Segunda-feira, 08.02.16

platonic.jpg

 

MIKE BRAMBLE apresenta disco de estreia: "Platonic"

Depois dos primeiros concertos de apresentação do disco de estreia, no Sabotage (Lisboa) e no Teatro Loucomotiva (Coimbra), Mike Bramble continua a apresentar "Platonic".

Nas próximas semanas podem encontrar Mike Bramble e o EP "Platonic" nas FNAC's, disco com distribuição Compact Records
 

Mike Bramble no facebook >>
"Platonic" soundcloud >>



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Tu querias fugir da palavra ‘relação’
Neste lance ficava de fora o coração
Amigos sem compromisso
E cada um sabia disso

Não queria guardar na memória a sensação
As formas do teu corpo gravadas na minha mão
Era sem falar in love, in love, in love, in love

Mas do nada, um sorriso, uma lágrima
Tudo me lembra de ti
O que eu faço
Há um retrato no meu quarto
Porque eu estou in love, in love, in love, in love, in love

Tu querias esconder-te atrás de uma ilusão
O teu corpo colado ao meu sem privação
Dei-te o aviso, amigos sem compromisso (baby)

Prometeste que era só uma vez, lembro-me bem
Mas provei do teu beijo e agora estou refém
Era sem falar in love, in love, in love, in love

Como uma música solta, que eu escrevi
Tudo me leva pra ti
Parece que deu a volta
E agora eu cai

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 07.02.16

shawn mendes.jpg

 

SHAWN MENDES

Bilhetes para estreia de Shawn Mendes em Portugal já estão à venda



Cantor atua a 8 de maio na Sala Tejo da MEO Arena, em Lisboa

A expectativa para o primeiro concerto do jovem Shawn Mendes em Portugal é muita e hoje foram colocados à venda, nos locais habituais, os bilhetes para esta estreia, que se realizará a 8 de maio na Sala Tejo da MEO Arena, em Lisboa. O preço das entradas varia entre os 27,50€ (Plateia em Pé), 35,50€ (Lugares Sentados) e 60€ (para o Golden Circle). O concerto começa pelas 17h00 e as portas da Sala Tejo abrem às 16h00.
 
O cantor lusodescendente, que é um dos maiores fenómenos juvenis da pop atual, vem até Lisboa apresentar as canções do seu álbum de estreia, "Handwritten", que no final do ano passado foi reeditado. Desse disco faz parte o single "Stitches", que o tornou num caso de sucesso planetário, tendo chegado ao topo dos tops de vendas de todo o mundo. Só no YouTube o vídeo desta canção conta, até ao momento, com mais de 206 milhões de visualizações. Em Portugal, o álbum entrou no top 5 de vendas e alcançou o top5 no Spotify, iTunes e MEO Music.
 
A reedição de "Handwritten" revelou ainda ao mundo um novo single, "I Know What You Did Last Summer", um dueto com Camila Cabello, das Fifth Harmony, que rapidamente se tornou num grande êxito, entrando na tabela de airplay nacional ao lado de "Stiches". Shawn Mendes e Camila Cabello interpretaram a canção nos People’s Choice Awards, onde foi distinguido com o prémio de artista revelação. 


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

modernlights.jpg

 

 

MODERN LIGHTS
Café-concerto


Rock onde o acústico e o elétrico se misturam sem conflito


A arte da música associada à beleza feminina constitui a base de inspiração desta banda, onde se cruza o acústico com sonoridades mais fortes. O rock’n´rollpraticado por este quinteto quer ser ouvido e experimentado como uma viagem, com cada canção a propor a deambulação por um local diferente, da Roma antiga à atual Lisboa, sem fronteiras nem caminhos fechados.




Ficha Técnica

Voz: João Pedro “Johny”
Bateria: Rui Almeida “Manecas”
Guitarras: Miguel Neves “Mike” e Tiago Pais
Baixo: Luís Sequeira

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Ela não pode pensar
Ela não pode lembrar
Não quer nem mencionar
No que ficou para trás
Ela não quer olhar
Não pode suportar
De saber que é assim
Tudo um dia tem fim
E ela nunca foi feliz

Sua vida é feita de ares bons, ares ruins
Noites estreladas, noites de luar
Nunca o mesmo dia, nunca o mesmo ar

Ela não sabe para onde é
Que foi que o vento levou
O seu olhar
Ela não quer, ela nem tenta
Abrir os olhos e ver
Ao longe, o mar
Não consegue escutar
Não consegue cantar
Não consegue chorar

Sua vida é feita de ares bons, ares ruins
Quando na janela logo ao despertar
Fica sufocada e não pode pular

Sua vida é feita de ares bons, ares ruins
Noites estreladas, noites de luar
Nunca o mesmo dia, nunca o mesmo ar

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

pimba.jpg

 

DEIXEM O PIMBA EM PAZ
COM A ORQUESTRA FILARMONIA DAS BEIRAS

Intenso, grandioso e desenvergonhadamente bem humorado, é o mínimo garantido que se pode esperar deste espectáculo. Dia 13 de Fevereiro, Deixem o Pimba em Paz com a Orquestra Filarmonia das Beiras: um concerto único!

 

Coliseu do Porto
Sábado, 13 de Fevereiro I 22h
Bilhetes à venda na Fnac e na Ticketline
Preços: a partir de 12€



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

joana amendoeira.jpg

 

Muito Depois" já à venda 

Joana Amendoeira regressa 5 anos depois aos álbuns de originais com o novo disco “Muito Depois”. Este disco reflecte os mais de 20 anos de vivência no Fado e celebra o sentido da Vida nos seus caminhos mais luminosos como o Amor, a Amizade, a Maternidade, passando igualmente pelos mais sombrios como a Desilusão, a Perda, a Solidão e a Saudade. As poesias e emoções deste novo trabalho, têm por base o Fado e outras sonoridades tradicionais portuguesas. Os temas apresentados evidenciam um contexto geográfico, o Tejo e a Luz de Lisboa, retratados de forma apaixonada pela fadista.

“Muito Depois” conta com temas de diversos autores, letristas e compositores da actualidade, como o próprio Tiago Torres da Silva, Joaquim Pessoa, Vasco Graça Moura, Natália Correia, Paulo de Carvalho, José Niza, Manuel Alberto Valente, Pedro Jóia, Bruno Fonseca, Valter Rolo, Marcos Sacramento, Filipe Raposo, Rogério Ferreira, António Quintino e Pedro Amendoeira assim como com fados tradicionais de Amadeu Ramin, Fernando P. Coelho e Acácio Lopes.

Com produção do poeta Tiago Torres da Silva, a sonoridade tradicional deste álbum foi enriquecida com os diferentes matizes dos convidados especiais, como Pedro Jóia, na Guitarra Clássica, Filipe Raposo no piano e Paulo de Carvalho, com quem gravou o primeiro dueto da sua carreira. Estes convidados juntaram-se ao núcleo de maravilhosos músicos composto por Pedro Amendoeira, na Guitarra Portuguesa, Rogério Ferreira, na Viola de Fado e António Quintino, no Contrabaixo.

No ano em que a fadista vive o maravilhoso processo da maternidade, Joana Amendoeira apresenta um novo disco e concerto que nos transporta à característica especial do seu fado, a luz que emana da sua voz e da sua alma que carrega uma enorme vivência no Fado e por isso aqui nos chega “Muito Depois”.
 
1-Com penas de ternura (Joaquim Pessoa/Amadeu Ramin – Fado Zeca)
2-P'ra mudar o rumo á vida (Tiago Torres da Silva/Rogério Ferreira)
3-Muito Depois (Tiago Torres da Silva/Bruno Fonseca)
4-Lisboa da madrugada (Tiago Torres da Silva/Pedro Jóia)
5-O avesso do destino (Tiago Torres da Silva/Marcos Sacramento)
6-Teu lindo nome (José Niza)
7-Passageira da noite (Natália Correia/Acácio Lopes – Fado Lopes)
8-Regresso (Manuel Alberto Valente/Bruno Fonseca)
9-É a hora (Tiago Torres da Silva/ Paulo de Carvalho)
10-Por pressa de viver (Tiago Torres da Silva/Filipe Raposo)
11-Fora de moda (Tiago Torres da Silva/Valter Rolo)
12-Se eu te pedir o Sol (Tiago Torres da Silva/Filipe Raposo)
13-Jasmim (Vasco Graça Moura/António Quintino)
14-Verdes Campos, verde vida (Maria Manuel Cid/Fernando P. Coelho)
Faixas Extra:
15-A canção que te pedi (Tiago Torres da Silva/Pedro Amendoeira)
16-Fado do Embalo (Amélia Muge/João Godinho)
 
É a Hora  - single promocional - Joana Amendoeira feat. Paulo de Carvalho 




publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 06.02.16

dondiablo.jpg

 

 

DON DIABLO é a nova confirmação para o RFM SOMNII 2016.

 

O holandês DON DIABLO, a viver em Londres, é o atual número 30 do Top 100 da prestigiada DJ Mag e nos últimos anos conseguiu vários sucessos no Top 5 da Beatport. São disso exemplos os singles “Anytime”, “Starlight”, “On my Mind” e “Chemicals”.

 

A sua faceta de produtor é, também, cada vez mais procurada. No seu portfolio estão nomes como Madonna, Ed Sheeran, Rudimental, entre muitos outros.A música do tão esperado jogo Batman Arkham Origins é da sua autoria e tornou-se rapidamente num hit viral com milhões de visualizações no youtube.

 

DON DIABLO é assim mais um nome de peso que se junta aos já confirmados DJ Snake e Olivers Heldens para a edição deste ano do Maior Sunset de Sempre!

 

O line up de luxo do RFM SOMNII 2016 está cada vez mais composto e promete 3 dias de sonho no areal da Praia do Relógio, na Figueira da Foz, onde, na edição passada, estiveram a vibrar mais de 75 mil pessoas. Com mais um dia de festa este ano, espera-se uma verdadeira enchente no Maior Sunset de Sempre! dias 08, 09 e 10 de julho.

 

Os bilhetes já estão à venda em toda a rede Blueticket e no Casino Figueira.

 

Fotos de Don Diablo: http://we.tl/DpxvgTnt8U

 

 

Mais informações:

http://rfm.sapo.pt/somnii/

https://www.facebook.com/OMaiorSunsetdeSempre/?fref=ts

 

  

 RFM SOMNII – O MAIOR SUNSET DE SEMPRE

08, 09 e 10 JULHO - FIGUEIRA DA FOZ

PRAIA DO RELÓGIO

 

DON DIABLO

DJ SNAKE

OLIVER HELDENS

E MAIS NOVIDADES A CHEGAR!!



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

flordesal.jpg

 

 
FLOR DE SAL disco de estreia é editado a 18 de Fev.
 
O primeiro disco dos Flor de Sal contém dez temas originais e cinco versões, anuncia a esperança de um novo recomeço. Os Flor de Sal são Ana Figueiras na voz e flautas de bisel e Zé Francisco na voz, guitarra acústica e bandolim. Eles trazem-nos uma música cintilante como os cristais da flor do sal colhidos diariamente durante o Verão nas salinas do sotavento algarvio. Flor de Sal têm como músicos convidados Rui Afonso nas percussões tradicionais portuguesas e do Norte de África e Nuno Faria no contrabaixo, que juntos, marcam os ritmos exóticos e dançantes do Magreb e do Médio Oriente, complementados ainda pelas paisagens planantes da guitarra elétrica de Johan «Zilverzurf» Zachrisson.

O disco ainda inclui dois temas instrumentais originais em registos completamente opostos – Procura, dançante e exuberante e Suspiros do Mar, tema melancólico, onde se entende melhor o que para os portugueses significa a saudade.

O disco foi produzido pelos Flor de Sal e por Johan «Zilverzurf» Zachrisson, foi misturado por Johan «Zilverzurf» Zachrisson na Casa Carma, masterizado por Joaquim Monte no Estúdio Namouche, tem fotografias de Luís da Cruz e design de Jorge Galvão.
 
 
Os espetáculos que se avizinham deste novo grupo prometem!

 
13 Fevereiro | Cine- Teatro António Pinheiro | Tavira
Aniversário da Associação José Afonso
16:00h
Bilhetes: 5€
 
18 Fevereiro | Cine-teatro Louletano | Loulé
21:30H
Entrada gratuita
obs: Tertúlia pós- concerto
 
20 Fevereiro | Ass. Recreativa e Cultural de Musicos | Faro
Evento Finanças Étnicas e Solidárias
23:00H
Entrada gratuita
 
03 Março | Teatro Figuras | Faro
21:30H
Bilhetes: 7€


publicado por olhar para o mundo às 20:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Hands in his pockets
But there´s nothing inside it
An old pair of worn shoes
With a hundred stories to tell

Fighting to find his way
Struggling to seek the light
And softly he hears a voice
Calling up inside his heart


Home
Shouts loud his name from far away
Where love is the air that he breathes
The water on streams
The sun in the spring
He´s heading back home

If he just had a couple dimes
He could go buy candy floss
To make it sweeter and smoother
To make it up from the long time loss

He´s getting close, with his bare hands
No sparkling little things, no souvenir
Love is all he´s got
Speaking from inside his heart

His heart start running
He can see his little house
All those teary smiles
Make his heart remember that

Home
Shouts loud our name from far away
Where love is the air that we breathe
The water on streams
The sun in the spring
There´s nothing like home

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

dallamarta.jpg

 

 
Somos os DALLA MARTA, uma banda de originais, residente em Cantanhede, constituídos por Rita Silva (voz e percussão), Thomas Fresco (baixo), Rafael Castilho (bateria) e Francisco Freire (guitarra elétrica e sintetizador).

Juntámo-nos no final de 2014, onde começámos desde logo a trabalhar, e a criar as nossas músicas, trabalho esse que, passado cerca de um ano, resultou no nosso primeiro EP 'ESBOÇO'. 

O 'ESBOÇO' é um pequeno disco de apresentação, com 5 músicas originais, no qual pretendemos mostrar ao público um pouco do que somos, do que gostamos de tocar. 
 
No dia 20 de fevereiro do corrente ano, vamos ter também um concerto de apresentação do CD, na nossa terra natal, onde vamos tocar as músicas do álbum, e até mesmo mostrar coisas novas.

Somos uma banda que trabalha constantemente, todos os dias, para tentar levar às pessoas o que de melhor conseguimos oferecer: a música. É essa a nossa premissa! 
 
Deixamo-vos em anexo um ficheiro "rar" que contém o nosso álbum 'ESBOÇO'. 


Podem também visitar a nossa página de Facebook, e os nossos canais de YouTube e Soundcloud, nos links abaixo.

Obrigado pela vossa atenção.
 
Atenciosamente,


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

ambar.jpg

 

 

Depois dos enormes concertos de apresentação do disco de estreia, no Sabotage (Lisboa) e no Centro Cultural do Cartaxo, os AMBAR continuam a apresentar "No entanto, ela move-se".

Sexta, 5 Fevereiro pelas 22h30 no Alvalade Cinema City os AMBAR vão apresentar-se num formato acústico e com um convidado especial: Miguel Raposo (Bom Marido). Ainda no mesmo fim de semana, no domingo, dia 7 de Fevereiro o quarteto vai estar na FNAC Vasco da Gama pelas 17h00.
 

AMBAR no facebook >>
"No entanto, ela move-se" bandcamp >>



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 05.02.16

duarte.jpg

 

 
O disco “ Sem dor nem piedade” é editado em França através da editora Aztec Music. O álbum vai estar nas lojas a 20 de Fevereiro, no dia em que o fadista Duarte actua no Théâtre de la Ville, em Paris, cuja a lotação esgotou em 24 horas.
 
Sobre o disco:  

Fados para uma relação acabada em quatro actos.
Assumidamente um disco cinzento. Uma fuga ao “mainstream” que se vive no fado actual. A importância de viver e sentir o lado mais escuro dos dias, não fugindo a este mesmo lado. Um trabalho de contra corrente. Não queremos entreter, mas antes fazer pensar. Uma possibilidade de fazer sentir criticamente e não somente consumir o que nos dão. Corrente alternativa de fado (ao nível dos conteúdos, da concepção, da produção e de edição). A importância dos fados sobrepõe-se à importância dos fadistas. A procura de um objecto artístico único e não a repetição de outros objectos já criados no passado. O respeito pelo legado que foi deixado, acrescentando depois e de forma harmoniosa a marca dos nossos dias. Assim como se de uma reabilitação arquitectónica se tratasse. Um trabalho artístico contemporâneo. Quando as principais editoras queriam um trabalho popular, fácil de digerir e de rápido consumo, apresentamos pois um trabalho temático/conceptual sério, pensado no tempo e marcante para a história do Fado.

 
Próxima datas em França: 
 

20 Fev | 17:00H | Théâtre ​des Abesses | Théâtre​ de la Ville – Paris - Esgotado
21 Fev | 2​0​:​15​H | La Couroie - Entraigues-sur-la-Sorgue
2​2 Fev | 2​0​:​15​H | La Couroie - Entraigues-sur-la-Sorgue
11 Mar | 21:00H | L'Embarcadère - Montceau les Mines
30 Mar | 20:45H | Salle Jacques Tati - Versailles – Paris
31 Mar | 20:45H | Salle Cabaret Ariel- Rueil Malmaison- Paris
01 Abr | 20:45H | Salle Cabaret Ariel- Rueil Malmaison- Paris
02 Abr | 20:45H | Salle Cabaret Ariel - Rueil Malmaison- Paris
03 Abr | 18:00H | Théâtre de Clermont l'Hérault - Clermontl' Hérault
10 Mai | 20:30H | Théâtre à l'Italienne - Cherbourg


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Tenho de te contar
Algo que não queres ouvir
Sinto que perdes o tempo
A pensar demais

Faz por te mudar
Faz por acordar
Dos pensamentos dormentes
Que te fazem afundar

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

deolinda.jpg

 


DEOLINDA

Anunciada digressão de apresentação de "Outras Histórias"



Os Deolinda anunciaram hoje a digressão do novo álbum "Outras Histórias", o qual tem data de lançamento prevista para 19 de fevereiro. A partir deste mês, as canções de "Outras Histórias" vão ganhar vida em vários palcos nacionais e internacionais. A estreia acontece uma semana após o lançamento do álbum, nos dias 26 e 27 de fevereiro, em dose dupla, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. 

Em Lisboa o concerto de apresentação do disco está marcado para o dia 22 de abril, no Teatro Tivoli e no Porto, para o dia 6 de maio, na Casa da Música. A nova digressão será ainda apresentada fora de portas, com os primeiros concertos já anunciados, em Espanha e na Bélgica. 

O vídeo de "Corzinha de Verão", o novo single da banda que já se encontra a passar nas rádios nacionais, tem estreia marcada para a primeira quinzena de fevereiro, em DeolindaVEVO, e os dois primeiros teasers podem ser vistos abaixo. "Outras Histórias", que chega às lojas dia 19 de Fevereiro está disponível em pré-venda no iTunes (onde os fãs recebem de imediato o primeiro single) e na Fnac (onde a compra dá acesso a uma reprodução da capa, assinada pela banda). 

Este novo trabalho, gravado em co-produção com João Bessa, traça alguns caminhos que ainda não haviam sido explorados no repertório da banda. Destaque para as participações de Manel Cruz (Ornatos Violeta), no tema "Desavindos", e de Riot (Buraka Som Sistema) em "A Velha e o DJ". A Orquestra Sinfonietta de Lisboa, conduzida pelo Maestro Vasco Pearce de Azevedo, com os arranjos para cordas escritos por Filipe Melo, é outra das presenças no disco.
 
DIGRESSÃO "OUTRAS HISTÓRIAS"
26 Fev - Vila Nova de Famalicão - Casa das Artes
27 Fev - Vila Nova de Famalicão - Casa das Artes
18 Mar - Póvoa do Varzim - Casinoda Póvoa
19 Mar - Beja - Pax Júlia
23 Mar - Bragança - Teatro Municipal
26 Mar - Albergaria-A-Velha - Cineteatro Alba
31 Mar - Leiria - Teatro José Lúcio da Silva
8 Abr - Castelo Branco - Cine Teatro Avenida
22 Abr - Lisboa - Teatro Tivoli
4 Abr - Bilbao, Espanha - V Noites de Fado
6 Mai - Porto - Casa da Música
19 Mai - Heist od Berg, Bélgica - CC Zwaneberg 
20 Mai - Bruxelas, Bélgica - Palais de Beaux Arts
21 Mai - Beveren, Bélgica - CC Ter vesten Beveren
28 Mai - Santa Maria da Feira - Cine Teatro António Lamoso
4 Jun - Loulé - Cineteatro Louletano
2 Jul - São Miguel, Açores - Teatro Micaelense
11 Ago - Ovar - Concertos de Verão
29 Out - Viana do Castelo - Centro Cultural


publicado por olhar para o mundo às 20:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

danysilva.jpg

 

 

Músico, cantor e compositor cabo-verdiano (nasceu na Cidade da Praia), vive em Portugal desde 1961.


Em Portugal, ainda nos anos 70, ganhava vigor a cena cabo-verdiana e o nome de Dany Silva foi começando a aparecer ao mesmo tempo que Bana, os “Tubarões” e o conjunto “Voz de Cabo - Verde”, liderado pelo excelente Luís Morais.


Dany Silva exerce a sua actividade de músico, compositor e intérprete, da música de raiz Cabo-verdiana e não só, principalmente em Portugal, onde reside e pelos palcos da Europa, América e, sobretudo, em países de expressão oficial portuguesa.

Música
13 Fev | 21:30H | 10€



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Eu não sei se me vais escutar por cá
quando eu já estiver do lado de lá (2x)

Mas enquanto eu tiver cá eu vou fazer aquilo que for preciso
para deixar aqui o meu legado vivo
para que eles saibam qual é que foi o motivo
pelo qual subi ao palco e perguntei quem está comigo

Queres saber qual foi o trilho, pelo qual eu fui trilhado
asas para voar punho fechado, 4400 eu levei a todo o lado
quando o destino me chamar é claro que eu vou honrado

Sou a voz do povo, a inspiração de um puto
a revolução de novo, a conspiração em bruto
o vosso apoio aqui é sinal que nós demos tudo
por enquanto podemos brindar e gritar: "haja saúde!"

Para continuarmos a formar o nosso público
fechar os olhos e sentirmos que isto é único
abrir os braços e ouvirmos em uníssono
que o respeito que nós temos é legítimo

Eu não sei se me vais escutar por cá
quando eu já estiver do lado de lá (2x)

Será que eu um dia vou ter a magia de te fazer ver
que o que agora brilha logo a ferrugem vem para corroer
não é um caminho não tens que ir sozinho para quê fugir
minha mão estendida sem medo da vida levanta a cair

Eu não sei se me vais escutar por cá
quando eu já estiver do lado de lá...

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

identidadef.png

 

 

No passado fim-de-semana o auditório Fernando Lopes-Graça em Almada esgotou por 2 vezes para acolher os espetáculos “Sola” e "Identidade F" da bailarina de Flamenco Marta Chasqueira.
 

Surgem manifestações como: “Marta Chasqueira: Um furação português que deixou Almada rendida ao Flamenco”.

Após a calorosa entrada em 2016 o espetáculo “Identidade F”, o qual junta o Fado Tradicional ao baile Flamenco contemporâneo segue a sua tour por Pombal (27 Fev), Sobral de Monte Agraço (5 Março) e Torres Vedras (30 Março).

O elenco Fadista de luxo é formado por Miguel Ramos, Joana Melo, Diana Vilarinho, entre outros, que com o toque próprio se fundem com o baile flamenco numa fusão única e envolvente.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

"O meu coração perdeu a razão de bater,
Deixou-me na mão quando ainda pensava viver,
Perdeu o compasso, acelerou o passo e parou
Fez-me gelar, cair e nem avisou

Fiquei no limbo a balançar como uma flor no outono,
Pendurado à espera de cair no chão

Sabia que a vida um dia me ia levar,
A outro lugar de onde nunca ninguém quis voltar,
Tão longe e tão perto o certo incerto do fim,
Será que o inverno chegou só para mim.

Fiquei no limbo a balançar como uma flor no outono,
Pendurado à espera de cair no chão."


 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 04.02.16

carlosmendes.png

 

 

Uma voz. Um piano.


Autor, compositor e cantor de temas intemporais como "Festa da Vida", "Amélia dos Olhos Doces", "Ruas de Lisboa", "Alcácer que vier", "Meu Menino Povo", Carlos Mendes apresenta um espectáculo intimista para comemoração dos seus 50 anos de carreira.


Num espectáculo a solo, ao piano, Carlos Mendes convida-nos à partilha sincera de uma vida cheias de histórias, de risos e celebrações que marcaram, inevitavelmente, a história da música portuguesa.


"A Festa da Vida" é um espectáculo diferente do habitual, mais intimista, onde se canta e se conta, onde se ouvem risos e libertam emoções; onde se brinca com o passado e se sonha com o futuro. Uma voz. Um piano. Juntos, no grande palco da vida, da alegria e dos afectos.

 

Música
12 Fev | 21:30H | 10€



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Bessame Bessame mucho
Fico a tremer
Quando eu estou a teu lado
Quero-te, quero-te, quero-te muito
Eu sinto que tu estás a ver
Que eu não espero nem mais um bocado
Eu sei que tu sabes e ele desconfia
E o coração de mente vazia
Eu digo pára mas ele desafia (fia, fia, fia)

Amor eu quero mas não posso
Levar-te para um mundo só nosso
Encher de beijos o teu pescoço
Será que posso

Dá-me teu amor, dá-me dá-me teu amor
Quero o teu calor, quero o teu calor
Dá-me teu amor, dá-me dá-me teu amor
Quero o teu calor

Your the one beautiful lady, minha baby
Tu queres boy, but i just don't care
Tu és a mulher que eu quero
E mesmo se tu tens damo
Tens um lugar no meu core

Eu sei que tu sabes e ele desconfia
E o coração de mente vazia
Eu digo pára mas ele desafia (fia, fia, fia)

Amor eu quero mas não posso
Levar-te para um mundo só nosso
Encher de beijos o teu pescoço
Será que posso

Dá-me teu amor, dá-me dá-me teu amor
Quero o teu calor, quero o teu calor
Dá-me teu amor, dá-me dá-me teu amor
Quero o teu calor

Acabaram-se os rodeios eu vou-te dizer
O quanto eu te quero, doa a quem doer
Esquece tudo e faz acontecer

Amor eu quero mas não posso
Levar-te para um mundo só nosso
Encher de beijos o teu pescoço
Será que posso

Dá-me teu amor, dá-me dá-me teu amor
Quero o teu calor, quero o teu calor
Dá-me teu amor, dá-me dá-me teu amor
Quero o teu calor

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

manuelrocha.jpg

 

 

MANUEL ROCHA
40 anos de um o’Brigada no braço de um violino
Concerto Nu PalcoPreço: 5 / 7,5 €

Um companheiro de muitas aventuras acertinas.

Sorri com a delicadeza de um violino a tocar a “Canção de Embalar”. Indigna-se com o mesmo fervor com que movimenta o arco. Comunica com um pizzicato muito próprio, trocando opiniões e ideias com pequenos puxões e beliscadas para expressar, com vibrato, uma aCERTada força e paixão aos trechos que lhe povoam a pauta da vida.

Manuel Rocha nasceu na cidade de Coimbra (1962), onde iniciou as aulas de violino, instrumento cuja aprendizagem aprofundaria posteriormente. A partir de 1982, dedica-se à aprendizagem ao longo de seis anos, em Moscovo, obtendo formação para Professor de Violino e Músico de Orquestra.

É integrante do grupo Brigada Victor Jara e do Gefac e foi um participante ativo no Movimento Alfa, em torno das Campanhas de Alfabetização, no ano de 1975. Professor no Conservatório de Música de Coimbra, no qual é hoje Diretor, trabalhou ainda como músico e compositor em bandas sonoras para teatro, cinema e televisão, tendo sido autor, produtor e realizador de Povo Que Canta, um documentário no âmbito etnográfico seriado para a Rtp que dá continuidade ao legado deixado por Michel Giacometti. Colaborou em gravações com intérpretes como, entre outros, Adriano Correia de Oliveira, Mísia e Carlos do Carmo, ou autores distintos como Fausto ou Manuel Freire.

Manuel Rocha mantém o exercício permanente de atividade cívica, sindical e política como uma parte imprescindível no seu percurso musical, quer como músico e autor, quer como formador.

 

Público e músico no palco. O instrumentista num diálogo musical e humano com os seus espectadores, que poderão partilhar a solidão bonita do músico com as suas predileções. Como se cada um estivesse com o músico na sala de sua casa, num momento de convivência informal. A música, a conversa e as revelações ocasionais que podem causar surpresas mútuas. Um encontro irrepetível, com uma partitura que se escreve com notas afetuosas por instrumentistas com afinidades com os 40 anos da ACERT.

 

Local:  Palco do Auditório 1
Data/Hora:  Sáb, 13 fev'16 às 21:45


PREÇO: 7,50€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,50€



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Reneguei tuas promessas
E juras de amor ardente
Até com certo rancor
Disse-te assim, não sou dessas
Que se embalam cegamente
Em juramentos de amor
Meu Deus, como a boca mente
Pois se te amo loucamente
Eu digo seja a quem fôr

Sou tua... como o luar é da lua
Como as pedras são da rua, e p'ra ser tua nasci
Sou tua... tão tua que me convenço
Que já nem a mim pertenço, que sou um pouco de ti
Sou tua... deixa-me gritar ao vento
P'ra que o vento num lamento, diga ao mar, á terra, ao céu
Sou tua... e deixa que os olhos meus
Só vejam p'ra ver os teus, embora não sejas meu

Às vezes sinto desejo
De ofender-te, embora iluda
Meu coração a sofrer
Mas fico, quando te vejo
Tão pequenina, tão muda
Com tanto p'ra te dizer
É então que a minha boca
Porta voz desta alma louca
Murmura quase sem querer

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

grandpulsar.png

 

 
Uma guitarra acústica, uma bateria...e duas vozes. Duas pessoas, e muita música.
Vindos de Coimbra, com muito para dizer, e dito em português. Isto é Grand Pulsar.

É com muito gosto que vimos apresentar o nosso novo vídeo, ao vivo, da nossa música "Meia Lua", que irá fazer parte do primeiro registo discográfico, a ser gravado muito em breve.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

MIKE BRAMBLE apresenta di...

David Carreira - Acabou (...

Bilhetes para estreia de ...

ACERT MODERN LIGHTS em C...

DOM LA NENA & DANÇAS OCUL...

DEIXEM O PIMBA EM PAZ COM...

General D - "Ekos Do Pass...

Joana Amendoeira Muito De...

AMPLITUDE - Danças Oculta...

DON DIABLO é a nova confi...

arquivos

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Faltam os créditos: Letra de Carlos Tê
Oi legal a musica
Excelente trabalho!
Genial.Chorei ao ouvir.Já ouvi umas 29 vezes. Amei...
De nada! :)Muito obrigada! Bom ano para si também!
Obrigado JoanaBom ano para ti
A letra desta música está aqui: Meu amor o fim est...
Excelente escolha!!
Adoro este grupo. Falta-vos na vossa lista de tema...
Chamo só a atenção para o mesmo problema da outra ...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds