Quinta-feira, 30.07.15

 

 

Letra

 

Another day, another night
And times goes by
Another war, another fight
And I wonder why
Can’t we all just get along
Walking side by side

Do I really need to kill
To stay alive
Do I really have to steal
My brother’s pride
Just to feel like I’m a better man

Deliver me
I don’t want to live like that anymore
Please set me free, oh Lord
Let me spend my days wishing my fellow man
The best in life

We all bring the same with us
The day we born
We all leave this world behind
The day we die
Is it worth to waste our time
Fighting our own kind
Why are we so blind
We’re brothers and sisters
Under the same sky

credits

from Of All The People EP, released 21 November 2012
My sister Marta helped me out here with some background vocals and Marcos Martins shared his talent on the bass guitar.

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.07.15

 

 
FLOWER POWER FEST CELEBRA WOODSTOCK
De 13 a 16 de Agosto
 

  

Tira do fundo do baú as calças à boca-de-sino, a mini saia e tantas outras peças de vestuário que tão bem caracterizam a época e vem comemorar Woodstock e os seus 46 anos... vem reviver aqueles que foram os anos mais hilariantes de todos os tempos..


De 13 a 16 de Agosto, música, artesanato, artes plásticas e performativas, exposições , workshops, cabeleireiro grátis penteados á época , yoga, slackline, exposição de carros clássicos, jogos tradicionais, insufláveis e gastronomia, animam Santo André e a Costa Alentejana. 
O festival da e para a família regressa para a edição 2015 abrangendo três gerações (pais, filhos e netos). 
 
Este festival é o retrato de duas décadas, dois marcos mundiais na cultura (música, moda, artes), politica e religião. Durante quatro dias se fará uma viagem pelos intemporais e hilariantes anos 60/70.
 
A gastronomia, a moda, as artes plásticas e performativas, a música e as viaturas automóveis da época, são alguns dos exemplos da oferta que os festivaleiros poderão usufruir no Flower Power Fest. A organização não esqueceu as crianças e os adultos, instalando no recinto, um parque de insufláveis-gigante para todas as idades.
 
A localidade eleita para a realização do FPW, é a Cidade de Vila Nova de Santo André.
Pelas suas características e localização geográfica, esta Cidade reúne as condições ideias para a realização de um Festival com as particularidades do FPW.
 
O Parque Central localizado no coração da Cidade é o grande ex-libris de Vila Nova de Santo André, destacando-se pelo seu lago e extenso relvado, revelando-se o local ideal para um evento desta natureza. Artesãos e expositores poderão com pouca logística montar o seu ponto de venda/exposição, usufruindo do conforto que um relvado oferece.
 
  

CARTAZ

 
 O Cartaz não podia ser melhor, são vários os Tributos, desde o Rock dos Anos 70, passando pelo Reggae de Bob Marley, Bob Dylan, Queen dos anos 60/70 e não podia faltar o Rei do Rock Elvis Presley... e Dj's com muito Disco Sound.
Os cabeças de cartaz são os FISCHER Z, os quais foram a primeira banda a esgotar um estádio de futebol em Portugal. Decorria o mês de Maio de 1981 e 50.000 encheram o Estádio José Alvalade…. e os ABBA MANIA considerados como a melhor banda de tributo aos Abba do mundo.

HORÁRIOS

 
13 de Agosto , quinta feira
 
19:30| Sunset DJ | Rui Cabanelas
20:45 | Chaka
21:30 | 70 Volts ( tributo ao rock dos anos 70)
23:30 | Kind of Magic & The Flashing Voices ( tributo Queen)
01:30 | Djs Rui Cabanelas | Rui Miguel
 
14 de Agosto, sexta-feira
 
19:30| Sunset DJ | Rui Cabanelas
20:45 | Chaka
21:30 | Elvis & The Memphis Flash ( tributo Elvis Presley)
23:30 | Abba Mania ( tributo ABBA)
01:30 | Djs Rui Cabanelas | Rui Miguel
 
15 de Agosto, sábado
 
19:30 | Sunset DJ | Ligths
20:45 | Chaka
21:00 | Isabella Bretz (tributo Bob Dylan)
22:00 | Uprising (tributo Bob Marley)
23:30 | Fischer Z ( banda original)
01:30 | Djs Rui Cabanelas | Rui Miguel | Ligths
 
16 de Agosto, domingo
 
19:30 | Sunset DJ | Rui Miguel
20:45 | Chaka
22:00 | The Peakles ( tributo Beatles)
00:30 | Djs Rui Cabanelas | Rui Miguel


Bilhetes já à venda nos locais habituais

Facebook oficial 


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

 

É com alguma tristeza que vos comunico que os MAU vão parar por tempo indeterminado.

Nunca é fácil tomar uma decisão destas, afinal são 11 anos das nossas vidas. 11 anos de partilha, de gente que temos como família, de criação, de estrada, de muito sacrifício e de muitas alegrias, quase nenhuma delas relacionada com dinheiro. :)


A culpa não é da industria, não é de quem nos ouve, não é de quem nos promove ou partilha…É nossa. É culpa das nossas frustrações, da nossa impaciência, do nosso desconforto, da nossa saturação com um prazer incontrolável de viver a música, mas que tantas vezes se torna amargo.

Se és verdadeiro no que fazes, o momento de criação tende a ser doloroso. Quando começas a não encontrar estimulo para passar por esse processo psicologicamente penoso, deixas de ter vontade de o fazer. Foi o que aconteceu. Não existe outra justificação.


Obrigado a todos pelo apoio que demonstraram ao longo dos anos. 
Não teríamos insistido nisto durante tanto tempo sem vocês. 
Seria complicado agradecer individualmente a toda a gente que de uma forma ou de outra nos ajudaram neste caminho que se refletiu em 4 discos dos quais nos orgulhamos (uns muito mais do que outros), contudo há algumas pessoas que não podem deixar de ser celebradas. As nossas incrivelmente pacientes famílias; os nossos eternos managers Nuno Sampaio e Luis Benard da Costa; aos amigos que se seguiram na ajuda à organização da banda, David Martins, Joana Dias, Maya Angelou e Bruno Freitas; todos os elementos que fizeram parte no passado da formação dos MAU, Pablo Camp, Shir Comay, Pia Mechler, Jonas Jessen, António Soares, César Gomes, Alex Zuk e Pedro Oliveira; e às duas rádios que teimosamente sempre acreditaram em nós e passaram as nossas músicas, mesmo quando estas fugiam à ditadura do “radio friendly”, a Antena 3 e a Vodafone FM . 
Um agradecimento especial aos meus atuais parceiros de estúdio e palco, Eliana Fernandes, Carlos Costa e Paulo Silva. Continua a ser um privilégio contar com o vosso talento, poder tocar convosco e, acima de tudo, ter-vos como amigos. 
Por último, um abraço forte de gratidão absoluta em forma de palavras ao mais perseverante, igualmente talentoso e ainda mais generoso elemento da banda, que me acompanha há 11 anos nesta casmurrice boa de fazer o que mais se gosta. Fica a saber que quando não tenho vontade de ensaiar, é lembrar-me que me vou encontrar com um dos meus melhores amigos em estúdio que me faz sair de casa. Ainda que não seja nos MAU, continuaremos a fazer musica juntos. Tem de ser, Nuno W. Lamy.


Guardamos o resto das despedidas lamechas para dia 5 de Setembro nos Olivais, data do último concerto dos MAU. Esperamos encontrar-vos por lá. ;)


Aqui vos deixamos um tema inédito nosso e que nos parece apropriado para fechar esta história. Chama-se “Warm” e está disponível para download gratuito. Aproveitem.

https://soundcloud.com/m-a-u/warm

Passou depressa. Obrigado por tudo.

Luís



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

This is a song for and about my daughter, Carolina.

lyrics

Baby girl
You make me want to dance
And make a fool of myself
Just to hear you laugh

Baby girl
You gave me a brighter day
And put a smile on my face
When I needed the most

You are the brightest star in the night
You are the sweetest thing in my life

My sweet, sweet little girl
I trade my heart for one single kiss
A kiss from you

Baby girl
I want to see you grow up
And always be there for you
No matter what

Baby girl
This ain’t no easy world
But sweetie I love you so
And that won’t change

credits

from Of All The People EP, released 21 November 2012
Had some good friends playing on this one as well:

Tiago Martins - Melodica
Miriam Macaia - Violin
Emanuel Machado - Xylophone

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Lucyfer.jpg

 

 

“Filhos de Deus” é o single de estreia de Lucyfer

 

Lucyfer é um nome a fixar. “Filhos de Deus” é o single de estreia deste rapper, divulgado no passado dia 16 de julho. O tema antecipa aquele que será o seu primeiro álbum, a editar pela Music In My Soul.

 

Carlos Valerio Kangoma (A.K.A "Lucy") é um rapper angolano residente em Portugal há 27 anos. Nascido a 29 de outubro de 1984 e oriundo do Huambo, abandonou a sua terra natal em tenra idade devido aos conflitos armados que decorriam, na altura, no país.

 

Chegou a Lisboa com apenas três anos, não tendo, por isso, grandes memórias da sua infância em Angola. Os seus pais passaram as dificuldades iniciais de qualquer imigrante, tendo inicialmente vivido numa pequena aldeia na Venda do Pinheiro, onde Carlos fez o ensino primário e o primeiro ciclo.

 

Quando tinha 11 anos, a família mudou-se para Odivelas, uma freguesia já mais desenvolvida e muito mais abrangente em termos de conhecimento do mundo. Carlos começou por frequentar a escola secundária da Póvoa, tendo então acesso a novas realidades, bem como a uma maior convivência com gente dos PALOP – fez amigos e descobriu um bairro que lhe apresentou o mundo do Rap.

 

Entre anos a conciliar a escola com o desporto e o ambiente familiar, conheceu a realidade das ruas, a violência policial, os assaltos e desacatos entre bairros rivais. O seu aproveitamento escolar baixou e o Rap foi fazendo cada vez mais parte da sua vida – identificava-se com as letras, visto estar a passar por situações muito semelhantes. Nessa altura, sentiu necessidade de ir relatando as suas vivências com os amigos, acabando por formar um grupo chamado Mentes Criminosas, que, em 2009, acabou por lançar um primeiro trabalho. O grupo era constituído Lucy, Lennox, Dog Bone e 1st Lady, que ainda hoje vão trabalhando juntos em quase todos os projetos em que participam.

 

Já na faculdade, Carlos iniciou um projeto a solo, Lucyfer, escrevendo e gravando os seus próprios temas. Durante a digressão do álbum “Cara ou Coroa” dos Mentes Criminosas, e em concerto conjunto com Youth Kriminal, decidiu abraçar um novo projeto englobando rappers de Odivelas, chamado ODC Gang – o primeiro trabalho saiu no final de 2012, apenas em formato digital, intitulado “Escumalha (Sons da Pedrada)”.

 

Motivado, Lucyfer retomou o trabalho, as suas memórias, a sua vontade de dizer o que lhe vai na alma, estando agora prestes a lançar o seu primeiro álbum a solo de originais.

 

 

 

LUCYFER

Facebook

https://www.facebook.com/LucyferMentesCriminosasOdcGang?fref=ts

Instagram

https://instagram.com/lucy_odc_gang/

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Refrão:

Abana a cabeça e não digas nada.

Deixa só baitar os roots
antes, tu não digas nada.
Pensamento não é só negro.
A minha mente, elevada.
No momento, desligada.
Um momento, chamada.
É o diabo a quem eu hoje
quero retirar o Prada.
Enquanto uns perdem tempo
a querer meter mc’s em covas,
mato damas só com o meu sorriso
e com duas covas.
Parto camas novas,
faço cenas novas.
Abana a cabeça até doer
este beat é sova.
Este beat é droga até bate por arrasto.
Não sei, tu caíste, deve ser do que tomaste.
isto é md.
Puro.
Sente.
Mexe essa cabeça até pareceres demente.

Refrão:

Abana a cabeça e não digas nada.

Senta no divã
levanta a garrafa,
está sem soutien
a mim agarrada,
ela não é fã
é só um cuarra,
Até de manhã
Todos nesta farra.

Farra a ferro e fogo
Jarra, não bebo do copo
Não gosto de brindar com pouco
ou quase nada.
Cada passo é uma lambada
danço com a vida ,
à espera naquela esquina
quase toda a madrugada.
Pago em notas a rodada
apostei tudo numa só jogada,
tinha quase, não pensei muito
e fiquei sem nada.
Tinha quase tudo não pensei muito
não pensei nada!

Refrão

Para toda a gente que está na casa connosco é só drama.


Para toda gente
que tá na casa conosco,
com o drama no rosto
cada um no seu posto
É SÓ DRAMA!
No sitio onde é suposto
se fazes com gosto
todo o ano é agosto
caso contrário já foste!

Vou para a corda bamba
beber e dançar um bom samba
Nao arrisca nao petisca
se for de boca então levanta,
Se for de boca então canta
espanta males, não cales
vais ver o que vales
abana até mata-los!

Instala-se a chama
estala-se o drama
cala quem chama,
quem quer ir para a cama vá.
Mas que o vosso vipe,
não nos mate o hype e a vibe já,
mate o som que já bate cá,
dropa que a tropa rocka e só quer um som no PA.
Sente o beat que vem como uma onda.
Não há esquemas nesta zona
aqui só esquemas noutra ronda.
Exercício na pista é Jane Fonda
e o som é tipo abraço de anaconda.
Tight.

Refrão

 



publicado por olhar para o mundo às 01:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.07.15

bonssons.jpg

 

A ALDEIA ESTÁ PRONTA
PARA RECEBER O BONS SONS 2015
 

O BONS SONS junta, este ano, entre 13 e 16 de Agosto, o melhor cartaz de música nacional no que é reconhecidamente o Festival da Música Portuguesa. A música nacional parece estar num ponto nevrálgico de contacto entre aquilo que são as suas tradições e a contemporaneidade mundial. Este é o melhor momento e local para se escutarem os projectos que estão a marcar a diferença em Portugal.

A organização do BONS SONS aposta tudo em mais uma edição onde conta, ao nível da programação musical, com as parcerias A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, no palco MPAGDP, e a d’Orfeu Associação Cultural, para o palco OuTonalidades.

A Aldeia de Cem Soldos está pronta para receber um cartaz fresco em pleno Agosto.

DIA 13
QUINTA-FEIRA
 
MANEL CRUZ
XINOBI
XARAL’S DIXIE
BENJAMIN
JÚLIO RESENDE
RIDING PÂNICO
PENICOS DE PRATA
ENRAIZARTE
SAMPLADÉLICOS



 
DIA 14
SEXTA-FEIRA
 
CLÃ
CARLÃO
SALTO
SEQUIN
OCO
CRIATURA
EDUARDO RAON
HITCHPOP
ÉME
MINTA & THE BOOK TROUT
BICHO DO MATO
CHÃO DA FEIRA



DIA 15
SÁBADO
 
ANA MOURA
BRUNO PERNADAS
D’ALVA
TRÊSPORCENTO
NICE WEATHER FOR DUCKS
DUQUESA
TIMESPINE
DJ NIGGA FOX
DJ FIRMEZA
NÍDIA MINAJ
EDU MIRANDA TRIO
TRANGLOMANGLO
POLIFONIA DE ARÕES


 
DIA 16
DOMINGO
 
CAMANÉ
PEIXE:AVIÃO
TÓ TRIPS
RETIMBRAR
LONG WAY TO ALASKA
JOÃO BERHAN
DJ TENREIRO
DANIEL PEREIRA CRISTO
JANEIRO
TIO REX


 
ACTIVIDADES PARALELAS

Para os momentos além da música, o BONS SONS tem um programa recheado para os quais contribuem outros parceiros que convergem, nestes dias, os seus propósitos e actividades.

Os visitantes poderão desfrutar das Conversas ao Correr das Músicas (Associação Mural Sonoro), de arte urbana nas ruas de Cem Soldos (Festival Walk&Talk), de curtas-metragens no auditório (Curtas Em Flagrante), dos concertos para bebés e crianças (Associação Canto Firme), das sombras arquitectadas no palco Eira (IdeasForward), da Oficina de Percussão Portuguesa (Retimbrar) e da secção BONS JOGOS, com uma panóplia de jogos de tabuleiro tradicionais e modernos.

Além de uma restauração variada que vai da inspiração rural à modernidade urbana, do serviço de babysitting e apoio aos pais, o BONS SONS proporciona a vivência da música numa aldeia preparada para receber famílias inteiras, grupos de amigos, exploradores solitários e melómanos inveterados.

"A aldeia está pronta e tu?"
VENHAM TODOS VIVER A ALDEIA

 
BILHETES

No panorama dos Festivais de Verão, o BONS SONS mantém-se como dos mais acessíveis, condição preferida para que todos se possam juntar ao melhor da música em Portugal.


PASSE 4 DIAS
35€
  BILHETE DIÁRIO
15€
   



À venda nos locais habituais:
Ticketline, CTT, FNAC, Worten, El Corte Inglés, C.C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Agência Abreu, ABEP, MMM Ticket, C.C. Mundicenter, CCB, Shopping Cidade do Porto, U-Tickectline.
Em Tomar: Amor Lusitano - Portuguese House
Em Cem Soldos: Sede do SCOCS



publicado por olhar para o mundo às 21:54 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

O projecto nasceu em Fevereiro deste ano fundado pelo guitarrista Jaime Jordán de Urries após um convite a Renato Espada (também baixista de Pedro Balse e da banda StateSound) para a gravação de um E.P. À falta de vocalista e baterista juntaram-se a irmã do guitarrista, Luísa Jordán de Urries (ex-vocalista da banda StateSound) e Artur Ricardo na bateria. Com várias influências, desde o pop-rock ao hardrock, o primeiro E.P da banda foi produzido pelo guitarrista Luís Moreno e é agora apresentado em formato digital.

www.facebook.com/NoDamnGoodBand    - Facebook da banda
https://soundcloud.com/no-damn-good/sets/no-damn-good-ep    - Link da stream online do EP
https://instagram.com/no_damngood/

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Tanto dá o mar, tanto faz
Tanto faz quem não vem
Quem não vem não se dá
Só se dá quem se tem

Que se dane o mar se nos faz
Se nos faz suspender
Suspender o voltar
Re-voltar a viver

Mas se por acaso for voltar
Àquilo que era:
Não, não, não, não, não, não.

Já não é o que foi
E o que foi tanto faz
Tanto fez esquecer
E são tantos passos para trás

Mas e se for o mar que nos faz
Que nos faz reviver
Reviver e voltar
E voltar a querer

Mas se por acaso for voltar
Àquilo que era:
Não, não, não, não, não, não.

Não contem comigo não, não contem
Mas se por acaso for voltar
Àquilo que era
Não contem, não contem comigo, não.

Mas se por acaso for voltar
Não contem comigo, não
Àquilo que era
Não contem, não contem comigo, não
Não, não, não, não, não.

Conta comigo para ancorar o coração
Conta comigo para ancorar a tua mão
Conta comigo para ancorar o coração
Conta comigo para ancorar a tua mão

Mas se por acaso for voltar
Àquilo que era
Não contem comigo, não.

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

dalailama.jpg

 

 

Este Sábado há noite de punkrock em Lisboa.

 
É no Popular de Alvalade, com referências do punkrock nacional. Os Dalai Lume e os PunkSinatra sobem ao palco numa festa que começa às 22h. O ambiente fica animado pelo setlist de Jorge Bruto.
 
Até lá!
 
 
 
Dalai Lume - "Bairro Alto":
 

 

 
PunkSinatra - "Skapa do Sistema":
 

 


 
--
      ---Dalai Lume---
Para manter a chama viva


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.07.15

vulture.png

 

Vulture: Novo single e agenda de concertos preenchida

 

Os Vulture estão com uma agenda de concertos bem preenchida no próximo mês de agosto. O novo single, “Give in”, que estreou no dia 20 de julho com um lyric vídeo, vai ser um dos temas apresentados ao vivo. E sucede a “Doomed to Fail”, single de apresentação do EP da banda de Santarém. Com uma capa a fazer lembrar os Red Hot Chili Peppers em "The Abbey Road E.P.", este trabalho foi editado em abril de 2015 pela Music In My Soul, encontrando-se disponível nas principais lojas digitais, bem como nas lojas FNAC e no El Corte Inglés.

 

As próximas datas e locais:

 

  • Dia 31 de julho, no bar Tem Que Ser (Alpiarça), às 22h30;
  • Dia 1 de agosto, no Armazém do Chá (no Porto), às 23h00;
  • Dia 7 de agosto, na Casa da Cultura de Loulé, às 21h30;
  • Dia 8 de agosto, no Guess Club (Faro), às 22h00;
  • Dia 9 de agosto, no O’Gradys 12 Bar (Silves), às 18h00;
  • Dia 12 de agosto, no Tokyo Lisboa, às 24h00.

 

 

Descrição

Com uma mistura fresca de Grunge, Rock e a sonoridade Doom, os Vulture têm um novo trabalho. Este grupo de Santarém respeita as suas origens e reconhece-as em cada passo, admitindo ter-se deixado influenciar por detalhes geográficos e humanos exclusivos desta região do país.

 

A banda é composta por Gerald (baixo), Casaca (guitarra), Leo (voz) eDuarte (bateria), músicos que decidiram produzir e gravar tudo no sítio onde estão, não vendo qualquer sentido em ir para estúdios desconhecidos e gravar músicas sobre um mundo diferente. Transportaram o estúdio até ao Ribatejo: procuraram casas antigas e quintas que pudessem utilizar e tentaram trabalhar sempre nesse ambiente único.

 

Os Vulture, que já existem desde junho de 2007, não pretendem mudar nada a não ser eles próprios. Colocam as ideias em cima da mesa, onde o debate é transparente, e encaram as verdades inconvenientes. Influenciados por grandes nomes como Led Zepplin, Faith No More, Manson, Sepultura e, claro, Moonspell, a banda vive dos ritmos pesados e da tensão melódica com voz crua e dura.

 

“(...) as composições presentes no EP ‘Doomed To Fail’ refletem ideias firmes e, contrariamente ao título, auguram algo mais no futuro.” (in Rock’n’Radio)



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Acabou o arraial
Folhas e bandeiras já sem cor
Tal qual aquele dia em que chegaste
Tal qual aquele dia, meu amor
Para quê cantar
Se longe já não ouves
O nosso canto ainda está na fonte
E o nosso sonho, nas estrelas do horizonte

Ainda nasce a lua nos moinhos
Ainda nasce o dia sobre os montes
Ainda vejo a curva do caminho
Ainda o mesmo som, a mesma fonte
Sabes meu amor não estou sozinho
Pelas salas do silencio em que te escuto
Abro as janelas ainda cheira a rosmaninho
Vejo-me ao espelho, ainda vejo luto

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

VINYL.png

 

Vinyl: Concerto no Tokyo Lisboa

 

Depois de passarem pela 3ª edição do Festival das Cores – Movimento pelas Artes, os Vinyl voltam a dar um concerto em nome próprio no Tokyo Lisboa, dia 1 de agosto, pelas 24h00. A banda almadense continua, assim, a promover o seu EP homónimo. O trabalho foi editado em fevereiro de 2015 pela Music In My Soul e tem “Anjo Meu (Laura)” como single de apresentação.

 

Pop/Rock comercial, cantado em português, com letras que respiram esperança, motivação e força de vencer e ultrapassar obstáculos. É como se caracteriza a música dos Vinyl, um som transversal a todas as idades, géneros e etnias.

 

Cristiano de Sousa (voz), David Vieira (bateria), Dinis Costa (teclas), Pedro Fernandes (guitarra) e Tojan Carvalho (guitarra baixo) juntaram-se em 2003 para formar este projeto Pop/Rock. No currículo, a banda tem o segundo lugar no Concurso de Música Moderna de Almada, promovido pela Câmara Municipal em outubro de 2006. Em julho do mesmo ano, o grupo fez a primeira parte do concerto dos Dzrt no âmbito do Festival Antarte Pop-Rock, que teve lugar em Rebordosa (Paredes), num palco onde também atuaram Expensive Soul, Mão Morta, David Fonseca, Ramp, X-Wife e Karpe Diem.

 

Passados nove anos de existência, os Vinyl apresentam agora o seu primeiro EP, homónimo, onde a mescla entre o som agressivo das guitarras, com solos envolventes, e um timbre de voz calmo e extensivo tornam a música altamente marcante e muito agradável ao ouvido de um público bastante abrangente.



publicado por olhar para o mundo às 19:32 | link do post | comentar

 

Letra

 

Oculto o caminho que segui...
Não foi vergonha da minha raiz...
Foi uma defesa que perdi
e à deriva um rosto viril...

Acusam de tentar desistir...
E que o sucesso é aparição
Que o nome se ergue ao te vermos...
Mas o que escondes é a solidão.

Guarda-te bem meu anjo
Nesse teu receio doce de falar...
Cumpre o amor nesta vida insana
Não deixes a culpa te isolar...

Saberás no fundo o que digo...
Aparentemente triste e sem razão,
As ligações do corpo são tão certas
Resta limar a esfera da emoção!

Guarda-te bem meu anjo
Nesse teu receio doce de falar...
Cumpre o amor nesta vida insana
Não deixes a culpa te isolar...

Letra e Música
Filipe P.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

MARCO RODRIGUES

Novo álbum é já sucesso



"Fados do Fado" entrou nas tabelas de vendas

O novo álbum de Marco Rodrigues, acabado de editar, é já um sucesso comercial e de crítica. "Fados do Fado", assim se chama o disco, entrou para lugares cimeiros da tabela de vendas e tem sido bem recebido pela crítica e pelos fãs de sempre do músico.
 
Marco Rodrigues, que neste disco quis prestar homenagem aos homens do fado, tem entretanto um novo vídeo: o teledisco de "Arraial", uma das canções de "Fados do Fado", que estreou hoje.
 
"Fados do Fado" é produzido por Diogo Clemente - que já trabalhou, por exemplo, com Mariza ou Raquel Tavares – e é o primeiro trabalho do fadista sem temas originais, sendo homenageados nomes como Carlos do Carmo, Tristão da Silva, Jorge Fernando ou Tony de Matos.
 
Vencedor da Grande Noite do Fado, em 1999, e do Prémio Revelação Amália Rodrigues, em 2007, ao longo de mais de década e meia de carreira, o fado deMarco Rodrigues já viajou pelo país e pelo mundo, com concertos em Londres, no Royal Festival Hall, com Mariza, ou no HSBC, em São Paulo, com Maria Gadu.
 
Em 2006 Marco Rodrigues lançou o seu primeiro disco, "Fados da Tristeza Alegre". O seu trajeto musical prossegue com o galardoado "Tantas Lisboa", onde trabalhou com nomes como Carlos do Carmo, Mafalda Arnauth e Boss AC. Mais recentemente, em 2013, editou o disco "Entre Tanto", disco que viu Marco Rodrigues a expor novamente a sua constante busca pelas várias ramificações do fado.
 
O reconhecimento do público e da imprensa em Portugal e no estrangeiro é uma realidade e o novo "Fados do Fado" é o disco de afirmação de Marco Rodrigues.


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Mais 1 Comboio
(letra de Jorge Palma / música de Flak)

Vejo tanto olhar encafuado
Em automóveis bestiais
Casos graves de bem estar,
Por mais que tenham, nunca têm a mais.

Aleijados do conforto
Refugiados na T.V.
O pior não é estar triste,
O pior é não saber porquê.

Há o entretenimento
Há o remoto control
Há-de haver mais um comboio
Para o centro comercial

Nesta altura ninguém faz greve,
Embora muitos tentem adormecer
Alguns vão derretendo a neve
Nas colheres a ferver

Nas entradas do metro, o frio
É combatido com papel de jornal
Útil informação para os que estão na frente,
Cegos pelas luzes do Natal

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 26.07.15

xutos.jpg

 

 

A segunda edição do festival vai realizar-se nos dias 13, 14, 15 e 16 de agosto.

 

Xutos & Pontapés, o brasileiro Marcelo D2, Jorge Palma, Regula e Richie Campbell são os primeiros artistas a confirmar a sua presença no Sol da Caparica, um festival de verão que é dedicado à música portuguesa e da lusofonia.

 

"É muito importante ter um festival que dá visibilidade à música portuguesa, e muito especialmente ao hip hop", comenta Regula a propósito da sua presença no festival. Depois de ter participado no colectivo 5:30, ao lado de Fred Ferreira e Carlão, o músico apresenta agora o seu novo disco, Casca Grossa, na Costa da Caparica, um sítio onde já passou muitas férias: "Sinto-me em casa".

 

Em 2014, a primeira edição do festival teve mais de 65 mil espectadores. Os bilhetes para esta segunda edição já estão à venda na Fnac.

 

Retirado do DN



publicado por olhar para o mundo às 22:16 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

reverence valada.jpg

Cerca de 50 bandas atuam em três palcos diferentes durante mais de 12h por dia de música ininterrupta. Vê aqui os horários dos concertos.

De 27 a 29 de Agosto, mais de 50 bandas vão passar por Valada no Cartaxo. No entanto, mais que um festival de música, o Reverence Festival Valada pretende ser uma experiência única em comunhão com a região que o acolhe.

A aldeia de Valada é o cenário perfeito para os 3 palcos – Rio, Praia e Reverence, com uma oferta eclética e alargada, perfeitamente integrados no fantástico ambiente natural à beira Tejo.

Os horários e alinhamentos de cada palco estão agora disponíveis, podendo já começar a fazer o teu roteiro.

horarios

À programação musical, junta-se uma programação cultural mais alargada que inclui artes plásticas, artes performativas e uma mostra de cinema temática.

Durante o festival, o público tem também acesso a outros momentos de lazer proporcionados por parceiros locais como atividades aquáticas, passeios pelo rio em barcos típicos e a possibilidade de provar a melhor gastronomia local.

Em 2015, o Reverence Festival Valada inicia uma nova fase. Depois da primeira edição em 2014, o “Festival da Música Psicadélica”, como é conhecido pelos habitantes de Valada, assume ainda mais responsabilidades na promoção da música e cultura alternativas.

Passe 3 Dias:
65€ de 1 de Julho a 26 de Agosto
70€ de 27 a 29 de Agosto

Bilhetes diários: (sexta ou sábado)
40€ de 1 de Julho a 26 de Agosto
45€ de 27 a 29 de Agosto

Bilhetes Quinta-Feira
10€ de 13 de Fevereiro a 26 de Agosto
15€ a 27 de Agosto

 

Retirado de Arte Sonora



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 25.07.15

O Andanças 2015 é de festa!

Num misto entre diversidade, celebração e novidade, o programa de bailes e concertos congrega projetos musicais que foram crescendo com o festival ao longo destes 20 anos e outros que atuam pela primeira vez em território nacional.





CONSULTE TODA A PROGRAMAÇÂO

O Andanças é um festival que promove a música e a dança popular enquanto meios privilegiados de aprendizagem e intercâmbio entre gerações, saberes e culturas. Com um olhar dos dias de hoje, o Andanças propõe-se reavivar hábitos sociais de viver a música retomando a prática do baile popular através de múltiplas abordagens às danças de raiz tradicional, portuguesas e do mundo, com vista à recuperação das tradições musicais e coreográficas, fundindo-as com elementos contemporâneos.


Andanças 

 

Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

byonritmos.jpg

 

 

Festival Byonritmos nos dias 30 e 31 de Julho e 1 de Agosto  na Casa da Juventude de Baião com o apoio da Antena 1!


Três dias de concertos, bailes, teatro, oficinas de instrumentos e actividades múltiplas para todas as idades.

30 JULHO - QUINTA-FEIRA
PALCO MONDOTRAD (bailes)
22.00-23.30 – PAULO BASTOS
23.30-01.00 – B´RBICACHO
PALCO EIRA (concertos)
01.00-02.30 – ZUKRA

31 JULHO - SEXTA-FEIRA


PALCO MONDOBALLS (oficinas de dança)
10.30-12.00 – OFICINA DE DANÇA TRIBAL AFRICANA – com Eva Azevedo
12.00-13.30 – OFICINA DE DANÇAS EUROPEIAS – com B´rbicacho
15.00-16.30 – OFICINA DE DANÇAS DE BAILÓMONDO – com Diana Azevedo
16.30-18.00 – OFICINA DE DANÇAS PORTUGUESAS A PAR E PASSO – com Banda Bailias


ESPAÇO CONNECTART (transmissão de repertório musical)
15.00-16.30 – A SESSÃO DE VOZ – com Sebastião Antunes
16.30-18.00 – A SESSÃO DE MELODIA – com Propagode


ESPAÇO CRIANÇAS


11.00-12.00 – CONSTRUÇÃO DE MALABARES (BYONCRECHE)
12.00-13.00 – EXPRESSÃO DRAMÁTICA FAMÍLIAS (BYONCRIANÇAS)
15.00-16:00 – INICIAÇÃO AOS MALABARES (BYONCRIANÇAS)
16.30-17.30 – DANÇA TRIBAL AFRICANA PARA CRIANÇAS (BYONCRIANÇAS)
17.30-18.30 – CONTOS TRADICIONAIS DE BAIÃO (BYONCRIANÇAS)


ESPAÇO ALTERNATIVO


16.30-17.30 – YOGA (ADULTOS)
17.30-18.30 – SEMENTES TERAPEUTICAS (ADULTOS)


ESPAÇO FORUM


10.30-11.30 – NUTRIÇÃO (COM)VIDA – COCKTAIL
15.00-16.00 – APRESENTAÇÃO DE UM LIVRO


PALCO EIRA (concertos)


21.00-22.00 – BUG


PALCO MONDOTRAD (bailes)


22.00-23.30 – BAILÓMONDO
01.00-02.30 – BAILIAS


PALCO ANTENA 1 (concertos)


23.30-01.00 – ANDARILHOS
02.30-04.00 – UXUKALHUS


1 AGOSTO – SÁBADO


PALCO MONDOBALLS (oficinas de dança)


12.00-13.30 – OFICINA DE DANÇAS DOS BALCÃS – com Mirjam Dekker
15.00-16.30 – OFICINA DE DANÇA TRIBAL AFRICANA – com Eva Azevedo
16.30-18.00 – OFICINA DE VALSAS ÍMPARES – com Eva Parmenter


ESPAÇO CONNECTART (transmissão de repertório musical)


15.00-16.30 – A SESSÃO DE HARMONIA E MELODIA - com David Rodrigues e Pedro Prata (String Fling)
16.30-18.00 – A SESSÃO DE PERCUSSÃO – com Júnior (Terrakota)


ESPAÇO CRIANÇAS


10.30-11.30 – YOGA PARA CRIANÇAS (BYONCRIANÇAS)
12.30.13.30 – MANTA DE RETALHOS Ex.Plástica (BYONCRIANÇAS)
14.30-16.00 – PINTURAS COM O CORPO (BYONCRIANÇAS)
16.30-18.00 – CONSTRUÇÃO DO BONECO ECOLÓGICO (BYONCRIANÇAS)


ESPAÇO ALTERNATIVO


10.30-12.00 – MINDFULNESS (ADULTOS)
12.00-13.30 – DEFESA PESSOAL (ADULTOS)
15.00-17.00 – CONCERTO MEDITATIVO (FAMÍLIAS)
17.00-18.00 – VELAS ARTESANAIS (FAMÍLIAS)


ESPAÇO FÓRUM

 


10.30-12.00 – CUIDADOS BÁSICOS DE SAÚDE COM ANIMAIS DE COMPANHIA
15.00-17.30 – DOURO VERDE
PALCO MONDOBALLS (bailes)


21.15-21.45 – A JU DANÇA (Espetáculo de Dança Inclusiva)
22.00-23.30 – STRING FLING
01.00-02.30 – CARAVANA TRIO


PALCO ANTENA 1 (concertos)


23.30-01.00 – OLIVETREE DANCE
02.30-04.00 – TERRAKOTA

 

Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Talvez seja isto a solidão
Este nó no coração
Apertado com saudade
Talvez seja isto o abandono
Como as folhas do Outono
Que se espalham na cidade

Talvez seja só isto que sobra
Quando o tempo vem e cobra
A alegria que nos deu
Talvez seja só isto que resta
Quando nada já nos presta
Quando tudo já doeu

O que mais custa
É não saber de ti
Não saber se me esqueceste
Não saber se me perdeste
Não saber se te perdi

Talvez se eu voltasse a ser brinquedo
Eu matasse este meu medo
De já não servir ninguém
Talvez se eu voltasse à tua mão
Se acabasse a escuridão
E ouvisse mais além

Talvez seja isto que magoa
O vento e o tempo não perdoa
E que o teu amor passou
Talvez seja assim que tudo acaba
Pode ser que talvez nada
Nos avise que acabou

O que mais custa é não saber de ti
Não saber se me esqueceste
Não saber se me perdeste
Não saber se te perder

O que mais custa é não saber de ti
Não saber se me esqueceste
Não saber se me perdeste
Não saber se te perder

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

16º Festival Intercéltico de Sendim


De 31 de Julho a 1 de Agosto decorre em Sendim a 16ª Edição do Festival Intercéltico.
 
A Antena 1 vai acompanhar este Festival com a reportagem de Armando Carvalhêda.
Fique atento às reportagens e à transmissão do concerto da Brigada Victor Jara dia 1de Agosto às 23:15


Sob o signo das conexões ibéricas


Pensamos que, na sua extraordinária diversidade, a folk ibérica se tem vindo a tornar progressivamente mais forte como expressão cultural, impondo-se o reforço desta capacidade de expressão e de intervenção de modo permanente. E, tendo em consideração o já quase crónico deficit de divulgação na comunicação social, assume, na nossa opinião, uma importância decisiva e fundamental a programação dos festivais folk: deve ser aberta nos seus critérios de escolha, plural nas suas expressões e manifestações, abrangente das distintas geografias, procurando incorporar factores susceptíveis de deslocarem públicos.

Neste contexto de reconhecida necessidade de incremento da diversidade, podem (devem) criar-se parcerias de programação e isso terá de significar uma efectiva mudança qualitativa que deve constituir uma espécie de aposta na mais-valia cultural para os festivais folk. Se já se pode constatar a prática de uma certa viragem neste sentido no panorama das chamadas “músicas do mundo” (para as quais existem em Espanha festivais muito bem conseguidos em termos programáticos e em Portugal alguns escassos exemplos que apontam no mesmo sentido) porque não procurar idênticos padrões de diversidade expressiva no campo dos festivais folk ibéricos?

Como prova desta nossa opção programática de diversidade privilegiando relações de proximidade intercultural, permitimo-nos apresentar uma programação sob o signo das conexões ibéricas para a edição de 2015.

BRIGADA VICTOR JARA Portugal
Celebram 40 anos – é obra! – de presença seminal na frente de excelência da folk portuguesa, constituindo uma das mais poderosas propostas de recriação do nosso legado tradicional. Não é muito frequente mas por vezes acontece: integrando-se no complexo e, não raro, controverso processo da revivificação da nossa música tradicional, a Brigada Victor Jara “confunde-se" com a história desse movimento/dinâmica cultural, tendo assumido foros de pioneirismo o trabalho nesse sentido desenvolvido, de tal modo que, a cada obra publicada, eram (re)definidos os caminhos por andar, as repropostas por fazer. Esta postura veio a revelar-se determinante para que cada obra da Brigada Victor Jara acabasse por constituir um degrau mais da exemplar ascensão revivificadora, por um lado, e uma poderosa sugestão/estímulo para exploração de novos enraizamentos expressivos. Tanto mais que as fontes – nunca perdidas de ouvido – não só eram garantia mais que suficiente dessa ligação à tradição mas também porque a (re)criação se operava numa área de "confronto" entre a tradição e a modernidade "resolvido" com inovadora e renovadora criatividade:

Foram muito generosos os deuses destas músicas: tornando inesgotável a fonte de inspiração e de recriação, ainda propiciaram bons augúrios para que o festim servido pela Brigada Victor Jara ao longo destes 40 anos fosse sempre tão cativante e apetecível!

RARE FOLK Andaluzia
São uma formação histórica andaluz, nascida em 1992, com um percurso que os tornou uma referência no panorama ibérico, porque souberam sempre reinventar-se, numa constante evolução e procura de uma linguagem própria e diferenciadora, manifestando uma singular visão na qual a música celta abraça o rock e a vanguarda electrónica, tendo como resultado final um som deliciosamente elaborado e carregado de energia. De modo algum enjeitando um multiculturalismo que caracteriza uma terra que sempre foi ponto de encontro de culturas e de tradições das mais variadas gentes e povos, os Rare Folk lançam mão dos mais variados géneros musicais – música celta, jazz, rock, ritmos orientais e africanos, música electrónica –, o que determinou que, com toda a propriedade, se tenha definido a sua proposta como “Freestyle Folk”.

SEU Astúrias
As sendas escavadas nas rochas dão o nome ao grupo porque têm plena consciência de que o tipo de música escolhido por instrumentistas com experiência em distintos grupos asturianos (Corquiéu, Pamuskis, Corzobeyos, Buhos ou Jake Mate) significa terem de percorrer um caminho duro e difícil. Inserem o seu projecto no quadro expressivo do folk progressivo, com propostas de fusão que procuram reflectir a paisagem sonora contemporânea: procuramos ritmos compostos e metemo-nos por umas sendas bastante complicadas.

ARREFOLE Portugal
Nascidos no Porto em 2000, os Arrefole são uma esperança e um novo alento da música portuguesa de raiz, apresentando uma proposta criativa e original, emotiva e provocativa, onde a música tradicional do Minho e de Trás-os-Montes ganha novo fôlego e atrevimento, através de alguns arranjos talvez considerados pouco convencionais pelos mais puristas. Mas os Arrefole sabem transportar este legado patrimonial à sua e nossa realidade, e os temas originais transmitem essência própria e essa passagem de influência e de saber hereditário, onde a tradição dá lugar à inovação. Eles provocam a nossa imaginação, acentuam uma vontade subliminar de também vivermos essas viagens e experiências urbanas, os contrastes cognitivos que nos possam surpreender ao som dos Arrefole, descobrindo uma nova identidade dentro do dia-a-dia duma realidade cada vez mais globalizada. (Sara Vidal)

CECINA DE LÉON Léon
Oriundos das vizinhas terras leonesas e partilhando um fundo cultural comum com as lusas gentes do norte, este grupo faz da música um acto de convívio colectivo, com uma proposta de folk delicado e progressivo, recriando temas tradicionais e avançando com as suas próprias composições. As vozes da crítica coincidem em considerar Cecina de Léon grupo de música tradicional que mistura os seus ritmos com poesia, prosa e letras transgressoras.

ANDRÉS PENABAD Galiza
Considerando que o acordeão nunca foi devidamente valorizado nas terras da Galiza, Andrés Penabad desde muito cedo e graças ao estímulo familiar começou a percorrer os caminhos que o haveriam de levar a provar – e de que maneira! – de que com esse instrumento, que muito influenciou a música actual, se pode fazer uma festa em tons maiores de celebração. Tendo-se cruzado com gente da linha da frente da folk ibérica, como Bieito Romero e Kepa Junkera, Andrés Penabad é hoje um das grandes referências da folk galega.


PROGRAMA MUSICAL

MIRANDA DO DOURO Largo D. João III
30 Julho 2015
22h15 ANDRÉS PEÑABAD Galiza
23h15 CECINA DE LÉON FOLK Castela/Leão

SENDIM Parque das Eiras
31 Julho 2015
22h15 CECINA DE LÉON FOLK Castela/Leão
23h15 ARREFOLE Portugal
00h30 SEU Astúrias

1 Agosto 2015
22h15 ANDRÉS PEÑABAD Galiza
23h15 BRIGADA VICTOR JARA Portugal
00h30 RARE FOLK Andaluzia

SENDIM Largo da Igreja
2 Agosto 2015 15h00
IV ENCONTRO IBÉRICO DE DANÇAS DE PAULITEIROS


ACTIVIDADES PARALELAS

MIRANDA DO DOURO

30 Julho/2 Agosto 2015 (14h00/20h00)
Máscara Ibérica: Os rituais da máscara
Exposição – Casa da Música Mirandesa, Biblioteca Municipal e Casa da Cultura

SENDIM
30 Julho/2 Agosto 2015 (14h00/20h00)
Máscaras Transmontanas (Artesão: Carlos Ferreira)
Exposição – Casa da Cultura de Sendim

31 Julho/1 Agosto 2015 (14h00/20h00)
Feira da Arte e Cultura Mirandesa
Casa da Cultura de Sendim

1 Agosto 2015 (09h00/12h00)
Ruta de ls Celtas: Caminhada sendintercéltica
Partida da Junta de Freguesia de Sendim

1 Agosto 2015 (12h00/13h00) Casa da Cultura
Lembrar José Afonso
Mário Correia: Livro “José Afonso – Andarilho nas Astúrias,” com apresentação de Paulo Esperança.
AJA Santarém: Disco “José Afonso & Tino Flores – Concerto em Paris 1970 (disco)

1 Agosto 2015 (14h30/15h45) Casa do Pauliteiro
Vamos Falar de Gaitas de Foles
Jorge Lira: Três Décadas de Estudo da Gaita de Foles
Henrique Fernandes: A Alma da Gaita de Foles Mirandesa

1 Agosto 2015 (16h00/16h45) Terreiro Alma Penada
Aula Comentada de Música Tradicional Mirandesa
Lérias – Associação Cultural

1 Agosto 2015 (17h00/18h15) Casa da Cultura
Lembrar Amadeu Ferreira
Mário Correia: Que é feito do pastor João?
Recordar… Amadeu Ferreira

1 Agosto 2015 (18h45/19h45) Largo da Igreja
Oficina de Danças Mirandesas
Lenga-Lenga: Gaiteiros de Sendim

2 Agosto 2015 (15h00/17h00) Largo da Igreja
IV Encontro Ibérico de Danças de Pauliteiros
Associação de Pauliteiros de Sendim e Comissão de Festas de Santa Bárbara 2015)


Organização: Centro de Música TradicionaL Sons da Terra
Facebook: Festival Intercéltico de Sendim
 
Retirado de Antena 1

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

The Fellow Man - Deliver ...

CARTAZ do FLOWER POWER FE...

Antonio Bastos - A Barbie...

Os MAU decidem parar por ...

The Fellow Man - Baby Gir...

“Filhos de Deus” é o sing...

The Fellow Man - Here For...

M G D R V - ABANA A CABEÇ...

Bons sons - A ALDEIA ESTÁ...

Flak - "Nada Escrito"

arquivos

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Muito obrigado
Corre por aíCorre por aí que estás diferenteCorre...
Muito obrigado
Adoro esta musica :)(Presta atenção aos sinais)Pap...
Boa musiquinha ;)
mUITA GIRA ESTA MUSICA!E OS ACORDES PARA VIOLÃO? Q...
Obrigado Sara
A letra!Não me digas, que todo o tempo que foi nos...
Muito obrigado Catarina
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds