Quinta-feira, 20.11.14

 

Letra

Podia haver uma luz em cada mesa
E uma família em cada casa
Jesus em Dezembro, aqui na Terra
Podia ser Natal e não ser farsa.

A história certa é
Natal de porta aberta
A ceia servida é a vida
Do Criador

Podia ser notícia o fim da Amargura
Que divide os homens por trás dos canhões
A fome e a miséria servem a loucura
Que forja profetas e divide as nações.

A história certa é
Natal de porta aberta
A ceia servida é a vida
Do Criador

Podia ser verdade o tom e o discurso
Desse velho actor falando aos fiéis
Mas nada se passa na noite do mundo
Máscaras de dor, pequenos papéis

A história certa é
Natal de porta aberta
A ceia servida é a vida
Do Criador

A história certa é
Natal de porta aberta
Podia ser Natal...

 

Letra e música: António Manuel Ribeiro
Intérpretes: António Manuel Ribeiro e Miguel Ângelo (1995)

Musica incluída no álbum "Sierra Maestra" de António Manuel Ribeiro.



publicado por olhar para o mundo às 23:21 | link do post | comentar

 

posthit.jpg

 

POST HIT  “SHOW OFF”

 

“Show Off” é o novo single dos Post Hit e o último de uma série de 4 singles que encerram um capítulo na discografia do grupo. 

 

Depois de “Paradox” (2010, reeditado em 2013), “Desire (Give Give Give)” e “FYM” ambos de 2013 chega agora “Show Off” um single composto por dois temas e um instrumental. 

 

“Show Off” o tema de abertura foi produzido por Armando Teixeira (Balla) e “Show Off Acoustic”, o segundo tema, teve produção a cargo de João Pedro Ferraz (BAN), também responsável pela produção do novo álbum do grupo que chegará na primavera de 2015.

 

“Show Off” é um olhar irónico e também nostálgico sobre as “estrelas” sem rosto que o tempo apagou, anónimas mas de espírito presente em tantos palcos. Todos aqueles que lutaram pelo seu momento de “brilho” mas sem nenhum reconhecimento, as quase estrelas que mergulharam numa 

eterna escuridão.

 

Os Post Hit são: Paulo Scavullo & Flávio Pacheco. 

 

 

Iplay, Novembro de 2014.

 

(Edição digital, 14  de Novembro)

 

 

 

https://www.facebook.com/POSTHITMUSIC?fref=ts



publicado por olhar para o mundo às 20:09 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:54 | link do post | comentar

viviane.jpg

 

 
"A plenos pulmões" da autoria de Viviane e Tó Viegas e letra de Tiago Torres da Silva é o novo vídeo da cantora gravado no passado mês de Maio, no Teatro das Figuras em Faro (Noite do Sofá).
 
 

 


www.viviane.com.pt

 www.facebook.com/vivianeartist


publicado por olhar para o mundo às 12:10 | link do post | comentar

vitorinodealmeida.png

 

Um serão magnífico com o Maestro António Victorino d’Almeida e que lhe ficará na memória para sempre!

Fórum Cultura de Ermesinde

28 de Novembro às 21:30

 

Bilheteira: Fórum Cultural de Ermesinde

 

Telefone: 229 783 321

 

Preço: 10 €

 

Morada: Rua Fábrica da Cerâmica, em Ermesinde

 

(Junto à Estação de Caminhos de Ferro de Ermesinde)

 



publicado por olhar para o mundo às 10:03 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:51 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19.11.14

panda e os caricas.jpg

 


PANDA E OS CARICAS

Com sessão extra em Lisboa a 20 de dezembro

Espetáculo no Campo Pequeno com nova sessão

“Panda e os Caricas, o Musical”, espetáculo que em dezembro estará em várias cidades portuguesas, tem uma nova data em Lisboa: para além das sessões a 20 e 21 de dezembro às 11h00 e 15h00, o Campo Pequeno recebe nova atuação do Panda e dos seus amigos às 18h00 do dia 20, foi agora anunciado.

Em dezembro, o novo e divertido musical ao vivo do Panda e dos seus amigos estará também em Coimbra (dia 13), Gondomar (14), Viseu (27) e Guimarães (28), já perto do final do ano.

Neste musical, inspirado nos dois discos do grupo, as crianças são convidadas a ajudar a Pipa a escolher a profissão que melhor a caracteriza.

O Matias, a Clarinha, a Pipa e o Pedro conquistaram a amizade do Panda – mas também cativaram a atenção e o carinho das crianças portuguesas. Foram esses meninos e meninas que tornaram o primeiro "Panda e os Caricas" um caso raro de sucesso: o CD e o DVD, que foi número 1 das tabelas durante meses, vendeu mais de 70 mil unidades.

"Panda e os Caricas, o Musical" tem a duração de 1h15 e promete um ambiente com muita música, ritmos alegres e animação.
 
Bilhetes:
13 Dez - Coimbra
14 Dez - Gondomar
20/21 Dez - Lisboa
27 Dez - Viseu
28 Dez - Guimarães


publicado por olhar para o mundo às 23:58 | link do post | comentar

donnamaria.jpeg

 

 
DONNA MARIA

B.LEZA | 3 DEZ | 22h00

 

Os Donna Maria apresentam ao vivo o seu último trabalho de originais "Três", o grupo irá subir ao palco do B.leza, dia 3 de dezembro, pelas 22H00.


Dez anos passados desde a sua formação, os Donna Maria estão de volta com a identidade sonora a que nos sempre habituaram e mantendo toda a sua estrutura musical de base. Miguel Majer, músico e produtor do álbum, assina grande parte da autoria dos temas, continuando na liderança desta grande banda portuguesa.


Desde 2010 que Miguel Majer assumiu o desafio de encontrar uma nova voz para o seu projecto musical de sempre. Após meses de procura e audições, Patrícia Roque foi a escolhida para assumir a grande responsabilidade de dar voz aos Donna Maria. Com um timbre único e inconfundível, um forte carisma e originalidade na interpretação, Patrícia Roque confere aos Donna Maria um cunho muito particular.

 

Inês Vaz, acordeonista da banda desde 2006, junta-se a Miguel Majer na produção deste disco e continua a acompanhar a formação musical de base.



publicado por olhar para o mundo às 20:59 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:24 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:21 | link do post | comentar

Terça-feira, 18.11.14

liberdade4.jpg

 

 

SÉRGIO GODINHO

COLISEU/LISBOA - 22 NOV/ 22H00

CONVIDADA ESPECIAL: CAPICUA

É já no próximo sábado que Sérgio Godinho leva "Liberdade" ao Coliseu dos Recreios, num regresso à mítica sala lisboeta.

Depois de nos passados dias 1 e 2 de Novembro ter apresentado "Liberdade" perante um lotadíssimo Rivoli, chega agora a vez do público de Lisboa assistir à mais recente produção do "escritor de canções" – uma revisitação à sua obra de forma dinâmica e atual.

No próximo sábado, para além das canções emblemáticas do cantautor, poder-se-ão ainda escutar algumas das novidades que "Liberdade" nos trouxe - o inédito "Tem o seu preço"; a recuperação de "Foi aos 25 dias de Abril", tema composto em parceria com Jorge Constante Pereira; e "Na Rua António Maria", tema da autoria de Zeca Afonso nunca antes gravado. Tudo isto na companhia dos "Assessores" e, na qualidade de "convidada especial", Capicua.

Este concerto acompanha o lançamento no mercado do disco ao vivo com o mesmo título captado em Abril passado quando da passagem do espetáculo pelo São Luiz Teatro Municipal, Cine-Teatro Louletano e Centro de Arte de Ovar. Também recentemente, foi divulgado o teledisco do tema "Liberdade" montado a partir da memorável passagem de Sérgio Godinho pelo Festival Bons Sons e aqui imortalizada.

Os (poucos) bilhetes ainda disponíveis para este espetáculo encontram-se à venda nos locais habituais e em bilheteiraonline.pt.  

 



publicado por olhar para o mundo às 23:29 | link do post | comentar

COMODA_v04.jpg

 

 

Espaço-tempo de encontros com a criação musical contemporânea, com destaque para a música portuguesa da actualidade, os seus compositores e os seus intérpretes, numa imprescindível afirmação da sua vitalidade.

 

Em 2014 o Música Viva completa a sua 20ª edição, num novo formato, num novo espaço de acolhimento, o O'culto da Ajuda, para reunir entre 21 a 29 de Novembro uma assembleia motivada e defensora dos valores mais altos da condição humana e da arte musical que se faz aqui e agora, para um entendimento total do que seja música, hoje, como desde sempre. Esta 20ª edição é dedicada ao Fernado de Mascarenhas que acolheu e apoiou, em 1992, a primeira edição do Música Viva.

 

Com a presença de intérpretes e compositores de referência lado a lado com a novíssima geração, o Música Viva assume-se uma vez mais como uma vasta plataforma de encontro e confronto de ideias e de estéticas para reflectir, interrogar e debater O estado da Arte.

 



publicado por olhar para o mundo às 20:27 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:57 | link do post | comentar

antoniozambujo.jpg


ANTÓNIO ZAMBUJO

Novo álbum "Rua da Emenda" já à venda

Vídeo "O Pica do 7" estreou hoje

"Rua da Emenda" é o novo disco de António Zambujo e já está disponível nas lojas. O disco foi antecedido pelo tema "Pica do 7", cujo vídeo estreou hoje.
 
À notícia do novo disco, junta-se a confirmação do regresso de Zambujo aos Coliseus de Lisboa e Porto, em fevereiro de 2015: primeiro na capital, a 19 e depois na invicta, a 21. 
 
A "Rua da Emenda" é, afinal, uma rua do mundo, como confirmam, em uníssono, público e crítica:  

EXPRESSO
"...uma evolução na continuidade de uma música eclética nos géneros e meticulosa nos arranjos. Mais uma jóia numa carreira abençoada."
 
TIME OUT
5 estrelas
"Neste fabuloso álbum de viagens por muitas músicas, tudo começa no fado e tudo termina com ele, sózinho com a viola ..."
 
PÚBLICO
4 estrelas
"... é um disco fácil, solto, que navega sem preocupações pela sonoridade que António Zambujo foi construindo nos ultimos dez anos."
 
Jornal i
4 estrelas
"Discos destes fazem moda."
"... É o artista de taberna a quem já ninguém rouba o holofote das estrelas."
 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:44 | link do post | comentar

 

letra

 

Eu quero marcar um Z dentro do teu decote
Ser o teu Zorro de espada e capote
P'ra te salvar à beirinha do fim
Depois, num volte face vestir os calções
Acreditar de novo nos papões
E adormecer contigo ao pé de mim
Eu quero ser para ti a camisola dez
Ter o Benfica todo nos meus pés
Marcar um ponto na tua atenção
Se assim faltar a festa na tua bancada
Eu faço a minha ultima jogada
E marco um golo com a minha mão
Eu quero passar contigo de braço dado
E a rua toda de olho arregalado
A perguntar como é que conseguiu
Eu puxo da humildade da minha pessoa 
Digo da forma que menos magoa
«Foi fácil. Ela é que pediu!»

 



publicado por olhar para o mundo às 08:15 | link do post | comentar

 

Letra

 

Amor Electro - Mar Salgado

Quase perto
Quase até de amor
Quase certo
Já sinto o sabor
Já não durmo
Já nem falo em dor
Que eu desperto
Já vejo o calor

Sei de cor o prazer de voltar
É contigo afinal
Vou perder-me de vez sem pudor
Já vejo amor

Cai neste abraço que é só teu
Que é tão forte o meu desejo
Mar Salgado no meu beijo

Vem, faz de conta que és só meu
De um adeus que não se encontra
Mar Salgado de revolta

Quase perto
Quase a viajar
Mergulho incerto
Pronto a respirar

Sei de cor o prazer de voltar
É contigo afinal
Vou perder-me de vez sem pudor
Já vejo amor

Cai neste abraço que é só teu
Que é tão forte o meu desejo
Mar Salgado no meu beijo

Vem, faz de conta que és só meu
De um adeus que não se encontra
Mar Salgado de revolta

 



publicado por olhar para o mundo às 08:03 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17.11.14

nelsonfreitas.jpg

 

 

No dia 28 de Novembro, o MEO Arena veste-se de gala para receber o concerto de Nelson Freitas que conta com o apoio do MEO Music.

 

No âmbito desta colaboração, Nelson Freitas fez um track-by-track do álbum “Elevate” em exclusivo para os utilizadores do MEO Music e que pode ser ouvido aqui. Esta é uma oportunidade única para se conhecer as histórias de um dos maiores fenómenos discográficos da atualidade.

 

O cantor, compositor e produtor apresenta-se no MEO Arena na companhia de vários convidados - Anselmo Ralph, Boss AC, Yuri da Cunha, entre outros. O espetáculo “The Elevate Show” centra-se no trabalho mais recente do artista e inclui, ainda, uma homenagem à cabo-verdiana Cesária Évora.

 

Sobre o MEO Music

O MEO Music é o primeiro serviço de streaming com milhões de músicas sem mensalidade, sem anúncios e sem pagar tráfego móvel, que também disponibiliza videoclips. Disponível na TV, tablet, smartphone e PC.

 

MEO Music
Facebook MEO Music

Nelson Freitas



publicado por olhar para o mundo às 22:39 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 20:53 | link do post | comentar

jorgenunes.jpg

 

 

CINEMA SÃO JORGE

21 DE DEZEMBRO - 21:30H

 

O povo afirma que para se ser Fadista, não basta saber cantar, colocar a voz ou afinar as notas da melodia; é importante passar ao público a mensagem da poesia e sintonizá-la com a música que também é sugerida e o Jorge Nunes tem o dom de ser fadista. É o que diz o público que o tem ouvido pelos palcos nacionais e internacionais, onde com passos pequenos mas seguros dá a conhecer o seu primeiro trabalho discográfico,OUTRO FADO.

 

Recém chegado de Toronto, Jorge Nunes prepara-se para no dia 21 de Dezembro, no Palco do Cinema São Jorge em Lisboa, pelas 21h30,conduzir-nos pelos temas do seu OUTRO FADO e, onde partilhará palco com aqueles que foram importante ao longo da sua vida e desta sua nova aventura.

 

Para este espectáculo, Jorge Nunes convida a pessoa que o impulsiona a gravar, enaltecendo-lhe a profundidade tímbrica e a verdade da alma com que canta, a Dª Celeste Rodrigues. Inevitavelmente, partilhará palco também com o seu pai , Jorge Fernando, o produtor do seu trabalho e também com a sua irmãAna Lúcia que assina algumas letras do OUTRO FADO

 

A acompanhá-los, estarão os músicos –  Henrique Leitão, na guitarra portuguesa, Gustavo Roriz, no baixo, e Bernardo Viana, na viola de fado.

 

Os bilhetes para o espectáculo de Jorge Nunes, no dia 21 de Dezembro, no Cinema São Jorge, estão à venda nos locais habituais.

 

Preço dos bilhetes: 12,50€

 

(no dia do concerto existe a possibilidade de adquirir o CD OUTRO FADO por 7,5€ mediante a apresentação do bilhete)



publicado por olhar para o mundo às 20:35 | link do post | comentar

 

Letra

 

Música feita apenas com vozes, sem recurso a qualquer instrumento, virtual ou não.

Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar
Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar

Eu estava preso nos 14 ao futuro com ambiçoes
De fazer a minha música faltavam condiçoes
Mantive o sonho em segredo só com duas opçoes
Ou me foco no objetivo ou sou carne para canhoes
Comecei por pegar nos fones do Walkman
E o microfone que havia era de falar no MSN
E dei por mim a querer a inteligência nos pés
Mas é a tua vontade que faz aquilo que tu és
E se nao havia meios para atingir os fins
Eu fazia PopFilter's com meias e carapins
A gravar quase sentado por culpa do comprimento
Do fio dos meus fones que nao era suficiente
Velhos tempos e assim mais de um ano
A fazê-lo por gosto pela música que eu Amo
E nunca estive a espera que alguém me desse crédito
Porque sou o primeiro a reconhecer o meu mérito

Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar
Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar

Cheguei a um ponto em que já nao aguentava
A cabeça nao para mas o material nao dava
Focado no objetivo de ir espalhando a palavra
Com duas opçoes: Agia ou Chorava
Defini prioridades pronto para assumir o risco
Vendas sem contrato longe do olhar do fisco
Vasculhei a casa em busca de coisas antigas
Material de som e quatro pares de sapatilhas
Nao rendeu muito mas ganhei o suficiente
Para agora poder dizer que tenho um material decente
Desmotivado por nao ter produtores
Até ver que com a boca eu faço instrumentais melhores
Falta isolar o quarto e fazer dele o meu estúdio
Procurei orçamentos, e fiquei estupido
Mas a mente nao para e durante dois meses
Troquei a tinta por colchoes e cortiça nas paredes

Tal como tu em vao, ja senti a voz rouca
O truque é fazer por amor nunca deixar que ele morra
Se queres um Saxofone e ves que a pasta é pouca
Procura imitá-lo com a boca

Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar
Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar

 



publicado por olhar para o mundo às 17:45 | link do post | comentar

Barreiro Rocks2014.jpg

 

 

5, 6 E 7 DE DEZEMBRO | BARREIRO ROCKS 2014

BILHETES JÁ À VENDA

 

Já se encontram à venda os bilhetes para o festival BARREIRO ROCKS agendado para os dias 5, 6 e 7 de dezembro. O Grupo Desportivo “Os Ferroviários” abre as suas portas a partir das 21h30 e os concertos terão início às 22h00.

Este festival de Rock and Roll, de referência nacional e internacional, é organizado pela associação cultural barreirense “Hey, Pachuco!”, com o apoio protocolado da Câmara Municipal do Barreiro.

 

O programa prevê dezenas de atuações de músicos nacionais e internacionais (ver programa no site da Câmara Municipal do Barreiro em http://www.cm-barreiro.pt/pt/conteudos/noticias+e+eventos/noticias/destaques/barreiro+rocks.htm).

 

BILHETES À VENDA NO FORUM BARREIRO MUSIC ROOM E NO LOCAL DO CONCERTO.

DIA 5: 12,5€; DIA 6: 12,5€; DIA 7: 15€; PASSE: 25€

RESERVAS: GERAL@HEYPACHUCO.PT

 

O arranque do programa do Festival está agendado para o dia 21 de novembro, com a Projeção do Documentário “Uivo”, de Eduardo Morais, na presença do realizador, com entrada gratuita, nos armazéns 23/25 (edifício “Douro”), na Rua 48, perto do Museu Industrial e Espaço Memória, na Baía do Tejo. As portas abrem às 22h00, para, meia hora depois, iniciar a projeção e conversa com o realizador. Segue-se uma After Party, com DJ Set.

 

Sinopse:

Realizado entre Março e Setembro de 2014, "Uivo" é um documentário sobre a voz de António Sérgio.

Figura de proa da música alternativa em Portugal, António Sérgio nasceu em Benguela no ano de 1950 e desde cedo seguiu as pisadas do pai no universo radiofónico.

Cruzou a Rádio Renascença, Comercial, XFM e Radar, apresentando programas obrigatórios para as gerações atentas como “Som da Frente” (1982-1993), “Lança-Chamas” (1983-1990) ou “A Hora do Lobo” (1997-2007), onde brindava os ouvintes com as novidades sonoras, desde o Pop ao Punk, passando pela World Music e Folk. Mas nem só de rádio circundava a vida de António Sérgio. Redigia para a “Música & Som”, “Rock em Portugal”, “Blitz”, etc., e trabalhou no mundo da edição, destacando-se o polémico disco pirata “Punk Rock ‘77”, e o primeiro single dos Xutos & Pontapés, pela sua editora Rotação.

António Sérgio faleceu, imprevisivelmente, no último dia de Outubro de 2009.

Em “Uivo”, o documentarista Eduardo Morais ("Meio Metro de Pedra"/"Música em Pó") fará um retrato deste divulgador prestando-lhe a mais que merecida homenagem. Este documentário conta com a participação de familiares, músicos, colegas e amigos do radialista, nomeadamente Zé Pedro, João David Nunes, Jaime Fernandes, Nuno Galopim, Fernando Ribeiro, Tó Trips, David Ferreira, entre muitos outros.

 

CICLO DE WORKSHOPS

Inserido no Serviço Educativo Municipal terá lugar o Ciclo de Workshops sobre Produção de eventos, na Escola Profissional Bento Jesus Caraça, de 25 a 28 de novembro, a partir das 9h30.

A Hey, Pachuco!, juntamente com o Gabinete da Juventude da Câmara Municipal do Barreiro, irá promover uma série de workshops sobre produção de eventos, partindo do exemplo prático "como apresentar um projeto na quinzena da juventude". Os dias 25, 26 e 27 são destinados a alunos da EPBJC, sendo que o dia 28 será aberto a todo o público mediante inscrição gratuita.

 

BARREIRO ROCKS 4 KIDS

Os mais novos poderão aprender a brincar no BARREIRO ROCKS 4 KIDS, a 13 e 14 de dezembro, no Forum Barreiro, com entrada gratuita.

O BARREIRO ROCKS 4 KIDS tem a sua primeira edição este ano. São dois dias cheios de atividades em torno da música destinadas aos mais novos. Neste fim-de-semana, o Forum Barreiro receberá desde concertos para crianças, a workshops de construção de instrumentos.

 

RÁDIO BARREIRO ROCKS

Durante os três dias de festival, a partir das 16h00, vários artistas e Djs irão passar pelaForum Barreiro Music Room, no Forum Barreiro, para a gravação de podcasts com entrevistas, DJ sets e concertos acústicos, em jeito de antecipação.

 

De referir que nos dias 22, 28 e 29 de novembro, estão previstas festas de apresentação do festival em Rio Maior, Lisboa e Cascais. 

 

CONTACTOS:

WWW.BARREIROROCKS.ORG

WWW.FACEBOOK.COM/BARREIROROCKS

GERAL@HEYPACHUCO.PT



publicado por olhar para o mundo às 12:44 | link do post | comentar


ANTÓNIO ZAMBUJO

Novo álbum "Rua da Emenda" já à venda

Vídeo "O Pica do 7" estreou hoje

"Rua da Emenda" é o novo disco de António Zambujo e já está disponível nas lojas. O disco foi antecedido pelo tema "Pica do 7", cujo vídeo estreou hoje.
 
À notícia do novo disco, junta-se a confirmação do regresso de Zambujo aos Coliseus de Lisboa e Porto, em fevereiro de 2015: primeiro na capital, a 19 e depois na invicta, a 21. 
 
A "Rua da Emenda" é, afinal, uma rua do mundo, como confirmam, em uníssono, público e crítica:  

EXPRESSO
"...uma evolução na continuidade de uma música eclética nos géneros e meticulosa nos arranjos. Mais uma jóia numa carreira abençoada."
 
TIME OUT
5 estrelas
"Neste fabuloso álbum de viagens por muitas músicas, tudo começa no fado e tudo termina com ele, sózinho com a viola ..."
 
PÚBLICO
4 estrelas
"... é um disco fácil, solto, que navega sem preocupações pela sonoridade que António Zambujo foi construindo nos ultimos dez anos."
 
Jornal i
4 estrelas
"Discos destes fazem moda."
"... É o artista de taberna a quem já ninguém rouba o holofote das estrelas."
 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:42 | link do post | comentar

 

Letra

 

Rapo a cabeça para arrumar o assunto
Das metas do meu futuro, nesta bola de cristal
Quanto a beleza? já não desço mais fundo
Estou a viver a ternura dos quarenta aos vinte e tal
Olha para mim a disfarçar a calvice
grande assunto para um tema, só mesmo o rap para poder falar disso
"Tas a falar mal do rap bacano, ganha é juizo"
é o meu cabelo e o teu cérebro, também não existe
"Boy manda la um improviso só para ver do que és capaz"
Estou sem paciência para isso, acho que estou a ficar velho
Querem fazer de mim artista, eu só quero ser bom rapaz
E por um sorriso na cara de quem me deu tudo o que tenho
Reis obrigado pelo beat
Talvez nunca o leve a palco, se não encontrar bons músicos
porque entre amigos esta difícil, e a guita vai-se no passe
não me posso dar ao luxo de estar a pagar um anuncio
Nesse dia em que o mundo, já não me quiser ouvir
Sabes que apesar de tudo, eu vou continuar aqui
Prometo que num futuro, tudo o que ouvirás de mim
Podia ser diferente, eu sei, mas
Faço o que me faz sorrir

Sabes que no fim de tudo
toda essa fama e orgulho
vão ficar pelo caminho
e o que foste tanto faz
Pensa só por um segundo
No que deixarás ao mundo
jamais ficaras sozinho
sendo honesto e bom rapaz

Estas a acusar a pressão,
e o teu comportamento insere-se num padrão social
Temes tanto a rejeição que criaste um habitat artificial
e um modus operandi pra poder habita-lo
Repara, querem que eu venha da rua
trate mulheres como trunfos, fale de fumos e drunfos e eu nem fumei se
me perguntares de onde eu venho, como é que o meu som subiu
sou obrigado a dizer: vim do myspace
Olha pra mim a dar facadas no rap
para lhe dar mais profundidade, tipo lucio fontana
Tu tas a ouvir gajos no rap, que o vão envergonhar
quando acabar a puberdade, tipo Hannah Montana
Eu, estou habituado desde o tempo do gameboy
a ter tudo mais tarde, agoro colo em pokemons
E tu? tu não devias viver envergonhado
Por não caber na expectativa dos outros, dá o que podes

 

Voz & letra: L
Instrumental: REIS
Mistura: L
Masterização: REIS [LockDown Studios]

 



publicado por olhar para o mundo às 08:43 | link do post | comentar

Domingo, 16.11.14

Cartaz Tour Lançamento.jpg

 

 

Lydia’s Sleep e Surveillance lançam online os seus primeiros álbuns no dia 16 de Novembro e fazem tour de lançamento em conjunto.

 

Lydia’s Sleep - “If you travel enough through time someone will eventually get old”

 

​​Lydia’s Sleep nasceram em 2010 no coração da Serra da Arrábida onde até hoje compõem e ensaiam. A sua música exprime-se tanto através de linhas mais clássicas do post-rock dos 90’s como por outras vertentes, vincadas pelo math e pelo post-hardcore.

 

O álbum que é agora lançado, foi gravado nos estúdios Pontiaq pela mão de Miguel Vilhena (Savanna) e masterizado por Chris Common (These Arms Are Snakes). Uma narrativa musical onde o sci-fi e a espiritualidade se entrelaçam por analogias e trocadilhos, para dar origem a uma epopeia de extrapolações emocionais de um grupo de amigos influenciados pelo mundo, dentro e fora deles.

 

Single: Lydia's Sleep - Isabellinism

 

 

Surveillance - 'ORIONZEBELT'

 

Surveillance é uma secção rítmica em esteróides. As composições são baseadas no som do baixo e da bateria, mas não deixam de extrapolar para universos sonoros paralelos, cheios de poder e psicadelismo.

 

'ORIONZEBELT' é o primeiro álbum de longa duração da banda. Um percurso espiritual que pretende realçar limitações, obrigando a ultrapassá-las de forma visceral. Onze temas que abrasam e libertam o físico e o celeste.

 

Gravado nos Blacksheep Studios, com a produção de Makoto Yagyu e Fábio Jevelim (PAUS/Riding Pânico), conta com a participação de músicos como Pedro Tatanka (The Black Mamba) e Alex D'Alva Teixeira (D’Alva).

 

Single: Surveillance - Nightshade



publicado por olhar para o mundo às 23:39 | link do post | comentar

teiasdeseda.jpg

 

 


  www.caixadepandora.com.pt

 

Novembro

 

Dia 14 – 18h30 – Showcase – FNAC de Almada

 

Dia 15 - 22h00- Showcase - FNAC Vasco da Gama

 

Dia 21 – 21h30 – Actuação – Auditório Orlando Ribeiro – Telheiras

 

Dia 22 – 21h30 – Apresentação Oficial – Ler Devagar - LX Factory

 

Dezembro

 

Dia 05 – Actuação – Palácio de Mafra ( noite)

 

Dia 06  - Actuação – Palácio de Mafra ( noite)

 

Dia 07 – FNAC’s NORTE

17h00 – Showcase Gaia Shopping

22h00 – Showcase Braga

Dia 08 – 17h00 FNAC Stª Catarina

 

Dia 12 – 22h00 – Actuação – Duetos da Sé

 

Dia 19 – 21h30 – Actuação – Museu da Música Portuguesa

 

 

Janeiro 2015

 

Dia 10 – Actuação – Palácio da Bolsa (Porto)

 

Dia 25 – 16h00 – Showcase – FNAC Cascais

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:36 | link do post | comentar

 

Letra

 

Now you say you're lonely
You cry the long night through
Well, you can cry me a river
Cry me a river
I cried a river over you

Now you say you're sorry
For being so untrue
Well, you can cry me a river
Cry me a river
I cried a river over you

You drove me, nearly drove me, out of my head
While you never shed a tear
Remember, I remember, all that you said?
You told me love was too plebeian
Told me you were through with me and

Now you say you love me
Well, just to prove that you do
Come on and cry me a river
Cry me a river
I cried a river over you
I cried a river over you
I cried a river...over you...

 



publicado por olhar para o mundo às 17:39 | link do post | comentar

Sexta 21 Novembro, 22h30, Espaço d’Orfeu
Xarnege trazem a folk basca às
noites OuTonalidades de Águeda!

xarnegue.png

 


Tudo sobre os Xarnege:
http://www.dorfeu.pt/outonalidades/xarnege
https://www.facebook.com/xarnege
http://www.xarnege.com

Na próxima sexta 21 de Novembro, o Espaço d'Orfeu acolhe mais uma noite OuTonalidades, desta vez com a presença internacional de Xarnege, uma das referências na música folk de Espanha, que celebra o encontro de dois povos com a mesma origem, separados pelos Pirinéus: os bascos e gascões. Uma viagem pelas tradições sem fronteiras, de ontem e de hoje.

Todo o programa do OuTonalidades, semana a semana, pode ser consultado em http://www.dorfeu.pt/outonalidades, onde é possível aceder à apresentação detalhada (sinopses, fotos, vídeos, localização e outros links) tanto dos Grupos como dos Espaços. A 18ª edição do OuTonalidades vai continuar a levar música ao vivo a diversos pontos do país até 27 de Dezembro.

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 12:46 | link do post | comentar

 

letra

 

Niggas matam, assaltam, fazem carros.
Paiam tudo no bairro.
Circulam alucinados.
Cap da Nike, yah.
Shot, Knife, bravo.
Dá para parvo, matam passo a passo, evitando a PSP.
Cruzam a rua, bebem, fumam pula, até doer.
Desaparecem na noite antes da policia aparecer.
São poucos os que pensam no futuro que irão ser.
Putos de um bairro, onde ninguém quer viver.
Jovens que abandonam a escola muito cedo.
Não é fácil ser doutor quando os pais assinam com o dedo.
Eu carrego, e rimo a frustração de um negro.
Nascido, criado, no Ghetto.
Pais analfabetos, desde pequeno que me percebes,
como uma casa e um emprego.
Nos somos missionário desde preto.
Sem o apoio da família, não há cabeça que resista.
Mais tarde ou mais cedo o puto perde-se de vista.
Despista a policia, arrisca a vida por uma nota de mil.
Um tirante dum cachucho, um casado com uma Bill.
Passado várias noites no governo civil,
nasce mais um delinquente juvenil.

A tua mente só é livre se encontrares a tua paz.
Acerdita G, eu continuo a procurar.
Tu podes ter o mundo na tua mão e girar.
Mas nunca, nunca serás feliz rapaz. (x2)

Ainda ontem tu pensavas "Eu sou o homem aranha".
Roubas, matas, paias, ninguém te apanha.
Muitos niggas levam a life do crime na brincadeira.
Teu dia como homem aranha cai na maior teia,
na cadeia.
À espera da visita de um amigo.
Teu amigo ficou no bairro a fumar bula comigo.
A tua dama, mulheres não vivem sem cama.
Esquece essa cabra, pede uma revista emprestada.
Mas nada apaga, a tua solidão.
Nada paga, a liberdade de um irmão.
A humilhação, de gente abandonada.
A frustração, de não poderes fazer nada.
Prometes a ti mesmo, vou mudar quando sair.
Agarrado ao terço, para o pombo não cair.
A roer dias, meses e anos até a porta se abrir.
Mas não acaba G.
As portas cá de fora continuam fechadas.
É o passado, é o cadastro, estampado na nossa cara.
Procuras o emprego, nem do balcão passas.
Arrasta-te negro, eles cortaram-te as asas.
Ajuda a tua mãe, ela 'tá velha e cansada.
Não deixes os teus irmão seguirem as tuas pisadas.
Não culpe os teus amigos pela tua desgraça.
Nem contes com o teu pai, os bêbados não valem nada.
Vida na obra é dura, o corpo não aguenta mais.
A bruxa chora todo o brotha que cai.
A esperança vai, a raiva que volta.
Coração cria ódio, e a cabeça se revolta.
A estupidez, voltar a rua, talvez.
Embriaguez, 0% de lucidez.
Jovens vivem três vezes, tu irias perceber.
O que leva o homem voltar ao crime outra vez.

A tua mente só é livre se encontrares a tua paz.
Acerdita G, eu continuo a procurar.
Tu podes ter o mundo na tua mão e girar.
Mas nunca, nunca serás feliz rapaz.

Quando conheceste a tua dama, lembraste de como ela era?
Cara de criança, corpo de boneca.
Passado dois anos contigo olha para ela.
Soprada, magra, feia, amargurada.
Fazer horas na limpeza para por dinheiro em casa.
Porque o teu não paga, nem a luz e a água.
O filho nos braços, sem leite nem fraldas.
E tu rebentas o salário, em bebedeiras e noitadas.
Eu espero nigga, que nunca apareça um homem no teu caminho.
Alguém que tenha mais cabeça, mais juízo.
Quando tu parares de pensar só no teu umbigo.
O dread já te levou, a tua mulher e o teu filho.
Quando eles forem embora, qual será a tua desculpa?
Bebe mais um copo diz que a dama era uma puta.
Vida continua, cabeça tá confusa.
Aprendemos com os erros, bebemos, mas não esquecemos.
Olha para trás, vê aquilo que perdemos.
As coisas que não fizemos.
Vi meus brothers a bazar, um por um.
Aqueles que morreram, aqueles que foram de Kuzo.
Aqueles que lutam pela vida lá fora com o olho do cu.
Mente, fugindo da praga ou de algum julgamento.
A vida é dura, mas não dura.
Deus livre, os meus brothers das drogas, das ruas.
À algo dentro de nos que nos perturba e destroi.
Ver os teus boys a bazar, é uma coisa que doí.
A gente não esquece, aquele nigga que foi.
Tu podes ir, mas 'tás aqui boy.


A tua mente só é livre se encontrares a tua paz.
Acerdita G, eu continuo a procurar.
Tu podes ter o mundo na tua mão e girar.
Mas nunca, nunca serás feliz rapaz. (x2)



publicado por olhar para o mundo às 08:50 | link do post | comentar

Sábado, 15.11.14

hotstuff.jpg

 

 

Lançamento de Box Especial 20 anos Hot Stuff

 

O melhor do Hard Rock português dos anos 80 está de volta! 

Os Hot Stuff acabam de lançar um CD com certificado M80 e em edição limitada, que assinala os 20 anos da banda. Os maiores êxitos remasterizados numa viagem pela carreira do grupo. E não é só! A banda lança também um DVD com um concerto ao vivo no Coliseu de Lisboa e, ainda, um documentário com a história do Hard Rock em Portugal! 
 

Hot Stuff – Special Edition – 20 Years (2CD+DVD)

CD Best Of Remasterizado
CD ao Vivo do concerto no Coliseu de Lisboa
Inclui DVD com o Concerto no Coliseu de Lisboa + Documentário Hot Stuff: O Hard Rock em Portugal” + Videoclips



publicado por olhar para o mundo às 19:42 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

I was drunk again, causing accidents.
Oh, you're not a friend.
You're nothing.

I think I should be a little more confident
In myself,
In my skin.

Take me, take me, home.
Take me, take me, home.

'cause I don't stand a chance in these four walls.
And he don't recognise me anymore.
Burned out flames should never re-ignite.
But I thought you might.

Take me, take me, home.
Take me, take me, home.

Now he's moving close,
My heart in my throat.
I won't say a word,
But I think he knows...
That I've hardly slept,
Since the night he left,
His body always kept,
Mine inside of it.
Keep the nightmares out.
Give me mouth to mouth
I can't live without ya,
Take me to your house.

Take me, take me, home.
Take me, take me, home.
Take me, take me, home.

But I thought you might...

Take me, take me, home, home.
Take me, take me, home, home.
Home.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:38 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

PODIA SER NATAL - António...

POST HIT - Novo single “...

Vatsun - A Mal ou a Bem

"Dia Novo" de Viviane tem...

Concerto com o Maestro AN...

Vatsun - Alguém

Panda e os Caricas com se...

Donna Maria apresentam ao...

Keep Razors Sharp - Afric...

Keep Razors Sharp - Five ...

arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
http://www.mysound-mag.com/2014/02/letra-diabo-na-...
a primeira vez que ouvi.. super interessante!!!
Muito obrigado
Há dias em que o tempo nos embalae fala mesmo sem ...
Voem, voem... Para bem longe
Deve ser o mesmo número de ingleses que cantam em ...
Outra envergonhada da língua materna. Alguém me di...
Se você gosta de violão o grupo é este: "Fingersty...
Olá, já cá está.
eu ja procurei em todo o sítio e n encontrei a let...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds