Quinta-feira, 24.07.14

 

 

Letra

 

 

Dão-nos um lírio e um canivete
e uma alma para ir à escola
mais um letreiro que promete
raízes, hastes e corola

Dão-nos um mapa imaginário
que tem a forma de uma cidade
mais um relógio e um calendário
onde não vem a nossa idade

Dão-nos a honra de manequim
para dar corda à nossa ausência.
Dão-nos um prémio de ser assim
sem pecado e sem inocência

Dão-nos um barco e um chapéu
para tirarmos o retrato
Dão-nos bilhetes para o céu
levado à cena num teatro

Penteiam-nos os crâneos ermos
com as cabeleiras das avós
para jamais nos parecermos
connosco quando estamos sós

Dão-nos um bolo que é a história
da nossa historia sem enredo
e não nos soa na memória
outra palavra que o medo

Temos fantasmas tão educados
que adormecemos no seu ombro
somos vazios despovoados
de personagens de assombro

Dão-nos a capa do evangelho
e um pacote de tabaco
dão-nos um pente e um espelho
pra pentearmos um macaco

Dão-nos um cravo preso à cabeça
e uma cabeça presa à cintura
para que o corpo não pareça
a forma da alma que o procura

Dão-nos um esquife feito de ferro
com embutidos de diamante
para organizar já o enterro
do nosso corpo mais adiante

Dão-nos um nome e um jornal
um avião e um violino
mas não nos dão o animal
que espeta os cornos no destino

Dão-nos marujos de papelão
com carimbo no passaporte
por isso a nossa dimensão
não é a vida, nem é a morte



olhar para o mundo às 08:23 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.07.14

quinta 24 Julho, 22h00 – Largo 1º Maio (AgitÁgueda), ÁGUEDA
sexta 25 Julho, 22h00 – Praça da República, OVAR

MEHDI NASSOULI (Marrocos)


VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=cfN_JAcIo6Y

O exotismo de Marrocos nos últimos concertos do Festim 2014!

Mehdi Nassouli é um músico talentoso e exuberante, jovem estrela no seu país. Inspira-se, desde criança, nos ritmos e sonoridades dos instrumentos tradicionais marroquinos, sendo já um enorme representante do estilo gnawa, género musical identitário de Marrocos, caracterizado pela busca do transe colectivo através do ritmo frenético. A energia e exotismo do norte de África, numa expressão cultural tão longínqua quanto próxima, a encerrar em grande festa o Festim 2014, numa 6ª edição para recordar.
             
http://www.festim.pt/
Richard Galliano (França) * Yves Lambert (Québec, Canadá)     
Bollywood Masala Orchestra (Índia) * Coetus (Espanha)
Fanfare Ciocarlia (Roménia) *
 The Skatalites (Jamaica)
Mehdi Nassouli (Marrocos)

6 Junho a 25 Julho 2014 |  6ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * OLIVEIRA DO BAIRRO


http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



olhar para o mundo às 23:37 | link do post | comentar

 

Letra

 

Porqué será que decirte adiós me deja solo, sin respirar 

y cada vez que intento no caer llega el día en que te vas. 

La realidad siempre ha sido cruel, no va a querer desaparecer 

y dejarte aquí, junto a mí. 

Si aún te quieres quedar, el tiempo lo sabrá, mi amor. 

Si aún te quieres quedar y solo hoy viviéramos, 

si aún te quieres quedar, te juro darte más que una razón, 

si aún te quieres quedar. 

Sei muito bem que é difícil decidir separar-nos outravez, 

Bem me conheces isto doi-me mais do que um dia imaginei.

La soledad siempre ha sido fiel, se quedará remplazándote cuando ya no estés junto a mí. 

Mas se puderes ficar o tempo dirá

Se puderes ficar, fica hoje por favor

Eu juro dar-te mais uma razão

Solo abrázame, por favor, no me dejes con el dolor 
que no podré, ya no sé. 
Si aún te quieres quedar, si aún te quieres quedar,

Mas se puderes ficar

si aún te quieres quedar, te juro darte más que una razón. 

Mas se puderes ficar
el tiempo lo sabrá, mi amor. 

Mas se puderes ficar
si aún te quieres quedar, te juro darte más que una razón, 

si aún te quieres quedar.



olhar para o mundo às 23:32 | link do post | comentar

Homenagem a Carlos Paredes by Budda Power Blues

BUDDA POWER BLUES

Novo vídeo em homenagem ao mestre CARLOS PAREDES.

No ano em que se assinala o 10º aniversário da morte de um dos maiores vultos da música nacional, Budda Power Blues decide homenagear o guitarrista português re-interpretando um dos seus mais icónicos temas: "Verdes Anos". Falamos naturalmente de Carlos Paredes.


A forma a que a banda encontrou para o fazer é aquela que melhor lhe assenta: ao vivo e a cores. Mas não se trata de um concerto, nem de um tradicional videoclip. Trata-se de uma performance de um tema registada em áudio e vídeo, seguida de um jantar tertúlia sobre a banda e a vida e obra de Carlos Paredes.


A 22 de Março, aquela que é considerada por muitos como a a melhor formação de Blues Nacional, registou a sua versão da obra do mestre Paredes, nos estúdios Glider, em Lisboa.


Musicalmente Budda optou por fundir dois temas de dois mundos diferentes: de um lado "Verdes Anos", do outro "Since I've Been Lovin' You" dos britânicos Led Zeppelin. Desta forma cruzam-se influências da banda, mas que muito pouco têm de comum entre si.


A versão de Budda Power Blues congrega tudo aquilo que é icónico na sua forma de estar, como sendo a riqueza harmónica, a extrema amplitude de dinâmica, o improviso, a leveza e a rudeza.


A razão desta homenagem é assinalar o desaparecimento daquele que Budda considera o maior nome da música nacional e um dos grandes génios da humanidade.

 

www.buddapowerblues.com
www.facebook.com/buddapowerblues
www.youtube.com/buddapowerblues
www.twitter.com/buddapowerblues


olhar para o mundo às 20:29 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Já fui neve no mar 
Já fui espada na mão 
Já fui a corda da lira a vibrar 

Já fui servo de um Deus 
Vida e morte num momento 
Já nasci no barlavento 
Já fui erva no chão 

Bendito seja o pão 
Bendita seja a flor 
Benditas as portas do amor 

Já fui servo de um Deus 
Vida e morte de um momento 
Já nasci no barlavento 
Já fui erva no chão 

Já fui favo de mel 
Cajado de pastor 
Já fui nuvem correndo no céu 

Já fui ceptro de um rei 
Arco-íris num instante 
Já fui vento do levante 
Já fui andarilho e cantor 

Bendita seja a paz 
Bendita sejas tu 
Benditos os peixes do azul 

Já fui ceptro de um rei 
Arco-íris num instante 
Já fui vento do levante 
Já fui andarilho e cantor




olhar para o mundo às 17:20 | link do post | comentar

 Like Us


LIKE US

Sessões de autógrafos este domingo

A banda vai estar na Fnac a dar autógrafos aos fãs

Os Like Us, nova sensação da pop portuguesa, dão no domingo duas sessões de autógrafos a norte do país: pelas 11h30, o grupo estará na Fnac de Braga, e às17h00 será a vez da Fnac do Marshopping, em Matosinhos, receber o encontro do grupo com os seus fãs.

A banda continua a promover o seu disco de estreia, e em destaque em alguns programas de tv como Sabadabadão, da SIC. Os números dos Like Us nas redes sociais são cada vez mais impressionantes: os seus vídeos no YouTube já bateram as 700 mil visualizações na plataforma Vevo e a sua página no Facebook superou já os 25 mil seguidores.

Recorde-se ainda que os Like Us deram há poucas semanas o seu primeiro concerto: a banda atuou no Coliseu de Lisboa, na primeira parte dos R5, que trouxeram recentemente a sua "Louder World Tour" à capital portuguesa.

Os Like Us lançaram o single de apresentação, "You Mean The World To Me", há cerca de quatro meses e desde aí a banda tem provado ser o novo fenómeno da pop em Portugal. Podemos ouvi-los em "Sol de Inverno", a novela campeã de audiências transmitida pela SIC, com duas músicas - "Assim Não Consigo Viver" e "The Signs", dois momentos que mostram a versatilidade da banda.

O disco de estreia dos Like Us foi editado no dia 28 de Abril e é um disco Cidade.


olhar para o mundo às 12:32 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Vem
Além de toda a solidão
perdi a luz do teu viver
perdi o horizonte

Está bem
Prossegue lá até quereres
Mas vem depois iluminar
Um coração que sofre

Pertenço-te
Até ao fim do mar
Sou como tu
Da mesma luz
Do mesmo amar

Por isso vem
Porque te quero
Consolar
Se não está bem
Deixa-te andar a navegar




olhar para o mundo às 08:28 | link do post | comentar

Terça-feira, 22.07.14

Cuca roseta e David Bisbal


CUCA ROSETA

Cuca Roseta e David Bisbal: "Si Aún Te Quieres Quedar" chega hoje às plataformas digitais

Este Domingo, 27 de Julho, Bisbal e Cuca actuam no programa Rising Star, da TVI.

No dia seguinte é editado em Portugal "Tu Y Yo", o novo e já multi-platinado disco do espanhol.

Depois da inesquecível estreia que apaixonou as mais de 15 mil pessoas que estavam na plateia esgotada do Palacio de Deportes de Madrid, o dueto de David Bisbal e Cuca Roseta chega finalmente às plataformas digitais. A versão de estúdio de "Si Aún Te Quieres Quedar" está a partir de hoje disponível para compra e streaming, e é o primeiro cartão de visita do álbum "Tu Y Yo", editado em Portugal na próxima Segunda Feira, 28 de Julho.

Mas a colaboração entre um dos nomes chave da música latina e uma das fadistas mais reconhecidas da sua geração vai estender-se até aos ecrãs de televisão portugueses: no Domingo, David Bisbal e Cuca Roseta prometem um momento supreendente, quando actuarem juntos na final do programa da TVI Rising Star, onde a cantora é jurada.

Aclamados pelo público e pela crítica, ambos estão em pontos altos da sua carreira: voltam agora a encontrar-se em palco, numa prova de que a música actual é feita de partilha e não conhece fronteiras.

iTunes
Spotify
MEO Music



olhar para o mundo às 21:27 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 17:19 | link do post | comentar

Diego Gil Fortoul_concerto dia 26 de Julho no Teatro Gil Vicente em Cascais

 

Diego Gil Fortoul é um músico venezuelano que vive em Portugal e este ano lança o seu primeiro trabalho a solo, chamado "A prova de bala".

 

É um álbum cantado em espanhol que percorre os sentimentos mais transversais.

 

A sua música move-se entre world music, pop e música alternativa.

 

"À Prova de Bala" é o nome de uma das canções do álbum; Esta é uma adaptação da música " Bullet Proof Wish I Was ", do álbum "The Bends", dos Radiohead.

 

Esta é a única versão em espanhol  aprovada pelo grupo britânico.

 

O álbum também tem a versão de "Sólo Pido a Dios" do grande compositor  argentino, Leon Gieco.

 

Os restantes nove temas têm letra e música de Diego Gil-Fortoul; falam metaforicamente das relações humanas, da vida e da morte ("Robinson"), o importante e o descartável da existência ("Extraño"); e retrata ainda no tema "Pedro e Inés" a visão de Diego Gil-Fortoul, da verdadeira história de amor do século XIV (Inês de Castro e Pedro I de Portugal).

 

É, sobretudo, um álbum sincero de alguém que ama a música.



olhar para o mundo às 12:56 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 08:15 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.07.14

 

letra

 

Não encontrei a letra desta Música



olhar para o mundo às 23:00 | link do post | comentar

Mau
Os MAU estão prestes a lançar novo álbum - "Safari Entrepreneur"!


Gravado de forma independente, este é o que acreditam ser o seu melhor álbum até à data. Agora precisam da ajuda dos fãs para o finalizar e lançar no mercado, sem editora.

Juntem-se à campanha de crowdfunding no site Indiegogo, vejam todas as ofertas disponíveis e sejam parte integrante e crucial do trabalho da banda.

Fiquem também com o primeiro vídeo da sessão Safari Entrepreneur Live Session, que faz um pequeno avanço daquilo que será o novo álbum -Safari Entrepreneur Part 2


Contamos com a vossa ajuda para divulgar esta iniciativa.


Crowdfunding "Safari Entrepreneur"
http://igg.me/at/maunewalbum/x/7852797

Follow MAU
https://www.facebook.com/mautheband

Watch MAU
http://youtu.be/xYegdlmkQ74?list=UUmN_G1uTNlSHDsL4QeuVXfw

Listen to MAU
https://soundcloud.com/m-a-u

 



olhar para o mundo às 21:50 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Laymen

Why do wise men fail to see the obvious?
Why do laymen follow what wise men say?

You're not on your own, I'm just sayin' you're not on your own

Why do old men claim
To be the young men's fault
for the state we're in
when we're not apart

We're not alone I'm just saying we're not alone



olhar para o mundo às 17:11 | link do post | comentar

 

 

Letra

Rainha
É o que tu és para mim
Rainha
Quero que te sintas assim
Amor sem respeito não há
Só vais ter aquilo que dás
Rainha
É o que és pra mim

Vagabundas eu tenho zero
Eu sou do tipo de uma mulher a sério
Mas se isso para mim significa mérito
Isso pró meu people significa tédio
E eu acho não que é feitio acho que é defeito
Boa bunda em qualquer peito, por mim tá feito
Mas eu respeito como pais
a largar as nossas mães assim e ficou sem efeito
E sei que ela é gata e a situação só complica
E gera um fruto, uma situação só com pica
E lá tás tu a dar cash, é mais um puto que cresce
com mil mulheres mas com casa vazia

Porque hoje estás na cama delas
Sem pensar nela, com ou sem anel mas
Amanhã vais ser um pai de uma rainha
Então pensa se queres um gajo igual para ela

Rainha
É o que tu és para mim
Rainha
Quero que te sintas assim
Amor sem respeito não há
Só vais ter aquilo que dás
Rainha
É o que és pra mim

Se é amiga, baby e amante
Os teus valores são lei, valem mais que diamantes
Não me peças baby para ficar como ante
Procurar o teu orgulho, fica confiante
Como se fosse a beyonce se eu for o teu jay-z
então quero uma lady
E quando está comigo ela sai bem
Fazer tudo o que eu gosto mas na rua não sabem
Que ela quer amor verdadeiro e sem pressa
Com ou sem guita a visão dela é sempre essa
Tudo o que eu quero é que entendas que a chave do teu sucesso
É guardares a chave do acesso ao teu sexo, e...
Tudo o que ela é a rainha de um sortudo ou bitch de muita gente
Tudo o que ela é beleza temporária mas rainha para sempre

Rainha
É o que tu és para mim
Rainha
Quero que te sintas assim
Amor sem respeito não há
Só vais ter aquilo que dás
Rainha
É o que és pra mim

Se fores inspiração
És uma rainha pra mim
Se sabes dizer não
És uma rainha pra mim
Se respeito é obrigação
És uma rainha pra mim
És uma rainha pra mim
Se te sentires assim
se fores uma rainha pra ti (2x)

Rainha
É o que tu és para mim
Rainha
Quero que te sintas assim
Amor sem respeito não há
Só vais ter aquilo que dás
Rainha
É o que és pra mim


Arquivado em: , , , , , ,

olhar para o mundo às 15:06 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Is this all for recreation,
Building up this empty nation?
Is this all your nervous frustration,
A hollow way to segregation?

Is this all your celebration
Your revenge, your expiation?
Innocence violation
A hollow way to separation

It should be simple for you to walk over us
Look at yourself again, how righteous you are
You rule strongly and firm over the weak
And weakly rule among and over the strong

How righteous you are
Holloways
Inmyths
Hugo Almeida - Vocals, Acoustic Guitar

Jorge Rodrigues - Bass

Alexandre Nascimento - Drums, Piano

Ricardo Mota - Electric Guitar
Recorded and Mixed by Sérgio Milhano 
Ponto Zurca Studios, Almada, Portugal www.pontozurca.pt

- See more at: http://www.inmyths.com/holloways.html#sthash.TosmqMYS.dpuf



olhar para o mundo às 08:09 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 20.07.14

Música anima festas de Avis com Amor Electro e Rodrigo Leão

 

 

Amor Electro (na foto), Rodrigo Leão, CC & Liaça e Tiago Garrinhas vão atuar na feira de Avis, que decorre entre os dias 25 e 27 deste mês, com um programa dominado pela música, divulgou o município.
Os espetáculos decorrem nas três noites da festa, no parque de feiras e exposições da vila, com Tiago Garrinhas e convidados e CC & Liaça a atuarem no dia de abertura, os Amor Electo, dia 26, e Rodrigo Leão, no encerramento.
A música e a cultura dominam o programa da edição deste ano da Feira Franca de Avis, considerada pelo município como "o maior evento do concelho e um dos mais emblemáticos do norte alentejano", que anima anualmente a histórica vila do distrito de Portalegre.
O programa dos festejos inclui ainda atividades desportivas, mostra de artesanato, exposições, música tradicional, gastronomia e a promoção dos produtos e projetos do concelho.
Segundo a autarquia, a Feira de Avis, apesar de o programa ser dominado pela música, é um certame apostado numa envolvente económica, "interagindo de forma dinâmica com a comunidade residente, com o turismo e com os agentes culturais".
O certame, promovido pelo município, conta com o apoio das juntas de freguesia, associações e coletividades daquele concelho.
Retirado do Sapo Música


olhar para o mundo às 21:30 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Letra:
Rise up
Rise up
It's time to feel the music
Let's start the party

A tua palavra é
Luz para o meu caminho
A tua presença é
Uma viagem sem destino

Sem ti já não dá
P'ra que o amanhã
Se eu estou sem ti

Nada vale a pena assim
O que eu sonhei para mim
Não tem sentido sem ti

Eu já não sei de ti
Não sei que fazer
E tu nem dás por mim

Eu já não sei de ti
P'ra te poder ter
Será este o meu fim...

You take my soul
Hey, I want your body
So you can do it girl
I can love you girl

So be my girl
'Cause every night I wait
That's something that I hate
Yeah! You and me now, on the floor baby

Quando eu me sinto só
Desenho o teu sorriso
As estrelas e o céu
Dão-me a luz que eu preciso

Sem ti já não dá
P'ra que o amanhã
Se eu estou sem ti

Nada vale a pena assim
O que eu sonhei para mim
Não tem sentido sem ti

Eu já não sei de ti
Não sei que fazer
E tu nem dás por mim

Eu já não sei de ti
P'ra te poder ter
Será este o meu fim...

You take my soul
Hey, I want your body
So you can do it girl
I can love you girl

So be my girl
'Cause every night I wait
That's something that I hate
Yeah! You and me now, on the floor baby

(2X)
Eu já não sei de ti
Não sei que fazer
E tu nem dás por mim

Eu já não sei de ti
P'ra te poder ter
Será este o meu fim...



olhar para o mundo às 17:39 | link do post | comentar

Amplifest volta ao Porto em outubro com edição «mais ambiciosa até à data»

A quarta edição do Amplifest vai decorrer no Porto, a 4 e 5 de outubro, sendo a “mais ambiciosa até à data”, disse esta sexta-feira a organização do evento, que conta Peter Brötzmann, Swans (na foto) e Wovenhand, entre outros.

O cartaz do evento, que vai decorrer no Hard Club e no Gare, ficou encerrado esta semana e inclui ainda artistas como o australiano Ben Frost, para além dos repetentes em território nacional Cult of Luna, a cantora Marissa Nadler, os norte-americanos Yob e os holandeses Urfaust.

Em declarações à Lusa, o organizador André Mendes explicou que “não é por acaso” que na própria imagem do festival se encontra um coração ao centro: “Mais do que nunca, esta é uma edição que fazemos com o peito, é uma edição que nos sai completamente de dentro”.

“Vamos apostar num Amplifest a três palcos, com algo que não se pode resumir a música: filmes, exposições, conversas e debates com os artistas envolvidos, um ‘mainfloor’ do Hard Club cheio de discos e um ambiente íntimo, de partilha entre os artistas e todos os que se decidirem a partilhar desta experiência connosco. Acho justo dizer que não é uma ambição que queremos guardar para nós”, afirmou André Mendes.

Segundo a organização, a edição de 2013 do festival teve a participação de 30% de visitantes estrangeiros, desde a “vizinha Espanha até à Rússia, passando pela França, Itália, Alemanha, Inglaterra, Suíça, Finlândia e Suécia”.

“Sentes que estás a fazer um bom trabalho quando motivas não só aquele miúdo que poupou durante meses para poder viver este fim-de-semana connosco como alguém vem de tão longe como São Petersburgo e que gastou um dinheirão em transportes, alojamento e refeições (lá está, na nossa cidade) para aqui estar”, referiu André Mendes, que lamentou a falta de resposta por parte da Câmara Municipal do Porto aos vários contactos efetuados.

O responsável da Amplificasom sublinhou que o Amplifest “não é um festival, é mesmo uma experiência” e questionado sobre o alargamento do evento para lá do Hard Club explica que têm uma “série de ideias e espaços para fazer crescer o Amplifest de forma saudável, mas a acontecer no Porto”.

Sobre a continuidade do evento em 2015, André Mendes é claro: “O público decide, literalmente. Analisando o mais friamente possível, temos um evento que tem de ser vendido exatamente naqueles dias e se o resultado não for positivo não há como transportar o ‘stock’ de volta ao armazém”.

Os passes de dois dias para o evento custam 65 euros, enquanto bilhetes de um dia são de 35 euros.

 

 

Retirado do Sapo Música



olhar para o mundo às 12:29 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Há um mar há solta
Nas areias deste mar...

What a morning sun,
Let's go for fun!
It's time for a funny game.

Refrão 1 x2:
Há um mar à solta
Nas areias deste mar.
Solta o mundo à minha volta,
Maré cheia e tudo gira.

I:
It's time to take your chance,
Play the funny game,
Make castles on the sand,
Make your love today.
Be happy, move your body,
Turn it up-side-down.
You are the generation
Of the freedom way.

II:
You are a burning flame
On a sunny day
And if you just believe
You can fly away.
The sea is not the same
And the sun is blue,
Just play the funny game
And your dreams come true!

(Refrão 1 x2)

Refrão 2:
Visto de azul o sol
E invento
Castelos na areia.
Acendo a luz do sal
E encanto
Castelos na areia.

(Repete I e II)

(Refrão 1 x2)

(Refrão 2)

Now, all the people in the game:
Clap your hands and scream
And everybody do the same:
Clap your hands and scream
Because the world belongs to you
And you are playing for fun.
Because you play the funny game
And you are fun from now on.

(Refrão 1 x2)

(Refrão 2)




olhar para o mundo às 08:37 | link do post | comentar

Sábado, 19.07.14
Santamaria editam espetáculo no Porto em CD/DVD

O grupo Santamaria, a celebrar 15 anos, editou um CD/DVD com o espetáculo realizado no Coliseu do Porto, em novembro do ano passado.

Do alinhamento do espetáculo deste grupo de dance music em português consta “Raggajam”, “Eu sem ti”, “Ritmo da Magia” e vários medleys dos seus êxitos.

 

Este é o segundo DVD da banda. O primeiro foi editado quando celebrou uma década.

 

A formação atual é Filipa Lemos (vocalista), Tó Lemos (teclados e percussões), Luís Marante (teclados e guitarra), Lucas Júnior (teclados) e Maria João e Magda Monteiro (coro).

 

O grupo editou 11 álbuns de estúdio e conquistou 21 Discos de Platina por vendas alcançadas.

 

Em 2002 ganhou o Globo de Ouro SIC/Caras pra o Melhor Grupo.

 

Retirado do Sapo Música



olhar para o mundo às 21:28 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Tu és loucura, és o meu prazer
uma aventura que sem querer quero ter

Quando te falo, não sei que dizer
Queria dizer-te que estou a sofrer
Eu já não posso mais
Nós não somos iguais
E o tempo foge de mim

Quando te encontro, nem sei que fazer
eu só queria poder-te esquecer
eu já não posso mais
nós não somos iguais
e o tempo foge de mim, ohhh

Eu sei, tu és
a minha loucura, mas eu já não sei se
Eu sei, tu és
O amor que sonhava e que sempre eu quis ter...

Eu já não sei o que é melhor pra mim
mas sei que isto nunca vai ter fim
eu já não posso mais
nós não somos iguais
e o tempo foge de mim, ooooh




olhar para o mundo às 18:35 | link do post | comentar



Letra


Não encontrei a letra desta música


olhar para o mundo às 08:28 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.07.14

Festival Vilar de Mouros 2014, o 1º Festival 100% de Economia Social Palco Histórico acolhe Vilar de Mouros Sunset   Encerrada a programação do Palco Principal do Festival Vilar de Mouros, são agora divulgados os artistas que, de 31 de Julho a 2 de Agosto, irão actuar no Palco Histórico: Budda Power Blues (Blues), Búfalo (Rock), Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz), The Lazy Faithful (Rock), Trio Págu (MPB) e Youthculture (Reggae).   Vilar de Mouros, que é o 1º Festival 100% de Economia Social, aposta, assim, numa programação ecléctica, para  toda a família, direccionada para várias faixas etárias e para vários gostos musicais, tal como desde a sua primeira edição em 1971.   Ao Palco Principal irão subir os nomes mais conhecidos do cartaz do festival, artistas nacionais (Pedro Abrunhosa, Xutos & Pontapés, Blind Zero, Blasted Mechanism, Trabalhadores do Comércio, José Cid, Deolinda e Capitão Fausto) e internacionais (os UB40 de Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue, Guano Apes, La Union, The Stranglers e Tricky), com carreiras mais longas ou mais recentes, com sucessos mais massificados ou com epíteto de artista ou grupo de culto.   No Palco Histórico vão realizar-se as actuações Vilar de Mouros Sunset, com uma programação temática. No dia 31 de Julho, os Youthculture (Reggae) e o Trio Págu (MPB) trazem vertentes diferentes de World Music; no dia 1 de Agosto o pôr-do-sol será ao som de Jazz & Blues, com os Budda Power Blues (Blues) e Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz); no dia 2 de Agosto, será a vez do Rock dos The Lazy Faithful e de Búfalo.   No dia 30 de Julho, a entrada é gratuita e o recinto abrirá às 18h00 para a recepção ao campista e para a animação com Djs durante a noite. Os espectáculos no Palco Principal decorrem a partir das 19h30 (excepto no dia 1, que têm início às 19h00); no Palco Histórico, a partir das 17h00. Entre os dias 31 de Julho e 2 de Agosto, o recinto do festival funcionará entre as 16h30 e as 06h00.   O acesso ao festival poderá ser efectuado através da aquisição de um bilhete diário por 30,00€, ou de um passe de três dias por 60,00€ (com campismo incluído).   Além do cartaz musical, o Festival traz consigo um conceito inovador no nosso país, pois o Festival Vilar de Mouros 2014 é o primeiro grande evento de Economia Social, organizado exclusivamente por uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social), a Fundação AMA Autismo (www.fundacaoamaautismo.pt), sendo que todas as receitas do FVM 2014 serão aplicadas na construção do primeiro edifício multifuncional dirigido à população com Perturbação do Espectro do Autismo.   O Festival Vilar de Mouros VOLTOU e faz história ao contribuir para que a música preste o seu tributo a uma causa social.   MAIS SURPRESAS EM BREVE!   ::::   vilar-mouros-verde-03.jpgvilar-mouros-01.jpg MÚSICA + NATUREZA + HISTÓRIA + SOLIDARIEDADE SOCIAL   CARTAZ     31 de Julho Quinta 1 de Agosto Sexta 2 de Agosto Sábado   Palco Principal     UB40’s Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue LA UNION BLIND ZERO TRABALHADORES DO COMÉRCIO CAPITÃO FAUSTO     PEDRO ABRUNHOSA THE STRANGLERS BLASTED MECHANISM JOSÉ CID   GUANO APES XUTOS E PONTAPÉS TRICKY DEOLINDA     Palco Histórico Vilar de Mouros Sunset     Youthculture (Reggae) Trio Págu (MPB)   Budda Power Blues (Blues) Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz)     The Lazy Faithful (Rock) Búfalo (Rock) Nota: No dia 30 de Julho, decorre a recepção ao campista, a partir das 18h00, e a noite será animada por DJs. A entrada é gratuita nesse dia.      2 palcos (palco principal + palco histórico) DJs Campismo Actividades radicais  (slide, rappel, canoagem, arborismo, parede de escalada 10 metros) Gastronomia   PREÇOS Bilhete diário: 30,00€ Passe 3 dias: 60,00€ (com campismo incluído)   BILHETES À VENDA EM Last2ticket.com www.vilardemouros.last2ticket.com Ticketline.sapo.pt ticketline.sapo.pt/evento/vilar-de-mouros-8445 CTT www.ctt.pt/feblh/sku.jspx?shopCode=BLHT&itemCode=76437&idShow=76437&categoryCode=25000000636   HORÁRIOS INÍCIO PALCO PRINCIPAL: 19h30  (à excepção do dia 1 de Agosto, cujas actuações começam às 19h00)   INÍCIO PALCO HISTÓRICO: 17h00   ABERTURA do RECINTO 30 de Julho: 18h00 31 de Julho, 1 e 2 de Agosto: 16h30   ENCERRAMENTO do RECINTO: 06h00   LINKS www.festivalvilardemouros.com www.facebook.com/FestivalVilarDeMouros www.fundacaoamaautismo.pt   MAIS SURPRESAS EM BREVE!

 

Festival Vilar de Mouros 2014, o 1º Festival 100% de Economia Social

Palco Histórico acolhe Vilar de Mouros Sunset

 

 

Encerrada a programação do Palco Principal do Festival Vilar de Mouros, são agora divulgados os artistas que, de 31 de Julho a 2 de Agosto, irão actuar no Palco Histórico: Budda Power Blues (Blues), Búfalo (Rock), Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz), The Lazy Faithful (Rock), Trio Págu (MPB) e Youthculture (Reggae).

 

Vilar de Mouros, que é o 1º Festival 100% de Economia Social, aposta, assim, numa programação ecléctica, para  toda a família, direccionada para várias faixas etárias e para vários gostos musicais, tal como desde a sua primeira edição em 1971.

 

Ao Palco Principal irão subir os nomes mais conhecidos do cartaz do festival, artistas nacionais(Pedro Abrunhosa, Xutos & Pontapés, Blind Zero, Blasted Mechanism, Trabalhadores do Comércio, José Cid, Deolinda e Capitão Fausto) e internacionais (os UB40 de Ali Campbell, Astro and Mickey Virtue, Guano Apes, La Union, The Stranglers e Tricky), com carreiras mais longas ou mais recentes, com sucessos mais massificados ou com epíteto de artista ou grupo de culto.

 

No Palco Histórico vão realizar-se as actuações Vilar de Mouros Sunset, com uma programação temática. No dia 31 de Julho, os Youthculture (Reggae) e o Trio Págu (MPB) trazem vertentes diferentes de World Music; no dia 1 de Agosto o pôr-do-sol será ao som de Jazz & Blues, com os Budda Power Blues (Blues) e Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz); no dia 2 de Agosto, será a vez do Rock dos The Lazy Faithful e de Búfalo.

 

No dia 30 de Julho, a entrada é gratuita e o recinto abrirá às 18h00 para a recepção ao campista e para a animação com Djs durante a noite. Os espectáculos no Palco Principal decorrem a partir das 19h30 (excepto no dia 1, que têm início às 19h00); no Palco Histórico, a partir das 17h00. Entre os dias 31 de Julho e 2 de Agosto, o recinto do festival funcionará entre as 16h30 e as 06h00.

 

O acesso ao festival poderá ser efectuado através da aquisição de um bilhete diário por 30,00€, ou de um passe de três dias por 60,00€ (com campismo incluído).

 

Além do cartaz musical, o Festival traz consigo um conceito inovador no nosso país, pois o Festival Vilar de Mouros 2014 é o primeiro grande evento de Economia Social, organizado exclusivamente por uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social), a Fundação AMA Autismo(www.fundacaoamaautismo.pt), sendo que todas as receitas do FVM 2014 serão aplicadas na construção do primeiro edifício multifuncional dirigido à população com Perturbação do Espectro do Autismo.

 

O Festival Vilar de Mouros VOLTOU e faz história ao contribuir para que a música preste o seu tributo a uma causa social.

 

MAIS SURPRESAS EM BREVE!

 

::::

 

 

MÚSICA + NATUREZA + HISTÓRIA + SOLIDARIEDADE SOCIAL

 

CARTAZ

 

 

31 de Julho

Quinta

1 de Agosto

Sexta

2 de Agosto

Sábado

 

Palco Principal

 

 

UB40’s Ali Campbell,

Astro and Mickey Virtue

LA UNION

BLIND ZERO

TRABALHADORES DO COMÉRCIO

CAPITÃO FAUSTO

 

 

PEDRO ABRUNHOSA

THE STRANGLERS

BLASTED MECHANISM

JOSÉ CID

 

GUANO APES

XUTOS E PONTAPÉS

TRICKY

DEOLINDA

 

 

Palco Histórico

Vilar de Mouros Sunset

 

 

Youthculture (Reggae)

Trio Págu (MPB)

 

Budda Power Blues (Blues)

Paulo Baixinho & The Soul Brothers (Soul/Jazz)

 

 

The Lazy Faithful (Rock)

Búfalo (Rock)

Nota: No dia 30 de Julho, decorre a recepção ao campista, a partir das 18h00, e a noite será animada por DJs. A entrada é gratuita nesse dia.

 

 

 

2 palcos (palco principal + palco histórico)

DJs

Campismo

Actividades radicais 

(slide, rappel, canoagem, arborismo, parede de escalada 10 metros)

Gastronomia

 

PREÇOS

Bilhete diário: 30,00€

Passe 3 dias: 60,00€

(com campismo incluído)

 

BILHETES À VENDA EM

Last2ticket.com

www.vilardemouros.last2ticket.com

Ticketline.sapo.pt

ticketline.sapo.pt/evento/vilar-de-mouros-8445

CTT

www.ctt.pt/feblh/sku.jspx?shopCode=BLHT&itemCode=76437&idShow=76437&categoryCode=25000000636

 

HORÁRIOS

INÍCIO PALCO PRINCIPAL: 19h30 

(à excepção do dia 1 de Agosto, cujas actuações começam às 19h00)

 

INÍCIO PALCO HISTÓRICO: 17h00

 

ABERTURA do RECINTO

30 de Julho: 18h00

31 de Julho, 1 e 2 de Agosto: 16h30

 

ENCERRAMENTO do RECINTO: 06h00

 

LINKS

www.festivalvilardemouros.com

www.facebook.com/FestivalVilarDeMouros

www.fundacaoamaautismo.pt

 

MAIS SURPRESAS EM BREVE!



olhar para o mundo às 21:58 | link do post | comentar

FESTAS do BARREIRO 2014, de 8 a 17 de AGOSTO |

 

FESTAS DO BARREIRO 2014, DE 8 A 17 DE AGOSTO

PROGRAMAÇÃO DO PALCO DAS MARÉS

 

A banda "The Gift", sexta-feira, 8 de agosto, abrirá a programação do Palco das Marés, das Festas do Barreiro 2014, que decorrem de 8 a 17 de agosto. Os concertos têm, todos, entrada livre.

 

PROGRAMAÇÃO DO PALCO DAS MARÉS

THE GIFT

8-AGOSTO | 6ª FEIRA | 22h00

 

CAIS SODRÉ FUNK CONNECTION

9-AGOSTO | SÁBADO | 22h00

 

MARIA CAFÉ E CRUZADOS

10-AGOSTO | DOMINGO | 22h00

 

CAELUM'S EDGE

11-AGOSTO | 2ª FEIRA | 22h00

 

RODA MÁGICA

12-AGOSTO | 3ª FEIRA | 21h30

 

BON SAUVAGE

13-AGOSTO | 4ª FEIRA | 22h00

 

NOITE FADOS – JOSÉ GUERREIRO; GUITARRA: MANUEL DOS SANTOS; VIOLA DE FADOS: ANTÓNIO CARDOSO

14-AGOSTO | 5ª FEIRA | 22h00

 

BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO

15-AGOSTO | 6ª FEIRA | 22h00

 

D.A.M.A.

16-AGOSTO | SÁBADO | 22h00

 

QUIM BARREIROS

17-AGOSTO | DOMINGO | 22h00

 

+INFO: https://www.facebook.com/municipio.barreiro

 

Secretariado no Mercado Municipal 1º de Maio

 

O Secretariado das Festas do Barreiro, recorde-se, está em funcionamento no Mercado Municipal 1º de Maio, junto ao Posto de Turismo, na Avenida Alfredo da Silva. Encontra-se aberto das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

Contactos: Telefone – 211 30 84 31; Endereço eletrónico – festas2014@cm-barreiro.pt.

 

Nesta valência é possível tratar todos os assuntos relacionados com as Festas do Barreiro 2014.

 

Brevemente será disponibilizada mais informação sobre este evento.

 



olhar para o mundo às 21:55 | link do post | comentar

 

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



olhar para o mundo às 17:18 | link do post | comentar

Festival Termómetro
Festival Termómetro faz 20 anos. Abertas as inscrições até 07 de Outubro de 2014. 


O Festival Termómetro faz 20 anos. Iniciado em 1994, o Festival denominou-se “unplugged” até à sua 10ª edição mas a partir daí, assumiu só o primeiro nome e na 15ª edição abre a participação à comunidade internacional, que um ano mais tarde mostraria resultados com a vitória dos berlinenses Black Taxis. 

Ornatos violeta, Capicua, Dj Ride, Ana Bacalhau, Alex D’alva Teixeira, Mazgani, You Can’t Win Charlie Brown, B-Fachada, Salto, Richie Campbell, Silence 4, Blind Zero, Black Mamba, Noiserv, Terrakota e Quelle Dead Gazelle, são apenas alguns dos nomes mais célebres que se notabilizaram nas edições em que participaram. 

O Festival Termómetro 2014 ocorre entre 07 a 29 de Novembro, repartindo-se por 5 eliminatórias e uma final e esperando receber 20 novas formações ou artistas, nacionais ou internacionais. 

Assim, estão abertas as inscrições até ao dia 07 de Outubro, através da página oficial do evento: facebook.com/festivaltermometro ou pelo mail: festivaltermometro@gmail.com . 

No acto da inscrição, é apenas necessário enviar uma pequena nota biográfica bem como um link onde se possam ouvir alguns temas. 

O Festival Termómetro é uma organização da Cego Surdo e Mudo com o patrocínio da Jameson e da Guronsan.

Mais informações:
 
T. 917 064 946 
E. festivaltermometro@gmail.com . 
Web: facebook.com/festivaltermometro


olhar para o mundo às 12:04 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

"Mãe! Não me cortes as pernas, óh mãe!
A culpa não é minha, é de quem deixou isto assim.
Bem vindo à época de caça.
Querem acabar com a nossa raça.
E quem não tem padrinho não se safa,
nem sequer vê o fim.
O sol vai alto e já não sei de ti nem de mim.

- Sai daqui enquanto tens força em ti.
Sai daqui. Enquanto durou soube bem.
Deu para um ou dois, mas não dá para mais ninguém.

Mentes loucas de demência,
com mais gula que inteligência,
cegas para quem precisa de pão.
E toda a gente sabe quem são!
Ficavam todos bem numa prisão,
mas aqui, ladrão não caça ladrão, e assim
o sol vai alto e ainda não sei de ti nem de mim.

-

E a tua vez termina antes de começar
Não há mais que te prenda aqui neste lugar."

Prana - Sapatos de Pedra



olhar para o mundo às 08:30 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17.07.14

Donna Maria

 

Quem são os Donna Maria?

 

Os Donna Maria estão de volta aos palcos e aos discos com uma nova formação:

Miguel Majer, Inês Vaz e Patrícia Roque.

 

Miguel Majer é músico, produtor e compositor, o mentor e fundador dos Donna Maria.

 

Inês Vaz é acordeonista, desde 2006 integrava a banda nos concertos e, como tal, não foi novidade. Novidade é fazer parte da produção do novo disco, juntamente com Miguel Majer.

 

Patrícia Roque é a nova voz dos Donna Maria. Selecionada num casting, não houve hesitações na escolha pelo seu timbre único, identidade e originalidade na interpretação.

 

Regressamos assim ao pop português dos Donna Maria, com uma nova formação,  imagem renovada, e muitas mais novidades estão para vir.

 

Recorde-se que os Donna Maria surgiram em 2004, criados por Miguel Majer que convidou Ricardo Santos e Marisa Pinto para fazerem parte da banda. Uma ideia original de Miguel Majer, com a intenção de constituir uma “banda pop à portuguesa”.

 

Têm dois discos editados, “Tudo É Para Sempre” (2004) e “Música Para Ser Humano” (2007), dos quais saíram temas de grande sucesso como “Quase Perfeito”,  “Há Amores Assim” e ainda a versão do tema “Vinho do Porto”, para a compilação “Tributo a Carlos Paião” (2008).

 

Em 2009, Marisa Pinto saiu da banda e em 2010 os Donna Maria fizeram um casting para seleccionar uma nova vocalista.

 

Actualmente, os Donna Maria são compostos por 3 elementos, o terceiro disco da banda está finalizado e tem previsão de edição para depois do Verão de 2014.

 

Regressamos assim ao pop português dos Donna Maria, com uma nova formação,  imagem renovada, e muitas mais novidades estão para vir.

Os Donna Maria comunicaram a 24 de Junho o seu regresso aos seus fãs:  

 

Estamos de volta! Novo disco pronto e com edição prevista para depois do Verão.

 

Há 3 anos que trabalhamos no novo trabalho. O terceiro disco dos Donna Maria.

 

Criaram-se novas amizades e afinidades. Trocaram-se ideias, sons e sonoridades. Nasceram novas canções, novas letras e poesias. Por aqui fez-se música em nome próprio. Fez-se Donna Maria!

 

Este tempo de "silêncio", foi o tempo de renovar e reconstruir. Foi tempo de "afinação" interior e colectiva. Durante este tempo, uns saíram e outros entraram. Uns ficaram e outros regressaram.

Tal qual a vida. Dinâmica e renovadora, num movimento contínuo e com uma única direção. Para a frente.


Em breve o novo disco dos Donna Maria deixará de ser apenas o "nosso disco".  Que ganhe a utilidade e dimensão que desejamos. Que passe a morar onde todas as canções devem morar. Por aí! Espalhadas pelas vossas vidas e que vos façam boa companhia. Porque as canções são as nossas melhores confidentes.

E aqui chegámos. Agradecidos para quem nos esperou, prontos para quem nos esqueceu e disponíveis para quem nunca nos escutou.  Como diz o poeta: "Espalhem a notícia!".

Os Donna Maria voltaram!

 



olhar para o mundo às 22:02 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



olhar para o mundo às 17:24 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Artigos recentes

José Mário Branco - "Quei...

O exotismo de Marrocos no...

David Bisbal y Cuca Roset...

BUDDA POWER BLUES - Novo ...

Né Ladeiras - "Benditos"

Like Us: Sessão de Autóg...

Um Corpo Estranho Vem Alé...

Cuca Roseta e David Bisba...

Sara Paço - Waking up the...

Diego Gil Fortoul_concert...

Arquivo

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Arquivado em

todas as tags



links
comentários recentes
Realmente, é este tipo de mentalidade ignorante qu...
http://youtu.be/OQU-shKg9SY
http://www.inmyths.com/holloways.html
uma letra fantastica que descobri com a brilhante...
Obrigado SofiaJá corrigi
"Agora peito para fora encolhe barriga para dentro...
Primeiro es uma otima cantora e compositora.E a tu...
Primeiro es uma otima cantora e compositora.E a tu...
adoro a musica
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds