Quinta-feira, 15.06.17

pensão flor.jpg

 

 

PORTO . CASA DA MÚSICA . 15 JUNHO . 21:00

ORQUESTRA CLÁSSICA DO CENTRO & PENSÃO FLOR, apresentam um espetáculo apoiado nos álbuns "O Caso da Pensão Flor" e "SUL"


A Orquestra Clássica do Centro e a Pensão Flor apresentam o seu trabalho conjunto num espectáculo onde fazem uma viagem pelos dois discos editados pela Pensão Flor (O caso da Pensão Flor e Sul). Com cerca de 40 músicos em palco, este concerto evidencia a procura de um crescimento cultural e musical diferenciado e singular que potencia a captação e criação de novos públicos.


Sob a direção do maestro José Eduardo Gomes 



publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.06.17

hip hop.jpg

 

 

HIP-HOP VOANDO NA NOITE
+ Plus | Libero | Adjoint | Umano
Concerto

Local:  Bar ACERT
Data/Hora:  Sáb. 17 de junho de 2017 às 22:00



Noite para “Hipopar” ao som de projetos musicais regionais que têm a música como forma de exaltar uma poética social
 
HIP HOP NA ACERT

É com muito entusiasmo que a Acert acolhe estes projetos, todos fundados no hip hop e na sua mistura de culturas e referências, sempre marcado pela consciência social, pela intervenção cidadã, pela denúncia do que deve ser mudado. Quer esses gestos se façam ao som do rap ou nos loops misturados pelos DJ’s, o resultado é sempre uma festa dançável e capaz de pôr cada um dos nossos cérebros a pensar e a discutir em conjunto.


+PLUS

+Plus é o novo projeto de Diogo Figueiredo, que entra num mundo mais electrónico, com sonoridades melódicas que incidem na mistura do Jazz com Hip hop, R&B e Grime para criar um mundo sonoro distintivo.

LIBERO
Boaventura Malenga, conhecido pelo nome artístico Libero, é um rapper e produtor musical Angolano. Passou a infância em Luanda.
Aos 12 anos muda-se para o Huambo, onde desperta para o Rap influenciado por Valete, Kid MC, Kendrick Lamar, Halloween J. Cole e pelo seu irmão mais velho, Salomão Malenga, também ele rapper com nome artístico Marley Jackson.

Aos 16 anos decide concretizar os seus sonhos e junta-se a Mauro Dallas e a Poetic Life. Em 2013 lança o seu primeiro trabalho a solo, a mixtape intitulada Jinchurick do Rap com a participação de toda a Poetic Life. Em 2014 vem para Portugal. É em Viseu que passa a trabalhar com a editora Power Hits Production, estando já o próximo trabalho em fase de preparação.

ADJOINT

Vlad Dulyansky faz uma viagem exploratória entre as sonoridades do hip-hop dos anos 90 até à energia contida em beats tensos e até agressivos, mas sempre melódicos, das novas vertentes de hip-hop, que acompanham letras que, em conjunto, criam um ambiente obscuro onde são retratadas histórias que abordam a sua visão social.

UMANO
Umano (David Silva) tem 23 anos e reside em Viseu. A sua música ganhou forma na Amadora. Influenciado pela amargura e as vivências do dia a dia da capital, e pelo rap de intervenção, criou o seu estilo com palavras ajustadas ao seu modo de vida “desajustado”.
Usando a sua voz grave e melódica, moveu hinos aos injustiçados e soldados sofredores, que ainda hoje ecoam nos ouvidos de bairros sociais problemáticos.

Entrada Gratuita



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

beja na rua.png

 

PROGRAMA II FESTIVAL BEJA NA RUA

 

16 JUN | SEXTA – FEIRA

CENTRO HISTÓRICO

18H30 – INAUGURAÇÃO DAS EXPOSIÇÕES (CONSULTAR PROGRAMAÇÃO PARALELA)

PRAÇA DA REPÚBLICA

22H00 - NEY MATOGROSSO (BRASIL)

 

21 JUN | QUARTA-FEIRA

PARQUE VISTA ALEGRE

21H30 - TERRAZA

 

22 JUN | QUINTA-FEIRA

PARQUE VISTA ALEGRE

21H30 - FADOS NA PLANICIE

 

24 JUN | SÁBADO

LARGO DO MUSEU

08H00 - MERCADO LIVRE DE BEJA (ASS. ARRUAÇA)

10H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – “IL MAESTRO” (COMPANHIA CATAPUM)

RUAS DO CENTRO HISTÓRICO

10H00 - ANIMAÇÃO DE RUA - FANFARRAS

PORTAS DE MÉRTOLA

11H30 - ANIMAÇÃO DE RUA – “IL MAESTRO” (COMPANHIA CATAPUM)

 

RUAS DO CENTRO HISTÓRICO

18H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – FANFARRAS “CAPITÃO CATAPUM” (COMPANHIA CATAPUM)

 

28 JUN | QUARTA-FEIRA

PARQUE VISTA ALEGRE

21H30 - LABAQ

 

29 JUN | QUINTA-FEIRA

PARQUE VISTA ALEGRE

21H30 - TRIO D’ALVA - TANGO

 

30 JUN | SEXTA – FEIRA

PRAÇA DA REPÚBLICA

21H30 - ANIMAÇÃO DE RUA ”FOGO COM FAQUIR OCRAM” (COMPANHIA CATAPUM)

22H00 - EMIR KUSTURICA & NO SMOKING ORCHESTRA (SÉRVIA)

 

01 JUL | SÁBADO

LARGO DO MUSEU

08H00 - MERCADO LIVRE DE BEJA (ASS. ARRUAÇA)

10H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – “FAMÍLIA LAMPREIA” (COMPANHIA EFEITO IMAGINÁRIO)

RUAS DO CENTRO HISTÓRICO

10H00 - ANIMAÇÃO DE RUA - FANFARRAS

18H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – FANFARRAS “FAMÍLIA LAMPREIA” (COMPANHIA EFEITO IMAGINÁRIO)

 

PRAÇA DA REPÚBLICA

21H30 – TEATRO DE RUA – ENTREMUNDOS” (P.I.A. PROJECTO DE INTERVENÇÃO ARTISTICA)

22H00 - OS TUBARÕES (CABO VERDE)

 

05 JUL | QUARTA-FEIRA

PARQUE VISTA ALEGRE

21H30 - BUBA ESPINHO

 

06 JUL | QUINTA-FEIRA

PARQUE VISTA ALEGRE

21H30 - MANUEL BRITO TRIO

 

07 JUL | SEXTA – FEIRA

PRAÇA DA REPÚBLICA

22H00 - IBRAHIM FERRER JR. (CUBA)

 

08 JUL | SÁBADO

LARGO DO MUSEU

08H00 - MERCADO LIVRE DE BEJA (ASS. ARRUAÇA)

10H30 - MÚSICA DE RUA – “O GAJO“

RUAS DO CENTRO HISTÓRICO

11H30 - ANIMAÇÃO DE RUA – FANFARRAS

18H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – FANFARRAS

PRAÇA DA REPÚBLICA

21H30 - TEATRO DE RUA – “APAGÃO – O FASCINIO DA LUZ NEGRA” (ARTELIER)

22H00 – LA-33 (COLÔMBIA)

 

12 JUL | QUARTA-FEIRA

PRAÇA DA REPÚBLICA

22H00 - BULGARIAN VOICES ANGELITE ANTÓNIO ZAMBUJO CANTADORES DO DESASSOSSEGO

 

13 JUL | QUINTA-FEIRA

PARQUE VISTA ALEGRE

21H30 - FERNANDO PARDAL

 

14 JUL | SEXTA – FEIRA

PRAÇA DA REPÚBLICA

22H00 - SEU JORGE (BRASIL)

 

15 JUL | SÁBADO

LARGO DO MUSEU

08H00 - MERCADO LIVRE DE BEJA (ASS. ARRUAÇA)

10H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – “THE GENTLEMAD” (FRIC À FRAC” COMPANHIA DE TEATRO CIRCO)

RUAS DO CENTRO HISTÓRICO

11H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – FANFARRAS

PORTAS DE MÉRTOLA

11H30 - ANIMAÇÃO DE RUA – “THE GENTLEMAD - FRIC À FRAC” (COMPANHIA DE TEATRO CIRCO)

RUAS DO CENTRO HISTÓRICO

18H00 - ANIMAÇÃO DE RUA – FANFARRAS “PAPRIKA GOURMET” (FRIC À FRAC” COMPANHIA DE TEATRO CIRCO)

PRAÇA DA REPÚBLICA

22H00 - MIGUEL ARAÚJO (PORTUGAL)

 

 

PROGRAMAÇÃO PARALELA

16 JUN A 15 JUL

CENTRO HISTÓRICO

STREET ART

 

PARQUE VISTA ALEGRE: VHILS ADD FUEL

LARGO DE SÃO JOÃO: BORDALO II

PARQUE VISTA ALEGRE E RUA DO SEMBRANO: ANA RODRIGUES

TÚNEL DO SEMBRANO: JOÃO CHARRUA

LOCAL A DEFINIR: DANIEL EIME

LOCAL A DEFINIR: VIOLANT

 

EXPOSIÇÕES:

POUSADA DE BEJA (SEGUNDA A SÁBADO DAS 10H00 ÀS 20H00)

VITOR COUTINHO - THE BEATLES – SONS E TONS

 

ESTÓRIASTANTAS (QUARTA A SÁBADO DAS 10H00 ÀS 13H00 E DAS 14H00 ÀS 20H00)

ANA CARLA FAÍSCO - MOSAICOS D’ALCARIA

MARGARIDA GIL MARTINS - MAR MEU

MARTA RAMALHO - AIME ENAIME

PAULA ESTORNINHO - NO PÁTIO AZUL

 

LARGO DE SÃO JOÃO (QUARTA A SÁBADO DAS 10H00 ÀS 13H00 E DAS 14H00 ÀS 20H00)

NOSTALGIA DO PASSADO - PEDRO FERNANDES

 

RUA DOS INFANTES (TODOS OS DIAS DAS 00H00 ÀS 24H00)

LUÍS AFONSO - OS OUTROS CARTOONS

 

GALERIA DOS ESCUDEIROS (SEGUNDA A SÁBADO DAS 15H00 ÀS 20H00)

ALUNOS DE ARTES PLÁSTICAS E MULTIMÉDIA DO IPBEJA - EXPOSIÇÃO COLETIVA

 

NOTA: A PROGRAMAÇÃO CONSTANTE NESTE PROGRAMA PODE SOFRER ALTERAÇÕES POR MOTIVOS INESPERADOS.



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

fimuv.jpg

Dia 18 Junho | 18:30h
Missa da Coroação 
Igreja dos Passionistas 
Stª Maria da Feira
 


Encerrando a 40ª edição do FIMUV teremos um concerto único, apresentando a "Missa da Coroação" de Mozart.

Numa dinâmica colaborativa, levaremos a palco o Coro do CiRAC, o Coro dos ex-coralistas do Orfeão Universitário do Porto e do Orfeão Universitário do Porto, a Orquestra de Jovens de Santa Maria da Feira, dirigidos pelo Maestro Paulo Martins.

Contará ainda com a presença dos solistas: Catarina Godinho (soprano); Rafaela Veiga (Mezzo-Soprano); Pedro Rodrigues (Tenor); Miguel Maduro-Dias (Barítono)

Foi no mês de março de 1779 que Mozart escreveu a Missa da Coroação. A origem e o sentido do título não são claros. A hipótese mais versátil é a de que ela faria alusão a uma imagem da virgem conservada num santuário nas redondezas de Salzburg, a "Maria am Plaine". Sua coroação acontecera em 1751, e era comemorada com muita pompa a cada ano. Não se encontra na obra todo o poder do texto litúrgico, nem a aplicação absoluta da música sacra tradicional em latim, pelo menos num grau de perfeição mais poderoso que no gregoriano e na música litúrgica da Renascença. Mozart pensa nelas dentro de formas que lhe são naturais e é nestas formas que ele aplica o texto, rompendo mais de uma vez com sua estrutura interna.

 

Coro do Cirac | Coros da área metropolitana do Porto| Orquestra de Jovens Stª Maria da Feira | Maestro Paulo Martins 
 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

shrimp.jpg

 

“TELL ME”, A DECLARAÇÃO DE INTENÇÔES DOS WELLMAN

 

Já se devem ter cruzado com os Wellman. Um grupo de cinco talentosos jovens a fazer da melhor música pop despretensiosa e orelhuda da atualidade, valiosa no conteúdo e certeira na forma como é entregue aos ouvintes.

 

Se “Riverside” e “Distance” os colocaram no mapa, “Tell Me”, o 3º single extraído do longa-duração de estreia – “Shrimp” – confirma as melhores expetativas: pedaço de pop/rock terno e confessional que poderia figurar no catálogo de John Mayer ou Ed Sheeran. A canção surge acompanhada de um vídeo captado ao vivo na última edição do Sofar Sounds Lisboa, em Abril passado.

 

Enquanto isso, “Shrimp” continua disponível em edição digital em plataformas como a The Store, Amazon, iTunes e Google Play com o selo da Music For All.

 

Os Wellman nasceram ao mesmo ritmo da amizade de Afonso Teixeira (vocalista), Afonso Lima (guitarrista), José Miguel Saraiva (baixista), Mateus Carvalho (saxofonista) e Francisco Marcelino (baterista).

Afonso Teixeira apresentou aos restantes membros uma série de originais que desejava que tivessem outra roupagem. Inicialmente apenas com o intuito de conferir às músicas uma outra dimensão, os cinco acabaram por "recriar" as mesmas. Em Junho de 2016, surgiu a oportunidade de ir a estúdio gravar os temas e aquilo que começou por ser uma forma de descontração da vida universitária sem qualquer divulgação pública, passou a ser uma verdadeira banda, à qual Afonso Teixeira emprestou o seu nome artístico (Wellman).

O quinteto que se move nos meandros da pop/rock com leves influências folk, assume com orgulho a sua sonoridade viciante, envergando sempre um sorriso cativante e uma alegria contagiante. No primeiro semestre de 2017 editaram o seu primeiro longa-duração homónimo.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.06.17

terrassemsombra.jpg

Coro e solistas da Gulbenkian encerram Terras sem Sombra

A edição de 2017 do Terras sem Sombra termina na cidade de Beja, nos dias 16 e 17 de Junho, após uma programação intensa de música e passeios pelo património e biodiversidade por sete vilas do baixo Alentejo.
 
Durante esta temporada, com a duração de sete meses, o festival apresentou solistas e agrupamentos de referência internacional num programa, estratégico para a afirmação do Alentejo como destino de arte e natureza, em que Espanha foi o país convidado.
A iniciativa abriu as portas, pela primeira vez, de palácios, igrejas, conventos, mosteiros e outros locais raramente acessíveis ao público e pôs em evidência aspectos fundamentais do património natural da região.
 
No maior edifício de Beja: o Colégio dos Jesuítas, hoje Comando Territorial da GNR

A visita da tarde de sábado inicia-se, às 14h30, tendo como ponto de encontro a catedral. O alvo da visita, sob a orientação do historiador da arte José António Falcão, é uma obra-prima da arquitectura jesuítica, o antigo colégio de S. Francisco Xavier ou “Seminário Velho”. Este edifício, que continua a ser o mais vasto de Beja, está intimamente ligado à história da cidade, a começar pelas circunstâncias que rodearam a sua fundação.
 
 
Bach, interpretado por Michel Corboz

O Coro Gulbenkian e solistas da Orquestra da mesma instituição (Fernando Miguel Jalôto, Sofia Diniz, Marta Vicente), sob a direcção de Michel Corboz, apresentam na catedral, às 21h30 do dia 17, um programa consagrado aos motetos e prelúdios corais de J. S. Bach que contará com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

Estas peças, fulcrais para o conhecimento da obra do grande compositor alemão, granjearam-lhe lugar destacado na história da música. Ao mesmo tempo, permitem acompanhar o seu percurso profissional, desde os primeiros anos como organista em Weimar, Arnstadt e Mühlhausen (1703-08) e Konzertmeister da corte de Weimar (1708-17), até ao apogeu, como Kappellmeister dos príncipes de Köthen (1717-23) e Kantor da cidade de Leipzig (1723-50).
 
 
Através das águas do Guadiana, o grande rio do Sul

Esta etapa do Festival culmina, no domingo, com uma acção prática, orientada para a compreensão das relações entre o homem e o Guadiana, enquanto elementos que estruturam a paisagem. A partida faz-se das Piscinas Cobertas de Beja, às 9h30.
O grande rio do Sul impõe-se, à escala regional, em vários aspectos. Tendo uma das maiores bacias hidrográficas da Península Ibérica, os seus humores moldaram, ao longo de milhões de anos, a peneplanície. Por outro lado, o seu vale antigo e erodido preserva uma biodiversidade muito rica, funcionando como corredor privilegiado para inúmeras espécies de aves, mamíferos, peixes e plantas.
Mas a dinâmica hidrológica do Guadiana está também presente nos elementos culturais que o pontuam, como as peculiares azenhas de submersão e os fortins. Apesar da intensificação da agro-indústria que decorre nas áreas envolventes a jusante de Alqueva, este rio ainda mantém estruturas patrimoniais relevantes, como as que se podem observar na zona de Quintos, fortificada na época da Guerra da Restauração, para defender Beja dos exércitos castelhanos.
O desafio lançado pelo Terras sem Sombra para esta iniciativa visa um percurso de notável valor paisagístico, o PR1, Azenhas e Fortins do Guadiana, do Município de Beja, que finaliza no rio. Aqui, far-se-á a avaliação do elemento água, recorrendo a equipamentos de análise, e ponderar-se-á, no seio do Parque Natural do Vale do Guadiana, o futuro de um dos grandes recursos do Alentejo.

De entrada livre, o Festival é organizado pela Pedra Angular e termina a edição de 2017 em Sines, no dia 1 de Julho, com a cerimónia de entrega do Prémio Internacional Terras sem Sombra.
 
Programa Beja
17 Junho
Património
14:30 – 17:30 – Visita guiada ao Centro Histórico
Local em destaque - Colégio de São Francisco Xavier
Ponto de encontro – Catedral de Beja
 
Música
21H30 – Caminho, Verdade e Vida: Motetes e Prelúdios Corais de J. S. Bach
Local – Catedral de Beja
Coro Gulbenkian
Órgão Fernando_ Miguel Jalôto
Viola da gamba_ Sofia Diniz
Contrabaixo barroco_ Marta Vicente
Direcção musical_ Michel Corboz
 
18 de Junho
Biodiversidade
O Homem e o Guadiana, elementos que estruturam a paisagem
9H30 – Partida – Piscinas Cobertas de Beja


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

Música e letra: Diana Martínez

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

festim.png

 

 

Festim 2017 prestes a começar a viagem!


Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Ovar , Estarreja, Ílhavo e Oliveira do Bairro


22 junho a 21 julho | 9ª edição



Programa completo:
http://www.festim.pt

Fotos boa resolução e material para imprensa:
http://www.festim.pt/2017/promo/

De 22 de junho a 21 de julho, Yamandu Costa (Brasil), Bombino (Níger), Susana Baca (Peru), Hazmat Modine (EUA), Lura (Cabo Verde), Les Violons Barbares (Mongólia, Bulgária, França) e Kočani Orkestar (Macedónia) trazem os melhores postais musicais aos sete Municípios parceiros do Festim – festival intermunicipal de músicas do mundo: Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Ovar, Estarreja, Ílhavo e Oliveira do Bairro.

O Festim 2017 vai começar com a corda toda, ao som do virtuoso guitarrista Yamandu Costa, um fenómeno da música instrumental brasileira. Esta abertura faz-se em dose dupla: dia 22 de junho, no Cineteatro Alba (Albergaria-a-Velha) e no dia 23, no Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, em Oliveira do Bairro. Os bilhetes para os dois concertos já estão à venda.

Depois de Yamandu Costa, seguem-se mais seis nomes no cartaz desta 9ª edição. Do Níger, o blues rock exótico de Bombino chega a Albergaria-a-Velha (29 junho) e Ovar (30 junho). Do Peru, a voz única de Susana Baca a marcar presença em Sever do Vouga (1 julho) e Ovar (2 julho). Diretamente de Nova Iorque, o folk blues de Hazmat Modine em três grandes concertos, nos dias 6, 7 e 8 de julho, em Águeda, Estarreja e Albergaria-a-Velha, respetivamente. De Cabo Verde, o tom profundo e sensual de Lura, a 13 de julho em Águeda e, no dia seguinte, em Estarreja. A 15 julho, Sever do Vouga acolhe o concerto único de Les Violons Barbares, um invulgar trio que funde três culturas de forma fascinante. Para terminar da melhor forma, Águeda (20 julho) e Ílhavo (21 julho) acolhem a energia explosiva dos grandes coletivos balcânicos, com Kočani Orkestar. Todos os concertos iniciam às 22h00.

Numa parceria intermunicipal, iniciativa da d’Orfeu AC, que envolve os Municípios de Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Ovar, Estarreja, Ílhavo e Oliveira do Bairro, juntamente com o apoio oficial do Ministério da Cultura / Direção-Geral das Artes, o Festim é o único festival português a integrar a rede europeia “European Forum of Worldwide Music Festivals” e recebeu, pela segunda vez, o selo de qualidade EFFE - Europe for Festivals, Festivals for Europe. De 22 de junho a 21 de julho, vem viver o Festim!


Toda a informação em:
http://www.festim.pt

Acompanha o Festim também no Facebook:
http://www.facebook.com/dorfeu.festim



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

jullio pereira.jfif

 

 

NOVO DISCO SERÁ LANÇADO EM SETEMBRO

Júlio Pereira disponibiliza na Rádio e nas Plataformas digitais o tema “Galope do Deserto”, incluído naquele que será o seu 22º disco de autor.

Trata-se de um disco instrumental – enérgico e livre, urbano e sem fronteiras – tendo como solista o Cavaquinho e também, pela primeira vez, o Braguinha onde a voz humana inesperadamente emerge em vários momentos.

A maioria dos arranjos foi criada a partir dos instrumentos tocados por Júlio Pereira: Cavaquinho, Braguinha, Viola Braguesa e Bouzouki contracenando com o Violoncelo e a Viola (Sandra Martins e Miguel Veras, músicos que habitualmente o acompanham) a que se juntaram outros instrumentistas e cantores convidados entre os quais: António Zambujo, James Hill (Canadá), Olga Cerpa (Espanha), Cheny Wa Gume (Moçambique), Pedro Jóia, José Manuel Neto, Norberto Gonçalves da Cruz e ainda com as participações nos coros de Luanda Cozetti, Mariana Abrunheiro e Teresa Melo Campos.

De realçar a participação de um dos mais prestigiados tocadores de Ukulele – o canadiano James Hill decorrente do concerto conjunto com Júlio Pereira em Newark – New Jersey Performing Arts Center, no ano passado, onde o Cavaquinho e o Ukulele tocaram juntos.

Será o primeiro disco profissional que deixará o registo do encontro destes dois instrumentos constituindo o arranque para eventos futuros no estrangeiro.

Mais um passo na longa vida do Cavaquinho e do seu autor naquele que na opinião do seu editor se trata do melhor disco de Júlio Pereira.

Ah…boa nova! Todos os temas serão ilustrados por Carlos Zíngaro!



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar | ver comentários (4)

viviane.jpg

 

Viviane realizou em agosto do ano passado, vários espetáculos em diferentes cidades da Lituânia, todos eles com casa cheia. Este ano,  Viviane regressa à Lituânia passando em primeiro lugar pela Letónia onde irá realizar mais dois concertos, dando assim continuidade a uma carreira que tem sido marcada por uma crescente internacionalização.

 

Viviane, iniciou a sua carreira como cantora compositora, nos anos 90 como co-fundadora da banda Entre aspas.


Colaborou em vários projetos como Linha da Frente (2001), Camaleão Azul (2002) e Rua da Saudade (2009).


Segue uma carreira a solo desde 2005 e conta com quatro álbuns de originais e um "Best Of" intitulado "Confidências" editado em 2016.

 

Próximas datas

16 Junho | Talsi | Letónia
17 Junho | Edole Castle | Letónia
21 de Junho | Ukmergè | Lituânia
22 de Junho | Vilnius | Lituânia
23 de Junho | Raudondvaris | Lituânia
24 de Junho | Palanga | Lituânia

26 de Agosto | Noite Branca | Loulé | Portugal

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.06.17

flower.png

 

 
Woodstock em Cascais 
 
 Os portuenses TAXI estão de regresso e vêm ao Flower Power Fest Cascais.
 
A Banda regressa à estrada e lança o single “Reality Show”!

​Tocam no sábado, dia 5 de agosto, a encerrar o festival que se afirmou no panorama dos festivais de Verão.
O anúncio da presença dos TAXI no Flower Power Fest Cascais, está a despertar um enorme interesse junto dos festivaleiros, tendo originado que as visualizações do vídeo do novo tema dos TAXI já tivesse superado as 140 mil em apenas alguns dias.
 
https://www.facebook.com/taxi.banda/
 
O tema está tornar-se viral.
 

 

 
Os TAXI, a banda de pop-rock portuguesa vencedora do primeiro Disco de Ouro do Rock Português (1981, com o álbum “TAXI"), volta à estrada com grandes concertos e grandes músicas.
 
Os TAXI apresentam-se com João Grande (voz), Rui Taborda (baixo), Ricardo Cavalera (guitarra) e Hugo Pereira (bateria).
 
Recorde-se que a banda originária do Porto gravou, até à data, cinco álbuns de originais, entre eles o "Cairo", também disco de ouro, que foi considerado pelo “Jornal Público” um dos melhores discos de sempre da música portuguesa.
 
Os TAXI regressam aos palcos com hits, Chiclete, Cairo, Vida de Cão, Rosete, entre outros,
que os tornaram uma das bandas mais carismáticas de Portugal.

O novo sucesso “Reality Show” é uma música ao estilo TAXI, que está a ser muito bem recebida quer nos meios musicais, quer pelo público em geral. Basta ler os post da página oficial dos TAXI no Facebook.

Um som que transparece “a paixão com que fazemos música, com a evolução e amadurecimento naturais da nossa experiência” (João Grande – vocalista).
 
Os TAXI continuam a mostrar, neste single de lançamento, a garra pela música que sempre os moveu, um ritmo forte e uma letra demonstrativa de uma visão acutilante da nossa sociedade.
 
A maior festa de música dos anos 60 a 80, a Flower Power Fest, muda-se para Cascais e promete reunir a 3, 4 e 5 de agosto, na praia de Carcavelos, as mais emblemáticas bandas daquele período mágico do pop/rock.

Com o apoio da Câmara de Cascais, Beach Boys Band (UK), Ten Years After (UK) são algumas das icónicas bandas que vão poder transformar Cascais no ambiente Woodstockiano.

Pela praia de Carcavelos vão passar também as melhores bandas-tributo, como os italianos Watch, reconhecidos pelos originais, como a réplica perfeita dos Genesis, e a grande homenagem a uma incontornável personalidade da música pop, recentemente desaparecido: David Bowie. Na voz de David Brighton (USA), David Bowie será recordado num memorável espectáculo Space Oddity, pela primeira vez na Europa, vindo de Los Angeles e considerado como o melhor tributo do mundo.
 
Incursões nos sons dos Led Zeppellin  estarão a cargo dos portugueses LED ON que têm conquistado o público por onde têm passado
 
Os holandeses Woodstock Band vão levar o público numa memorável viagem pela música de Santana, Joe Cocker, Jefferson Airplane, Janis Joplin, The Who, Crosby Stills Nash & Young, The Band, Melanie, Creedence Clearwater Revival, Deep Purple, Focus

O reggae roots estará representado através dos Inner Circle (Jamaica) e dos Big Mountain (USA) e nesta 4ª edição do festival não foi esquecido o disco-sound dos franceses Ottawan.
 
O cartaz ainda não está fechado e o primeiro DJ a juntar-se à festa foi RUI REMIX um dos nomes com  mais  sonantes da old school em Portugal.
 
 


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

chapa zero.jpg

 

 

A banda surgiu devido à necessidade de agredir verbalmente (com mais ou menos ternura, conforme o caso) certos sectores da nossa sociedade que precisam de um abanão valente. E sob a forma de música é mais agradável!

Seguindo-se ao disco de estreia “Chapa Zero” de 2013, “Fia-te na Virgem e Não Corras” foi gravado no decurso de 2016, com o produtor Emanuel Ramalho (Peste & Sida) nos estúdios "Aqui Há Gato" em Lisboa.

 

ALINHAMENTO

 

  1. Zé Faísca (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 02:23;
  2. Chapa Gasta (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 02:21;
  3. Tens a Mania (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 02:26;
  4. No Ku da Europa (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 02:14;
  5. Vão Trabalhar (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 03:33;
  6. Zumba na Caneca (Letra: tradicional; Música: tradicional).02:19;
  7. Fim da Noite (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 02:48;
  8. Deix´ós Falar (Letra: Marco António; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 02:54;
  9. Fia-te na Virgem e Não Corras (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 04:11;
  10. Bate-Chapa (Letra: Kaveirinha; Música: Kaveirinha, Marco António, Filipe Rodrigues, Nuno Amaro). 02:58;

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

mea jazz.jpg

 

 

 

MeaJazz - 1º Festival de Jazz da Mealhada

 

A Câmara Municipal da Mealhada promove nos dias 30 de junho e 1 de julho o MeaJazz - 1º Festival de Jazz da Mealhada. O evento vai acontecer na Quinta da Nora (centro da cidade, junto ao IC2) e tem entrada livre.


Esta primeira edição traz à Mealhada projetos de diversas nacionalidades.


O cartaz diversificado promete provocar emoções para todos os gostos: Orquestra Jazz de Leiria, El Show de Dodó (Espanha), Jeff Davis Trio (Canadá/Portugal), Andrea Bucko (Eslováquia), The Rite of Trio (Portugal), José Valente (Portugal) e Jazz Pá (Brasil/Portugal).


Para o segundo dia do festival está reservada uma grande festa, quando em palco se reunirem mais de 40 músicos.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Domingo, 11.06.17

mau.jpg

 

 

Dois anos depois de terem terminado, os MAU acabam de disponibilizar, de forma gratuita, um tema inédito!
 
“Lemon & Lime” é um outtake do álbum “Safari Entrepreneur”. O tema terá ficado fora do disco por ter uma sonoridade demasiado distante do ambiente soturno que podemos encontrar no último trabalho da banda.

Apesar de ter sido gravada em 2012, a música continua surpreendentemente atual e com a toada e ritmo certo para os meses quentes que se avizinham.

A acompanhar a música, os MAU disponibilizaram ainda um videoclipe do tema, feito com imagens de arquivo da década de 40.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

rfm somnii.png

 

 

Está fechado o cartaz da edição deste ano daquele que é o Maior Sunset de Sempre: RFM SOMNII. Armin Van Buuren, Blasterjaxx e Tiësto são, respectivamente, os cabeças de cartaz dos três dias de festa que vai acontecer na Figueira da Foz, 7, 8 e 9 de Julho.

 

A eles juntam-se: 3LAU, Breathe Carolina, Brennan Heart, Florian Picasso, Kungs, Kura, Laidback Luke, Marnik, Merk & Kremont, Mike Williams, Nervo, Rich & Mendes, San Holo, Sunnery James & Ryan Marciano, Timmy Trumpet e Tungevaag & Raaban.

 

São 19 os nomes de peso num festival que, de ano para ano, tem vindo a ganhar protagonismo no panorama nacional e internacional. A crescer em importância estratégica, nos meios envolvidos e na sua capacidade em mobilizar espectadores, o RFM SOMNII, na sua 6.ª edição, prevê para este ano mais de 100 mil pessoas e volta a confirmar a sua importância para a região centro do país.

 

À sua espera, na Praia do Relógio, estará um cenário perfeito com muito sol, praia, música e um line up de topo que rivaliza com os maiores festivais do género em toda a Europa.

 

O RFM SOMNII – O Maior Sunset de Sempre! continua a apresentar-se como um evento único na estratégia de confirmação da RFM como a rádio da música.



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

embaixador.jpg

 

 

Tema do álbum «Sombra» editado em formato digital pela Farol Música.

 

 “Sombra” foi gravado no AMP Studio do produtor Paulo Miranda (The Legendary Tiger Man, The Poppers, Old Jerusalem…).

O anterior EP «Os Dedos e os Anéis» também teve a edição digital pela Farol Música.

 

A evolução na composição e performance está bem patente neste disco, evidenciando o crescimento e entrosamento dos Embaixador ao longo dos últimos anos e mostrando que estão “aqui ” para ficar!

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

bacalhau.jpg

 

 

"Dirty Little Girl" é o primeiro single do novo disco de Vítor Bacalhau - "Cosmic Attraction” que será lançado em Outubro deste ano . O músico algarvio tem vindo a dar provas de grande competência e maturidade no mundo do Blues/Rock.


LANÇAMENTO


O single será apresentado em dois concertos: O primeiro concerto terá lugar no Popular Alvalade (Lisboa) dia 16 de Junho e o segundo no mítico Bafo de Baco (Loulé), dia 17 de Junho. Vitor Bacalhau promete várias surpresas para estes dois concertos, sendo a mais aguardada de todas a revelação dos temas novos que compõem este segundo disco.


O disco conta com a produção de Budda Guedes, grande referência do Blues Nacional, que já havia produzido o primeiro álbum editado em 2015.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sábado, 10.06.17

geek davies.jpg

 

 

QUEM SÃO OS GEEK DADDIES?  

 

Geek Daddies são o lado menos próprio de João Araújo e Hugo Rilhó. Uma espécie de Quarteto dos Três Irmãos Pedro e Paulo, na versão de um rock’n’roll desbragado e sem sentido. Uma banda com boas intenções, que pulula à solta no Inferno… Com um som cru e devaneante alteram entre ritmos desproporcionados e riffs poderosos, como quem não consegue domar o animal que monta.

Influenciados essencialmente pelos Earth, Wind and Fire, Richard Clayderman e outras relíquias musicais, ao vivo revelam-se muito menos românticos. 

Os Geek Daddies percorreram, sem saber, um longo percurso de mais de 10 anos para chegar a este ponto rebuçado sem açúcar.

Considerados como adequados para celíacos, diabéticos e hemofílicos, resta-nos a esperança de que eventualmente este seja o principio do fim desta banda. Com uma esperança média de vida de 72 horas os Geek Daddies estão em fase de casulo, a trilhar caminhos desconhecidos, motivados pela fecundação do rock, munidos apenas de guitarra e bateria, promovendo o som curto e grosso, como deve ser o rock’n’roll, para quem gosta dele assim.

Com o lançamento do seu EP atingiram a impressionante marca dos 74,3 metros, ficando a plateia eufórica com a perda da acuidade auditiva em 30%. Comeram a sopa toda e tocaram como se não tivessem a sesta da tarde. Fica agora um registo auditivo a mostrar o seu lado birrento mais original, num miniálbum, num tom agridoce que reflete as aventuras musicais da parentalidade. 

Os Geek Daddies vêm confirmar que o tamanho não importa.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

insch.jpg

 

 

Os insch surgem em 2014, pela mão de três amigos de longa data. O compromisso, descomprometido, é “matar essa imensa saudade de tocar”.

Da sala de ensaios avistam-se as ondas da Ericeira que rebentam organicamente nas canções dos insch em ecos de Nirvana, Deftones, Nine Inch Nails, Bush ou Incubus.

Em 2016 editam o álbum ”Safe Haven”; em formato digital sai pela Farol Música; em formato físico edição de autor.

O caminho é ainda curto mas tão acelerado que fez dos insch "Banda do ano 2015" para a BalconyTV Lisboa, um dos "8 artistas musicais desconhecidos que tem mesmo de conhecer" para a New In Town e ainda presença assídua no top 10 de pedidos dos ouvintes, na SuperFM.

O trio da Ericeira (Manel Gomes (baixo), Miguel Rodrigues (bateria) e Tiago Duarte (guitarra e voz) apresenta o álbum de estreia, “Safe Haven e levanta o véu para mostrar novos temas que gravaram com um novo produtor Henrik Udd (Bring Me The Horizon, Architects, etc.) e com o mastering engineer e Grammy award winner Ted Jensen (Metallica, Slipknot, Blink 182, Deftones, etc.).

 

« 16 Junho: Element 25th anniversary party @ Village Underground Lisboa

« 24 Junho:  Rock Fest (Proença-a-Nova)

« 30 Junho: Sumol Summer Fest (Ericeira)

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

mike bramble.jpg

 

 

O músico de Leiria, MIKE BRAMBLE, lança no próximo dia 16 de Junho o tema "Segredo" nas principais plataformas online e no seu website em www.mikebramble.com.

"Segredo" é a segunda música escrita em português pelo músico de Pop/Rock, este tema transmite uma mensagem de coragem e transparência em assumirmos quem somos e que rumo dar à nossa vida.

Este tema pode ser ouvido no website da banda na versão de radio e no canal do Youtube do músico.

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.06.17

fado lele.jpg

 

Cineteatro Municipal D. João V

 

MÚSICA
16 JUN | 21:30H |10€
Classificação Etária M6
Nota : o bilhete inclui a oferta do disco

 

Fado Lelé apresenta Portugal sabe o que é!

FADO LELÉ define-se como uma banda de fortes raízes lusófonas e abre no seu vasto leque de referências musicais uma janela para o mundo. As suas melodias são inspiradas e revisitadas num fado intemporal e vestidas a seu próprio gosto, dançante, com as sonoridades peculiares do ukulele e do bandolim. Convivem, e vivem, com muitos ritmos e estéticas e como tal, o jazz manouche, o afro, o reggae, e até mesmo o rockabilly ou o deltablues são seus convidados de honra.

Para além de alguns originais do grupo - Amor Limão (o primeiro single), Mal de Amor e O Fado Lelé, o disco de estreia de FADO LELÉ inclui também algumas versões bem renovadas de clássicos como Vou Dar de Beber á Dor (faz parte da BSO da novela Espelho d`Água da SIC), Bairro Alto, Noites da Madeira, Rua do Capelão, Tudo isto é Fado, Foi na Travessa da Palha, Aldeia da Roupa Branca e Uma Casa Portuguesa (presente na BSO da novela Amor Maior da SIC).

Portugal sabe o que é! Foi gravado, misturado e masterizado por Luciano Barros e produzido por Miguel Castro

FADO LELÉ é oriundo de Lisboa e formou-se em 2011. É composto por Ana Castelo - voz, Miguel Castro - ukulele barítono, Filipe Silva - bandolim e trompete, Manu Teixeira - bateria e Luciano Barros - baixo (musico convidado)
 
 
PROGRAMAÇÃO JUNHO

FADO LELÉ
MÚSICA
16 JUN | 21:30H |10€
Classificação Etária M6
Nota : o bilhete inclui a oferta do disco

RODRIGO
MÚSICA
17 JUN | 21:30H |10€
Classificação Etária M6

IN BROADWAY
TEATRO MUSICAL
18 JUN | 17:00H |8€
Classificação Etária M3


LENA D'AGUA
Piano e Voz
MÚSICA
24 JUN | 21:30H |10€
Classificação Etária M6


O RECREIO DA ANITA
MÚSICA INFANTIL
25 JUN | 16:00H |6€
Classificação Etária M3


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

gritali.jpg

 

 

"Days and days" é uma das músicas novas de Vasco Moreira Gritali.


Foi gravada num....simples telemóvel. Sim. Dos mais baratos que só servem para chamadas e mensagens. Onde o guitarrista tem também um cartão de memória inserido para guardar o seu reportório e a sua playlist.

Vasco:
"Estas músicas clássicas (Trovas do inferno) que faço, tento de vez em quando gravar em formatos simples para incentivar a criação. Foi o caso de days and days."

Esta composição de 2017 de Vasco Moreira está em audição em http://www.reverbnation.com/Gritali
A anterior composição "Alone in the Castle z" também de 2017 está disponível para download gratuito em http://www.soundclick.com/Gritali

Estas e outras músicas que ainda virão terão edição mundial (digital e física) provavelmente ainda no final deste ano. Só "Alone in the Castle z" terá download gratuito e vídeo oficial também. Todas as outras terão....que comprar o CD.

Cumprimentos.

Zagati Prod.

http://gritali.blogs.sapo.pt
http://www.facebook.com/Gritali



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

xinobi.png

 

Avizinha-se clima tropical no Margem!

 

Torres Vedras está sob aviso para o próximo dia 16 de junho, no Antigo Refeitório da Casa Hipólito, dadas as atuações exóticas de Xinobi (live band) e Marvel Lima. Na Galeria, as obras de pintura realista de Maria João Justo.

 

Evento: https://www.facebook.com/events/1332077630216550/

__

 

XINOBI (LIVE BAND)
Bruno Cardoso é um adulto de coração jovem obcecado com a música. Faz parte de uma geração que cresceu dentro da erupção dos blogs de música alimentada pela ética Do It Yourself. Para Xinobi, o ano de 2017 tem-se revelado crucial em consequência do lançamento do seu segundo álbum "On The Quiet". Que aborda a transição de muitos músicos do Punk Rock e Skateboarding para a House Music e a forma como esta pode tornar-se num campo para a consciencialização social. Com diversos EPs lançados em rótulos como a Discotexas, Nervous e Ministry of Sound ganhou um reconhecimento real entre artistas e criadores de opinião e ampliou o seu culto underground. Faixas idiossincráticas como "I Hate The Sound of Guitars", a excelente colaboração com The Lazarusman e os Remixes, Edits e Reworks para artistas como Sbtrkt, Nicolas Jaar e Moullinex povam a habilidade de Bruno para reorganizar música incrível em todo um novo universo.

www.facebook.com/xinobimusic

MARVEL LIMA
Banda nascida nas quentes e áridas planícies do Alentejo; factor-chave para a sua sonoridade. Com os singles de apresentação "Mi Vida" e "Fever" (com um groove synth-prog-pop-rock) surgiram os primeiros concertos por diversos pontos do país e tornaram-se, sem demora, numa forte aposta para o futuro da música alternativa portuguesa. Entre vozes, percussões, sintetizadores, guitarras, baixo e bateria, este projeto recria a ambiência distorcida de uma viagem temporal entre os anos originais do rock psicadélico e a música contemporânea de hoje, com um forte tempero mediterrâneo e assumida influência latina.

www.facebook.com/marvellouslima

MARIA JOÃO JUSTO
Artista versátil e multi-disciplinar, encontra nas telas, óleos e grafite um dos seus principais fascínios. Com especial foco na pintura realista, vem apresentar na galeria do Margem algumas das suas obras seleccionadas sobre a temática da noite.

www.facebook.com/mjoaojusto

 

MARGEM
É nos circuitos menos perceptíveis que nascem e crescem muitos dos atuais criativos e criadores. Em espaços frequentados por públicos à margem dos grandes movimentos culturais, cativados pela cultura alternativa e/ou underground, assiste-se ao desencadear dos diversos novos tipos de intervenção artística. Meios em que prevalece o princípio "menos é mais". Onde a necessidade leva ao engenho.

Com este mote, o Margem propõe uma programação emergente a acontecer num espaço desprendido e versátil que dialogue com os jovens e jovens adultos do concelho de Torres Vedras e, também, dos concelhos limítrofes. Assente na pertinência e qualidade, divide-se num ciclo que procura evitar a "fatiga" dos públicos através da diversidade e ocasionalidade.

Para esta segunda edição - e após o sucesso da anterior - volta com novas propostas musicais e exposições/instalações, continuando o trabalho desenvolvido. Junta, ainda, ao cartaz um artista local na área da música de modo a integrar-se cada vez mais na comunidade; expondo, agregando e facilitando.

www.facebook.com/margemtvd
__

ENTRADAS
5€ com oferta de 1 bebida simples.
Bilhetes disponíveis no Posto de Turismo de Torres Vedras, lojas Carsportif e à porta (no dia do evento).
Reservas em: margemtvd@gmail.com

MORADA
Antigo Refeitório Casa Hipólito - Bairro Arenes (atrás do AKI), Torres Vedras.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.06.17

rua direita.png

 

 
Rua Direita
 

Duo de Leiria estreia-se nas longas-durações

"Rua Direita" é editado hoje com o selo da Azul de Tróia

Single de avanço Mariana já roda nas rádios


Os Rua Direita são gente nova com espírito fresco. O duo de Leiria composto por Donato Rosa e Paulo Ladeiras, iniciou actividade em solo comum e rapidamente fez da Rua Direita o epicentro do encontro dos riffs e palavras de um com as batidas assertivas de outro. A missão? Criar temas memoráveis, povoados por histórias do aqui e agora e pintados por laivos certeiros de quem chegou à cena nacional para ficar.

O single de avanço “Mariana” mostrou como um nome comum pode abrir as portas para um universo pop que tem tanto de novo como de familiar. Hoje, são mais 7 os temas que nos abrem as portas para a Rua Direita, temas que provam o porquê da cidade do rio Lis ser actualmente um dos pulmões que alimenta o futuro da nova música portuguesa.

Produzido por Pedro de Tróia, gravado e misturado por Bruno Pedro Simões no Black Sheep Studios, editado pela Azul de Tróia, "Rua Direita" está já disponível nas principais plataformas digitais e chega às lojas a dia 26 de Maio.

 


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço, venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir

São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro
É também de despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Rodrigo Leão & Scott Matthew revelam novo single esta quinta-feira: “Abandoned”

Os músicos vão atuar no festival NOS Primavera Sound, no Porto

Depois do sucesso alcançado com o primeiro álbum conjunto, “Life Is Long” (2016), Rodrigo Leão e Scott Matthew voltam a juntar-se para um novo single, “Abandoned”, tema inédito que saiu dessa colaboração entre os dois músicos, cujo vídeo será revelado esta sexta-feira.

Antes, os músicos marcam presença no festival NOS Primavera Sound, no Parque da Cidade, no Porto, tendo concerto marcado para as 18h50 de quinta-feira, no Palco Super Bock. 

Este tema inédito que agora será revelado fará certamente parte deste espetáculo de Rodrigo Leão e Scott Matthew, que apresentarão também as canções belas que compõem Life Is Long, disco que é também o culminar de uma parceria incrível, que começou em 2011 quando o australiano, a convite do compositor português, deu voz ao tema “Terrible Dawn”, incluído no disco “A Montanha Mágica”, e que desde então tem gerado muitos frutos.

Rodrigo Leão e Scott Matthew têm levado as canções de "Life Is Long" não só às mais emblemáticas salas de espetáculo nacionais, como os Coliseus de Lisboa e do Porto ou o Convento de São Francisco (Coimbra), como também a alguns dos mais reputados espaços internacionais. O álbum entrou diretamente para o 1.º lugar do top dos mais vendidos no iTunes em Portugal na semana de lançamento e foi editado em 18 países europeus.

Agora, Rodrigo Leão e Scott Matthew dão mais um passo nesta união criativa tão especial com Abandoned.

 

 

Próximas datas Rodrigo Leão & Scott Matthew:

09/06 - Sintra - Centro Cultural Olga Cadaval

18/07 - Espanha – Cartagena, Festival “La Mar de Músicas”

21/07 - Faro - Teatro das Figuras

26/07 - Alemanha - Rosenfelspark, Lörrach - Stimmen Festival

Próximas datas Rodrigo Leão:

10/06 - Oliveira de Azeméis - Cineteatro Caracas

14/08 - Tomar - Cem Soldos, Festival Bons Sons



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

sem soldos.jpg

 

 
BONS SONS 2017 — ESTUDO MOSTRA PORQUE É QUE
CEM SOLDOS FAZ O BONS SONS
 

Cem Soldos é a Aldeia de que tanto se fala. É a Aldeia que faz o BONS SONS acontecer. Situada a 5 Kms de Tomar e a 12 de Torres Novas, tem cerca de 600 habitantes e vive um verdadeiro espírito comunitário que mantém as tradições vivas e actuais. Num inquérito conduzido aos residentes, a associação local SCOCS, organizadora do BONS SONS, recolheu opiniões muito positivas e nelas o incentivo necessário à continuação deste projecto ímpar no panorama cultural português.


O MELHOR DO BONS SONS PASSA PELO ESPÍRITO COMUNITÁRIO E DE ENTREAJUDA

O BONS SONS, ao contrário de tantos outros festivais de organização empresarial, foi criado e tem sido sempre preparado por cem-soldenses, através da sua associação cultural, SCOCS. Para conhecer as principais posições dos residentes da aldeia face ao BONS SONS, o SCOCS desenvolveu um estudo de opinião, com um inquérito porta-a-porta*.

Mais de 95% dos habitantes de Cem Soldos sentem que o BONS SONS é positivo para a aldeia e que se deve continuar a organizar, sobretudo porque reconhecem a visibilidade que a aldeia toma, através deste evento, tanto no palco nacional como internacional. Por outro lado, o contacto com pessoas de fora é também enaltecido como positivo pelos residentes, uma vez que traz uma enorme diversidade de pessoas a visitar o espaço da aldeia e tem a capacidade de expandir horizontes.

No estudo do SCOCS, é também evidenciado que o melhor do BONS SONS passa pelo espírito comunitário e de entreajuda, tão patente na união dos residentes, familiares e amigos ao longo desses dias. Os residentes orgulham-se de o BONS SONS ser o resultado da manifesta capacidade de organização e de concretização da aldeia.



OS CEM-SOLDENSES SÃO UM DOS PILARES DE SUCESSO DO BONS SONS

Os entrevistados valorizaram também o ânimo que se dá à economia local e a dinamização da oferta cultural de qualidade, por ser a montra de muitos projectos musicais, alguns deles menos conhecidos dos habitantes.

Os aspectos negativos foram mais difíceis de elencar, com 44% dos entrevistados a não mencionar nenhum factor de desagrado. Mas as eventuais críticas foram seguidas de possibilidades de solução e os residentes avançaram ideias para melhorar os pontos que consideraram negativos.

Os dias do festival correm bem graças a uma multidão de voluntários. Destes, a grande maioria é proveniente da população residente em Cem Soldos. O estudo estima que cerca de um terço (32%) dos habitantes já foi voluntário em edições anteriores do BONS SONS, com a tendência crescente da percentagem de participação (6%) a verificar-se também em 2017.

Para auxiliar ao sucesso do BONS SONS, os residentes revelaram nas entrevistas abertura e disponibilidade para contribuir com recursos próprios como alojamento, decoração das fachadas e disponibilização da imagem. Estes contributos acrescem ao trabalho voluntário, cedência de espaços e terrenos e à já habitual adaptação das suas vidas no período mais intenso do festival.

Durante os dias do BONS SONS, o visitante é convidado a viver a Aldeia, a conhecer os seus habitantes e a partilhar os seus lugares e tradições, no festival que já foi premiado como melhor festival de média dimensão, e reconhecido pelo acolhimento e recepção aos visitantes, pela infraestrutura inovadora e pela contribuição para a sustentabilidade.


Cem Soldos faz a cultura acontecer.
Cem Soldos é A Aldeia.

BILHETES À VENDA NOS LOCAIS HABITUAIS
PASSE 4 DIAS: Março—Agosto 40€ / Agosto (recinto) 45€
BILHETE DIÁRIO: Março—Agosto 20€ / Agosto (recinto) 22€



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

xana toc.png

 

Xana Toc Toc esgota primeiros espetáculos e atinge 1.º lugar do top de vendas

“Na Selva” é o novo DVD de Xana Toc Toc e já chegou ao n.º 1 da tabela nacional de vendas

No passado fim-de-semana, Xana Toc Toc estreou o seu novo espetáculo, com duas datas completamente esgotadas que conquistaram milhares de crianças em Mira e Borba. Dois dias marcados pelos milhares de sorrisos, onde não faltaram as novas canções que Xana Toc Toc editou no seu mais recente DVD, “Na Selva”.

Na Selva” já chegou ao 1.º lugar do top nacional de vendas, tendo sido revelado recentemente o vídeo de “Eu Estou Feliz”, um dos temas que se encontra neste DVD e cujo vídeo soma, no YouTube/VEVO, mais de 16 mil visualizações em menos de 24 horas.

"Xingú", "Os Animais da Selva", "Há Índios Na Ilha", “Papagaio Trapalhão” e “Se Tens Bom Coração” são alguns dos temas incluídos no DVD "Na Selva" e que juntos ultrapassam os 4 milhões de visualizações no YouTube.

Depois do sucesso da estreia do seu novo espetáculo, Xana Toc Toc prepara-se para levar mais animação e alegria a outros pontos do país. Dia 24 de junho, atua em Faro, em local a anunciar, a 2 de julho atua no Festival VILA, na Lousada, e a 20 de agosto no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz. Novas datas serão anunciadas brevemente.

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.06.17

jamesi.jpg

 

 

JameSi apresenta o primeiro single: “Saudade Tua”.

 

JameSi desde cedo revelou interesse pela música. Aos 6 anos aprende a tocar guitarra; Frequentou uma escola de música onde estudou piano e bateria.

Foi baterista em vários projetos e começa a compor e a escrever os temas.

 

Escreveu e compôs o tema "Saudade Tua“,  inspirado na sua própria história de amor.

A sua música tem influências vindas do R&B, do Soul e de algumas vertentes da música Pop.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

andreindiana.jfif

 

 

André Indiana é, sem dúvida, um dos mais versáteis músicos da sua geração, firmando a sua carreira como cantor, compositor, guitarrista, multi-instrumentista e produtor.


Influenciado por Stevie Wonder e Jimi Hendrix, bem como pela cultura negra americana, editou em 2003 o seu primeiro álbum, 'Music for Nations', o qual produziu os singles 'Electric Mind' e 'I Do', que alcançaram os tops das rádios nacionais. Durante a tournée de apresentação do disco, é de destacar ainda a mini digressão que realizou com Robert Plant, vocalista dos míticos Led Zeppelin.


Em 2006 lançou o álbum 'Destilled and Bottled', gravado com uma orquestra de várias dezenas de músicos, e cuja produção veio demonstrar o amadurecimento e perfecionismo do músico portuense.


Em 2010 surgiu o terceiro disco de originais, 'X-Glamour', que marcou a estreia de André Indiana como produtor independente.


Em finais de 2013, André Indiana editou um álbum homónimo, que promoveu na estrada, através duma digressão que se estendeu pelo país e pelo estrangeiro. Do disco sobressaem dois temas de grande sucesso, 'Like a Legend', em dueto com Mónica Ferraz, que atingiu o primeiro posto das rádios nacionais, e 'Goodbye Tomorrow', single que teve forte presença nas TVs e Rádios de todo o país.


É ao vivo que se podem testemunhar as qualidades únicas de compositor, intérprete e performer de André Indiana.

 
 
 
Bilhetes à venda:
Fórum da Maia (segunda a sexta-feira 09h00 - 12h30 / 14h00 - 17h30, e uma hora antes de cada espetáculo).
Biblioteca Municipal da Maia (segunda-feira: 18h00 - 22h30, terça-feira a sábado: 09h30 - 22h30).
Maia Welcome Center (todos os dias entre 09h00 e as 19h00).


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

4 ELEMENTOS no Cineteatro...

MIGUEL GIZZAS no Cineteat...

Gonçalo Tavares apresenta...

Beatbombers ft Supa Squad...

ZUUZA E O SUBTERFÚGIO ROC...

O RECREIO DA ANITA no Cin...

Viagem pela Disney com o ...

MARCO RODRIGUES REGRESSA ...

RITCHAZ CABRAL APRESENTA ...

Apresentamos Mary N

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
A letra deste música refere-se à vida de uma crian...
Gostei
Gostei
Uma boa iniciativa com muito boa música!
Claro que foi, este individuo tem um ego do tamanh...
Boa noite, o texto foi enviado exactamente como es...
O encontro entre o cavaquinho português e o ukulel...
"Será o primeiro disco profissional que deixará o ...
Alguém com os acordes?
Ó filha: muda de ramo!
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds