bilhetes / reservas: http://www.festim.pt/2014/publico/


A banda de sopros mais rápida do mundo. Nem mais nem menos. A Fanfare Ciocarlia tem a fama de concertos inesquecíveis e arrebatadores. E o público, o proveito. Estes ciganos vão tocar no Festim como tocam nos casamentos e funerais da sua aldeia, Zece Prajini, que ficou famosa com o fulgurante sucesso internacional dos seus filhos músicos. De geração em geração, o virtuosismo fica ainda mais apurado, para cavalgadas musicais estonteantes. Três concertos de delírio em palco e fora dele!
             
http://www.festim.pt/
Richard Galliano (França) * Yves Lambert (Québec, Canadá)     
Bollywood Masala Orchestra (Índia) * Coetus (Espanha)
Fanfare Ciocarlia (Roménia) * The Skatalites (Jamaica)
Mehdi Nassouli (Marrocos)

6 Junho a 25 Julho 2014 |  6ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO


http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 21:22 | link do post | comentar

Domingo, 06.07.14

Samuel Úria e Noiserv atuam no Festival Summer Jasmin, em Torres Vedras

Samuel Úria, Manuel Fúria e os Náufragos ou Noiserv são alguns dos nomes que este verão tocam na praia de Santa Cruz, Torres Vedras, incluídos no festival Summer Jasmin, que começa a 17 de julho.

 

A organização é da associação cultural Transforma, de Torres Vedras, que decidiu levar o Festival Jasmin da cidade para a praia, propondo um ciclo de concertos "que pretende tornar acessíveis a novos públicos algumas das propostas musicais mais relevantes no panorama nacional", lê-se no comunicado de imprensa divulgado hoje.

 

O ciclo arranca a 17 de julho, com Nice Weather for Ducks e First Breath Coma, seguindo-se, no dia 24, Manuel Fúria e os Náufragos e Pedro Lucas e, no dia 31, Samuel Úria.

 

O mês de agosto está reservado a Noiserv (dia 07), Long Way To Alasca e Insch (dia 14) e The Fellow Man e Cordas Tribunais (dia 21). Os concertos têm todos início às 22:00, no miradouro da praia de Santa Helena, junto ao mar.

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 22:11 | link do post | comentar

Sábado, 05.07.14

Festival Musa regressa a Carcavelos com dois dias de reggae

A praia de Carcavelos, em Cascais, vai receber vários concertos, na sexta-feira e no sábado, na 16.ª edição do Musa, um festival "sustentável" que promete inspirar preocupações ambientais.

 

Produzido desde 1999 pela Criativa, uma associação juvenil sem fins lucrativos, o Musa, que decorre num terreno desocupado em frente à praia, visa "promover uma sociedade mais consciente dos desafios globais, aliando música e criatividade numa experiência de cidadania global", refere a Câmara de Cascais em comunicado.

 

O programa do festival inclui vários nomes do reggae, como Alpha Blondy, The Gladiators com Droop Lion e Freddy Locks. Outros nomes do reggae jamaicano vão também estrear-se em Portugal, como Kabaka Pyramid, JAH9, Meta & The Cornerstones e Ragin Fyah. Animal Foundation, Dentinho & The Promised Land, Jimi Jah & The Urban Band e Kwantta são outros dos nomes em cartaz.

 

O bilhete diário custa 15 euros e o passe dos dois dias 20 euros. O Musa Cascais oferece ainda a possibilidade de se acampar ou de pernoitar em "quibis" (casinhas de madeira) ou "tipis" (tendas de índio). Além disso, o festival terá uma área dedicada ao ambiente, o Espaço Ozono, para a venda de artesanato, projetos de design, pintura, escultura, discos, vestuário, bijutaria, fotografia, livros, ilustração e serigrafia, entre outros.

 

A transportadora ferroviária CP – Comboios de Portugal irá alargar o serviço com comboios até às 04:30 na Linha de Cascais, com paragens em todas as estações.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:27 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.07.14

sexta 4 Julho, 22h00 – Cine-Teatro de ESTARREJA
sábado 5 Julho, 22h00 – Cineteatro Alba, ALBERGARIA-A-VELHA

 

Imperdível Festim, este fim-de-semana, com a orquestra Coetus!

COETUS (Espanha)
Orquestra de Percussão Ibérica
http://vimeo.com/68439370


Info bilhetes / reservas: http://www.festim.pt/2014/publico/
 

A orquestra Coetus é um arrojado projecto à escala ibérica, utilizando instrumentos de percussão pouco ou nada conhecidos. Utensílios do quotidiano rural como cântaros, almofarizes e frigideiras são usados para fazer música vibrante, em que todos os sons servem. Coetus é uma quinzena de grandes percussionistas, reforçados a vozes, entre as quais a do mestre Eliseo Parra, figura que já passou pelo Festim. Uma música imensa, inspirada nos ritmos tradicionais de toda a península, vai brotar deste impressionante colectivo!

http://www.festim.pt/
Richard Galliano (França) * Yves Lambert (Québec, Canadá)     
Bollywood Masala Orchestra (Índia)
 * Coetus (Espanha)
Fanfare Ciocarlia (Roménia) * The Skatalites (Jamaica)
Mehdi Nassouli (Marrocos)

6 Junho a 25 Julho 2014 |  6ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO


http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 18:35 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.06.14

http://musica.sapo.pt/noticias/concertos/foz-do-arelho-recebe-cabovisao-oeste-fest-de-17-a-20-de-julho

A Foz do Arelho recebe, de 17 a 20 de julho, a primeira edição do festival Cabovisão Oeste Fest – “um festival que aposta na música portuguesa”, com um cartaz 100% nacional.

 

Os Amor Electro, José Cid, Richie Campbell e Memória de Peixe são os cabeças de cartaz do evento, que contará ainda no seu alinhamento com reconhecidos DJs e bandas locais, a atuarem no Palco OneBox.

 

O certame estará dividido em áreas distintas: Praça do Concelho (espaço diurno e noturno com acesso gratuito, onde estarão instaladas as entidades participantes e onde estará instalado o Palco Fibra, onde diariamente irão ter lugar espetáculos cénicos, concertos, workshops, demonstrações desportivas e ações de sensibilização ambiental) e Área de espetáculos (recinto principal do Oeste Fest, onde estarão instalados dois palcos).

 

Serão, portanto, promovidas, além dos concertos, diversas atividades paralelas, entre iniciativas lúdicas e desportivas, desde surf a yoga, e atividades dirigidas a toda a família.

 

Para as iniciativas desportivas e lúdicas as portas do recinto vão abrir às 9h00, estando os concertos e eventos musicais agendados a partir das 20h00.

 

Os bilhetes, de 10€ para um dia e 25€ para os quatro dias do evento, estão à venda nas lojas Cabovisão (com 20% de desconto) e na TicketLine.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:33 | link do post | comentar

Domingo, 29.06.14

MEO Marés Vivas promete «dos melhores cartazes do ano» com Prodigy, Skrillex e Portishead

A 12.ª edição do festival MEO Marés Vivas decorre entre 17 e 19 de julho, em Gaia, e promete ser um evento com um “dos melhores cartazes do ano em Portugal”, tendo já 70% dos ingressos vendidos, anunciou a organização.

É dos melhores cartazes do ano em Portugal”, frisou Jorge Lopes, presidente da organização do festival que foi apresentado nesta quinta-feira e do qual se pode esperar muita “tranquilidade, animação e convívio”.

Depois de ver esgotados os ingressos para a edição de 2013, a organização garante que a venda de bilhetes está neste momento nos 70% e acredita que irá “chegar muito próximo, senão igualar” os resultados anteriores.

Este ano o recinto sofrerá “bastantes melhorias [na questão] da limpeza” e receberá “animações diferentes”, muitas organizadas pelas marcas participantes, já que “um festival não é só música” mas também todo o ambiente criado para uma boa experiência, explicou.

Sobre o festival, o presidente da PEV Entertainment contou que o “as pessoas olham para o Marés Vivas independentemente do cartaz” que procura sempre “agradar a todos” os públicos.

Já para o presidente da Câmara de Gaia, que acolhe o festival, “o Marés Vivas é talvez o mais importante evento com repercussão nacional e internacional que existe em Vila Nova de Gaia”.

Eduardo Vítor Rodrigues assinalou que “apesar dos constrangimentos financeiros” a autarquia tem a “obrigação” de apoiar os que ajudam no processo de internacionalização do concelho e região, tendo este ano subsidiado o festival com 175 mil euros e apoio logístico.

“O festival sempre foi para mim indiscutível. Nunca esteve em causa”, destacou o autarca para quem este “é o mais extraordinário momento na região em termos de festivais de verão”, sendo impossível “objetivar” o retorno que o concelho consegue com o evento que já conta com 50% de espetadores de fora da Área Metropolitana do Porto.

O festival volta a decorrer na praia do Cabedelo, um recinto com capacidade para 25 mil espetadores, arrancando dia 17 de julho com os Xutos & Pontapés “que escolheram o Marés Vivas para ser o grande palco de comemoração do seu aniversário a Norte”, seguindo-se os britânicos The Prodigy, que já atuaram em Gaia em 2008, explicou Jorge Lopes.

Sexta-feira 18 de julho é dia do DJ Skrillex – “um dos maiores DJ do mundo” que até vai montar “uma nave espacial no palco” – e dos “muito acarinhados” James que também regressam a Gaia para apresentarem o seu novo álbum “La Petite Mort”.

Para terminar, sobem a 19 ao palco os The Gift, Joss Stone e os britânicos Portishead: “uma banda que já perseguíamos há alguns anos, que sai um pouco do estilo convencional de um festival mas o Marés Vivas é mesmo isto”.

Questionado sobre a hipótese de o MEO Marés Vivas mudar de margem, e passar a realizar-se na cidade do Porto, respondeu: “não faz qualquer sentido”. “O festival nasceu aqui, é o festival de Vila Nova de Gaia”, frisou.

O preço dos bilhetes para a edição de 2014 mantém-se, tal como em 2013, nos 30 euros para o ingresso diário e sobe para os 60 euros no passe geral dos três dias.

 

Retirado do Sapo música



publicado por olhar para o mundo às 12:17 | link do post | comentar

Sábado, 28.06.14

AgitÁgueda, de entrada livre, anuncia cartaz completo

 

O cartaz da 9ª edição do AgitÁgueda já está completo.

Os jamaicanos Skatalites, Rui Veloso, GNR, Marta Ren, Richie Campbell, Luis Portugal, Fanfare Ciocarlia, Medhi Nassouli e D8 são as mais recentes confirmações no cartaz do evento, que, de 5 a 27 de julho, oferece várias atuações ao vivo, animação de rua, performances, DJ sets, entre outros programas.

 

Já haviam sido anteriormente confirmados no certame as presenças dos Innercircle, Os Azeitonas, Dengaz, Ala dos Namorados, Mundo Cão e Pedro Laginha.

 

O certame, que se distribui pelo rio Águeda, pelo renovado Largo 1º Maio e pela tenda gigante onde decorrem os espetáculos, integra ainda a área AgitaKids, destinada aos mais jovens; inúmeras tasquinhas, que mostrarão o melhor da gastronomia do concelho; uma instalação artística – The Ubrella Sky – que vai encher as ruas da baixa de Águeda de milhares de chapéus-de-chuva coloridos; além de um projeto de arte urbana, em que bancos de jardim, escadarias, colunas, entre outros, são pintados com variações cromáticas apelativas.

 

A entrada é livre.

 

Consulte o cartaz completo da edição 2014 do AgitÁgueda:

 

5 de julho  - Ala dos Namorados + convidado Jorge Palma
6 de julho -  Luis Portugal (Já Fumega) e Orquestra 12 de Abril
10 de julho -  Fanfare Ciocarlia ( Roménia )
11 de julho - Inner Circle
12 de julho-  Os Azeitonas
16 de julho -  Mundo Cão
17 de julho - Skatalites (Jamaica)
18 de julho - Rui Veloso + Big Band
19 de julho -  GNR  + convidada Isabel Silvestre
23 de julho - Marta Ren
24 de julho - Medhi Nassouli  (Marrocos)
25 de julho – D8 e Dengaz
26 de julho - Ritchie Campbell
27 de julho - Nelson Freitas



publicado por olhar para o mundo às 22:15 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.06.14

Festival ao Largo abre dia 26 e celebra os 70 anos do Coro do Teatro de S. Carlos

O Festival Ao Largo abre no dia 26, com a comemoração dos 70 anos do Coro do Teatro de S. Carlos, e até dia 27 de julho apresentará um cartaz que inclui vários concertos e um bailado.

Do cartaz faz parte uma homenagem à soprano Elisabete de Matos, com a participação do barítono Sergei Leiferkus, e a atuação, entre outros, da Orquestra Sinfónica Portuguesa (OSP), da Orquestra Metropolitana, da Companhia Nacional de Bailado, da banda sinfónica da GNR e da Orquestra Chinesa de Macau.

O Festival Ao Largo, que se realiza tradicionalmente no começo do verão no largo fronteiro ao Teatro Nacional de S. Carlos (TNSC), em Lisboa, é uma iniciativa do Organismo de Produção Artística (Opart), que tutela o TNSC, com os respetivos corpos artísticos, nomeadamente a OSP, o Coro e a Companhia Nacional de Bailado.

Segundo fonte da organização, o orçamento da edição deste ano do Festival Ao Largo é de 100.000 euros.

A homenagem a Elisabete Matos, com a direção musical de John Neschling, realiza-se nos dias 18 e 19 de julho, com a participação da cantora, que o pianista Adriano Jordão, administrador do Opart, aponta como "a maior e mais atual referência portuguesa do canto lírico".

Além da "participação especial" do barítono russo Sergei Leiferkus, que já atuou para plateias portuguesas e faz parte do cartaz do Festival de Sintra deste ano, no concerto de homenagem à soprano portuguesa participam ainda os cantores líricos Dora Rodrigues, Paulo Ferreira e Carlos Guilherme, devendo ainda participar um barítono a anunciar.

Completam o cartaz destas duas noites o Coro do TNSC, o Coro Juvenil de Lisboa e a OSP.

No dia 14 de julho celebra-se França, com o espetáculo "French Swing Café", com Sylvie C acompanhada por Gabriel Godoy (guitarra), Jorge A. Silva (piano e acordeão), Rui Silva (contrabaixo), Milton Batera (bateria) e Jean-Marc Charmier (trompete). O programa é constituído por canções como "C'est si bon", "For me, Formidable" e "Et Si Tu n'existais Pas".

A Orquestra Chinesa de Macau atua no dia 16 de julho, sob a direção de Pang Ka Pang, e conta com a participação da fadista Maria Ana Bobone, sendo ainda solistas Deng Li (pipa), Jia Lei (sheng) e Tian Ding (suona).

A orquestra foi constituída em 1987 pelo Instituto Cultural de Macau e é formada por 34 músicos que tocam instrumentos tradicionais chineses.

O concerto que apresentam no Festival inclui peças de Shi Wanchun, Huang Huaihai, Xiao Jiang e ainda "Fado Xuxu", "Auto Retrato" e "José embala o Menino", entre outros.

Uma das parcerias do certame é com o Festival Cistermúsica, do concelho de Alcobaça, no âmbito da qual, nos dias 4 e 5 de julho, a OSP, sob a batuta de Emil Tabakov, interpreta três poemas sinfónicos.

O programa, proposto pelo compositor Alexandre Delgado, diretor artístico do Cistermúsica, é constituído por "In Memoriam Alexandre Herculano", de Frederico de Freitas, "Tamara", de Mily Balakirev, "Dom Quixote", de Richard Strauss, e ainda a Fantasia para trombone e orquestra, de Paul Creston.

"No dia 4 de julho, o concerto será exclusivamente de Irene Lima com a Sinfónica Portuguesa e no dia 05 participa o trombonista Gabriel Antão. Esta participação resulta da colaboração entre o Festival Ao Largo, o Cistermusica e o Festival de Música do Estoril, que prevê que o vencedor do 15.º Concurso de Interpretação do Estoril/Prémio El Corte Inglés, realizado o ano passado, se apresente num único concerto em cada um deste eventos", disse a mesma fonte.

A maestrina Joana Carneiro, titular da OSP, não dirige nenhum dos concertos do Festival. Segundo a mesma fonte, "apesar dos esforços desenvolvidos quer pela maestrina, quer pelo pianista Adriano Jordão, no sentido de garantir a direção da OSP no Festival, compromissos internacionais assumidos pela maestrina há mais de um ano, para todo o mês de julho, inviabilizaram a desejada participação".

O Festival ao Largo encerra com a apresentação do bailado "Orfeu e Eurídice", de Christoph Willibald Gluck, segundo coreografia de Olga Roriz, nos dias 25, 26 e 27 de julho.

Do cartaz do festival faz ainda parte a atuação da Orquestra de Sopros do Conservatório Nacional, com o Coro Juvenil da Escola de Música do Conservatório, no dia 17 de julho, o concerto "Noite Russa", pela Sinfónica Portuguesa, sendo solista o violinista Ilya Grubert, nos dias 10 e 11 de julho, a atuação da Orquestra de Sopros do Conservatório Regional de Artes do Montijo, sob a direção de Francisco Sequeira, no dia 9 de julho, e o concerto pela banda sinfónica da GNR, sob a batuta de João Cerqueira, no dia 3 de julho.

Completam a programação do Festival a Orquestra Metropolitana de Lisboa, que toca Mozart e Luís de Freitas Branco, no dia 1 de julho, sob a direção de Pedro Amaral, o Coro Juvenil de Lisboa que, com Nuno Margarido Lopes, na direção e no acompanhamento ao piano, atua no dia 2 de julho, interpretando coros de zarzuelas.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:01 | link do post | comentar

Domingo, 22.06.14

TOM DE FESTA 2014 · Aí está o Festival de Músicas do Mundo…

Portugal estrangeiro, planalto beirão mesmo ao pé de África, distrito de Viseu atlântico e sul-americano, Tondela centro-europeia…

Brasil | Colômbia | Jamaica | Polónia | Portugal

O Tom de Festa sempre se assumiu portador de um sentido popular festivo que se distingue do populismo massificante, criando universos de participação que se situam muito para além dos concertos que lhe servem de âncoras mas que não o aprisionam à conceção exclusiva das músicas do mundo. Exposições, teatro, dança, artes plásticas, conferências e debates, feira de produtos, gastronomia e animações não representam atividades paralelas, mas atributos de identidade que conferem ao festival a loucura campestre dum encantamento de CIDADania artístico-comunitária esfusiante e cooperativo.

 

É singular pelo formato de interdisciplinaridade, conjugando uma programação das várias artes de palco.
Identitário, por refletir a matriz comunitária do trabalho cultural da ACERT. Festivo, por ser local de encontro de públicos que o sentem como sua casa.
Associativo, por congregar o trabalho voluntário dos associados da ACERT que têm um prazer redobrado de bem receber, atuando apaixonadamente.
Inovador, por garantir um investimento artístico-cultural que, ano a ano, permite aos espetadores a fruição e participação em apostas criativas de envolvência.
Multicultural por ser de um local cosmopolita que contém muitas geografias, contrariando catalogações. Enfim, um festival regional com uma porta contemporânea escancarada ao mundo. Não do Interior, mas com interior.
 

O programa fala por si e os grupos e artistas tocam para si.

Concertos / Exposições / Dança / Teatro / Vista Curta / Lançamento de Livros / Conferência / Formação / Loja cultural / Feira de produtos / Gastronomia / Animação
Veja tudo no Site do Tom de Festa 2014


publicado por olhar para o mundo às 20:57 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.06.14

sexta 20 Junho, 22h00 – Cineteatro Alba, ALBERGARIA-A-VELHA
sábado 21 Junho, 22h00 - Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, OLIVEIRA DO BAIRRO
sexta 27 Junho, 22h00 - Praça da República, OVAR
sábado 28 Junho, 22h00 - Parque Urbano, SEVER DO VOUGA

BOLLYWOOD MASALA ORCHESTRA (Índia)
Info bilhetes / reservas: http://www.festim.pt/2014/publico/



De Bollywood para o Festim, o exotismo e espectacularidade da música indiana!
http://vimeo.com/76660196

Uma viagem do Rajastão a Bombaim, com dezasseis músicos, cantores, dançarinos, acrobatas e artistas de circo de vários pontos da Índia. Uma ideia do músico e produtor Rahis Barthi, que leva à máxima expressão o exotismo e espectacularidade da música indiana, na mistura das cores e sonoridades de tão fascinante imaginário. Passa em Portugal a digressão mundial da Bollywood Masala Orchestra para o público do Festim experienciar, em quatro concertos, a alma e autenticidade de uma Índia contemporânea e em festa.

http://www.festim.pt/
Richard Galliano (França) * Yves Lambert (Québec, Canadá)     
Bollywood Masala Orchestra (Índia) * Coetus (Espanha)
Fanfare Ciocarlia (Roménia) * The Skatalites (Jamaica)
Mehdi Nassouli (Marrocos)

6 Junho a 25 Julho 2014 |  6ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO


http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 10:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 17.06.14

Cistermúsica leva música e dança a Alcobaça durante um mês

“Lendas e Heróis” é o mote da edição 2014 do Cistermúsica, festival que entre 28 de junho e 27 de julho levará a Alcobaça seis séculos de música para ouvir em mais de vinte e cinco espetáculos.

O festival apresentado hoje à comunicação social “vai percorrer seis séculos de música numa programação de grande qualidade e variedade, integrando mais de vinte e cinco espetáculos vocacionados para públicos de todas as idades”, disse à Lusa o diretor executivo do Cistermúsica, Rui Morais.

A fazer jus ao tema “Lendas e Heróis”, o festival arranca a 28 de junho, pela primeira vez, com “um ballet encomendado, Quórum Ballet 30.000” através do qual se “pretende homenagear Aristides Sousa Mendes, um herói de carne e osso”, afirmou o mesmo responsável.

Já outros heróis, como D. Quixote, merecerão referência num concerto (no dia 3 de julho) em que a Orquestra Sinfónica Portuguesa interpretará obras de Frederico de Freitas, Mily Balakirev e Richard Strauss.

À Banda Sinfónica de Alcobaça caberá levar ao palco “Tágides”, de Eugénio Rodrigues, uma estreia dirigida especialmente aos mais novos e que inclui o Carnaval dos Animais de Camille Saint-Saëns.

Entre os atrativos do programa contam-se ainda, pela primeira vez, dois alaudistas - Hopkinson Smith (num recital de tiorba dedicado a suites de Bach) e Miguel Yisrael (que, tocará Beethoven, Britten, Webern e Debussy) - ou a estreia moderna de um requiem do século XVI, conservado na Biblioteca de Coimbra, apresentada pela Cappella Musical Cupertino de Miranda.

Mantendo o modelo de anos anteriores, o festival volta a apostar em novos valores, apresentando os vencedores do Concurso Internacional de Música de Câmara “Cidade de Alcobaça” 2013, o Incertus Trio (trio de flautas) e dois grupos de percussão que percorrerão vários espaços do Mosteiro numa noite ‘Non Stop’.

A fechar o programa, a organização aposta este ano na ópera Il Mondo della Luna (1765), uma das primeiras versões musicais do libreto de Carlo Goldoni que será interpretada pelos Músicos do Tejo no último dia do evento.

O festival que nos últimos anos teve um orçamento de 140 mil euros, no âmbito de uma candidatura que permitiu aumentar a comparticipação camarária, viu este ano a verba reduzida para 100 mil euros o que, segundo Rui Morais, “obriga a reintroduzir bilheteira, embora a pecos simbólicos.

Os preços oscilam entre os três e os oito euros e a organização espera que “o público continue a afluir como nos anos anteriores” em que o festival tem atraído mais de cinco mil pessoas.

 

retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 10:29 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

Carlão, Capicua e Frankie...

Bons Sons - O Palco Eira ...

Lewis Fautzi, Backbone e ...

art of technologies, tech...

FLOWER POWER FEST CELEBRA...

"O Gesto Orelhudo" desven...

OUT.FEST Programa complet...

O Gesto Orelhudo, a ediçã...

Azurara Beach Party: a Ma...

11ª EDIÇÃO DO OUT.FEST – ...

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Amei Essa musica é maravilhosa
A letra da música #REALITYSHOWTAXI está na página ...
adoro todas as músicas
Buenos dias,parece ser impossível subscrever ao fe...
Olá!Falta meia estrofe, antes de "Quando acordar d...
A letra deste música refere-se à vida de uma crian...
Gostei
Gostei
Uma boa iniciativa com muito boa música!
blogs SAPO
subscrever feeds