Sexta-feira, 27.03.15

 

 

Letra

 

 

ENCAIXA baby ENCAIXA

Encaixa baby Encaixa
Un poco mas
Muevelo así que quiero mas

Encaixa baby Encaixa
Um pouco mais
Encaixa que isto assim é bom demais.

Encaixa Encaixa
Encaixa baby Encaixa
Encaixa Encaixa
Encaixa baby Encaixa

Shake your body
Shake your body

Provocame
Mueve tu cuerpo de la cabeza a los pies
Seduceme
Tu me quemas ven y pegaté

Pega mi cintura
Con sabrosura
Una aventura
Yo me vuelvo loca
Cuando te toco y te beso en la boca

...Brincando,brincando,brincando

i told u babe to go down
Yeessss
I told you babe you're sexy
Yeessss
So come close to my body girl
You feel the heat you can grab me girl
we are gonna move move
like we never gonna stop
You're gonna shake shake
Baby you're gonna make it pop
Enjoy this moment
Now lets stop time
Cuz  Im from the dirty
But I'm niiceee

(Ana Malhoa/Jorge Moreira/Diogo Neves/Jorge do Carmo)

 



publicado por olhar para o mundo às 01:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26.03.15

Ensemble de Jazz do CMJ.jpg

 

 

ALUNOS VÃO ATUAR EM LISBOA NO DIA 29 DE MARÇO

 

 

ALUNOS DO CMJ TOCAM NA 13.ª FESTA DO JAZZ DO SÃO LUIZ

 

 

Alunos do Curso Profissional de Instrumentista de Jazz do Conservatório de Música da Jobra vão participar na 13.ª Festa do Jazz do São Luiz, um evento que terá lugar nos dias 27, 28 e 29 de março, em Lisboa.

 

O Conservatório de Música da Jobra (CMJ) vai marcar presença na 13.ª edição da Festa do Jazz do São Luiz, em Lisboa. A Escola será representada pelo Ensemble de Jazz do CMJ, dirigido pelo Professor João Martins, e composto pelos seguintes alunos do Curso Profissional de Instrumentista de Jazz: Gonçalo Silva (voz e trombone), João Dias (trompete e fliscorne), Henrique Xará (guitarra), Moisés de Jesus (piano), Hugo Sobral (contrabaixo) e João Santos (bateria).

 

O Ensemble de Jazz do CMJ vai atuar no domingo, dia 29 de março, às 16h00, no Jardim de Inverno. De acordo com Carlos Mendes, Diretor do Curso Profissional de Instrumentista de Jazz, “o CMJ tem a tradição de marcar uma presença relevante na Festa do Jazz, aliás, em edições anteriores o CMJ foi diversas vezes distinguido com o prémio de melhor combo e com prémios e menções honrosas como instrumentistas”.

 

Na 13.ª edição da Festa do Jazz do São Luiz, o Ensemble de Jazz do CMJ “continua a propor vias inovadoras, apresentando um repertório que aposta na valorização da música portuguesa”, sublinha Carlos Mendes. Do alinhamento fazem parte os seguintes temas: Epifania (Henrique Xará); A Morte Saiu à Rua (Zeca Afonso, arranjo de Paulo Perfeito); Lisboa que Amanhece (Sérgio Godinho, arranjo de João Martins) e Lembra-me um Sonho Lindo (Fausto, arranjo de António Pedro Neves).



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

PedroAlsama.jpg

 

 

Pedro Alsama edita álbum de estreia ainda este mês

 

O primeiro álbum de Pedro Alsama, homónimo, é editado esta segunda-feira, dia 30 de março, com o selo da Music In My Soul. “Health” é o single de apresentação deste trabalho promissor, com influências Folk e Indie.

 

Pedro Alsama é um projeto que existe desde 2000 – quase 15 anos de histórias musicadas e mais de 100 temas feitos pelo compositor de Rio Maior.

 

O Rock, o jazzístico, a poesia cantada, entre outros estilos, são experiências que Pedro leva a cabo na já sua longa carreira, pretendendo fazê-las chegar a um público mais abrangente.

 

Com o álbum de estreia, surgem agora dez temas de um Pop alternativo. “Health”, o primeiro single, é um tema que antecipa um trabalho em perfeita harmonia com o que de melhor a música pode oferecer.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 20:54 | link do post | comentar

 

Letra

 

Lá fora há sol

não é mais que um sol

mas os homens olham-no

e depois cantam.

Eu não sei do sol.

Eu sei a melodia do anjo                                                

e o sermão quente

do último vento.

Sei gritar até amanhecer

quando a morte pousa nua

em minha sombra. 

Eu choro debaixo do meu nome.

Eu agito lenços na noite

e barcos sedentos de realidade

dançam comigo.

Eu oculto cravos

para escarnecer aos

meus sonhos enfermos.  

Lá fora há sol

Eu visto-me de cinzas

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

luis formiga.jpg

“Subnutridos” é o álbum de estreia do cantautor Luís Formiga, é constituído por 12 temas folk à guitarra e voz, género com o qual Luís se apresenta mais confortável, acompanhado por Pedro Campos no contrabaixo e uma instrumentação que mantém o foco na voz e nas composições do autor. O álbum, gravado e produzido por Hugo Pereira e saído a 24 de Junho, é editado com o selo da Pássaro Vago e está disponível para venda no iTunes e para streaming no Spotify.

facebook.com/luisformigamusic

bandcamp
luisformiga.com



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Uma jangada perdida
Chega a um porto qualquer
Vem quebrada, vem sumida
Traz a fome adormecida
No ventre duma mulher

Ouvem-se ao longe tambores
Há uma lua que brilha
Bebendo a seiva das flores
A mulher morre de amores
Pela voz daquela ilha

Fado mulato... fado que ao nascer do dia
Traz o perfume do mato... agarrado á melodia
Fado que embala... um sono que sem aviso
Descobre a voz da sanzala... no sonho do seu sorriso

Aquela mulher perdida
Encontra um homem qualquer
E ao dar-lhe a sua vida
Ela fica mais perdida
Não lhe dando o que ele quer

Ao longe o vento que passa
Não sabe dar testemunho
De ver nascer uma raça
Onde Dezembro se enlaça
Ás tardes calmas de Junho

Mais uma bala perdida
Trespassa um corpo qualquer
E há uma pátria que vencida
Tenta estancar a ferida
Com o que a terra lhe der

A terra dá-lhe suspiros
E a terra dá-lhe canções
Vazam-se as noites com tiros
Rasgam-se as almas com vírus
Que matam mais que canhões

Uma guitarra perdida
Dedilha um fado qualquer
Levanta a voz destemida
E diz que por estar vencida
Não deixou de ser mulher

Se alguém souber, que me explique
Como é que um perfume chora
Mas mesmo que aqui não fique
Hei-de levar Moçambique
Pela minha vida fora

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

 

DIOGO PIÇARRA

"Espelho" atinge o n.º 1 do top de álbuns no Spotify



Concertos de apresentação dias 30 de Abril em Lisboa, 1 de Maio no Porto

Editado ontem, "Espelho", o disco de estreia de Diogo Piçarra chegou hoje ao 1.º lugar do top de álbuns do Spotify. O primeiro single, o tema "Tu e Eu" é a 3.º música mais ouvida no top de canções do serviço de streaming, ocupando a mesma posição simultaneamente no top viral.

O disco tem-se mantido no top 10 do iTunes, tabela onde já atingiu a 1.ª posição, ainda no período de pré-venda. Neste momento ocupa a 4.ª posição.  

O dia de lançamento foi festejado com uma enchente na Fnac do C. C. Colombo, onde os fãs quiseram mostrar o seu apoio a Diogo Piçarra e ouvir as músicas novas ao vivo.

Recordamos que a compra do CD na Fnac dá acesso aos concertos de apresentação de "Espelho", dia 30 de abril no Armazém F, em Lisboa e dia 1 de maio, no Hard Club no Porto. Os bilhetes podem ainda ser adquiridos através da ticketline


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Imparável movimento

Que não deixo de sentir

Solto o medo que me prende

É impossível resistir

No Império dos sentidos

É onde me vou perder

Provo o fruto proibido

No princípio do prazer

Os olhares ganham vida

Em desejos minimais

E a certeza de um só gesto

Simplifica tudo o mais

No Império dos sentidos

É onde me vou perder

Dou a alma ao destino

E tudo a acontecer

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.03.15

Killer Mustang estreiam 2º single

 

O segundo single dos Killer Mustang, “A Valsinha do Proxeneta”, estreia esta quinta-feira, dia 26 de março. Do EP homónimo, editado em novembro passado pela Music In My Soul, este é o tema que sucede a “Recuerdo”, o single de apresentação.

 

Em agosto de 2010 nasceram os Killer Mustang, uma banda de Monção composta por Tiago de Sousa (voz), Hélio Barros (baixo/segunda voz), Tito Sousa (bateria), Nuno Frank (guitarra) e Ricardo Prado (guitarra).

 

Depois de, nesse ano, terem reunido, numa demo, algumas das suas primeiras canções, em 2011 os Killer Mustang venceram um concurso que reuniu 18 bandas, promovido pela Fábrica de Som, no Porto. E, em 2012, após participações no Festival Termómetro Unplugged e no Festival Rockastrus, o grupo foi selecionado por um júri constituído, entre outros, por Adolfo Luxúria Canibal e João Carvalho, para atuar no Palco JN do Festival de Paredes de Coura.

 

As influências vão desde o Pós-Punk ao Ska, do Funk ao Metal, passando pelo Western Spaguetti e pelo Fado, criando-se assim uma sonoridade assente em fusões de estilos e constantes transições musicais – e é precisamente isso que os distingue. O “Jornal de Notícias” descreveu o som da banda como “uma espécie de Fado Eletrónico, com uma ou outra sonoridade a trazer os Dead Combo à memória”.

 

Enquanto o single de apresentação dos Killer Mustang, “Recuerdo”, conta uma história de desamor, o tema “A Valsinha do Proxeneta” é uma crítica social bastante clara.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:12 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

TensMesmoDeQuerer1.jpg

 

 
“Tens Nesmo de Querer” é o primeiro single do novo projeto da banda CRU, formada por quatro músicos distantes entre si mas que sentiram necessidade de sair da sua zona de conforto.
 
André Hollanda na bateria (baterista dos Zen e da banda de Jorge Palma) Nuno Carneiro na voz (Ace dos Mind da Gap), Pedro Santos no baixo (baixista de Miguel Araújo) e Sérgio Freitas nas teclas (Zany Dislexic Band e We Trust).
 
Dos ambientes mais melódicos aos momentos mais dançantes, a música dos CRU tem um efeito físico real. Entre o simples "bater o pé" e o "engolir em seco", algo irá com certeza acontecer. E assim o podemos ver no videoclip oficial da música, realizado por Ricardo Teixeira e produzido pela Pixbee, lançado no passado 2 de Março no Canal Youtube da banda. 
 
É um video que faz o corpo dançar de forma livre e espontânea. Faz dançar quem menos espera, em locais onde talvez ninguém o tenha experimentado. Numa cadência descontrolada - cores, texturas e personagem - exploram uma diferente coreografia de espaço em espaço.
 
Crua, mas refinada, subtil, mas avassaladora, metafórica, mas honesta, a música dos CRU é uma homenagem quase paradoxal à transpiração: a deles e a dos ouvintes.
 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

A letra está no Vídeo

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

secretlie.jpg

 
Secret Lie lançam segundo disco

Pandora é editado a 6 de Abril


O grupo português Secret Lie, que entrou no ouvido dos portugueses pela originalidade do êxito “Love me until the end time”, edita no próximo dia 6 de Abril o seu segundo álbum, Pandora.

Desde 2012 muitos foram os concertos (dentro e fora de Portugal) que permitiram à banda aprimorar a sua sonoridade. As novas composições de Pandora reflectem essa evolução, com um som de grande firmeza e consistência.

Começando por "Filling Spaces", um tema que mistura as sonoridades Pop e Rock da banda, passando pela balada "Black Butterflies", pelo som mais pesado de "Until Death do us part" e pelo virtuosismo do arranjo para o clássico de Vivaldi, “As Quatro Estações” (Verão, Presto), Pandora é uma viagem que retrata o espírito plural e livre de cada um dos membros do grupo.

O sucessor de Behind the truth, editado em 2012, tem já agendada uma tournée promocional pelas lojas FNAC, e 3 espectáculos na Casa de Artes de Arcos de Valdevez, Casino de Espinho e Casino de Chaves.



Abril | Tour 2015

10 – Centro de Artes | Arcos de Valdevez | 22:00h |6€
11 - Casino de Chaves | Chaves | 23:00h |10€
12 – Casino de Espinho | Espinho | 23:00h|10€
15 – Fnac Colombo | Lisboa |21:00h
16 – Fnac Vasco da Gama | Lisboa |21:30h
17 – Fnac Oeiras Park | Oeiras | 21:30h
30 – Fnac Alegro | Alfragide |21:30h

facebook oficial


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.03.15

W'ROS.png

 

We Are Open Season é o novo evento que surge na noite do Porto.

Na sua primeira edição, promete invadir o Maus Hábitos, como sinal de contra-cultura.

 

Capitulo I:

Chegou o tempo da afirmação dos anos 10, e de nos mantermos à margem do retro e do saudosismo. Somos os marginais dos novos tempos, por ainda ninguém acreditar no presente. A Open Season não é nenhum movimento, nenhum protesto, tão pouco algo que pretende ser histórico; é apenas a alternativa de tudo o que não sabemos depositar como crença.

 

Cartaz | DJ Set:

Maze (Dealema)

No Future (Monster Jinx)

Drop the Saiyan (Estreia exclusiva)

 

Data:

17 de Abril

 

Local:

Maus Hábitos

 

Preço:

3 euros

 

+ info: weareopenseason@gmail.com

 

* os horários dos dj set serão anunciados em breve.



publicado por olhar para o mundo às 23:12 | link do post | comentar

 

 

Letra

Vou partir uma perna e dizer que não estou por perto
Já estou farto desta merda, de saber o que dizem que é certo
Quero curtir os anos em que nada era concreto
Mexer na terra sem dizerem que não era correto

Quero ser um puto e voar
Ser um puto e voar
Quero ser um puto e voar
Ser um puto e voar
Quero ser um puto e voar

Respirar fundo sem ser sufocado por uma gravata
Não contar horas à espera de fazer uma acta
Sair à rua com a cara toda burrada
Fugir parece bem, ninguém está preso a nada

Quero ser um puto e voar
Ser um puto e voar
Quero ser um puto e voar
Ser um puto e voar
Quero ser um puto e voar

Quero ser um puto e voar
Ser um puto e voar
Quero ser um puto e voar
Ser um puto e voar
Quero ser um puto e voar

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

bassorexiaarmy.jpg

 

 

Basorexia Army lançam “Bombs of Love”

 

Os Basorexia Army estreiam esta quarta-feira, dia 25 de março, o single “Bombs of Love”, o segundo tema extraído do EP “EP 001”. Este trabalho, editado em outubro de 2014, conta com quatro temas repletos de sintetizadores e melodias elegantes.

 

Os Basorexia Army surgem em janeiro de 2012 das mãos da dupla de performers, Hugo Grave (programming, bass and synths) e Afonso Martins (vocals), para dar continuidade ao seu desejo criativo de fazer canções, após o fim de um projeto musical de matriz Rock que mantiveram na estrada durante nove anos.

 

Este percurso permitiu-lhes adquirir uma vasta experiência de palco e maturidade, traduzidas em canções que soam realmente a criação própria, inspiradas num conjunto de referências muito diversas que vão do Rock, ao Pop, e à Música Eletrónica, atravessando outras temáticas como a Literatura e o Cinema.

 

Ao vivo, a dupla oriunda de Mataduços - Aveiro apresenta um concerto Pop/Eletrónico dirigido por dois mestres do género, reforçado pela projeção de vídeos criados especificamente para cada canção.

 

O primeiro single, “Silly Girl Likes Lies”, consegue ser tanto planante como psicadélico, uma mistura diferente entre vozes e sintetizadores que hipnotiza.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Ontem à noite pus-me a refletir
Nas coisas da vida em vez de dormir
Tive um quebranto fiquei surdo e mudo
Tolhido de espanto mas percebi tudo

 

O mundo era meu sentia-me um rei
O tempo era extenso e eu ditava a lei
Bastou dar um passo e crescer em frente
Perdi toda a graça quase de repente

 

Não fosse um sentido de humor apurado
Que me faz viver um sonho acordado
Não via tão claro o sentido da vida
E tudo seria bem mais complicado

 

Eu era feliz tinha os meus brinquedos
O anjo da guarda tirava-me os medos
Descobri o amor vi nele o paraíso
Mas para ser expulso às vezes pouco é preciso

 

Podia ter tudo do bom e do caro
Que nada acudia ao meu desamparo
Sou a alma do mundo mais bem informada
Quanto mais me informo mais sei que sei nada

 

Não fosse um sentido de humor apurado
Que me faz viver a sonhar acordado
Não via tão claro o significado
E tudo seria bem mais complicado

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

SynchronizedSystem.png

 

 

Os Synchronized System, um duo instrumental acústico do Porto, estreiam esta segunda-feira, dia 23 de março, “Sad Smile”. Este é o single de apresentação do álbum “Sounds Instead of Words”, o primeiro deste projeto musical, que será editado em maio pela Music In My Soul.

 

Mário Barbosa e Tiago Rosado criaram, em maio de 2007, uma linguagem musical original: os Synchronized System. Este é um projeto composto, somente, por duas guitarras. Através de um som melodioso, calmo e atrativo, exploram novos caminhos da música em Portugal até chegar perto dos sentimentos e proporcionar um bom momento a quem partilha esta experiência musical. Pouco divulgada até hoje, os músicos querem espalhar a sua obra e – por que não? – conseguir juntar uma pequena multidão só para os ouvir.

 

Mário e Tiago já tinham trabalhado juntos, no Project Under Construction. Recuando no tempo, a primeira atuação dos Synchronized System aconteceu em fevereiro de 2008, no bar Guincho do Jones, em Gaia.

 

Vídeo de Sad Smile

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

lacre.png

 

O Teatro Municipal da Guarda recebe os Lacre no próximo sábado, dia 28 de março, para um concerto a partir das 21h30. A banda de Bragança vai apresentar, no pequeno auditório, o seu álbum “Opus 0”, reeditado pela Music In My Soul. Recorde-se que “Ode aDeus” foi o primeiro single extraído deste trabalho.

 

Da cumplicidade de Miguel Moita-Fernandes e Yazalde Afonso, amigos de infância e companheiros de outros projetos musicais, com a excelência musical dos irmãos Rómulo e Igor Ferreira e a límpida e melodiosa voz de Carolina Vieira nasceram os Lacre.

 

“Encher a alma das pessoas e passar-lhes uma calma inquietante, que as faça pensar, sentir e levitar” é o objetivo destes músicos. Provenientes de Bragança, Mirandela e Ponta Delgada – Povoação, juntaram diferentes vivências que resultaram num trabalho cheio de inspiração. Tanto na parte musical, como no poema das letras, fazem um som intimista completamente acústico. Com o género “Canção” de sabor erudito e levemente temperado com a tristeza e a melancolia do Fado, transportam todas as almas para um estado mais elevado.

 

É com o primeiro álbum “Opus 0”, produzido por António Pinheiro da Silva, que esta banda se apresenta. Nascidos em janeiro de 2012, os Lacre editaram o seu primeiro trabalho um ano e meio mais tarde e foram vários os concertos desde então. Em fevereiro de 2014, foi lançado o primeiro videoclipe do tema “Ode aDeus”, realizado por Rui Pilão e com a direção de fotografia de António Morais. A música, misturada com o ambiente sereno, revela um espetáculo cheio de inspiração é emoção.



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

o estômago no coração
uma estrela pra pegar com a mão
mais um livro fora do lugar
um copo d' água para transbordar

 

uma bússola em vez de relógio
uma festa depois do velório
um quilómetro ao redor de mim
toda a primavera um dia chega ao fim

 

mas eu sei
que aproveitarei
e isso basta, basta
se é pouco
o resto eu dou de troco
e isso basta, basta

 

um botão pra desabotoar
uma boca para abocanhar
dez segundos para decidir
todo o mundo junto pra conseguir

 

um supermercado como labirinto
um olho fechado pra mostrar que minto
muita paciência para escutar
menos timidez para poder falar

 

mas de perto
o que pegar eu aperto
e isso basta, basta
e de dentro
o que não der eu invento
e isso basta, basta

 

eu sei que aproveitarei
e isso basta, basta
o resto eu dou de troco
e isso me basta, basta
basta
basta

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23.03.15

flowerpowefest.jpg

 

 
FLOWER POWER FEST CELEBRA WOODSTOCK
Santo André | Costa Alentejana


De 13 a 16 de Agosto – música – artesanato – artes plásticas e performativas – exposições – workshops – jogos tradicionais – insufláveis e gastronomia, animam Santo André e a Costa Alentejana.


O festival da e para a família regressa para a edição 2015 abrangendo três gerações (pais, filhos e netos).

FLOWER POWER FEST comemora os 46 anos de WOODSTOCK.


Woodstock chegou a Portugal 46 anos depois e acontecerá sob o nome de Flower Power Fest'15, de 13 a 16 Agosto, em Vila Nova de Santo André, no Parque Central.

Mais informações sobre o cartaz musical e a restante programação brevemente!



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Se tempo é dinheiro eu vou gastá-lo contigo,
Até porque o tempo é tudo o que tenho para te dar.
Eu acho que o mundo inteiro concorda comigo,
Eu não quero desapontar!

Se tempo é dinheiro eu vou gastá-lo contigo,
Até porque o tempo é tudo o que tenho para te dar.
Eu acho que o mundo inteiro concorda comigo,
Eu não quero desapontar!

Eu não tenho um tostão
Mas tenho amor no meu coração
E se eu te pedir a tua mão
Vai ser com um anel feito de cartão
Numa igreja de papelão
Lua de mel vai ser num paredão
E eu não te vou levar de avião
Mas vou te dar um beijo que vale um milhão

Pois eu sei, que a vida custa eu não vou negar!
Mas eu sei que senão temos vamos inventar!
Pois eu sei, que o sol no céu não para de brilhar,
E a lua é de quem souber sonhar!

Se tempo é dinheiro eu vou gastá-lo contigo,
Até porque o tempo é tudo o que tenho para te dar.
Eu acho que o mundo inteiro concorda comigo,
Eu não quero desapontar!

Se tempo é dinheiro eu vou gastá-lo contigo,
Até porque o tempo é tudo o que tenho para te dar.
Eu acho que o mundo inteiro concorda comigo,
Eu não quero desapontar!

Quando eu não puder comprar
Uma prenda bem cara para te levar
Ou um milhão de flores para eu roubar.

E se eu não te puder levar
Para bem longe para lá do mar
É num banco de jardim que vamos ficar.

Pois eu sei, que a vida custa eu não vou negar!
Mas eu sei que senão temos vamos inventar!
Pois eu sei, que o sol no céu não para de brilhar,
E a lua é de quem souber sonhar!

Se tempo é dinheiro eu vou gastá-lo contigo,
Até porque o tempo é tudo o que tenho para te dar.
Eu acho que o mundo inteiro concorda comigo,
Eu não quero desapontar!

Se tempo é dinheiro eu vou gastá-lo contigo,
Até porque o tempo é tudo o que tenho para te dar.
Eu acho que o mundo inteiro concorda comigo,
Eu não quero desapontar!

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

carlosmendes.jpg

 

 

Carlos Mendes celebra 50 anos de uma carreira recheada de sucesso e bons momentos.

 


O seu percurso tem início com a fundação dos Sheik's, grupo que, nos anos 60, conheceu enorme êxito nacional e internacional, e desde essa época, o seu mérito como cantor, autor, ator, criador e/ou apresentador tem sido reconhecido e premiado. 


Vários dos seus discos foram considerados como os melhores do ano, na categoria de música infantil – 'Jardim do Jaleco', 'Natal do Pai Natal', apenas como exemplo, e, noutro registo, temas emblemáticos como 'Alcácer Que Vier', 'Ruas da Minha Cidade' ou ' Amélia dos Olhos Doces' foram marcos importantes na história da música em Portugal.


Com um total de 20 discos gravados, Carlos Mendes, soma duas vitórias no Festival da Canção, em 1968 ('Verão') e em 1972 com o tema 'A Festa da Vida'. Participou como autor em vários programas televisivos, tendo sido responsável pela criação e apresentação do talk-show 'Falas Tu ou Falo Eu' e destaca-se, também, pela sua atividade no canto lírico, no qual tem vindo a especializar-se enquanto cantor e professor.


Carlos Mendes recebeu, em 2014, a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores, na cerimónia 'O homem, o músico e o cantor', onde o seu percurso mereceu os melhores elogios e aplausos.

 



publicado por olhar para o mundo às 20:31 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

carlão.jpg

 

Os Buraka Som Sistema e Carlão são as mais recentes confirmações no cartaz do MEO Sudoeste.

 

Os dois projetos têm atuação agendada para 7 de agosto. Na bagagem, os Buraka Som Sistema vão levar o seu mais recente álbum, “Buraka”, responsável por êxitos como Stoopid ou Vuvuzela. Já Carlão, ex-vocalista dos Da Weasel, irá apresentar o seu primeiro disco em nome próprio, “Quarenta”, do qual já são conhecidos os temasOs Tais ou Intro (Quarenta). O álbum chega às lojas na próxima segunda-feira.

No mesmo dia atuam os já confirmados Clean Bandit e Jimmy P.

Além destes, já têm passagem assegura pelo festival alentejano Dimitri Vegas & Like Mike, Calvin Harris, Emeli Sandé, D.A.M.A, Dengaz, Tinashe, Hardwell, Lil Jon, Regula, AnselmoRalph, Pérola, Steve Aoki, Showtek e Oliver Heldens.

O MEO Sudoeste regressa à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, entre os dias 5 e 9 de agosto. Os bilhetes para o certame, já à venda nos locais habituais, custam entre €48 (ingresso diário) e €95 (passe 5 dias, c/ campismo).

 

Consulte o cartaz provisório:

Dia 5 de agosto / Noite de Receção ao Campista

Dimitri Vegas & Like Mike

Dia 6 de agosto

Calvin Harris
Emeli Sandé
D.A.M.A
Dengaz
Tinashe

Dia 7 de agosto

Clean Bandit
Jimmy P
Clean Bandit
Buraka Som Sistema
Carlão
Jimmy P

8 de Agosto

Hardwell
Lil Jon
Regula
Anselmo Ralph
Pérola

9 de Agosto/Dia D
Steve Aoki
Showtek
Oliver Heldens



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Pedir sonhos lindos

De Amor

Ao adormecer

Para mim

É a cura da dor

Desejos

A acontecer

Talvez

Para mim eles sejam

O Arco-íris no azul

Qualquer que seja a dor que sintas

Se tu nisso acreditas

Assim

Dona do Amor és tu

 

 

Pedir sonhos lindos

De Amor

Ao adormecer

Para mim

É a cura da dor

Desejos

A acontecer

Talvez

Para mim eles sejam

O Arco-íris no azul

Qualquer que seja a dor que sintas

Se tu nisso acreditas

Assim

Dona do Amor és tu



publicado por olhar para o mundo às 11:15 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

ENCAIXA baby ENCAIXA - An...

JOBRA - ALUNOS DO CMJ TOC...

Pedro Alsama - Health

Luís Formiga - Don Juan A...

Pedro Alsama edita álbum ...

Miguel Corvo - A jaula

Luís Formiga apresenta o ...

Maria João Quadros "Fado ...

Diogo Piçarra: “Espelho” ...

Miguel Corvo - Império do...

arquivos

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Já agora, sem querer ser picuinhas,Andei na escola...
E aindaPerdão Pelo mau jeito que dei, meu rapaz. É...
Mais percetível para quem dança :)...Eu sei Como e...
Qualquer homenagem a José Afonso será sempre digna...
Muito ObrigadoJorge Soares
http://sinaisdotempo-mariomata.blogspot.pt/
01 - AI DEUS DO CÉU ...
Meu Caro Amigo, sou amigo pessoal do Sebastião des...
Obrigado pelo aviso, peço desculpa pela minha falt...
Não, o interprete diz "morra aqui" -> ele quer ...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds