Quinta-feira, 23.03.17

átoa.png

 

ÁTOA estão de volta com novo single: Queria Ser

Single é editado na próxima segunda-feira e apresenta novo álbum da banda

 

Os ÁTOA estão de volta com “Queria Ser”, o single que apresenta o muito aguardado segundo álbum do grupo, sucessor do grande fenómeno de popularidade que foi “Idade dos Inquietos”, o disco de estreia. 

“Podem esperar uma canção com uma energia muito contagiante! Impossível não dançar”, afirmam os ÁTOA relativamente a “Queria Ser”, que em breve se somará aos já vários sucessos do grupo português.

 

Segundo os próprios ÁTOA, “Queria Ser” “é a canção preferida de todos” os membros do grupo, fará parte do próximo álbum e, curiosamente, o processo de composição deste tema foi acompanhado pelos fãs da banda. “Estávamos a fazer um live no Instagram enquanto compúnhamos e muitas pessoas tiveram oportunidade de participar do processo criativo connosco”, contam os ÁTOA. 

Com “Queria Ser” os ÁTOA levantam assim a ponta do véu do muito aguardado segundo álbum, a ser lançado no final do ano: “Existem muitas diferenças do nosso primeiro disco para agora. Tivemos oportunidade de crescer muito durante a digressão do primeiro disco, com mais de 110 concertos, e felizmente a nossa musicalidade cresceu connosco, vão poder comprovar isso no próximo álbum.”

Enquanto segunda-feira não chega, fiquem com o teaser para “Queria ser”:



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

outonalidades.png

 

Bolsa de Grupos pré-selecionados para o OuTonalidades 2017 fechou com 112 nomes (66 portugueses e 46 estrangeiros). Decorre agora o período de adesão de Espaços de música ao vivo que pretendam acolher os concertos da 21ª edição do circuito, que decorrerá de setembro a dezembro de 2017.

Dos 112 grupos pré-selecionados para a 21ª edição do “OuTonalidades – circuito português de música ao vivo” constam nomes nacionais como Ace, Bicho do Mato, Birds Are Indie, Captain Boy, Cassete Pirata, CRU, Diogo Picão, Emmy Curl, Fado Violado, First Breath After Coma, Francis Dale, Gobi Bear, Golden Slumbers, Holy Nothing, Joana Barra Vaz, Lavoisier, Les Saint Armand, Marco Oliveira, Moonshiners, Old Jerusalem, Os Velhos, Paraguaii, Pedro e os Lobos, Pedro Mestre, Peixe, Sopa de Pedra, Surma, The Black Zebra e TochaPestana.
 
Esta edição regista um record de grupos internacionais, com 46 projetos de diversas origens, todos à disposição dos Espaços culturais de todo o país. De Espanha – o maior contingente – figuram Aló Django, Odaiko & Vanesa Muela, Cantos de Cego da Galiza e Portugal, Talabarte e Leília (todos da Galiza), Oques Grasses, Joana Serrat, Roba Estesa e Jordi Molina (da Catalunha) e ainda Núria Graham, Los Vecinos del Callejón e Tommy Caggiani Therion Project. Da listagem internacional fazem também parte nomes como Julieta Brandão, Filhos de Dona Maria e Valdir Verona (Brasil), Les Bons Voisins Normands Pur Jus e Spontus (França), Steel Sheep (Holanda), Orchestrina Adriatica e Vesevo (Itália), Vala Wind (Marrocos) e Louisa Lyne & di Yiddishe Kapelye (Suécia).
 
Em 2017, continua a ser reforçada a estratégia de colaboração com outros circuitos e festivais, permitindo o intercâmbio de grupos entre Portugal e o estrangeiro, através de alianças já estabelecidas, como a AGADIC (Galiza), Fira Mediterrània de Manresa, Mercat de Música de Vic e AIEnruta (Espanha), e ainda o Circuito Dandô e a Pinho Brasil (Brasil). Assim, por cada grupo estrangeiro acolhido em Portugal, há um grupo português que irá pisar palcos além fronteiras, como já tem acontecido.
 
De uma enorme variedade de estilos musicais, os grupos inscritos foram avaliados por mais de duas dezenas de Conselheiros, conhecedores do panorama musical, num processo que resultou na seleção restrita de 112 grupos. O leque de conselheiros ativos deste ano inclui nomes como Carlos Ferreira (CBFwebRADIO), Fausto da Silva (RUC), João Nuno Silva (A Certeza da Música), Luís Rei (Crónicas da Terra), Mário Vieira (Blitz), Rui Tukayana (TSF), Alex Gaspar (Melopeia), Alexandra Ferreira (X Productions), João Paulo Granada (Martelo Pneumático), Rui Correia (Biruta Records), Sílvia Sardeira (Criasons), Alex Duarte, Alexandre Camões, Carlos Guerreiro, Eduardo Jordão, Paulo Pereira, João Pratas, Vasco Ribeiro Casais, André Cardoso, José Barradas, David Cruz, Nelson Ferrão e Ivo Prata.
 
Agora é a vez dos Espaços de música ao vivo (cafés-concerto, bares de teatros, espaços culturais/associativos e pequenos auditórios) selecionarem os grupos que pretendem acolher, através da plataforma online, em http://www.dorfeu.pt/outonalidades/. De setembro a dezembro de 2017, adivinha-se a chegada do melhor da música ao vivo, com a 21ª edição do OuTonalidades.

 

LINK PARA ADESÃO DE ESPAÇOS E PROCESSO DE PROGRAMAÇÃO:
http://www.dorfeu.pt/outonalidades

SEGUE O OUTONALIDADES NO FACEBOOK:
http://www.facebook.com/outonalidades



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

união das tribos.jpg

 

Ao vivo em Setúbal no Dia Mundial da Juventude

 

Do próximo dia 28 de Março a União das Tribos apresenta-se ao vivo em Setúbal nas comemorações do Dia Mundial da Juventude. O concerto terá lugar o Fórum Municipal Luísa Todi, com início marcado para as 21h30. Neste espectáculo a banda conta com as participações especiais de Mafalda Arnauth, António Manuel Ribeiro e Miguel Angelo.

 

 

Concerto de Bolso na TSF

 

No mesmo dia 28, durante a tarde, a União das Tribos vai estar ao vivo na TSF no programa de José Carlos Barreto "Concerto de Bolso".

A história e as canções serão o mote do programa.

 

"Entre o Rock, o Pop e o Fado" na Revista Vidas

 

A Revista Vidas, que acompanha o jornal Correio da Manhã deu destaque de duas páginas ao novo capitulo da vida do grupo

 

9º Lugar no Top de Vendas
 
"Amanhã", o novo disco da União das Tribos, entrou para o 3º lugar do Top de Vendas da Fnac e para o 9º lugar do Top de Vendas nacional na semana de saída. A banda apresenta o novo vocalista, Mauro Carmo e conta com participações de Tim, Miguel Angelo, Anjos, Mafalda Arnauth, António Manuel Ribeiro e Carlão neste novo disco de originais.
 


