Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2017

 

Letra

 

Meu pai vida
Não é novela
Nasceste numa barraca
Sem água e à luz das velas
Nunca tiveste nada a não
Ser o amor da favela
E andavas de porta em porta
Para dar uns trocos a velha
Os anos foram passado
E tu foste crescendo
Diariamente ias jogando o jogo
Que te enfiou la dentro
Eu só vejo cinzento
Mas o verde dos teus olhos
Para te ser sincero lamento
Mas tu é que plantas o que colhes
Foges da reta que te perde
Acaricas e perdes
A Carolina é pequenita
Mostra lhe um rumo diferente
Meu velho já sou crescido
Ao ver-te só peço que
Dures mais 4 Meses para
Conheceres o meu filho
Seguintes o teu caminho
Fizeste a tua cama
No teu olhar sinto frio
Já não esquenta nem com chama
O teu sorriso é um vazio
E a mim já não me engana
Doi me ver te perdido
Com a cabeça na lama
Tu já te queimaste tanto
Tens um palácio no sangue
Pai olha para mim
Tinhas um ar elegante
E no entretanto para o meu espanto
Não te vejo assim
Eu não lamento o que
Vivi, ver o que vi fez
De mim homem
Sei que para muitos ter muito
Muitos outros nem comem
Tu já não te importas que te olhem
Nem te olhas ao espelho
Enquanto uns nascem outros morrem
Eu rezo para o puto nascer primeiro
Com a fartura do dinheiro
Veio a loucura a tempo inteiro
A tua vida era um recreio
Hoje em dia choras
Velho não tens a visão
Daquilo que é correcto ou não
A mim parte me o coração dizer

A Vida é roda bota fora
E pai já ta mais que na hora
De eu olhar por mim
Dizem que um homem não chora
E eu não acredito
E aqui eu digo eu já chorei por ti sim
A Vida é roda bota fora
E pai já ta mais que na hora
De eu olhar por mim
A família não tem preço
Recolhesses e eu reconheço
Que nunca foi assim

Eu sou um puto que já viu muito
E sei que o tempo não sara
Vejo-te parado na vida pai
A vida não para
Mete a cabeça para cima e vai
Tem vergonha na cara
Se vires a porta de saída sai
Essa vida acaba
Quartas e meias fiadas
Guardas e meias rasgadas
Não cagas em quem te mata
E cagas em quem não te larga
É só garrafas chupadas
E partas todas queimadas
Com vacas todas quinadas
Trocaste tudo por nada
Foste a procura da loucura
E hoje és um louco na estrada
Mas o teu puto tem gana
De um bom Cubículo para a mana
Sou um bom menino capanga
É tão lindo ter grana
Eu cá vou indo no drama
Para comer fujo da cana
Rap corre atrás de mim
Eu corro a frente da fama
Eu quero é que a fama se foda
Quero é que a família coma.. sim
Mas como assim g não procuro o sucesso
Procuro encher o frigorífico
E saúde é o que eu peço
O estado está em estado critico
E não é nítido o processo
Quero um lugar pacifico
Longe da furia do universo
Meto o meu sangue em cada verso
E tento simplificar o que no fundo é tão complexo
A minha vida não tem nexo
Como é que eu não sabia
Eu não vou ter quem me criou
A criar a minha cria
Da vivenda para o anexo
Para ter as contas em dia
Ta tudo tão perplexo
E eu pergunto: Quem diria
A vida sobe e desce é a minha filosofia
Cota não importa a nota
O importante é a família
E agora que venha a Clarinha
Firme e com saúde eu tenho a cabeça para cima
Sou miúdo não interessa
Isso de ser puto é só conversa
Eu luto sem promessas, juntos os pontos
Monto as peças sem descontos
Tou na reta e não é narcotráfico
Dispensa quem precisa para conseguir ter o básico
Eu não sou praticante sou pratico ´
E ninguém me classifica
Pai hoje o teu filho é clássico
Tempo passa rápido e é trágico o sentimento
Vida acaba num ápice como disse eu vou vivendo
24 sobre 7 a batalhar no meu talento
Ao meu passo cá vou indo porque eu vingo me
E não me vendo

A Vida é roda bota fora
E pai já ta mais que na hora
De eu olhar por mim
Dizem que um homem não chora
E eu não acredito
E aqui eu digo eu já chorei por ti sim
A Vida é roda bota fora
E pai já ta mais que na hora
De eu olhar por mim
A família não tem preço
Recolhesses e eu reconheço
Que nunca foi assim

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

Slow J - Serenata

Slow J - Não me mintas

noiserv - "SETE"

Noiserv - Não Canto Porqu...

noiserv - "Se o Tempo não...

Melech Mechaya - Boom(fea...

Melech Mechaya - Aurora(f...

Malabá - Perigosa

Malabá e Kosmo feat Ivo S...

Azagaia - Eu Não Paro

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Grande Musica
Musica Qualitativa
Ah que fixe!!!Obrigada A Música Portuguesa por aju...
*ps: nós que fizemos!
Ah que fixe!!!Obrigada A Música Portuguesa por aju...
OláInfelizmente não lhe consigo responder, eu não...
OlaaQueria por favor saber se exiate a musica em C...
Te amo Loony ....so tua fa
http://yolandabythemusic.blogspot.co.uk/
Música xinofoba, que pena. Gosto de ouvir Ana Mour...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds