Domingo, 31 de Janeiro de 2016

insh.jpeg

 

 

A notícia do lançamento do primeiro álbum da banda, previsto para início de 2016, faz-se acompanhar pelas primeiras datas da tour que os levará de norte a sul do país

Bring Me Back chegou em janeiro aos quatro cantos do Mundo, sendo destaque no programa Poplusa, o espaço de eleição da nova música portuguesa nos canais internacionais, com Vanessa Augusto. O programa teve transmissão na RTP Internacional Ásia, RTP Internacional Europa, RTP Internacional América e RTP África.


Próximas datas:


30 / 01 | Side B, Benavente
12 / 02 | Sabotage Rock Club, Lisboa
24 / 02 | Tokyo, Lisboa
26 / 02 | 7arte Café Concerto, Castro Verde
27 / 02 | Galeria do Desassossego, Beja
31 / 03 | Tributo a David Bowie, Hard Club Porto
01 / 04 | O meu Mercedes Bar, Porto
02 / 04 | Popular Alvalade, Lisboa

 

Os insch são uma banda portuguesa de originais rock, originários da Ericeira, com fortes influências grunge e de rock alternativo.

Em 2015 foram eleitos a melhor banda portuguesa do ano pela BalconyTV (onde já passaram nomes como Ed SheeranThe ScriptJessie JMumford & Sons).

O primeiro álbum da banda, produzido por Wilson Silva (More Than A Thousand, União das Tribos) e António Côrte-Real (UHF, União das Tribos), sairá durante o primeiro trimestre de 2016.

Em Março os insch actuarão em directo para o mundo inteiro num tributo mundial a David Bowie. A actuação da banda, no Hard Club do Porto, será transmitida em streaming online, em conjunto com actuações de diversos países.´´

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

I saw you, I met you today
And when you saw me
You begged me to stay
'Cause when you look inside
You clearly look away
You begged me, you begged me
I took you away

Bring me back, take it back
Bring me back what's mine
Bring me back, take it back
Bring me back what's mine

You took me inside
You begged me to pay
You saw how happy I was
You begged me to stay
You begged me to stay
'Cause when you look inside
You clearly look away
You begged me, you begged me
I took you away

Bring me back, take it back
Bring me back what's mine
Bring me back, take it back
Bring me back what's mine

Bring me back, take it back
Bring me back what's mine
Bring me back, take it back
Bring me back what's mine

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

WDM_DRAC_FF.jpeg

 

Os Waste Disposal Machine regressam aos concertos no próximo dia 6 de fevereiro, actuando na primeira edição da série Experimental Stages organizada pela Direito de Resposta - Associação Cultural, na Figueira da Foz.

 

Os Waste Disposal Machine são um trio de rock/metal industrial, que se divide entre Torres Novas e Tomar.

 

Entre 2002 e 2007, a banda lançou três CDrs e integrou várias colectâneas, tendo rodado por diversos palcos (em Portugal, mas também em Espanha) cuidadosamente seleccionados e alguns festivais.

 

O primeiro álbum de originais "INTERFERENCE" foi editado em 2008, com selo Thisco. Na sequência deste álbum, e do álbum de remisturas "RECYCLED", os Waste Disposal Machine percorreram Portugal de norte a sul e regressaram também a Espanha, num período de intensa actividade que se prolongou até 2010.

 


Em 2010, os Waste Disposal Machine começaram a preparar o seu segundo álbum de originais, um longo processo que terminaria apenas em 2014. Pelo meio, a banda sofreu a maior e mais drástica alteração na sua formação,

 


tendo passado de quinteto a trio e cessou completamente os concertos que apenas seriam retomados em 2014, com a edição de "DEBRIS".

 


Pensado como um álbum com duas “faces” (uma preenchida com temas integralmente compostos e executados pela banda e outra com temas compostos ou executados em colaboração com artistas de diversas origens e diferentes géneros musicais), “DEBRIS” foi editado, novamente, pela Thisco e marcou o início de uma nova fase no trajecto dos Waste Disposal Machine. Um novo ciclo de concertos levou a banda, agora em formato trio, a palcos de norte a sul do país.

 


Actualmente, os Waste Disposal Machine preparam o seu terceiro álbum de originais, ainda sem data de edição prevista, e retomam os concertos em 2016, com mais uma série de datas que se prolongará até ao final do primeiro semestre, altura em que a banda se concentrará exclusivamente na composição de novos temas.

 

WASTE DISPOSAL MACHINE:
João Gonçalves – voz/textos/programações
Miguel Silva – guitarras, teclados e programações
Rui Jorge – guitarras

 

Links:
http://wastedisposalmachine.wordpress.com/

http://wastedisposalmachine.bandcamp.com/
http://soundcloud.com/wastedisposalmachine
https://www.facebook.com/wastedisposalmachine


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

BandasGaragem_visual.jpg

 

 

A Sociedade Musical Capricho Setubalense em parceria com a Câmara Municipal de Setúbal vai realizar a 12ª edição do “Concurso de Bandas de Garagem”.

 

Trata-se de um concurso aberto para bandas nacionais de todas as idades, a realizar entre os dias 27 de Fevereiro e 26 de Março de 2016, na Sociedade Musical Capricho Setubalense.

 

Nos últimos anos, este concurso tem vindo a registar um crescimento tanto no que diz respeito a pedidos de participações, como ao nível do público presente na diferentes fases de eliminação.

 

Nesse sentido, este contacto com a vossa entidade pretende saber se existe disponibilidade para colocação de informação relativa a este evento,  no sentido de aumentar ainda mais a presença de bandas de todo o universo nacional. Anexamos assim a informação referente ao evento para que, por vosso intermédio, possa chegar ao maior número de bandas possíveis. Também anexamos a ficha de inscrição e o regulamento do concurso.

 

É de destacar que as inscrições são limitadas e decorrem até dia 12 de Fevereiro de 2016. Poderão as mesmas ser registadas presencialmente no Gabinete da Juventude de Setúbal, sito na Rua Detrás da Guarda – Casa da Cultura, ou via email: gabjuventude@gmail.com. Também podem contactar o mesmo Gabinete para esclarecer qualquer tipo dúvida ou pedir mais informações relativas ao Concurso, através do seguinte contacto: 265 236 168.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Girls And Boys

Street's like a jungle

So call the police

Following the herd

Down to Greece

On holiday

Love in the 90's

Is paranoid

On sunny beaches

Take your chan-ces

Looking for

Girls who want boys

Who like boys to be girls

Who do boys like they're girls

Who do girls like they're boys

Always should be someone you really love

 

Avoiding all work

'Cuz there's none available

Low battery thinkers

Count your thoughts

On one two three four

Five fingers

Nothing is wasted

Only reproduced

You get nasty blisters

Du bist sehr schön

But we haven't been

Introduced

 

Girls who want boys

Who like boys to be girls

Who do boys like they're girls

Who do girls like they're boys

Always should be someone you really love


Girls who want boys

Who like boys to be girls

Who do boys like they're girls

Who do girls like they're boys

Always should be someone to really love


Oh oh oh oh oh oh


Oh oh oh oh oh


Looking for

Girls who want boys

Who like boys to be girls

Who do boys like they're girls

Who do girls like they're boys

Always should be someone you really love


Girls who want boys

Who like boys to be girls

Who do boys like they're girls

Who do girls like they're boys

Always should be someone you really love


Girls who want boys

Who like boys to be girls

Who do boys like they're girls

Who do girls like they're boys

Always should be someone you really love


Girls who want boys

Who like boys to be girls

Who do boys like they're girls

Who do girls like they're boys

Always should be someone to really love


Oh oh oh oh oh oh

oh oh oh oh oh

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 30 de Janeiro de 2016

 

Letra

 

Vou partir para a terra nova,
vou dar-me a outro lado
que aqui secou o solo,
resta manter-me acordado.
 
O país já anda à roda,
o coração está emprestado,
em Dezembro vou a casa
e em Janeiro estou cansado.
 
Fica Agosto na memória
e os ventos de outra moda,
a nação já não tem glória
e o futuro alinhado.
 
Sobra tempo para a cova
e o dinheiro está contado,
filho bom a casa torna,
mais vale ser retornado.
 
É no sangue, é no sangue,
que te prendem, que te prendem.
 
É no sangue, é no sangue.
 
É no sangue, é no sangue.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

A pouca gente que eu sigo
Muitos me chamam de irmão poucos sagram comigo
E eu falhei tantas vezes
Mas hoje a vida fez nos inseparáveis
Gêmeos siameses não me importa o que dizes
No fim antes louco para os outros do que infeliz
Para mim yeah mas são águas passadas
E eu engulo o meu orgulho
Para não ficarmos de costas voltadas
Foi tempo gasto palavras vazias
Cada um foi para o seu lado e com as almas vadias
Abdico da razão por mais que eu fique cego
Porque uma amizade vale mais do que o meu lindo ego
O que é ser homem mas sem coragem para selo
É ter um coração ou um coração de gelo
Penso um bocado cedo eu vivo a perecer
Um bocado orgulhoso para um dia te agradecer fui

As vezes nao chega ser apenas um amigo ou irmão
(um amigo ou irmão sei um amigo ou irmão c'mon)
Por mais que eu não deva em ser a tua voz da razão
(a tua voz da razão sei a tua voz da razão c'mon)
As vezes queres um amigo
Mas quando bates no fundo nem todos descem contigo
As vezes queres um amigo
Mas quando bates no fundo nem todos descem contigo

(jêpê)
Ainda me lembro da chamada do ricardo
Em tom preocupado (o jimmy foi hospitalizado)
Quê? hospitalizado?
(ya cena grave acho que perdeu muito sangue
E tá em coma) lembras-te de como foste capaz
De me fazer isso teres morrido assim
E acabar comigo lembrei-me da razão
De termos discutido e acho que nunca chorei tanto
Por me sentir tão ridículo não nos falávamos
Há mais de meio ano e as noticias que recebo
É que te esvaias em sague mas deus é grande
E tudo correu bem melhoras-te bem desculpa-me
Se não te visitei sei que falhei
Nisso não há orgulho que justifique
A perda de um melhor amigo
E a parte dessa tripe sei que nunca tive razões
Revelantes para duvidar de ti e para me afastar de ti
Ouve somos nós contra eles sempre foi assim diferente
Da maioria acredistas te em mim muitos vieram
E vazaram mas no fim és a razão
Pela qual ainda continuo aqui a suportar esse ódio alheio
Não me importo de ser segundo se tu vieres
Em primeiro porque há algo superior ao rap é
Tudo o resto que nos une e essa merda não se mede jepas

As vezes nao chega ser apenas um amigo ou irmão
(um amigo ou irmão sei um amigo ou irmão c'mon)
Por mais que eu não deva em ser a tua voz da razão
(a tua voz da razão sei a tua voz da razão c'mon)
As vezes queres um amigo
Mas quando bates no fundo nem todos descem contigo
As vezes queres um amigo
Mas quando bates no fundo nem todos
Descem contigo

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016

shawn mendes.jpg

 


SHAWN MENDES

Estreia-se em Portugal a 8 de maio



Cantor atua na Sala Tejo da MEO Arena, em Lisboa. Bilhetes em pré-venda no site oficial do artista a partir de 01 de fevereiro, nos locais habituais a 05 de fevereiro

Shawn Mendes, o cantor lusodescendente que é um dos grandes fenómenos pop do momento, já tem concerto marcado para a sua estreia em Portugal: 8 de maio, na Sala Tejo da MEO Arena. 


Os fãs do cantor terão acesso à pré-venda dos bilhetes no seu site oficial, a partir do dia 01 de fevereiro, às 10h00. Os bilhetes serão depois colocados à venda nos locais habituais a 05 de fevereiro, novamente a partir das 10h00.
 
"Stitches" é o single com o qual o jovem de 17 anos tem feito muito sucesso. Além de ter alcançado a marca de platina no mercado norte-americano e de ter chegado ao #1 do ranking Billboard Hot 100, o single também já atingiu o primeiro lugar da tabela de airplay pop dos Estados Unidos e em Portugal está entre os 5 temas mais ouvidos na rádio e no Spotify. O vídeo de "Stiches" já soma mais de 167 milhões de visualizações no YouTube e conta com uma pequena participação da célebre atriz Cate Blanchett.
 
Em Portugal, Shawn Mendes vem apresentar as já bem conhecidas canções de"Handwritten", álbum de estreia que foi reeditado no final do ano passado. Essa reedição trouxe várias surpresas aos muitos fãs de Mendes, entre elas o single "I Know What You Did Last Summer", um dueto com Camila Cabello, membro das Fifth Harmony. O single estreou-se diretamente no top Billboard Hot 100 e desde a semana de lançamento que tem vindo a subir sempre de posição. Recentemente,Shawn Mendes e Camila Cabello interpretaram juntos "I Know What You Did Last Summer" na cerimónia dos People’s Choice Awards, onde levou para casa o prémio de artista revelação.
 
Atualmente o músico soma 7,1 milhões de seguidores no Instagram, 5,2 milhões no Twitter, 4,5 milhões no Vine e 3,3 milhões de fãs no Facebook, provando assim que atualmente é impossível passar ao lado da sua música. O jovem músico canadiano conclui assim em Lisboa a sua digressão europeia, que vai ainda passar pela Alemanha, Holanda, Dinamarca, Noruega, Suécia, Itália, Espanha, França e Reino Unido. 
 
O concerto na Sala Tejo, no próximo dia 8 de maio, começa pelas 17h00.


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Dou toque ao meu puto jepas às 11 e sem demoras
Tou no lobby, não te atrases eu quero chegar a horas
Tou a entrar no spot superstar mode, got my j's on
E elas sentem o jimmy como se eu fosse o Trey Songz

Vim com 10 amigos e ela acha
que eu conduzo um Porshe
eu só tenho um bima dos antigos
Querem-me conhecer porque gostam do meu look
Quer-me pôr maluco

Diz que quando me vir vai-me
cumprimentar com beijo na nuca
E se as amigas são mais feias do que, tu
Então eu passo p'os meus tropas, Alley Oop
E diz que fica em alvoroço comigo

Depois do show quer tomar o pequeno almoço comigo
Mas por agora eu só fujo dela
Tira fotos e marca-me, hashtag moreno cor de canela uh

E ela nem esconde a emoção (oh não, não, não)
Porque ela só quer atenção (oh não)
Ela só quer viver a good life, a good life, a good life
Quem sou eu para dizer que não
A good life, a good life, a good life
Quem sou eu para dizer que não
Oh não... eu não sou ninguém
(eu não sou ninguém, baby, yeah, uh)

Quer beber da minha Grey Goose
quer tar no meu backstage
Mandar shots abaixo e rir-se do rei, és louca
Quer fazer um jogo (ahahah)
E ainda pergunta como é que isto anda
de beijo na boca huh

E tá a ficar dormente
Ainda quer ficar dessa coisa que deixa o meu Dj sorridente
E diz. que eu fiz tanto por ela
quis tanto levar-me, para um ligar distante com ela

Porque não o meu quarto de hotel, fazer dele um bordel
Ela não quer o Jimmy, ela quer o Joel
É quando eu digo tá na minha hora, já estou de saída
E ela quer-me convecer que é a mulher da minha vida
(cruzes)
Eu digo olha os abusos, mas ela quer as fotos
Os holofotes, a vida debaixo das luzes
Eu digo tou cansado e ela faz-se na mesma
Cara trancada e ela diz que fico gata na mesma (f***-se)

E ela nem esconde a emoção (oh não, não, não)
Porque ela só quer atenção (oh não)
Ela só quer viver a good life, a good life, a good life
Quem sou eu para dizer que não

A good life, a good life, a good life
Quem sou eu para dizer que não
Oh não... eu não sou ninguém
(é que eu não sou mesmo, uh, yeah, uh, yeah, uh)

Ela quer ver o meu showcase
trazer amigas p'o meu backstage (p'o meu backstage)
Ela quer ver o meu showcase
trazer amigas p'o meu backstage (p'o meu backstage)
Ela quer ver o meu showcase
trazer amigas p'o meu backstage (p'o meu backstage)
Ela quer ver o meu showcase
trazer amigas p'o meu backstage (p'o meu backstage)
Ela quer viver o lifestyle duma superstar
(quer ser uma superstar huh
e quem sou eu para dizer que não, ninguém)

E ela nem esconde a emoção (oh não, não, não)
Porque ela só quer atenção (oh não)
Ela só quer viver a good life, a good life, a good life
Quem sou eu para dizer que não
A good life, a good life, a good life
Quem sou eu para dizer que não
Oh não... eu não sou ninguém

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

talkfest.png

 

TALKFEST'16: programação final

O Talkfest - International Music Festivals Forum, terá a sua 5ª edição nos dias 3 e 4 de março, em Lisboa (FIL, Centro de Reuniões | Musicbox). Composto por 7 secções: conferências, apresentações (científicas e profissionais), seminários, documentários, concertos, feira de emprego e pela integração dos Iberian Festival Awards, onde existirá, no total, mais de 70 pontos de programação preenchidos por 85 speakers (13 internacionais) de organizações de diferentes valências.

Anunciamos hoje as últimas novidades na programação do evento que fica agora completa.

Conferências (Auditório I e Auditório BTL)

Nesta edição, o Talkfest acontecerá em simultâneo com a BTL - Feira Internacional de Turismo, evento de referência internacional que assim se constitui um parceiro fulcral ao seu desenvolvimento estratégico, potenciando-se a afirmação dos festivais de música enquanto factor de atração turística No auditório da feira acontecerá uma conferência especial moderada por Liliana Lobo de Carvalho (jornalista Sic Notícias), que terá como oradores, João Cotrim de Figueiredo (presidente Turismo de Portugal) e Roberta Medina (Vice-presidente Rock in Rio Lisboa).

Existirão ainda mais 8 conferências, a que se acrescenta a presença de 13 novos nomes:Francisco Grilo (diretor produção Aplauso), Nick Nicotine (artista e director Barreiro Rocks), João Gil (artista), Master Jake (artista), José Ribeiro Neto (Comandante Divisão PSP Oeiras), Irina Grade (Produtora Festival Forte), António Mendes (diretor programas RFM / RFM Somnii), João Romeiras (director comercial 2045 Segurança), Hugo Ferreira (Team Member Ignition Festival), Mário Silvestre (Comandante Operacional Santarém da Proteção Civil Nacional) e Tiago Martins (diretor Belém Art Fest). Rita Camarneiro (apresentadora Curto-Circuito) será moderadora de uma temática apenas com artistas e Ana Baptista (jornalista Dinheiro Vivo) regulará a conferência que debaterá os meios de comunicação online.

Apresentações profissionais (Auditório II)
Eficiência na gestão de stakeholders nos dias de evento by Rock in Rio; A tecnologia ao dispor do público e da música by MusicYou App; Soluções de transporte nos festivais by X Travel; Drive Your Booking by Musicverb; Vat Fest by Autoridade Tributária e Aduaneira;Como eliminar a poluição de beatas de cigarro dos eventos by Biataki. Novos momentos da responsabilidade dos principais representantes de entidades com o intuíto de prestar esclarecimentos e abrir a discussão do "estado da arte" ao público presente e serem tiradas novas políticas de desenvolvimento dos festivais.

Seminários (Sala 2)
Soluções vídeo para a nova geração de festivais (360º, 3D, digital) by Creative Lemons eTécnico de Espetáculos: o som são as últimas temáticas confirmadas. Uma seção onde serão cumpridas atividades teórico-práticas que se pretendem de estudos de caso e abertura a novas conclusões. Esta secção está limitada a 30 lugares em cada tema.

Documentários (Auditório III)
Westway Lab, um documentário que percorre as duas primeiras edições do evento e onde se juntaram, em diferentes momentos, experiências artísticas na cidade de Guimarães e SWR Barroselas Metalfest - 15 anos, que retrata o crescimento e constantes adaptações do festival que é hoje uma referência na vertente metal em Portugal e Espanha.

Programação completa e informação sobre o evento em: www.talkfest.eu



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

Noite de Fado - Recreios da Venda Seca (2016-02-13

 

 
Noite de Fado nos Recreios da Venda Seca
13 de Fevereiro de 2016, 21h
Recreios da Venda Seca
Rua Luís de Camões, nº 9
Venda Seca, Belas (Sintra)
 
FADISTAS: Liliana Martins e Jerónimo Caracol
MÚSICOS: Múcio Sá (Guitarra Portuguesa) e Tiago Tomé (Viola de Fado)

MESA (4 Lugares): 30 Fados
CADEIRA (1 Lugar): 7 Fados
VÁRIOS PETISCOS (Não incluídos nas entradas)

RESERVAS: 960 181 814 - 925 377 400 (Até 8/Fev)


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

A vida são duas tardes duas noites, (será?)
Será que vais aproveitar? (É que por mim)
É que por mim não passa de hoje, (E eu não)
Eu não vou deixar pra depois
Pois se a vida são dois dias, (São dois dias)
Então que seja um fim de semana
Pois a vida são dois dias, (São dois dias)
Um fim de semana bem longo, pra nunca mais acabar


Só durmo quando chegar à cova
pois sei que ainda não é desta
Se a vida aqui são dois dias, então vamos fazer direta

Nem sei quanto tempo me resta
também não sei se me interessa
E se acordar de ressaca, vou fazer tudo outra vez
E se eu não tiver paka, a guita de um vai dar p'ra nós três

Bolas de fumo no ar, um brinde a quem nos quer bem
Hoje vou sair com 50 e vou voltar pra casa com 100
Se tás na flor da idade, então agarra a oportunidade
E vive até não poder mais, porque ainda não se faz tarde
Esta eu faço por mim, pelos meus, a minha família
Tás comigo por um dia, tás comigo para a vida

Duas tardes duas noites, (será?)
Será que vais aproveitar? (É que por mim)
É que por mim não passa de hoje, (E eu não)
Eu não vou deixar pra depois
Pois se a vida são dois dias, (São dois dias)
Então que seja um fim de semana
Pois a vida são dois dias, (São dois dias)
Um fim de semana bem longo, pra nunca mais acabar

Só quero poder fazer tudo aquilo que a vida não deixa
E quero viver pra colecionar mais memórias
do que uma gueixa

Eu sei, sei que nada aqui dura, hoje vou borrar a pintura
Então haja saúde, o resto aqui são males menores
Dizem que Deus é grande, a minha vontade é maior
A vida aqui são dois dias, porque o tempo não para
Encaro a dificuldade, sempre com um sorriso na cara

És a minha missão, e dobro os meus joelhos no chão
E peço pelos meus em oração a força de um bênção
Esta eu faço por mim, pelos meus, a minha família
Tás comigo por um dia, tás comigo para a vida

Duas tardes duas noites, (será?)
Será que vais aproveitar? (É que por mim)
É que por mim não passa de hoje, (E eu não)
Eu não vou deixar pra depois
Pois se a vida são dois dias, (São dois dias)

Então que seja um fim de semana
Pois a vida são dois dias, (São dois dias)
Um fim de semana bem longo, pra nunca mais acabar

E quando acordar, quando acordar... (Eu vou)
Eu vou viver tudo outra vez
Pois amanhã quem sabe, posso já não acordar
E só se vive uma vez, só se vive uma vez
só se vive uma vez
(A vida aqui são dois dias, e só se vive uma vez)

E a vida são duas tardes duas noites, (será?)
Será que vais aproveitar? (É que por mim)
É que por mim não passa de hoje, (E eu não)
Eu não vou deixar pra depois
Pois se a vida são dois dias, (São dois dias)
Então que seja um fim de semana
Pois a vida são dois dias, (São dois dias)
Um fim de semana bem longo, pra nunca mais acabar

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

britoventura.jpg

 

 

Brito Ventura & Os Desalinhados

“Outra Vez”

editado nas plataformas digitais em Fevereiro

 

Outra Vez” marca o regresso de Brito Ventura ao mundo das canções: aquele momento, em que, assumindo o seu lado mais intimista, escreve sobre a vida e os seus desencontros sob a forma de canções, num acto de libertação que lhe reconduz à verdade da condição humana.

 

Musicalmente “Outra Vez” mantém a linha de coerência do seu antecessor, com uma maior preponderância da componente electrónica mas em que a lealdade ao modelo mais acústico continua presente.

Trata-se de um conjunto de canções simples e melódicas, em discurso directo, em que a linha musical tenta acompanhar a par e passo a cadência das palavras, numa unidade que se deseja coerente e compacta.

 

“Outra Vez” é pois um disco despido de pretensões, em que o simples prazer de fazer musica, emerge a cada faixa que se escuta…outra vez!

 

“A Vida São Dois Dias” é o single de apresentação.



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

gildocarmo.jpg

 

 

"uma atmosfera sonora, que namora inúmeras tendências dos ritmos que se mesclaram através dos anos dentro do universo da música portuguesa" - Ivan Lins 


"A Uma Voz", o novo disco, está marcado para 12 de Fevereiro e já está disponível para pré venda no iTunes.

 

Gravado em Lisboa e com uma história bem a propósito, o vídeo de "O Teu Cheiro a Café Torrado" acaba de estrear no VEVO oficial de Gil do Carmo

 

Aquele que é o primeiro cartão de visita do novo disco do cantor, está disponível de imediato para todos os que efectuarem a pré-compra, já disponível no iTunes

 

Inteiramente escrito por si, este é o quarto trabalho da carreira do cantor, ao lado de músicos que o ajudaram a encontrar um espaço próprio, como Yami, António Serrano, João Frade ou José Manuel Neto.

 

O brasileiro Ivan Lins ouviu o álbum e descreve-o como o mais autêntico de todos os seus lançamentos, por ser "totalmente acústico, utilizando instrumentos ligados à musica popular portuguesa, como violas acústicas, guitarra portuguesa, acordeão, e instrumentos de percussão. O que mais chama a atenção, após tão belas sonoridades e arranjos, é a forma como Gil e seu co-produtor e co-arranjador, o angolano Yami, construíram uma atmosfera sonora, que namora inúmeras tendências dos ritmos que se mesclaram através dos anos dentro do universo da musica portuguesa. O resultado, a serviço de composições simples e belos textos, só prova o amadurecimento de Gil como compositor e ideólogo de seus projetos".

 

Nascido numa família para quem a música foi raiz e, mais do que uma profissão, um modo de ser, Gil do Carmo tirou o que mais podia das suas experiências e aprendizagens.  Aos 19 anos mudou-se para os Estados Unidos e estudou em duas importantes escolas de música em Los Angeles e Boston. Em 1995 regressa a Lisboa e, a partir daí, os seus talentos de compositor, letrista e cantor levam-no a editar "Mil Histórias", "Nus Teus Olhos" e, em 2008, "Sisal", um álbum que conta com o apoio de nomes como Bernardo Sassetti, Sara Tavares, Rão Kyao ou a Sinfonietta de Lisboa. Foi também proprietário do Speakeasy em grande parte deste período.

 

Oito anos depois, Gil do Carmo volta a focar-se na música a cem por cento, com um disco que é quase como uma impressão digital do seu autor. "A Uma Voz" tem as janelas abertas, uma vista desafogada sobre Lisboa e um claro olhar posto no mundo.

 

Oficial 

Facebook 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Avisem o diabo que o filho bastardo voltou, regresso a cara podre e estou louco ai estou estou
1a vez que assumo o grau de parentesco em publico apesar de bastardo sou mimado e filho único
herdei a coroa do pior e do mais mau, só porque o hellboy é raçado primo afastado em 6o grau
em pequeno era fechado sozinho num armário, ninguém queria o filho do diabo nas festas do infantário
nojento como beber diarreia por uma palhinha, seria entregue ao circo se nascesse nos anos 30
filho do diabo devia de cagar na aparência mas até esfolei-o a pele tomo banho em agua benta
parem de perguntar se eu ja nasci assim isto não acontece do dia para a noite eu não sou um gremlin
Dizem que não tenho sentimentos por ser filho de satanaz?? sou tao sensível que me entalo a beber agua com gás
com mais groupies que o david tb herdei carreira e fama, parteiras de aborto clandestino ate tatuam o pentagrama
na rua ouço ELE TEM UNS CORNOS PEQUENINOS depois não se queixem que vos levo a frente cm se fossem campinos
é por causa dos meus cornos que ninguém me contracta, caguei sou rei do inferno o meu cão ate tem coleira de prata
se quiseres entrar pro culto tens de ter curvas e ser bela e trazer para a cama um frasco de nutella
maléfico vilão sigo à regra a tradição só por dormir com 2 cabras é que não durmo num caixão
génio da malícia vivo para a inventar pecados quando dizem TENHA UM BOM DIA, respondo que tenho outros planos

é fu di do ser o fi lho dooo sataaanaaaz
DEIXEM ME EM PAZ
é fu di do ser o fi lho dooo sataaanaaaz
DEIXEM ME EM PAZ
é fu di do ser o fi lho dooo sataaanaaaz
DEIXEM ME EM PAZ
é fu di do ser o fi lho dooo sataaanaaaz

nascer demonio era algo que ning esperasse, drogaram a minha cota e perguntaram QUER QUE EU O ABAFE?
a minha classe é diferente filho da besta não veste prada com restos da refeição gozo pobres vestido a lady gaga
estilo demoniaco mas com contraste de santo, audi preto, vidro preto jantes pretas diabo branco
comigo a diversão é de nivel infernal entro na radio popular encho micro ondas com metal
so como comida azul sou alérgico a bling, telefono pro mcdonalds peço indicações pro burger king
inverto crucifixos sempre que estou alcoolizado mesmo sem um exorcista vomito para a todo lado
inventei o acne e a publicidade para chatear, corto a electricidade aos cinemas antes do filme acabar
a minha gaja tem cornos e nem faz parte da minha raça, eu é que lhe ponho cornos porque faz parte da minha raça
a porta da catequese ofereço bíblia da pornografia sou responsável pela princesa diana perder a vida
empresário da mentira, gula, preguiça e luxuria, agente de desgovernados peritos em ataques de fúria
mas tenho momentos doces não represento só o mal, atiro chocolate congelado a quem ta internado no hospital
essa fama de ser maluco é que ainda não percebi, será por guiar 30 à hora a berrar weeeee WEEE???
inscrevi-me na casa dos segredos não fui aceite paciência, o segredo ser filho do demo não da audiência
quando estou aborrecido ponho-me a conduzir de marcha atras 666 privilégios de ser filho de satanaz

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Hug A Fly .jpg

 

HUG A FLY
Café-concerto
Rock n’ roll impregnado de estilos, influências e garra


O EP Crossroads é o primeiro trabalho discográfico de Hug a Fly e abre a porta para o sonho da vida na estrada deste quarteto transmontano. Com influências que vão do rock’n’roll de Chuck Berry ao som mais duro dos Metallica, os Hug a Fly criam uma poderosa mistura sonora, atravessada pelos riffs constantes das guitarras mas frequentemente surpreendida por uma linha melódica mais calma, ou por uma ou outra incursão na pop indie. Há refrães orelhudos, ritmos que permitem um pezinho de dança e letras onde a raiva e a ternura convivem sem conflito.

 

Bar ACERT
Sáb, 30 jan'16 às 23:00


Ficha Técnica

Voz, Guitarra Ritmo: Pedro Pereira
Guitarra Solo, Piano: Gérson Nascimento
Bateria: Hugo ‘’Pérez’’ Pires
Baixo: Eduardo Cunha



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

carlosmendes.jpg

 

 

Carlos Mendes recebeu, em 2014, a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores, na cerimónia 'O Homem, o Músico e o Cantor', alcançando assim o pleno reconhecimento público, por uma vida dedicada à música e recheada de sucessos e de bons momentos.


Em 2015 o artista celebra os seus 50 anos de carreira e, para comemorar a data da melhor forma, regravou algumas das canções mais emblemáticas do seu repertório, como “Amélia dos Olhos Doces”, “Ruas de Lisboa” e “A Festa da Vida”, em versões de voz e piano, evidenciando assim, da melhor forma, os seus dotes de cantor e intérprete.


Transpondo este conceito para a estrada, Carlos Mendes Mendes apresenta A Festa da Vida, um concerto intimista, em que o público é convidado a partilhar, de forma sincera, a sua vida repleta de histórias, de risos e celebrações que marcaram, inevitavelmente, a música portuguesa.


Este é um espetáculo diferente do habitual, mais íntimo, onde se canta e se conta, onde se ouvem risos e libertam emoções; onde se brinca com o passado e se sonha com o futuro. Uma voz. Um piano. Juntos, no grande palco da Vida, da Alegria e dos Afetos.


Carlos Mendes - um artista e um espetáculo absolutamente únicos.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Por una cabeza de un noble potrillo
que justo en la raya afloja al llegar
y que al regresar parece decir:
No olvides, hermano, vos sabés, no hay que jugar...
Por una cabeza, metejón de un día,
de aquella coqueta y risueña mujer
que al jurar sonriendo, el amor que esta mintiendo
quema en una hoguera todo mi querer.
Por una cabeza
todas las locuras
su boca que besa
borra la tristeza,
calma la amargura.
Por una cabeza
si ella me olvida
qué importa perderme,
mil veces la vida
para que vivir...
Cuantos desengaños, por una cabeza,
yo juré mil veces no vuelvo a insistir
pero si un mirar me hiere al pasar,
su boca de fuego, otra vez, quiero besar.
Basta de carreras, se acabó la timba,
un final reñido yo no vuelvo a ver,
pero si algún pingo llega a ser fija el domingo,
yo me juego entero, qué le voy a hacer.

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2016

xerife.png

 

 
O primeiro videoclip de Xerife foi hoje lançado. “Histórias” foi o single escolhido para encabeçar o segundo EP de originais desta banda de rock em português.
 
Gravado na vila de Coruche, o videoclip transporta-nos para o mundo dos livros. Histórias infindáveis, milhares de vidas que se cruzam e que colidem numa só. O porto seguro de uma vida dura, com as portas abertas só para quem vier por bem.
 
É assim que os Xerife levantam o véu deste novo single que promete rodar pelas rádios do país.
 
O lançamento do EP está previsto para o final do próximo mês de fevereiro, bem como o espetáculo de apresentação do mesmo.
 
Os Xerife nasceram em abril de 2014 e editaram o primeiro EP (homónimo) a 29 de setembro do mesmo ano. Esta banda do ribatejo tem vindo a afirmar-se no panorama musical português, tendo já passado por alguns espaços conceituados como o Cine-Incrível ou a discoteca Tokyo. Integraram também a primeira edição do Trampolim Gerador, encabeçaram o cartaz de Marvila dos Sabores de 2015 e 18 de agosto do mesmo ano, pisaram o palco das Festas de Coruche, ao lado de nomes como José Cid e Tiago Bettencourt.
 
O primeiro trabalho está disponível no Spotify e em várias outras plataformas digitais (iTunes; Amazon; Deezer; Google Play; Shazam; Xbox Music, Kkbox e Nokia Mix Rádio).

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Mike Bramble2 BW.jpg

 

MIKE BRAMBLE (Leiria) apresenta disco de estreia, "Platonic"

 

Quinta, 28 Janeiro, 22h00
Sabotage Clube
Vai ser uma noite de festa à qual se vão juntar ainda AMBAR e dj set de David Polido e Tiago Castro.

+ info evento | http://on.fb.me/1UpMBvQ 

 

 

Tour de apresentação de “Platonic”

Quinta, 28 Janeiro  - Sabotage, Lisboa 

Sábado, 30 Janeiro - Loucomotiva, Taveiro - Coimbra, 21h30

Sábado, 6 Fevereiro - FNAC Cascais – 17h00

Sábado, 6 Fevereiro - FNAC Oeiras – 21h30

Domingo, 7 Fevereiro - FNAC Almada – 17h00

Sexta, 12 Fevereiro - FNAC Coimbra, 21h30

Domingo, 21 Fevereiro - FNAC Vasco da Gama – 17h00

Sábado, 27 Fevereiro - Teatro Miguel Franco, Leiria, 21h30

Domingo, 13 Março - FNAC Viseu, 17h00

Sábado, 26 Março - FNAC Leiria, 21h30

Sexta, 22 Abril - CAEP, Portalegre, 23h00

Sábado, 23 Abril – Galeria do Desassossego, Beja

Sexta, 27 Maio - Maryspot, Matosinhos, 23h30

Sábado, 28 Maio - FNAC GaiaShopping, 17h00

Sábado, 28 Maio - FNAC MarShopping, 22h00

 

Mike Bramble surge com um projecto ambicioso de canções onde a melodia do Pop se mistura com o aroma do Blues/Jazz e a textura do Rock, fazendo com que cada música tenha um diferente sabor

O músico de Leiria cedo se mudou para Londres para se formar no Institute Of Comtemporary Music Performance. No regresso a Portugal remeteu-se ao seu estúdio e começou a gravar e produzir músicas da sua autoria. Depois de as mostrar a alguns amigos e conhecidos, algumas dessas canções atraíram a atenção de ouvintes um pouco por todo o Mundo. O tema “Is it you” esteve na playlist de estações de rádio e rádios online de países como França, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos da América, Canadá, Jamaica, Itália, Suécia, Noruega, Espanha, Brasil, Portugal ou Autrália, e chegou mesmo a atingir o primeiro lugar do top Soul da rádio Ourstage.com.

Foi em 2012 que Mike Bramble (voz e guitarra) se reuniu a João Loureiro (bateria), Hugo Santos (baixo) e Mike Gomes (guitarra) para tocar ao vivo e fazer novos arranjos para canções antigas, bem como compor novos temas que vai lançando regularmente online. “Platonic” é o primeiro EP de Mike Bramble, Foi gravado em 2015 e tem data de lançamento e distribuição, através da Compact Records, a 5 de Janeiro de 2016.



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

La vida, ay la vida,
ay los sueños
los sueños, ay los sueños
que murieron
murieron, porque já no tienen vida
quemados como globos de papel.

muy alto como globos que se alejan
tan cerca como labios que besé
perdido en el fuego de tu llanto
que no deja pensar,
no me suelta jamás, jamás.

ai como eu entendo
que a tua saudade
ainda guarde
as cinzas cruéis
que recordam
um tempo feliz
também eu fiquei
sem tanto que eu quis
sem tudo o que amei
e sempre que eu volto aqui
choro contigo o que foi amar

yo se que es dificil
lograr con distancia el olvido
yo se que el olvido
jamás llegara para mi
que el tiempo es dolor
peor que el alcohol,
peor que el amor
no se detiene jamás
no puedo volver atras, ni amar.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

ambar.JPG

 

AMBAR

“No entanto, ela move-se”


Nascendo das influências dos seus membros, tão díspares como o Norte do Sul, AMBAR é uma banda de rock cuja estrela do norte é a palavra em língua portuguesa. Com a premissa de que é na melodia e na harmonia que todos se entendem, os AMBAR gravaram o seu primeiro álbum, “No entanto, ela move-se”, que tem data de lançamento agendada para 28 janeiro de 2016.


apresentação de "No entanto, ela move-se" ao vivo
Sabotage, Lisboa - 28 Janeiro, 22h00
Centro Cultural do Cartaxo - 30 de Janeiro, 21h30
FNAC Vasco da Gama - 7 Fevereiro, 17h00
FNAC Cascais - 12 de Fevereiro às 22h00
FNAC Oeiras - 13 Fevereiro, 21h30
FNAC Almada - 19 Fevereiro, 22h00
Centro de Artes e Espectáculos de Portalegre - 29 Abril, 23h00

https://www.facebook.com/ambar.lisboa.rock
http://ambar-perfil.bandcamp.com/releases

“Xerife” | https://www.youtube.com/watch?v=uBd5W3UZZt0
“Venham-me buscar” | https://www.youtube.com/watch?v=uYcQOkyjxrQ

“No entanto, ela move-se”

  1. A sorte
    2. Venham-me Buscar
    3. Canção de Autor
    4. Frida
    5. Xerife
    6. Volto Sempre Atrás
    7. Aqui Não Quero Ficar
    8. Bela Sem Senão
    9. A Vila do Não ao Não
    10. Quem Diria
    11. Brando Diário de Bordo

Gravado: 20 Maio 2015 
Letra e música: AMBAR 
Captação e mistura: João Dionísio 
Produção: João Dionísio, João Machado e Tomás Borralho 
Masterização: Miguel



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

II Ciclo de Música Antiga.jpg

 

 

INICIAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO EM MÚSICA ANTIGA E DANÇAS BARROCAS
II CICLO DE MÚSICA ANTIGA DO CMJ


A MUDA’TE e o CMJ estão a organizar o II Ciclo de Música Antiga que terá lugar nos dias 8, 9 e 10 de fevereiro. “Le Carnaval de Venise” é o tema desta atividade.


A Companhia de Artes Performativas da Jobra (MUDA´TE) e o Conservatório de Música da Jobra (CMJ) estão a organizar o II Ciclo de Música Antiga (Iniciação e Aperfeiçoamento em Música Antiga e Danças Barrocas). A atividade terá lugar no Centro Cultural da Branca, nos dias 8, 9 e 10 de fevereiro, subordinado ao tema “Le Carnaval de Venise” e que abrange as áreas da Música e Dança.

 

O II Ciclo de Música Antiga destina-se a alunos dos Cursos Profissionais de Música e Dança do CMJ, bem como a participantes externos, a partir dos 10 anos de idade. Os instrumentos contemplados para o curso de Música são os seguintes: Violino, Viola d´arco, Violoncelo, Contrabaixo, Flauta Transversal, Oboé, Fagote, Cravo, Guitarra e Alaúde/Guitarra Barroca.

 

Os Formadores desta Iniciação e Aperfeiçoamento em Música Antiga e Danças Barrocas são os seguintes: Violino Barroco (Mariña Fernandez), Violoncelo Barroco (Rémi Kesteman), Alaúde/Guitarra Barroca (Pedro Martins), Traverso (Alexandre Andrade), Oboé Barroco (Andreia Carvalho), Fagote Barroco (Joana Almeida), Cravo (Catarina Sousa) e Danças Barrocas (Mercedes Prieto).


As inscrições para o II Ciclo de Música Antiga são limitadas e podem ser feitas até ao dia 5 de fevereiro no CMJ. O formulário de pré-inscrição encontra-se disponível no site www.cmj.pt.

 

Para mais informações poderá entrar em contacto com o CMJ através do telefone 234 541 300 ou do email: secretaria@jobra.pt.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

BREVE-HISTORIA-LOGO-large.png

 

 
Edição revista e aumentada do livro Breve História do Metal Português já em pré-encomenda
 
Já se encontra disponível para pré-encomenda a edição revista e aumentada do livro Breve História do Metal Português, escrito por Dico.
 
Originalmente editada em 2013, a obra aborda agora a história do Metal luso até 2015, beneficiando de um significativo aumento de páginas. A edição revista e aumentada de Breve História do Metal Português incluirá no mínimo 320 páginas (a anterior tinha 200), sendo que todas as décadas, à exceção da de 60, incluem agora bastante texto novo, que vem aprofundar vários fenómenos e factos relatados na edição original, por um lado; e abordar outros não incluídos em 2013, por outro.
 
“O objetivo da primeira edição era sobretudo mostrar que houve todo um percurso a nível do Rock pesado em Portugal antes dos anos 80. Portanto, centrei-me mais nas décadas de 60 e 70, tendo abordado os anos 80 e 90 mais subtilmente”, explica o autor.
 
Na edição de 2015 o objetivo é bem distinto. “Nesta nova edição relato o percurso do Som Eterno em Portugal até 2015. A primeira terminava em 1999, mas esta abrange factos até ao final de 2015”, esclarece Dico. A nova edição, revista e aumentada, inclui também novos testemunhos de numerosas figuras importantes no âmbito do Underground nacional.
 
Além disso, Breve História do Metal Português, novamente editada pelo próprio autor, inclui agora um guia de registos essenciais do Metal luso desde os anos 70 até 2015, abrangendo demo-tapes, demo-CD’s, singles, EP’s, álbuns e DVD’s. Ao todo, são mais de 100 itens organizados por década, num guia essencial para os verdadeiros fãs.
 
Mas as novidades acerca desta obra não se restringem aos conteúdos escritos. Breve História do Metal Português tem agora imagem renovada, desde a capa até à paginação, passando pelo logótipo.
 
Em pré-encomenda a obra custa €17 (portes de correio incluídos), após o que o término da fase de pré-encomenda poderá adquirir-se por €19,50 (também com os portes de correio incluídos). As encomendas podem ser efetuadas para o e-mail livrobhmp@yahoo.com
               
 
 
Página Facebook oficial:
 
 
--------------------------------------------------------------------------------------
Sobre o autor:
 
Dico é jornalista. Foi editor dos periódicos PCMais, ANA Aeroportos, Logista News e Prime Negócios. Fundou os influentes blogues Metal Incandescente, A a Z do Metal Português e Reflexões Musicais. Foi o primeiro coach musical profissional no País. Na última década escreveu artigos de opinião e crónicas para mais de 20 sites, e-magazines, revistas e blogues. Foi baterista de bandas como os Dinosaur ou Sacred Sin, tendo com elas gravado os clássicos Dinosaur (demo-tape) e Darkside (álbum). Foi o homenageado do VI Festival Irmandade Metálica – Unidos pelo Metal. Fã de Metal há 34 anos, está envolvido no Underground há 29. Tem 45 anos. É casado e tem um filho.
 
Livro Breve História do Metal Português:
 
 


publicado por olhar para o mundo às 01:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

GONÇALO TAVARES & SOFIA A...

Já se vive o Festim! Bomb...

Gonçalo Tavares - "Só me ...

THE FLOYD PORTUGAL - TRIB...

Valete, Capicua, Emicida ...

Darth apresneta "A estrad...

Van Breda ft Mickey Shilo...

VAN BREDA LANÇA A SUA PRI...

Valete, Capicua, Emicida ...

MONTEPIO FADO CASCAIS

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
A letra deste música refere-se à vida de uma crian...
Gostei
Gostei
Uma boa iniciativa com muito boa música!
Claro que foi, este individuo tem um ego do tamanh...
Boa noite, o texto foi enviado exactamente como es...
O encontro entre o cavaquinho português e o ukulel...
"Será o primeiro disco profissional que deixará o ...
Alguém com os acordes?
Ó filha: muda de ramo!
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds