Sexta-feira, 31 de Agosto de 2012

 

 

Letra

 

Já Foi

 Susana Félix

 

Foi então que eu não quis
(foi) então que eu não quis saber
daquilo que fui
nem o que era para mim prever

A vida às vezes cai em câmara-lenta
sem espaço entre o oito e o oitenta

Fui, fui mais do que eu, mais do que o sim
foi mais daquilo que eu nunca quis p'ra mim
fui, fui mais do que eu, podia querer
foi mais do que o espelho tem vindo a dizer

Foi então que eu não quis
(foi) então que eu não quis saber
aquilo que fui
nada ficou por dizer

A vida às vezes cai sem permissão
sem pena de negar explicação

Fui, fui mais do que eu, mais do que o sim
foi mais daquilo que eu nunca quis p'ra mim
fui, fui mais do que eu, podia querer
foi mais do que o espelho tem vindo a dizer





publicado por olhar para o mundo às 17:06 | link do post | comentar

Os PaperCutz lançam o seu mais recente álbum “The Blur between us”

 

O novo disco do projecto musical Papercutz intitula-se “The Blur Between us” e traz temas mais fortes e mais densos, distanciando-se ligeiramente do último trabalho mais intimista “Lylac”.

 

Papercutz nasceu no Porto em 2005 com Bruno Miguel e outros músicos convidados. A banda do artista musical destaca-se pela sua sonoridade sombria ou negra, tendo vindo a alcançar grande reconhecimento internacional e nacional desde 2008. No Myspace internacional foi a primeira banda portuguesa a conseguir a distinção “Ones to Watch”.

 

Com o tema “Ultravioleta” venceram a categoria “the beaten track” do “The People’s Music Awards” em 2009.

 

O seu mais recente trabalho, resulta num álbum mais conceptual e com um toque mais negro, que segue a história de um indivíduo que lida com a sua própria mortalidade e sentimentos de perda, e como tenta construir as relações à sua volta.

 

Este trabalho foi desenvolvido conjuntamente com o produtor Chris Coady (Beach House, Yeah Yeah Yeahs, TV On The Radio), em Nova Iorque, e conta ainda com a participação vocal da nova- iorquina Melissa Veras e de José Luís Peixoto nas letras.

 

A Banda, que já passou por palcos internacionais nos Estados Unidos e na Europa, foi agora um dos 62 seleccionados entre mais de quatro mil candidaturas para participar na Red Bull Music Academy em Nova Iorque, que tem um papel importante na divulgação de novas paisagens musicais em todo o mundo.

 

“The Blur Between us” será editado pela Rastilho Records no próximo dia 24 de Setembro. O tema “Rivers” foi o escolhido para apresentar como primeiro single do álbum.

 

Mafalda Jacinto

 

Retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 13:38 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

deita as cartas sobre a mesa e vai
dono da tua incerteza sai
p’ra longe, ao longe vai

pousa na tua almofada a tua dor
sabes que a minha vontade tem sabor
amargo, ao largo vai

tentar saber
se o ser tem razão de ser
então vai, tentar guardar
o que a vida faz p’ra não morrer

só um sonho repetido nos mareia
não confundas o casulo com a teia
transforma, dá forma vai

dono por direito da tua loucura
essa essência de veneno que te cura
mais forte, mais longe vais

tentar saber
se o ser tem razão de ser
então vai, tentar guardar
o que a vida faz p’ra não morrer

murmúrios são uivos vai...

tentar saber
se o ser tem razão de ser
então vai, tentar guardar
o que a vida faz p’ra não morrer

não murmures mais...



publicado por olhar para o mundo às 08:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30 de Agosto de 2012
The ramblers

THE RAMBLERS

A banda está prestes a dar início à tour de lançamento do novo Ep "Yer Vinyl"
A APRESENTAÇÃO OFICIAL:
 DIA 5 DE SETEMBRO NO RITZ CLUB EM LISBOA,
DIA 8 DE SETEMBRO NO PLANO B NO PORTO,
 logo depois continuam na estrada apresentando-se em vários palcos do país.
Fica aqui o convite para ouvirem uma banda que já fazia falta no panorama musical nacional.
Uma aposta MOBYDICK RECORDS.



"YER VINYL" nas lojas em Setembro


Vídeo Clip Lemonate


 

Contactos:(+351) 914 720 053 e (+351) 937 980 338
Email : alexliberalli@gmail.com
www.facebook.com/mobydickrecords 
www.myspace.com/mobydickrecords 


publicado por olhar para o mundo às 21:43 | link do post | comentar

Antes do concerto em Paredes de Coura, os Ornatos estiveram a responder a questões dos leitores do PÚBLICOAntes do concerto em Paredes de Coura, os Ornatos estiveram a responder a questões dos leitores do PÚBLICO (Nelson Garrido)

 

Esgotados os bilhetes para as quatro datas nos coliseus de Lisboa e do Porto, os Ornatos Violeta decidiram acrescentar mais três concertos à sua agenda. A banda, que está de regresso aos palcos após um hiato de dez anos, anunciou nesta quinta-feira mais um espectáculo para cada um dos coliseus e ainda uma viagem imprevista, que os levará a tocar em Ponta Delgada.

 

O espectáculo naquela cidade de São Miguel, arquipélago do Açores, está marcado para 19 de Outubro, no Coliseu Micaelense. Isto significa que os autores de O Monstro Precisa de Amigos vão actuar primeiro em Ponta Delgada e só depois em Lisboa e no Porto.

Para o Coliseu dos Recreios, os Ornatos Violeta marcaram 27 de Outubro como data adicional. Este será o terceiro concerto seguido na capital, onde também actuarão a 25 e 26 do mesmo mês (espectáculos esgotados). Para o Coliseu do Porto, a nova data é 1 de Novembro. Também aqui se trata do terceiro concerto de enfiada, sendo que também já não há bilhetes para os que estão agendados para 30 e 31 de Outubro.

Os bilhetes para as novas datas nos coliseus de Lisboa e Porto serão postos à venda neste sábado, segundo o que anunciou a própria banda na sua página no Facebook. Quanto a Ponta Delgada, ainda não há informações sobre o dia em que serão postos à venda.

O regresso dos Ornatos Violeta aos palcos acontece numa altura em que a banda comemora os seus 20 anos, apesar de ter estado inactiva na última década. O primeiro destes concertos aconteceu no festival Paredes de Coura, onde os portuenses tocaram na íntegra o seu segundo e último álbum O Monstro Precisa de Amigos (1999). Cão! (1997), o primeiro, ficou de fora. Os fãs sabiam que ia ser assim, mas encheram na mesma o recinto do Tabuão

 

Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 20:53 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Here I am
waiting for answers to come
I can't think clearly, anymore
I can't think clearly, at all
All is distorted
unsharp
unsure

Just tell me now
it's all in my head and I'm wrong
Tear down these walls that I've built
bricks that I've laid for so long
Just tell me now
we will get through somehow
and it's all in my head
all in my head

Here I am
waiting for water to run
I can't see clearly, anymore
I can't see clearly, at all
All is distorted
unsharp
unsure

Tell me now 
It's all in my head and I'm wrong
Tear down these walls that I've built
bricks that I've laid for so long
Just tell me now
we will get through somehow
and it's all in my head
all in my head

Please share our video and subscribe to our channel for exclusive moments of pure rock 'awesomeness'! \m/

Stone Slaves' debut album 'Tear Down These Walls' is out now!
Contact the band anytime you wish at 

[booking.stoneslaves@gmail.com]



publicado por olhar para o mundo às 17:03 | link do post | comentar

Festival Azure arranca quinta-feira na Terceira com música alternativa e workshops

O Festival Azure, que começa quinta-feira na ilha Terceira, nos Açores, deve bater este ano um novo recorde de assistência, apesar da crise no país, afirmou hoje Miguel Linhares, da organização do evento.

"Pela procura, parece-me que vai ser um ano com muitos visitantes", frisou Miguel Linhares, responsável pela produção executiva do festival, em declarações à Lusa, acrescentando que a venda antecipada de bilhetes correu melhor do que em anos anteriores.

Miguel Linhares reconheceu que "existem muitas dificuldades" e que "a cultura não é uma prioridade para as pessoas", mas salientou que a organização espera que passem pela Zona de Lazer de S. Brás mais do que as cerca de 2.000 pessoas que lá estiveram na edição do ano passado.

O palco principal do Azure vai receber, entre quinta-feira e sábado, os portugueses Fitacola e Amor Electro, o caboverdiano Dany Silva, o DJ alemão Lopazz e os californianos Skywalker 1nine, entre outros.

Miguel Linhares frisou que o festival "tenta primar pela diversidade e ir por caminhos mais alternativos", contrariando o que se faz nas festas concelhias, que têm uma filosofia diferente.

Por outro lado, salientou que o Azure procura trazer à Terceira bandas portuguesas "com boa qualidade e pouco divulgadas", que ainda não tenham passado pela ilha, como os Amor Electro ou os Beatbombers, que são os "campeões mundiais de scratch".

A realização de workshops foi também destacada por Miguel Linhares, referindo que o objetivo é "trazer algo de novo", como o que será dedicado ao trad-folk, uma novidade nos Açores.

Para esta edição do festival estão ainda previstos workshops sobre yoga, hip-hop, didgeridoo, dança contemporânea e street art.

Os bilhetes diários custam 15 euros e o passe para os três dias ascende a 30 euros, mas estão previstos descontos de 30 por cento para portadores do cartão Interjovem e de 50 por cento para moradores da freguesia de S. Brás. 

 

Noticia do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:56 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Não Tenho Mais Razões

 Deolinda

 

As minhas muletas deitei-as fora
A minha marreca já não me dobra

Ó senhor doutor
esta doença só me dá para dançar

A dor já não maça e eu não me canso
É cada guinada que eu até canto

Ó senhor doutor
esta doença só me dá para dançar

Faça qualquer coisa,
que eu não tenho mais razões p'ra me queixar

Já não emagreço nem fico gorda
E qualquer excesso deixa-me em forma

Ó senhor doutor
esta doença só me dá para dançar

O meu triste pranto ri-se com gosto
E o bem-estar é tanto que eu já nem posso

Ó senhor doutor
esta doença só me dá para dançar

Faça qualquer coisa,
que eu não tenho mais razões p'ra me queixar

A todo o mal do mundo dou bailarico
e até no futuro já acredito

Ó senhor doutor
esta doença só me dá para dançar

Gabo a má sorte do meu destino
E se vier a morte faz par comigo

Ó senhor doutor
esta doença só me dá para dançar

Faça qualquer coisa,
que eu não tenho mais razões p'ra me queixar

Faça qualquer coisa,
que eu não tenho mais razões p'ra me queixar



publicado por olhar para o mundo às 08:58 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

Festival gótico no castelo em Leiria

Vista do Castelo de LeiriaFotografia © Nuno Brites - Global Imagens

O Festival Entremuralhas, agendado para sábado e domingo no castelo de Leiria, tem a lotação praticamente esgotada, disse hoje à agência Lusa o presidente da associação Fade In, que organiza a terceira edição deste evento gótico.

 

"A lotação está quase esgotada, mas há ainda um lote de 100 bilhetes que só serão colocados à venda nos dias dos espetáculos", sublinhou Carlos Matos, revelando que este ano há mais razões para sustentar o novo lema do festival: "Único no Mundo e aqui tão perto".

 

Das dez bandas que vão subir ao palco, sete vão fazer a sua estreia em Portugal, salientou, revelando que ao contrário do que sucedeu em edições anteriores "vêm menos visitantes estrangeiros: são mais portugueses e mais leirienses".

 

Para Carlos Matos esta "é uma conquista da Fade In, que trabalha em prol da cultura há 12 anos, projetando a nível nacional e internacional o nome de Leiria".

 

Afinal, "constatamos que os leirienses estão connosco", explicou, indicando que a organização espera 737 pessoas em cada um dos dias do Festival Entremuralhas.

 

"O número tem a ver com a capacidade que consideramos ideal para as pessoas usufruírem do espaço com qualidade, sem que se coloque em causa o património histórico e a envolvência do castelo de Leiria", frisou.

 

A programação do Festival Entremuralhas 2012 é composta pelas atuações de Suicide Commando (Bélgica), Clan of Xymox (Holanda), Rome (Luxemburgo), Stellamara (Estados Unidos da América) e Jo Quail (Inglaterra), no próximo sábado.

 

No domingo, tocam no castelo de Leiria VNV Nation (Inglaterra), The Beauty of Gemina (Suíça), Of The Wand and The Moon (Dinamarca), Daemonia Nymphe (Grécia) e Dernière Volonté (França).

 

Para além do cartaz musical, o festival organiza ainda durante o fim-de-semana a exposição de pintura "Húmos", de Varatojo, o desfile de moda "Once Upon a Time", de Kristine, a instalação vídeo "A Collection of Minimal Short Movies", de Pedro Alves, a exposição de escultura "Obapio", de Patrícia Almeida, a conferência "Obscura Luz", com António Cova e Pedro Morcego, e os filmes mudos "The Unknown" e "Drácula".

 

O Festival Entremuralhas, organizado pela Fade In - Associação de Ação Cultural, em colaboração com a Câmara de Leiria, volta a apostar na distribuição de três palcos no interior do castelo.

 

As ruínas da Igreja de Santa Maria da Pena acolhem o Palco Igreja da Pena, o Palco Alma fica situado a sul da Torre de Menagem, enquanto o Palco Corpo, mais a norte, ocupa a zona dos Celeiros Medievais.

 

O castelo medieval de Leiria, que começou a ser construído no século XII, recebeu várias influências, como o gótico dionisino e o gótico joanino.

 

Retirado Do DN



publicado por olhar para o mundo às 20:51 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Movimento Perpétuo Associativo
Deolinda

Composição: Pedro da Silva Martins

Agora sim, damos a volta a isto!
Agora sim, há pernas para andar!
Agora sim, eu sinto o optimismo!
Vamos em frente, ninguém nos vai parar!

-Agora não, que é hora do almoço...
-Agora não, que é hora do jantar...
-Agora não, que eu acho que não posso...
-Amanhã vou trabalhar...

Agora sim, temos a força toda!
Agora sim, há fé neste querer!
Agora sim, só vejo gente boa!
Vamos em frente e havemos de vencer!

-Agora não, que me dói a barriga...
-Agora não, dizem que vai chover...
-Agora não, que joga o Benfica...
e eu tenho mais que fazer...

Agora sim, cantamos com vontade!
Agora sim, eu sinto a união!
Agora sim, já ouço a liberdade!
Vamos em frente, e é esta a direcção!

-Agora não, que falta um impresso...
-Agora não, que o meu pai não quer...
-Agora não, que há engarrafamentos...
-Vão sem mim, que eu vou lá ter...



publicado por olhar para o mundo às 17:54 | link do post | comentar

Festa das vindimas 2012, palmela

Entre 30 de agosto e 4 de setembro, a Festa das Vindimas de Almada 2012 presta homenagem à vinha, ao vinho e a todos os que se dedicam ao trabalho da terra. No ano em que foi eleita Cidade Europeia do Vinho, Palmela celebra, também, a 50ª edição do maior certame do concelho – a Festa das Vindimas.

Momentos de grande tradição, como a Eleição da Rainha das Vindimas (a 29 de agosto), o Cortejo de Camponeses, a Pisa da Uva e a Bênção do 1º Mosto ou os Cortejos Alegóricos, são alguns dos pontos altos do cartaz, da responsabilidade da Associação de Festas de Palmela, com o patrocínio da Câmara Municipal.
Os vinhos da Península de Setúbal têm lugar de destaque, como habitualmente, a par da gastronomia, da doçaria e da riqueza hortofrutícola da região, onde pontuam as uvas, os pêssegos, as ameixas e a incontornável Maçã Riscadinha de Palmela. Música, desporto e muita animação completam o leque de propostas.
Festa das Vindimas 2012 (50ª Edição)
Programação
Dia 29/08/12 (Quarta-feira)
21:30 - Eleição da Rainha das Vindimas 2012
Actuação da Orquestra das Vindimas
Direcção Musical do Maestro Armindo Neves
Cine Teatro S. João
Dia 30/08/12 (Quinta-feira)
20:00 – Recepção às Entidades Oficiais e Convidados
Participação Musical do Coral e Cavalinho Musical da Sociedade Filarmónica Humanitária
Paços do Concelho
20:30 – Inauguração Oficial da Festa das Vindimas 2012
Paços do Concelho
21:00 – “50 Edições a Marchar”
Coreto da Sociedade Filarmónica Humanitária
21:00 – Animação com “Joaquim Gouveia”
“Cantigas do Vinho e Cantigas do Pão”
Palco da Praça dos Sabores
22:15 – Espectáculo “Tributo a Ivete Sangalo”
Palco do Fontanário
23:45 – Animação com a Banda “A Preto e Branco”
Palco da Biblioteca
00:00 – Largada de Toiros
Lado nascente à Avenida dos Bombeiros Voluntários
01:30 – Animação com a Banda “Quem é o Bob?”
Palco da Praça da Música
Dia 31/08/12 (Sexta-feira)
09:00 – Arruada com os “Gaiteiros do Círio da Carregueira”
20:45 – Animação com a Banda “4 Sixties”
Palco da Praça dos Sabores
20:45 – “50 Edições a Marchar”
Coreto da Sociedade Filarmónica Humanitária
21:00 – Concerto pela Banda e Coral da Sociedade Filarmónica Palmelense “Os Loureiros”
Regência do Maestro Pedro Ferreira e Maestrina Filipa Palhares
Cine Teatro S. João
22:15 – Espectáculo. com a “Orquestra de Jazz da Humanitária”
Direcção Musical de Claus Nymark
Músicos convidados:
Rita Maria (Voz)
Luis Cunha (Trombone)
João Mortágua (Saxofone)
Palco do Fontanário
00:00 – Animação com a Banda “On Dixie”
Palco da Biblioteca
00:00 – Largada de Toiros
Lado nascente à Avenida dos Bombeiros Voluntários
01:30 - Animação com a Banda “One Vision” (Tributo a Queen)
Palco da Praça da Música
Dia 01/09/12 (Sábado)
09:00 – Arruada com os “Gaiteiros do Círio da Carregueira”
09:00 / 20:00 – Colheita de Sangue
Av. Liberdade (junto à Farmácia)
Organização: Núcleo Dadores de Sangue dos Bombeiros de Palmela
(No decorrer das Festas realizam-se diversos rastreios à população)
10:00 – Grande Prémio de Atletismo Festa das Vindimas 2012
Partida e Chegada junto ao Cine Teatro São João
15:00 – 15º. Prémio de Ciclismo Volkswagen Autoeuropa/Festa das Vindimas
Apoio técnico: Associação de Ciclismo do Distrito de Setúbal
Partida: Autoeuropa
16.00 – Lançamento do “Moscatel de Setúbal Sivipa Superior 10 Anos”
Casa Mãe Rota dos Vinhos
17:00 – Jogo de Futebol Veterano
Palmelense – Terra Chã (Açores)
Complexo Desportivo Municipal
17:00 - Largada de Toiros
Lado nascente à Avenida dos Bombeiros Voluntários
17:15 – 15º. Prémio de Ciclismo Volkswagen Autoeuropa/Festa das Vindimas
Chegada: Largo do Município
17:45 – Entrega de Prémios do 15º. Prémio de Ciclismo
Volkswagen Autoeuropa/Festa das Vindimas
Palco da Praça da Música
18.00 – Adega Cooperativa de Palmela lança Livro de receitas “Adega sem fronteiras”
Casa Mãe Rota dos Vinhos
19.45 – Actuação do Grupo Coral “Ausentes do Alentejo”
Palco da Praça dos Sabores
20:30 – Animação musical com o grupo “O Controle”
Palco da Praça dos Sabores
20:30 – “50 Edições a Marchar”
Coreto da Sociedade Filarmónica Humanitária
21:15 – Concerto pela “Orq. de Sopros e de Jazz do Conservatório Regional de Palmela”
Cine Teatro S. João
22:15 – Espectáculo com a “Orquestra das Vindimas”
Direcção Musical de Armindo Neves
Palco do Fontanário
00:00 – Animação com “Manifestum Brass Band”
Palco da Biblioteca
00:00 – Largada de Toiros
Lado nascente à Avenida dos Bombeiros Voluntários
01:30 – Animação com a Banda “Barabar”
Palco da Praça da Música
Dia 02/09/12 (Domingo)
09:00 – Arruada com os “Gaiteiros do Círio da Carregueira”
10:00 – VIII Prova de Orientação
Local de Concentração – Polidesportivo da Terra do Pão
Informações: Contactar jpaulove@gmail.com / Tm: 963905593
10:00 – Passeio Motard Vindimas 2012
10:00 – Cortejo dos Camponeses
11:00 – Pisa da Uva e Bênção do Mosto
12:00 – Missa de acção de Graças
Igreja Matriz de S. Pedro
17:00 – Cortejo Vindimas 2012
18:30 – Festival de Ranchos Folclóricos
Cine Teatro S. João
20:45 – Animação com o Grupo “Quarteto Standard”
Palco da Praça dos Sabores
21:15 – “50 Edições a Marchar”
Coreto da Soc. Fil. Humanitária
22:15 – Espectáculo com “TOY”
Palco do Fontanário
23:45 – Animação com “Quarteto dos 3 Irmãos Pedro e Paulo”
Palco da Biblioteca
00:00 – Largada de Toiros
Lado nascente à Avenida dos Bombeiros Voluntários
01:15 – Animação com “Tributo a Stevie Wonder”
Palco da Praça da Música
Dia 03/09/12 (Segunda-feira)
09:00 – Arruada com os “Gaiteiros do Cirio da Carregueira”
20:00 – Animação com o Grupo de “Sevilhanas da Humanitária”
Palco da Praça dos Sabores
20:45 - Noite de Fados com as “3 Marias”
Palco da Praça dos Sabores
21:00 – “50 Edições a Marchar”
Coreto da Soc. Fil. Humanitária
22:00 – Esp. com o grupo “CORVOS” e a “Banda da Sociedade. Filarmónica Humanitária”
Regência de Banda pelo Maestro João Paulo Quitalo
Palco do Fontanário
23:30 – Animação com a Orquestra Cubana “Havana Way”
Palco da Biblioteca
00:00 – Largada de Toiros
Lado nascente à Avenida dos Bombeiros Voluntários
01:30 – Animação com “Berg & Amigos ”
Palco da Praça da Música
Dia 04/09/12 (Terça-feira)
09:00 – Arruada com os “Gaiteiros do Cirio da Carregueira”
20:00 – Animação com o Grupo “Quarteto de Jazz de João Vitor”
Palco da Praça dos Sabores
20:45 – “50 Edições a Marchar”
Coreto da Soc. Fil. Humanitária
21:30 – Espectáculo. com a “Big Band Loureiros”
Direcção Musical de Lino Guerreiro
Palco do Fontanário
23:00 – Cortejo Nocturno das Vindimas 2012
00:00 – Animação com “Tributo a Benny Goodman”
Palco da Biblioteca
01:00 – Espectáculo de Pirotecnia
01:15 – Animação com “Diana Cravo”
Palco da Biblioteca
01:30 - Animação com “Nuno Junqueira Quartet”
Palco da Praça da Música
Fonte Destinos Lusos


publicado por olhar para o mundo às 12:43 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:28 | link do post | comentar

Terça-feira, 28 de Agosto de 2012

Casa da Música regressa à atividade em setembro com ópera e grandes sinfonias

A Casa da Música regressa em setembro à atividade depois do encerramento, em agosto, com apostas de relevo na ópera, como os “Monólogos no feminino”, e grandes sinfonias interpretadas pela Orquestra Sinfónica residente.

O regresso do canto lírico ao palco da Suggia está marcado para 8 de setembro, com “A voz humana” de Francis Poulenc, tendo por base o texto de Jean Cocteau, e “Erwartung”, de Arnold Schönberg, considerada uma peça-chave do modernismo.


A interpretação, nestes dois monólogos no feminino, está a cargo das sopranos Rachel Harnisch e Rayanne Dupuis, acompanhadas pela Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, com direção de Cristoph Köning.

Ao longo do mês, ainda vai ser possível escutar a Orquestra Barroca da Casa Música interpretar “lÍppolito, serenata a seis vozes” de Francisco António de Almeida, o compositor português mais famoso da primeira metade do século XVIII. Uma peça composta em 1752 para um aniversário de D. Maria Bárbara, que no dia 23 vai conhecer a sua estreia moderna em Portugal.

A presença dos compositores portugueses poderá ainda ser escutada nas “Matinas e vésperas” que o Coro da Casa da Música irá apresentar a 30 de setembro. Entre os nomes a interpretar estão Pedo do Porto, Duarte Lobo e Pedro de Cristo.

Mas são as grandes sinfonias, interpretadas pela orquestra sinfónica residente, o prato forte da programação de setembro, com arranque no dia 14, para a interpretação de obras de três compositores populares – Beethoven (Sinfonia nº 8), Berlioz (O Rei Lear) e Dvorák (Sinfonia nº 7) – num programa com o título “Os reis da Sinfonia”, dirigida pelo maestro Takuo Yuasa.

A 16 de setembro, vai ser possível voltar a ouvir a Sinfonia nº 7 de Antonin Dvoräk, mas desta vez num concerto comentado por Helena Marinho, e a 22 o programa é dedicado às sinfonias incompletas, com a interpretação de obras de Schubert, Busoni, Ligeti e Mahler, com a direção musical de Emilio Pomàrico.

De notar que o Festival Internacional de Marionetas do Porto terá também programação na Casa da Música, a 14 e 15, com a apresentação de “O acidente”, com dramaturgia, texto e canções de Regina Guimarães, numa “visita guiada ao local de um enigmático sinistro”, segundo o programa.

Integrado na programação que este ano a Casa da Música dedica a França arrancaram já no passado domingo um ciclo de conferências intitulado “Encontros (Des) encontros”, que prossegue a 9 de outubro com a conferência “A França e Portugal na nova Europa: que Europa’” pelo embaixador francês em França Pascal Teixeira da Silva e pelo ex-comissário europeu António Vitorino.

O ciclo, que se prolonga até dezembro, ainda contará com a presença de nomes como o dos sociólogos Pierre Bréchon e António Barreto, o estilista Luis Buchinho, a escritora Maria Isabel Barreno e o encenador Emmanuel Demarcy-Morta, entre outros.

 

Noticia de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:40 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:26 | link do post | comentar

Dead Combo e Royal Orquestra das Caveiras nas Noites Ritual

O duo Dead Combo, responsável pela banda sonora de um episódio da série ‘No Reservations’ sobre Lisboa, regressa este ano ao festival Noites Ritual, do Porto, onde esteve em 2009, desta feita acompanhado pela Royal Orquestra das Caveiras.

Os dois músicos lisboetas, que representam no palco um cangalheiro e um gangster e que chegaram ao ‘top ten do iTunes (secção ‘World Music’), marcam o primeiro dia do Noites Ritual 2012, em 31 de agosto.

"Vão fazer um espetáculo como as pessoas nunca viram no Porto", prometeu o produtor Carlos Vieira.

O festival, que se conclui em 1 de setembro, decorre nos jardins do Palácio de Cristal e vai já na sua 20.ª edição.

Outro atrativo para as Noites Ritual será o Cabaret Ritual do Meio Morto, uma performance com números musicais e circenses coproduzida pela Companhia Marionetas da Feira e pela Companhia Marimbondo e a realizar nos dois dias do certame.

Também nos dois dias do festival funcionará um mercado ritual.

Antes e depois das Noites Ritual, entre 27 de agosto e 2 de setembro, decorre um programa paralelo específico do Hard Club, incluindo uma conferência com Adolfo Luxúria Canibal (Mão Morta), Ace (Mind da Gap), André Tentúgal (WeTrust) e Paulo Furtado (Wraygunn e Legendary Tigerman).

O festival, que começou em 1992, numa altura em que o panorama musical do Porto se confinava a raras iniciativas pontuais, apostou sempre na música portuguesa. 

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:33 | link do post | comentar

No Porto Festejam-se duas décadas de “Noites Ritual”

 

As Noites Ritual no Porto voltam para a sua vigésima concretização nos Jardins do Palácio de Cristal, de 31 de Agosto a 01 de Setembro. 


Este ano, o HardClub associa-se ao evento e prolonga o Ritual, que se iniciou já nesta segunda-feira, 27 de Agosto.

 

Tendo a Vodafone como principal patrocinador, as Noites Ritual irão proporcionar uma série de actividades e eventos de entrada livre.

 

Assim, o HardClub acolhe, a partir de dia 27, a exposição “Espelho Meu-história do rock português em 35 pinturas” (até dia 02 de Setembro), execuções de graffiti, workshops e rituais musicais todas as noites a partir das 22:00, sendo o Grito Cru, Drop Etnica, Soul Richard, Dj RSound, Dj Saraiva, Manu alguns dos nomes que irão actuar.

 

Para a festa de encerramento, dia 01 de Setembro, o HardClub abre portas a partir das 00:00, para um ritual de late night DJ’s, onde estará presente o vocalista ACE dos MInd da Gap. Para o acesso à festa é necessário o pagamento de três euros e cinquenta cêntimos. Todos os outros eventos são de entrada livre.

 

Os Jardins do Palácio de Cristal iniciam o evento sexta-feira dia 31de Agosto, a partir das 20:00, com actuações a iniciar às 21:30 entre concertos, performances e animações de rua e a presença de um Mercado Ritual. 


No primeiro dia irão subir ao palco os Dead Combo e a Royal Orquestra das Caveiras e será WrayGunn a encerrar o evento.

 

No dia a seguir, quem quiser poderá visitar o Mercado ritual das 10:00 às 19:00 na Avenida das Tílias de entrada livre. 


A partir das 20:00 voltam novamente a abrir-se as portas para receber a banda PAUS, e ainda A NAIFA.

 

Os bilhetes custam cinco euros, dando acesso aos dois dias do festival, sendo a entrada gratuita para crianças menores de 10 anos. Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais.

 

 

Mafalda Jacinto

 

Noticia de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 10:34 | link do post | comentar

 


Letra


Não encontrei a letra desta música


publicado por olhar para o mundo às 08:42 | link do post | comentar

 

 

letra

 

I'm here now with all these sounds
And somehow I want to go down

There is no way you can beat me
I'm seeing the end
There is no way you can see me
I'm feeling the end
There is no way you can feel me
I'm crossing the end

As the world goes to sleep
And my mind goes more deep



publicado por olhar para o mundo às 08:23 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27 de Agosto de 2012

Os Pontos Negros dão concerto gratuito na Baixa-Chiado PT Bluestation

A banda de Queluz atua esta quinta-feira, 30 de agosto, na estação de metro lisboeta a partir das 21 horas, num concerto de entrada livre.

Nas palavras de Zé Pedro (Xutos & Pontapés), programador da agenda cultural de agosto na Baixa-Chiado PT Bluestation, Os Pontos Negros provocaram “uma agitação e uma mudança na música nova em Portugal”. 

Depois da gravação do seu quarto álbum, "Soba Lobi", em Londres (nos míticos estúdios Abbey Road), a banda da linha de Sintra desce à estação de metro da Baixa-Chiado PT Bluestation para uma conversa com o público, uma sessão de autógrafos e um concerto. 

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:36 | link do post | comentar

Os Pontos Negros Ao Vivo: No Ritz Club

A Antena 3 anuncia em primeira mão a passagem da banda pela sala Lisboeta.

 

Depois da edição de "Soba Lobi" em Abril pela Optimus Discos e de uma série de concertos apresentados por todo o país, o grupo prepara-se para fazer a grande festa de apresentação do seu quarto


álbum de originais, gravado nos estúdios Abbey Road em Londresa 13 de Outubro no Rits Club com o apoio da 3.

"No dia 13 de Outubro, Os Pontos Negros sobem ao palco do Ritz Clube para também deixar a sua pegada no número 57 da Rua da Glória. Porquê? Porque a melancolia do Outono tem de ser combatida com todo o vigor, vigor esse que é destilado em canções como"Tudo Floresce""Eu + Eu = Ninguém""Conto de Fadas de Sintra a Lisboa""Magnífico Material Inútil" e "Rei Bã", entre outras. 

O dia 13 de Outubro no 57 da Rua da Glória será um dia onde as canções d'Os Pontos Negros se querem encontrar com o público, suar o roque enrole que lhes entope as veias e rasgar as artérias a cantar. Porque se navegar é preciso, então que seja a cantar no navio 57, ancorado na Rua da Glória." 

Os Pontos Negros

"Soba Lobi" está disponível para download gratuito em www.optimusdiscos.pt 

 

Retirado de Antena 3



publicado por olhar para o mundo às 21:25 | link do post | comentar

Festival do Crato: conheça a programação e horários

A edição de 2012 do Festival do Crato anima a vila alentejana de 29 de agosto a 1 de setembro. Fique a par de toda a programação do evento.

O CARTAZ:


A edição de 2012 do Festival do Crato destaca-se por uma aposta forte na música portuguesa, em vários géneros, juntando nomes como Buraka Som Sistema, Pedro Abrunhosa, Dead Combo & Royal Orquestra das Caveiras, Sétima Legião, A Naifa, Boss AC, Cais Sodré Funk Connection, Amor Electro ou Mafalda Arnauth. A edição  deste ano promove também, como já é tradição, diversos projetos musicais da região, quer nos espetáculos de palco, com a presença dos projetos PeSSoaS e Grupetto, quer na animação de rua, com os Bombos de Nisa, que se juntam à alegria do Grupo Popular Pilha Galinhas e do Grupo Popular Ribatejano.

As madrugadas no Crato serão animadas por nomes do deejaying nacional no Palco After-Hours como Tiago Santos (Rádio Oxigénio),  Zé Pedro (Xutos & Pontapés) e o coletivo NO DJs da Antena 3. 

ARTESANATO E GASTRONOMIA:

Nem só de música vive o Festival do Crato. A 28ª Feira de Artesanato e Gastronomia, que volta a animar o Festival, traz ao Crato, na área do Artesanato e das Artes Tradicionais, mais de 80 artesãos, que para além dos barros de Flôr da Rosa e da cantaria de Gáfete e arte em granito, apresentarão artigos em cortiça, trabalhos em madeiras, ferro, latoaria, cerâmica, têxtil e tecelagem, joalharia, entre outros. Muitos dos artesãos presentes vão trabalhar ao vivo desvendando os segredos das suas artes.

Na Gastronomia, podem encontrar-se dois restaurantes com ementas regionais, 12 tasquinhas onde podem ser saboreados os mais diversos petiscos e 22 stands de produtos regionais com doces, licores, queijos, enchidos ou vinhos, além de outras iguarias. 

Também a rede de parcerias que se estabelece para a organização do Festival é um exemplo da singularidade do Festival do Crato, envolvendo 18 Associações e Instituições e mobilizando apoios como a Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, o Turismo do Alentejo ou os Jogos Santa Casa, que associadas a diversas marcas patrocinadoras do evento ajudam a viabilizar mais uma edição do Festival do Crato.    

ATIVIDADES PARALELAS:

Entre as novidades do Festival do Crato 2012 contam-se a participação da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre; a ampliação do espaço infantil, com diversos divertimentos para os mais pequenos, confirmando o caráter multigeracional do Festival; a melhoria das condições da zona de campismo, com a criação de zonas de sombra e a melhoria das condições sanitárias; a melhoria do acolhimento aos Festivaleiros, com a criação de nova oferta ao nível da alimentação (no Mercado Municipal funcionará de quarta-feira a domingo uma zona de padaria e pastelaria para apoio a todos os que visitam o Crato nestes dias); ou a presença de escritores no recinto do Festival com apresentação de livros e realização de sessões de autógrafos.

Para além do Programa do Festival do Crato, são organizadas atividades paralelas em todo o concelho, como é o caso das exposições de artes plásticas no Mosteiro de Flor da Rosa, do Concurso do Rafeiro do Alentejo e até de um Torneio de Futebol Feminino entre a Seleção do Norte Alentejano e da Extremadura Espanhola. 

HORÁRIOS DOS ESPETÁCULOS:

4ªf, 29 de agosto:

22h00 - FILÁRMONICA DO CRATO (banda local)
23h00 - MAFALDA ARNAUTH
00h30 - AMOR ELECTRO
After Hours - DJ RICARDO LINO

5ªf, 30 de agosto:

20h00 - Animação - Grupo Popular “Pilha Galinhas”
22h00 - PESSOAS
23h00 - CAIS SODRÉ FUNK CONNECTION
00h30 - BOSS AC
After Hours - TIAGO SANTOS (Rádio Oxigénio)

6ªf, 31 de agosto:

20h00 - Animação - Grupo Popular “Ribatejano”
22h00 - GRUPETTO
23h00 - A NAIFA
00h30 - SÉTIMA LEGIÃO
After Hours - DJ ZÉ PEDRO (XUTOS & PONTAPÉS)

Sáb, 1 de setembro:

18h00 - Animação - Bombos de Nisa
22h00 - DEAD COMBO & ROYAL ORQUESTRA DAS CAVEIRAS
23h30 - PEDRO ABRUNHOSA
01h30 - BURAKA SOM SISTEMA
After Hours - NO DJs ANTENA 3

Preços: Passe 4 dias - € 20,00 /  29 de Agosto (4ªf) - € 6,00 / 30 de Agosto (5ªf) - € 8,00 :: 31 de Agosto (6ªf) - € 10,00 :: 1 de Setembro (sáb) - € 10,00

Abertura do recinto:  29 de Agosto - 19h00/ 30, 31 de Agosto e 1 de Setembro - 18h00
Encerramento (todos os dias): às 05h00 no palco After Hours 

 

retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 17:37 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Who am I to teach you
If you keep me warm
And who am I to tell you
We are loosing time
But who am I to arrest you
We will be just fine
Aint no one to save you
We must go

Who are them to change you
We can always run away
You just have to trust me
Won't be better if you stay
But who am I to arrest you
We will be just fine

Would you trust me back
It's my time to go
Would you trust me back
It's your time to go

If you leave me out here I'll be cold

You took, took all the way
We are the same thing
Do you see if you open your eyes I'll be there



publicado por olhar para o mundo às 17:20 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Da próxima vez
Que eu voltar a cair
Se me vires a insistir
Não olhes para trás

Não vou estar em mim
Se te quiser mais uma vez
Mesmo que diga que é de vez
Vou estar a mentir

E se eu disser que foi tudo confusão
Não falo com o coração (2x)

E se eu disser que ainda não é tarde
não é, amor
não é, verdade

E se eu tiver 
Ainda saudades
Deixa-me curar
A ferida que arde

Deixa-me ficar
Com as melhores memórias
Acabou-se a história
Não olhes para trás

E se eu disser que foi tudo confusão
Não falo com o coração (2x)

E se eu disser que ainda não é tarde
Não é, amor
Não é, verdade

E se eu tentar falar contigo pra voltar
Não há volta a dar
Se eu me iludir que te vou perdoar
Não vale a pena acreditar

E se eu disser que foi tudo confusão
Não falo com o coração (2x)

E se eu disser que ainda não é tarde
Não é, amor
Não é, verdade



publicado por olhar para o mundo às 13:04 | link do post | comentar | ver comentários (6)

O festival internacional de folk MUN'Danças vai realizar-se em segunda edição em 2013, e a organização quer reunir um conjunto de apoios que assegurem a sua sustentabilidade.

 

«Em finais de Setembro será apresentado o conceito do MUN'Danças 2013 em toda a sua extensão, o qual servirá de base a uma candidatura a fundos comunitários a ser articulada com a Câmara Municipal de Coimbra», revelou à agência Lusa o seu coordenador geral, Nuno Martins.

 

O palco para as actividades de dança e música folk voltará a ser a Praia Fluvial de Torres do Mondego, onde este ano já foram investidos cerca de 70 mil euros em infra-estruturas fixas, numa ponte sobre o rio, no sistema eléctrico, instalações sanitários e soluções para evitar barreiras arquitectónicas.

 

No entanto, Nuno Martins, não afasta a possibilidade de o MUN'Danças ter mais do que um pólo junto ao Mondego, como esteve previsto para a edição deste ano, em Aldeia Viçosa, Guarda, que acabou por não se concretizar.

 

«A presença reforçada do rio nas actividades e nos espaços afectos ao festival será um convite dirigido aos participantes provenientes de todo o país e da Europa a umas mini-férias balneares em contacto com a Natureza», observou, recordando que nesta primeira edição estiveram já envolvidos artistas de oito países do Sul e Leste europeus.

 

No entendimento de Nuno Martins, «o foco no tema da água permitirá seguir e reforçar a linha de sustentabilidade e de festival ecológico - saudável sem plásticos e sem poluentes e sem ‘fast food' - seguida na primeira edição e que foi dos aspectos mais sublinhados pelos participantes».

 

O festival internacional de folk MUN'Danças, que decorreu entre 26 e 29 de Julho últimos, em Coimbra, na Praia Fluvial de Torres do Mondego, contou com treze bailes e concertos, envolvendo artistas portugueses e estrangeiros, dez oficinas de danças do mundo, com mercados solidários, de artesanato e produtos biológicos, e com espaços de meditação, yoga e para crianças.

 

A vertente ecológica foi uma forte aposta, que se manterá para as próximas edições. No recinto da festa foi interdito o uso de utensílios em plástico, e as refeições foram tomadas em biodegradáveis ou em louças. As bebidas foram servidas em púcaro metálico que cada um transportava à cintura. Para a higiene pessoal foi criado um kit de «fabrico caseiro». Quem viajou de bicicleta, utilizou transportes colectivos ou aderiu ao sistema de transporte partilhado teve um desconto no bilhete de ingresso.

 

O MUN'Danças foi também o primeiro festival a utilizar um invento patenteado pelo designer Miguel Neiva, um sistema de identificação de cores para daltónicos nas pulseiras coloridas, que funcionaram como 'bilhete' de acesso ao festival.

 

Seis dezenas de voluntários de vários países ajudaram à organização, e o areal da praia fluvial serviu ainda para montar um acampamento para artistas e participantes.

 

A sua organização coube à Associação de Projecto e Desenvolvimento do Parque Patrimonial do Mondego, instituição que pretende valorizar o património material e imaterial ligado ao rio e às populações ribeirinhas.

 

Retirado do Sol



publicado por olhar para o mundo às 12:11 | link do post | comentar

Festa do Avante com mais de 150 espectáculosFesta do Avante com mais de 150 espectáculos

A 36ª edição da Festa do Avante, que acontecerá de 07 a 09 de Setembro, contará com mais de 150 espectáculos.

 

"São mais de 150 espetáculos em três dias de festa, nos vários recintos, com características de enorme diversidade pois vão desde o folclore, ao teatro, à poesia, ao cinema, ao jazz e à ópera. Praticamente não há nenhuma expressão artística que não esteja na Festa", disse o dirigente comunista Ruben Carvalho em conferência de imprensa.
  
O histórico organizador da Festa do Avante! destacou o concerto "promenade", que terá lugar na sexta-feira, noite em que se tornou habitual abrir com música clássica, e que terá os 80 elementos da Orquestra Sinfonietta de Lisboa a interpretar peças de 16 compositores.
 
O programa inclui três peças para solistas, um concerto para violino e orquestra, de Mendelssohn, um concerto para trompete e orquestra, de Haydn, e um concerto para piano e orquestra, de Grieg, referiu Ruben de Carvalho conforme noticia da Lusa.
 
A noite de sábado será encerrada pela fadista Ana Moura, cuja presença se justifica, segundo Rubem de Carvalho, pelo reconhecimento do fado como património da humanidade.
 
Ruben de Carvalho, membro do Comité Central do PCP e da direção da Festa, lembrou ainda outra particularidade das últimas festas do Avante!: que são os espetáculos de artistas portugueses criados especificamente para o evento, em que os grupos ou artistas convidam outros para uma atuação conjunta.
 
Neste âmbito está previsto um concerto dos Gaiteiros de Lisboa, com a presença de Ana Bacalhau (vocalista dos Deolinda), Adiafa e Zeca Medeiros, um concerto de Jorge Palma e amigos, em que participam Tim, Cristina Branco e Luís Bettencourt, e um concerto de Sara Tavares, com Nanci Vieira, Pacman e Rao Kyao.
 
"Isto revela o interesse e o carinho que os artistas têm pela Festa e o reconhecimento da sua dimensão pois sabem que encontram aqui condições técnicas e de acolhimento que não encontram noutra parte de Portugal", salientou Ruben de Carvalho, lembrando que a organização tem como ponto de honra que as mudanças de palco não ultrapassem os 15 minutos.
 
Do programa, editado numa revista de 94 páginas, constam também os Blasted Mechanism, Wraygunn, Cais do Sodré Funk Connection, Diabo na Cruz, Linda Martini, Peste & Sida, Wraygunn, entre outros.
 
Entre os artistas estrangeiros estão Dumbai Jazz, da Guiné-Bissau, Remo Cavallini Blues Band, de Itália, os escoceses Shooglenift, os espanhóis Triquel e os ingleses Whiskey Dogs.
 
O dirigente comunista lembrou que a Festa do Avante resulta essencialmente de trabalho voluntário de militantes comunistas que aproveitam os tempos livres, sobretudo os fins de semana, para construir os vários espaços necessários para a concretização da Festa.
 
"Já estão aqui cerca de 5.000 dias de trabalho realizado e até à abertura da Festa deverão ser ainda despendidos outros 2.000 ou 3.000 jornadas de trabalho", disse aos jornalistas.

 

Noticia do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 10:56 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:40 | link do post | comentar

Domingo, 26 de Agosto de 2012

 

 

 

 

Esta primeira edição irá passar-se em três museus de Belém: Museu Nacional de ArqueologiaMuseu Nacional dos Coches e Museu de Arte Popular, sendo cada um deles palco de um género musical distinto.

 

E é de palco em palco que os participantes poderão assistir a concertos de FADOJAZZ e ROCK envolvidos em alma e em história, pela voz de artistas portugueses.

 

No Museu Nacional dos Coches, serão apresentadas “três abordagens diferentes à canção urbana”, com Pedro MoutinhoMaria Ana Bobone e Teresa Lopes Alves.

 

Já no Museu Nacional de Arqueologia, as vozes, melodias e ritmos de Elisa Rodrigues e Júlio Resende, dos The Soaked Lamb e de Selma Uamusse levam os convidados a um território sonoro retro, entre o Jazz e o Blues.

 

No Museu de Arte Popular, a festa começa com muita energia e boa-disposição com as atuações dos grupos Nice Weather for DucksThe Doups e Youthless, terminando com DJ set às 04h00.

 

Video promocionalhttp://www.youtube.com/watch?v=0r8u5dFtktY&feature=plcp

Websitewww.belem-art-fest.pt | Facebook: www.facebook.com/belemartfest

 



publicado por olhar para o mundo às 21:05 | link do post | comentar



Letra


Não encontrei a letra desta música


publicado por olhar para o mundo às 17:27 | link do post | comentar

 

Letra

A verdade é uma coisa qualquer
faça aquilo que fizer

 

o rio que separa do frio
tarda nada vai secar

 

os sapatos que hoje pôs para correr
não ajudam o andar

 

mais valia que a verdade fosse a verdade
e que se ouvisse quem quiser falar

que se ouvisse quem quiser falar


que se ouvisse quem quiser

Correm boatos pelo amanhecer


sobre aquilo que eu disser

é levado a peito e acabo sem ver

o que alguém quis responder

 

se a verdade é uma coisa qualquer
diga eu o que disser

 

a verdade é que a verdade nem sempre é verdade
e que o mundo ainda tem de crescer

o mundo ainda tem de crescer
o mundo ainda tem de crescer




publicado por olhar para o mundo às 15:00 | link do post | comentar

 
Letra
 
Carlos:

Não chores, se o tempo não ri...
Ficarei a teu lado, esperando por ti...
Perdidos na noite, unidos na sorte e na dor...
Guardando as palavras que temos pensadas de amor...

Refrão:
Quando as nuvens chorarem,
E as águas secarem, teus olhos sem fim
Partirei nessa hora, chovendo lá fora,
Por dentro de mim...

Dina:

Contigo, consigo chegar...
E partir na magia, de um dia voltar...
Não tenho o direito, de ter o que aceito
E não dou...
Em troca de tanto, entre nós o encanto ficou...

Refrão


publicado por olhar para o mundo às 08:55 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Adorei esta versão da original de Silvio Rodriguez...
Música sempre atual
Muito obrigado pela informação, já actualizei o po...
Os créditos da Praia dos Lilases são do próprio Si...
Fico muito contente pela Carolina, há muito que me...
Amei😍💝
Muito bonita a música 😍
Essa letra me faz viajar, sonhar me encanta e a mu...
Grandas rappers
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds