Quinta-feira, 18.09.14
Uma Questão de Princípio” é o nome do álbum de estreia dos D.A.M.A.
D.A.M.A

“Uma Questão de Princípio” é o nome do álbum de estreia dos D.A.M.A. que chega às lojas a 29 de Setembro.

O primeiro longa duração do colectivo lisboeta conta com a participação especial da cantora e compositora brasileira Gaby Luthai, de Mia Rose e de Salvador Seixas, e inclui os sucessos "Balada do Desajeitado" (mais de 1 milhão de views no Youtube), "Luísa", que já se encontram disponíveis digitalmente, e “Popless”, bem como muitos outros temas contagiantes.

Francisco M. Pereira (Kasha), Miguel Coimbra e Miguel Cristovinho são o núcleo central dos D.A.M.A., banda oriunda de Lisboa que se destaca pelas suas canções contagiantes, empatia com o público e energia das actuações ao vivo.

Os D.A.M.A. têm vindo a conquistar os palcos nacionais por onde passam, como são exemplo máximo as actuações ao vivo nas Semanas Académicas da FSCH/Nova em Lisboa, Santarém, Egas Moniz (Costa da Caparica) e Algarve/Faro, onde a banda levou o público ao rubro e a cantar em uníssono vários temas do seu repertório.

No dia 13 de Julho 2014, o colectivo assegurou a primeira parte do concerto de One Direction no Estádio do Dragão (Porto) e conseguiu cativar uma verdadeira multidão de fãs da banda britânica, colocando todo o estádio a cantar em uníssono.

"Balada do Desajeitado" foi o tema que colocou os D.A.M.A. na história da música portuguesa, ainda em alta rotação nas rádios nacionais, com o vídeo a atingir mais de 1 milhão de visualizações no YouTube. “Luísa” foi a canção que sucedeu este grande êxito e também já está a ter impacto um pouco por todo o país.
 
video "Luísa"


olhar para o mundo às 20:25 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 17:49 | link do post | comentar

DEAD COMBO  DEAD COMBO apresentam videoclip de


DEAD COMBO

DEAD COMBO apresentam videoclip de "Povo Que Cais Descalço"

Em Dezembro, actuam no Coliseu de Lisboa

Concertos no final do ano no Coliseu de Lisboa, no Coliseu Micaelense - S. Miguel - Açores e no Teatro Rivoli - Porto

Os DEAD COMBO apresentam "Povo Que Cais Descalço", o segundo registo vídeo do novo disco "A Bunch of Meninos", cuja Tour de Apresentação arrancou no passado mês de Março com a realização de mais de 40 concertos e com Salas repletas um pouco por todo o País e passagem por alguns dos principais Festivais de Verão. 

Com realização de Daniel Neves "Povo Que Cais Descalço" foi gravado na Afurada e na Praia de Miramar em Vila Nova de Gaia, e em Braga, na antiga Fábrica de Sabonetes "Confiança" e mostra, nas palavras da banda, "Um país abandonado, deixado à mercê de um destino que não se vislumbra no horizonte. Um povo descalço, que cai a cada passo que dá, empurrado por uma gigantesca mão feita de aço. Paisagens inóspitas arrancadas, à força, do coração de que é feito esta gente. Um coração que bate, forte, indestrutível. O povo que cai, mas que se ergue sempre após cada queda e continua a caminhar. O povo que é o país, o povo que somos nós. Todos."

No final do ano, para encerrar um ano extraordinário para a afirmação da banda, osDEAD COMBO realizarão concertos especiais no Coliseu de Lisboa (4 de Dezembro), Coliseu Micaelense – S. Miguel – Açores (7 de Dezembro) e Teatro Rivoli – Porto (12 de Dezembro). Está igualmente prevista uma reedição do "A Bunch of Meninos" em meados de Novembro.         


olhar para o mundo às 12:26 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 08:40 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17.09.14

A Ilha

 

Os Gambozinos apresentam A Ilha, uma megaprodução em cena no dia 28 de setembro.

 

O que fazer quando uma catástrofe natural destrói a terra natal de um povo e o atira para uma ilha selvagem? Como lidar com os desconhecidos que são a sua única hipótese de reconstruir a vida neste novo lugar? E como ultrapassar os obstáculos e desafios que surgem pelo caminho?

 

É com estas questões que se deparam Sofia, Pedro e Paulinho, três amigos muito diferentes que protagonizam A Ilha e que nos conduzem numa aventura de recomeços e descobertas, em que as coisas nem sempre são tão óbvias como parecem, e onde descobrem que afinal importa menos o que nos acontece do que as atitudes que temos perante aquilo que nos acontece.

 

A Ilha é um teatro musical inteiramente produzido pelos Gambozinos, que alia à magia de uma fantástica aventura uma proposta para os dias de hoje, baseada nos ideais dos Gambozinos.

 

Os Gambozinos são uma associação juvenil católica sem fins lucrativos com o objectivo de ajudar crianças, jovens e famílias dos bairros de Peniche, Pragal e Braga, provenientes de meios sociais, económicos e afetivos completamente distintos. Para que essa ajuda se torne possível, são realizadas ao longo do ano actividades de formação e acompanhamento em grupos e campos de férias com os fundos que se vão angariando, procurando construir pontes entre crianças de meios sociais muito diferentes e construir, desde a infância, um mundo diferente e melhor. Este espectáculo será a principal acção de angariação de fundos deste ano e os bilhetes já estão à venda para duas sessões (às 16h30 e às 21h30).

 

Marca já na tua agenda! 28 de Setembro de 2014, na Fundação do Oriente, em Lisboa.Sessões: 16h30 e 21h30.

 

Mais Informação aqui: www.gambozinos.org



olhar para o mundo às 22:58 | link do post | comentar



olhar para o mundo às 21:28 | link do post | comentar

UPBEAT Rock Show - 10 concertos, 10 locais diferentes de Lisboa

UPBEAT Rock Show

10 concertos ao ar livre em 10 locais diferentes de Lisboa

19 e 20 setembro 2014

 

 

Durante os dias 19 e 20 de Setembro, o evento UPBEAT Rock Show vai invadir espaços emblemáticos de Lisboa com muita música onde bandas nacionais vão actuar ao vivo em cima de uma carrinha de caixa aberta.
 
São 10 concertos ao ar livre, gratuitos, em 10 locais diferentes de Lisboa, encabeçados por Kings N' Fools na sexta-feira e Letters From A Dead Man no sábado, e os locais/horários estão indicados na grelha abaixo.
 
O evento UPBEAT Rock Show é produzido pela mão da
 UPBEAT®, conhecido estúdio em Campo de Ourique, e serve assim para lançar a Escola de Rock, um inovador método de ensino certificado e reconhecido internacionalmente pela Rock School em Inglaterra.
 
Este método de ensino tem um ciclo de estudos de 8 graus, examinado por um júri internacional em Portugal com emissão de um certificado oficial, reconhecido internacionalmente, podendo o aluno ingressar no ensino superior britânico e é adoptado em mais de 30 países.

O UPBEAT Rock Show tem como parceiro a Wall Street English e conta com o apoio da Europcar, World Studio Meios Publicitários e NIXFUSTE Recurso Criativos. Kings N' Fools e Letters From A Dead Man são duas bandas revelação que ensaiam nos Estúdios UPBEAT® e são a aposta na indústria musical.

Agarra o teu concerto e vem conhecer a
 Escola de Rock da UPBEAT®.



Alinhamento do UPBEAT Rock Show:

Kings N' Fools – 19/09/2014
12:30 - Restauradores  
14:30 - Amoreiras
17:30 - Saldanha
21:30 - Príncipe Real
23:00 - Largo de Santos
 
Letters From A Dead Man – 20/09/2014
12:30 - Jardim da Parada
15:30 - Jardim da Estrela
17:30 - Praça do Comércio
21:30 - Mercado da Ribeira
23:00 - Chiado / Camões

 



olhar para o mundo às 20:47 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Hey
O da Vila e Fyah Box
Rasta a abana a carola ate que te caia a locks

 

De Lisboa para Kingston até Saragoça
Duas garrafas na mão, estou a roçar na grossa (true)
Ei, uns 10 minutos a roçar na grossa
Paí uns 10 minutos a roçar na grossa

 

Se é tua princesa agora é nossa sócia
Tá a dar de stick não é só roça roça
Na, na, na não é só roça roça
Na, na, na não é só roça roça

Se é tua princesa agora é nossa sócia (jura)
Tá a dar de stick não é só roça roça

 

Hey, sabes que eu não papo grupos nem papo grupies
Só picanhas, não me venhas com prato de cookies
Quem me acompanha na cama é um par de butties
E as amigas avaliam a performance com ar de júris

 

Uma beija-me o pescoço enquanto eu naito a Shamira
A outra mexe a cintura como se fosse a Shakira
As duas juntas fazem-me coisas que tu não imaginas
Metem as bolas na boca e dizem que estão com anginas

 

Do it
Gotta do it
Gula
Don Gula

 

Let it Go
You Already Know
Yeah
Let it Go

 

Então vá lá, confessa papo é recto não há muita conversa
Tempo é dinheiro baby eu tou com pressa
Nós, podemos fazer isto a abrir ou se quiseres em slow motion
E se fores violenta eu vou-te bater até ficar com a mão roxa
Get it, vais ver a marca da mão na cocha, pulsação na colcha
Eu tou a partir a louça sempre que é para cobrir as moças
E a ti não te toca nada nem que tentes cobrir á força

Mentaliza as queridas não são só tuas playa
Onde quer que eu vá vejo-as na minha plateia


Tenho a cozinha cheia
E aquilo que eu cozinho até a minha vizinha cheira

Eu grito crise no strip-tease Demi Moore
Calcanhar desenhado, hum hum pédicure
O crédito é seguro e eu ponho esse ass em tour
E onde tu me vires é via verde tenho acesso a tudo
I’m a dude sem penduras sou eu quem conduz
Gang bang sem censuras direito a um bom duche
Mas eu não tou com crews, na eu tou com queridas
E elas só saem do meu quarto com a crica com feridas

A querida uaina como eu não naina
Eu vou-lhe tentar por o meu pau na "vagina"
Juro ela vai sentir o meu pau na "vagina"
Mesmo que eu esteja barrigudo como o Nicolau Breyner

 

Ga Gancho

Let it go
Fyah Box
Duda
Krpan
Rafa
Yeah
Don Gula
You already know

 



olhar para o mundo às 17:11 | link do post | comentar

 


CLUB BANDITZ

DUPLA PORTUGUESA MOSTRA "ENDLESS SUNRISE"

Club Banditz é o nome a fixar para os fãs de música electrónica. O single "Endless Sunrise",  acaba de chegar às rádios nacionais e o projecto português prepara-se para uma nova fase.

A canção conta com a voz do cantor norte americano Jonny Rose. O vídeo estreia a29 de Setembro, na mesma data em que se inicia o exclusivo no Beatport. A 13 de Outubro estará disponível em todas as plataformas digitais.

Os Club Banditz são Gonçalo Julião e João Coelho, responsáveis, nos últimos anos, por algumas das noites mais memoráveis em pistas de dança à volta do mundo: do Brasil a Espanha, Grécia, Alemanha, Uruguai, Angola ou França.

Para além das performances, a energética dupla de Coimbra tem vindo a dar cada vez mais atenção à produção, e isso levou-os a trabalhar com o colectivo brasileiro A Liga (em "Mirakuru") e com os Digital Militia (com "Falling" como exemplo).

Também Jonny Rose está em destaque: baseado em Los Angeles, o vocalista tem colaborado com artistas como Hardwell, Laidback Luke, Vicetone, Sick Individuals, entre outros. No seu currículo estão lançamentos em algumas das mais importantes editoras mundiais, especialmente no campo da electrónica: Ultra, Armada, Kontor, Black Hole ou Mixmash.


olhar para o mundo às 12:44 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 08:08 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.09.14

Red Rose Motel

 

Red Rose Motel é uma banda com influências rock, indie, funk e blues formada em 2009.

 

Célia Ramos, Francisco de Macedo, João Loureiro e Rui Malvarez, compõem a formação que nasceu para criar de forma colaborativa, absorvendo um pouco de cada um.

 

As letras contam histórias em inglês e português, e os ritmos mais melancólicos coabitam no repertório com melodias vivas, porque a identidade do seu trabalho não se encerra num só estilo.

 

Depois de vários anos de concertos e crescimento enquanto grupo, os Red Rose Motel lançam em 2014 o seu primeiro álbum homónimo nas plataformas digitais. São 11 temas originais que expressam a sua dedicação à música, a criatividade na composição e, sobretudo, a vontade de partilhar esta arte única. 

 



olhar para o mundo às 20:40 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Contigo baby perco o juízo
Do jeito que me olhas é tao bom
Quase que me tiras o folgo
Eu não sei se convém
Ficarmos so por mais um segundo
E viajamos por mais um segundo
Converso que eu bem lá no fundo
Te quero te venero

 

Ohhh

 

Tu achas que eu nao sei
Que tu me queres também
Mas fazes um jogo tipo nao me queres e me deixas louco
E brincas comigo
Fui atingido pelo cupido
Contigo eu fico assim

 

Ohhhhh

 

Perco o juizo, perco o juizo (perco o juizo, perco o juizo)

Tu deixas-me louco baby
Perco o juizo, perco o juizo


Ahhh ahhh

 

Tu achas que eu nao sei
Que tu me queres também
Mas fazes um jogo tipo nao me queres e me deixas louco
E brincas comigo
Fui atingido pelo cupido
Contigo eu fico assim

 

Ohhhhhh


Perco o juizo, perco o juizo (perco o juizo, perco o juizo)

Pega me leva
Usa e abusa
Me agarra me atura
Fico louco, tão louco

 

Uhhhhhh


Perco o juizo, perco o juizo (perco o juizo, perco o juizo)


Ahhhhh ahhhh


Perco o juizo, perco o juizo (perco o juizo, perco o juizo)


Ahhhhh ahhhh

 



olhar para o mundo às 17:03 | link do post | comentar | ver comentários (1)

LISBON BLUES FEST | 2º EDIÇÃO |  24 E 25 DE OUTUBRO NO ARMAZÉM F 

 

LISBON BLUES FEST | 2º EDIÇÃO

 

24 E 25 DE OUTUBRO | ARMAZÉM F

 

A organização da segunda edição do Lisbon Blues Fest está a cargo da Fundação Ama Autismo, sendo que a produção será das Trovas Soltas.

Decorrerá nos dias 24 e 25 de Outubro no Armazém F, este ano traz-nos um conceito único.

Desafiamos músicos portugueses de áreas tão diferentes como o Jazz e a musica popular, a “experimentar” o Blues. O repto foi lançado a Maria João e a José Cid que aceitaram de imediato, estes dois surpreendentes concertos conferem desde já a este festival um caracter único e inovador no panorama musical nacional.

Fazem ainda parte do line up do festival algumas das bandas mais conhecidas do Blues europeu e norte-americano.

Não nos podemos esquecer das Jam Sessions que vão acontecer logo a seguir aos concertos.

 

Programa

24 OUTUBRO  | 22:00H

ACIDJAZZ (POR)

VELMA POWELL & BLUEDAYS (EUA/ES)

 

25 OUTUBRO |  22:00H

CHINO & THE BIG BET (ES)

MARIA JOÃO feat BUDDA POWER BLUES (POR)

 

Preços: Bilhete Diário: 20 € | Bilhete Geral: 35 €

Locais de Vendawww.ticketline.sapo.pt | Fnac | Worten | El Corte Inglês | C.C.Dolce Vita | Casino de Lisboa | Galerias Campo Pequeno | Agência Abreu | A.B.E.P. | MMM Ticket e CC Mundicenter | U-Ticketline | CCB |Locais habituais e no recinto a partir de dia 24 de Outubro pelas 19h.

 

www.facebook.com/lisbon.blues.fest



olhar para o mundo às 12:42 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Falaram-me de ti
Fechei os olhos e não vi
Desisti de te encontrar

Nos livros infantis
Histórias com final feliz
Que ao deitar-me fizeram-me sonhar
Falaram-me de ti
Fechei os olhos e não vi

Que eras tu e eu
A última página dos livros infantis
Tu és o meu final feliz
És o meu final feliz

Encontrar bruxas malvadas
Comer maças envenenadas
Espelho meu que me enganavas

Agora que te encontrei
Vou pegar na tua mão
Viver o que sonhei
Falaram-me de ti
Fechei os olhos e não vi

Que eras tu e eu
A última página dos livros infantis
Tu és o meu final feliz
És o meu final feliz

E se um dia o livro fechar
Se um dia a história acabar
Basta um beijo teu para me acordar

Que eras tu e eu
A última página dos livros infantis
Tu és o meu final feliz
És o meu final feliz



olhar para o mundo às 08:46 | link do post | comentar

Segunda-feira, 15.09.14

 Cordis

 

CORDIS  - TEATRO MIGUEL FRANCO - LEIRIA
 Entrada: 8€ 
03 OUTUBRO 2014 | SEXTA-FEIRA | 21H30

 

Em pleno coração do centro de Leiria encontra-se o Centro Cultural Mercado Sant’ Ana, edificio que remonta a 1929, e onde está instalado o Teatro Miguel Franco, com lotação para 213 lugares, que será palco no proximo dia 03 de Outubro de mais um grande espetáculo da CORDIS Tour 2014.

Este auditório vai testemunhar a fusão entre o piano e a guitarra portuguesa (de Coimbra), e os músicos Paulo Figueiredo e Bruno Costa vão apresentar um alinhamento de peças de reconhecidos compositores como Artur e Carlos Paredes, Francisco Martins e António Portugal, bem como alguns originais já editados em CD.

 

É um espetáculo a não perder pela primeira vez em Leiria, que reserva a surpresa de uma convidada muito especial e com cariz solidário – 20% das receitas revertem a favor do Projeto Social da Escola Secundária Afonso Lopes Vieira.

Informações:

 

www.cordismusic.pt

https://www.facebook.com/cordispianoeguitarraportuguesa

 

CORDIS  breve biografia

CORDIS surgiu em Setembro de 2008, com o CD CORDIS piano e guitarra portuguesa e um concerto de apresentação em Coimbra, onde a tradição da música de Guitarra Portuguesa foi confrontada com uma nova abordagem explorada pelo encontro invulgar do piano com a guitarra.

 

A apresentação pública de CORDIS 2 aconteceu a 30 de Setembro de 2011, no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra. Este concerto de lançamento do CD contou com a participação dos músicos convidados que colaboraram na edição deste novo trabalho de piano e guitarra portuguesa.

 

Com CORDIS piano & guitarra portuguesa completamente esgotado, o cd CORDIS 2, já na sua terceira edição, foi apresentado em diversos palcos - Festival Fresh Mood 2.0, Festival José AfonsoMusibériaFestival de Outono, Pausas Musicais, entre outros. O concerto CORDIS & Cuca Roseta (com Quarteto Opus Quatro) encerrou o 5º Festival das Artes (Coimbra).

 

Em 2013, o CORDIS produziu o primeiro DVD, gravado ao vivo em setembro de 2011, no Teatro Académico de Gil Vicente, onde teve lugar o seu lançamento numa edição de luxo, no dia 15 de novembro de 2013: PACK triplo que contém o DVD + cd CORDIS piano & guitarra portuguesa + cd CORDIS 2.  Depois de CascaisAlbergariaHorta, Fátima, Miranda do Corvo, já em 2014, o CORDIS ruma agora a outras cidades, palcos de novas apresentações, com uma agenda totalmente preechida para a rentrée.



olhar para o mundo às 20:41 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 17:17 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Alvo incerto 
Rumo sem dar

Corpo perdido 
Metade sem par

Por caminhos suspeitos
Sinais de duvidar

Passo a passo e rasgo a sombra do vagar 
Leve frio no ar
Brisa de arrepiar 

Cerra o certo que da luz ao incerto
Remédio errado por parecer concentrado 
Rasga o sufoco 
Silêncio quebrado
Remédio errado por parecer concentrado 

Sigo o vazio
Torno a calar
Breve suspiro
Ponteiro a contar

Vejo o alto do salto
Duvido sem pensar
Conto o passo e rasgo a sombra do luar
Doce frio no ar

Cerra o certo que da luz ao incerto
Remédio errado por parecer concentrado 
Rasga o sufoco 
Silêncio quebrado
Remédio errado por parecer concentrado 

"para ti eu estava errado
Para mim eu estava certo
Obstinado no passado
No presente homem desperto
Arquitecto do projecto
Que projecta a minha historia
Incorrecto com o medo
Voo rumo a vitoria,

Querem me fazer acreditar
Que por mais que caminhe 
Estou destinado a não chegar
Mas não desisto,
Estou a seguir o meu instinto 
A ouvir o meu corpo
Quando obedece
A este ritmo eu já vos disse
Eu não desisto
E só assim me sinto em paz
No templo"

Cerra o certo que da luz ao incerto
Remédio errado por parecer concentrado 
Rasga o sufoco 
Silêncio quebrado
Remédio errado por parecer concentrado 

Cerra o certo que da luz ao incerto
Remédio errado por parecer concentrado 
Rasga o sufoco 
Silêncio quebrado
Remédio errado por parecer concentrado



olhar para o mundo às 13:25 | link do post | comentar

Polo norte

 

Os Pólo Norte estão de regresso aos palcos, após uma ausência de seis anos.

 

A banda criada em 1992 por Miguel Gameiro atua no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, a 21 de novembro, subindo ao palco do Coliseu do Porto no dia seguinte, em jeito de celebração de “20 anos de estrada, de palcos, de histórias”.

 

Os concertos especiais, onde serão passadas em revista duas décadas de música, com destaque para os êxitosLisboaGrito, Aprender a ser feliz e Dá-me um abraço, serão registados para posterior edição em CD e DVD.

 

“Foram todos vocês que deram sentido a este caminho e, sem vocês, não teríamos histórias para cantar, nem teríamos 20 anos para celebrar. Por isso, o nosso agradecimento vai inteirinho para todos vós, que nos acompanharam, que nos apoiaram e que deram sentido à música que fizemos. Estes 20 Anos são vossos. Obrigado", escreve Miguel Gameiro, dirigido aos fãs do projeto.

 

Os concertos têm início às 21h30. Os bilhetes já estão à venda.

 

 

Retirado de Sapo Música



olhar para o mundo às 12:07 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Foi no fim das minhas férias
Estava na praia a andar
Reparei nas ondas do teu corpo
O por do sol ficou nesse olhar

Estava na areia a curtir um som
E toda a paisagem do meu verao
Quando tu chegaste a mim

Refrão:
E o meu verão não acabou
És o sol que aquece o outono que chegou
E sei que contigo eu estou bem
Quando estás comigo não há mais ninguém
E se um dia o sol deixar de brilhar
Eu sei que te vou recordar
Como o verão hiéééé
Que não acabou

Já de regresso a casa
O sol continua a brilhar
Falamos varias vezes
Mas temos de nos encontrar
Não sei se a escola em que eu vou andar
Será a mesma onde tu vais estar
Mas quero ver-te mesmo assim

Refrão

E são estes momentos
Que me fazem continuar
A alimentar o sonho
Que o verao, não pode acabar

E o meu verão não acabou
És o sol que aquece o outono que chegou
E sei que contigo eu estou bem
Quando estás comigo não há mais ninguém
Repete(3x)




olhar para o mundo às 08:41 | link do post | comentar

Domingo, 14.09.14

Opus 7

 

AMAC JUNIOR | 28 DE SETEMBRO

Ciclo PAPI  |música para bebés e crianças

 

No âmbito da programação AMAC JUNIOR, o Auditório Municipal Augusto Cabrita recebe no domingo, 28 de setembro, mais uma iniciativa para bebés e crianças, desta vez, protagonizada pela Opus 7 - Companhia de Música Teatral.

 

«Num jardim de flores sonívoras, as abelhas valsam, o vento murmura e a chuva canta. As estrelas brilham e cintilam em caixas de música; os pássaros passam e param sem pressa. Uma borboleta pousa e diz que esta é a melhor forma de aprender a voar. Um jardineiro floresce e ensina a sua arte a outros cuidadores de plantas».

 

Aceite o convite e participe nestes workshops em que, de acordo com a organização, «se promove a desejável interação entre crianças de diferentes faixas etárias e as crianças mais velhas aprendem a responsabilizar-se e a cuidar das mais pequeninas».

Público-alvo – Para todos os públicos

Duração – 40 m |3 sessões: 10h00 e 11h30 até aos 36 meses e às 16h00 dos 3 aos 5 anos

Local – Auditório Municipal Augusto Cabrita | Sala de Ensaios

Ingressos – 5,00€ »um bebé e um acompanhante

 

 

CMB 2014-09-12



olhar para o mundo às 19:00 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 17:25 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 08:22 | link do post | comentar

Sábado, 13.09.14

 

 

Letra

 

 

A nossa situação é frágil 
E é tão fácil não ter de escolher 
E permitir que os outros decidam o que há-de ser 
Tu és sempre a mesma coisa, 
Nunca sais do teu lugar 
Tu és sempre a mesma coisa, 
E ninguém te vai ajudar 
Estou aqui parado 
Há meia hora e o destino está traçado 
Faz tanto tempo que eu vivo o mesmo 
Eu não sei bem o caminho que hei-de seguir, 
O que fui, o que sou e onde quero ir 
Estou perdido e tenho medo do que há-de vir, 
Deixo andar, deixo me ir, deixo-me cair … 
Deixo-me cair (2x) 
Tanta dor a que fui sujeito, não cabia no meu peito 
O inimigo está no ar e esta merda vai mudar (2x) 
O inimigo está no ar (4x)

credits

from Pano p'ra mangas, track released 08 April 2016 
Letra e música José Ferreira 
Arranjos de bateria Ruca Lacerda



olhar para o mundo às 17:35 | link do post | comentar

saffra

 

“Safra deste ano”

 

 

Já estreou o videoclip de “Safra deste ano”  o single de apresentação do projecto SAFFRA.

Produzido pela Neon Media e realizado por Helder Mendes, o vídeo ilustra uma historia de amor contada ao longo de uma vida.

 

Longe dos tempos em que se estrou na série “Morangos Com Açucar”, Fernando Fernandes, FF, é a voz das canções de SAFFRA, revelando, pela primeira vez, a sua essência enquanto cantor e compositor naquele, que considera ser o seu primeiro disco a solo.

 

 



olhar para o mundo às 12:36 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Intro: Regula e Blaya]
Tou com queridas all day, eu nunca folguei
(Bem somos dois, cause I do this always)

[Hook: Blaya]
Wine low and wine
Wine low and wine

[Verso 1: Blaya]
Sabes como é eu faço e aconteço
Trinta por uma linha e viravas-me do avesso
Ai se eu pudesse amarrava-te com o meu lenço
E nem sequer te vou dizer metade das coisas que eu penso
Mas tu não me convences
One night stand e acaba a noite com pensos
Nunca penses queres cobaia do pac five bundas
Nas minhas aulas entras de calças e sais de sungas
O papa-tudo, não papas nada
Saberes como a Blaya wina
Meu filho tu largas baba
Saberes como a Blaya wina
Seja numa saia larga
Tu só largas baba, só largas baba

[Bridge: Blaya]
Por isso eu já sei, que essa tua conversa é só paleta
E que são mais de 100 paparinhas na tua praceta
Mas bebé eu já nem vejo tinta na tua caneta

[Verso 2: Regula]
Pois mas é só grandes traços pesados
Eu não tou com os braços cruzados
Só faço passos cruzados com a minha clique
Nós somos os putos qu'elas chamam goodfellas
O resto é tudo jealous, a fazer novelas
Eu não seguro velas baby, eu seguro wellas
E aqui até vegetarianas comem morcelas
J's on my feet
Blaze on my feet
Calças Edwin
E um belo da Louis V que eu nunca vi
Yeah new shoe, no [?]
Não sentes um pivete aqui, nem com o nariz do Júlio Isidro
What you talking about, bitch?
Tens a pussy clean?
É que a gente não come bacalhau, we the Sushi team
Okay, golpes karaté na tua puni e
No dia seguinte tu tas a acordar-me com miminhos
Clap, clap, clap, clap no teu booty deep
Tenho [?] de Durex [?]
Cavalo só da Ralph Lauren, sim?
As queridas sentem como se eu cantasse R&B

[Hook]

[Bridge]

[Outro: Regula]
Por isso baby nem venhas com essas tuas conversas
Porque eu bem sei que tu também é só promessas
Tu até danças bem mas eu desmonto-te por peças
Enquanto tu

[Bridge]



olhar para o mundo às 11:31 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Welcome to the next level
What makes them mothefuckers so damn fresh

Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah
Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah

Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah
Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah


E tu já vês porquê que aqui tanta gente receia
Arrisca tudo, hoje sou o orgulho de quem me rodeia
Papa sem get player
Nunca me vês virar a cara à luta sempre que a coisa aqui fica feia
Dou pérolas ao porcos, quando chega ao teu corral
Carisma não se aprende, não queiras procurá-lo
E cuspo a precipitação de um temporal um verso intemporal
Qual em brasa? Eu sou infernal
O meu designo é sagrado
Manos a falar do ghetto quando vivem em condomínios privados
Vivi histórias que relatam dramas que só imaginam
Não sabem como começa mas eu sei como terminam

Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah
Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah

Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah
Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah


24 por 7 no lufa-lufa
Se o vento soprar nas costas é mais um hater que bufa
Eu tou num serie 5, com os meus rock boys
A queimar king size, olha o efeito de estufa
Para quem se identifica sou relevante, ma man
Por isso é que tanta gente critica
Mas isso nem se explica, ouve
Família vem primeiro, dinheiro vem, dinheiro vai, raramente fica

Oh, acaba aqui?

Machados no crânio desses MCs badamecos
Vão para os perdidos e achados atarraxados e marrecos
Morreram seis manos praxados na praia do Meco
Na Damaia morreram 1000 MCs praxados no beco
Rap tuga é só bonecos, nem servem para matrecos
Viris, no topo do globo como um sueco
Eu sou um Umberto Eco, tu és o que defeco
Nos teus concertos nem 10 manos vão é só eco
Acelero como Bebé, Ronaldo com carapinha
Cago em todos como um bebé, ninguém faz farinha
Choras como um bebé quando venho com estas linhas
Escancaro como um bebé a racha da tua rainha
Eles sabem que o meu rap é ás do rap?
Viris é tipo Pelé, numero 10 da canarinha
As tuas damas são de tele-novela mas burrinhas
Podes ser player mas parolo como o Zézé Camarinha

Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah
Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah

Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah
Whoa-wo-wo-oh ah-ah-ah-ah


Não te admires enquanto vires os meus aqui, em marcha
Mais rappers tão a dar o cu que groupies a pachacha
Uh, Yeah, uh mais rappers tão a dar o cu que groupies a pachacha



olhar para o mundo às 08:31 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.09.14
Companhias e artistas de Portugal, Itália, Chile, Reino Unido e Espanha.
O Gesto Orelhudo, a edição treze!
http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo
1 a 4 Outubro 2014
ÁGUEDA

O gesto Orelhudo

“The Vocal Orchestra” actua pela primeira vez em Portugal, no 13º Festival “O Gesto Orelhudo”
https://www.youtube.com/watch?v=fvgf5CeXVR8

Águeda volta a fundir música e teatro para mais uma edição do Festival O Gesto Orelhudo, um dos mais reconhecidos eventos d’Orfeu. De 1 a 4 de Outubro próximo, sem superstições, “O Gesto Orelhudo” chega à sua 13ª edição, apresentando 10 espectáculos de companhias e artistas de Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido e Chile.

Este ano, além da mítica tenda do Espaço d’Orfeu - onde a musicomédia acontece -, o festival faz também do Cine-Teatro São Pedro palco principal em cada noite, para os espectáculos de grande formato. E por aí não se fica, com a novidade dos aperitivos orelhudos, ao fim da tarde, em lugares informais da cidade. O festival mantém ainda uma programação paralela, com sessões escolares e outras pontes com as instituições locais, estimulando os hábitos culturais e tornando a oferta cultural acessível a toda a comunidade.