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

ignisverbis.jpg

 

 

ÍGNIS VERBIS - Palavras Incendiárias


O projecto surge da fusão entre o rap interventivo de "Xoto" com o rock stoner de "Los Empty Heads" e a magia da produção de Dj Dysiled. A atitude é de rua, sem papas na língua nem paninhos quentes. As nossas musicas voam entre a raiva e o amor. Reflexo das nossas vidas, batalhas e sonhos. Convidamos todos e todas a virem questionar e sentir o mundo ao nosso lado. Atenção: "para veres a verdade tens que ser verdadeiro". - KRSone

Lançámos o primeiro videoclip e single, intitulado de "Barca da Vida", que faz parte do albúm "RECOMEÇAR", com data de lançamento brevemente disponivel.

 

 

 

Facebook: https://www.facebook.com/ignisverbis/

Bandcamp: https://ignisverbis.bandcamp.com



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.03.17

aristides.jpg

 

 

07 de Abril em formato digital

 

O D’Alma editaram em 2016 o álbum “Caminho D’Alma”, e teve como principal objetivo perpetuar grandes poetas: Florbela Espanca, José Saramago, Ricardo Reis e Álvaro de Campos (Fernando Pessoa), Miguel Torga, Rita Margaret, António Aleixo, António Carlos Santos, Sofia de Mello Breyner Andresen, Ester Cid e Joaquim C. Silva, Machado de Assis, Cristina Lebre, Isabel Ferreira e Etelvina Diogo.

 

Os D’Alma fazem agora um Tributo ao diplomata português Aristides de Sousa Mendes.

Nas palavras dos D’Alma: “Este diplomata português teve nas suas atitudes a sensibilidade de vida, na qual os D'Alma encontraram uma musicalidade, prestando-lhe uma homenagem”.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

bruno correia.png

 

 

Bruno Correia, vencedor do programa Rising Star com novo EP a 21 de Março e com uma convidada muito especial: Adelaide Ferreira.

 

Após vencer o programa Rising Star, Bruno Correia, uma das  melhores vozes de Portugal está de volta com um projecto inesperado.  Junta-se à sua ídolo e inspiração de sempre, a incontornável  Adelaide Ferreira, num dueto composto pelo próprio que promete apresentar uma conversa entre um humano e um anjo.  

O EP "Vê"  é dedicado à sua irmã Judite, que faleceu vítima de cancro. Como homenagem à sua irmã, este tema é revelado hoje, dia 21 de Março , data em que faria anos. 

Para Bruno Correia é também um sonho de criança cantar com Adelaide Ferreira, a sua maior referência vocal em Portugal. Várias vezes interpretou temas da mesma, iniciando o seu percurso no Rising Star com o tema “Papel Principal”.  Desta forma, Bruno Correia homenageia também a sua Diva Portuguesa .
 
O EP "Vê”, no seu lado mais místico, acaba por ser uma forma de comunicação entre Bruno e sua irmã, assim como Adelaide Ferreira e o seu "irmão" também já falecido. 

 Este tema foi escrito por Bruno Correia, com arranjos e direcção musical de José Castanheira e letra de Nuno Michaelsson.
 
O dueto estará incluído num EP com 3 temas que estará à venda exclusivamente para fãs nas plataformas digitais e encomendas por e-mail. 

https://www.facebook.com/BrunoCorreiaPaginaOficial/



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

pedro mestre.jpg

 

 
PEDRO MESTRE & CONVIDADOS
 
DVD ao vivo no CCB
 
 “Campaniça do Despique” é o título do álbum e do concerto, que Pedro Mestre apresentou no dia  22 de Setembro de 2015, no Grande Auditório do CCB. Com uma plateia esgotada, o concerto evocou o mais belo do Cante Alentejano e o genuíno toque da viola campaniça, que desde sempre acompanhou os cantes de improviso no Alentejo, que surgiam de modo espontâneo em festas, romarias, nas tabernas e que ainda hoje acontecem, embora de modo organizado e performativo.
 
Há 20 anos a cantar a música tradicional do Alentejo, pioneiro do projeto de salvaguarda do Cante, fundador e ensaiador de corais alentejanos, Pedro Mestre é um dos principais responsáveis pelo surgimento de novas gerações na música tradicional do Alentejo, levando o Cante Coral alentejano para as Escolas, onde desde 2006 ensina a tradição a alunos do 1º ciclo, em várias escolas do Baixo Alentejo.

Como um dos grandes impulsionadores e embaixadores da música e das tradições do Alentejo, e depois da edição de vários trabalhos discográficos com os diversos grupos que integra, passados vinte anos desde que iniciou o seu percurso musical, Pedro Mestre decide lançar um trabalho em nome próprio - "Campaniça do Despique" -  com a participação de alguns colegas e amigos: Janita Salomé, António Zambujo, Rui Vaz (Gaiteiros de Lisboa), Fábia Rebordão, Jorge Fernando, Guilherme Banza, Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento, Cantadores do Sul, Campaniça Trio, Tânia Lopes, Vasco Sousa e José Manuel David (Gaiteiros de Lisboa).

No concerto, que teve lugar no CCB, no dia 22 de Setembro de 2015, Pedro Mestre apresentou temas inéditos, da sua autoria, com vários convidados, que se apresentaram, também, com temas do seu repertório, assim como temas do cancioneiro tradicional alentejano que ganharam um novo fôlego. Janita Salomé, Jorge Fernando, Fábia Rebordão, Henrique Leitão, Rancho de Cantadores da Aldeia Nova de São Bento, grupo Quatro ao Sul, Banda Filarmónica 1º de Janeiro de Castro Verde e os bailarinos António Guerreiro e Inês Firmino, foram alguns dos convidados que partilharam o palco do CCB, com Pedro Mestre, numa noite de sala cheia onde a tradição e inovação caminharam lado a lado. Para ver, ou rever, no DVD "Pedro Mestre & Convidados".

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

xinobi.png

 

Xinobi está de volta com novo álbum: “On The Quiet”

Segundo álbum conta com colaborações de Ian Mackaye (Fugazi, Minor Threat), Sequin, Lazarusman e Margarida Falcão

O novo álbum de Xinobi está plenamente assente no AGORA. É música eletrónica emo que se pode dançar. Pode-se dizer que é música house atmosférica com spoken word, eletrónica sonhadora com um sentimento pop, techno etéreo, música não convencional de tons negros com letras invulgares no mundo da música de dança. 

“On The Quiet” é uma história focada nas pistas de dança sobre a transição de muitos músicos do mundo punk rock e skateboarding para a música house e de como a música de dança pode ser um espaço para uma maior sensibilização quanto à consciência social.

É conhecimento geral de que o segundo álbum de um artista é o seu trabalho mais difícil. “On The Quiet” prova ser uma exceção a esta ideia. Depois de inúmeros singles e remixes muito bem-sucedidos, Xinobi encontrou o seu estilo próprio no seu álbum de estreia, “1975”, lançado em 2014, e melhorou esse estilo neste novo conjunto de canções, que se afirma como um novo marco no seu percurso. 

“On The Quiet” é um reflexo do caminho que muitos músicos contemporâneos de eletrónica têm traçado, começando no punk e evoluindo de forma diversificada, mantendo ainda assim algumas das éticas da escola punk. Pode-se dizer que este é um disco D.I.Y. Xinobi tocou e produziu todo o álbum, que é lançado com o selo da Discotexas, a editora que o próprio gere com Moullinex. Alguns amigos foram convidados a cantar nalguns temas, e depois existe Ian MacKaye (o homem por trás de bandas tão importantes como Minor Threat, Fugazi ou a editora Dischord), que dá voz a condutas de skateboarding e interpretações urbanas alternativas. O disco conta ainda com artwork da autoria de Braulio Amado com textos biográficos extensos, todas as letras e entrevistas com Igor Cavalera (membro fundador dos Sepultura e Mixhell) e David Anderssons dos Punks Jump Up, belissimamente trabalhados com uma estética própria das fanzines.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 21.03.17

volta.jpg

 

 

“VOLTA”, O NOVO SINGLE DOS EM CONTRASTE

 

Depois de nos terem apresentado a sua receita certeira de kizomba mergulhada na melhor tradição baladeira com elementos da música popular portuguesa - presente em canções como “Serás Tu” ou “Consciência Pesada” - é agora tempo de desacelerarmos os compassos e conhecer os Em Contraste na sua acepção mais terna e melosa.

 

Em “Volta” a dupla mostra-se arrependida, pedindo o perdão à cara metade que deixaram escapar por entre as complicadas teias dos relacionamentos amorosos. O tema é já o segundo avanço do EP de estreia homónimo dos Em Contraste, já disponível para escuta nas principais plataformas digitais.

 

                                                                                                 

Em Contraste é uma banda musical de kizombas/baladas composta por dois elementos. Um Angolano, Mauro Carvalho, nascido em Luanda, e um Português, João Figueiredo, nascido em Lisboa.

Como melhores amigos de longa data e jovens que cresceram rodeados de música sempre presente no seu dia-a-dia, fazendo parte dum coro de igreja e tendo diversas aulas de música, decidiram juntar as suas qualidades e diferentes sonoridades e características,

 

misturando uma vertente mais mexida e gingona, tipicamente africana, com uma vertente mais baladeira e popular ao bom jeito português, formando oficialmente o grupo há cerca de 2 anos quando foram lançadas as primeiras músicas oficiais: "Vai Aquecer" (ainda hoje a mais conhecida) e "Fantasmas do Passado", uma kizomba e uma balada. A kizomba foi então adoptada como estilo predominante do grupo e foram lançadas outras músicas no mesmo registo, "Chacheiro" e "Consciência Pesada".

O grupo tem tido diversas actuações em palco, principalmente no Norte de Portugal (Paços de Ferreira e Porto), para além de Lisboa, de onde são residentes os integrantes. Mais recentemente foram convidados do programa “Bem-Vindos” da RTP África. No final de 2016 editaram o seu EP de estreia homónimo com o selo da Music For All.

O objectivo do grupo é, como diz o nome, "Em Contraste", ser diferente, imprimir algo de genuinamente único nas suas músicas e, sem dúvida, primar pela diferença, ou seja, contrastar.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

O Sabotage Club, em Lisboa, foi o local escolhido para a apresentação oficial do novo álbum de LOT - Mother Board.

2017 começou de forma promissora para LOT, com o convite para fazer a abertura do concerto de Thievery Corporation no Coliseu de Lisboa e um concerto na Casa da Música no Porto.

Para ilustrar o lançamento de Mother Board, foi já apresentado o single "Take A Look” (já conta com mais de 50 mil plays no Spotify), com videoclip filmado e realizado em Nova Iorque por André Gaspar que voltou a trabalhar com LOT, depois dos anteriores vídeos “Mary Jane” e “Staying In Tonight” que também fazem parte do álbum.

Depois de em 2016 terem marcado presença no NOS Alive e terem feito uma tour pelas FNAC's do país, chega agora o momento da apresentação oficial de novo álbum.

A música de LOT junta a esfera eletrónica de batidas fortes, e a melodia cantada, que nos entra no ouvido e fala para o coração - Pedro Sacchetti, José Evangelista e Rui Rodrigues apresentam assim o primeiro trabalho oficial que poderá ser ouvido na íntegra já no próximo dia 7 de abril, num concerto que se prev único.

Local: Sabotage Club, Lisboa Mapa
Horário: 23 horas
Entrada: €5 | €7,5 c/ oferta do álbum
Blhetes à venda no local

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

tsunamiz.JPG

 

 

Saiu esta segunda-feira, dia 20 de março, o segundo álbum de originais de Tsunamiz, um dos artistas portugueses mais originais e promissores da atualidade.

 

Com o polémico título “Whoreporate Censorshit”, o sucessor de Evil Live lançado em 2015, encontra-se disponível em todas as lojas digitais a nível mundial.

 

O álbum consiste de doze temas que variam entre o indie rock, o synth-punk e o electroclash. As guitarras punk agressivas e os beats de electro são preenchidos por uma voz melódica e bela mas também capaz de gritar de desespero e raiva.

 

Segundo Tsunamiz, o novo álbum “é variadíssimas coisas ao mesmo tempo e por vezes coisas que parecem contraditórias. É punk e dançável, é rock eelectrónica, é digital e analógico, catchy e elaborado, triste e determinado, alegre e desolado. É um turbilhão de emoções sinceras e intensas.”

 


Whoreporate Censorshit foi composto, tocado e produzido pelo próprio Tsunamiz, mantendo-se fiel à ética DIY (Do it Yourself) e conta com a participação de Priscilla Devesa (ex-Anarchicks, Press Play) num dos temas do álbum.

A apresentação do novo trabalho será feita dia 24 de março no espaço Vertigem pelas 23 horas, na Amora, terra natal do músico.  

 

Links:

http://www.tsunamiz.com
https://www.facebook.com/tsunamizpt
https://twitter.com/TsunamizNBG
https://www.youtube.com/NewBirthGuerrilla
https://soundcloud.com/tsunamizpt
https://www.instagram.com/apollo_columbus_tsunamiz



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

tiago machado.jpg

 

 

Tiago Machado, é um jovem pianista e compositor que efectuou e concluiu os seus estudos de piano no Conservatório de Música Nacional com a professora Carla Seixas. 
 
Tendo trabalhado com vários artistas nacionais, dos quais se destaca  Mariza, que participa num dos temas do álbum “Soundlapse”, Tiago Machado concretiza agora o sonho de editar um álbum em nome próprio.
 
Segundo o autor a sonoridade de Soundlapse é: "Uma fusão de tudo aquilo que eu sou: tem a dimensão do cinema, o dramatismo do fado, a técnica da música clássica e o frenetismo do jazz ".
 
A  composição que nomeia o disco, "Soundlapse", primeiro single,  foi feita em cinco minutos, num movimento contrário de mãos "…como uma viagem de ida e volta…", que compara à técnica de imagem "timelapse", mas associada ao som.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.03.17

piçarra.png

 

Diogo Piçarra

Estreou hoje o vídeo do novo single, “Já Não Falamos”

Diogo Piçarra estreou hoje o videoclipe do seu novo single, “Já Não Falamos”. O tema tem letra e música de Diogo Piçarra e foi co-produzido com os Karetus, a dupla de produtores e DJs com quem já tinha trabalhado nos temas “Wall of Love” e “Dialeto”.

Com produção da Box Produções, realizado por Filipe Penajoia e direcção de fotografia de Duarte Domingos, o videoclipe pode ser visto aqui:

 

Já esta semana, no dia 24, Diogo Piçarra dará o primeiro concerto desta tour. Será no esgotadíssimo Teatro das Figuras, em Faro, na sua terra natal.

Todas as datas para consultar aqui!

 “do=s”, o novo disco de Diogo Piçarra será editado dia 31 e já se encontra em pré-venda aqui.

Este é o ano de Diogo Piçarra, um dos mais importantes nomes da pop nacional atual. Mais de 50 milhões de visualizações nos seus vídeos  - com destaque para os números astronómicos de vídeos de canções como “Tu e Eu” (12 milhões), “Dialeto” (8 milhões) ou “História” que em dois meses está prestes a atingir os 3 milhões. Seguido por centenas de milhares de fãs nas redes sociais: mais de 305 mil fãs no Facebook, mais de 130 mil seguidores no Instagram, mais de 40 mil no Twitter.

No final do ano, Diogo Piçarra estreia-se nos Coliseus com concertos especiais, dia 27 de outubro no Porto e 3 de novembro em Lisboa.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

paulo sousa.jpg

 

 

Paulo Sousa apresenta o novo vídeo, “Somos Eu e Tu”, com a participação de WAZE.

O single “Somos Eu e Tu” está à venda em  formato digital.

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

rua da lua.png

 

 

Rua da Lua

 

MÚSICA
Fado/World Music
01 ABR | 21:30H |10€

 

Nascidos em 2008, pela mão da experiência marcante de dançar o Fado, Carlos Lopes, Tiago Oliveira, Manú Teixeira, Rui Silva e mais tarde Tatiana Pinto, apercebem-se da química que os une e que flui nas composições originais que então têm início. Assim nasce um nome de rua, de lua, onde cabe toda a inspiração, o que já era e volta a ser, as versões únicas revisitadas e os pequenos passos para a banda, grandes para a música Portuguesa.


Na Rua da Lua, as histórias são terrenas, quotidianas, evocam memórias e futuro, fazem a leitura de modos de estar e sentir, que se materializam quando cantados e aplaudidos por quem ouve.


Uma viagem pelo que já sabemos, sem sabermos que se podia dizê-lo assim. A Lua como pano de fundo é a luz de um cenário onde as peças originais se desenrolam e se ligam. “Sabe bem” ouvir que “Há vida no bairro”, onde por “Três paus” se fazia a festa, onde se canta o” Fado Bisnaga”, enquanto “Maria lua Mulher” assume ser amante do Mar. Onde a paixão é “Feita de Lua” e o “Tempo, dono de ninguém”, passa a correr e nos mostra “O fim”, que se veste de início de uma banda que já tem o seu lugar.


O CD de estreia Rua da Lua, com o apoio oficial da Antena 1, inclui nove originais e duas versões arrebatadoras de temas que ainda hoje fazem história. Músicos exímios e cúmplices, através da voz de Tatiana Pinto, criam um novo mundo, onde todos, por uma ou outra razão se revêem. Acordeão, Guitarra Clássica, Contrabaixo e Percussão são os ingredientes que cozinham um som universal, que atravessa gerações e as une, numa viagem que se quer repetir.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Domingo, 19.03.17

cristina branco.png

Cristina Branco

“Menina” conquista Prémio Autores 2017 na categoria de Melhor Disco

Cristina Branco conquistou ontem o Prémio Autores com o seu mais recente disco, “Menina”. Atribuído ontem à noite na cerimónia que decorreu no centro Cultural de Belém, em Lisboa, pela Sociedade Portuguesa de Autores, “Menina” conquistou o prémio na categoria de Melhor Disco, onde concorria com os trabalhos dos Capitão Fausto e do Lisboa String Trio.

Na categoria de música, Cristina Branco ainda estava nomeada Melhor tema de Música Popular com o tema “E às Vezes Dou Por Mim”, o primeiro single de “Menina”, de Filho da Mãe e André Henriques Linda Martini).

Editado em Setembro de 2016, “Menina” foi seguramente um dos mais aplaudidos discos nacionais do ano passado, recebendo a aprovação  generalizada da crítica. Agora chega o reconhecimento da Sociedade Portuguesa de Autores.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

tres bairros.jpg

 

 
 
TRÊS BAIRROS lança "Turno da Noite"
 
Três Bairros é um trio composto por Guilherme Madeira na voz, Ricardo Gama na guitarra portuguesa e João Correia na viola. Nasce em Santarém em 2015 e desde o seu início procurou diferenciar-se dos restantes grupos pela forma de moldar a sua música em torno do fado. A abordagem a este género, a que se junta a genuinidade de cada músico, resulta num trabalho sério e ao mesmo tempo divertido que irá em breve ser dado a conhecer ao público no disco de estreia “Turno da Noite”. O primeiro single deste disco intitula-se “Miúda do Café” e está disponível a partir de agora.

Em 2015 Três Bairros lançou o seu primeiro tema original, “Grilo Coceirão”, que conta com mais de 17.000 visualizações no Youtube, até à presente data. Graças ao sucesso desta primeira amostra do seu trabalho, o grupo teve a oportunidade de actuar em vários palcos, tais como o Casino Estoril, Casino de Lisboa, Castelo de Mértola, Convento de S.Francisco, Festas de S.José, entre outros.
 
 

 

 
DIGRESSÃO “TURNO DA NOITE”
18 Fev – Peso da Régua, “Trovas & Canções” c/ Ruy de Carvalho
08 Mar – Covilhã, “Dia Mundial da Mulher”
20 Mar – Lisboa, Gala de Solidariedade.
31 Mar – Coliseu Micaelense
23 Abr – Londres, Leceister Square Theatre, “Trovas & Canções” c/ Ruy de Carvalho
09 Jun – Santarém, Fundação Passos de Canavarro


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Sábado, 18.03.17

cbarbearia@@dianacorreia.jpg

 

 
SÁB 25 MAR 21H30

AUDITÓRIO 5€/3€ (CARTÃO AMIGO, CARTÃO SÉNIOR E CARTÃO JOVEM)

TEATRO |75 MIN | M/12

CÂNTICOS DE BARBEARIA

DE CARLOS TÊ
 
 

Ou o dia em que Tony de Matos e Lupicínio Rodrigues se encontraram.


Tony de Matos podia ser uma pequena estrela vagueando pela constelação da posteridade, mas preferiu abrir uma barbearia para receber as grandes estrelas. Um dia, Lupicínio Rodrigues entra pela loja. Tony de Matos reconhece-o e confessa-se seu fã. É o ensejo que não foi possível em vida, apesar de terem frequentado as mesmas salas de espectáculo do Brasil entre 1954 e 1965. Durante um singelo corte de cabelo e um escanhoamento, Tony e Lupicinio poem as afinidades em dia e discutem o mecanismo e a função das dolorosas canções de amor, tema em que se especializaram, principalmente Lupi, a quem se atribui a expressão “dor de cotovelo” e uma breve teorização sobre a sua natureza, ao dividi-la em dor municipal (que se esquece facilmente), dor estadual (que demora meio ano a passar) e dor federal (que fica para sempre e é incurável).


O que é a canção senão um unguento nessa dor eterna? Talvez um efémero tijolo civilizacional que constrói o fair-play moderno e que ensina a arte de sublimar a rejeição.


O leque de artistas que cantou Lupicinio vai de João Gilberto a Elis Regina, de Gal Costa a Adriana Calcanhoto. Tony de Matos foi o ultimo cantor romântico português. Este encontro na posteridade (a verdadeira sociedade sem classes) serve também como improvável reflexão destas figuras sobre alta e baixa cultura, coadjuvadas por uma personagem mítica, Medusa, e por um ajudante de barbeiro especial: Bill Evans.

 

 


Carlos Tê texto e direção musical, Luísa Pinto encenação, cenografia e figurinos, Pedro Almendra (nomeado para melhor ator – Prémios SPA), Allex Miranda, Filipa Guedes interpretação, Eduardo Silva (baixista dos Pluto) interpretação musical, Bruno Santos desenho de luz, Ricardo Regalado assistente encenação, José Lopes execução adereços, Narrativensaio-AC produção, Cláudia Pinto assistente produção


[espetáculo promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]




publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

NunoAroso_2.jpg

 

 

Inscrições e bilhetes disponíveis para o PercuRtido, Festival de Percussão!

 

De 19 a 22 de abril 2017, o PercuRtido – Festival de Percussão, instala-se na sua segunda edição no Cineteatro Alba, em Albergaria-a-Velha. Este evento, dedicado aos instrumentos de percussão é dividido em duas partes: formativa durante o dia, e artística e cultural à noite, agradando desta forma tanto aos músicos e estudantes como ao público em geral.

 

O PercuRtido é um evento que nasce da parceria entre a MUDA’TE Companhia de Artes Performativas da Jobra, a Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, o CMJ Conservatório de Música da Jobra e a Art’J Escola Profissional de Artes Performativas da Jobra.  

 

As crianças e jovens alunos de música e a comunidade profissional da área musical poderão inscrever-se nas masterclasses propostas durante o dia. Com nomes como Nuno Aroso compositor premiado de música contemporânea, Bruno Costa da Orquestra da Casa da Música, Leandro Teixeira, Marcel Pascual e João Dias. Haverá também espaço para os mais novos e para os não músicos, com workshops de Ginásio Musical do BitOcas e de Vibrafone Jazz pelo Marcel Pascual, além da programação paralela como o workshop de microfonia com Rui Oliveira e João Neves da Sontronics e as jam sessions. O sábado 22, será um dia de grande movimento à volta do Alba, com uma arruada, workshop, recitais e concerto de Tomás Rosa a solo no café concerto.

 

Graças ao envolvimento da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, o evento toma a sua devida proporção cultural, convidando artistas nacionais como o Jeffery Davis Trio na quarta-feira 19, os Tim Tim por Tim Tum quinta-feira 20, na sexta-feira 21 será a vez do Tiago Pereira Da Música Portuguesa a Gostar dela Própria & João Dias para uma experiência fora do comum e Os Retimbrar (através o SAC) para a criação de um espetáculo comunitário apresentado no sábado 22. Este concerto será o resultado da semana intensiva de cocriação entre a comunidade e o grupo.

 

Para mais informações e inscrições na oferta formativa, contactar a Associação Jobra através do email: producao@mudate.pt ou do telefone 234 541 300. Para mais informações sobre os concertos e a residência dOs Retimbrar através do SAC, contactar o Cineteatro Alba, através do telefone 234 529 305 ou do e-mail: ctalba@cm-albergaria.pt ou sac@cm-albergaria.pt

 

Toda a informação está disponível no site www.jobra.pt e no facebook do evento facebook.com/percurtido

*****************************************************************************

CAIXA PROGRAMA

QUA 19 ABRIL: Masterclasse Música Contemporânea e concerto íntimo com Nuno Aroso, Workshop Estratégia Musical com BitOcas, Workshop Percussão Corporal com Marcel Pascual, Concerto Jeffery Davis Trio (21h30).


QUI 20 ABRIL: Workshop a descoberta dos ritmos das músicas do Mundo com Leandro Teixeira, Conversas com José Salgueiro, Alexandre Frazão, Bruno Pedroso e Marco Franco, Microfonia e captação com Rui Oliveira e João Neves da Sontronics, Concerto Tim Tim por Tim Tum (21h30).


SEX 21 ABRIL
: Workshop experimentação com João Dias, Masterclasse Pequena Percussões na Orquestra com Bruno Costa, Jam session, Tiago Pereira da Música Portuguesa a Gostar Dela Própria e João Dias (21h30).


SÁB 22 ABRIL: Workshop de Vibrafone Jazz com Marcel Pascual, Arruado com Os Retimbrar, Concerto Tomás Rosa, Tarde PercuRtida, Espetáculo Comunitário com Os Retimbrar (21h30).



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.03.17

omargem.jpg

 

O Margem está de volta a Torres Vedras!

 

Para iniciar esta segunda season, o Antigo Refeitório da Casa Hipólito vai receber - no dia 15 de abril - um espectáculo especial, em formato duplo, de Mike el Nite & Nerve. Ficando a primeira parte da noite a cargo de Gaea, e a Galeria apoderada pela Exposição a solo de Pedro Gramaxo - "Subtração".


Evento: www.facebook.com/events/792727397545360

__

MIKE EL NITE & NERVE
Com letras entre a euforia e a amargura, tanto Mike El Nite como Nerve têm provas dadas no circuito do rap português, com álbuns representativos do que de melhor se tem produzido a nível nacional. Mike El Nite com "Justiceiro" e Nerve com "'Trabalho & Conhaque' ou 'A Vida Não Presta & Ninguém Merece a Tua Confiança". Neste espectáculo, em que Mike El Nite e Nerve pisam o palco juntos, está garantida uma sessão de poesia ácida carregada de sarcasmo sobre instrumentais de batidas e baixos potentes.

www.facebook.com/mikeelnite
www.facebook.com/avidanaopresta

GAEA
“Sem arrogância, mas com uma postura firme, sou sincero no que vivo, escrevo e falo. Não sou MC nem sou músico. Sou um Freedom-Fighter. A música é uma arma muito poderosa e eu uso-a para combater a opressão.” Com raízes fortes no Hardcore, Punk e Hip Hop, Gaea traz uma mensagem Anti-Capitalista, Anti-Racista, Anti-Sexista, Anti-Especista, Vegan e Straight Edge.

www.facebook.com/gaea.rap

MARGEM
É nos circuitos menos perceptíveis que nascem e crescem muitos dos atuais criativos e criadores. Em espaços frequentados por públicos à margem dos grandes movimentos culturais, cativados pela cultura alternativa e/ou underground, assiste-se ao desencadear dos diversos novos tipos de intervenção artística. Meios em que prevalece o princípio "menos é mais". Onde a necessidade leva ao engenho.

Com este mote, o Margem propõe uma programação emergente a acontecer num espaço desprendido e versátil que dialogue com os jovens e jovens adultos do concelho de Torres Vedras e, também, dos concelhos limítrofes. Assente na pertinência e qualidade, divide-se num ciclo que procura evitar a "fatiga" dos públicos através da diversidade e ocasionalidade.

Para esta segunda edição - e após o sucesso da anterior - volta com novas propostas musicais e exposições/instalações, continuando o trabalho desenvolvido. Junta, ainda, ao cartaz um artista local na área da música de modo a integrar-se cada vez mais na comunidade; expondo, agregando e facilitando.

www.facebook.com/margemtvd
__

ENTRADAS
5€ com oferta de 1 bebida simples.
Bilhetes disponíveis no Posto de Turismo de Torres Vedras, lojas Carsportif e à porta (no dia do evento).
Reservas em: margemtvd@gmail.com

MORADA
Antigo Refeitório Casa Hipólito - Bairro Arenes (atrás do AKI), Torres Vedras.



publicado por olhar para o mundo às 20:13 | link do post | comentar

diogo piçarra.png

 

Diogo Piçarra

Concerto de apresentação em Faro esgotado

Veja aqui o teaser do videoclipe do novo single, “Já Não Falamos”

Está esgotado o primeiro concerto da tour do=s. Dia 24 de março, na sua cidade natal, no Teatro das Figuras, Diogo Piçarra apresentará, ao vivo, as novas canções, para uma sala completamente lotada e em festa.

Em contagem decrescente para o lançamento do seu segundo álbum, previsto editar no próximo dia 31 de março, Diogo Piçarra revela mais um pouco de “do=s”. No spotify, numa acção inédita em Portugal, os fãs conseguiram desbloquear uma nova música, ultrapassando 500 mil streams do single “História”. A acção decorreu durante cerca de uma semana e o tema desbloqueado e disponível para ouvir aqui foi “Só Existo Contigo” (letra e música de Diogo Piçarra).

No iTunes, ficou hoje disponível o último Instant Grat, o tema “Já Não Falamos”, aquele que será o próximo single do disco, cujo videoclipe tem estreia no próximo dia 20, no canal VEVO de Diogo Piçarra.

Hoje, ficou disponível o teaser desse vídeo

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16.03.17

costurar.jpg

 

 

19 de Março | Domingo| 15h00 | Sala José Afonso

 

Comemorações do Mês do Teatro – “Textos em Cena”

 

PROJETO TALEGUINHO

 

“COSTURAR CANTIGAS E HISTÓRIAS”

 

 

Costurar cantigas e histórias, uma performance artística que proporciona uma experiência de contacto com o património imaterial tradicional, permitindo às crianças, pais e educadores, o alargamento dos conhecimentos sobre a música tradicional. Através de histórias cantadas, as crianças terão a oportunidade de escutar ao vivo, num alinhamento recheado de temas tradicionais, contado e cantados| canções, histórias, lengalengas, do aqui e do agora, interpretadas pelos personagens da Costureira e do Alfaiate de Canções, em cada um dos concertos, a sonoridade dos instrumentos tradicionais estará presente, bem como um cenário e adereços construídos propositadamente para cada uma das temáticas. Pretende-se que seja uma experiência de cumplicidades, onde os sons, as palavras, os gestos, as imagens e os silêncios a todos surpreendam.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

união das tribos.jpg

 

 

Hoje é dia de apresentação em Setúbal de “Amanhã”, álbum concebido pela União das Tribos, com as participações de António Manuel Ribeiro, Anjos, Carlão, Mafalda Arnauth, Miguel Angelo e Tim.

Contributos que conferem a este projeto um registo eclético e de uma riqueza sonora ímpar no universo do pop/rock português.

O “Amanhã” desta noite conta com as presenças de três dos artistas que participaram no disco, nomeadamente António Manuel Ribeiro, Miguel Angelo e Mafalda Arnauth.

 

TÍTULO: União das Tribos
SINOPSE: Concerto da digressão de apresentação do álbum "Amanhã"
AGENDA: 28 de março, terça-feira, 21h30
BILHETES: 13 € Plateia | 11 € Balcão

 

retirado de Fórum Luisa Todi



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 15.03.17

ana moura.jpg

 

Santander Totta e Ana Moura juntos para promover a cultura Portuguesa

Parceria com a fadista vai durar dois anos e contempla o apoio a mais de 100 concertos. Banco reforça envolvimento em iniciativas que promovem a cultura Portuguesa.

Banco Santander Totta e Ana Moura formalizaram hoje uma parceria, para os próximos dois anos, que contempla o patrocínio a mais de 100 concertos da artista. O Banco reforça assim o seu envolvimento em iniciativas que promovem a cultura Portuguesa, em termos nacionais e além-fronteiras.

Aproveitando para realçar o mote de um Banco Simples, Próximo e Justo, a parceria agora fechada prevê, ainda, que Ana Moura passe a ser um rosto SELECT, uma das marcas de referência do Banco Santander Totta.

O acordo hoje assinado por Ana Moura e pelo Presidente Executivo do Banco Santander TottaAntónio Vieira Monteiro, vai permitir que, ao nível da marca SELECT, o Banco passe a utilizar a imagem da fadista em brochuras, cartazes, materiais de merchandising, revistas, stand-ups, página de internet, Facebook, entre outros. Relativamente ao patrocínio da tour de Ana Moura, os concertos terão em pano de fundo o logotipo do banco e a voz off inicial “Santander Totta apresenta…”.

“Esta nova parceria mostra o interesse do Banco em estar presente em iniciativas positivas e dinâmicas que promovam a nossa cultura em termos nacionais e além-fronteiras num momento importante e de reafirmação da marca Portugal”, disse António Vieira Monteiro, Presidente Executivo do Banco Santander Totta.

Ana Moura afirma que “é para mim um grande privilégio ver uma instituição tão prestigiada como o Santander Totta a associar-se a mim e à minha carreira e estou confiante de que esta parceria será mutuamente proveitosa”.



publicado por olhar para o mundo às 20:13 | link do post | comentar

 
 

kwarra.png

 
O interprete de Bem-vindo ao Facebook e de Rei do Liceu está de volta!
Desta vez a irreverência de Dom Rubirosa traz-nos um hit, em que a música foge ao estilo musical que nos habituou, sendo o videoclipe original e único.
 

Dom Rubirosa - Kwarra feat. Los Broders

 

 

 
Neste vídeo o rapper do norte junta-se a Los Broders para nos trazerem um single diferente, cómico e controverso que durante o carnaval aqueceu as pistas de dança. Será este o próximo hit de verão?


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

toca.png

 

 

MUSIC FOR ALL SESSIONS \\ TOCA – PARCERIA LEVA GRANDES ARTISTAS A BRAGA

 

É com pompa, circunstância e muita música que a Music For All revela a sua mais recente parceria – o espaço TOCA, em Braga! Ao longo de todo o ano de 2017 estão garantidos concertos regulares de nomes nacionais e internacionais, das mais diversas sonoridades, num dos espaços mais dinâmicos e interessantes do norte do país.

 

Março contempla já três concertos, todos eles de nomes de reconhecido mérito e talento. No dia 16 o quarteto escocês Ded Rabbit dá o primeiro de três concertos da sua digressão nacional a norte. No dia 23 sobe a palco Luciana Araújo, cantora e compositora luso-brasileira que apresenta ao vivo o seu mais recente disco, “Essências”. E a 30 de março os portuenses Papillon levam a palco o seu laçarote, e o novo single “Conceição”, numa noite que promete conquistar tudo e todos. É caso para dizer: agora sim, começou 2017!

TOCA é a sigla que dá vida a Trabalho de uma Oficina Cultura e Associativa. Estamos perante um projeto da SYnergia, uma associação juvenil com sede em Braga, sem fins lucrativos. O objetivo deste projeto é dinamizar, e prestar todo o apoio necessário, as mais variadas atividades de âmbito associativo, juvenil, artístico, inovador, entre muitos outros.

 

Localizado nas antigas salas de cinema do Centro Comercial Avenida, no centro de Braga, este é uma das salas mais dinâmicas, e com uma programação mais cuidada e eclética, do país.

 

Com a já anunciada parceria com a Music For All a TOCA dá um passo firme rumo à expansão, tornando o seu espaço num dos mais apetecíveis por parte dos artistas nacionais e internacionais. Com um palco que impressiona, um ambiente que conquista e um público fiel é impossível não colocar as Music For All Sessions \\ TOCA na sua agenda cultural.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 14.03.17
há lobos.jpg

 

HÁ LOBOS SEM SER NA SERRA
AFÃ
 
 
Gravado em Fevereiro de 2017 na sala A Bruxa Teatro, em Évora.
Apoio: A Bruxa Teatro |GMT

Realização/Edição: Cristina Viana
Produção: Há Lobos Sem ser na Serra / GMT
Câmara: Rui Fernandes
Fotografia de cena: Luís Branco
Música: Afã [Música de Paulo Ribeiro e Pedro Frazão
Letra: versão de Adalberto Alves sobre poema de Al Mu'Tamid]
Arranjo: Há Lobos sem ser na serra
Captação e Mistura: Carlos Menezes
Masterização: Marco Cipriano

António Bexiga: Viola Campaniça e Percussão
Buba Espinho: Voz
David Pereira: Voz
Cristina Viana: Desenho Digital

Uma edição:
AVM MUSIC EDITION
 

 


 
 
 LETRA
Eu só quero que me fales
De cantigas e de vinho
Deixa lá e não te rales
Deus perdoa o descaminho
Deixa essa gente vã
Com conversas e intrigas
Elas não interessam nada
Pois o meu maior afã
É beber minha golada
De vinho na tarde vã
Ao som de belas cantigas


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

terrassemsombra.jpg

 

Três razões para ir a Santiago de Cacém:
Avejões, o melhor quarteto de cordas do mundo e a plantação de sobreiros

Após Almodôvar e Odemira, o Terras sem Sombra muda agora de cenário para Santiago do Cacém, onde está preparado mais um programa intenso de descobertas em torno do património, música e biodiversidade.

Nos dias 25 e 26 de Março, as atenções concentram-se na história e na arte de uma terra que pertenceu à Ordem militar de Santiago da Espada, sem esquecer a rica “mitologia” local e, claro está, as pessoas que aqui habitam – e que se irão envolver na plantação de sobreiros, ajudando a salvar a mata do antigo convento de Nossa Senhora do Loreto.
O Festival conta ainda com a presença de um agrupamento musical de excepção, vindo dos Estados Unidos.

 

Mistérios de uma cidade repleta de segredos

Como é já hábito, o evento começa sábado, às 14h30, com uma visita ao centro histórico de Santiago do Cacém, terra senhorial, onde igrejas, palácios e mansões guardam tesouros históricos.

A matriz, no alto do castelo, é o ponto de encontro de um percurso que visitará esta fortaleza, a tapada do Palácio dos Condes de Avillez, a antiga judiaria, a capela das Almas, a igreja da Misericórdia, a mais do que centenária Sociedade Harmonia e outros monumentos pouco conhecidos, sem esquecer um moinho de vento, recentemente recuperado nas Cumeadas. O foco do passeio, no entanto, será o palácio dos Condes de Bracial, belo edifício da época romântica, e que abre as portas ao público, pela primeira vez, neste dia.

Mas andar pelas ruas antigas da cidade é também a ocasião para conhecer histórias de outros tempos e confrontar usos e tradições. Por exemplo, a lenda do túnel que liga o castelo de Santiago às ruínas de Miróbriga, desafiando as leis da gravidade. Ou o medo causado pela aparição de avejões (fantasmas), que se manifestavam, sobretudo em noites de Lua cheia, em duas encruzilhadas da povoação, os Cantos do Meio-Dia e os Cantos de Santo António. Ou os sustos causados pela alma penada da “condessa velha” aos que se aventuravam, fora de horas, na rua em cotovelo, junto à Casa das Heras...

 
 
 

De Nova Iorque para o Alentejo: Brentano String Quartet

Para o serão está reservado um grande concerto, com aquele que é considerado pela crítica como um dos melhores – senão o melhor – quartetos de cordas da actualidade. Depois de visitar algumas das principais capitais europeias, esta formação termina a sua itinerância no Alentejo, com o concerto “Perpétuo Movimento: Em torno d’A Arte da Fuga”. Trata-se de um tributo a J. S. Bach em que o célebre compositor alemão vai ser escutado a par de Gesualdo, Kurtag, Gubaidulina e Britten. 

O Brentano String Quartet é actualmente o quarteto titular residente da mítica Yale School of Music, sucedendo ao Tokyo Quartet nessa posição. Desde a sua criação, em 1992, tem sido muitíssimo aplaudido pelo público e pela crítica. Nas últimas temporadas, tem viajado incansavelmente, percorrendo os Estados Unidos, Canadá, Europa, Japão e Austrália – e actuando nos teatros mais prestigiosos do mundo. A propósito do programa que foi anunciado para o Terras sem Sombra, escreve o Washington Post: “gratificante em todos os sentidos”. E o London Independent vai ainda mais longe, ao classificá-lo como “apaixonante e fascinante”.
 
 
 
Defender o antigo convento do Loreto e a sua mata de sobro
 
Na manhã de domingo, às 10h00, o alvo será a paisagem cultural em torno do antigo convento de Nossa Senhora do Loreto. Aproveitando a proximidade ao dia mundial da floresta, a jornada será consagrada à salvaguarda do montado de sobro, incidindo num aspecto fulcral da sua continuidade – a renovação. Para tal, serão plantadas várias dezenas de sobreiros, provenientes da Mata Nacional de Valverde, em Alcácer do Sal. Pretende-se ainda definir um “caderno de encargos” para o acompanhamento das plantas, assegurando a sua protecção. Esta iniciativa irá envolver a comunidade local: quem plantar um sobreiro será o seu protector e compromete-se a regá-lo no próximo Verão, de modo a garantir a sua sobrevivência. Uma placa assinalará o nome do “padrinho” de cada árvore.
Programa Santiago do Cacém
25 de Março
Património
14:30 – 17:30 – Visita ao Centro Histórico
Local em destaque – Palácio dos Condes de Bracial
Ponto de encontro - Igreja Matriz de Santiago Maior
 
Música
21H30 – Brentano String Quartet
Perpétuo Movimento: Em torno d’A Arte da Fuga
Local: Igreja Matriz de Santiago Maior
 
Viola_ Misha Amory
Violino_ Serena Canin
Violoncelo_ Nina Lee
Violino_ Mark Steinberg
 
26 de Março
 
Biodiversidade
A Paisagem Cultural em torno do Convento do Loreto – assegurar a sua continuidade
10:00 – Saída _ Igreja Matriz de Santiago Maior


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

candymoon.jpg

 

 

Candymoon apresentam o novo single “Entremble”

Candymoon é o projecto sonhado e materializado por Célia Ramos, Pedro Leónidas e Alessio Vellotti.

Sem obedecer a fronteiras, a música veste influências do Folk, Blues, Jazz e da música pop moderna.

"Storytales" foi a sequela do EP "Candymoon" e o primeiro álbum da banda.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.03.17

ary.png

 

ARY
O poeta das canções

Em disco - dia 17 de Março à venda.  

 

"O espectáculo quer mostrar a actualidade atroz do poeta" in Visão 
"Pretende-se (...) não deixar cair Ary dos Santos no esquecimento" Agencia Lusa
" O espetáculo recria canções históricas (...) com novos arranjos, com recurso a diferentes linguagens, géneros e estéticas musicais" in Blitz 

Ary dos Santos, o nome incontornável da história da música portuguesa, celebraria 80 anos este ano. Autor de mais de seiscentos poemas para canções, foi através da música que alcançou o grande público, participando, por mais que uma vez, no Festival RTP da Canção. Desfolhada Portuguesa (1969), com interpretação de Simone de Oliveira, ou  Tourada (1973), interpretada por Fernando Tordo são apenas exemplos de temas que atravessaram gerações até aos nossos dias.

Hoje, o poeta do povo é reconhecido por todos, e todos conhecem José Carlos Ary dos Santos, pois a sua obra permanece na nossa memória e, muitos dos seus poemas continuam actualizados, apesar da sua obra contar já mais de 4 décadas. É precisamente dessa intemporalidade das canções que o projecto, Ary, o Poeta das canções, nasce!

No seguimento do espectáculo Ary, o poeta das canções, 2017 vê nascer a obra discográfico com o mesmo nome.

Antecipando o dia mundial da Poesia (21 de março), será colocado à venda no dia 17 de março, o cd que marca as celebrações dos 80 anos do nascimento do poeta maior da música portuguesa. Este trabalho reúne 15 clássicos da música portuguesa do século XX, tratados de forma contemporânea, como Desfolhada Portuguesa, Canção de Madrugar, Cavalo à Solta, Tourada, Estrela da Tarde, Homem na Cidade, O Homem das Castanhas, Tango Ribeirinho, Lisboa Menina e Moça, Retalhos, Quando um homem quiser, Balada para uma Velhinha, Os Putos, Sete Letras e Kyrie, tocadas e cantadas de forma inovadora e contemporânea com recurso à linguagem da música clássica, do jazz, da world music e do novo teatro musical.

Fazendo jus à memória do Poeta, e  assumindo também um compromisso social, o trabalho discográfico Ary, o poeta das canções, doa 1€ de cada CD vendido a uma Instituição de trabalho e méritos por todos reconhecidos, a APAV, cujo lema é também o de Ary, (‘APAV 25 anos a) dar voz ao silêncio’. Ora, foi também isso que José Carlos Ary dos Santos quis e continua a fazer, com a sua obra.

O projecto Ary, o Poeta das canções, estreou originalmente em 2009, por ocasião dos 25 anos da morte do poeta, pelas mãos de Joaquim Lourenço, o mentor do projecto. Para além de Joaquim, uma nova geração de músicos junta-se a esta celebração musical, dando uma nova roupagem às músicas e  arranjos, conferindo modernidade e arrojo estético a este que já é património colectivo: as canções históricas do poeta do povo. Desde o nascimento até à data o espetáculo percorreu o país apresentando-se ao vivo num sem número de salas esgotadas, numa tour que se estenderá com o lançamento do disco, até ao final deste ano.  

 

«Tem defeitos, é certo. Como todos nós.
Sonha, às vezes demais,
Fala, às vezes no ar
Mas quando dentro dele a alma ganha a voz
É tal como se fosse o som do nosso mar,
Se pudesse falar…»

(O Amigo Que Eu Canto)


Ficha Técnica:
Joaquim Lourenço, Voz (Ex-Cantor e Actor da Broadway e da Off-Broadway),
João Guerra Madeira, Piano (Compositor de Bandas Sonoras e Arranjador),
João Ricardo Almeida, Contrabaixo (Hot Clube de Portugal),
Tiago Ramos, Bateria e Cajón (Hot Clube de Portugal e Drummers Collective Nova York),
Carlos Miguel Antunes, Bateria (Hot Club de Portugal),
António Barbosa, Violino (Escola Superior de Música de Lisboa, Pedagogo e Concertista),
Cláudio Nunes, Violoncelo (Escola Superior de Música de Lisboa, elemento do colectivo ‘Corvos’ e falecido em Janeiro passado),
Manuel Rocha, Guitarra Eléctrica (Berklee College of Music),
Pedro Santos, Acordeon (Escola de Música do Conservatório Nacional, Concertista e Pedagogo), 
Nanã Sousa Dias, Saxofones e Flauta (Solista, Compositor e Produtor, 35 anos de carreira),
Pedro Amendoeira, Guitarra Portuguesa (Concertista, Fado e World Music),
Bruno Mira, Guitarra Portuguesa (Solista, Fado),
Ensemble Vocal Exordium.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

MESSIAS AND THE HOT TONES...

Músicos do Algarve dão a ...

PAUS “SÓ DESTA VEZ V” ju...

XOTO - Setubalense

Mickael Carreira revela “...

NBC + Sir Scratch - Espel...

11ºs Encontros de fado de...

IGNIS VERBIS - BARCA DA V...

Novidades dos NOVA - Lanç...

Vítor Bacalhau no ciclo d...

arquivos

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
maravilhosa!!Adorei!
ynossa amei a musica Quem dera se aparecesse um ho...
Gostooo💜💜
Once you found mejust a stranger in the crowdcould...
http://luisasobral.com/pt/aqui tem as letras! :)
Adoro Cristina Branco :)
Muito fixe
Gostei da musica da Telma Lee (https://canalkizomb...
olha so parece que bebes mt agua
"Anel de noivado comprado"
blogs SAPO
subscrever feeds