Segunda-feira, 19 de Junho de 2017

 

Letra

 

Eu sinto aquilo que sentias nos momentos de esforço
*******, caricaturas não passavam do esboço
O poço ficou-se ***, doces momentos que eu lá passei
Com uma fisga lá no mato ou nas cabanas que eu montei
Em pedras me sentei
O mar eu avistei
Para o olho 'tar aberto por experiências eu passei
As horas que contei minuto após minuto
Corria não me cansava, um gajo ainda era puto
Lembro-me daqueles momentos que de guita tava mal
A barriga tava bem e era isso o essencial
Quando a minha mãe gritava porque me portava mal
Perdido e iludido no meu mundo *****
Na escola era bola eu nunca quis ser doutor
Já na primária ensinava armadilhas ao professor
Para o bem, o amor, para o mal um traquina
Nos intervalos com o Eddy sempre a apalpar as meninas
E eu hoje abro as cortinas e vejo a bazar amigos
O que hoje são picardias ontem foram castigos
Eu já passei por perigos, com os meus tropas tanta cena
Que mesmo que desiludam, quebrar laços tenho pena
Quinzena após quinzena vejo a vida meio surda
A morte numa estrela ensinou-me que a vida é curta
A vida é muito rápida, sem tempo para agir
Pois mesmo que te levantes sabes que cais a seguir

Refrão
Quero os teus lábios para cima
Quebra a barreira que te fecha o caminho
Mostra o sorriso a quem precisa, não vivas sozinho
Cultiva aquilo que um dia te vai dar carinho
A vida é fácil de viver se tiveres um vizinho
Podes achar e viver a vida numa ânsia
Manos pensam como tu e saiem de ambulância
Podes até fingir, mas lá à frente cais
Podes até partir, mas diz para onde vais

Quando eu tinha a tua idade, hoje cresci um bocado
Os anos vão-se passando e continúo desvairado
No tempo que foi passado era outra brincadeira
A derrapar e a saltar até acabar em choradeira
Porque a vida é uma lareira que mantém a chama viva
Do Zamba para a Madorna era outra perspectiva
Zambujeiro, grande terra, vitórias e derrotas
Madorna era só gandins mas também tinha lá tropas
Tu topas o que eu sentia dividido a meio
O vento leva o pensamento e o tempo leva o recreio
Só a minha mãe atura à altura do que eu desvaneio
Olhado sempre fui mau olhado eu também creio
Sou M de Madorna, perfeitura, preconceito
Aquela terra que eu não cago e trago no peito
No meio da velha guarda só brincava com uma bola
A esses agradeço seja nova ou velha escola
Porque a vida desenrola o novelo
Por vezes coça-te o pelo
E o teu destino, tu só tens que fazê-lo
E se eu te deixo o apêlo
A tua persona faz fita
Com regras mais rigorosas que a régua da Dona Zita
Porque a vida é uma fachada, mas para quem é fantoche
Muitos têm a vida agarrada, mas só faz toca-e-foge
Deixa a tristeza veloz
Que te baixa a auto-estima
Vê um futuro risonho, põe os teus lábios p'ra cima

Refrão

P'ra cima, quebra a barreira que te fecha o caminho
Mostra o sorriso a quem precisa, não vivas sozinho
Cultiva aquilo que um dia te vai dar carinho
A vida é fácil de viver se tiveres um vizinho
Podes achar e viver a vida numa ânsia
Manos pensam como tu e saiem de ambulância
Podes até fingir, mas lá à frente cais
Podes até partir, mas diz para onde vais

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

noiserv - "Se o Tempo não...

Melech Mechaya - Boom(fea...

Melech Mechaya - Aurora(f...

Malabá - Perigosa

Malabá e Kosmo feat Ivo S...

Azagaia - Eu Não Paro

Azagaia - No Ano da Fome ...

LINCE - Puzzles

Ricardo Má Sorte - Cidade

NGA - VINGANÇA (Feat: Ne ...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Grande Musica
Musica Qualitativa
Ah que fixe!!!Obrigada A Música Portuguesa por aju...
*ps: nós que fizemos!
Ah que fixe!!!Obrigada A Música Portuguesa por aju...
OláInfelizmente não lhe consigo responder, eu não...
OlaaQueria por favor saber se exiate a musica em C...
Te amo Loony ....so tua fa
http://yolandabythemusic.blogspot.co.uk/
Música xinofoba, que pena. Gosto de ouvir Ana Mour...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds