Quinta-feira, 27.07.17

poeiras.jpg

 

 
POEIRAS 2017
da língua portuguesa
 8 |9 | 10 SETEMBRO

 

A 2ª Edição do Festival POEIRAS da língua portuguesa, vai acontecer nos dias 8, 9 e 10 de Setembro de 2017. Trata-se de um evento pensado para toda a família com objetivo de atrair público para ocupar o Parque dos Poetas e deixar gravado na memória de cada um, uma experiência única.

Poesia, música, literatura, teatro, performance e outras formas artísticas serviram como catalisadores entre a tradição e o contemporâneo. No ano passado a 1ª edição do evento ultrapassou todas as expectativas, quer em termos de programação quer em termos de visitação.

Mais de 30 mil pessoas passaram pelo Parque dos Poetas e puderam experienciar um Festival ímpar, que alia cultura à diversão, sem programação sobreposta e pensado para pessoas dos 8 aos 88 anos.

Este ano na estreia temos como destaque o concerto “Deixem o Pimba em Paz”, com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo.  No segundo dia Aline Frazão apresenta a sua nova digressão, “Insular” num concerto que se adivinha excepcional. E para o fecho os organizadores reservaram para este ano uma surpresa: O Eletropoeiras, pensado especificamente para a geração milénio, onde se apresentará em estreia absoluta o DJ Internacional Ricardo Imperatore.

E isto é apenas o fecho dos 3 dias. Pelo meio, teremos espetáculos de marionetas, com o ator Pedro Giestas, a presença de várias personalidades relevantes da palavra escrita e oral, muitos jogos tradicionais para os mais pequenos conhecerem as brincadeiras de seus pais e avós, uma alameda com sabores provenientes de vários países da Lusofonia, artesanato, aulas de dança seguidos de espetáculos com Marrabenta, Funaná e Roda de Samba, animação por todo o parque com o Cortejo Cavalinho “O menino é lindo”, oficinas de olaria e de percussão e muito, muito mais.
 

Mais uma vez a palavra que define o Festival POEIRAS é: Imperdível!
Entrada Livre 
Programação completa em:  www.poeiras.pt 


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.07.17

fernando daniel.png

 

Fernando Daniel

“Espera”, o single de estreia, chega às 500 mil visualizações no YouTube

Vencedor do “The Voice Portugal” atingiu o 1.º lugar do top viral do Spotify

Foi apenas há duas semanas que Fernando Daniel, o grande vencedor da última edição do programa “The Voice Portugal”, se estreou em nome próprio com o single “Espera”, que já chegou às 500 mil visualizações no YouTube/VEVO.

Desde que lançou esta primeira canção que Fernando Daniel se tem afirmado como um dos grandes fenómenos da pop nacional do momento. Graças a “Espera”, o cantor conquistou mesmo o 1.º lugar do top viral do Spotify.

O vídeo deste primeiro single chegou também à 8.ª posição de Trends do YouTube, tendo sido mesmo o vídeo de música com melhor classificação nesta lista em Portugal.

 

 

Também no Twitter, o single “Espera” tem merecido um grande destaque. Aliás, o músico soma cada vez mais seguidores e fãs nas redes sociais: no Facebook conta com quase 118 mil fãs, enquanto no Instagram já tem mais de 74,7 mil seguidores.

Recentemente, Fernando Daniel passou por rádios como a Antena 1 e a Mega Hits, onde apresentou este “Espera”, alvo de grande aclamação.

O jovem cantor de 21 anos conta como esta canção “relata a história de um casal em que o homem já passou por diversas situações que o fizeram ficar com alguns defeitos prejudiciais para a relação e, por isso, pede à mulher que ela espere por essa pessoa melhor em que ele se vai tornar”.

Espera” foi escrita e composta por Fernando Daniel em parceria com Carolina DeslandesRodrigo Carmo e Bruno Mota, e produzida por Redmojo.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

nova.jpg

 

Mais de 10.000 no espetáculo d'OS NOVA

 

No fim de semana onde a música foi o centro de todas as atenções, OS NOVAmostram que a MAIA está "viva", com mais de 10.000 pessoas a entoarem em plena voz a canção "Bússola".


Foi mais um grande momento para a banda que desde Abril tem vindo a conquistar o seu espaço na música Portuguesa.
OS NOVA continuam a sua digressão que começou no dia 5 de Abril deste ano.


Os próximos concertos d´OS NOVA são a 4 Agosto em Vila Nova de Foz Coa e 16 de Agosto em Valongo.


O seu disco de estreia foi lançado em Abril e teve um dos lançamentos mais comentados de sempre, onde algumas das mais mediáticas figuras públicas Portuguesas, fizeram um vídeo para falarem do seu Amor ou Ódio aos OS NOVA.


Com a participação de: António Raminhos, Nilton, Pedro Fernandes, Fernando Rocha, Alexandre Santos, Miguel 7 Estacas, João Seabra, Francisco Menezes, Vasco Correia, Hugo Sousa, Mágicos Mário Daniel e Daniel Guedes entre muitos outros.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

salmar.png

 

SALMAR APRESENTA “INQUIETAÇÃO” AO VIVO NAS LOJAS FNAC

 

Depois de dar a conhecer os singles “Invade-me a Alma” e “Inventar o Teu Amor”, Salmar apresenta agora o seu novo álbum ao vivo, num registo intimista, nas lojas FNAC. Com uma sonoridade pop, letras profundas e sentimentais e uma voz que conquista e apaixona, o cantautor sobe finalmente a palco para mostrar ao vivo todo o seu talento. 

 

O álbum “Inquietação”, é composto por doze temas originais que nos levam desde as profundezas do mar até uma outra dimensão. Num formato harmonioso e apaixonante, o registo de estreia do artista já se encontra disponível nas principais plataformas digitais com o selo da Music For All.

 

Conheçam as datas:

                                22.07 | FNAC @ Vasco da Gama, Lisboa, 17h

 

30.07 | FNAC @ Alfragide, Lisboa, 17h

 
 02.09 | FNAC @ Almada, Lisboa, 17h

                            

                                                                                                            

Nasceu sob o nome de Filipe Ferreira, mas é como Salmar que sobe a palco. Sempre sentiu a música como uma extensão de si mesmo, uma forma alternativa de comunicar e expressar os seus pensamentos, actos e desejos.


Cedo se tornou adquirido que seguiria pelo atribulado, e emocionante, trilho que pode ser o mundo da música. Na hora de escolher um nome artístico honrou a terra que o viu nascer, Peniche e, acima de tudo, a forte ligação ao mar. Não é, portanto, ao acaso que hoje o chamamos de Salmar!


Passada uma década e meia e mais de quinhentos concertos por todo o país tomou uma decisão: apostaria verdadeiramente na sua carreira a solo. Consolidou, assim, o desejo e a promessa de escrever, compor e cantar temas seus e só seus.

 

A consequência natural desta resolução é o lançamento dos singles “Invade-me a Alma” e “Inventar o Teu Amor”, temas que nos conquistam suavemente e nos introduzem ao primeiro álbum do músico – “Inquietação”. 2017 é o ano em que Salmar dá o salto rumo ao infinito.

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

oldsoul.png

 

 

"OLD SOUL" por VÍTOR BACALHAU & BUDDA POWER BLUES  ::  Música de VÍTOR BACALHAU


Aproveitando o facto de estarem juntos no mesmo ponto geográfico, Budda Guedes, Nico Guedes, Vitor Bacalhau, Luis Trindade, João Ventura e Alex Gonçalves (Estúdio 21 - Funchal ) combinaram gravar um tema de Budda Power Blues e outro do Vitor Bacalhau, ao vivo, em estúdio. A ideia era gravar as duas bandas a tocar juntas um tema de cada banda. Dois bateristas, dois guitarristas, duas vozes e um baixo (o Carl Minnemann tinha voltado para o continente mais cedo). Dificuldades? Não!!! O Vitor tinha uma janela de 2h antes de apanhar o voo de regresso a Faro e bastava montar, fazer som, definir os arranjos e filmar tudo! Só no Estúdio 21!


Deu tempo para um take de cada música e assim foi!!


Primeiro saiu o tema "I'll Treat You Good" de Budda Power Blues. Agora é a vez de "Old Soul" tema inédito que estará incluído no 2º disco do Vitor Bacalhau que sai em Outubro deste ano. 
Aqui fica uma versão ao vivo e sem rede deste tema, que deixa antever aquilo que se pode esperar do novo disco deste artista Mobydick Records. 
 

"OLD SOUL" performed by  VÍTOR BACALHAU & BUDDA POWER BLUES  ::  Music by VÍTOR BACALHAU


Taking advantage of being in the same geographical location, Budda Guedes, Nico Guedes, Vitor Bacalhau, Luis Trindade, João Ventura and Alex Gonçalves (Estúdio 21 - Funchal - Portugal) got together to record two songs, one by Budda Power Blues and another one by Vitor Bacalhau, live in the studio. 


The idea was to record the two bands playing together - two drummers, two guitarists, two vocals and one bass. Vitor had a 2-hour window before catching the flight back to Faro, and it was enough to set up, soundcheck, rehearse the arrangements and film everything!


There was only time for one take each song, so that’s how it was done!


Buddy Power Blues "I'll Treat You Good, If You Treat Me Bad” was released on Youtube a few months ago. Now we’re releasing "Old Soul”, an yet unreleased track that will be included in Vitor Bacalhau’s second album, Cosmic Attraction, to be released in October.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.07.17

sociedade.png

 

 

O mundo é cada vez mais global e inclusivo. Portugal também. Acolhemos, de braços genuinamente abertos, várias comunidades que, em troca, nos enriquecem com a sua diversidade. Vivemos juntos num mesmo território. Partilhamos uma nação habitada por quem entende a diferença e a aplaude. 


Quando acontece algo tão trágico como os incêndios que afetaram tantas famílias em Pedrógão Grande, estamos, mais uma vez, juntos. As ações de solidariedade e ajuda às vítimas têm, felizmente, sido muitas e fundamentais. 

Comunidade Hindu de Portugal, presente no nosso país desde 1975 (devido à descolonização de Moçambique) leva a cabo iniciativas de âmbito religioso, cultural, social e educativo que contam com a participação dos seus cerca de 9000 membros e que, além de celebrarem as tradições da cultura hindu, fazem também uma ponte com a cultura portuguesa. 

É nesse âmbito de partilha de culturas, tradições e, sim, preocupações que a Comunidade Hindu  de Portugal, juntamente com a Câmara Municipal de Lisboa, organiza um espetáculo solidário no próximo dia 28 de Julho, às 21 horas com o objetivo de angariar fundos que ajudem as vítimas dos incêndios de Pedrógrão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera. O donativo de entrada custa 10 euros e, além de ser um contributo precioso para quem tanto precisa, é a oportunidade de ver um espetáculo que aproxima a cultura portuguesa da hindu: atuações culturais indianas, o rancho folclórico Casa do Minho, o coral orquestral Omkara e Paco Bandeira. Um alinhamento que reflete a proximidade entre duas culturas historicamente irmãs e que prova a total integração da comunidade hindu no nosso país. 
Porque, assim com as tragédias não escolhem credo nem geografia, a solidariedade não pode, nunca, limitar-se por nenhum tipo de fronteiras. 

Bilhetes à venda na Secretaria da Comunidade Hindu de Portugal. Para mais informações: 
Telefone: 217 576 524
Site: www.comunidadehindu.org  



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

paulo sousa.png

 

 

Paulo Sousa abre concerto de Ivete Sangalo no MEO Arena

Concerto de Ivete Sangalo vai ser uma festa ainda maior.


Quem comprar bilhete para o concerto de Ivete Sangalo, no dia 29 de Julho no MEO Arena, tem assegurada uma noite cheia de animação e grandes concertos com Paulo Sousa e ainda Adriana Lua.

Paulo Sousa é um fenómeno que começou no Youtube, uma estrela em ascensão que já ganhou prémios de Youtuber do ano e artista revelação. Os seus singles “Eu Não Vou”, “Não Me Deixes Ir”, “Todos os Dias” e “Onde Quero Estar” já são bem conhecidos do público em geral por servirem de banda sonora a diversas telenovelas. Atualmente o artista está há várias semanas no Top 25 da RFM, tendo alcançado a 5.ª posição com "Somos Eu E Tu", tema recentemente incluído na nova novela da SIC, Espelho D'Água.

Ivete Sangalo é uma das maiores artistas brasileiras da atualidade e regressa a Portugal para um concerto único no dia 29 de Julho. Um espetáculo que o público brasileiro elege há dois anos consecutivos como “O Show do Ano”.

Adriana Lua sobe ao palco às 20h15 e às 21h00 é a vez de Paulo Sousa, antecipando o concerto de Ivete Sangalo.
Bilhetes já à venda



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

os classicos.png

 

 

OS CLÁSSICOS ANIMAM FESTAS DE MIRANDELA

 

Após o lançamento de dois singles extraídos de “Primeiro Acto”, o primeiro álbum de longa duração, Os Clássicos vão marcar presença no dia 26 de julho nas Festas da Cidade de Mirandela, no Parque D. José Gama!

 

Depois dos singles “Amor de Escola” e “Bom Demais”, os artistas preparam assim um espetáculo marcado por uma balada alegre e com ritmo de desejo. Através das raízes pop/rock, e com influências slow-rock e pop/funk, Os Clássicos chegam assim à Cidade de Mirandela, para animar a festa com a marca da Music For All!

 

Para falar do nascimento do projeto “Os Clássicos” temos de entrar na nossa máquina do tempo e recuar até ao, não muito distante, ano de 2014.

 

Foi precisamente esse o momento em que Edgar Santos, Edgar Milhões, Leandro Martins e José Moreno deram o derradeiro passo e criaram uma banda. Nessa altura ainda não sabiam mas viriam a chamar-se “Os Clássicos”, escolheriam navegar entre o pop e o rock, mas sempre com um pé no slow-rock e no pop/funk de quando em vez, e marcariam a diferença pela forte interação com o público em todas as apresentações ao vivo do seu talento.

 

Mas para compreender na totalidade este fenómeno é necessário colocar a viagem temporal em modo pausa, e dedicarmo-nos por completo à exploração do percurso individual de cada um dos membros da banda.

 

Comecemos a nossa nova missão pelo compositor, vocalista, guitarrista, baixista, baterista, percussionista, teclista e pianista Edgar Santos. Nasceu em 1993 e desde 1998 que está ligado ao mundo da música. Com a tenra idade de cinco anos entrou para a Musilândia, Escola de Música de Mirandela, desenvolvendo e evoluindo sempre até aos dias de hoje. Em 2012 entra para a ESPROARTE no curso de Percussão, naquele que foi um passo seguro e firme rumo à profissionalização. Foi percussionista da Orquestra Sinfónica, o que o levou a atuar na Casa da Música com o Maestro Pedro Neves, na Orquestra de Sopros, com a qual venceu o concurso Eixo Atlântico, e na Brassband.

 

Paralelamente foi também guitarrista e vocalista em diversas bandas do nordeste transmontano, tendo ao todo subido a palco mais de 50 vezes! Em Setembro de 2015 rumou ao Algarve para frequentar o curso técnico de Produção Musical, tendo-o concluído com a melhor média do curso: 17 valores! Outra das suas paixões é a representação não sendo, por isso, de estranhar as várias participações enquanto figurante ou o anúncio da estreia, em 2017, de uma curta-metragem por si protagonizada. 

 

Falemos agora de Edgar Milhões, o baixista d’Os Clássicos! Nasceu em 1997 e sempre foi considerado um músico com talento muito acima de média. Em Setembro de 2012 entra para a ESPROARTE, mais concretamente para o curso de Contrabaixo, o que o leva a, dois anos depois, atingir a orquestra APROARTE e a Jovem Orquestra Portuguesa (JOP). A eterna busca por conhecimento levou-o a participar em diversas master classes com nomes como Alberto Bocini, Yury Aksenov, Manuel Rego, Vladimir Kouznetsov ou Alexandre Storojouk.

 

2014 seria o ano em que se tornaria Chefe de Naipe da Classe de Contrabaixos da Orquestra Sinfónica ESPROARTE e Segundo Chefe de Naipe da Orquestra APROARTE. Entre 2014 e 2015 integrou a Orquestra Geração Murça/Mirandela, o que o levou a atuar em cidades como São Paulo ou Paris, tendo sido também contrabaixista da JOP em palcos como o CCB, em Lisboa, Bucareste ou Berlim. Atualmente para além de se dedicar ao projeto Os Clássicos é também músico nas Orquestras APROARTE, Jovem Orquestra Portuguesa e Orquestra Clássica Transmontana!

 

José Moreno, tal como os dois membros acima referidos, tem uma profunda ligação ao mundo da música. Aos cinco anos inicia-se na banda de Vilarandelo, aos doze ingressa na Academia de Artes de Chaves, na classe de percussão, aos catorze entra para a Escola Profissional de Música de Espinho, também na classe de percussão, e aos 16 anos ingressa na ESPROARTE.

 

 

 

Integrou a Orquestra de Sopros da Academia de Artes de Chaves e atualmente para além de baterista d'os Clássicos é também Chefe de Naipe de Percussão na BrassBand portuguesa, na Orquestra Clássica Transmontana, e na Escola Profissional de Artes de Mirandela.

 

O quarto, e último, membro dos clássicos é o Trompetista Leandro Martins. Nasceu em pleno verão de 1999, contudo a sua história com o trompete tem inicio apenas em 2007, ano em que entra para a Banda Marcial de Murça para tocar esse mesmo instrumento. Três anos depois é selecionado para a vaga de violino na Orquestra Geração (atualmente denominada Orquestra Energia) de Murça, através da qual realizou diversas formações e concertos em cidades tão díspares quanto Porto, São Paulo ou Paris. Um ano depois preenche uma das vagas disponíveis na ESPROARTE para trompete, mantendo ainda hoje os estudos com o professor Maciel Matos. Os anos seguintes seriam de grandes desafios musicais: em 2014 é convidado a integrar a DogmaBrassBand e, dois anos depois, à Orquestra Clássica de Trás-os-Montes e Alto-Douro (OCTAD). Provando que o talento não conhece idade Leandro pode hoje em dia ser visto em palco com diversos projetos musicais, sendo o principal a banda Os Clássicos.

 

2017 é, assim, o ano do maior desafio até agora para Os Clássicos. A banda já editou dois singles através da Music For All, “Amor de Escola” e “Bom Demais”, estando previsto “Primeiro Acto”, o primeiro álbum da banda para meados do presente ano.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

daniel moon.png

 

 

DANIEL MOON APRESENTA “BE DIFFERENT” AO VIVO NAS FNAC

 

Depois de dar a conhecer os seus exitos “Give More” e “Be Different”, Daniel Moon apresenta agora o seu novo EP ao vivo, no registo intimista que só um showcase permite, nas FNAC lusitanas.

 

O EP “Be Different” é composto por cinco temas que entram no mundo da canção pop em formato jazzístico num harmonioso diálogo de sopros, metais e teclas. O registo já está disponível nas principais plataformas digitais e tem o selo da Music For All.

 

Conheçam as datas:

 

                               16.07 | FNAC @ Vasco da Gama, Lisboa, 17h

 22.07 | FNAC @ Alfragide, Lisboa, 17h

 23.07 | FNAC @ Colombo, Lisboa, 17h

 03.09 | FNAC @ Almada, Lisboa, 17h

                                                                                                            

 

A aventura de Daniel Moon no atribulado e exigente mundo da música inicia-se sete anos após o seu nascimento. Foi precisamente com essa tenra idade que começou a ter aulas de piano, um instrumento tão complexo quanto encantador e tão desafiante quanto versátil.

Apenas dois anos mais tarde entra na Escola de Música do Conservatório Nacional, mais concretamente para o 1º Grau. O seu esforço e paixão pela música permitiram-lhe concluir com mérito oito graus, obtendo assim o merecido, e recompensador, diploma.

É neste fase que a Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal entra na sua vida. Durante os dois anos seguintes dedica-se afincadamente ao piano e à voz, perseguindo o objectivo de entrar no Ensino Superior de Jazz. E se até então o objectivo parecia de difícil concretização tudo viria a mudar quando, em pleno ano de 2010, começa a frequentar a Licenciatura de Jazz, na Variante de Piano, na Universidade de Évora. É por entre as arrebatadoras paisagens alentejanas, e o seu característico calor, que conclui com sucesso a referida licenciatura, concretizando assim uma das suas maiores ambições pessoais.

A fase inicial da sua carreira é marcada pela participação em diversos eventos musicais. Do Dia Mundial da Voz a celebrações de matrimónios, de membro de projectos de escola a parte integrante de bandas com os seus próprios originais e até de pianista num hotel a autor de música ambiente para espaços públicos, passou por de tudo um pouco, tornando este num período fervilhante e marcado por uma aprendizagem constante. 

A recta final de 2014 marca o nascimento do seu projecto musical a solo assim como dos primeiros temas originais. O segundo mês do ano seguinte, Fevereiro de seu nome, ficará para sempre associado à gravação das suas primeiras cinco músicas, em quarteto, assim como o penúltimo mês de 2015 foi testemunha da divulgação, e promoção nas plataformas digitais, do seu EP de estreia (sendo de destacar o single “Precious Love” que conquistou mais de cinco mil visualizações no YouTube).

Dito isto chegamos ao presente e à actual fase da sua carreira: este ano assinou contracto com a Music For All e abraçou uma vez mais a composição de temas originais. Os novos temas possuem uma maior diversidade, e riqueza, instrumental e integram o seu primeiro EP  distribuido no primeiro semestre de 2017.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.07.17

juntos.jpg

 

"Juntos ao vivo no Theatro Circo" é Disco de Ouro

Jorge Palma & Sérgio Godinho - Juntos ao Vivo no Theatro Circo, o registo histórico que reúne duas das figuras mais preponderantes do panorama musical português atingiu o galardão de ouro. O álbum ao vivo que foi editado em duas versões, uma deluxe com 2 CD DVD, e outra, com apenas um CD foi captado em duas noites na histórica sala da cidade de Braga.

 

 

“Estamos muito contentes por estar juntos’ foi a primeira frase que os músicos ouviram, no primeiro ensaio, mesmo sem ninguém ter dito isso. Ia dar certo. Deu certo.”  Assim escreveu Sérgio Godinho, sobre o arranque desta parceria que correu o país, passando pelos mais diversos palcos de inúmeras cidades e festivais, onde se apresentaram os mais de "135 anos de música" que ambos os artistas representam. 

“O meu prazer em ouvir as canções do Sérgio é genuíno desde sempre e cantá-las tem sido minha prática comum - quando o fazemos em conjunto esse gozo aumenta exponencialmente", escreveu Jorge Palma aquando da edição deste registo ao vivo onde estão alguns dos mais consistentes e criativos músicos nacionais – Nuno Rafael e Pedro Vidal, responsáveis pela direcção musical, nas guitarras; Nuno Lucas no baixo; João Cardoso nas teclas; e João Correia e Sérgio Nascimento, num admirável jogo de energia e sensibilidade nas duas baterias e percussões.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

fpf.png

 

Reggae Roots dos Inner Circle e Big Mountain vai ser um dos momentos altos do festival.


INNER CIRCLE foram formados em 1968 pelos irmãos Ian (baixo) e Roger Lewis (guitarra), em Kingston. Em 1974, lançaram o seu primeiro álbum, Rock The Boat, com o selo da Trojan Records. A formação inicial da banda era: Funky Brown (vocal), Prilly (vocal), Stephen Cat Core (guitarra), Ibo Cooper (teclado), além dos irmãos Lewis. Em 1976, Jacob Miller assumiria os vocais do Inner Circle e a banda começaria a fazer sucesso. Pouco tempo depois, os metais foram incorporados à banda, através de Llewellyn Chang (sax alto) e Leighton Johnson (trompet), ambos formados na banda Excelsior High School. Ao final de uma excursão aos Estados Unidos e Bermudas, Ibo Cooper e Stephen Cat Core deixam o Inner Circle para criarem a sua própria banda.


Ao grupo, juntou-se também o guitarrista Joe Ortiz, o qual de um toque de hard rock, jazz e blues ao som o grupo. O estilo da banda foi decisivamente marcado pelo acidente automobilístico que tirou a vida do vocalista Jacob Miller, em 23 de março de 1980. Após a morte de Jacob Miller, a banda se separa, mas, em 1982, ainda lança um álbum chamado Something So Good. Em 1986, os irmãos Lewis reativaram definitivamente os Inner Circle, com um novo vocalista: Calton Coffie, com o qual gravam Black Roses. Em 1987, os Inner Circle lançam o álbum One Way, que contém a canção "Bad Boys", a qual fez grande sucesso e é transformada em trilha a série de televisão COPS.] Desde então, a banda auto-denomina-se "The Bad Boys of Reggae". Em 1993, o single "Sweat (A La La La La Long)" alcançaria o TOP 3 do Reino Unido (a canção "Bad Boys" havia conseguido apenas a 52º lugar) e a décima sexta posição no Billboard Hot 100. Em 1995, o vocalista Calton Coffie adoece e fica por um longo período inativo. Ao recuperar-se da doença, decide abandonar a banda para seguir carreira solo. O seu lugar é então ocupado pelo atual vocalista, Kris Bentley, que se estreou em 1997. Da Bomb, que foi lançado na América um ano mais tarde numa versão ligeiramente reconfigurada intitulada Speak My Language. A banda fez longas tournés pelo mundo e continuou lançando novos álbuns, incluindo Big Tings, de 2000.

 

BIG MOUNTAIN a banda de reggae americana Big Mountain trouxe uma versão muito comercializada da música jamaicana para o mainstream americano quando a sua cover de "Baby, I Love Your Way" de Peter Frampton alcançou o Top Ten no início de 1994. No entanto, os seus três álbuns contêm música reggae roots combinada com algumas covers R & B-ish, e a sua formação inclui dois jamaicanos com excelentes credenciais: o guitarrista Tony Chin e o baterista Santa Davis - ambos tocaram com a banda de Peter Tosh e os Soul Syndicate.
Os Big Mountain foram originalmente formados em San Diego, na Califórnia, como Rainbow Warriors. Depois de vários anos de mudanças vertiginosas na programação e duas mudanças de nome - primeiro para Shiloh e finalmente para Big Mountain - o grupo formou-se com o vocalista / guitarrista Quino, com o guitarrista Jerome Cruz, os bateristas Gregory Blakney e Lance Rhodes, o tecladista Manfred Reinke e o baixista Lynn Copeland.


Essa formação lançou Wake Up em 1992 e prosseguiu com "Touch My Light" no início do ano seguinte. O single alcançou o número 51 na América, mas apenas um ano depois os Big Mountain começaram a experimentar vários guitarristas diferentes. Depois de várias mudanças, Tony Chin tornou-se disponível e juntou-se a Quino e a Copeland com as novas aquisições Santa Davis, James McWhinney (percussão) e os teclistas Billy Stoll e Michael Hyde. Durante as gravações do seu segundo álbum, o produtor de cinema Ron Fair pediu aos Big Mountain para gravarem uma cover de "Baby, I Love Your Way" para o seu filme, Reality Bites. Incluído na trilha sonora e no álbum Unity do grupo em 1994, o single alcançou o número seis nos EUA e tornou-se um sucesso mundial.


Apesar do sucesso dos Big Mountain nos tops, a maioria da comunidade reggae permaneceu fiel à banda.


O grupo encabeçou dois festivais consecutivos de Reggae Sunsplash na Jamaica durante as massivas tornés mundiais que cruzaram a Europa, América do Norte e do Sul, Ásia e Indonésia. O terceiro álbum Resistance foi lançado em 1995, seguido dois anos depois pelo Free Up.
Recentemente os Big Mountain lançaram um novo single “Here Comes The Sun”, um cover dos lendários The Beatles”. 

  

A maior festa de música dos anos 60 a 80, a Flower Power Fest, muda-se para Cascais e promete reunir a 3, 4 e 5 de agosto, na praia de Carcavelos, as mais emblemáticas bandas daquele período mágico do pop/rock.

Com o apoio da Câmara de Cascais, Beach Boys Band (UK)Ten Years After (UK) são algumas das icónicas bandas que vão poder transformar Cascais no ambiente Woodstockiano.


​Os portuenses TAXI estão de regresso 20 anos depois de terem actuado na capital e prometem encerrar em grande o festival. 

Pela praia de Carcavelos vão passar também as melhores bandas-tributo, como os italianos Watch, reconhecidos pelos originais, como a réplica perfeita dos Genesis, e a grande homenagem a uma incontornável personalidade da música pop, recentemente desaparecido: David Bowie. Na voz de David Brighton (USA), David Bowie será recordado num memorável espectáculo Space Oddity, pela primeira vez na Europa, vindo de Los Angeles e considerado como o melhor tributo do mundo.

 

Incursões nos sons dos Led Zeppellin estarão a cargo dos portugueses LED ON que têm conquistado o público por onde têm passado.

 

Os holandeses Woodstock Band vão levar o público numa memorável viagem pela música de Santana, Joe Cocker, Jefferson Airplane, Janis Joplin, The Who, Crosby Stills Nash & Young, The Band, Melanie, Creedence Clearwater Revival, Deep Purple, Focus.


O reggae roots estará representado através dos Inner Circle (Jamaica) e dos Big Mountain (USA) e nesta 4ª edição do festival não foi esquecido o disco-sound dos franceses Ottawan.

 

O cartaz ainda não está fechado e o primeiro DJ a juntar-se à festa foi RUI REMIX um dos nomes com mais  sonantes da old school em Portugal.

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Domingo, 23.07.17

ÁTOA | Tour com mais de 50 datas em 2017 passou pelo MEO Marés Vivas 

Desde que se deram a conhecer em 2015 com o single 'Falar a Dois', os ÁTOA têm protagonizado uma das tours melhor sucedidas dos últimos anos em Portugal.

A tour #viverÁTOA já conta com mais de 160 concertos, 50 dos quais agendados só no ano de 2017.

Um dos pontos altos da tour aconteceu ontem no Festival MEO Marés Vivas, onde os ÁTOAregistaram a maior enchente de todo o Festival no Palco Santa Casa.

Estando o concerto agendado para as 18h30, a enchente em frente do palco secundário superou todas as expectativas.  Com o festival esgotado, foram vários os fãs da banda que ficaram do lado de fora do recinto a ouvir o concerto.

Os ÁTOA encontram-se actualmente em estúdio a preparar novas canções, tendo lançamento previsto para dia 29 de Setembro.

 

A apresentação das novas canções já tem data marcada:

6 de Outubro no Hard Clube no Porto e 7 de Outubro no Estúdio Time Out em Lisboa.

 

Próximos concertos:

19 de Julho – Festas da Madalena – Pico, Açores

21 de Julho – NOS Summer Opening – Funchal, Madeira

27 de Julho – A anunciar

28 de Julho – Castelo de Vide

29 de Julho - Cabeça de Vide

30 de Julho – Festival Marolas – Ílhavo

31 de Julho – Achada - Mafra

3 de Agosto – Fórum Sintra

4 de Agosto – Festival da Sardinha – Portimão

5 de Agosto – Vizela

6 de Agosto – Festas da Vila - Ribeira de Pena  

12 de Agosto - Ansião

13 de Agosto – Gavião

14 de Agosto - Oleiros

18 de Agosto – Ribeira de Frades

19 de Agosto – Fornos de Algodres

20 de Agosto – Glória do Ribatejo

22 de Agosto – Fórum Algarve - Faro

25 de Agosto – Carvalhosa

26 de Agosto – Festas da Tomina – Santo Aleixo da Restauração

27 de Agosto – Pias

4 de Setembro – Palmela

6 de Setembro – Alpiarça

8 de Setembro – A anunciar

9 de Setembro – Santa Maria de Lamas

15 de Setembro – A anunciar

16 de Setembro – A anunciar

6 de Outubro – Porto – Hard Club

7 de Outubro – Lisboa – Estúdio Time Out



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

image002.jpg

 

SQUEEZE THEEZE PLEEZE apresentam o 2º single  e videoclip “Mismatch”

 

Quem não se lembra do hit single "Ode To A Child (Bea)", que fez furor nas rádios nacionais e pôs o país a cantar Squeeze Theeze Pleeze, ou o "ataque" das bolas brancas e vermelhas "STP" no Festival Paredes de Coura, os poderosos concertos nas Queimas das Fitas, Semanas da Juventude, Festivais de Verão e primeiras partes de artistas internacionais de renome como Morphine, Cranberries, Alanis Morissette entre outros... Sim, isso tudo faz parte do já credenciado percurso musical dos Squeeze Theeze Pleeze!

  

2016 marcou o regresso dos Squeeze Theeze Pleeze com o EP “Mais Fácil” em formato digital editado pela Farol Música.

 

Depois do single “Mais Fácil”, os Squeeze Theeze Pleeze” apresentam o 2º single e videoclip “ Mismatch.

 

Squeeze Theeze Pleeze: keep squeezing!! We're back...

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sábado, 22.07.17

titica.jpeg

 

Titica, uma das mais controversas e amadas cantoras Angolanas, chega a Portugal com um novo single que conta com a participação de Osmane Yakuza

Considerada uma das artistas mais interessantes de África pelos prestigiados KORA AWARDS, e referida ao jornal "The Guardian" pela genial artista internacional, Bjork, como uma das suas influências musicais, esta mulher, que alia uma enorme força e uma carismática personalidade a um optimismo inabalável, chega a Portugal para apresentar o seu novo single "Docadó", com um vídeo onde o furacão Titica surge numa fusão do seu inconfundível kuduro com o coupé décalé da Costa do Marfim. 

Chega agora a Portugal, depois de uma viagem ao Brasil onde gravou nos estúdios da Redbull um tema original com os Baiana System que será apresentado ao vivo no Rock in Rio no próximo mês de Setembro, sendo Titica a primeira artista angolana de sempre a ser convidada para pisar aquele que é um dos maiores, melhores e mais cobiçados palcos do mundo! 

No entanto, o seu caminho nem sempre foi fácil e a subida fez-se a pulso e foi fruto de muito trabalho e persistência. Titica assumiu-se como transexual e apesar da controvérsia comoveu e conquistou o respeito da sociedade e do meio musical angolano graças à sua perseverança, força e talento. Em 2015 foi reconhecida na África do Sul com o prémio "African Feather of the year" (Trans mais respeitada de África) por ser a artista que mais tem lutado para promover e defender os direitos humanos e a inclusão das pessoas da comunidade LGBT.

Mas quando em 2011 editou o seu álbum de estreia com o single "Chão", tornou-se claro para todos que a nova diva do Kuduro tinha nascido. O tema foi a canção de Kuduro mais tocada de sempre e valeu a Titica o prémio de melhor cantora de KUDURO de 2011, para além de tours pelos Estados Unidos da América e Europa.

Desde então a artista tem feito várias incursões de sucesso pelo semba e kizomba, lançando mais dois álbuns, "Olho Boneco" de 2013 e "De ultima a primeira" de 2014. Sendo que em 2015 vê um dos seus temas ser agraciado como o "Melhor Semba do ano". Mas continua a ter no KUDURO o seu grande amor.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

almouraria.jpg

 

 

AL MOURARIA Fado Tour 2017 - AGENDA

28 de Julho  -  Campo Maior - 21h30 - Praça da República

29 de Julho - Vila Nova de S. Bento (Feira anual do presunto e enchidos) - 22h00 Palco da Feira

04 de Agosto - Nerva (Espanha) 20h00 - Festival de Música À La Luz De La Mina
05 de Agosto - Lagos - 21h00 - Centro Cultural

16 de Setembro - Vale do Lobo - 19h30 - Auditorium

 

Com 14 anos de  experiencia, este grupo apresenta a garantia da experiência e a maturidade conseguida em centenas de concertos.

Criado em 2003,  fruto de um convite endereçado a um dos elementos para levar um grupo de fado a um Festival de Músicas do Mundo a realizar no sul de Espanha, o projeto haveria de continuar em face da excelente aceitação do público, tendo-se  solidificado no ano seguinte com atuações no país vizinho, e sobretudo no sul de Portugal.
 
Ao longo dos anos o grupo atuou por todo o país desde romarias populares até às salas dos melhores casinos do país, tendo sempre demonstrado estar preparado para lidar com o público mais variado.
 
Os festivais da World Music foram sempre também uma atração, tendo feito parte do cartaz de alguns deveras importantes como o Festival de Essaouira (Marrocos), Festival Cajandalouse (Casablanca), Festival Internacional de Cordoba, Festival Três Culturas (Toledo e Murcia), Festival Internacional de Granada, Festival Albhuera, Festival Med Loulé (3 vezes), e ainda outros.
 
Nos últimos concertos e por solicitação dos contratantes o grupo tem alternado temas de fado/tango com outros de álbuns anteriores abordando ainda alguns clássicos da música portuguesa.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

duetos.jfif

"Duetos", novo disco de Paulo de Carvalho, atinge o 1.º lugar do top nacional de vendas

Recentemente, músico celebrou 70 anos de vida com concerto memorável na Praça do Município

Nome incontornável na música portuguesa das últimas décadas, Paulo de Carvalho assinalou os seus 55 anos de carreira com o lançamento de um novo álbum, intitulado “Duetos”, que acaba de atingir o 1.º lugar do top de vendas nacional.

Estes 55 anos de carreira, e 70 anos de vida, foram celebrados de forma muito especial num concerto inesquecível na Praça do Município, em Lisboa, onde esteve acompanhado da Orquestra de Câmara da GNR e de alguns convidados do disco “Duetos”, nomeadamente Carlos do Carmo, Tozé Brito, Agir, Mafalda Sachetti e Tatanka.

Duetos”, o novo disco de Paulo de Carvalho, reúne várias vozes importantes da música portuguesa de diferentes gerações. 

 

Entre os convidados deste “Duetos" estão artistas como Carlos do Carmo (no icónico "Lisboa Menina e Moça”), António Zambujo (“Os Meninos de Huambo”), Camané (canta em “Os Putos”), Raquel Tavares (“O Homem das Castanhas”), José Cid (“Nini Dos Meus Quinze Anos”), Diogo Piçarra (“Flor Sem Tempo”)  ou Marisa Liz (no histórico “E Depois Do Adeus”, que serviu como primeira senha no 25 de Abril de 1974)

 

Em “Duetos” estão reunidos alguns dos maiores êxitos de Paulo de Carvalho, graças aos quais se afirmou como uma das mais importantes vozes da música nacional nestes últimos 55 anos, aqui partilhadas com vozes de diferentes panoramas musicais, refletindo assim o quão marcante e influente é o seu percurso.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

cem soldos.jpg

 

 
BONS SONS 2017 —
CHEGAR, FICAR E VIVER A ALDEIA
 

O BONS SONS, além da música, vale a pena pela partilha de bons momentos entre todos. Esta é uma preocupação da organização que está patente tanto na variedade de estilos da escolha musical, como na organização do evento, preparada para satisfazer vários tipos de públicos. Por isso, o BONS SONS tem trabalhado para melhorar também a acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida de modo a garantir que ninguém fica de fora deste festival único e que todos podem desfrutar de BONS SONS na proximidade de amigos e família.

Cem Soldos está localizada a 5 Km de Tomar e o melhor acesso é pela Estrada Nacional 349-3 que liga Torres Novas a Tomar. Há várias formas de chegar e muitas opções de alojamento consoante os gostos e as carteiras. A região oferece ainda várias possibilidades de actividades para um dia bem passado.

CHEGAR LÁ SEM PROBLEMAS


Com o objectivo de promover o acesso através de comboio, o BONS SONS, em parceria com a CP, oferece 30% de desconto nos serviços Intercidades, Regional e InterRegional, para viagens de ida e volta com destino a Tomar ou a Paialvo. Este desconto é aplicável a viagens entre os dias 10 e 15 de Agosto de 2017, mediante a apresentação do bilhete do festival.

Igualmente, quem se deslocar ao festival e comprar o Passe 4 Dias na bilheteira do recinto tem um desconto de 5€ no valor, com a apresentação do bilhete de ida e volta de comboio destinado às estações que servem o festival.

O BONS SONS proporciona um serviço de transfer, de hora a hora, que liga o recinto às estações de comboio e autocarros no centro de Tomar e à estação de Paialvo. Esta é também uma alternativa responsável para os condutores que queiram beber e para pessoas com alojamento em Tomar.

Se, ainda assim, o automóvel for a opção escolhida, basta seguir pela Estrada Nacional 349-3 até Cem Soldos (Madalena). Para quem não se quer perder e usa tecnologias de indicação de rota basta usar as coordenadas de GPS: 39°35’10.8″ N 8°27’05.2″ W. O estacionamento não é uma dor de cabeça uma vez que existem 20 parques de estacionamento a circundar o recinto, para grande comodidade dos visitantes.

ONDE FICAR PARA RELAXAR


A organização do festival providencia um amplo e fresco terreno para campismo, cheio de árvores e com serviços de apoio: WC, chuveiro e restauração. São mais de 20.000 m2 de parque de campismo com acesso gratuito para os portadores do Passe 4 Dias.

Para quem não tem tenda, não quer perder tempo em montagens e desmontagens, mas quer beneficiar da proximidade com a natureza, pode recorrer às soluções da Sleep’em’all. Esta alternativa actual e divertida providencia tendas já montadas no recinto, disponíveis em várias dimensões, com muita cor e energia positiva.

A região de Tomar está dotada de várias tipologias de unidades hoteleiras e de turismo rural prontas a acolher os visitantes do BONS SONS. Hotéis, pensões, quintas, casas de dormidas, estalagens, hospedarias, residenciais e parques de campismo – existem oportunidades de alojamento para todos os gostos e orçamentos. O site do BONS SONS tem já uma selecção extensiva para que os visitantes não percam muito tempo com a procura do seu sítio ideal.

 

MOBILIDADE REDUZIDA, OPORTUNIDADE AUMENTADA


No BONS SONS a acessibilidade é pensada pelas pessoas que também usufruem dela. Os palcos Eira, Lopes-Graca e Aguardela estão dotados de plataformas elevadas individuais que permitem aos visitantes em cadeira de rodas poderem desfrutar dos concertos à altura do restante público, no meio da acção e ao lado dos seus amigos em pé. No palco Giacometti, há uma zona de visibilidade privilegiada para assistir à sombra aos concertos calmos da tarde.

Guardámos a melhor localização de estacionamento, junto à Entrada da Escola, para veículos com dístico próprio, e ainda oferecemos o bilhete de entrada ao acompanhante. Pelas necessidades específicas, reservámos uma casa de banho adaptada em exclusivo para visitantes de mobilidade reduzida.

 

ENTRE CONCERTOS...
VAMOS À PRAIA!


Num raio de 20 quilómetros há várias praias fluviais que refrescam os ânimos a toda a gente, mesmo aos que não se deixam impressionar pelo calor. É só escolher e dar uma escapadela do recinto para se conhecer a paisagem circundante. Desde o Agroal, na nascente do Nabão, às praias do rio Zêzere, a escolha é diversa. As praias de Alverangel (São Pedro) e Montes (Olalhas), por exemplo, foram distinguidas com a classificação Qualidade de Ouro na Listagem de Praias e Águas Balneares da Quercus, pelo segundo ano consecutivo.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.07.17

bobone.jpg

 

 

MARIA ANA BOBONE - FADO & PIANO

TEATRO SÃO LUIZ    | 9 DEZ. 21.h

  

Um trabalho inovador em que Maria Ana Bobone se acompanha ao piano, assina algumas das músicas, letras e arranjos, dando uma cor diferente e muito própria aos fados que interpreta. 


Contando também com o trio de guitarras, este projeto serve cuidadosamente a canção portuguesa abrindo portas a um caminho novo e original.

Maria Ana Bobone vai estar no Teatro São Luiz a cantar temas da sua autoria e a dar a conhecer ao público o single do seu novo disco a sair em 2018.

 

FICHA ARTÍSTICA:

Maria Ana Bobone : voz, piano e guitarra acústica
Pedro Pinhal : viola
Bruno Mira : guitarra portuguesa
Rodrigo Serrão : contrabaixo



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

sobral.jpg

 

Luísa Sobral atinge Disco de Ouro com “Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa”

Cantora actua no próximo dia 26 de julho no EDP Cool Jazz

Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa”, o álbum de Luísa Sobral dedicado aos mais novos, acaba de atingir a marca de Disco de Ouro no mercado português, por vendas superiores a 7.500 exemplares, ao mesmo tempo que o video do single de estreia “João” chega aos 4 milhões de visualizações no YouTube/VEVO.

Este feito surge a poucos dias da actuação de Luisa Sobral no festival EDP Cool Jazz, em Oeiras, a 26 de julho.

Além do sucesso alcançado com “Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa”, o mais recente álbum de Luísa Sobral“Luísa”, continua no top 30 de vendas nacional, oito meses após o seu lançamento e a caminho do Disco de Ouro.

Antes de actuar no EDP Cool Jazz, Luísa Sobral tem um concerto marcado em Espanha, na próxima segunda-feira, 24 de julho, no Teatro Real em Madrid, no âmbito do Universal Music Festival. O álbum “Luísa” já foi editado em Espanha, onde tem recebido rasgados elogios. Elvira Lindo, autora da famosa saga de Manolito Gafotas, dedicou-lhe uma página no jornal “El País”, onde destacou as “pequenas histórias interpretadas por esta voz peculiar que não se confunde com nenhuma outra”. 

Luísa Sobral tem sido fortemente requisitada a nível internacional e, além de Espanha, em agosto, a artista levará as canções de “Luísa” aos palcos do Brasil, tendo concertos marcados no Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Desde a sua revelação que Luisa Sobral tem vindo a trilhar um trajecto de rápida mas sólida ascensão, em Portugal e além-fronteiras, sempre alicerçado numa capacidade rara de interpretar e compor canções de grande beleza e universalidade, para si própria e para outras vozes, contribuindo de forma decisiva para a vitória histórica no Festival da Eurovisão da Canção com “Amar Pelos Dois”, da sua autoria e interpretada pelo irmão Salvador Sobral.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

marafona.jpg

 

22 de Julho, a partir das 00h30

 

O festival Música no Castelo, em Trancoso, acolhe Marafona já neste fim-de-semana, dia 22 de Julho, a partir das 00h30, na noite de sábado para domingo.

Formado em 2014, desde então o grupo tem percorrido os mais diversos palcos nacionais e internacionais, levando um imaginário popular reinventado em novos sons e novas histórias, com uma diversidade tímbrica de instrumentos acústicos e de influências musicais, que fazem deste quinteto uma sonoridade muito própria e característica no panorama musical português.

Em 2016 editaram o seu primeiro disco “Está dito!”, largamente destacado pela imprensa especializada pela sua originalidade e qualidade, quer nos arranjos, como na interpretação dos músicos.

Marafona é constituída por Artur Serra (voz, adufe e berimbau), Gonçalo Almeida (guitarra portuguesa, cavaquinho, campaniça e trancanholas), Daniel Sousa (guitarra clássica), Cláudio Cruz (contrabaixo) e Ian Carlo Mendoza (percussões).

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

pirqueniquedançante.jpg

 

Terceiro Piquenique Dançante sobre a Relva

Casa das Artes do Porto, 22 de Julho de 2017, das 11h00 às 21h00

 

Julho no Porto traz o regresso do Piquenique Dançante Sobre a Relva, com os jardins da Casa das Artes a servirem de ponto de encontro para amigos e famílias num sábado de sol e música.

 Esta terceira edição acontece no sábado, 22 de Julho, contando no alinhamento com concertos de PZ, Old Jerusalem, Barry White Gone Wrong, Desligado, Carbon e Rui David, para além de DJs e programação infantil, numa festa para todas as idades.

 A entrada é gratuita e o Piquenique Dançante Sobre a Relva vai abrir as suas portas pelas 11h00 durando até às 21h00, sendo de levar o cesto e a toalha de piquenique.

 O Piquenique Dançante Sobre a Relva de 2017 tem como apoios a Direção Regional de Cultura do Norte, o Turismo do Porto e Norte, a Porto Lazer, a Super Bock e a Somersby, sendo a produção desta edição resultado duma parceria entre duas editoras portuenses, a Sister Ray e a Meifumado.

https://www.facebook.com/events/241632383014911



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20.07.17

bruna tatiana.png

 

 

Vencedora do Prémio Internacional de Melhor Artista Feminina da África Central nos AFRIMA 2016 (All Africa Music Awards), realizados na Nigéria em Novembro passado e nomeada para os KORA Awards na mesma categoria, Bruna Tatiana é uma das mais destacadas e premiadas artistas angolanas da actualidade.
 
Depois de ter feito a sua AM Tour 2017 por 12 províncias de Angola e algumas cidades europeias e do álbum AM (2014, Editora Arca Velha) ter sido um verdadeiro sucesso com hits como “Meu tudo”, “É só bô”, “Eu falhei”, “5.0” e “Prometo Falhar”, a cantora e compositora traz para Portugal o novo single “Rói o osso”, do novo álbum que ela pretende editar em 2017. O primeiro avanço do novo álbum foi “Não há” que conta já com mais de 300 mil visualizações no Youtube. 
 
Bruna Tatiana nasceu a 11 de Fevereiro na cidade do Lobito. Filha de pai músico, que a influenciou desde cedo a ouvir os maiores artistas da Soul e do R&B: Aretha Franklin, Percy Sledge, Otis Reding, Louis Armstrong e Etha James.
 
Em 1999 Bruna é convidada como back vocal do primeiro grupo de Hip-Hop de Angola, os SSP, realizando assim o seu sonho de cantar para grandes públicos. Nesse mesmo ano grava o seu primeiro trabalho a solo " Meu lado Zouk ", um album com influências nas suas raízes e um tributo à sua terra natal, destacando-se no mercado angolano com o seu estilo irreverente de estar e se apresentar.
 
Já em 2000, lança o segundo trabalho "Bruna", gravado entre Angola e o Brasil, e misturado e masterizado nos Estados Unidos pelo Dallas Sound Lab.  Com segundo trabalho a cantora consegue a sua afirmação no mercado angolando e também é o início da sua internacionalização.
 
Ao longo da sua carreira, cantou com vários artistas como: O2, Dodó Miranda, Agre G, Matias Damásio, Nelson Freitas e Dama do Bling.
Abriu shows de artistas internacionais de renome, entre eles Alexandre Pires, Zezé di Camargo e Luciano, Anselmo Ralph, Trey Songz e Jason Derulo.
Interpretou ao vivo um dueto com o maior cantor romântico do mundo - Julio Iglesias, a música “When You Tell Me That You Love Me”. 
 
Em 2017, lançou a sua APP (Google Play e iOS) onde se podem encontrar todas as informações, dicas e curiosidades sobre a carreira e lifestyle desta artista, que se encontra no momento em estúdio para a gravação do seu 5º CD de originais.
Recentemente venceu os prémios Melhor Intérprete Feminina 2016 dos Troféus Moda Luanda e Melhor Vídeo do Ano 2016 dos Angola Music Awards com o vídeo "Não há". 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

granola.jpg

 

 
João Granola revelou em finais de Maio o tema "Amigo Vaivém" (videoclip) que faz parte do EP de Estreia, "O Convidado", que será editado em Setembro.
 
Amanhã no Popular de Alvalade (Lisboa) João Granola vai dar a conhecer os temas do trabalho de estreia. Lembramos que na semana passada se apresentou no Centro Cultura do Cartaxo e em finais de Maio na Casa do Música do Porto.
 
João Granola é o atual caminho musical de alguém que vê nas árvores a metáfora perfeita para a sobrevivência. A força das suas raízes complementa-se com a flexibilidade dos seus ramos, naquilo a que chamamos de resiliência. João Granola não é mais do que o ramo musical de uma vida atestada de ramos, assentes num tronco que se fez, quer e procura ser robusto.

Em João Granola a música é importante, mas é a palavra o ponto de partida. A palavra portuguesa, pois claro, uma vez que foi nela que começaram e acabaram todas as reflexões que transformaram ideias em 5 canções. Nelas, a pessoa é a primeira, a realidade a de terceiros.

João Granola é de agora. As raízes são as de sempre!
 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

diaboasete.jpg

 

Com uma formação renovada, Diabo a Sete tem estado em digressão nacional, a apresentar o seu mais recente disco “Figura de Gente“, editado em Novembro de 2016 pela Sons Vadios e que tem sido reconhecido de forma muito positiva pela imprensa nacional e internacional.

Com uma sonoridade muito própria, Diabo a Sete inspira-se na tradição musical para criar o seu reportório de temas originais com roupagens contemporâneas, em que a sinergia do grupo faz de cada concerto uma festa de celebração da música portuguesa.

Na próxima sexta-feira, dia 21 de Julho, o grupo dará um concerto nos claustros do Paço da Cultura da Guarda, às 22 horas, no âmbito do programa “Verão em Alta”, organizado pelo município. Uma iniciativa para todos os públicos e de entrada livre. Mais informações aqui.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

diogo piçarra.jpg

 

Diogo Piçarra

Alcança o Galardão de Ouro com “do=s” e o Galardão de Platina com “Espelho”

Vídeo do novo single 'Só Existo Contigo' chega ao 1 Milhão de visualizações em apenas 2 semanas

2017 é, definitivamente, o ano de Diogo Piçarra“do=s”, o seu segundo disco, editado em março deste ano atingiu, esta semana, o Galardão de Ouro, no mesmo mês que “Espelho”, o álbum de estreia (2015) recebe o Galardão de Platina, numa confirmação evidente de que este não é apenas um fenómeno.

Mas há mais: “Só Existo Contigo”, o mais recente single, acaba de chegar ao 1 milhão de visualizações no YouTube, em apenas duas semanas, tornando-se no videoclipe do artista que mais rapidamente atingiu esta marca. E isto acontece precisamente no mesmo dia em que 'Dialeto', o primeiro single do álbum 'do=s', chega a uns impressionantes 11 milhões de visualizações.

Mas não, a história que temos para contar hoje não acaba aqui: “História”, o segundo single de
do=s, atingiu a marca de Single de Ouro e conta com mais de 6 milhões de visualizações. E
"Já Não Falamos”, editado em março conta com 2 milhões e 600 mil visualizações.

 

Com cerca de 70 concertos marcados este ano, milhares e milhares de fãs têm assistido, semana após semana, aos concertos da Tour “do=s”, que teve um dos seus pontos altos na passada sexta-feira no Festival MEO Marés Vivas, onde Diogo Piçarra teve a honra de inaugurar o Palco Principal, perante um pôr do sol magnífico e uma enorme enchente de público, que superou todas as expectativas, rendido às canções e à energia do concerto.

Dias 27 de outubro e 3 de Novembro, respetivamente, a muito bem-sucedida Tour “do=s” chegará aos Coliseus do Porto e Lisboa.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19.07.17

orkestar.png

 

Energia explosiva de Kočani Orkestar a fechar a 9ª edição do Festim!

Quinta 20 julho, 22h00 @ Largo 1º Maio (Agitágueda), Águeda
Sexta 21 julho
, 22h00 @ Jardim Henriqueta Maia, Ílhavo


Kočani Orkestar (Macedónia)
Fantástica banda de sopros cigana, a Kočani Orkestar é um dos grandes coletivos balcânicos, com o seu som frenético, quase sempre a cem à hora. A Macedónia, território mais oriental da antiga Jugoslávia, é confluência natural de ritmos turcos, búlgaros, romenos, sérvios e gregos, num verdadeiro caldeirão de culturas. A Kočani Orkestar mistura todas essas vibrações de forma vertiginosa, num mosaico festivo. A energia explosiva e o caráter da música cigana têm sempre lugar no Festim, especialmente para terminar a 9ª edição de melhor forma!

Serchuk Alimov – trompete | Nijazi Alimov – tuba | Suad Asanov – tuba | Bilent Ashmedov – tuba | Ajnur Azizov – voz | Erol Asimov – clarinete, saxofone | Enis Aliamovski – tapan | Sukri Zejnelov – tuba | Nebi Kanturski – trompete | Raim Zejnelov - trompete


http://www.festim.pt/
http://www.facebook.com/dorfeu.festim

Yamandu Costa (Brasil) | Bombino (Níger) | Susana Baca (Peru) | Hazmat Modine (EUA) | Lura (Cabo Verde) | Violons Barbares (Mongólia, Bulgária, França) | Kočani Orkestar (Macedónia)

22 junho a 21 Julho 2017  |  9ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * ÍLHAVO * OLIVEIRA DO BAIRRO



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

ministerium.jpg

 

Ministerium Day Out | 22nd July | Free Entrance

 

O Ministerium sai do Club por um dia para explorar novos cenários de festa. Desta vez estaremos convosco, John Dimas, JOAO MARIA, MARY B e Elless & Benn, na Praia da Princesa.

John Dimas e uma mesa de mistura caseira. Foi o início da viagem do talentoso francês na música electrónica. Sentia-se atraído pelos sons de Chicago, do Acid e do French House, e inevitavelmente começou a colecionar discos de artistas como Derrick Carter, Chez Damier, Ron Trent, David Duriez, entre muitos outros. Chegado ao mundo dos clubes, desvendou a sua habilidade e inspiração, criando sets únicos com três turntables, que lhe puseram o nome no mapa. A sua reputação de digger e o hábito de incendiar festas com malhas raras e inesperadas já o fizeram viajar o mundo, mas desde 2012 que vive uma segunda fase da sua carreira. No seu estúdio em Berlim criou e alimenta a Elephant Moon, editora com 17 discos lançados, e produz também a sua música, com vários EPs em outras editoras de renome. Hoje continua, como sempre, a progredir e a levar adiante a sua missão com entusiasmo e uma mala cheia de diamantes. 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

eva.jpg

 

 
Eva Rap Diva é a Rainha Ginga do Rap Angolano
 
A rapper angolana chega a Portugal com o seu novo trabalho “Eva”, um álbum que fala de amor, da realidade do seu país de origem e do que é ser mulher nos dias de hoje.
 
O primeiro avanço foi o tema “Final Feliz”, com a participação de Landrick. O video no Youtube tem mais de 4 milhões de visualizações.
Em Janeiro, Eva lançou “Um assobio meu”, que conta com a participação de Gari Sinedima.

Já neste mês de Julho, a rapper venceu MELHOR ESTROFE DO ANO, MELHOR SINGLE DO ANO (Um Assobio Meu)  e MELHOR RAPPER FEMININO DO ANO, no Angola Hip Hop Awards 2016. 
 
Eva Rap Diva é única artista de toda a Lusofonia a conseguir estar em simultâneo com o mesmo tema/video em 3 TOP 10 diferentes da plataforma TRACE: Trace África #1, Trace Toca #1 e Trace Tropical, depois de ter estado em primeiro lugar no Top Kisom durante 5 semanas consecutivas. Eva Foi ainda a primeira e única artista lusófona a ser convidada para actuar no prestigiado ESSENCE Festival em Novembro de 2016 em Durban na África do Sul.
 
A “Raínha Nzinga do RAP” venceu o prémio de Melhor Artista RAP Feminina nos “Angola Hip Hop Music Awards 2015”.

Em 2013, Eva decide fazer a sua primeira obra discográfica “Rainha Ginga Do Rap” que foi lançada dia 19 de Abril de 2014. A presença no projecto “Team de Sonho Vol II” value-lhe mais 2 hits em colaborações: “3 coisas” de DJ Malvado com Heavy C e “Hey Hey” de DJ Callas com Zoca, Yola Araújo. Em 2013, entrou também na mixtape da Capicua “Capicua Goes West” (Mixtape vol. 2), no tema “Feias, Porcas e Más”. 
 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 stop the word.jpg

 

★★ A mais esperada fusão de sempre! Os reis mascarados encontraram-se na STOP THE WORLD e prometem ainda mais novidades em breve ★★

 

 

UPCOMING NK TOUR DATES
15 JULHO - NK DJ SET @ GAVIÃO | 22 JULHO @ SOUSELA FESTIVAL | 27 JULHO - NK DJ SET @ WIPE OUT FESTIVAL, LEIRIA | 29 JULHO - NK DJ SET @ ESPIRITOS INQUIETOS FEST, VISEU | 5 AGOSTO @ SEMANA DO MAR, FAIAL | 9 AGOSTO - NK DJ SET @ FESTAS DA PRAIA, TERCEIRA AÇORES | 10 AGOSTO @ BRAGA | 11 AGOSTO @ CARVIÇAIS ROCK | 18 AGOSTO @ RIBEIRA DA PENA | 19 AGOSTO - NK HYBRID CONCERT @ MADEIRA | 20 AGOSTO @ SESIMBRA | 26 AGOSTO - MTV LAKE EDITION - MIXTEC


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

Afonso Bag apresenta víd...

AVM - Agenda 2º Quinzena ...

Novo video de Vasco Morei...

Estranho em Mim, novo dis...

"Panda e os Caricas no Ci...

Apresentamos os D-phragma

Barry White Gone Wrong ap...

Grande Espetáculo “Ocean ...

BONS SONS 2017 EM 3… 2… 1...

Frankie Chavez apresenta ...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Grande Musica
Musica Qualitativa
Ah que fixe!!!Obrigada A Música Portuguesa por aju...
*ps: nós que fizemos!
Ah que fixe!!!Obrigada A Música Portuguesa por aju...
OláInfelizmente não lhe consigo responder, eu não...
OlaaQueria por favor saber se exiate a musica em C...
Te amo Loony ....so tua fa
http://yolandabythemusic.blogspot.co.uk/
Música xinofoba, que pena. Gosto de ouvir Ana Mour...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds