Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2015

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2015

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015

banda.jpg

 

 
Banda da Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora
Concerto de Ano Novo 
 
Cineteatro Municipal D. João V

A Banda da Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora, sob a direção do Maestro Hélder Gonçalves, traz-nos um interessante programa musical, para assinalar a entrada do novo ano, de onde se destaca uma interpretação de excertos encenados da obra “Les Miserables”, de Claude-Michel Schonberg.
 
Música
10 Jan.| 16:00H | 5Euros


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Quantos homens cresceram com o que fazemos?
Reza a lenda 4400!
Nova gaia, respeito pela nossa gente,
Nova escola, velha escola, melhor escola de sempre, sente!

Quantos homens cresceram com o que fazemos?
Reza a lenda 4400!
Nova gaia, respeito pela nossa gente,
Nova escola, velha escola, melhor escola de sempre!

Minha presença é marcante, neste zoo sou elefante
Parabéns, ganhou um prémio: Milésimo visitante!
Manos têm bolas, mas são de malabarismo,
Escrevo à cara podre: Raramente eufemismo!
Puro vandalismo dissecando instrumentais,
Tu curtes mais sinfonias de orgãos genitais

Notas preferes menores como líderes paroquiais
Tudo ao molho e fé em Deus como artigos judiciais.
Divido os amigos por estratos sociais,
Eu estou noutra causa: Natal dos hospitais.
Continuamos amenos nesse top mais
Sempre fortes e serenos com fome de animais.
Por favor não regues mais, eu nem trouxe galochas
És um fraude teso, nem massa para talochas
Cara p de acende tochas, brevemente a partir rochas
Eu sei que tu não mochas, debochas

(Clap your hands everybody, if you got what it takes)
Mundo segundo!
(Clap your hands everybody, if you got what it takes)
D-e-a-u!
(Clap your hands everybody, if you got what it takes)
Bate palmas! (tu!) bate pala! (tu!) bate palmas!

Na minha altura primos não se armavam em gangster
Cuspiam cru e duro, árduo tipo gangstarr (skills)
Esta é a história do rap antes dos meninos sem talento inventarem o swag
Mentira é como o messi, perna curta, finta a maioria
Mas a verdade é como o ronaldo, vem sempre ao de cima
Inveja é a maior prova do sucesso
Que combina a vegetação dos que não são como nós
Com ambição de vir a ser um dia

A estadia aqui é curta, eu quero duas coisas
Não foder quem me ama e amar-te quando tu me fodas.
Escuta o boom-bap da marcha dos bombos,
Pergunta agora a quem tu segues por quem nós somos
Na terra onde não se dorme inspiramos sonhos
Os nossos joelhos não tremem muito presos aos ombros
Fazemos intervenção divina com força humana
A nossa perfeição é a prova que Deus se engana!

Teu estilo de mc: Levanta-te e ri
Sonho um dia vir a fazer um dueto com a fanny
Eu não tenho segredos, não, não estive na casa
Tens o ego tão em cima, podias trabalhar pá nasa
Macaco de imitação, pareces um papagaio
Esse concerto não bate nem numa sala de ensaio
Parto como o raio, eu não vaio eu subtraio,
Pela porta da frente calmamente eu saio

A tua cruz é pesada como a do carlos,
E ao contrário da edp eu vim pra dar luz
Pisar uns calos, dar uns estalos
De luva branca na branca desses chavalos
Ao guna beto e ao beto que quer ser guna
Prisão de mente e de ventre não sai merda nenhuma
Tenho barras de proteína, contens fibra da mais pura
Com esse feitio, diz-me, quem é que te atura?!

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

choqueemcadeia.jpg

 

Choque em Cadeia anunciam o lançamento do seu trabalho mais recente, “Tête-à-Tête”


Os 4 jovens lisboetas editam o EP composto por 4 temas originais cantados em Português. Um som verdadeiramente original e que promete dar que falar. A banda irá certamente contribuir para a renovação dos paradigmas da música portuguesa.


"Finalmente encontrámos o nosso som". Carlos Noronha, responsável pela voz da jovem banda (os 4 elementos têm idades a rondar os 20 anos), acredita que o EP marca o início da longa viagem musical que querem fazer: pretendem inovar e surpreender, pondo a música acima de tudo e cantando sempre em português.


Com uma linguagem  própria, a banda sente que as músicas surgiram de uma forma muito "solta", dando mesmo a impressão de que se escreveram sozinhas. "Não queremos contar histórias, nem ser demasiado concretos. Queremos apenas que as palavras façam mesmo parte da música.", dizem em relação às letras do EP, que foram surgindo livremente, à medida que foram compondo as músicas.


Os Choque em Cadeia formados por: João Costa (guitarra), Luís Morais (bateria), Manuel Parreira (baixo) e Carlos Noronha (voz e guitarra) resultaram de um grupo de amigos de infância que começou a tocar em conjunto com apenas 13 anos e que foi procurando a sua identidade. Agora, depois do disco de estreia, chegam a este "Tête-àTête", que marca o início da sua maturidade musical.
 

Alinhamento: EP: "Tête-á-Tête"
- És Tão Fria
- Grão a Grão
- O Mundo Vive de Ironia
- Dois



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

cartaz_lobo_mau_1024x768.jpg

 

 

CTE: Carmen Souza, André Gago, Tiago Rodrigues e Diogo Infante para os primeiros meses de 2016

 

O Cine-Teatro de Estarreja já tem em mãos a nova agenda recheada de programação cultural para os primeiros três meses de 2016. São 20 espetáculos, 1 estreia nacional, mais 12 sessões de cinema e 10 apresentações dedicadas ao público escolar.

 

Em vésperas de Natal, é esta a surpresa que o Cine-Teatro de Estarreja (CTE) guarda no sapatinho. Prestes a alcançar 300 mil espectadores, o equipamento estarrejense continua a apresentar boa saúde cultural com propostas novas pensadas para cada público, nas diferentes áreas artísticas.

 

Além do ciclo Concertos Íntimos com Carmen Souza & Theo Pascal (30 jan.), Miguel Ângelo (19 mar.) e João Pedro Pais (21 mai.), o 1º trimestre de 2016 fica marcado pela estreia nacional de “Lobo Mau”, espetáculo de teatro de marionetas concebido pela Companhia Red Cloud em coprodução com o CTE. O projeto, para maiores de 6 anos, será apresentado pela primeira vez dia 6 de março, numa sessão dedicada a famílias.

 

Outro destaque tem Diogo Infante e Alexandra Lencastre como protagonistas. “Plaza Suite” (27 fev.) é a bem humorada peça de teatro que volta a juntar os dois atores para falar sobre amor e desgaste conjugal. Com encenação de Adriano Luz, a peça do americano Neil Simon circula pela primeira vez nos palcos portugueses.

 

Também em fevereiro, depois da festa do Carnaval de Estarreja, Ricardo Azevedo, fundador dos EZ Special, apresenta o seu novo trabalho a solo num concerto apimentado pelos grandes êxitos que pautaram cerca de 15 anos de carreira. Em exclusivo no CTE, dia 19 de fevereiro, Ricardo Azevedo faz-se acompanhar pelo Quarteto de Cordas do Conservatório de Música de Aveiro de Calouste Gulbenkian.

 

O novo espetáculo de Nilton é outra das confirmações para março, pintando o cartaz do CTE com as cores animadas do stand up comedy. Pioneiro do stand up comedy em Portugal, Nilton descobriu o conceito com o ator norte-americano Robin Williams e, há quase 20 anos, não deixa de surpreender os portugueses com a sua irreverência.

 

Café-Concerto vive de música

 

Em 2016, The Galway Band (9 jan.) inauguram a programação do espaço situado no 1º piso do CTE, com música de inspiração celta para festejar a chegada do novo ano.

 

Ainda em janeiro, no dia 16, o ator André Gago apresenta o espetáculo “A Flor do Lácio”, cantando e revisitando poetas da língua portuguesa ao lado dos músicos Carlos Mil-Homens, João Penedo e Gustavo Roriz.

 

Por sua vez, Ricardo Antão, Sandro Andrade e Vasco Valente compõem o trio TRItono, em resposta ao desafio lançado pelo Município de Estarreja a vários artistas do concelho. O concerto de TRItono (17 jan.), com entrada gratuita, pertence ao espólio da exposição coletiva “pastiCidade”, que comemora o 10º aniversário da Elevação de Estarreja a Cidade. O roteiro da exposição que reflete sobre Estarreja, patente até dia 26 de janeiro em vários espaços municipais, passa agora no CTE co estes músicos a revelar um importante produto cultural concelhio: as Bandas Filarmónicas.

 

O cartaz do Café-Concerto do CTE completa-se com a presença de João Só, dia 24 de março, numa aparição a solo onde o badalado músico apresenta o álbum “Até que a morte nos separe”.

 

Tiago Rodrigues coreografa para a Companhia Instável

 

Assim, tipo… dança contemporânea” dá nome ao espetáculo que o encenador Tiago Rodrigues coreografou para a Companhia Instável e que chega ao palco do CTE no próximo dia 22 de janeiro. Bruno Alexandre, Diletta Bindi e Liliana Garcia (vencedora da última edição do programa televisivo “Achas que sabes dançar?”) são os bailarinos que compõem o elenco de um espetáculo carregado por boas doses de ingenuidade e ironia. Mafalda Deville deu assistência aos ensaios e, dia 19 de janeiro, orienta um workshop de repertório, destinado a bailarinos e estudantes de dança.

 

Apurar sentidos culturais

 

Além da estreia nacional do espetáculo “Lobo Mau”, a programação inserida no LAC - Laboratório de Aprendizagem Criativa contempla espetáculos para escolas como “Danças a Nascer” (12 a 14 jan.), de Maria Belo Costa e Raquel Fradique, e “Ulisses - de volta à Casa Partida” ( 24 a 26 fev.) de Carla Galvão, Cláudia Andrade e Mafalda Saloio. O workshop de dança e repertório com Mafalda Deville é outra atividade promovida no âmbito do LAC, sem esquecer a oportunidade de conhecer o processo de fusão musical de Carmen Souza e Theo Pascal. A cantora de origens cabo-verdeanas, considerada uma das grandes revelações na world music e jazz europeu, e o talentoso baixista português dão a conhecer o seu background e a forma como constroem a sua música numa masterclass agendada para o dia anterior ao concerto, ou seja, dia 29 de janeiro.

Em 2014, o Município de Estarreja criou o LAC, rede que abraça os projetos educativos dos vários equipamentos municipais, com o objetivo de continuar a captar, formar e fidelizar públicos, trabalhando com a comunidade e tendo sempre presentes os princípios da Educação pela Arte e da Aprendizagem ao Longo da Vida.

 

Star Wars no primeiro domingo de janeiro

 

O cinema no CTE continua a somar cada vez mais adeptos. De 2014 para 2015 o público de cinema cresceu 76%, passando de uma média de 97 pessoas por sessão, em 2014, para 151 pessoas por sessão, em 2015. O cinema digital foi o grande impulsionador deste aumento, permitindo um cartaz de filmes mais atual. A estreia nacional de “Star Wars: O Despertar da Força” foi no passado dia 17 de dezembro e o filme já tem sessão marcada para o grande ecrã do CTE. Dia 3 de janeiro, às 17h00, a continuação da saga A Guerra das Estrelas promete uma grande viagem espacial. No mesmo dia o CTE exibe “Hotel Transylvania 2” para todas as famílias.

 

Toda a programação cultural do CTE para o primeiro trimestre de 2016 encontra-se disponível em www.cineteatroestarreja.com. Os bilhetes para todos os espetáculos já se encontram à venda na Bilheteira do CTE, no site da Bilheteira Online, lojas Fnac, CTT e El Corte Inglés.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Quantos anos passaram? Quantos manos partiram?
Quantas relações findaram? Quantas portas se
Abriram? Quantas noites em branco?
Quantos dias sem encanto?
Quantas vezes fui franco depositando
Emoções no teu banco?
Quantas vezes sorriste triste, solitário e cabisbaixo?
A 220 em pleno despiste capotando encosta abaixo
Neste mundo eu não me encaixo
Pensavas para ti próprio
Metade de mim inspira amor a outra metade só atrai ódio!
É óbvio que um homem erra ele não nasceu perfeito
Com defeito de fabrico no fabrico do lado esquerdo do peito
O meu maior defeito? A minha maior virtude
Mudo a tempo de vida antes que a própria vida como
Tempo me mude
A verdade não ilude
Procuro que ela me ajude
Uma mente coerente e' nascente fluente
Da fonte da juventude
Dei tudo o que tinha mas não sabia ao que vinha
Como uma criança que caminha na escuridão do vale sozinha
Só minha tristeza que carrego em peso nos ombros
Perdi toda urna família, a inocência soterrada nos escombros
Somos tontos quando pensamos que só acontece aos outros
Loucos quando nos roubam a vida aos poucos,poucos, poucos

Tu vive e sente te livre, a vontade é um poder enorme
Não deixes que o medo te transforme
Não deixes que a malícia te transtorne
Não deixes que o mínimo te conforme
Enquanto o tempo se consome
Porque o homem besta não dorme semeando miséria e fome
32 Primaveras nas ruas amizades sinceras, meu puto
É um mundo de feras e da realidade não dá para tirar férias
Faço sérias abordagens em prol do bem comum
Putos querem saber quem e o maior? Que se foda o número 1
A vida não é um concurso ou uma corrida em pista coberta
Valorizo mais a procura que o número astronómico da oferta
A minha historia é bem concreta debaixo de chuva a procura de uma aberta
Vi uma porta entreaberta que me levou à direcção certa
Incerta a vida que levo, não desminto nem o nego
Como poderia ser assim tão cego, impávido ou incrédulo?
Estas ferramentas que envergo cabe a mim dar lhes um bom fim
E então que seja assim, que seja assim

Nesta batalha da vida perdi algumas rondas passei
Algumas iombas, dias curtos noites longas
Vi corações partidos, amigos mal agradecidos
Comentários fingidos, judas em varias tribos
Julgas que não tenho ouvidos porque adormeço os sentidos
Porque adormeço os sentidos?
Pela dor dos que já não estão vivos
É raro sair do estúdio poucos são os que me veem na rua
Porque a má vida acima de tudo, não avança só recua
Atenua um futuro risonho, assassinato do sonho
Do que sou não me envergonho
Quando escrevo não pressuponho
A minha maior vaidade foram os amigos que fiz
O criar da minha raiz é tudo o que preciso para ser feliz
Diz o que quiseres, o mal que puderes
Mas lembra-te que vem o dobro de tudo aquilo que tu deres
Vive com integridade com paixão e humildade
Em pleno sereno como um pôr do sol ao fim de tarde

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2015

uhf.jpg

 

 

Saiu a 30 de Outubro a colectânea de carreira dos UHF “O Melhor de 300 Canções”, um repertório que começa em 1979 com “Jorge Morreu”, e segue até 2015 com o inédito “Soube Sempre Que Eras Tu”.


São 35 sucessos de carreira e dois inéditos que revelam gravações originais, regravações de clássicos, takes ao vivo e canções nunca antes editadas no formato digital. Este duplo CD mostra dois universos do som dos UHF: “O Rock” e “O Roll”.


“Puseste o Diabo Em Mim”, original de 1984 agora regravado, é já um vídeo de sucesso na plataforma Youtube, com realização de Zé Pinheiro.


Em 2016, o espectáculo “O Melhor de 300 Canções” retrata ao vivo os sucessos de uma carreira.

 

Música
23 Jan.| 21:30H | 12,5€



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Fotografia Ana Jesus Ribeiro.jpg

 

MAESTRO ANDRÉ GRANJO VAI DIRIGIR A ORQUESTRAS E COROS DO CMJ
CONCERTO DE ANO NOVO NO TEATRO AVEIRENSE

 

O CMJ apresenta o Concerto de Ano Novo que terá lugar nos dias 9 de janeiro e 10 de janeiro no Teatro Aveirense. O concerto tem Direção do Maestro André Granjo.

 

O Conservatório de Música da Jobra (CMJ) apresenta a 7.ª edição do Concerto de Ano Novo com duas sessões distintas no Teatro Aveirense: dia 9 de janeiro (21h00) e dia 10 de janeiro (17h00). O Maestro André Granjo vai dirigir a Orquestra Clássica e os Coros do CMJ.


O Concerto de Ano Novo do CMJ é já uma tradição bem enraizada nesta Escola Oficial de Ensino Artístico e que pretende celebrar da melhor forma a entrada no ano de 2016. Este Concerto conta com três participações especiais: Carlos Ferreira (Solista Clarinete), Ana Barros (Soprano) e Miguel Reis (Barítono).


Quem assistir ao Concerto do Ano Novo poderá deliciar-se “com excertos de obras famosas do grande repertório clássico, incluindo algumas peças que integram já o imaginário do estilo vienense nestes concertos” desvenda o Maestro André Granjo. São mais de 100 os músicos do CMJ que vão subir ao palco do Teatro Aveirense e vão demonstrar o seu talento numa apresentação artística que certamente fará as delícias do público.



publicado por olhar para o mundo às 20:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

De linho te vesti
de nardos te enfeitei
amor que nunca vi
mas sei.

Sei dos teus olhos acesos na noite
- sinais de bem despertar -
sei dos teus braços abertos a todos
que morrem devagar.

Sei meu amor inventado que um dia
teu corpo pode acender
uma fogueira de sol e de fúria
que nos verá nascer.

Irei beber em ti
o vinho que pisei
o fel do que sofri
e dei.

Dei do meu corpo um chicote de força.
Rasei meus olhos com água.
Dei do meu sangue uma espada de raiva
e uma lança de mágoa.

Dei do meu sonho uma corda de insónias
cravei meus braços com setas
descobri rosas alarguei cidades
e construí poetas.

E nunca te encontrei
na estrada do que fiz
amor que nunca logrei
mas quis.

Sei meu amor inventado que um dia
teu corpo há-de acender
uma fogueira de sol e de fúria
que nos verá nascer.

Então:
nem choros nem medos nem uivos
nem gritos nem pedras nem facas
nem fomes nem secas nem feras
nem ferros nem farpas nem farsas
nem forcas nem cardos nem dardos

nem guerras

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Depois de termos apresentado as sugestões de Fim de Ano em Lisboa, chegou a vez da “Invicta” se preparar para receber o Ano Novo. Trazemos propostas para todos os gostos e carteiras.

1. Avenida dos Aliados - Pedro Abrunhosa
A passagem de ano é feita na rua com o programa preparado pela Câmara do Porto na Avenida dos Aliados. DJ Set começa a dar música aos portuenses às 22 horas, antes da grande atuação da noite: Pedro Abrunhosa & Comité Caviar dão um grande espetáculo passando as 12 badaladas em palco. O concerto continua até às duas da manhã, hora em que sobe ao palco o DJ Scotch. A entrada é gratuita.

2. Dreamland Réveillon
Se tem filhos, sugerimos o Dreamland Réveillon na Herança Magna. O jantar de Ano Novo é servido às 21 horas com tudo a que tem direito. Às 23 horas começa a animação infantil com balões e pinturas faciais e à meia-noite a festa com o Dj Paulo Remix. A entrada custa 100 euros para os adultos mas para as crianças entre os 0 e 6 anos é gratuita. Entre os 6 e os 12 anos tem um custo de 25 euros.

3. Porto Réveillon 2015/16
Pelo quarto ano consecutivo, o Mosteiro de São Bento da Vitória recebe o Porto Réveillon promovido pela Gabba.pt. Este é um evento repleto de requinte, cultura e diversão: os melhores dj nacionais trazem estilos diversos à pista de dança como 80’s & 90’s, brazilian sounds, world music, house classics e house comercial. Os ingressos, dependendo se inclui jantar ou apenas festa, podem variar entre os 50 e 110 euros por pessoa.

4. Réveillon 2015/2015 - Casino de Espinho
Glamour e animação são requisitos essenciais para a chegada do Ano Novo? Então propomos o Réveillon do Casino de Espinho. O jantar serve-se na Sala Atlântico com as tradicionais iguarias da época festiva. Com a chegada da meia-noite vem também a música: os Chattanooga Big Bande com tributo aos The Rat Pack, numa homenagem a Frank Sinatra, Dean Martin e Sammy Davis Jr. A entrada tem o custo de 200 euros por pessoa.

5. Baile Avenida Brasil – Passagem de Ano 15/16
Na mesma onda do evento anterior, apresentamos o Baile Avenida Brasil. O BH Foz acolhe um completo e saboroso jantar, seguido de festa. Este evento prima pela privacidade, pelo ambiente selecionado e pela sofisticação. A festa terá 2 pistas com sonoridades que passam desde o R&B, Hip Hop, House Music, Música Brasileira, Kizomba, Afrobeat, Disco, Funky, Pop e Rock. O jantar + festa fica a 100 euros por pessoa e só a festa varia entre os 25 e os 40.

6. New Year Revealed - Pavilhão Multiusos de Gondomar
À semelhança do que acontece na Meo Arena, o Pavilhão Multiusos de Gondomar recebe o New Year Revealed, promovido pela rádio Mega Hits e a editora Revealed Recordings. Ao todo são sete artistas do hardwell que marcarão presença no palco do Coração de Ouro: Dannic, Sick Individuals, Joey Dale, Thomas Newson, Manse e Tom & Jame. Os bilhetes variam entre os 28 e os 75 euros, que incluem a oferta de duas bebidas.

7. New Year’s Eve - Alfandega do Porto
A mítica Alfândega do Porto recebe o New Year’s Eve, uma festa dedicada à cultura urbana com a presença de dj nacionais e internacionais: Pedro Cazanova, Jimmy P. e Mind da Gap são alguns exemplos. O espaço estará dividido em três áreas: a Electronic Stage, a Urban Stage com Hip Hop, Reggae e Bass Music e a área dedicada aos novos talentos, os Local Heroes. Para entrar paga-se 20 euros e tem uma bebida de oferta.

8. Gala de Passagem do Ano - Museu do Carro Elétrico
O PITCH Club e o L’kodac organizam a Gala de Passagem do Ano no Museu do Carro Elétrico. Este é o primeiro grande evento que o emblemático espaço recebe depois da sua reabertura. A Gala pautará pelo requinte, sofisticação e a possibilidade de apreciar o espólio do museu. As entradas variam conforme a altura de compra: até dia 26 tem um custo de 30 euros, até dia 30 fica a 40 euros e no própria dia a 50. Todas incluem 3 bebidas.

9. ALFERES WELCOMES 2016
A Quinta do Alferes de Crasto é desde 2005 uma referência na organização das festas de fim de ano. Caracterizam-se por um ambiente elegante e descontraído e pela excelência do serviço. O tema deste ano é a Broadway: a música será garantida pela dezena de dj que vão passar pelas pistas de dança e os espetáculos são promovidos pela Dance Republic. A entrada para a festa é 25 euros e com jantar pode chegar aos 75 euros por pessoa.

10. NYE BLAZE @CAIS NOVO
Para os fãs de DrumandBass a festa faz-se no edifício do Cais Novo, onde se encontra o Museu do Vinho do Porto. A NYE BLAZE consagra o melhor deste género musical com a presença de quase 30 artistas nacionais e internacionais de que se destacam Drumsound & Bassline Smith, Misanthrop, Katharsys, Gancher & Ruin e Blama. Para participar nesta festa, o custo dos bilhetes variam entre os 18 e os 23 euros.

 

Retirado de Mygon



publicado por olhar para o mundo às 16:13 | link do post | comentar

Em 46 a.C. o imperador Júlio César ordenou que 1 de janeiro passasse a ser o primeiro dia do ano. O calendário gregoriano (que é, para quem não sabe, o calendário que rege a organização dos dias e meses atualmente) manteve a data. Embora algumas culturas tenham o seu próprio dia de Ano Novo, convencionou-se que o mundo se despede do ano a 31 de Dezembro e dá as boas-vindas ao novo no dia seguinte.

É um dia de festa, normalmente celebrado com familiares e amigos em casa, espaços públicos, salas de espetáculos, discotecas ou unidades hoteleiras.

Para quem não sabe o que fazer em Lisboa na noite de Réveillon, a MYGON apresenta as seguintes propostas:

1. Concertos no Terreiro do Paço 31 Dez - 3 Jan
No Terreiro do Paço a festa faz-se ao ar livre com concertos de Ano Novo. Dia 31 os Trovante sobem ao palco pelas 22 horas. À meia-noite, a cidade assiste ao magnífico fogo-de-artifício e logo de seguida a festa fica a cargo de Richie Campbell. Nos dias que se seguem também há música na Praça do Comércio, com a Sinfonietta de Lisboa (dia 1 às 17h30) a que se segue o concerto de Carminho com o convidado especial António Zambujo. No segundo dia do ano os D.A.M.A são cabeça de cartaz, seguindo-se a festa noite fora com os DJ’s RFM (DJ Rich e DJ Mendes). No dia 3 atua às 11 horas a Orquestra Geração e às 15 horas a Banda Sinfónica da PSP com o The Movies Music Festival. A entrada é gratuita e para a toda a família.

2. Passagem de Ano no Museu
Já imaginou dar as boas vindas a 2016 no interior de um museu? O Museu da Carris oferece essa possibilidade pelo quarto ano consecutivo. Uma noite repleta de magia e de história com música à altura: Meninos da Vadiagem, Dynamic Duo, Joana Perez, Kamala, Filipe Gonçalves e muitos outros vão animar a noite. As entradas variam entre os 29 e os 60 euros.

3. Fim de Ano no Arena Lounge - Casino de Lisboa
O Casino de Lisboa promete uma das festas mais espetaculares do fim de ano: o Arena Lounge recebe pelas 22h30 a banda Voodoo Marmalade. Uma hora depois, é Aldo Lima quem sobe ao palco com um momento de stand-up comedy. Já depois da meia-noite a festa continua com o concerto dos Azeitonas e a música do Dj Rui Remix e de António Coimbra. Para entrar não precisa de pagar nada.

4. Fafá de Belém no Casino do Estoril
No Estoril, o Casino tem festa em dose dupla. O Salão Preto e Prata recebe Fafá de Belém, uma das mais reconhecidas cantoras brasileiras, Abbamia, Supreme Sounk e Dynamite. O espetáculo com jantar, welcome drink e ceia fica a 350 euros por pessoa. Noutro espaço do Casino, o Lounde D, atua Paulo Gonzo que comemora 40 anos de carreira. Aqui o jantar e espetáculo ficam-se pelos 120 euros por pessoa.

5. Teatro Maria Vitória - Revista à Portuguesa
Para quem gostaria de passar a viragem do ano no teatro, temos uma excelente solução: “Revista Quer… é Parque Mayer”, a revista à portuguesa em cena no Teatro Maria Vitória. Uma produção de Hélder Freire Costa, com direção e encenação de Mário Rainho e com Paulo Vasco, Alice Pires, Flávio Gil e Mariema como cabeças de cartaz. Os bilhetes para este espetáculo de música, dança e comédia varia entre os 12 e os 75 euros.

6. Dina Medina e Calú Moreira no B. Leza
Os fãs dos ritmos africanos vão poder desfrutar do concerto que a banda B. Leza, juntamente com Dina Medina e Calú Moreira estão a preparar para a noite de passagem de ano em Lisboa. As vozes de Cabo Verde sobem ao palco pouco antes da meia-noite e a festa prolonga-se neste que foi um dos bares mais aclamados de Santos no ano de 2015. A entrada custa 20 euros, não consumíveis.

7. Republica das Bananas Revista à Portuguesa
República das Bananas é o nome da mais recente Revista à Portuguesa encenada por Filipe La Féria no Teatro Politeama. O espetáculo “passa em revista” os principais momentos e figuras do ano 2015, com dose de humor. O elenco é composto por Rita Ribeiro, José Raposo, Anabela, Ricardo Soler, Ricardo Castro e muitos outros artistas consagrados. Os bilhetes são entre os 20 e os 65 euros. A sessão começa às 22 horas.

8. New Year Eve - MINISTERIUM CLUB
O Ministerium Club no Terreiro do Paço também faz a festa. Começa às 21h30 com um jantar, acompanha o fogo-de-artíficio na praça e continua noite dentro com The London Disco Society, Cardia, e um showcase especial da editora Carpet & Snares, que contará com Zé Salvador, João Maria e Jorge Caiado. O jantar custa 150 euros e a entrada no Club 30 euros (20 dos quais consumíveis).

9. New Year Revealed - Meo Arena
A Mega Hits e a Revealed organizam o espetáculo de passagem de ano da Meo Arena. Dannic, Sick Individuals, Joey Dale, Julian Calor, Manse, Tom & Jame 78 vão animar a noite da principal sala de espetáculos do país, numa explosão de música, confettis e pirotecnia, a partir das 22 horas. Bilhetes entre os 26 e os 75 euros. Todos os bilhetes incluem a oferta de duas bebidas.

10. Le Reveillon by Super Bock
Pelo quarto ano consecutivo, o Convento do Beato recebe Le Reveillon, a mais glamorosa festa de passagem do ano de Lisboa. Com organização da WeLove Events, conta com jantar e festa animada pelos melhores dj. 80’s, 90’s e 00’s, Party and World Music, Best of 2015, House Classics & Comercial e House Comercial são alguns dos géneros que se vão fazer ouvir na pista de dança. Entrada varia entre os 30 e 40 euros, mas com jantar ascende aos 105 euros.

11. Grand Final no Coliseu dos Recreios
O Coliseu dos Recreios abre as portas pela primeira vez numa noite de passagem de ano. A festa começa com jantar servido pelas 20 horas. Pelas 23 horas abre a pista de dança na sala principal aos som dos dj que trazem os melhores temas de 2015 e de sempre: 80s, 90s, House Classics & Música Comercial são os estilos musicais a não perder. As modalidades com jantar variam entre os 75 e os 125 euros mas só para a festa as entradas podem ir de 35 a 60 euros. Qualquer bilhete inclui 2 bebidas brancas ou quatro cervejas.

12. Concerto de Ano Novo no CCB
No primeiro dia de 2016 o Centro Cultural de Belém recebe o Concerto de Ano Novo com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e o maestro Sebastian Perłowski. Do programa constam excertos de obras de Strauss, Bizet e Tchaikovsky. O concerto tem início às 17 horas no Grande Auditório e as entradas têm um custo que se estende entre os 5 e os 18 euros.

 

Retirado de Mygon



publicado por olhar para o mundo às 15:13 | link do post | comentar

coliseu-07_499x312.jpg

 

 

Coliseu dos Recreios, em Lisboa, abre pela primeira vez numa noite de reveillón
1ª Edição da Passagem de Ano no Coliseu promete uma festa épica

O Coliseu dos Recreios, que fica situado na Rua das Portas de Santo Antão, em Lisboa, abre pela primeira vez em mais de cem anos de História, para uma festa de passagem de ano, numa produção irreverente que não deixará ninguém indiferente. Serão mais de 8 horas de música, com artistas conhecidos do grande público que farão uma viagem sonora desde os anos 80 até à música comercial da atualidade, sempre envoltos da beleza natural do Coliseu.

Os primeiros convidados serão recebidos pelas 20h (os que adquiriram modalidade jantar + festa) para um requintado jantar que será servido em pleno palco do Coliseu, palco este que estava apenas ao alcance de alguns dos maiores e mais prestigiados artistas do Mundo e onde esta experiência e privilégio só será possível nesta noite de fim de ano. Pelas 23h serão recebidos os convidados que adquiriram apenas a modalidade de bilhete para a festa e que poderão vivenciar a mítica sala de espetáculos Lisboeta num registo de música de dança, onde a sala principal do mesmo se irá transformar na pista de dança mais cobiçada na noite de passagem de ano em Lisboa. O tema da festa é inspirado nos “loucos anos 20” com especial alusão ao filme “The Great Gatsby”.

Para o line-up, a organização aposto no irreverente Wilson Honrado, cara bastante conhecida, locutor e DJ oficial da Rádio Comercial; Gonçalo Ferro – uma referência nas festas mais movimentadas da Capital, em discotecas e clubes como Silk, Jézebel, MAIN ou Urban Beach; o João Ferreira e a M.Dusa, habitués no circuito das festas mais procuradas de Lisboa e também os DJs residentes do espaço de Verão mais procurado da Linha de Cascais sobretudo aos Sábados – o BBeach Oeiras.

Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais, e custam entre 35€ e 60€ apenas para a modalidade festa ou 125€ a 150€ para modalidade jantar + festa, dependendo da data de compra uma vez que foram estipuladas várias fases de venda com preços distintos.

Toda a listagem dos pontos de venda pode ser encontrada no seguinte link:
http://grandfinale.us12.list-manage.com/track/click?u=f8251a2cec1996398ba9ba856&id=d6f8a76db8&e=54ba810213

Mais informações sobre o evento disponíveis na seguinte página:
www.granfinale.pt



publicado por olhar para o mundo às 13:13 | link do post | comentar

deixem o pimba em paz.jpg

 

 

DEIXEM O PIMBA EM PAZ
COM A ORQUESTRA FILARMONIA DAS BEIRAS

Quando uma ideia resulta em concertos esgotados, público rendido, um disco editado, Coliseus ao rubro, há qualquer coisa que se passa e o melhor é descobri-la ao vivo, agora ao lado da fantástica Orquestra Filarmonia das Beiras. Passaram mais de dois anos desde que nasceu o "Deixem o Pimba em Paz", um projecto que encontrava arranjos musicais de jazz e pop para músicas pimba. E era para ter ficado por aí. Mas cedo ganhou mais corpo do que a medida planeada, e espalhou raízes por todo o país numa digressão para lá do imaginado. Surge então a ideia de nos espalharmos ao comprido com mais pessoas em palco.

Há mais de um ano esgotámos o Coliseu Porto e agora regressamos com a Orquestra Filarmonia das Beiras. Voltar sempre ao lugar onde se foi feliz. E é assim que chegamos ao Coliseu Porto agora com a Orquestra Filarmonia das Beiras, e desta vez com o Mário Laginha que convidei para nos ajudar nos arranjos. Infelizmente, para a carreira dele, aceitou. Música Pimba e Orquestra Filarmonia das Beiras: é isto. E o resto que seja o que cada um quiser. No dia 13 de fevereiro"Deixem o Pimba em Paz" sobe ao palco do mítico Coliseu Porto com a participação da Orquestra Filarmonia das Beiras, inserido no Festival Montepio Às Vezes o Amor.

 

Coliseu do Porto
Sábado, 13 de Fevereiro I 22h
Bilhetes à venda na Fnac e na Ticketline
Preços: a partir de 12€



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

mariana.jpg

 

A Cadeira da Mariana – RFM em busca de um novo talento para ocupar a cadeira da Mariana Alvimno Café da Manhã

 

A RFM está a dar a oportunidade de uma vida a um ouvinte: fazer rádio em pleno Café da Manhã, ao lado de Nilton, André Henriques, Joana Cruz e Salvador Martinha, durante a licença de maternidade da animadora Mariana Alvim.  

A Cadeira da Mariana é o nome da ação que a RFM está a desenvolver, em parceria com Randstad e a Initiative, que procura um novo talento para ocupar a cadeira da animadora no estúdio, enquanto Mariana Alvim, que está grávida de 7 meses, for gozar o nascimento do seu terceiro filho.

A RFM, juntamente com a Randstad, desafia assim todos os portugueses, que sempre sonharam em fazer rádio, a inscreverem-se nos castings que vão acontecer no Porto (Norteshopping - 16 de janeiro), Braga (BragaParque - 17 de janeiro) e Lisboa (Colombo - 23 e 24 de janeiro) através do formulário que já está disponível no site da RFM.

Dos castings sairão 5 finalistas que serão desafiados para participar no Café da Manhã e onde terão de fazer campanha apelando ao voto.

O candidato mais votado pelos ouvintes da RFM será conhecido a 19 de fevereiro, às 08h00, no decorrer do programa, e fará parte da equipa a partir da semana seguinte.

A Randstad vai garantir a qualidade do processo de seleção dos candidatos à cadeira da Mariana Alvim e contribuir com informações úteis sobre o mundo do trabalho. A Initiative, agencia de meios da Randstad, acompanha toda esta iniciativa.

Curiosamente, Mariana Alvim chegou à RFM também através de um casting, durante a licença de maternidade de Carla Rocha, há 6 anos. Mariana, uma ex-marketeer, que mudou de vida para perseguir o sonho da rádio, foi escolhida entre 600 pessoas e nem queria acreditar quando o seu nome foi anunciado na RFM, no dia 29 de Maio de 2009.

O testemunho está passado e agora é Mariana Alvim que cede a sua cadeira ao próximo talento da rádio.

O desafio está lançado! A Cadeira da Mariana espera por todos os talentos de Rádio espalhados pelo país.

 

 

CASTINGS RFM - A CADEIRA DA MARIANA:

Porto – 16 de janeiro, Norteshopping

Braga – 17 de janeiro, BragaParque

Lisboa – 23 e 24 de janeiro, C.C. Colombo

 

Mais informações em www.rfm.sapo.pt



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

Serras, veredas, atalhos,

fragas e estradas de vento,

Onde se encontram retalhos
De vidas em sofrimento


Retalhos fundos nos rostos,

Mãos duras e retalhadas
Pelo suor do desgosto,

Retalha as caras fechadas
O caminho que seguiste,

Entre gente pobre e rude,

Muitas vezes tu abriste
Uma rosa de saúde


Cada história é um retalho
Cortado no coração
De um homem que no trabalho
Reparte a vida e o pão
As vidas que defendeste,

E o pão que repartiste,

São lágrimas que tu bebeste
Dos olhos de um povo triste


E depois de tanto mundo,

Retalhado de verdade,

Também tu chegaste ao fundo
Da doença da cidade
Da que não vem na sebenta,

Daquela que não se ensina,

Da pobreza que afugenta
Os barões da medicina


Tu sabes quanto fizeste,

A miséria não segura,

Nem mesmo quando lhe deste
A receita da ternura.

 

Cada história é um retalho
Cortado no coração
De um homem que no trabalho
Reparte a vida e o pão
As vidas que defendeste,

E o pão que repartiste,

são a esperança que aprendeste 

nos olhos de um povo triste

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 27 de Dezembro de 2015

domrubirosa.png

 

 
O rapper DOM RUBIROSA lançou hoje a versão remisturada de “Rei do Liceu”, com as participações de rappers de norte a sul do país: Strata G, RealPunch, Toga, Malabá e Rato54.
 

O vídeo e a música servem de mote para o lançamento físico da mixtape onde estava incluída a música original, “A Tua Mãe Curte-me Tótil! Volume III”. O disco tem o custo de cinco euros mais portes de envio e para adquiri-lo basta enviar uma mensagem para a página de Facebook do artista.

 

Ao todo, a mixtape contem 14 faixas, sendo que 12 são beats originais produzidos por Dom Rubirosa, Raez, Dréz & Trial Beats, Charlie Beats, Rivah Jordan, Paul Cabbin, Zim, Kron Silva e Philly Gonzalez, sendo que estes três também participam vocalmente em alguns temas. Participam ainda Ruze, SoundKillaz, Mohad Sabre, Caminhante e Thundercuts. O tema “Online” está já… disponível online, assim como os outros singles, “Bem-vindo ao Facebook” e “Andante“.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Diz-me para onde
Tenho eu de ir
Ai, diz-me como
Dias cinzentos fugir
Pois eu quero ir para lá
Onde não há preocupações
Sim, eu quero ir para lá
Para onde não preciso de cifrões
Eu sei que não existe nenhum lugar ideal
Mas se eu descobrir
Espero que não me levem a mal
Ai, se eu for para lá
E desaparecer
Se eu for para lá
Eu não me vou esquecer
De todas as tardes
De todas as noites
Eu vou por-me à parte, mesmo que pareça doido
Pois eu quero ir para onde
É verão o ano inteiro
Para onde o sol não se esconde
E onde o mar é o primeiro
A levar-me daqui
Ainda assim sou verdadeiro
Não me esqueci de ti
Nem do teu cheiro
Quero ir para onde o vento me levar
Eu quero viver sem ter de me ter de preocupar
Para onde eu não tenha doenças, guerras ou contas para pagar
Não quero mais selvas de cimento
Eu quero ver o mar
Não vai cair no esquecimento
Todas as tardes
Todas as noites
Eu vou por-me à parte, mesmo que pareça doido
Pois eu quero ir para onde
É verão o ano inteiro
Para onde o sol não se esconde
E onde o mar é o primeiro
A levar-me daqui
Ainda assim sou verdadeiro
Não me esqueci de ti
Nem do teu cheiro
Eu quero ir para onde
É verão o ano inteiro
Para onde o sol não se esconde
E onde o mar é o primeiro
A levar-me para onde o relógio não tem ponteiros
Só preciso da ponte
Com o caminho certeiro

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

jose cid.jpg

 

Após um ano pleno de animados concertos e lotações esgotadas, José Cid regressa com a tour “Voz & Piano” – um novo conceito na carreira de um dos maiores artistas nacionais que promete valorizar a proximidade com o seu querido público.


Falar de José Cid é falar de um dos maiores talentos jamais revelados pela música portuguesa. Em qualquer parte do mundo, raríssimos são os artistas que conseguem estar no topo durante 40 anos, ele encontra-se neste grupo restrito por mérito próprio. Há muito reconhecido e retratado em largas dezenas de inesquecíveis e inspiradas canções, que vão do étnico, ao fado, ao pop, ao rock, ao popular e até ao jazz. Esta versatilidade garantiu a José Cid um lugar muito especial no coração do público.


A vertente intimista do espectáculo e animação característica do artista envolverão os fãs num momento único, existindo tempo para contacto directo com o artista.


José Cid é autor/compositor e intérprete de alguns dos maiores êxitos da música nacional. "A Rosa Que Te Dei", "Na Cabana Junto à Praia", "20 Anos", "Ontem, Hoje e Amanhã", "Cai Neve em Nova Iorque", "A Minha Música" e os mais recentes "Mais um Dia" e "Louco Amor" são apenas alguns dos temas que o público vai poder ouvir e cantar em uníssono com o cantor.


José Cid, ontem, hoje e sempre...

 

Cineteatro Municipal D. João V

Música
09 Jan. | 21:30H | 15€

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

 

Os pides desceram pela corda alegremente.

Os guardas andavam passeando em Alcoentre.

E a esquerda levou com mais um corno pela frente.

Esta maldade não se faz à gente.

Que merda!

 

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

 

As grades foram todas serradas a preceito.

A fuga aproveitou-se do que era imperfeito.

E a esquerda, por causa da vergonha deste feito,

pode apanhar uma bala no peito…

Que merda!

 

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

 

Quem foram os que de fora das grades ajudaram?

Quem foram os que dentro das grades os armaram?

A esquerda não esquece tubarões que a torturaram.

Não pode perdoar se a enganaram.

Que merda!

 

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

 

Agora, a vigilância é tudo o que nos resta.

Pr’ós pides, a vida na prisão… era uma festa.

E a esquerda tem mais do que razão quando protesta,

pois pode apanhar um tiro na testa…

Que merda!

 

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

Que se passa? Então isto não é uma ameaça?

Ali andou mãozinha de reaça. Deixaram fugir mais oitenta e nove…

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Os bonzinhos e os malvados

Dum lado os bonzinhos
com o seu ar sisudo
andando aos passinhos
dentro do veludo.
Do outro os malvados
cabelos ao vento
de fatos coçados
por bom e mau tempo.
Dum lado os bonzinhos
gordinhos, gulosos
comendo pratinhos
muito apetitosos.
Do outro os malvados
a ferrar o dente
em grandes bocados
de chouriço ardente.
Dum lado os bonzinhos
com muito cuidado
a dar beijinhos
com dia aprazado.
Do outro os malvados
a fazer amor
sem dias marcados
com frio ou calor.
Dum lado os bonzinhos
muito estudiosos
dizendo versinhos
em salões ranhosos.
Do outro os malvados
gritando na rua
que os braços estão dados
que a esperança está nua.
Dum lado os bonzinhos
metidos na cama
tomando chazinhos
molhando o pijama.
Do outro os malvados
os que dormem nus
sonhando acordados
com feixes de luz.
Dum lado os bonzinhos
batendo nos tectos
sempre que os vizinhos
são mais incorrectos.
Do outro os malvados
que fazem barulho
despreocupados
ao som do vasculho.
Teremos por certo
os gostos trocados
detesto os bonzinhos
adoro os malvados.

José Carlos Ary Dos Santos

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 26 de Dezembro de 2015

 

Letra

 

A letra é do poeta José Carlos Ary dos Santos e a música de Fernando Tordo.


Desde quando nasci
Que o conheço e lhe quero
Como a um irmão meu
Como ao pai que perdi,
Como tudo o que espero.

É um homem que tem o condão da doçura
No sorriso de água, nos olhos cansados,
É metade alegria, é metade ternura
Nas palavras cantadas, nos gestos dançados,
Nos silêncios magoados.

Tem um rosto moreno
Que o inverno o marcou
E apesar de ser forte,
É um homem pequeno
Mas maior do que eu sou.

Tem defeitos, é certo. Como todos nós.
Sonha, às vezes demais,
Fala, às vezes no ar
Mas quando dentro dele a alma ganha a voz
É tal como se fosse o som do nosso mar,
Se pudesse falar...

REFRÃO
Foi capaz de mentir,
Foi capaz de calar
É capaz de chorar e de rir,
Tem um quê de fadista,
Tem um quê de gaivota,
E a mania que há-de ser artista.
Quando vê que precisa
É capaz de roubar,
Mas também sabe dar a camisa.
Foi capaz de sofrer,
Foi capaz de lutar,
È capaz de ganhar
E perder.

É um amigo meu que às vezes me ofende
Mas que eu sei que me escuta,
Que eu sei que me ouve
E também compreende.
Quantas vezes lhe digo que tenha juízo,
Que a mania dos copos só lhe faz é mal,
Que a preguiça não paga e que o trabalho é preciso.
Ele encolhe-me os ombros num despreso total,
Este tipo é assim, mas...

REFRÃO
Foi capaz de mentir,
Foi capaz de calar
É capaz de chorar e de rir,
Tem um quê de fadista,
Tem um quê de gaivota,
E a mania que há-de ser artista.
Quando vê que precisa
É capaz de roubar,
Mas também sabe dar a camisa.
Qual o nome final
Deste amigo que eu canto?
Pois é claro que é
Portugal.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Guarda o cheiro para mim
(Maria Ermelinda Morgado / Rogério Charraz)

Canto para ti esta canção
Feita de flores de jasmim
Se a fechares no teu coração
Guarda o cheiro para mim

Rosa vermelha cor da paixão
Que eu colhi do teu jardim
Deixa-a voar numa ilusão
Mas guarda o cheiro para mim

Água da fonte, fresca e pura
Corre sempre a teus pés
E se no caminho te procura
Faz-se rio outra vez

Vida pintada em verdes trigais
Terra sangrenta sem fim
Dás o teu fruto a todos, iguais
Mas guarda o cheiro para mim

Água da fonte, fresca e pura
Corre sempre a teus pés
E se no caminho te procura
Faz-se rio outra vez

Semente, raiz, flor e fruto
Ciclo de vida feito assim
Ventre sofrido, rasgado enxuto
Guardo o teu cheiro em mim!

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2015

 

Letra

 

Música e Letra: Rogério Charraz

Há algo entre nós, Professor
Não o queira ocultar, por favor
Você diz o que eu sinto
Se o negar, eu minto
Não há que duvidar, é amor...

Platónico sim, pois então
Nem sequer alimento a ilusão
De vir a estar consigo
Eu nem sei se consigo
Materializar este amor

Há muito em si, eu confesso
Que fascina e me deixa perplexo
Esse dom de falar
Escrever , explicar
O que é afinal o amor

Jogo de Espelhos, sonhos Vermelhos
Saltitam papoilas a vibrar
Ventre materno, amor eterno
Um doce verde no olhar

Submarino amarelo, Blues no rabelo
Prenúncio de aviões a levantar
Herdeiro errante, Amor distante
Nó na garganta a apertar...

Há tanto entre nós, Professor
Que é difícil explicar com rigor
O fascínio mulher
O prazer de comer
E esta forma tão livre de amar

Se algum dia nos cruzarmos, Professor
Sou capaz de lhe pedir o favor
De ouvir esta canção
E explicar-me a razão
Deste tão declarado amor....

Arranjo: Rogério Charraz

Voz: Rogério Charraz
Bateria: Rui Carvalho
Baixo: Nuno Oliveira
Teclas: Paulo Loureiro
Guitarra: Guilha Marinho
Percussões: Ruca Rebordão
Acordeão: Carlos Lopes

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

meosudoeste2016.jpg

 

 

A RFM e a MEGA HITS têm o orgulho de anunciar que são Rádios Oficiais do MEO Sudoeste 2016.

 

A completar 20 anos, o lendário Festival da Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, conta com o apoio das duas rádios do Grupo Renascença Comunicação Multimédia.

 

A primeira confirmação da edição de 2016, já anunciada, é Martin Garrix. O Festival acontece de 3 a 7 de agosto, uma semana em que a RFM e a MEGA HITS terão emissões especiais, em direto da Herdade da Casa Branca, para todo o país.

 

Para António Mendes, diretor da RFM“O MEO Sudoeste é um dos principais eventos de música em Portugal. É um privilégio para a RFM, como rádio de música, poder juntar-se à tribo, ainda para mais quando se assinala a 20 edição deste festival”.

 

 Nelson Cunha, diretor da MEGA HITS, acrescenta “O MEO Sudoeste é o único Festival em Portugal que reúne as condições ideais para que a rádio seja vivida e sentida de forma tão especial. A MEGA HITS irá viver uma semana de férias cheia de histórias, experiencias e músicas ao lado do seu publico alvo, numa das zonas mais bonitas do país, a Zambujeira do Mar”.   

 

Também para Luiza Galindo, do MEO, a presença da RFM e da MEGA HITS no Festival, trará enormes mais valias para o evento "A PT tem uma relação de longa data com estas duas rádios, de parceria em outros grandes eventos do Grupo, e é com todo o prazer que recebemos a RFM e a MEGA HITS como as duas novas vozes do maior festival de verão em Portugal.  Tal permitirá ao MEO Sudoeste ter ainda uma maior abrangência em termos de públicos e, através das iniciativas que estão a ser desenvolvidas, potenciar o Festival ao longo de todo o ano”.

 

Do lado da promotora do evento, a Música no Coração, Luis Montez revela o entusiasmo demonstrado por ambos os lados nesta parceria "O MEO Sudoeste é o maior Festival de Verão em Portugal e beneficia naturalmente de rádios que o acompanhem a esse nível. A RFM e a MEGA HITS para além de serem 2 das principais rádios portuguesas têm no seu público e na sua playlist proximidades óbvias ao MEO Sudoeste o que faz com que esta parceria faça todo o sentido. Para além disso, o entusiasmo e o carinho com que receberam o Festival e a qualidade dos seus profissionais, faz com que o sucesso esteja garantido."

 

A RFM e a MEGA HITS fazem parte da tribo MEO Sudoeste e convidam toda a gente a juntar-se! Em breve, todas as novidades do MEO Sudoeste são para saber na RFM e na MEGA HITS.

 

Os bilhetes para a 20ª edição do festival já estão à venda nos locais habituais.

 

Mais informações podem ser encontradas em rfm.sapo.pt e em megahits.sapo.pt



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

Ana Bacalhau “Nome Própr...

Ana Bacalhau - Leve Como ...

Cine Teatro São João - Pa...

Cire & Joana Diniz - Não ...

Ricardo de Sá apresenta o...

"Penélope" - João Farinha...

Fado ao Centro " De Coimb...

Peste & Sida no Titanic

A.M.A. - Eu Não Sei

A.M.A. apresentam o singl...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Essa letra me faz viajar, sonhar me encanta e a mu...
Grandas rappers
ObrigadoTodos oos músicos deveriam acompanhar os v...
Letra e Música:Rodrigo Serrão Obrigado :)
Mas que maravilha de letra, de melodia! A voz! Con...
Já actualizei o Post, muito obrigado
O tempo não espera pela gente mas eu espero por ti...
sou teu fà loony johnson
A letra está malDeviam arranjar
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds