Domingo, 11.09.16

festivais.png

 

 

A 24.ª edição do Vodafone Paredes de Coura, em palco de 17 a 20 de agosto, conseguiu o melhor desempenho mediático na Maratona dos Festivais de Verão - Ranking Cision, durante o mês de agosto. O festival da Praia Fluvial do Taboão conseguiu 1.013 alusões à marca nos meios de comunicação social, que muito contribuíram para este resultado.

 

Apesar de ter como principais atrações os grupos LCD Soundsystem, Unknown Mortal Orchestra e Thee Oh Sees, a maioria das notícias referia as diferentes valências do festival em geral.

 

O surto de gastroenterite, que afetou cerca de 150 festivaleiros, marcou também a edição do VPC deste ano e, pela primeira vez desde a edição deste ranking, verificou-se uma significativa corrente negativa, associada à informação sobre um festival.

 

O incêndio que destruiu mais de 400 carros no Festival Andanças, evento que não faz parte do ranking Cision, marcou também negativamente a informação sobre festivais, no mês de agosto.

 

Na segunda posição da tabela encontra-se o festival MEO Sudoeste, que ocorreu entre 3 e 7 de agosto. O parque de campismo, Wiz Khalifa, Sia, Damian Marley Marley e James Morrison, a cozinha comunitária e as 195 mil pessoas que terão passado na Herdade da Casa Branca foram os temas de destaque em 674 notícias sobre o evento.

 

O Sol da Caparica Festival, cuja 3.ª edição deu à costa entre 11 e 14 de agosto, fecha o pódio do ranking Cision. O festival dedicado às famílias e que privilegia a música portuguesa captou a atenção dos media por 439 vezes, centradas especialmente nas bandas e atividades disponíveis aos visitantes, o que auxiliou à obtenção do 3.º lugar na tabela de desempenho mediático.

 

Por ordem decrescente, constam ainda deste ranking os festivais de verão Rock In Rio, Super Bock Super Rock, NOS Alive, NOS Primavera Sound, MEO Marés Vivas, EDP Cool Jazz e Sumol Summer Fest. Os festivais de verão no top 10 de desempenho mediático somaram 2.837 referências, no mês de agosto.

 

A Maratona dos Festivais de Verão - Ranking Cision é um estudo realizado de forma continuada pela Cision, que analisa a evolução do mediatismo comparado de diversos festivais de música realizados em Portugal, ao longo dos meses, até ao final do Verão.

 

O desempenho mediático conquistado por cada festival é calculado tendo em conta a metodologia Cision de avaliação de comunicação, que considera o número de notícias identificadas, o espaço ou tempo de antena ocupado, as oportunidades de visualização, tendo em conta as audiências alcançadas, e o valor do espaço editorial, contabilizado em função das tabelas de publicidade de cada órgão de comunicação social.

 

O objeto de análise deste estudo são todas as notícias relativas aos diferentes festivais de verão, veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2.000 meios de comunicação social (Televisão, Rádio, Imprensa e Online). Neste caso, o Ranking reflete o resultado de 1 a 31 de agosto de 2016. A Cision divulga, mensalmente, uma tabela com os resultados apurados e as consequentes variações observadas.

 

A Cision é líder global no fornecimento de serviços para planeamento, contacto, monitorização e análise dos media.

 
 
Para informações adicionais consultar
www.pt.cision.com


publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.06.16

festivais.png

 

 

ROCK IN RIO, FESTIVAL MAIS MEDIÁTICO DE MAIO

 

Maratona dos Festivais de Verão – Ranking Cision Maio de 2016

 

No rescaldo da 7.ª edição do Rock in Rio (RiR) Lisboa, este foi o Festival de Verão que conseguiu maior impacto mediático nacional, durante o mês de Maio. Para este resultado, no ranking Cision, em muito contribuiu o facto de o festival ter decorrido entre 19 e 29 de Maio, as 3.229 notícias com alusões à marca RiR e a cobertura televisiva, nomeadamente dos canais do grupo Impresa. Informações e curiosidades sobre os artistas, os destaques sobre os cabeças de cartaz, em especial Maroon 5, Bruce Springsteen e Queen, mas também as menções à presença de Adele entre os 70 mil festivaleiros ou à vida matrimonial de Johnny Depp, que subiu ao palco no dia 27, constituíram os temas que mais captaram a atenção dos media portugueses. A estes somaram-se, ainda, notícias sobre os eventos e animações a decorrer no festival, a organização, os parceiros, as questões logísticas, mas também sobre o cancelamento, por motivos de saúde, de Ariana Grande e a falha técnica no começo do concerto dos Korn.

 

O NOS Primavera Sound, que hoje começa, com a duração de 3 dias, ocupa a segunda posição na tabela de destaque mediático, apesar de ter contado menos referências informativas que o terceiro classificado. Somou 338 notícias, contra as 511 do NOS Alive, mas conseguiu maior destaque em órgãos de comunicação social mais mediáticos, valendo-lhe um impacto mediático superior.


A antevisão do espetáculo, os artistas que constituem o cartaz, como PJ Harvey, e a associação ao Mini NOS Primavera Sound foram o foco principal dos media sobre este festival que, em período homólogo de 2015, era o primeiro classificado neste ranking Cision.

 

Com concerto agendado para 8 de Julho, no Passeio Marítimo de Algés, os britânicos Radiohead foram o tema central das notícias sobre o NOS Alive. Os vários artistas que preenchem o cartaz e as ações de marketing dos patrocinadores no evento foram, também, motivo de análise jornalística.

No quarto e quinto lugares do ranking de desempenho mediático encontramos os festivais MEO Marés Vivas e Sol da Caparica, que ocorrem de 14 a 16 de Julho e de 11 a 14 de Agosto, respetivamente. Sumol Summer Fest, Super Bock Super Rock, Meo Sudoeste, Vodafone Paredes de Coura e EDP Cool Jazz completam o top da tabela. Os dez festivais contabilizaram um total de 4.957 notícias.

 

O desempenho mediático conquistado por cada festival é calculado tendo em conta a metodologia Cision de avaliação de comunicação, que considera o número de notícias identificadas, o espaço ou tempo de antena ocupado, as oportunidades de visualização, tendo em conta as audiências alcançadas, e o valor do espaço editorial, contabilizado em função das tabelas de publicidade de cada órgão de comunicação social.

 

O objeto de análise deste estudo são todas as notícias relativas aos diferentes festivais de verão, veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2.000 meios de comunicação social (Televisão, Rádio, Imprensa e Online). Neste caso, o ranking reflete o resultado de 1 a 31 de Maio de 2016, com os diferentes festivais a serem ordenados pela posição alcançada.

 

A Cision divulga, mensalmente, uma tabela com os resultados apurados e as consequentes variações observadas. O período temporal sobre o qual a análise incide é sempre o mês imediatamente anterior à elaboração do Ranking.

 

A Cision é líder global no fornecimento de serviços para planeamento, contacto, monitorização e análise dos media.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.02.14

Belém Art Fest regressa com espetáculos em três museus e nos Jerónimos

A 3.ª edição do Belém Art Fest vai regressar a Lisboa nos dias 4 e 5 de abril com três museus e o Mosteiro dos Jerónimos como palco para Rita Redshoes, a Orquestra Metropolitana de Lisboa e a fadista Ana Sofia Varela.

 

A iniciativa, cuja terceira edição foi hoje divulgada, em Lisboa, é da responsabilidade da produtora Amazing Adventure (AA), em parceria com a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), o Museu Coleção Berardo, a Câmara Municipal de Lisboa e a Junta de Freguesia de Belém.

 

O objetivo, de acordo com a organização do festival, que tem como diretora artística Selma Uamusse, a voz do grupo Wraygunn, é "promover novos artistas e projetos inovadores em espaços privilegiados de Lisboa".

 

Durante duas noites, os visitantes poderão assistir a concertos, workshops, exibições de dança, cinema, atuações de Djs e visitar todos os espaços e respetivas exposições, mediante a capacidade das salas.

 

De acordo com Pedro Pais, da organização, a grande novidade deste ano em relação aos espaços dos espetáculos e outros eventos é a inclusão do claustro do Mosteiro dos Jerónimos.

 

A organização estima que aquele espaço do monumento quinhentista deverá receber cerca de 800 participantes nos concertos mais concorridos, como o de Rita Redshoes, que apresenta o seu último trabalho, e dos Gospel Collective e convidados. Com esta área, é aumentada a capacidade total do festival para acolher cerca de 5.000 visitantes.

 

Relativamente aos números de participantes nas edições anteriores, a organização indicou que ascenderam a 3.000, na edição de 2013, e 800, em setembro de 2012.

 

O Museu Nacional dos Coches irá acolher concertos de fado e música clássica, com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e Ana Sofia Varela.

 

No Museu Nacional de Arqueologia, os visitantes poderão visitar as exposições temporárias, participar em workshops de fotografia ou maquilhagem e assistir a concertos de Noiserv, Minta & the brook trout, Walter Benjamin e Cais do Sodré Funk Connection.

 

O Museu Coleção Berardo, aberto até às 04:00 da madrugada, vai ter atuações de Thomas Anahory, Da Chick e Carolina Deslandes, os Djs Ricardo Guerra, da Revolta do Vinyl e Dj Kamala.

 

Do cartaz do festival fazem ainda parte Andycode, Beatriz Pessoa, Sérgio Silva, Piano Batuque, Mila Dores, Wack e Projeto Melodium, e uma parceria estabelecida com a Jazzy Dance Studios, que traz ao festival, este ano, a vertente da dança.

 

Os bilhetes têm o preço de 12 euros para entrada em todos os espaços num dia, e de 16 euros para todos os espaços nos dois dias, e o horário do festival, no Museu Berardo, vai das 19:30 às 04:00, e, nos restantes espaços, das 19:30 à 01:00 da madrugada.

 

retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:44 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20.02.14

Ivete Sangalo, Boss AC e Aurea no Rock in Rio-Lisboa a 25 de maio

A abertura do Palco Mundo do Rock in Rio-Lisboa, a 25 de maio, fica a cargo de Ivete Sangalo e do dueto inédito de Boss AC e Aurea, anunciou a organização do evento na manhã desta quarta-feira. Nessa noite, Ivete Sangalo será a última artista a subir ao Palco Mundo, depois do concerto do cabeça de cartaz Robbie Williams.

Ivete Sangalo foi a única cantora brasileira que atuou em todas as edições do Rock in Rio-Lisboa. Habitualmente, milhares de fãs presentes no recinto dançam e cantam os maiores êxitos da cantora, como “Poeira”, “Se eu não te amasse tanto assim”, “Quando a Chuva Passar” ou “Beleza Rara”, cenário que promete manter-se na edição deste ano.

A última vez que Ivete Sangalo atuou em Portugal foi em 2012, no Rock in Rio-Lisboa. A artista está a comemorar 20 anos de carreira e, para assinalar a data, gravou, recentemente, o seu quinto DVD, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Este espetáculo contou com a participação de Alexandre Pires, Bell Marques, Saulo e Alexandre Carlo, do Natiruts. 

Com dez discos a solo lançados, Ivete tem mais de 6 milhões de CDs e DVDs vendidos em todo o mundo e já atuou com artistas como Brian McKnight, Gilberto Gil, Alejandro Sanz, Juan Luis Guerra, Juanes e Shakira. O "Multishow Ao Vivo – Ivete Sangalo no Maracanã", lançado em 2007, foi o DVD mais vendido de sempre pela Universal Music, em todo o mundo.

Boss AC e Aurea pela primeira vez em dueto 

Neste dia, o Palco Mundo abre com uma atuação única: Boss AC e Aurea atuam pela primeira vez em dueto.  Neste concerto, que está já confirmado repetir-se no Rock in Rio 2015, os dois artistas vão mergulhar nas influências dos seus estilos musicais e apresentar canções de ambos. 

Esta não é a estreia de Aurea no Rock in Rio: ainda em setembro passado, na edição do Rio de Janeiro, Áurea atuou, em dueto com os The Black Mamba.

No ano 2010, a cantora de 26 anos editou o seu primeiro álbum, “Aurea”, que conquistou o 1º lugar no top bacional de vendas, no qual se manteve durante 9 semanas e conquistou dupla platina. 

Em 2011, Aurea ganhou o Globo de Ouro na categoria de Melhor Intérprete Individual e neste mesmo ano foi também nomeada para ‘Best Portuguese Act’, nos MTV Music Awards, categoria que acabou por vencer. O segundo álbum “Soul Notes”, editado em 2012, foi um sucesso junto do público, com canções como “Scratch My Back” e “Star”. 

Boss AC é um dos pioneiros do rap em Portugal. Começou nos anos 1980 e editou cinco álbuns de originais. O rapper já participou no Rock in Rio em Lisboa e no Brasil. Atuou no Rock in Rio-Lisboa em 2008, em dueto com António Vitorino, e também em 2010, com o angolano Yuri da Cunha. Também esteve na edição brasileira de 2011 do Rock in Rio, no Rio de Janeiro, onde teve oportunidade de cantar em dueto com a brasileira Paula Lima e o norte-americano Afrika Bambaataa. Este ano, é a vez de subir ao Palco Mundo, no dia 25 de maio, e misturar o rap com a soul de Áurea.

Para Zé Ricardo, diretor artístico deste momento, “este será um momento inesquecível, em que dois estilos musicais carregados de paixão se vão encontrar. São dois artistas plenos, que já conquistaram o público, e que agora prometem surpreender, em conjunto.”  

O Rock in Rio-Lisboa 2014 realiza-se nos dias 23, 25, 30 e 31 de maio e 1 de junho, no Parque da Bela Vista. A organização anunciou que os bilhetes para a edição deste ano vão manter-se inalterados, no valor diário de 61€. 

Além de Ivete Sangalo, Boss AC e Áurea está já confirmada a presença de Robbie Williams, dia 25 de maio; dos Capital Inicial, Queens of the Stone Age, Linkin Park e DJ Steve Aoki, a 30 de maio; e a Homenagem a António Variações e os Arcade Fire, confirmados para 31 de maio. A 1 de junho, a organização já anunciou Nile Rodgers e Chic, Jessie J e Justin Timberlake.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:12 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.09.13

Festivais de música vão a votos para os Portugal Festival Awards

Cerca de 60 festivais de música portugueses são candidatos à primeira edição do Portugal Festival Awards, prémios que pretendem reconhecer "o esforço de produção" de um evento de música, foi hoje anunciado.

 

Os festivais, sobretudo na área do pop, rock e músicas do mundo, serão reconhecidos em 15 categorias como capacidade de organização, cartaz, recinto, dimensão e sustentabiilidade, sendo a maioria de votação aberta ao público.

 

Os vencedores serão anunciados a 25 de outubro, numa cerimónia na Aula Magna, em Lisboa, onde atuarão os nomeados na categoria artista revelação, acompanhados da West European Symphonic Orchestra: Samuel Úria, Anarchicks, Noiserv, DJ Ride e Memória de Peixe.

 

"Nesta primeira edição quisemos abranger quase todo o tipo de festivais, para reconhecer o esforço de produção", afirmou Rita Pires, uma das criadoras dos prémios, no anúncio dos nomeados.

 

Os espectadores poderão votar no melhor festival de pequena (até 5.000 pessoas dia), média (até 15.000 pessoas/dia) e grande dimensão (mais de 15.000 pessoas/dia), no melhor festival urbano e não urbano, nas melhores casas de banho, campismo ou cabeça-de-cartaz.

 

Na categoria de festival de pequena dimensão estão nomeados 41 eventos, entre os quais o Milhões de Festa (Barcelos), Amplifest (Porto), Rock no Rio Sado e o OUT.FEST - Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro.

 

Nos de média dimensão foram registados 16 festivais, como o recente Caixa Alfama, dedicado ao fado, a D'bandada, no Porto, e o Festival Músicas do Mundo de Sines.

 

Apenas seis foram considerados para a categoria de festivais de grande dimensão: Marés Vivas (Gaia), Sudoeste (Zambujeira do Mar), Alive (Algés), Primavera Sound (Porto), Super Bock Super Rock (Sesimbra) e Paredes de Coura.

 

Entre os melhores cabeças-de-cartaz nomeados estão, por exemplo, Rabih Abou-Khalil e Thr Klezmatics (Festim), Chick Corea (Funchal Jazz Festival), Depeche Mode, Green Day e Kings of Leon (Optimus Alive), Blur (Optimus Primavera Sound), Filipe Pinto e Boss AC (Rock na Vila), Queens of the Stone Age, Arctic Monkeys e The Killers (Super Bock Super Rock).

 

Ao júri escolhido pela organização, que inclui, por exemplo, o músico Zé Pedro, o animador de rádio Álvaro Costa, os jornalistas Miguel Cadete e Ruben Obadia e a fotógrafa Rita Carmo, caberá eleger a melhor promotora, a empresa que melhor soube publicitar a sua marca, a sustentabilidade ou o contributo para o turismo.

 

De fora desta primeira edição do Portugal Festival Awards ficaram os festivais de música clássica e erudita, os de cariz folclórico e os que estão associados à programação de uma instituição cultural como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Casa da Música ou o Centro Cultural de Belém.

A organização identificou quase uma centena de festivais de música em todo o Continente e Ilhas, mas aos prémios candidataram-se 63 eventos de música, alguns da mesma promotora e que, no total, dizem somar 1,2 milhões de espectadores.

 

Os Portugal Festival Awards (Prémios dos Festivais de Portugal) são uma iniciativa que partiu de João Dinis e Rita Pires, que criaram o projeto numa incubadora de novas empresas em Lisboa.

 

Os prémios serão apenas de reconhecimento e não monetários e as votações decorrem a partir de hoje emwww.portugalfestivalawards.pt.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:17 | link do post | comentar

Sábado, 15.06.13

Linda Martini são a mais recente confirmação do Optimus Alive'13

Os portugueses Linda Martini são a mais recente confirmação no cartaz do Optimus Alive’13.

 

O grupo, que comemora em 2013 dez anos de carreira, encontrando-se atualmente em estúdio a preparar o terceiro disco, passa pelo Palco Optimus do certame a 14 de julho. Nesse dia, também atuam, entre muitos outros, os Kings of Leon, Phoenix, Tame Impala, Band of Horses, Alt-J, The Bloody Beetroots, Django Django, Twin Shadow, Of Monsters and Men e Jake Bugg.

 

Também já confirmados na edição 2013 do Optimus Alive estão 2MANYDJS (DJ set), Adryana Gold, Alex Metric, AlunaGeorge, Ash is a Robot, Backwater and the Screaming Fantasy, Basstards, Biffy Clyro, Blaya, Blue Trash Can, Brass Wires Orchestra, Brodinski vs Gesaffelstein (Bromance), Caelum's Edge, Capitão Fausto, Crystal Castles, Crystal Fighters, Daniel Avery, Dead Combo, Death From Above 1979, Deap Vally, DeeJay Raposo, Depeche Mode, Dezperados, DIIV, Disclosure, DJ Rafa Nobre, Dusky, Editors, Edward Sharpe and The Magnetic Zeros, Flume, Flying Cages, God Bless Jack, Gold Panda, Green Day, How to Dress Well, Huxley, Icona Pop, Jamie Lidell, Jamie N Commons, Japandroids, Jessie Ware, Jurassic 5, Kilindu, Lazer Mike, Mad Called Honey, Matias Aguayo, Max Drum, Metro Area, Mosca, Redlight, Ricardo Fonseca, Rhye, Sepodes, Shadow Child, So.ma, Stereophonics, Steve Aoki, SwitchSt(d)ance, The Legendary Tigerman, The Zanibar Aliens, Time for T, Tribes , Two Door Cinema Club, Two Inch Punch, Uaninauei, Vampire Weekend, Wild Belle, White Haus, Yen Sung e Zé Pedro Moura.

 

Os bilhetes para o festival, que regressa ao Passeio Marítimo de Algés entre os dias 12 e 14 de julho, custam entre €53 (bilhete diário) e €105 (passe 3 dias).

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:34 | link do post | comentar

Terça-feira, 07.05.13
Moonspell e Ramp abrem Festival Rock no Rio Sado
As bandas Moonspell e Ramp abrem, dia 7 de Junho, a primeira edição do Festival Rock no Rio Sado, que decorre até dia 10 de Junho no Parque Santiago, em Setúbal.

"Na sexta-feira, dia 7 de Junho, temos Ramp e Moonspell, no sábado, dia 8, temos Kandia e Noidz e, no dia 9, a Quinta do Bill e UHF", disse à Lusa o produtor executivo do festival, Carlos Oliveira, salientando que se trata de uma iniciativa "exclusivamente com bandas nacionais".

 

"Passamos do rock mais pesado para o rock contemporâneo, acabando com o rock 'old fashion'", acrescentou Carlos Oliveira, adiantando que o encerramento do festival, em que participam 14 bandas nacionais, estará o cargo dos Alcoolémia.

 

De acordo com a organização, está igualmente confirmada a presença dos DJ António Freitas, Rui Santos e Joana, que também prometem muita animação neste primeiro Festival Rock no Rio Sado.

 

Segundo Carlos Oliveira, o objetivo dos promotores do evento, que terá exclusivamente bandas rock portuguesas, é "colocar a cidade de Setúbal e a região no mapa dos grandes festivais nacionais".

 

O local escolhido para o certame, Parque Santiago, onde também se realiza todos os anos a Feira de Santiago, dispõe de todas as infraestruturas necessárias para este tipo de eventos e tem capacidade para acolher cerca de 60 a 70 mil pessoas. 

 

Retirado do Sol



publicado por olhar para o mundo às 10:23 | link do post | comentar

Sábado, 02.02.13

Festival Para Gente Sentada

Patrick Watson, Mélanie Pain, Little Friend e Emmy Curl são os nomes do festival realizado desde 2004 em Santa Maria da Feira

 

No ano em que o festival dedicado à sensibilidade singer songwriter terá apenas um dia dia de duração, os canadianos Patrick Watson destacam-se. A francesa Mélanie Pain, cantora durante anos nos Nouvelle Vague e os portugueses Little Friend e Emmy Curl também se apresentarão no próximo dia 8 de Março em Santa Maria da Feira.

 

Será a 8 de Março e, à 9.ª edição, concentra-se num único dia. O Festival Para Gente Sentada, dedicado a cantautores e criado para que os espectadores fruam a música deixando o corpo no conforto das cadeiras do Cine-Teatro António Lamoso, em Santa Maria da Feira, e a cabeça e vaguear onde a leve ritmos e palavras, já tem cartaz fechado. Os canadianos Patrick Watson, figuras de grandíssimo culto em Portugal, são as figuras principais. A francesa Mélanie Pain e os portugueses Little Friend e Emmy Curl completam o alinhamento.

 

O festival que trouxe em edições anteriores nomes como Richard Hawley, Woven Hand ou Bill Callahan, apostando numa visão abrangente do que consideramos a tradição singer-songwriter (e por isso coube no cartaz uma banda pop como os Camera Obscura ou o blues de Legendary Tiger Man), aposta em 2013 em Patrick Watson. O músico canadiano, líder de uma banda a que deu o seu nome, é famoso pelo carácter emotivo, catártico, dos seus concertos. O tom confessional da sua música, ora delicada como folk de câmara, ora melancólica quando guiada por piano, ora procurando uma intensidade mais exposta, não anda longe do universo de um Sufjan Stevens (sem a ambição orquestral) ou de Beirut (sem o trompete e as tentações world music). Regressam a Portugal depois da edição, em 2012, de Adventures In Your Own Backyard.

 

A francesa Mélanie Pain, depois de um estágio de alguns anos como cantora dos Nouvelle Vague, a banda celebrizada pelas versões lounge de clássicos punk e new wave, inverteu papéis e seguiu o seu próprio caminho. Tem dois álbuns, My Name (2009) e Bye, Bye Manchester (2012), onde se revela cantora que ouvimos como herdeira indie do yé-yé francês de décadas antigas.

 

Em Emmy Curl, pseudónimo da transmontana Catarina Miranda, não se vislumbram vestígios de yé-yé. Alguma exuberância visual transporta-se para o romantismo sonhador de música que habita um imaginário construído sobre a imponência da paisagem natural. Origins, o seu segundo álbum, foi editado na recta final de 2012.

 

Por fim, Little Friend. Que é John Almeida, nascido em Londres e de origem portuense, colaborador dos We Trust de André Tentúgal. Uma voz que se vira para o interior, perscrutando intimidades à guitarra acústica (que, quando a inspiração se transforma em canção, se rodeia de mais instrumentos).

 

O Festival Para Gente Sentada tem início marcado para as 21h de 8 de Março. Os bilhetes custam 22€.

 

Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 21:25 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.01.13

Hands On Approach e The Gift adicionados ao cartaz do NORFEST 2013

 

Os portugueses Hands On Approach e The Gift são as mais recentes confirmações no cartaz do NORFEST 2013, um novo festival de verão, cuja primeira edição irá decorrer nos dias 1, 2 e 3 de agosto, no Monte Senhora da Graça, em Mondim de Basto.

 

As duas bandas passam pelo evento a 1 de agosto, no mesmo dia em que atuam os já confirmados Buraka Som Sistema, The Gift e Fryo.

Estes nomes juntam-se aos anteriormente anunciados Mão Morta, Masterplan, Moonspell, Bizarra Locomotiva, RAMP, Biquini Cavadão, :papercutz e Voxels.

Os bilhetes para o evento já estão à venda na bilheteiraonline.pt e na FNAC, em quatro modalidades distintas: bilhetes diários; passes de três dias com campismo incluído; passes VIP, com acesso aos três dias do festival, campismo, acesso à zona VIP e três dias de buffet; e passes GOLDEN VIP, que inclui ainda o acesso ao backstage.

Sara Novais

Retirado de Sapo Música


publicado por olhar para o mundo às 12:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 07.01.13

Mondim de Basto recebe festival Norfest de 1 a 3 de agosto

Buraka Som Sistema, Voxels, Masterplan e RAMP são as primeiras confirmações no cartaz do Norfest, um novo festival de verão, cuja primeira edição irá decorrer nos dias 1, 2 e 3 de agosto, no Monte Senhora da Graça, em Mondim de Basto.

 

Os Buraka Som Sistema passam pelo primeiro dia do certame, com os Voxels a atuarem, em formato Live Act, no segundo. O último dia do festival, dedicado às sonoridades heavy metal, recebe os Masterplan e os RAMP. Novos nomes serão anunciados brevemente.

 

Além da componente musical, o Norfest irá contar com várias atividades ao ar livre, pode ler-se em comunicado.

 

Os bilhetes para o evento já estão à venda na bilheteiraonline.pt e na FNAC, em quatro modalidades distintas: bilhetes diários; passes de três dias com campismo incluído; passes VIP, com acesso aos três dias do festival, campismo, acesso à zona VIP e três dias de buffet; e passes GOLDEN VIP, que inclui ainda o acesso ao backstage.

 

Sara Novais

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 13:21 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.11.12

Lisboa recebe Vodafone Mexefest a 07 e 08 de DezembroLisboa recebe Vodafone Mexefest a 07 e 08 de Dezembro

Nos próximos dias 07 e 08 de Dezembro, Lisboa irá receber o Vodafone Mexefest, um festival que irá ocorrer em várias salas de espectáculo, pela cidade. 

Um dos pontos diferenciadores do Vodafone Mexefest é a simbiose da música com os diferentes espaços. 


A multiplicidade de sonoridades e salas leva a que, mais do que nunca, os festivaleiros estejam preparados de antemão. 

O Vodafone Mexefest é uma experiência única porque cada um constrói o seu próprio festival, organizando uma agenda pessoal onde se definem gostos e prioridades. Por isso no dia 07 é possivel assistir a concertos de nomes como Little Boots, Manuel Fúria, Os Quais, Brass Wires Orchestra, Michael Kiwanuka, Samuel Uria e seus convidados, Madrid, Gala Drop, Trus'Me,Virgem Suta, Alt-J, Plaza entre muitos outros. Para dia 08 de Dezembro irão actuar pelas salas de espectáculo da cidade lisboeta EfterKlang, Noiserv, The Soaked Lamb, The Black Atlantic, Ms Mr, Django Django, Pocz & Pacheco, Dj Marfox, Escort, Batida, Roda de Choro de Lisboa, Vitorino Voador, Peixe, Anarchicks, Inês Duarte, André Cascais, Mov D entre outros. Este festival irá ocorrer em várias salas de espectáculo como Cinema de São Jorge, na sala Manoel de Oliveira e sala Montepio, Teatro Tivoli BBVA, Ministerium Clube, Vodafone Bus, Casa do Alentejo, Igreja São Luis dos Franceses, Sociedade de Geografia de Lisboa, Ateneu Comercial de Lisboa, na sala Super Bock Super Rock, no Altis Avenida Hotel, Starbucks, Estação do Rossio e Ritz Clube. 


O preço dos bilhetes tem o valor único de 40 euros, sendo que para mais informações todos os interessados podem consultar vodafonemexefest.com obtendo ai informações acerca de todos os artistas, as salas onde irão actuar e os horários dos concertos.

 

Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar

Domingo, 09.09.12

Festival Gesto Orelhudo


“O Gesto Orelhudo”
regressa ao palco d'Orfeu!
ÁGUEDA - Espaço d'Orfeu  |  3 a 6 Outubro 2012



Pela 11ª vez, de 3 a 6 de Outubro próximo, Águeda vai ser palco da melhor musicomédia com a realização do Festival “O Gesto Orelhudo”, naquela que é uma iniciativa de marca da cidade e distintiva na programação cultural nacional, atraindo público de vários pontos do país. Depois da especial edição, a décima, realizada na antiga Junta dos Vinhos, o festival regressa a casa. É no Espaço d'Orfeu que O Gesto é mais Orelhudo.

Celebrando a orelhuda ideia de fundir música e humor, esta 11ª edição volta a dar motivos para rir com arte, de orelha a orelha. Na programação destaca-se a presença de espectáculos internacionais altamente musicómicos (Slampampers, Gogol & Max) e a produção nacional ligada à musico-teatralidade (Tim Tim por Tim Tum, Vozes da Rádio, Zeca Medeiros), passando por formatos distintos pró-humor (Divinas, Quico Cadaval & Fran Pérez, Muito Riso Muito Siso). O encerramento do festival contará com o habitual cruzamento de públicos com o circuito OuTonalidades.
 
Este festival é uma iniciativa conjunta da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, parceria ininterrupta desde 2006, com o apoio da Direção-Geral das Artes, para além de inúmeros outros organismos. O programa completo já pode ser conhecido em www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo, página oficial do evento.


PROGRAMA & MATERIAL PROMO
http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo



publicado por olhar para o mundo às 10:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.09.12

O último festival de verão é na Vidigueira

Pelo terceiro ano consecutivo, a edição de 2012 do Festival da Vidigueira, que decorre nesta vila alentejana, vai ter lugar nas piscinas municipais no decorrer dos próximos dias 14 e 15 de setembro.


No primeiro dia do festival sobem ao palco Jorge Palma,Miguel Araújo, Mesa e Rui Estevão Dj Set. Já no dia seguinte, sábado, 15 de setembro, que marca o encerramento do evento, Tigerman vs A Boy Named Sue, Wraygunn, Linda Martini e doismileoito são os nomes confirmados.

 

Em comunicado, a organização adianta ainda que este ano vai haver um Arraial Tropical, a ter lugar na receção ao campista, a 13 de setembro.

Há duas modalidades de venda de bilhetes. O passe de dois dias, que inclui campismo, custa 22 euros. Já o passe diário tem um preço de venda ao público de 13 euros.

 

Noticia do SAPO Música



publicado por olhar para o mundo às 21:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 03.09.12

 

Na linha dos festivais de verão, o festival ERP vai realizar-se num cenário edílico, enquadrado por um perímetro cultural de excelência, no qual sobressaem a Casa das Histórias Paula Rego e o Museu Biblioteca Condes de Castro Guimarães. Com um investimento de cerca de meio milhão de euros e um cartaz que remete para a década de 80, com os nomes de FR David, Alphaville, Ali Campbell - UB, Liz Mitchell - Boney M, os portugueses Sétima Legião e Bonnie Tyller, o ERP REMEMBER CASCAIS pretende atrair ao Hipódromo Municipal Manuel Possolo, em Cascais, entre sete mil a oito mil pessoas. “Não queremos um festival de massas, queremos um festival onde se pode dançar, ir com os filhos, ouvir música de uma época fantástica”, refere a organização.

Para Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, que se associou ao evento desde o primeiro momento, “este será um dos melhores verões de sempre. Fazendo mais e melhor com menos, prometemos a todos um grande Verão em Cascais. Para lá das festas tradicionais e de outros espetáculos que a seu tempo anunciaremos, em setembro vamos todos poder ver e rever nomes marcantes dos anos 80 em duas noites de revivalismo”.

Saudando a ideia da Palco da Primavera e da ERP, Carlos Carreiras sintetiza: “Em Cascais apoiamos todas as boas ideias. Especialmente aquelas que acrescentam valor a nível económico, social ou ambiental. É esse o caso do ERP REMEMBER CASCAIS”.

Satisfeito com o apoio da Câmara Municipal de Cascais ao evento, José Eduardo Martins, da Palco da Primavera, faz questão de salientar que “neste festival não haverá surpresas, todos os nomes do cartaz estão confirmados”. No que respeita à filosofia do evento, o organizador sublinha que o ERP REMEMBER CASCAIS “é um festival revivalista, como se os anos 80 tivessem sido aqueles em que nos habituámos a sair mais à noite e a ser mais felizes. O que queremos fazer aqui é um festival tranquilo, de festa, para dançar e recordar os êxitos dos anos 80”.

O mesmo espírito justifica o patrocínio da ERP – European Recycling Platform, como explica Ricardo Neto, diretor ibérico desta entidade sem fins lucrativos: “depois de variados eventos diretos, com públicos distintos, entre os quais um espetáculo na Aula Magna em que o bilhete era algo eletrónico que se pudesse reciclar, desde simples pilhas até torradeiras, o nosso caminho era patrocinar algo maior. Queremos que as pessoas oiçam música dos anos 80, mas também sensibilizar para a temática dos Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE), seja de forma direta, no local, seja em torno de ações que iremos desenvolver até ao festival e que revelaremos em breve”.

 Sobre o festival ERP REMEMBER CASCAIS | Conceito e Bandas:

Palco de uma conjuntura artística particularmente dinâmica e diversificada, testemunha de uma pluralidade de gerações, a década de 80 sobressai pelas excentricidades estilísticas, o New Wave, as cores vibrantes, os penteados ousados, os videoclips e os sons dançantes. A nível musical, foi nos anos 80 que o universo pop começou a ser fortemente marcado pela influência dos sons eletrónicos, levando à proliferação de um electro-pop melodioso, que acabou por se tornar num dos grandes marcos da década. De tal modo que se trata da década mais presente e revivida nos dias de hoje.

A escolha dos anos 80 como conceito integral do festival ERP Remember Cascais prende‐se com o facto de esta ter sido uma década marcante tanto para o mundo, onde se assistiu a importantes mudanças nos campos político, social e cultural, como para as memórias de cada um, com tal intensidade que estas memórias habitam no imaginário das gerações posteriores.

O patrocínio da ERP - European Recycling Platform tem por base justamente a necessidade de mudança, tal como aconteceu nos anos 80, assente no ambiente e na preocupação com as gerações vindouras. A ERP atua ao nível da reciclagem de eletrodomésticos, cuja colocação no Depositrão garante o encaminhamento para a reciclagem de todos os componentes, minimizando a pegada ecológica de cada um.

Inspirado por eventos semelhantes que estão a acontecer com regularidade por toda a Europa, com destaque para o Rewind Festival, um evento de sucesso que se realiza todos os anos em Inglaterra e na Escócia, o Festival ERP REMEMBER CASCAIS vai permitir recordar alguns dos artistas mais memoráveis da história da música mundial, tendo por cenário o idílico espaço do Hipódromo Municipal Manuel Possolo.

 

Retirado de CM de Cascais



publicado por olhar para o mundo às 21:21 | link do post | comentar

O Festival Sete Sóis Sete Luas volta a Castro Verde, nos dias 14, 15 e 16 de Setembro, para celebrar 20 anos de actividade

 

«Este ano o Festival Sete Sóis Sete Luas (www.7sois.eu) volta com muita energia aCastro Verde, nos dias 14, 15 e 16 de Setembro, para celebrar os seus 20 anos de actividade.

 

Para o público alentejano o certame reservou uma programação artística repleta de eventos imperdíveis entre exposições artísticas internacionais, as melhores músicas do Mediterrâneo e um teatro de rua cheio de surpresas.»

 

Exposições e residências artísticas

 

«Tudo vai iniciar na sexta-feira 14 de Setembro com um mergulho bem fundo nas artes plásticas da Rede SSSL: vários artistas vindos da Grécia, Marrocos, Itália participarão numa residência artística durante os dias do festival para envolver a população nos seus voos fantásticos.

 

Não é por acaso que falamos de voos, porque um deles, Francesco Cubeddu da Sardenha (Itália), realizará voos com a asa-delta para tirar fotos panorâmicas da vila simples e genuína de Castro Verde; Ignatiadis da Grécia voará através da objetiva da sua câmara fotográfica;Bouzoubaa (Marrocos) e Marco Pili (Itália) graças ao seus pincéis e as suas cores.

 

Este mergulho nas artes continuará até o fim do mês: Kostantinos Ignatiadis da Grécia,Mohammed Bouzoubaa de Marrocos e Moss da França realizarão exposições de esculturas, telas e fotografias nas ruas do centro histórico.

 

Os três artistas têm em comum a curiosidade e o amor pelo ser humano, pelos seus desejos, sofrimentos e alegrias, que cada um deles representa duma forma diferente e original. As mostras serão inauguradas às 18h00 e contarão com a presença de Bouzoubaa eIgnatiadis

 

O cartaz musical e teatral

 

No que diz respeito à música, a sexta-feira 14 de Setembro será animada, a partir das 21h30, pelos sons da 7Luas.Orkestra.20, produção original que vai celebrar os 20 anos do Festival SSSL e que conta com a participação de 6 prestigiados artistas provenientes das mais diversas culturas musicais enraizadas nos Países da Rede Sete Sóis Sete Luas.

 

De Israel o percussionista Shlomo Deshet; de Portugal o virtuoso da sanfona e do bandolim, Luís Peixoto; do País Basco Agus Barandiaran, virtuoso do acordeão diatónico; da Sicília Mário Incudine, também director musical do projecto, e Pino Ricosta, no baixo; de Valência a cantora Mara Aranda. O repertório da 7Luas.Orkestra.20° harmoniza músicas tradicionais, composições originais e novos arranjos já editados, dos diversos países.

 

No sábado, dia 15 de Setembro, música e teatro dão os braços e dançam pelas ruas de Castro Verde: às 21h30, a fusão de sons mediterrâneos, cheia de aromas urbanos e crítica social, ficará ao cargo da Banda del Pepo, de Múrcia (Espanha). Com o novo trabalho “Tanto por hacer”, o grupo convida todos a um mundo de cores e sabores mediterrâneos, ligando o folclore do sul da Espanha e do flamenco com os ritmos do norte da África.

 

O destaque da noite será, às 23h00, a companhia de teatro de rua de Barcellona, L’avalot, que fará reviver, nas ruas de Castro Verde, os dinossauros e surpreenderá todo o público com um grande incêndio num edifício do centro histórico. Mas não se assustem: é tudo mentira!

 

A companhia realizou o seu primeiro espectáculo em 1985 e a partir daquele momento sempre teve grande êxito, conseguindo envolver milhares de espectadores nas suas performances. As produções artísticas de L’Avalot são de grande formato, com pirotecnia e grandes máquinas. A companhia, na tarde de domingo 16, às 19.00 horas, apresenta o seu novo espectáculo 'Tikiterium' destinado a todo tipo de público.

 

O Festival encerra esta edição propondo a sua nova criação artística original em estreia mundial, a Orient.7Sóis.Orkestra, que subirá ao palco do Anfiteatro Municipal no domingo, dia 16 de Setembro, às 19h30.

 

A orquestra, que acaba de realizar a residência artística no Centrum SSSL de Ponte de Sôr, surge do trabalho conjunto de 6 grandes artistas provenientes das diversas margens do Mediterrâneo com especial destaque para as culturas musicais do Oriente do Mare Nostrum.

 

Com direcção musical do grande artista português Rão Kyao participam músicos vindos da Croácia (Marko Kalcic), da Grécia (Kelly Thoma), da Algéria (Salim Allal), da Espanha (Miguel Angel Ramos) e da Roménia.

 

Os músicos encontram-se, partilham tradições culturais e criam temas musicais inéditos que testemunham a possibilidade de compreensão e colaboração entre diferentes mundos e conseguem transmitir as vibrações emocionantes e as alegrias do Mediterrâneo.»

 

Programa

 

De 14 a 16 de Setembro, no Anfiteatro Municipal de Castro Verde

 

Entrada Livre 

 

Dia 14 de Setembro

 

18h00 - Inauguração das exposições de fotografia de Ignatiadis (Grécia), de esculturas deMoss (França) e de pintura de Bouzubaa (Marrocos) na Rua D. Afonso

 

21h30 - 7Luas.Orkestra.20 (Mediterraneo)

 

Dia 15 de Setembro

 

21h30 - Banda del Pepo (Múrcia, Espanha)

 

23h00 - L’avalot (Catalunha, Espanha)

 

Dia 16 de Setembro

 

19h00 - L’avalot (Catalunha, Espanha)

 

19h30 - Orient.7Sóis.Orkestra (Mediterrâneo e Oriente)

 

Todos os dias: residências artísticas abertas ao público de 4 artistas internacionais:Ignatiadis (Grécia), Bouzoubaa (Marrocos), Cubeddu e Pili (Itália)

 

Fonte e informações:

http://www.2011.7sois.org/

http://www.facebook.com/pages/Festival-Sete-S%C3%B3is-Sete-Luas/179452002735

 

Retirado do Registrus



publicado por olhar para o mundo às 12:05 | link do post | comentar

Sábado, 01.09.12

Festival Adentro leva músicas do mundo e concertos de entrada livre a Faro

O Largo Afonso III, em Faro, recebe nos dias 7 e 8 de setembro a segunda edição do Festival Adentro, com um alinhamento musical que traz à zona histórica da cidade grandes nomes e revelações das músicas do mundo. A entrada é gratuita.


Os algarvios Pelevento abrem as hostilidades do festival na sexta-feira, 7 de setembro, às 22h00. A atuação deste grupo, constituído por três músicos, caracteriza-se pela interpretação de música tradicional e de danças de alguns países da Europa.

 

Às 23h30 entram em ação no Palco Afonso III os brasileiros Patubatê, um misto de percussão e música eletrónica.

 

"A peculiaridade dos instrumentos utilizados, inteiramente feitos de materiais reciclados como latas, baldes, peças de automóveis e bidões, que apela para a sustentabilidade do ambiente, aliada à componente eletrónica a cargo de dois Djs, transformam as atuações em autênticas explosões rítmicas", carateriza a organização.

 

No sábado, 8 de setembro, pelas 22h00, cabe ao grupo sevilhano Rare Folk iniciar mais um dia de espetáculo. De regresso de Itália, o coletivo tem preparada uma atuação em que o folk, o rock e as influências celtas vão invadir a parte velha da cidade.

 

Com cinco álbuns editados e muitos quilómetros na estrada, os Rare Folk tem já no currículo várias atuações em Portugal.

 

O festival Adentro encerra com o grupo Moya Kalongo, liderado pelo moçambicano, radicado em Barcelona, Simonal Bié e acompanhado por músicos de lugares tão distintos, como Catalunha, Uruguai e Costa do Marfim.

 

As sonoridades do grupo viajam pelo jazz, funk, tradicional, mas principalmente o afrobeat, "com o qual o grupo se identifica e que transformam Simonal num autêntico animal de palco”, adianta ainda a organização.

 

A programação do festival inclui ainda várias atividades a decorrerem entre as 18h00 e as 02h00, das quais se destacam o Mercado da Traça, no qual os festivaleiros podem encontrar artigos variados, desde o vintage, ao artesanato urbano, assim como produtos regionais, biológicos e doçaria.

 

retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 11:35 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.08.12

Festival Azure arranca quinta-feira na Terceira com música alternativa e workshops

O Festival Azure, que começa quinta-feira na ilha Terceira, nos Açores, deve bater este ano um novo recorde de assistência, apesar da crise no país, afirmou hoje Miguel Linhares, da organização do evento.

"Pela procura, parece-me que vai ser um ano com muitos visitantes", frisou Miguel Linhares, responsável pela produção executiva do festival, em declarações à Lusa, acrescentando que a venda antecipada de bilhetes correu melhor do que em anos anteriores.

Miguel Linhares reconheceu que "existem muitas dificuldades" e que "a cultura não é uma prioridade para as pessoas", mas salientou que a organização espera que passem pela Zona de Lazer de S. Brás mais do que as cerca de 2.000 pessoas que lá estiveram na edição do ano passado.

O palco principal do Azure vai receber, entre quinta-feira e sábado, os portugueses Fitacola e Amor Electro, o caboverdiano Dany Silva, o DJ alemão Lopazz e os californianos Skywalker 1nine, entre outros.

Miguel Linhares frisou que o festival "tenta primar pela diversidade e ir por caminhos mais alternativos", contrariando o que se faz nas festas concelhias, que têm uma filosofia diferente.

Por outro lado, salientou que o Azure procura trazer à Terceira bandas portuguesas "com boa qualidade e pouco divulgadas", que ainda não tenham passado pela ilha, como os Amor Electro ou os Beatbombers, que são os "campeões mundiais de scratch".

A realização de workshops foi também destacada por Miguel Linhares, referindo que o objetivo é "trazer algo de novo", como o que será dedicado ao trad-folk, uma novidade nos Açores.

Para esta edição do festival estão ainda previstos workshops sobre yoga, hip-hop, didgeridoo, dança contemporânea e street art.

Os bilhetes diários custam 15 euros e o passe para os três dias ascende a 30 euros, mas estão previstos descontos de 30 por cento para portadores do cartão Interjovem e de 50 por cento para moradores da freguesia de S. Brás. 

 

Noticia do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:56 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.08.12

Festival gótico no castelo em Leiria

Vista do Castelo de LeiriaFotografia © Nuno Brites - Global Imagens

O Festival Entremuralhas, agendado para sábado e domingo no castelo de Leiria, tem a lotação praticamente esgotada, disse hoje à agência Lusa o presidente da associação Fade In, que organiza a terceira edição deste evento gótico.

 

"A lotação está quase esgotada, mas há ainda um lote de 100 bilhetes que só serão colocados à venda nos dias dos espetáculos", sublinhou Carlos Matos, revelando que este ano há mais razões para sustentar o novo lema do festival: "Único no Mundo e aqui tão perto".

 

Das dez bandas que vão subir ao palco, sete vão fazer a sua estreia em Portugal, salientou, revelando que ao contrário do que sucedeu em edições anteriores "vêm menos visitantes estrangeiros: são mais portugueses e mais leirienses".

 

Para Carlos Matos esta "é uma conquista da Fade In, que trabalha em prol da cultura há 12 anos, projetando a nível nacional e internacional o nome de Leiria".

 

Afinal, "constatamos que os leirienses estão connosco", explicou, indicando que a organização espera 737 pessoas em cada um dos dias do Festival Entremuralhas.

 

"O número tem a ver com a capacidade que consideramos ideal para as pessoas usufruírem do espaço com qualidade, sem que se coloque em causa o património histórico e a envolvência do castelo de Leiria", frisou.

 

A programação do Festival Entremuralhas 2012 é composta pelas atuações de Suicide Commando (Bélgica), Clan of Xymox (Holanda), Rome (Luxemburgo), Stellamara (Estados Unidos da América) e Jo Quail (Inglaterra), no próximo sábado.

 

No domingo, tocam no castelo de Leiria VNV Nation (Inglaterra), The Beauty of Gemina (Suíça), Of The Wand and The Moon (Dinamarca), Daemonia Nymphe (Grécia) e Dernière Volonté (França).

 

Para além do cartaz musical, o festival organiza ainda durante o fim-de-semana a exposição de pintura "Húmos", de Varatojo, o desfile de moda "Once Upon a Time", de Kristine, a instalação vídeo "A Collection of Minimal Short Movies", de Pedro Alves, a exposição de escultura "Obapio", de Patrícia Almeida, a conferência "Obscura Luz", com António Cova e Pedro Morcego, e os filmes mudos "The Unknown" e "Drácula".

 

O Festival Entremuralhas, organizado pela Fade In - Associação de Ação Cultural, em colaboração com a Câmara de Leiria, volta a apostar na distribuição de três palcos no interior do castelo.

 

As ruínas da Igreja de Santa Maria da Pena acolhem o Palco Igreja da Pena, o Palco Alma fica situado a sul da Torre de Menagem, enquanto o Palco Corpo, mais a norte, ocupa a zona dos Celeiros Medievais.

 

O castelo medieval de Leiria, que começou a ser construído no século XII, recebeu várias influências, como o gótico dionisino e o gótico joanino.

 

Retirado Do DN



publicado por olhar para o mundo às 20:51 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.08.12

Dead Combo e Royal Orquestra das Caveiras nas Noites Ritual

O duo Dead Combo, responsável pela banda sonora de um episódio da série ‘No Reservations’ sobre Lisboa, regressa este ano ao festival Noites Ritual, do Porto, onde esteve em 2009, desta feita acompanhado pela Royal Orquestra das Caveiras.

Os dois músicos lisboetas, que representam no palco um cangalheiro e um gangster e que chegaram ao ‘top ten do iTunes (secção ‘World Music’), marcam o primeiro dia do Noites Ritual 2012, em 31 de agosto.

"Vão fazer um espetáculo como as pessoas nunca viram no Porto", prometeu o produtor Carlos Vieira.

O festival, que se conclui em 1 de setembro, decorre nos jardins do Palácio de Cristal e vai já na sua 20.ª edição.

Outro atrativo para as Noites Ritual será o Cabaret Ritual do Meio Morto, uma performance com números musicais e circenses coproduzida pela Companhia Marionetas da Feira e pela Companhia Marimbondo e a realizar nos dois dias do certame.

Também nos dois dias do festival funcionará um mercado ritual.

Antes e depois das Noites Ritual, entre 27 de agosto e 2 de setembro, decorre um programa paralelo específico do Hard Club, incluindo uma conferência com Adolfo Luxúria Canibal (Mão Morta), Ace (Mind da Gap), André Tentúgal (WeTrust) e Paulo Furtado (Wraygunn e Legendary Tigerman).

O festival, que começou em 1992, numa altura em que o panorama musical do Porto se confinava a raras iniciativas pontuais, apostou sempre na música portuguesa. 

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:33 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.08.12

Festival do Crato: conheça a programação e horários

A edição de 2012 do Festival do Crato anima a vila alentejana de 29 de agosto a 1 de setembro. Fique a par de toda a programação do evento.

O CARTAZ:


A edição de 2012 do Festival do Crato destaca-se por uma aposta forte na música portuguesa, em vários géneros, juntando nomes como Buraka Som Sistema, Pedro Abrunhosa, Dead Combo & Royal Orquestra das Caveiras, Sétima Legião, A Naifa, Boss AC, Cais Sodré Funk Connection, Amor Electro ou Mafalda Arnauth. A edição  deste ano promove também, como já é tradição, diversos projetos musicais da região, quer nos espetáculos de palco, com a presença dos projetos PeSSoaS e Grupetto, quer na animação de rua, com os Bombos de Nisa, que se juntam à alegria do Grupo Popular Pilha Galinhas e do Grupo Popular Ribatejano.

As madrugadas no Crato serão animadas por nomes do deejaying nacional no Palco After-Hours como Tiago Santos (Rádio Oxigénio),  Zé Pedro (Xutos & Pontapés) e o coletivo NO DJs da Antena 3. 

ARTESANATO E GASTRONOMIA:

Nem só de música vive o Festival do Crato. A 28ª Feira de Artesanato e Gastronomia, que volta a animar o Festival, traz ao Crato, na área do Artesanato e das Artes Tradicionais, mais de 80 artesãos, que para além dos barros de Flôr da Rosa e da cantaria de Gáfete e arte em granito, apresentarão artigos em cortiça, trabalhos em madeiras, ferro, latoaria, cerâmica, têxtil e tecelagem, joalharia, entre outros. Muitos dos artesãos presentes vão trabalhar ao vivo desvendando os segredos das suas artes.

Na Gastronomia, podem encontrar-se dois restaurantes com ementas regionais, 12 tasquinhas onde podem ser saboreados os mais diversos petiscos e 22 stands de produtos regionais com doces, licores, queijos, enchidos ou vinhos, além de outras iguarias. 

Também a rede de parcerias que se estabelece para a organização do Festival é um exemplo da singularidade do Festival do Crato, envolvendo 18 Associações e Instituições e mobilizando apoios como a Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, o Turismo do Alentejo ou os Jogos Santa Casa, que associadas a diversas marcas patrocinadoras do evento ajudam a viabilizar mais uma edição do Festival do Crato.    

ATIVIDADES PARALELAS:

Entre as novidades do Festival do Crato 2012 contam-se a participação da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre; a ampliação do espaço infantil, com diversos divertimentos para os mais pequenos, confirmando o caráter multigeracional do Festival; a melhoria das condições da zona de campismo, com a criação de zonas de sombra e a melhoria das condições sanitárias; a melhoria do acolhimento aos Festivaleiros, com a criação de nova oferta ao nível da alimentação (no Mercado Municipal funcionará de quarta-feira a domingo uma zona de padaria e pastelaria para apoio a todos os que visitam o Crato nestes dias); ou a presença de escritores no recinto do Festival com apresentação de livros e realização de sessões de autógrafos.

Para além do Programa do Festival do Crato, são organizadas atividades paralelas em todo o concelho, como é o caso das exposições de artes plásticas no Mosteiro de Flor da Rosa, do Concurso do Rafeiro do Alentejo e até de um Torneio de Futebol Feminino entre a Seleção do Norte Alentejano e da Extremadura Espanhola. 

HORÁRIOS DOS ESPETÁCULOS:

4ªf, 29 de agosto:

22h00 - FILÁRMONICA DO CRATO (banda local)
23h00 - MAFALDA ARNAUTH
00h30 - AMOR ELECTRO
After Hours - DJ RICARDO LINO

5ªf, 30 de agosto:

20h00 - Animação - Grupo Popular “Pilha Galinhas”
22h00 - PESSOAS
23h00 - CAIS SODRÉ FUNK CONNECTION
00h30 - BOSS AC
After Hours - TIAGO SANTOS (Rádio Oxigénio)

6ªf, 31 de agosto:

20h00 - Animação - Grupo Popular “Ribatejano”
22h00 - GRUPETTO
23h00 - A NAIFA
00h30 - SÉTIMA LEGIÃO
After Hours - DJ ZÉ PEDRO (XUTOS & PONTAPÉS)

Sáb, 1 de setembro:

18h00 - Animação - Bombos de Nisa
22h00 - DEAD COMBO & ROYAL ORQUESTRA DAS CAVEIRAS
23h30 - PEDRO ABRUNHOSA
01h30 - BURAKA SOM SISTEMA
After Hours - NO DJs ANTENA 3

Preços: Passe 4 dias - € 20,00 /  29 de Agosto (4ªf) - € 6,00 / 30 de Agosto (5ªf) - € 8,00 :: 31 de Agosto (6ªf) - € 10,00 :: 1 de Setembro (sáb) - € 10,00

Abertura do recinto:  29 de Agosto - 19h00/ 30, 31 de Agosto e 1 de Setembro - 18h00
Encerramento (todos os dias): às 05h00 no palco After Hours 

 

retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 17:37 | link do post | comentar

O festival internacional de folk MUN'Danças vai realizar-se em segunda edição em 2013, e a organização quer reunir um conjunto de apoios que assegurem a sua sustentabilidade.

 

«Em finais de Setembro será apresentado o conceito do MUN'Danças 2013 em toda a sua extensão, o qual servirá de base a uma candidatura a fundos comunitários a ser articulada com a Câmara Municipal de Coimbra», revelou à agência Lusa o seu coordenador geral, Nuno Martins.

 

O palco para as actividades de dança e música folk voltará a ser a Praia Fluvial de Torres do Mondego, onde este ano já foram investidos cerca de 70 mil euros em infra-estruturas fixas, numa ponte sobre o rio, no sistema eléctrico, instalações sanitários e soluções para evitar barreiras arquitectónicas.

 

No entanto, Nuno Martins, não afasta a possibilidade de o MUN'Danças ter mais do que um pólo junto ao Mondego, como esteve previsto para a edição deste ano, em Aldeia Viçosa, Guarda, que acabou por não se concretizar.

 

«A presença reforçada do rio nas actividades e nos espaços afectos ao festival será um convite dirigido aos participantes provenientes de todo o país e da Europa a umas mini-férias balneares em contacto com a Natureza», observou, recordando que nesta primeira edição estiveram já envolvidos artistas de oito países do Sul e Leste europeus.

 

No entendimento de Nuno Martins, «o foco no tema da água permitirá seguir e reforçar a linha de sustentabilidade e de festival ecológico - saudável sem plásticos e sem poluentes e sem ‘fast food' - seguida na primeira edição e que foi dos aspectos mais sublinhados pelos participantes».

 

O festival internacional de folk MUN'Danças, que decorreu entre 26 e 29 de Julho últimos, em Coimbra, na Praia Fluvial de Torres do Mondego, contou com treze bailes e concertos, envolvendo artistas portugueses e estrangeiros, dez oficinas de danças do mundo, com mercados solidários, de artesanato e produtos biológicos, e com espaços de meditação, yoga e para crianças.

 

A vertente ecológica foi uma forte aposta, que se manterá para as próximas edições. No recinto da festa foi interdito o uso de utensílios em plástico, e as refeições foram tomadas em biodegradáveis ou em louças. As bebidas foram servidas em púcaro metálico que cada um transportava à cintura. Para a higiene pessoal foi criado um kit de «fabrico caseiro». Quem viajou de bicicleta, utilizou transportes colectivos ou aderiu ao sistema de transporte partilhado teve um desconto no bilhete de ingresso.

 

O MUN'Danças foi também o primeiro festival a utilizar um invento patenteado pelo designer Miguel Neiva, um sistema de identificação de cores para daltónicos nas pulseiras coloridas, que funcionaram como 'bilhete' de acesso ao festival.

 

Seis dezenas de voluntários de vários países ajudaram à organização, e o areal da praia fluvial serviu ainda para montar um acampamento para artistas e participantes.

 

A sua organização coube à Associação de Projecto e Desenvolvimento do Parque Patrimonial do Mondego, instituição que pretende valorizar o património material e imaterial ligado ao rio e às populações ribeirinhas.

 

Retirado do Sol



publicado por olhar para o mundo às 12:11 | link do post | comentar

Domingo, 26.08.12

 

 

 

 

Esta primeira edição irá passar-se em três museus de Belém: Museu Nacional de ArqueologiaMuseu Nacional dos Coches e Museu de Arte Popular, sendo cada um deles palco de um género musical distinto.

 

E é de palco em palco que os participantes poderão assistir a concertos de FADOJAZZ e ROCK envolvidos em alma e em história, pela voz de artistas portugueses.

 

No Museu Nacional dos Coches, serão apresentadas “três abordagens diferentes à canção urbana”, com Pedro MoutinhoMaria Ana Bobone e Teresa Lopes Alves.

 

Já no Museu Nacional de Arqueologia, as vozes, melodias e ritmos de Elisa Rodrigues e Júlio Resende, dos The Soaked Lamb e de Selma Uamusse levam os convidados a um território sonoro retro, entre o Jazz e o Blues.

 

No Museu de Arte Popular, a festa começa com muita energia e boa-disposição com as atuações dos grupos Nice Weather for DucksThe Doups e Youthless, terminando com DJ set às 04h00.

 

Video promocionalhttp://www.youtube.com/watch?v=0r8u5dFtktY&feature=plcp

Websitewww.belem-art-fest.pt | Facebook: www.facebook.com/belemartfest

 



publicado por olhar para o mundo às 21:05 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.08.12

Já são conhecidos os horários dos concertos do 20º EDP Paredes de Coura, que regressa à praia do Taboão entre os dias 13 e 17 de agosto.

 

Pela edição 2012 do festival vão passar nomes como Anna Calvi, B Fachada, Best Youth, Capitão Fausto, Digitalism, Dead Combo, Kasabian, of Montreal, Ornatos Violeta, Patrick Watson, PAUS e The Temper Trap, entre muitos outros.

 

Os bilhetes para o certame, ainda à venda, custam entre €25 (ingresso diário 14 de agosto) e €80 (passe cinco dias c/ campismo). O bilhete diário para os dias 15, 16, e 17 de agosto custa €40.

 

Confere o horário dos quatro palcos aqui:

20º EDP Paredes de Coura: o horário dos concertos dos quatro palcos

Sara Novais 

 

retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:34 | link do post | comentar

Neopop Electronic Music Festival: Guy Gerber adicionado ao cartaz

Os israelista Guy Gerber é a derradeira confirmação no cartaz da edição 2012 do Neopop Electronic Music Festival, que já se julgava fechado.

 

Considerado um dos dez melhores live acts de 2011 pela prestigiada “Resident Advisor”, Guy Gerber é, de acordo com a organização do certame, “um pequeno presente de última hora, para ser desfrutado no final do evento”. O DJ atua na manhã de domingo, dia 12, juntamente com o americano Josh Wink.

 

Com mais de dez anos de carreira, Guy Gerber continua a demonstrar o mesmo inconformismo que revelava no início da sua carreira, quebrando fronteiras entre géneros e imprimindo uma marca muito própria a cada nova produção, revelando uma mestria única no que diz respeito à conjugação de elementos orgânicos com uma sonoridade mais eletrónica. Para além de editar na sua Supplement Facts, os seus registos podem ser encontrados em casas como a Bedrock, de John Digweed, ou Cocoon, de Sven Vath.

 

O Neopop Electronic Music Festival regressa a Viana do Castelo entre os dias 8 e 11 de agosto e conta, no seu cartaz, com Flux Pavilion, Mind Vortex, Audio, Carl Craig, Alix Perez, Ben Klock, Moodyman Cobblestone Jazz, Auntie Flo, Josh Wink, W//atever feat. Marta Plantier, Richie Hawtin, Luke Slater, James Holden, Minilogue, Maya Jane Coles, Nina Kravitz, Scuba e Julio Bashmore.

 

As portas do evento, que terá lugar junto ao forte de Santiago da Barra, abrirão todos os dias às 21h00 e encerrarão dia 8 pelas 06h00, dias 9 e 10 pelas 09h00, e dia 11 às 10h00.

 

Até 5 de agosto, os bilhetes poderão ser adquiridos na rede Ticketline com valores que oscilam entre os €15 e os €60. No local, o passe geral custará €70.

 

Confere o cartaz completo do festival:

Sara Novais

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 00:24 | link do post | comentar

Quarta-feira, 01.08.12

SudoesteTMN arranca hoje na Zambujeira do Mar

A Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, recebe a partir de hoje o festival SudoesteTMN. Até domingo, há concertos para muitos gostos, incluindo a estreia a solo de Eddie Vedder e o regresso de Ben Harper.


Ao longo dos cinco dias de festival estão previstas mais de meia centena de atuações. Destaque para o regresso do músico norte-americano Ben Harper, a estreia a solo de Eddie Vedder, vocalista dos Pearl Jam, e uma homenagem aos 50 anos da independência da Jamaica.

 

O primeiro dia, de receção ao campista, conta com Afrojack, o francês Martin Solveig e o portugês Pete Tha Zouk.

 

Na quinta-feira é esperada a atuação de Ben Harper, de regresso a Portugal com o espetáculo "An acoustic evening with Ben Harper", que revisita 20 anos de carreira.

 

Ben Harper está na Europa para uma série de concertos e o último será em Portugal. Em janeiro editará um novo álbum, "Get up", com o músico dos blues Charlie Musselwhite.

 

Ainda na quinta-feira, assinalam-se a estreia do londrino Ben Howard, que editou no ano passado o primeiro álbum, "Every Kingdom", e os regressos do brasileiro Marcelo D2 e de Matisyahu.

 

Na sexta-feira, os holofotes estarão virados para Eddie Vedder. Se o músico norte-americano é sobejamente conhecido como vocalista do grupo norte-americano Pearl Jam, desta vez terá todas as atenções a solo, porque editou em 2011 o álbum "Ukelele Songs".

 

No mesmo palco de Eddie Vedder estarão previstos outros concertos, como o de James Morrison e do Richie Campbell, nome português do reggae.

 

No sábado, assinala-se a estreia em Portugal do grupo hip hop porto-riquenho Calle 13, cujo álbum "Entren los que quieran", de 2010, foi editado em Portugal no início desta semana.

 

Este disco, que conta com a participação de Maria Rita, Omara Portuondo e Omar Ródriguez-López, dos Mars Volta, e com letras com um discurso bem mais político que os anteriores, valeu-lhes dez Grammy Latinos.

 

Ainda no sábado, depois dos Calle 13, regressarão a dupla The Ting Tings, os norte-americanos The Roots e os Xutos & Pontapés, os únicos portugueses cabeças-de-cartaz, desta edição. A noite fecha com Gorillaz Sound System.

 

Para domingo, último dia do festival, está agendada a estreia da cantora londrina Jessie J em Portugal, e o regresso - já faz parte da "prata da casa" - do DJ francês David Guetta.

 

Este ano, o Palco Reggae poderá registar uma enchente maior do que a de anos anteriores, por conta de um conjunto de nomes lendários da Jamaica, que têm andado em digressão a celebrar os 50 anos de independência do país.


Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 18:32 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.07.12

Dia 10 de Agosto na Póvoa de Varzim

 

Póvoa de Varzim recebe a primeira edição do Rock Fest Costa Verde, no dia 10 de Agosto, no estádio do Varzim Sport Club, com actuações dos Xutos & Pontapés, Moonspell, Trabalhadores do Comércio e Che Sudaka.


Um evento para quem gosta de música, para quem está de férias e procura uma noite de verão diferente mas também criado a pensar na experiência em família: os menores de 12 anos não pagam entrada (desde que acompanhados por um adulto portador de bilhete).


O recinto é servido por transportes públicos (Metro do Porto, autocarros, táxis) e diversos parques de estacionamento públicos. Existem múltiplas opções de alojamento, desde Pousadas, a Parques de Campismo (Nabais, junto à praia ou Azurara em Vila do Conde), até hotéis próximos do recinto (Costa Verde ou Axa).


BILHETES JÁ À VENDA
Geral - 20,00 €
Sócios Varzim Sport Club – 15,00 € (máximo de 2 bilhetes por sócio)

LOCAIS DE VENDA
Ticketline, Fnac, Worten, C.C. Dolce Vita, C.C. MMM, C.C. Mundicenter. Povoa de Varzim: Livraria Moderna, MJ. Vendeiro, quiosque Palavras e Numeros, O Meu Café e nas bilheteiras do estádio (de 4 a 10 de Agosto)

HORÁRIOS
Abertura de portas – 19H00
Che Sudaka – 20H30
Trabalhadores do Comércio – 21H45
Moonspell – 23H00
Xutos & Pontapés – 00H30

FACEBOOK OFICIAL 


Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 21:18 | link do post | comentar

Festival da Diversidade Byonritmos

Dias 5,6 e 7 de Agosto em Baião




"Baião será novamente palco do Festival Byonritmos.


Uma 7º edição que se prepara em força e que contará com mais um dia de programação. 


Três dias
 de agosto sob as frescas sombras da Praia Fluvial da Fraga do Rio, envolvendo danças, concertos, oficinas de instrumentos e actividades múltiplas, enquadradas com a identidade que este evento assume.


Para além da juventude que sempre acorre em número a este evento, potencia-se nesta 7º edição a participação das famílias, com um local de campismo próprio e uma programação paralela, pensada neste sentido... entre natureza, dança, tradição e sustentabilidade


O Festival Byonritmos é uma organização conjunta da Associação Byonritmos e Câmara Municipal de Baião. "


Fonte: Byonritmos 

*****
PARA DOWNLOAD:

Programa completo do Byonritmos 2012
História / Apresentação do Byonritmos 

***** 
Bilhete geral: 20€ 
Crianças (até 12 anos): gratuito
Campismo gratuito com o bilhete geral.  
Facebook  


Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 10:15 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.07.12

“Tom de Festa” presta homenagem a José Afonso

 

Uma homenagem a José Afonso, "Terra da Fraternidade", que contará com a participação de nomes sonantes da música portuguesa, será o destaque da XII edição do “Tom de Festa”, que decorrerá de 26 a 28 de Julho, em Tondela.

 

Segundo José Rui Martins, autor e director da Associação Cultural de Tondela, em declarações à Lusa, o Festival “Tom de Festa”apostou este ano "na generosidade de amigos de sempre" para realizar um festival de qualidade "apesar das tremendas dificuldades financeiras".

 

Vitorino, Júlio Pereira, Francisco Fanhais, João Afonso, Carlos Clara Gomes, Manuel Freire ou, entre mais de duas dezenas de "amigos", Luís Pastor ou Zeca Medeiros, irão juntar-se no tributo a Zeca Afonso que terá lugar a 27 de Julho no palco da Acert.

 

"Só a generosidade de todas estas pessoas tornou possível este momento que é, para nós, Acert, um momento de tremenda emoção pela forma como nos identificamos desde o início com aquilo que era a humanidade, a dignidade, a decência que transbordava de tudo aquilo que o Zeca fazia", assegurou José Rui Martins.

 

Segundo o director da Acert, pela primeira vez anos o "Tom de Festa" não conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura e a organização foi confrontada com "a necessidade de avançar com um terço do orçamento habitual, possível porque a Câmara de Tondela permaneceu solidária com a história do Tom de Festa".

 

José Rui Martins acredita, no entanto, que "este pode ser o maior momento, pelo menos para quem é Acert, das mais de duas décadas pelas quais se estende o festival". 

 

Noticia do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 21:02 | link do post | comentar

Festival da sardinha de portimão

FESTIVAL DA SARDINHA
PORTIMÃO | 3 a 11 Agosto


Em ano de mudança, o Festival da Sardinha ganha uma nova imagem, um novo formato, um novo conceito, uma nova vida.

Música, humor, circo, artesanato, gastronomia, doçaria, fado, arte, teatro de rua, animação... tudo isto e muito mais num único palco, o Parque de Feiras e Exposições de Portimão.

E, claro, a estrela deste Verão e a rainha do festival também está presente - Sardinha Assada - fresquinha a pingar no pão caseiro ou acompanhada com a saborosa salada algarvia, a fazer crescer água na boca a todos os portugueses e turistas estrangeiros que certamente não vão perder um dos mais emblemáticos festivais gastronómicos do país.

Uma experiência completa para todos, repleta de surpresas e emoções que irá recordar seja em família, entre amigos, ou mesmo entre desconhecidos. Uma partilha de momentos felizes em Portimão!

Acompanhe, aqui, todas as novidades do Festival.

Consulte, aqui, o cartaz e os horários.

Noticia da Antena 3


publicado por olhar para o mundo às 12:12 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26.07.12

Com entrada livre, a Aldeia Neptuno abre as suas portas pelas 21:00, do dia 27 de Julho, marcando-se desta forma o arranque da 6.ª edição deste evento.

 

Hallux Makenzo é o DJ responsável pela animação da primeira noite, com actuação marcada para as 00:00. 

Produtor e remixer, Makenzo é produtor de hits como “Senta no DJ”,“Makulélé”, “Bará Bará”, “Ela quer dançar”, entre outros.

 

Para sábado, 28 de Julho, estão programados Walter Carvalho, Afonso Vilela, os irmãos Pedro e Ricardo Guedes e Gonzo, figuras bem conhecidas do público que vão dar música à Aldeia Neptuno a partir das 22:00. 

E serão eles que abrirão as portas à actuação de Sugus (DJ Guga), o que acontecerá pelas 00:00. 


A nota de imprensa relata que Sugus é o “alter-ego” de DJ Guga na vertente “main stream”. Residente Antena 3 Party Zone ao vivo e na rádio, ao lado dos maiores nomes da Eletrónica Mundial. Marca o ritmo semanalmente na Antena 3, Antena 3 Dance e Antena 3 Madeira com o programa “Sugus 4 Dance Floors”, onde engloba os temas que mais tocam nas pistas de dança mundiais. Sugus proporcionará um clima de festa “non stop” único!


O domingo, 29 de Julho, trará um Concurso de DJs com seis DJs a actuar no palco do Santa Cruz Ocean Spirit. 


A partir das 22:00 cada concorrente terá 45 minutos para mostrar o que vale e, no fim da noite, ficaremos a conhecer o grande vencedor. 


Originalidade, repertório, técnica, musicalidade serão alguns dos critérios avaliados pelo júri, mas o público tem também um papel importante na escolha do DJ vencedor.

 

Diz a organização que a juntar a este programa há ainda a animação criada para este festival de desportos de ondas.

A par dos espectáculos/actuações no palco Santa Cruz Ocean Spirit, a Aldeia Neptuno conta com seis bares, um restaurante, um snack-bar, zona comercial e piscina no recinto. 

 

Retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 12:55 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

Vodafone Paredes de Coura...

ROCK IN RIO, FESTIVAL MAI...

Belém Art Fest regressa c...

Ivete Sangalo, Boss AC e ...

Festivais de música vão a...

Linda Martini são a mais ...

Moonspell e Ramp abrem Fe...

Festival Para Gente Senta...

Hands On Approach e The G...

Mondim de Basto recebe fe...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
ObrigadoTodos oos músicos deveriam acompanhar os v...
Letra e Música:Rodrigo Serrão Obrigado :)
Mas que maravilha de letra, de melodia! A voz! Con...
Já actualizei o Post, muito obrigado
O tempo não espera pela gente mas eu espero por ti...
sou teu fà loony johnson
A letra está malDeviam arranjar
Grande Musica
Musica Qualitativa
blogs SAPO
subscrever feeds