Nesta 13ª edição, com as palavras embebidas em música, poderemos assistir a espectáculos de pequeno formato como "Hamlet em Pessoa" (André Gago e Carlos Barreto), "20Dizer" (Trigo Limpo teatro ACERT) e "Circo Mediático" (Américo Rodrigues). Para o horário nobre, estão confirmados os espectáculos "Deixem o Pimba em Paz" (com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo), "The Best Of Leo Bassi", "Liberdade" (de Sérgio Godinho) e os britânicos “The Vocal Orchestra”. Da gama musicómica, chegam este ano Murmuyo (Chile) e, de Espanha, os andaluzes Hermanos Infoncundibles e o galego Peter Punk. Em propostas tão distintas, o humor chegará ao 13º Festival “O Gesto Orelhudo” de muitas formas, das mais intimistas às mais extravagantes.  

O Passe Orelhudo, válido para todo o festival, estará antecipadamente à venda. Toda a informação sobre programa e bilhetes está já disponível em http://www.dorfeu.pt/ogestoorelhudo. Este festival é uma iniciativa conjunta da d’Orfeu Associação Cultural e da Câmara Municipal de Águeda, parceria que faz de “O Gesto Orelhudo” uma marca de Águeda. Todos os anos.

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC


olhar para o mundo às 18:58 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música


Arquivado em: , , , , ,

olhar para o mundo às 17:25 | link do post | comentar

MÊS DA MÚSICA 2014   CONCERTO DE MÁRCIA NO DIA MUNDIAL DA MÚSICA

 

MÊS DA MÚSICA 2014

 

CONCERTO DE MÁRCIA NO DIA MUNDIAL DA MÚSICA

 

 

Outubro é o MÊS DA MÚSICA no Barreiro. O Dia Mundial da Música, a 1 de outubro, será assinalado pelo Município do Barreiro, com o concerto de Márcia, pelas 21h30, no Auditório Municipal Augusto Cabrita.

 

Márcia irá apresentar o seu trabalho “Casulo” que sucede ao aclamado álbum de estreia "Dá". «Editado originalmente em Novembro de 2010, "Dá" teve uma nova edição em Novembro de 2011, na qual, ao alinhamento original, se juntou o tema "A pele que há em mim (quando o dia entardeceu)" em dueto com JP Simões. Um tema que se mantém desde a sua edição entre os mais vendidos nas plataformas digitais, que no YouTube já ultrapassou largamente um milhão de visualizações e que valeu a Márcia uma nomeação para os Globos de Ouro.

"Casulo" promete seguir-lhe os passos com excelentes críticas da imprensa e aceitação do público».

 

No palco, Márcia será acompanhada por Filipe Monteiro (guitarras e teclados), Rui Freire (bateria), Manuel Dordio (guitarras) e David Santos (baixo).

 

O valor dos bilhetes: plateia» 10€ e frisa» 7,5€.

 

O programa completo do MÊS DA MÚSICA 2014 será, oportunamente, divulgado.

 

A reprodução textual da informação implica a referência da sua autoria: CMB

 

CMB 2014-09-10



olhar para o mundo às 12:04 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Nem me atrevo a dizer
Que não quero saber
Se perguntares não vou saber responder

Porque na verdade
Não é uma questão de idade
Brincar aos egos sempre vou fazer

Só porque sim
Só porque sim
Dizes não gostar de mim
Nem tão pouco assim-assim

 

Tudo o que fiz
Que dizes não ver e te ris
Agora não há como esconder

 

E se eu acreditar
Que a ninguém tenho de agradar
Mas é tão fácil esquecer (esquecer / esquecer)

 

E não vou negar que preferia estar bem longe…
E não vou negar que preferia estar bem longe
Sabes sempre onde me encontrar

 

Só porque sim
Só porque sim
Dizes não gostar de mim
Nem tão pouco assim-assim



olhar para o mundo às 08:20 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
Artigos recentes

Uma Questão de Princípio”...

Club Banditz & Digital Mi...

DEAD COMBO apresentam vid...

Joana Espadinha - Sem Red...

Os Gambozinos apresentam ...

DEAD COMBO - "Povo Que C...

UPBEAT Rock Show - 10 con...

Regula - Casanova feat. L...

CLUB BANDITZ - DUPLA POR...

Dom Power - Vou te Assumi...

Arquivo

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Arquivado em

todas as tags



links
comentários recentes
A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da f...
sou louco pelas tuas musicas, Allen halloween a t...
Adorei
Mas os da foto são os Linda Martini...
Já ouvi este música umas boas dezenas de vezes e n...
Eu gosto muito desta música maria teresa tu...
Eu gosto muito de cantar esta música esta m...
Muito romantica
É "peaking" (de "peak") e não "peacking".
Muito obrigado, já alterei o post
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds